Observatório Alviverde

06/11/2017

PALMEIRAS ESTUPRADO NOVAMENTE PELO ÁRBITRO! DESTA VEZ POR DARONCO!




Nesse Curica 3 x 2 Palmeiras, teria acontecido algo ou coisa diferente de tudo o que eu previ e antecipei no decorrer da semana anterior ao derby?

Como de hábito, outra vez, mais uma vez, acertei em tudo, até no esbulho arbitral! 

Mas não será por isto que jactar-me-ei como o maioral, uma espécie de expert da bola, posto que a questão era elementar, previsível e só o presidente, Valentim e os lambe-botas de plantão pareciam desconhecer!

Digam todos o que disserem, só não me falem ou me comparem a Gagliotte ou a Valentim, os dois maiores perdedores do clássico de ontem, cada qual em seu domínio. 

Gagliotte, o presidente, até acertou ao marcar presença no estádio adversário. Parabenizo-o  pelo apoio ao elenco ao viajar com os jogadores. 

Censuro-o, entretanto, fortemente, pela nova, vergonhosa e calamitosa omissão de um pronunciamento público contra a facciosa arbitragem de Héber Lopes no jogo de segunda-feira passada contra o Cruzeiro.

Por extensão também o condeno por não ter feito uma citação, menção ou advertência verbal de dúvida relacionada à indicação de Daronco e sua trupe gaúcha, tão ou mais prejudiciais ao Palmeiras do que o paranaense Éber Lopes, 2ª feira passada!

Daronco apitou pressionado apenas do lado do adversário. Seus gravíssimos erros,
como sempre, passaram novamente em branco. Até quando continuará assim? 
O Palmeiras não aprende mesmo!   

Gagliotte, um amadorzão perdido no futebol profissional, outra vez, mais uma vez, passou em branco e preferiu se omitir, se esquecendo que a omissão sugere indiferença, concordância e conivência com os erros, posto que como diz o ditado "quem cala, consente"!

Até quando os presidentes do Palmeiras diante de formidáveis esbulhos vão continuar apenas mandando risíveis e inocentes CDzinhos aos malandros do Depto de árbitros e da CBF, sendo ridicularizados nas coxias?

Até quando acreditarão em "fair-play" e em jogo limpo, enquanto são, efetivamente esmagados, enrabados e destruídos pelo sistema?

Custava ao presidente ter ido a público, efetuar ao menos um pronunciamento provocativo de dúvida e passar um pouco mais de responsabilidade a Daronco?  Afinal, Gagliotte teve medo ou vergonha? Se teve por que não designou alguém, um porta-voz?

Entrando, agora, no campo de jogo, falemos de Valentim! 

Ele não poderia, sob qualquer hipótese, oferecer o jogo de contra-ataque ao Curica um time que provou neste segundo turno que só sabe contra-atacar! 

E, no entanto, ao se entusiasmar e partir para cima do adversário, ofereceu-lhe infantilmente o que, no jargão futebolês tem o nome de espaço.

Com espaço e com os jogadores das características que tem, o Curica fez dois gols em pouco tempo e só  não ampliou a vantagem porque preferiu passar a administra-la.

O absurdo decorrente da estúpida tática ofensivo-suicida de Valentim foi agravado  pela chegada do Santos à vice-liderança. Em vez de usar esse fator em prol do Verdão ele usou contra querendo derrubar dois frutos com uma só cajada!

Ao deslumbrado e inconsequente aprendiz, fosse ele frio e calculista, pouco ou nada deveria importar que o Santos tivesse dois pontos a mais que o Palmeiras e também estivesse à frente na tabela. 

Um empate com o adiamento da decisão para as futuras rodadas manteria o Palmeiras vivo e, rigorosamente, no páreo. 

A partir daí as malas brancas (Não as quero, nem desejo tanto e quanto as abomino, embora saiba que existam) e as  necessidades de pontuação dos adversários fariam as vias crucis do Santos e do Curica e tudo poderia acontecer.

Como o empate não seria um mau resultado, o Palmeiras deveria (como eu frisei na semana passada) jogar primeiro por sua sobrevivência e, depois, se possível, pela vitória.

Para que ocorresse haveria a necessidade da imposição de um jogo fechado, tolhido, contido, travado e pensado, independentemente, repito, da chegada do Santos à vice-liderança.

