Observatório Alviverde

13/03/2014

FALTOU BOLA PARA QUE O PALMEIRAS DESCLASSIFICASSE ANTECIPADAMENTE O VILHENA!


 

Errei em meu prognóstico de classificação sem jogo de volta, porque tive aquilo que às vezes falta a Kleina, a coragem!

Não foi o caso de ontem em que o nosso técnico procurou fazer o melhor, mas não foi feliz a não ser no finalzinho do jogo quando já era tarde e a classificação antecipada jazia moribunda!

Ontem eu tive o desassombro de abrir a postagem com uma manchete colocando todas as fichas no time e em Kleina:

"CRAVO E APOSTO QUE O PALMEIRAS VOLTA A SAMPA CLASSIFICADO SEM A NECESSIDADE DO JOGO REVANCHE"!

Superestimei o Palmeiras, subestimei o Vilhena!
Não sei, entre os dois erros de avaliação qual o mais grave!
Talvez aquele de superdimensionar a capacidade do Palmeiras, um time que, apesar de -no geral- estar bem, vive, ainda -é normal- instabilidades táticas, técnicas e emocionais!

E ainda tem gente que fala em poupar jogadores, sem ter a dimensão exata do que representa um time ajustado, acertado, entrosado que jogue junto o maior número de vezes! Tudo o que faltou ao Verdão ontem em  Vilhena!

Parece que a bobagem da poupança de domingo contra o Paulista voltou a atingir o time em cheio,  ontem em Rondônia, ainda que o adversário fosse inexpressivo, fraco, que jogou com denodo, raça, força e aplicação, explorando, principalmente os contrataques.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

 
 Com esforço e luta o Palmeiras só se libertou no fim do jogo com um gol de Leandro, que Vinicius não faria!

 Eu imaginava um jogo inicialmente duro -como é praxe ocorrer nesses encontros entre um grande e um time desconhecido- só nos primeiros minutos ou, vá lá, apenas no primeiro tempo. 

Imaginei que as dificuldades fossem abrandadas à medida em que o tempo passasse, a partir do momento em que o Palmeiras reconhecessse o campo e o adversário.

Entretanto, o jogo de ontem foi atípico, diferente de tudo o que eu já houvera visto em outras Copas do Brasil. 

Em vez de reconhecer campo e adversário, o Palmeiras foi quem esteve -sempre- irreconhecível! 

Em alguns momentos do jogo -inexplicavelmente- o Verdão chegou, até, a levar sufoco do time da casa o que levou Kleina a admitir, nas entrevistas finais, que viu a viola em cacos e chegou a admitir que pudesse pudesse ser derrotado.

Equivoquei-me, então, na avaliação antecipada de nosso time, haja vista que o Palmeiras não correspondeu -nunca- as nossas melhores expectativas ontem em Vilhena (RO) e, sequer conseguiu jogar para o gasto, embora o resultado em si tenha sido bom, e ocorrido de maneira proporcional às nossas necessidades.!

Moral da história:
Por tudo o que expus, errei feio, mas errei em função de meu entusiasmo de torcedor, já que, na matéria propriamente dita, fiz questão de realçar os perigos que um adversário incógnito e desconhecido nos proporcionaria, em um país integrado pela TV, no qual não existem mais times bobos ou inocentes.

Sorte, a minha, que não apareceu nenhum jogador mais ousado, disposto a apostar! HAHAHAHAHAHA

Na "real", o Palmeiras não esteve -nunca-, ao menos perto do que supunha o meu magnânimo coração palestrino que, afinal, falou mais alto do que a razão!
@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@
 

 O Palmeiras, pasmem, enfrentou um time improvisado, ontem, em Vilhena!

Eu esperava e pensava um jogo -vou repetir- que apresentasse, apenas e tão somente, alguns obstáculos iniciais e que o Palmeiras, em pouco tempo, os contornasse e superasse, impondo a sua técnica, a sua tradição e a sua condição de time de muito melhor qualidade, expoente do futebol brasileiro.

Estava -completamente-  fora de minhas cogitações mais pessimistas -para mim era, até, algo impensável- que o time se apresentasse tão mal e exibisse um futebol primário, nivelando-se ao adversário!

Pior do que isso, eu, jamais poderia supor que, em muitos momentos do jogo, o Palmeiras fosse -reiteradamente- ameaçado e submetido tática e  tecnicamente por um time desses, a que chamamos, desprezivelmente, de catadão! No entanto, foi o que aconteceu!

Birigui, o técnico do Vilhena, conhecido goleiro do futebol paulista da década de 80, conseguiu fechar  um "catadão" apenas na semana retrasada, contando com jogadores que -sem a menor convivência ou entrosamento- mas com raça, na disposição e motivação, conseguiram se aglutinar e encarar o todo poderoso Palmeiras!

Para que se tenha uma idéia, O Vilhena é um time e orçamento baixíssimo, predominantemente de salário mínimo, cuja soma dos ordenados,-computado todo o elenco- é inferior ao que ganha -não Lúcio, Wesley ou Valdívia, mas- qualquer jogador de prestígio mediano tipo Wendel ou o paraguaio Mendieta. A folha do Vilhena é orçada em -apenas- 90 mil por mês.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

 

Desta vez não culpo Kleina -diretamente- pelo fiasco, considerando-se a escalação e reposição dos titulares bem como o seu esforço em corrigir o erro crasso cometido em  Rio Preto, de entrar com um mistão.

Aquela atitude -antecipei aqui-  quebrava a corrente do preparo técnico, tático e, sobretudo, do entrosamento de um time ainda em formação!

O mau rendimento do Palmeiras, ontem, em Vilhena tem muito a ver com a bobagem de domingo passado, em razão da desnecessária solução de continuidade, isto é, do seccionamento da sequência de preparação de um time que -enganam-se os que pensam o contrário- ainda está processo de formação e definição!

Além de ter entrado com os titulares, -já pensaram se não entrasse?- Kleina teve a sensibilidade de preservar Patrick e Vinicius -salvos do incêndio contra o Paulista- que esmerilharam naquele jogo, mormente Vinicius, e, repeti-los como titulares! Teria errado se não o fizesse!

Os dois garotos, por meritrocracia, tinham de continuar titulares! Continuaram e jogaram 3/4 do jogo, mas não renderam o que deles se esperava!

Se não  deu certo, fazer o que? Simplesmente, substituí-los. Sobretudo Vinicius, peça decorativa! Foi o que Kleina fez! Mendieta, substituiu Vinicius e Leandro entrou no lugar de Patrick Vieira.

Na prática, Kleina só projetou mais alternativas ofensivas ao time com a entrada de Leandro, que deveria ter substituído Vinicius, mas trocou seis por meia dúzia ao colocar em campo Mendieta homem exclusivamente de preparação, de pouca movimentação e nenhuma marcação. Isso, ao menos, Patrick Vieira estava fazendo!

Aí entra aquela faceta da coragem de atacar, que não se identifica com o nosso treinador, sempre preocupado -muito mais- em resguardar o setor tal e qual, tirando o ímpeto ofensivo de um time que - em condições normais- é vocacionado ao ataque! 

A saída de Eguren -substituído por Bruno César- foi uma ótima alternativa, embora muito tardia, e o gol da vitória começou com uma boa jogada do "chutachuta".

Eguren foi uma peça exclusivamente decorativa, o pior em campo e sua substituição,  somente aos 35 minutos do segundo tempo com o placar em branco é a prova -contundente- de que Kleina é um pertinaz defensivista!

Jogar com Vinícius afunilado e sem espaço para que ele apronte o que melhor sabe fazer, a correria e a jogada de preparação ofensiva pelo lado esquerdo do campo,-ficou provado- não dá! Ademais, ontem, Vinicius jogou sempre longe da esquina esquerda do campo, terreno ocupado em 90% das vezes por Juninho, o melhor palmeirense em campo!

Kleina demorou a perceber e só tirou Vinicius -ontem, infelizmente, muito ineficiente- aos 20 minutos do segundo tempo!

Vinicius, que nem a costumeira combatividade mostrou, fez hora-extra em campo, sem que Kleina se tocasse ou percebesse que ali estava a maior razão da falta de liga entre meio campo e linha e da pouca efetividade do ataque palmeirense.

A entrada de Leandro consagrou o que dissemos da melhora ofensiva da equipe, não apenas pelo lindo gol que marcou, mas por sua rotatividade e movimentação em campo,-muito maior do que Vinicius- que deu nova cara ao ataque palmeirense, apesar, também, da pífia atuação de Mendieta.

Que não se tome, porém, o jovem Vinicius como "boi das piranhas", haja vista que o time, como um todo, não rendeu, a começar lá atrás, da porta da cozinha. 

Prass jogou bem e na exata medida da exigência do ataque adversário! Cumpriu o seu papel.

Wendel jogou com raça, aplicação e responsabilidade, mas, técnicamente,  o Palmeiras precisa de um especialista para a posição. Ontem faltou apoio ao ataque. Muito!

Lúcio e Marcelo Oliveira, os jogadores mais exigidos, sacrificados pelo campo pesado e enfrentando um time cujo estilo de jogo era o contra-ataque com velocidade,  foram, depois de Juninho, os melhores! No jogo aéreo estiveram inexpugnáveis, mas enfrentaram um ataque de baixa estatura!

Eguren não é aquele que, mesmo sem tê-lo visto em campo, a torcida dizia que era melhor do que Márcio Araújo?

Será que, por mera questão de coerência,  vão iniciar alguma campanha desmoralizante contra ele como fizeram com Araújo?

Não, não estou pedindo isso, mas, apenas e tão somente, perguntando, já que Eguren -pelo que tem mostrado- é um jogador muito inferior a Araújo! Falta muito para Eguren jogar mal, quanto mais, para jogar bem!

França com muito boa vontade pode até ser incluido no rol daqueles que estiveram menos mal -Prass, Lúcio, Marcelo Oliveira, França e Juninho- reservando-se a Valdívia e Kardec um capítulo à parte.

Valdívia, mais uma vez, não conseguiu jogar. Os jogadores do Brasil inteiro,-até os de Rondônia, Roraima, Amapá e Fernando de Noronha- já sabem que podem bater a vontade no chileno que os árbitros -de qualquer parte ou região do país, até os do Mato-Grosso do Sul como o Sr. Paulo Vollkopf - não vão marcar nada!

A televisão, mostrando a impunidade dos algozes do Mago, revelou ao Brasil a melhor maneira de parar Valdívia. Impressionante como ninguém fala ou faz nada para coibir o abuso e como os árbitros se repetem nesse erro! Absurdo dos absurdos! 

Cabe a Kleina -como fazia Telê nos bambis- protestar e reclamar em rede nacional e rádio, tv, jornal e internet, ou a caça ao Mago não vai parar. Nunca!

Kardec, com o impedimento de Leandro, contundido, está comendo o pão que o diabo amassou e assou. Se volta para buscar o jogo, o Palmeiras fica sem quem conclua. Se joga infiltrado na área, a bola não chega até ele.

A volta de Leandro ao time titular  deve dar mais consistência tática ao time e, só assim, Kardec -com companhia para tabelar e trabalhar- pode voltar a render o que sabe e pode, embora, em meu entendimento, merecêssemos um centro-avante mais habilidoso e de melhor expressão técnica! Desculpe-me quem pensa o contrário, mas é a minha opinião!

@@@@@@@@@@@@@@@@

Agora é esperar o jogo de volta contra o Vilhena, na expectativa de que Kleina não cometa, novamente, a bobagem de entrar com um time misto.

Não tenho dúvidas quanto a nossa classificação para pegar o vencedor de Sampaio Correia do Maranhão e o Interporto que empataram, ontem em Tocantins em 2 x 2 e prosseguir na Copa do Brasil.

@@@@@@@@@@@@@@@@

NA TELEVISÃO

Assisti a 90% do jogo na ESPN com Paulo Soares, excelente transmissão, muito superior a Milton Leite, fiz a comparação e explica-se.

O "amigão", além de ter um padrão vocal que pode concorrer com o de Leite, leva ampla vantagem no quesito que tem faltado ao narrador global, o entusiasmo e a vibração, que ele parece perder quanto relata o Palmeiras.

Os 10% do jogo a que assisti no Sportv, -só em função da sucessiva queda do sinal da ESPN- foram suficientes para que eu pudesse verificar como decaiu Milton Leite, que, até bem pouco tempo era, para mim e para muitos, o melhor narrador em atividade, -depois de Luciano do Vale-, muito melhor do que Galvão, Kleber, Luís Roberto ou do que qualquer outro da Globo!

Eu me perguntava diante de tal transformação de Leite -para pior- se não seria eu que estava de prevenção contra ele,  pois só tenho visto defeitos nele, um narrador televisivo que sempre deteve a minha preferência.

Mas tive a certeza de que estava certo em minhas observações e análises, quando ele anunciou a transmissão do jogo do Flamengo no Maracanã com Luís Carlos Santos que aparecia no telão.

Para a minha tranquilidade de consciência, e para o meu convencimento da queda abrupta da qualidade das narrações de Milton Leite, Santos entrou na transmissão com alegria, com energia, com uma vibração contagiante direto do Maraca, em contraposição ao relato engolido e sem a menor vibração que nos proporcionava Milton Leite, exageradamente coloquial e sempre que possível procurando, mais, comentar do que narrar! Uma pena!

Mas não pensem que só tenho elogios ao sãopaulino "amigão" que confidenciou a amigos que o time que ele mais odeia é o Palmeiras e, -segundo consta e corre solto através da "rádiotv"-, quando relata o verdão faz figa por baixo da bancada e torce contra.

Ontem, em nenhuma ocasião da transmissão, -da abertura até os 30 do segundo tempo- ele teve a iniciativa de realçar em áudio, aquilo que se via estampado indesmentivelmente nas imagens, anunciando que a torcida palmeirense presente ao estádio em Vilhena era, senão maior, minimamente, de tamanho igual à torcida vilhenense. Sobrou clubismo, faltou profissionalismo!

Era algo palpável e visível, mais na cara do que a pouca barba do "Amigão", mas como bom sãopaulino ele fez questão de esconder, de tentar tapar o sol com a peneira da omissão, a fim de não passar recibo naquilo que já se sabe, da esmagadora maioria da torcida do Palmeiras em relação aos bambis, em qualquer região deste país!

Bertoni, o comentarista, se não luziu, não decepcionou e o repórter Nicoletti esteve muito bem! (AD)

17 Comentários:

  • Às 13 de março de 2014 10:55 , Anonymous Anônimo disse...

    Não Faltou bola para O Palmeiras eliminar o VILHENA Faltou Pontaria!
    Não assisiti o Jogo mas vi os lances.
    Já vi times pequenos na copa do Brasil e na libertadores como Cia Norte,Um de Lucas do Rio verde, um tal de Tolima ganahar do Cúrintia no futebol o imponderável também joga.

    As.J.J

     
  • Às 13 de março de 2014 11:08 , Anonymous Anônimo disse...

    Concordo com o Alcides fundador do O.A.V que o time fica mais coeso mais entrosado quando há sequência de jogos entre os titulares e poupar jogadores contra a Ponte no proximo jogo é desnecessario caso ocorra!

    As. J.J

     
  • Às 13 de março de 2014 11:16 , Anonymous Anônimo disse...

    Eu até concordo em poupar jogadores se os que estão no banco fossem a altura dos títulares e que os titulares realmente cedessem essa oportunidade de bom grado aos reservas sem rescentimentos provando que o elenco ta únido sem resquícios.

    As. J.J

     
  • Às 13 de março de 2014 11:42 , Blogger Unknown disse...

    Alcides, uma boa tarde, creio que o atual elenco do Palmeiras é mediano, não acredito que tenhamos eito em qualquer competição, pois o técnico é fraco, além de covarde taticamente, sem um real padrão de jogo, pois o ``elenco´´, esta desequilibrado em três setores , torna-se evidente que em jogos decisivos a equipe patina, há uma lacuna no meio de campo entre a marcação e criação, Valdivia , é uma verdadeiro chinelinho, pois em jogos que mantem a necessidade de expor , suas habilidades , permanece no teatro de questionar a arbitragem, pilhando o restante da equipe, justificando empenho inexistente , a saída de bola mostra deficiências na armação de jogadas, o volatem Eguren, tem limitações técnicas profundas , além de violentar o esquema, se é que existe, dando o primeiro combate , fazendo faltas seguidas, os passes errados são contínuos, principalmente na meia cancha , quando é necessário lances mais profundos pelos extremos do campo, articulando jogadas, com certeiros cruzamentos, mas ai há a deficiência técnica dos ``laterais´´, desta forma o PALMEIRAS é esta concha de retalhos técnicos falhos, lembrando que Gilson Kleina, ainda é um estagiário bem empregado, sempre leio sua coluna, parabéns, pois a mídia predatória, jamais sera , parceira coerente do Palmeiras, este é uma fato secular, os demais clubes sempre são vistos , pelos interesses obscuros, já conhecidos, ou já esquecemos dos TOLIMAS, das Pontes, dos Mazembes, e muitos outros vexames, de clubes que não possuem nossas conquistas ou historia? Hoje o Palmeiras necessita um planejamento real, não apenas aspectos midiáticos de um gestor, que mantem a administração fraca, pois em pleno centenário a camisa do Palmeiras tem receita menor que a do Botafogo carioca, o que você acha?

     
  • Às 13 de março de 2014 12:13 , Anonymous Alcides Drummond, o Editor disse...

    Obrigado, Cláudio pela participação, !

    Concordo com 90% do que você escreveu, com razão e correção mas tenho uma ótica um pouco diferente da sua em relação a Valdívia.

    Nada continua sendo marcado sobre Valdívia e, como vocês percebeu, o Brasil inteiro já sabe disso, até o pessoal de Rondônia.

    Note que Valdívia não consegue parar em pé -ele é um atleta franzino- e á medida que o jogo vai transcorrendo ele se irrita porque o adversário pode tudo e ele, nada.

    Os amigos, partidários e correligionários de Ceni estão cumprindo o que o chefe mandou e arrebentando o chileno. Acredite, é por aí, em livre consórcio e consenso.

    Quando, como ontem, ele reage, haja vista que ninguém é de ferro, o juiz chega firme e o amarela! Assim, não dá, mas, como eu disse no post, cabe a Kleina reagir, de preferência, como fazia Telê, indo para o meio de campo e reclamando em rede nacional de rádio e TV.

    Claudio Não temos receita porque muitos tinham receitas particulares à custa do Palmeiras que tinha até um inútil time B à disposição de quem quisesse faturar

    Pelo que observo, com Nobre tudo tem melhorado, mas ele precisa de outra gestão para poder colocar a casa em dia e tornar o clube, se não superavitário, ao menos equilibrado. Obrigado pela participação. Abs (AD)

    PS - AGRADEÇO, TAMBÉM, AQUELES QUE ESTÃO TODO DIA CONOSCO, VALORIZANDO ESTE ESPAÇO PALMEIRENSE REALMENTE DEMOCRÁTICO!

     
  • Às 13 de março de 2014 12:16 , Anonymous Alcides Drummond, o Editor disse...

    VOU REPUBLICAR HOJE ALGUMAS MENSAGENS DEIXADAS NO BLOG DE ONTEM E QUE DIZEM RESPEITO AO PALMEIRAS 1 X 0 VILHENA:

    Às 12 de março de 2014 20:36 , Anonymous Nei Verde disse...

    Terminou o Primeiro tempo..!!

    Estão querendo o que.???????
    O Palmeiras não esta jogando contra qualquer um não....!!!
    Esta jogando contra o Vi a Ema,,,esse time já empatou com a Ponte Preta e com o Fortaleza,,, ta pensando o que!!!!!!
    Ta certo tem que por mesmo bastante volante, muita marcação,jogar na defesa, não arriscar, porque pois Vi a Ema tem muita habilidade, e é esmagador,,,
    O Craque Vinicius não consegue jogar,
    claro esta muito bem marcado..
    VAI TOMAR NO CU FILHA DA PUTA DE TÉCNICO CAGÃO, POE ESSE TIME PARA JOGAR SEU COVARDE, MAIS UMA VERGONHA DE JOGO SENDO TRANSMITIDO E PALMEIRAS FAZENDO VERGONHA...., SOLTA ESSE TIME COVARDE.., Nos anos 70 ia um misto jogar um jogo desse, e já estava ensacando..., o meu Palmeiras se apequenou mesmo...
    E Tem mais esta enganando no Paulista.., Não chega na frente das Sardinhas, Bambis e nem dos Gambas que esta um bosta...
    Estou percebendo porque o Merda Araujo era titular, quem foi que enganou o Palmeiras com esse uruguaio..., ai meu DEUS...!!!
    ...Ele não mexeu no time VTNC...!!


    Às 12 de março de 2014 21:03 , Anonymous VICTOR TREDENSKI disse...

    POIS É NEI VERDE

    HÁ TEMPOS VENHO FALANDO QUE ESSE TECNICO É UM CAGÃO

    BORRA-CUECAS

    PARLAPATÃO( CRÉDITOS A ALGUEM QUE DISSE ISSO AQUI NO BLOG)

    MAS VIRÁ ALGUEM AQUI, OU ALGUNS MUITO(S) SOLICITO COM O TECNICO CAGÃO E DIZER QUE

    AH CULPA DO PESSIMO GRAMADO

    AH CULPA QUE O JOGO FOI LA NA PQP

    AH JOGAMOS NUM LAMAÇAL

    AH... AH.... AH...



    Às 12 de março de 2014 22:15 , Anonymous Nei Verde disse...

    Não entendo..., Por favor me expliquem,,,!!!!
    Essa merda desse Weldel, já teve 200 oportunidades, já provou que é uma droga, já foi emprestado 250 vezes, não deu certo em lugar nenhum, ainda volta e é titular do Palmeiras...
    Sera que esses caras não consegue enxergar que jogador tipo: Wendel, goleiro mão de alface (bruno), esse Vinicius, já mostraram que não da......, não da..!!!!
    Essa merda desse técnico é um covarde, hoje ele ficou com medo do todo poderoso Vi a Ema, é um covarde.., não ganhou dos gambas porque é covarde e burro.., eu avisei,,,eu avisei.., levou o maior vareio do botinha..., não da personalidade para o time, alegra um pouquinho qdo Valdívia, Alan Kardec, ou algum outro desequilibra, do resto é uma merda só.., não fiquem se enganando não..., contrata, contrata e sempre as mesmas merdas que joga VTNC..


    Às 12 de março de 2014 23:00 , Anonymous Anônimo disse...

    Dessa vez o Gilson K. Foi bem no Água bola se bem que esportes aquáticos não e o forte do treinador

    Pra quem já teve o Time eliminado pelo Aza de Arapiraca com Luxemburgo no banco Gilson K. Mandou Bem!

    As.J.J


    Às 12 de março de 2014 23:07 , Anonymous Anônimo disse...

    Nós humanos nos equivocamos quando a Paixão Fala Mais Alto que A Razão isto é valido pra qualquer tipo de análise nas nossas vidas cotidianas.

    As. J.J


    Às 12 de março de 2014 23:32 , Anonymous Anônimo disse...

    Pelo futebol praticado, o 1x0 foi bom resultado. Copa do Brasil não é fácil, também não é difícil.

    No Pacaembu não haverá surpresa. Único destaque pra mim foi o Juninho.

     
  • Às 13 de março de 2014 14:27 , Anonymous Marco disse...

    Palmeiras – elenco mediano?
    Em que ano estamos, 1972, 1996?
    Em que país vivemos? Brasil, Espanha, Inglaterra, Alemanhã?
    Quais campeonatos disputamos? Paulista, Liga dos Campeões da Europa, Espanhol, Copa do Brasil?
    O elenco do Palmeiras é mediano ou a análise esta fora da realidade de tempo e espaço?
    No futebol brasileiro, quem não em elenco mediano? E qual o critério para classificar como mediano um elenco?

     
  • Às 13 de março de 2014 14:28 , Anonymous Marco disse...

    Eguren, não era esse o volante que a torcida paulistana clamava no time para o lugar do Araújo?
    Quem sabe agora o pessoal da base ganha mais força com Renato de volante e Wellington na zaga liberando Marcelo Oliveira para primeiro volante.

    Deficiência técnica dos laterais? Interessante, pois um dos jogadores do atual elenco com ótima estatísica de gols e assistência nesse ano é o Juninho.

     
  • Às 13 de março de 2014 14:44 , Anonymous Marco disse...

    Inegavelmente, o Palmeiras por meio de sua direção e da comissão técnica precisa ajustar o comportamento do Valdívia em campo. É pública e notória a má vontade dos árbitros com o jogador e não dá para continuar dando murro em ponta de faca. Reclamações contra “OTORIDADES” em campo não funcionam e Valdívia tem que se corrigir nisso. Paralelamente, a direção do clube precisa agir nos bastidores para que essa farra do boi feita pelos árbitros acabe.
    Sei, por meio de conversa pessoal com um ex árbitro, que as arbitragens deixam o pau comer em cima do Valdívia porque acham que ele reclama demais. Reclamações eles não aceitam, pois é contra eles, mas para a violência existe tolerância, pois quem sofre com a violência é o jogador. Os árbitros gostam de ver o Valdívia apanhar e entre nós palmeirenses, ao invés de denunciar a “sacanagem” da arbitragem, ajudamos a justificar chamado o cara de chinelinho. Gostaria de ver quem chama o jogador de chinelinho disputando uma pelada e levando porrada o tempo todo para ver qual seria a reação. Já imaginaram o Jadson ou o Luís Fabiano apanhando em campo o que apanha o Valdívia?

    Quanto à parte técnica do jogador, o jogo contra o Botafogo em Ribeirão, com a presença de Valdívia quebrou um tabu de quase um ano sem derrotas com o meia chileno em campo. Bastaria ver o aproveitamento porcentual de pontos obtidos nos jogos com Valdívia. Isso é fato, mas que não serve de argumento quando o debate envolve bronca pessoal.
    Além de mudar sua atitude com os árbitros, mais algumas situações poderiam ser trabalhadas pelo jogador como por exemplo: passar a pagar churrascos, colaborar com o carnaval, dar jabá para jornalistas e frequentar programas esportivos na mídia tradicional e na mídia palestrina para dar audiência e acessos a esses veículos. Fazendo isso, o jogador vira amigo de todos.

    Quanto ao jogo de ontem, o fato do adversário fazer o jogo da vida em um gramado muito pesado, que nivela as equipes por baixo não deve ter tido a menor influência no rendimento das equipes e no resultado da partida.
    O Palmeiras poderia ter feito mais, poderia, mas não é o caso para nenhuma projeção desesperada.

     
  • Às 13 de março de 2014 15:41 , Anonymous Edson disse...

    Jogamos num pasto alagado e o mal futebol é atribuído aos jogadores.
    Essas coisas só podem ter sido ditas num momento de raiva.
    Com a cabeça fria devem ser reavaliadas.
    Como querer que o Valdívia, um jogador essencialmente técnico, conseguisse rolar a bola numa lâmina de água, que perdurou o jogo todo.
    Vi uma entrevista do técnico do Vilhena, que lamentou o fato de não ter chovido mais, porque vislumbrou na chuva, a possibilidade de se defender melhor.
    Falar que o Valdívia é chinelinho, não pode ter a minha concordância, uma vez que sempre apanha, sob a negligência da arbitragem. Teve inclusive um lance em que foi puxado para trás, antes de um arremesso lateral, e nada da arbitragem se manifestar.
    Até o Milton Leite, imaginem, até o Milton, reclamou da violência contra o chileno.

     
  • Às 13 de março de 2014 15:42 , Anonymous Edson disse...

    mau futebol....

     
  • Às 13 de março de 2014 16:48 , Anonymous Jessé disse...

    Mais uma incoerência da chamada grande mídia:

    Globo.com: Palmeiras vence o Vilhena, mas não consegue eliminar segunda partida

    Globo.com: São Paulo bate o CSA por 1x0, em Maceió

     
  • Às 13 de março de 2014 17:29 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    O São Paulo de elenco inegavelmente superior ao Palmeiras, ganhou apenas de 1x0 do CSA.

    O São Paulo tem técnico de ponta e um esquema de futebol que dá água nos olhos de bonito

    O Palmeiras é só vergonha. Ganhou só de 1x0 num campo de primeiro mundo, que foi feito para Copa do Mundo.

    É uma vergonha.

    Esse Valdívia é um pilantra, pipoqueiro, chinelinho e esse Kleina é um burro gordo.

    E O PALMEIRAS DE KLEINA, VENCEU O SÃO PAULO DE MURICY POR 2X0, COM GOL DE VALDÍVIA.

    É o apocalipse!

    A corrente negativa começa a se levantar das catacumbas!

    Estava demorando...

     
  • Às 13 de março de 2014 18:02 , Anonymous Marco disse...

    Valdívia ou qualquer outro jogador habilidoso, de toque mais refinado, obviamente vai ter mais dificuldade para jogar num campo como aquele de Vilhena. Ou vamos crucificar o Alan Kardec também por não ter feito nenhum gol?

    (seguem informações retiradas da matéria do Globo Esporte.com)

    A última vez em que o Mago saiu de campo derrotado foi no dia 6 de março de 2013, quando o Verdão perdeu para o Tigre, por 1 a 0, na Argentina, pela 3ª rodada da Copa Libertadores? Depois disso, tivemos a derrota para o Botafogo. O texto do GE foi escrito antes dela.

    Depois da derrota na Argentina o nosso camisa 10 jogou 24 vezes, venceu 16 e empatou 8?
    Nos 2160 minutos das 24 partidas (tirando os acréscimos), Valdivia permaneceu em campo durante 1755 minutos, o que representa 81%.

    Muita gente sabe, mas tem muita gente que faz de conta que não sabe, que a última grave lesão do Mago aconteceu no dia 14 de março de 2013, na partida contra o Paulista, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Após um longo período longe dos gramados (período que se tornou longo graças à paralisação do futebol brasileiro em decorrência da Copa das Confederações), ele retornou ao time no dia 6 de julho, contra o Oeste, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da série B, e, de lá para cá, manteve uma ótima sequência.

    O Palmeiras realizou 41 jogos desde o dia 6 de julho até hoje (data da matéria) e o Valdívia participou de 23.

    Ficou de fora 18 partida, mas ao contrário do que muitos afirmam, apenas cinco foram por desgaste muscular (e não lesões). Oito foram por causa das convocações para a seleção chilena, onde é peça fundamental no esquema do treinador Jorge Sampaoli? Foi poupado quatro vezes, em decorrência do cronograma estabelecido pela comissão técnica e que cumpriu um jogo de suspensão (só um) devido ao acúmulo de cartões amarelos?

    Nesse período, Valdivia marcou marcou cinco gols e deu oito assistências, ajudou o Palmeiras a voltar pra série A e a conquistar 19 pontos nesse início, invicto, de Paulistão 2014.

     
  • Às 13 de março de 2014 18:08 , Anonymous Marco disse...

    Informações publicadas pelo Palmeiras
    ====================
    Campeão em 2012, o Palmeiras inicia nesta quarta-feira (12), contra o Vilhena-RO, mais uma edição de Copa do Brasil com um trunfo: a fase artilheira do meia Valdivia. O chileno marcou na atual temporada quatro gols em sete jogos, seu início mais goleador em duas passagens pelo clube. A oportunidade em que o camisa 10 tinha atingido essa marca mais rapidamente foi em 2008, quando anotou quatro tentos em 13 confrontos.
    “Quando jogo mais adiantado, fica mais fácil fazer o gol porque estou mais próximo. Está dando certo e não tem motivo para mudar. Mas a diferença para mim é que estou mais em campo. Sempre falei que, quando você joga, adquire mais ritmo. Quando você fica dois, três jogos dentro e um fora perde um pouco. Estamos levando o planejamento a sério”, disse o Mago, que balançou as redes de Atlético Sorocaba (3ª rodada), São Paulo (5ª), Botafogo-SP (10ª) e São Bernardo (11ª).
    Valdivia é, inclusive, o atleta com mais duelos pela Copa do Brasil, como jogador do Palmeiras, do atual elenco palestrino. São 17 apresentações (dois jogos em 2007, quatro em 2008, cinco em 2011 e seis em 2012) e um título.
    Em 2012, quando o Verdão sagrou-se bicampeão do torneio, o Mago disputou seis embates (as duas vitórias sobre o Paraná nas oitavas; o empate e o triunfo sobre o Atlético-PR nas quartas; o empate com o Grêmio na Arena Barueri na semi, quando fez o gol que selou a classificação; e o primeiro jogo da final contra o Coritiba, tendo marcado, de pênalti, o primeiro tento alviverde da vitória por 2 a 0).
    Verdão melhora com Valdivia em campo
    Em 2014, o Alviverde tem índices melhores em vários quesitos quando o Mago está em campo. De acordo com o Footstats, a média do número de passes aumenta (0,27%), assim como a média de dribles (3,26%), a média de lançamentos (2,55%), de finalizações (3,38%) e de viradas de jogo (0,84%).
    Inícios do Mago pelo Palmeiras desde 2006

    2006
    15 jogos e nenhum gol

    2007
    2 jogos e um gol
    11 jogos e dois gols
    15 jogos e três gols
    18 jogos e cinco gols (marcou duas vezes na mesma partida)
    24 jogos e seis gols
    26 jogos e sete gols
    27 jogos e oito gols
    29 jogos e nove gols
    36 jogos e dez gols
    Ao todo: 38 jogos e dez gols

    2008
    8 jogos e 1 gol
    10 jogos e 2 gols
    12 jogos e 3 gols
    13 jogos e 4 gols
    14 jogos e 5 gols
    15 jogos e 6 gols
    17 jogos e 7 gols
    18 jogos e 8 gols
    20 jogos e 9 gols
    24 jogos e 10 gols
    29 jogos e 11 gols
    38 jogos e 13 gols (duas vezes)
    39 jogos e 14 gols
    Ao todo: 40 jogos e 14 gols

    2010
    13 jogos e 2 gols (duas vezes)
    Ao todo: 19 jogos e 2 gols

    2011
    5 jogos e um gol
    11 jogos e dois gols
    19 jogos e três gols
    23 jogos e quatro gols
    Ao todo: 28 jogos e quatro gols

    2012
    13 jogos e 1 um gol
    18 jogos e 2 gols
    21 jogos e 3 gols
    Ao todo: 35 jogos e 3 gols

    2013
    3 jogos e um gol
    12 jogos e dois gols
    15 jogos e três gols
    20 jogos e quatro gols
    Ao todo: 27 jogos e quatro gols

    2014
    1 jogo e 1 gol
    3 jogos e 2 gols
    6 jogos e 3 gols
    7 jogos e 4 gols
    Ao todo: 7 jogos e 4 gols

     
  • Às 13 de março de 2014 18:51 , Anonymous Anônimo disse...

    Pra mim o Gilson K. Não deixa nada a desejar em relação a qualquer outro treinador dito TOP de linha Mesmo porque O Último treinador top nos mandou pra Segunda divisão.
    Treinador Top no Palmeiras so tem feito estragos no clube.

    As.J.J

     
  • Às 13 de março de 2014 18:59 , Anonymous Anônimo disse...

    O Palmeiras precisa enterrar de vez essa mística de que só treinador que ganha milhões e que pode nos levar a conquistas de títulos, e o nosso presidente Paulo Nobre já se mancou destes gastos exorbitantes com treinador.
    Para nosso presidente treinador para dirigir o Palmeiras tem que pelo menos ter feito bom trabalho no último clube que passou é o Salario e aquele R$ 250.000,00 que é muita grana pra se fazer mais do mesmo que é o que todos fazem>

    As.J.J

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial