Observatório Alviverde

31/10/14

SE PAULO NOBRE CONFIRMAR QUE, AO MENOS, NEGOCIA COM CAVALIERI, PASSARÁ, PUBLICAMENTE, O ATESTADO DE PRESIDENTE INCOMPETENTE E BUNDÃO!


 
Periquito, na muda, não canta! 
Estamos mudando, logo não devemos cantar!


Eu não ia voltar ao assunto da falsa notícia que continua rolando esta semana, da contratação de jogadores pelo Palmeiras.

Porém, premido pelas circunstâncias, gravíssimas, do momento vivido pelo time, obrigo-me a fazê-lo.

Pouco me importa, neste momento, se o que vou dizer (verdades verdadeiras) redundar em criticas , estabelecer polêmicas e me fazer bater de frente com alguns palmeirenses retardados, donos de sites e blogs que, quero crer, inocentemente, deram guarida e vazão a essas mentiras.

Como se não bastassem tantos inimigos exógenos, o Palmeiras sofre, também, o impacto do fogo amigo, isto é, a influência negativa daqueles torcedores que estão repercutindo notícias de supostas contratações, geradas por repórteres inconsequentes e alimentadas por desafetos do Palmeiras, com o intuito único de desconcentrar e desestabilizar o time, ameaçado de descenso, na reta final do Brasileiro.

Alguns colegas da mídia palestrina, infantilmente, estão alimentando o jogo sujo de nossos inimigos midiáticos (sempre os mesmos) que só divulgam o noticiário do clube mediante abordagens criticas, censuras e reparos sem razão de ser, eternamente dispostos a passar informações nocivas e deletérias que destroem a paz e a harmonia no recôndito de nosso time.

Ontem critiquei com veemência o balão de ensaio lançado por Praetzel, repórter da Band, que se arvora em profissional de vanguarda, mais bem informado do que os rivais e em antecipador de notícias...

Na real, ele não passa de um "chutador", useiro e vezeiro em fazer sensacionalismo e de lançar notícias no ar, a maior parte supostas, sem o devido lastro e fundamento.

Quando instado sobre quem lhe fornece as informações, ou, de quem as recebe  ele desconversa alegando a manjadíssima desculpa da preservação da fonte. 

Se vale o trocadilho, "a fonte dele é cascata". Nesse caso dos jogadores do Flu, Palmeiras e Cavalieri, com absoluta certeza!

Anteontem Praetzel exagerou, exorbitou e despejou no ar, no atacado, várias toneladas de informações extemporâneas e inoportunas entre as quais, a de um suposto interesse do Palmeiras por três jogadores do Flu para 2015: o lateral Carlinhos, o meia Vagner e o goleiro Diego Cavalieri.

Em seu delírio febril por "dar o furo", (deu), chegou a afirmar que o Palmeiras "fazia um clássico nos bastidores com os bambis" pela aquisição de Cavalieri, quando nada disso existe, sequer no terreno das especulações.

Por que, então, o repórter divulgou o rótulo"clássico fora de campo", isto é, "o clássico de mentira" como forma de ilustração para a sua furadíssima notícia? 

Pelo interesse em fazer sensacionalismo com o fito de aumentar audiência?  É possível!

Ou, teria, ele, atendido um pedido pessoal de Diego? Também é possível!

Ou, em última análise, estaria atendendo a uma solicitação do empresário do jogador? 

Esta hipótese, certamente, a mais provável é muito comum, ultimamente, entre os profissionais midiáticos! Não me perguntem por quê!

O fato é que a ilação de Praetzel, de pronto encampada e disseminada, imediatamente, pelo volúvel Neto, o comentarista "sãopaulino-curintiano, ou curintiano-sãopaulino" (a ordem dos fatores não altera o deteriorado produto), não ficou restrita ao âmbito limitado do superadíssimo microfone da Band.

O Globo Esporte, prontamente, encampou e divulgou a peta! Iriam, os globais, ficar fora dessa? Nunca!

Os outros veículos repercutiram os três furos furados, mais furados do que filtro de cafeteira italiana. Afinal o Palmeiras tem origem italiana HAHAHAHAHAHAHA Seria cômico não fosse tão trágico!

A Agência Globo, por via das dúvidas, confirmou, "O Globo" publicou em destaque e o segmento inocente, desligado e repleto de boa fé da mídia palestrina, embarcou na canoa, também, rombuda, furadíssima...

Muitos blogs e blogueiros palmeirenses se entusiasmaram, se alegraram e repercutiram -inocentemente- de forma ampla a mentira ou, vá lá, a informação artificialmente construída em redação de rádio, fruto da fértil imaginação de um repórter que, fiel às suas origens sulistas, é portador da síndrome da grandeza e da expansão profissional.

Interessante é que ninguém raciocina que, em primeiro lugar, o Palmeiras está servido por um goleiro muito melhor, mais vivido e muito mais experiente do que Cavalieri. 

Ou terá, alguém, a coragem e a cara-de-pau suficientes para afirmar e sustentar que Diego é melhor do que Prass?

Em segundo lugar, porque o Palmeiras acaba de contratar Jailson, junto ao Ceará, que, sequer, estreou e, pelo visto, parece que não vai estrear tão cedo, a não ser que Prass (que Deus o livre e também nos livre) volte a se contundir com gravidade.

Em terceiro lugar porque o Palmeiras reformou, recentemente, com Bruno, como se não bastasse ter, também, no elenco, Deola, goleiro quase ao nível de Diego.

De quebra, ainda tem Fábio que, muito embora tenha levado algumas bolas fáceis, mostrou seu imenso potencial mediante defesas impossíveis, evidenciando ser um goleiro de ponta e de um grande futuro, carente, apenas de experiência. Mas isto, pouca gente fala ou reconhece!

Em quarto lugar porque este não é o momento adequado para que se lance no ar quaisquer informações desse teor, que têm o poder letal de destruir, completamente, o ambiente no elenco e levar o time aos retrocesso psicológico e técnico, e, por conseguinte, às derrotas.

O que de mais precisa, neste instante, o elenco do Palmeiras é de paz, harmonia, sossego e tranquilidade, sem o que o time pode, perfeitamente, soçobrar nas tormentas radicais em que vão se transformar os jogos derradeiros deste Brasileirão, verdadeiras brigas de foice no escuro.

E, no entanto, Paulo Nobre e diretoria parecem dormir em berço esplêndido incônscios da gravidade dessa notícia, com poder, repito, de desvastação sobre um elenco de jogadores jovens, sem a necessária rodagem, por exemplo, de Rogério Ceni, também atingido pela virulência da notícia plantada e estúpida, para a qual o goleiro bambi, por suas vivência e experiência, já está vacinado! 

Fosse o nobre presidente vivido e traquejado em futebol, no mínimo teria solicitado ao departamento de jornalismo e marketing do Palmeiras, o desmentido dessas estúpidas informações. 

Preferentemente as teria desmentido, pessoalmente! Um ditado muito antigo diz que "quem cala, consente"!

 Nobre ainda tem tempo para desmentir e desmanchar essa armação, até porque ele próprio (candidato à reeleição), não tem certeza de que continuará presidente do clube, em face das eleições presidenciais, previstas para o mês de novembro que amanhã se inicia!

SE PAULO NOBRE CONFIRMAR QUE, AO MENOS, NEGOCIA COM  CAVALIERI, PASSARÁ, PUBLICAMENTE, O ATESTADO DE PRESIDENTE INCOMPETENTE E BUNDÃO! 

PERIQUITO, NA MUDA, NÃO CANTA! NUNCA!

COMENTE COMENTE COMENTE