A simples presença santista no topo da tabela, aumentava em proporções gigantescas a necessidade de vitória do Curica, o que, certamente, o impeliria a atacar o Verdão, expondo-se ao jogo de contra-ataques.

"Estava escrito há mil anos"(Nelson Rodrigues) desde o tempo em que o futebol era jogado com cabeças decapitadas", que o Curica, premido pelas circunstâncias e pelo ambiente, não poderia, sob qualquer hipótese, sequer jogar pelo empate e, como de hábito, partiria para o abafa. 

Só Valentim não viu, não notou, não percebeu, não suspeitou e em vez de esperar o adversário mandou o time pra cima dele! Quando caiu na real o jogo já estava 0 x 2, praticamente perdido!

Se o Palmeiras houvesse tido nervos para impor o jogo da paciência (que saudade de Dudu e Ademir) e esperasse encastelado na defesa, o Curica é que seria obrigado a tomar a iniciativa do jogo e partir para cima do Palmeiras. 

Inexplicavelmente, estupidamente, infantilmente, porém, foi o Palmeiras que partiu pra cima do adversário, muito mais em face do "cabacismo" de Valentim  e de sua necessidade de mostrar serviço para permanecer no cargo, do que, propriamente, porque o Palmeiras tivesse necessidade de entrar na pilha do adversário .

 Isto foi, em meu entendimento, a causa determinante da derrota!

Em suma, FOMOS (todos nós palmeirenses) VÍTIMAS da imaturidade de Valentim, um técnico jovem, estudioso, ambicioso, mas ainda verde, que precisa aprender "de" bola. Muito, por sinal!

O Palmeiras jamais poderia ter subido desenfreadamente ao ataque e proporcionado o único tipo de jogo para o qual o curica está treinado..
Tinha de ter mantido a postura defensivista rígida, com os laterais fixos em suas posições, solto só um volante e tudo o mais, atraindo o adversário para obter um espaço ofensivo que proporcionasse a Keno e Borja que "fizessem o facão".

Fazer jogo de "toca e toque e toque e toca" sobre uma defesa densamente povoada é burrice, é malhar ferro frio. Em múltiplas tentativas se acerta, lotericamente, uma, no máximo duas. 

O Palmeiras não chegou a dez por cento desse número em termos de criação de jogadas mais perigosas, com perigo iminente de gol.

O adversário chegou menos vezes, mas quando chegou chegou sempre com mais perigo. 

Foi um "acuda-nos Deus" numa defesa mais aberta do que  boca de dorminhoco. 

Não fosse Prass e a goleada teria sido "cruel, muito cruel" (royalties para o grande narrador de rádio Januário de Oliveira)
 
Em relação ao gol sofrido em impedimento, nenhuma surpresa. Já estamos acostumados!
 
Aquele "pênalti" sobre o Jô, marcado pelo auxiliar de Daronvo é do tipo que só existe e vale se for marcado para o Curica.
 
O pênalti sobre Keno contra o Cruzeiro, do mesmo formato e muito mais visível, foi literalmente ignorado pelo árbitro e pela mídia.

Nota zero a Daronco, que sentiu a pressão do estádio cheio, afrouxou e borrou pelas pernas abaixo sem aplicar as leis do jogo de forma igualitária, facilitando sempre a vida do Curica. 

Daronco provou que está na vala comum dos piores árbitros brasileiros e nada tem que o destaque!

Aquele lance em que Gabriel, que já havia recebido cartão amarelo, entrou em campo sem autorização Daronco, protagonizou o lance de arbitragem mais covarde que vi e a que assisti em um campo de futebol nos últimos anos.

Ao perceber que teria de expulsar o jogador, Daronco foi ao encontro de um auxiliar que convalidou sua injustificável atitude de não apresentar o segundo cartão a um jogador que de há muito, por violência, já deveria ter sido expulso. 

Foi muita falta de critério, e, principalmente, de vergonha! O maior critério de Daronco, ontem, foi, justamente, a falta de critério!

No segundo tempo o facciosíssimo árbitro gaúcho ajudou o Curica em pelo menos dois lances de faltas cobradas rapidamente pelo Palmeiras que ele mandou voltar a fim de que os defensores curicanos se reposicionassem e não fossem pegos de surpresa.

Deixou de conceder quatro ou cinco vantagens significativas ao Palmeiras optando por marcar as faltas e parar o jogo como se estivesse ajudando o Verdão, mas dava pra prcber que seu objetivo era de que o curica se recompusesse rapidamente e não se expusesse a sofrer gols.

TODA a vez em que houve falta contra o Curica nas imediações da área, a defesa deles sempre esteve além da metragem regulamentar e andou em direção à bola sem que Daronco nada fizesse no sentido de coibir a irregularidade.

Nessas faltas Daronco ficava quase que um minuto fingindo que estava bravo e que advertia os jogadores do Curica, mas era visível que ele os ajudava a "fazer cera" e a ganhar tempo. Isto ocorreu várias vezes, também, em cobranças de córneres. Uma vergonha!

Os bandeiras se encarregaram "do serviço complementar " invertendo laterais, deixando de marcar escanteios, e alterando as reais indicações de falta e etc e ajudaram Daronco a fazer cera também com conversas desnecessárias sempre que puderam ou foi possível.

Anotei o nome do bandeira mais deletério e prejudicial, Rafael da Silva Alves

Em um jogo que esteve parado por mais de 10 minutos, Daronco concedeu 5 de acréscimos e o fez como se estivesse fazendo uma concessão especial ao Palmeiras.

==================
Viram que eu disse (estou sempre dizendo e me dirigindo àqueles que não sabem nada de futebol e adoram me desmentir) que o jogo não é ganho só dentro de campo?

Convenceram-se, finalmente, ou  vão continuar imaginando que sempre se ganha exclusivamente em campo?
 
Quando é que a diretoria do Palmeiras vai aprender que as coisas do universo da bola, na prática não são assim? 
 
Se não estiver de acordo, ao menos acorde, Gagliote.

ATENÇÃO

ATENÇÃO

ATENÇÃO:


LEIAM, LEIAM, LEIAM

NÃO, NÃO ACREDITO, NÃO POSSO ACREDITAR!

LEIAM O QUE DISSE GAGLIOTE APÓS O JOGO E APÓS TANTA ROUBALHEIRA!

Foi publicado na Gazeta Esportiva

Quando questionado se iria realizar uma queixa formal para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o presidente palmeirense afirmou que irá enviar uma reclamação com queixas contra Daronco".


“Temos que trabalhar para evoluir, para melhorar. Vamos fazer um relatório, mandar um vídeo para a CBF, como fizemos contra o Cruzeiro no gol do Borja, em uma jogada absolutamente normal, que existem várias durante a partida. Temos que treinar melhor os árbitros, os bandeiras, o futebol tem que evoluir”, finalizou o mandatário."

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA, iNOCÊNCIO DOS ANJOS GAGLIOTE

VEJAM O QUE PUBLICOU O SITE OFICIALDO PALMEIRAS SOBRE O JOGO: 
1)Valentim elogia postura da equipe no 2º tempo e volta atenções para o Vitória.

2) Moisés lamenta revés em Itaquera mas destaca evolução: "melhoramos no segundo turno"!

3) Verdão pressiona no segundo tempo mas é superado pelo Corinthians em Itaquera.

E nós, torcedores, todos nós enxugando o gelo da incompetência dessa diretoria de clube social.

Foi por isto que Ari Barroso que era Flu, virou Fla! 

O PALMEIRAS PERDEU TUDO, ONTEM: ATÉ A VERGONHA NA CARA!

 COMENTE COMENTE COMENTE

26 Comentários:

  • Às 6 de novembro de 2017 07:14 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Perdemos tudo. Até as pregas. Sem mais comentários.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 08:21 , Anonymous Anônimo disse...

    Ano passado Paulo Nobre foi cirúrgico qdo veio a publico e reclamou da ajuda ao Flamerda naqueles lances que foram ajudados pela Redebosta.
    E esse imbecil cabeça de ovo não aprendeu nada mesmo, vou mandar o dvd para CBF é uma piada mesmo.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 08:30 , Anonymous Sei de Tudo disse...

    Sem jogo, de futebol e o de palavras, Sei de Tudo complementa as constelações do blog: Perdemos a vergonha na cara, perdemos as pregas mas ficamos com a Síndrome de Estocolmo. Até quando? Nem Freud explicaria.
    Triste, triste 2017 do Palestra.

    Em tempo: segunda feira, 6 de novembro de 2017, 9:28 da manhã e Egídio continua no Palestra ainda.
    Tristeza não tem fim, felicidade sim. É bem isso que estamos vivendo.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 08:37 , Blogger Joel Ferreira disse...

    Fomos estuprados pelo nosso diretor de futebol, que contratou Egídio e outras porcarias do Cruzeiro, perdemos o ano por falta de laterais, é ridículo um treinador escalar os dois, será que não tem nenhum no juvenil melhor que essas duas porcarias que estão jogando.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 09:27 , Anonymous Ednei disse...

    O Palmeiras tem que esquecer esse ano, e no planejamento de 2018 focar em reforçar a defesa.Fazer uma limpezacomeçando com o Dracena, Egidio,Tche Tche,Roger Guedes,Ze Roberto Daiverson.
    Sugestões: Miranda não vai renovar Rafinha não vai renovar.Otimos reforços.Acorda Mattos!

     
  • Às 6 de novembro de 2017 10:20 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Penso que, são nos clássicos, embates que não ganhamos nenhum neste ano, é que verificamos o quanto esse time do Palmeiras é fraco.
    Apesar dos erros da arbitragem, inquestionáveis, que resultaram na derrota, o que se extraiu foi a necessidade premente da contratação de um técnico de primeira linha (Luxemburgo ou Leão), cascudo, experiente, que jamais, por exemplo, colocaria o veterano Dracena na esquerda (cansou de errar ali em vários jogos), para escalar Mina (por quê não Mina na esquerda ???) ou tiraria Keno (o melhor jogador das últimas 4 partidas), no intervalo, entrando em seu lugar o travado Guedes.
    Outra necessidade é a reformulação desse time.
    Eis minha lista inicial de dispensas para o "corretor" do Palmeiras: Prass, Zé Roberto, Dracena, Egídio, Mike, Bruno Henrique, Juninho,Luan, Guerra, Roger Guedes, Erik, Fabiano, Deyverson, Thiago Santos, e, após alguns testes, Arouca.
    Com isso, dará para arrecadar, e especialmente, economizar capital para remontar esse time para 2018, pois 2017 foi um retumbante fracasso.
    Em verdade vos digo, repetindo uma frase que li hoje nas redes sociais: "Time bom não perde da arbitragem, nem faz pênalti em Jô, ?!??????!!!!??? Nosso time é ruim e nosso técnico mostrou ontem que é fraco".

     
  • Às 6 de novembro de 2017 10:44 , Anonymous Anônimo disse...

    Não ganharíamos esse jogo de jeito nenhum. ..por isso os erros táticos , individuais e a qualidade do time ficam em segundo plano,
    Luciano Vicentini

     
  • Às 6 de novembro de 2017 10:46 , Anonymous VICTOR TREDENSKI disse...

    Perdemos a vergonha na cara, como disse o Alcides. Faz tempo viu, amigo Alcides.

    Perdemos as pregas, como disse o Insuperável. Faz tanto tempo que perdeu que o Palmeiras nem sabe mais o que é isso, caro Insuperavel.

    A única coisa que não perdeu é esta maldita Sindrome de Estocolmo, esse masoquismo que o Palmeiras tem em enfiar o rabo entre as pernas.

    Nem Freud, se vivo, explicaria. Triste 2017 para o Palmeiras.

    Segunda-feira, 6 de novembro de 2017, 11:45 da manhã e Egidio, o rei do camarote, ops, da lateral esquerda, continua no Palmeiras ainda.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 10:51 , Blogger Roberio BA disse...

    Este negócio de dispensa não funciona na conjuntura dos contratos pós lei Pelé, se o atleta tem contrato ele deverá receber até o final do mesmo ou o clube rescindi e paga a multa e fica com um rombo de prejuízo, então esqueçamos. O comentário do Alcides sobre a paciência citando Dudu e Ademir da Guia é perfeita, hoje não temos jogadores com esta conciência tática, cito até Mazinho e Sampaio que acompanhei, jogadores inteligentes que técnico não tinha que lhes dizer como jogar determinada partida, e vou além, falta a garra de um Edmundo que sabia como jogar um jogo como este, vide o carrinho em Paulo Sérgio em 93, os nossos atletas de hoje nenhum deles carrega este comando e influência sobre os demais para impor uma atitude coletiva, o nosso capitão não tem perfil de liderança, os mais velhos são muito tolidos e politicamente corretos, diretores e presidente omissos, técnico "verde" ainda para dispor destas características, só sobra nós torcedores que infelizmente não temos o poder de decisão...

     
  • Às 6 de novembro de 2017 11:41 , Anonymous Nei Verde disse...

    O elenco é mal formado, montado com interesses particulares, o interino é fraco, ontem foi colocado a prova, e só fez coisas erradas, tanto no esquema (atacar as galinhas),quanto na escalação, Dracena do lado esquerdo cobrindo Egídio nunca funcionou, se não basta tirou o melhor jogador, mas esse jogo de ontem começou a ser articulado quando ficamos a cinco pontos das galinhas, nos operaram e não deixaram ganharmos das Marias, e acabaram o serviço ontem.
    Pode montar o time que for, com esse diretor picareta$$$ e esse presidente chupa ovo, nunca ganharemos nada.
    Agora vão gastar milhões com contratações ridiculas, planejamentos amadores, é 2018 outra decepção.
    Nossa esperança é Nobre em 2019.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 12:56 , Blogger Alexandre Correia disse...

    O Romero tirando self com celular roubado e 1 metro impedido.
    Rede de esgoto só foi mostra o impedimento no intervalo.
    Alemanha 7 X 1 corrupção

     
  • Às 6 de novembro de 2017 13:25 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos

    com mais calma:

    no país do Judiciário so-so, a RGT nem liga para o estupro que os homens-de-preto SEMPRE fizeram...

    gol impedido
    selfie
    gol mal anulado(contra o ECC)
    dezenas de errinhos

    Para a imprensa marrom:

    se cismam que é contra o SCCP ou Fla: ESCANDALO

    se é contra a SEP: nem falam

    Daí minha irritação contra a imprensa marrom, liderada incontestávelmente pela Folha, o jornal da boca do lixo e pela RGT, o Cidadão Kane tupiniquim

     
  • Às 6 de novembro de 2017 13:58 , Anonymous URL disse...

    Canhoto só bate penalti no canto esquerdo do goleiro.
    Só o Prass não sabe disto. Até hoje!

     
  • Às 6 de novembro de 2017 14:17 , Anonymous Anônimo disse...

    Essa de penalti no canto esquerdo escutei na hr do almoço na tv.......qdo começaram a discutir se de fato foi pênalti, vieram com esse papo , ou seja esquece se foi ou não, a culpa fo goleiro não pegou kkkkkkk


    Luciano Vicentini

     
  • Às 6 de novembro de 2017 14:20 , Anonymous Anônimo disse...

    Ops a culpa foi do goleiro q não pegou...

     
  • Às 6 de novembro de 2017 14:53 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Pior que ele mostrou o canto e pulou do outro lado. Fica difícil ganhar assim. Temos cada um no Palmeiras, que nem gardenal conserta.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 14:58 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Entre nós, o cara de ovo tem uma cara de idiota, que não consegui entender por qual motivo Nobre o escolheu para sucede-lo. Decerto pensava que, por ser noviço, não iria traí-lo. Ledo engano. Da mesma forma que os canalhas também envelhecem, os imbecis também traem. Até por serem efetivamente imbecis.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 15:42 , Anonymous Paulo Junior disse...

    Belo texto Alcides.. a respeito da arbitragem enxerguei o mesmo que vc.. impedimento claro no primeiro gol e pênalti que nunca seria marcado se fosse do outro lado do campo

    mas revendo o segundo gol também dá pra perceber que o Rodriguinho claramente desloca o Dracena com o braço (zilhoes de vezes mais falta que no gol do Borja contra o Cruzeiro) ou seja se fosse gol nosso tb seria invalidado (porque sera ninguém da midia viu??)

    Conclusão: se nós tivéssemos marcado os três gols que eles fizeram..nenhum
    seria validado.. impossível ganhar assim

    E assim segue mais um brasileiro manchado que caiu no colo dos gambás e a mídia esconde isso.. e assim como operaram o galo em 2015 e 1999 e operaram o Inter em 2005.. esse ano fomos nós que passamos por isso.. e sem anestesia!!!!!

     
  • Às 6 de novembro de 2017 16:34 , Anonymous Jorge disse...

    URL
    Sua teoria é fajuta.
    Prass salvou o Palmeiras em algumas defesas difíceis(pelo menos três) e você culpa o goleiro por conta do Penalti?
    kkkkk!!!
    Vejo de tudo por aqui.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 17:15 , Anonymous Justo e Franco disse...

    URL é o insuperável, Jorge. Só fala asneiras. Deixa ele. Tem ele, nei, Vitor, sabe tudo, Roberio, abéa e mais uns par.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 18:00 , Anonymous Anônimo disse...

    Tirei esse comentário de um outro site do Verdão, concordo com o que o amigo escreveu, acho que resume bem:

    "Foi só a diferença cair para 6 - SEIS! - pontos que o esquema gambá deixou de lado qualquer vergonha. Dois jogos seguidos, duas arbitragens "magistrais", pronto. Inimigo abatido, missão cumprida.
    A diretoria é omissa, o elenco é incompleto, muitos jogadores não têm culhões, planejamento ridículo, tudo é fato.
    Mas NADA disso justifica sermos roubados e ter de ouvir outros palmeirenses dizerem que não devemos reclamar! NADA!!!
    Quando perdemos por nossa própria incompetência (apenas), sabemos reconhecer e cobrar o clube. Quando vemos o que aconteceu ontem não podemos aceitar.


    Perfeito.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 19:23 , Blogger Leandro Leo disse...

    Alcides, independente da ma formação do elenco, independente da maneira como o técnico montou o time, aliás ele teve um curtíssimo tempo para isso, aliás acho que nem guardiola conseguiria montar um time pronto nesse período. O que podemos concluir, seguramente, é que o Verdão foi cirurgicamente operado nesses dois jogos capitais. Isso é fato. Mais ainda com a benevolência da mídia esportiva que não teve peito pra denunciar essa vergonha. Quando viram que o curica ia perder um campeonato ganho, inventaram absurdamente o esquema crefisa. Só não vê quem não quer essa vergonha. O que devemos nas redes sociais é nos unirmos e cobrarmos essa farsa, um campeonato já marcado quem seria o campeão. O resto é jogar velas ao vento.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 20:18 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos

    concordo com o Anonimo

    é óbvio que o time de 2017 é fraco e a Diretoria horrorosa

    mas não é só isso.

    Em especial:

    com as arbitragens sujissimas, vemos que o Campeonato já está destinado ao SCCP.

    E os juizinhos agem sob a proteção da imprensa marrom.

     
  • Às 6 de novembro de 2017 20:30 , Blogger Ester Abea disse...

    e sobre a imprensa marrom 'Ester Abea' sabe muito bem:

    é comandada pela RGT, em seu braço televisivo

    e pela Folha em seu braço impresso e da net

    ambas tem histórias sujas, nojentas.

    a RGT surgiu e cresceu puxando o saco da Ditadura ou de quem estivesse por cima

    a Folha sempre quis ser mais do que é. E quando se meteram com o Estadão, querendo mostrar que tinham mais tiragem, o Estadão ACABOU com eles e provou que a Folha mentia.

    2 modelos sujos de imprensa bosteada...

    E o pior: dominam o Brasil, fazendo escola. São seguidos por Fox, ESPNojo, Band(emissora da pobreza), Gazeta Esportiva, Jovem Pan e outras excrescencias.

    Quanto aos pseudojornalistas como Betting, PVC o moço das estatísticas de esgoto, K-Furi, Flavio Prado e outros é melhor nem falar...

    são ridículos

     
  • Às 6 de novembro de 2017 21:29 , Blogger Duende Verde disse...

    Fomos operados e isso é fato!!! Estamos reclamando de um gol roubado e estamos esquecendo que lá até o estádio é roubado. O que mais me incomoda no entanto é a falta de brio e de “sangue no zóio” destes jogadores; fomos eliminados no Paulista, Copa do Brasil e no Brasileiro perdendo os jogos decisivos tomando 3 gols no primeiro tempo para adversários muito mais fracos tecnicamente e sendo dirigidos por 3 técnicos diferentes!!! Colocar a perda de mais um campeonato apenas na conta dos árbitros não me parece correto!!!

     
  • Às 7 de novembro de 2017 21:01 , Blogger Ester Abea disse...

    agora com essa estória de Felipe Melo(que é louco de pedra) vão encher o saco alviverde...

    ah, imprensa das fezes

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial