Observatório Alviverde

31/01/15

PALMEIRENSES! VAMOS DAR UMA RESPOSTA À ALTURA À REDE ESGOTO, DIGO, GLOBO DE TELEVISÃO!





Chega ao auge, ao ápice, ao apogeu, ao cume e ao cúmulo, o desrespeito da Rede Globo à torcida do Palmeiras. Não dá mais para aguentar!

A partir da pífia cobertura ao clube na programação, passando pelas narrações tendenciosas até os comentários deletérios, a RGT está, literalmente, destruindo o Palmeiras. 

Detentora imerecida das transmissões do futebol no país do futebol, a Globo, criminosamente, retira, o Verdão, neste Paulistão, definitivamente, da grade de programação ao vivo, em TV aberta e semiaberta, limitando-o a aparecer, exclusivamente, nos clássicos, como um timeco qualquer do interior. 

Pode-se dizer, então, que o Palmeiras foi sepultado no limbo escuro do pay-per-view! 

Apesar de ter sido o clube brasileiro que mais investiu no futebol, o Verdão foi condenado ao ostracismo forçado da pouca visibilidade! Maldade das maldades! Injustiça das injustiças! Incompetência dos incompetentes!

Há anos que os reduzidíssimos espaços dedicados ao clube, na programação da matriz global são, além de incompatíveis com a grandeza do clube, carregados de omissões, menosprezo, ironias e comentários injustos e destrutivos. 

Quando se trata da análise de lances de arbitragem fica bem explícito o desprezo dessa rede para com o Palmeiras, cujas diretorias, até hoje, por submissão à cota de patrocínio preferem não reagir, simplesmente, se omitir. Reaja, Nobre!

Todos sabem que, há anos, o Palmeiras só é visto na RGT por seu viés negativo! 

Sobretudo pelos facciosos ex-jogadores que a própria Globo, desrespeitando e reduzindo à insignificância toda a classe jornalística brasileira, transformou em comentaristas(?)! Suprema desmoralização!

Detalhe: não há um único ex-jogador do Palmeiras entre os palpiteiros globais. É muita discriminação!

Infelizmente os executivos e produtores cu-rintianus e bambis que pululam e predominam nos gabinetes e nas redações, agem em conluio, em magotes, como se a rede televisiva fosse uma propriedade deles. 

Legislam em causa própria e sufocam, por mero capricho clubístico, a segunda torcida do estado e a terceira do país. 

Mas, quer eles queiram ou não, o estado de São Paulo, futebolisticamente, está dividido em verde e branco e preto e branco. O resto é teoria dos bambis da mídia!

É por isso que se diz, também, "que toda a exclusividade é burra, e, muitas vezes, desonesta. Em que caso se enquadra a atitude global de preterir o Palmeiras?      

Se a RGT tem tanta certeza, como alega, de que o Palmeiras não dá audiência, ou, não dá Ibope, como eles adoram dizer, referindo-se ao Instituto de Pesquisa suspeitíssimo, que há anos sustenta-lhes (coincidentemente) a audiência, por que não permitem que a Bund, transmita simultaneamente um jogo do Palmeiras, ao mesmo tempo em que transmitem um jogo dos bambis ou do cu-rintia?

Aliás, se a Bund, rede que coonesta-lhes o monopólio televisivo, só pode transmitir os jogos que a Globo indica ou permite que transmita, não seria, isso, per si,  a caracterização de um monopólio? 

Onde estão as autoridades da comunicação deste país que fecham os olhos a essa ignomínia?

Mas isso a RGT não vai fazer nunca, porque esses FDPs (FDPs, mesmo), descobriram que a torcida do Palmeiras, além do amor incrível e imensurável pelo time, tem, agregado, o maior valor de mercado, em decorrência de seu alto poder aquisitivo.

Então o que fazem os executivos globais, velhacos e aproveitadores que, incompetentíssimos, sabem, não sobreviveriam e nem arrumariam outro emprego se fossem demitidos? 

Exploram, covardemente, a paixão descomunal da torcida palmeirense pelo time, deixando de exibir seus jogos em canal aberto ou no Sportv, porque sabem que a ação vai aumentar o faturamento do pay-per-view!

Mas quanto o Palmeiras vai ganhar a mais, por isso? 

Zero milhões, zero mil, zerocentos e zerenta e zero. 

O Palmeiras, simplesmente, vai promover mais faturamento para que eles paguem regiamente a Flamengo, Curíntias e Bambis quotas muito mais substanciais do que a esmola doada ao Verdão.

É por isso que, neste momento, eu faço um apelo aos palmeirenses que sabem lidar com a Internet e recebem os jogos do Verdão pelo Pay-Per-View, no sentido de que disponibilizem links na Web para o acesso dos torcedores comuns que não podem pagar por essa grande exploração global.

Vamos entupir a Web de canais de acesso pelos quais os nossos irmãos palmeirense possam receber o jogo no computador e injetá-lo na tela gigante de um televisor.

Aqueles que sabem como fazer isso, publiquem, através de seus espaços cibernéticos, orientações sobre como proceder para ter o jogo no CPU e passá-lo à tela de um computador.

Ao mesmo tempo, solicito aos verdadeiros palmeirenses que assistam aos jogos do Verdão em espaços públicos, na casa de amigos ou de parentes, ou, conforme orientamos, via computador.

Porém, pelo bem e pela valorização do Palmeiras, não assinem novos pacotes de pay-per-view!

Se não der para aguentar ficar sem ver os jogos, adquiram, apenas, aquele pacote para computador vendido por um preço muito mais acessível pela própria rede esgoto. Este, dos males, é o menor e custa muito mas barato..

Há, também, o recurso do sintonizador de satélite, mais caro e trabalhoso. A rede esgoto espalha e publica que é proibido sintonizar os satélites, mas é conversa mole pra boi dormir, porque os satélites são públicos.

O ideal seria, mesmo, boicotar, completamente os globais, deixando-os a pão e água, mas, infelizmente, a maior parte de nossa torcida não pensa assim.

De qualquer forma, a disseminação de links que os palmeirenses pudessem acessar através da troca de e-mails, a mim me parece a solução mais adequada para enfrentar essa situação vexatória a que os globais, outra vez, submeteram o Palmeiras.

DESTA VEZ, NÃO PODEMOS DEIXAR BARATO!

ESPERO QUE NOBRE, DA FORMA QUE FOR POSSÍVEL, APOIE A TORCIDA PALMEIRENSE!

COMENTE COMENTE COMENTE