Observatório Alviverde

02/01/2019

MÚLTIPLOS DESFALQUES PODEM ATRAPALHAR O PALMEIRAS NA COPA SÃO PAULO DE JUNIORES


A esmagadora maioria da imprensa ESCONDE, covardemente, que o Palmeiras já foi Campeão da Copa São Paulo de juniores. Mais do que campeão, Super-Campeão!

Essa gente ESCONDE, também, que, por coincidência, o título palmeirense foi conquistado naquela que foi a maior de todas as Copas São Paulo até hoje realizadas!

Quem entre os que viveram naquela época, poderia esquecer da Super-Copa dos campeões das Copas São Paulo, competição para a qual o Palmeiras entrou como convidado e "roubou a cena", sagrando-se Campeão?

Ocorreu em 1995 com a  participação de 16 equipes envolvendo todas aquelas que já haviam sido campeãs ou vices da competição até então, a saber:

Curica, Guarani de Campinas, Fluminense, Internacional, Ponte, Flamengo, Juventus, Bambis, Grêmio, Nacional, Marília, Galo Mineiro, Portuguesa, Botafogo, Santos, e, naturalmente, o convidado Palmeiras. Só times de muita expressão e prestígio!

Para chegar ao título o Palmeiras, na primeira fase, realizou esta campanha:
Palmeiras 2 x 0 Juventus, Palmeiras 2 X 0 Ponte Preta e Palmeiras 4 x 2 Flamengo.

Na segunda fase, isto é, nas quartas-de-final, o Verdinho superou a Portuguesa: 
Palmeiras 3 x 2 Lusa.

Na semifinal empatou com o Grêmio no tempo normal. 
Palmeiras 1 x 1 Grêmio. 
O jogo foi decidido pelo critério da "morte súbita", na prorrogação. 
Palmeiras 1 x 0 Grêmio.

Na partida final contra os bambis, realizada num domingo de manhã no Pacaembu, outro empate no tempo regulamentar do jogo:
Palmeiras 0 x 0 Bambis
O jogo (outra vez) foi decidido pelo que eu prefiro chamar não de morte-súbita mas de "gol-de-ouro ou golden-gol"!
Palmeiras 1 x 0 Grêmio.
CAMPEÃO: SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS

Jamais houve uma COPA SÃO PAULO como essa, mas a mídia não apenas insiste mas cultiva, criminosamente, esconder o magnífico feito do convidado Palmeiras que tomou conta da festa. 

É interessante que a maioria (quase a unanimidade dos cronistas) quando cobrada em relação ao assunto, afirma que "a Super-Copa São Paulo de juniores nada tinha a ver com as Copas São Paulo até hoje disputadas". Uma autêntica aula de conveniência e dissimulação! 

Essa situação é algo que só tem paralelo em relação à conquista, pelo Verdão, do primeiro mundial de em 1951, um feito de repercussão mundial registrado pelos jornais no Brasil e nas principais capitais européias, e reconhecido (houve necessidade, até, disto) pela própria FIFA.

Uma única pergunta, meus amigos: 

"Fosse o campeão da "Taça-Rio 51" o Curica, o Fla ou os Bambis e o comportamento da mídia teria sido esse (bandido) que sempre é usado com  o objetivo visível de não reconhecer os méritos dos times campeões, Palmeiras e Flu?

Mas (eu já abordei o assunto em outras oportunidades) o ódio midiático contra o Palmeiras sempre foi de tal magnitude que a cronistada faz absoluta questão de omitir todos os fatos que consagram o passado glorioso do clube.

Para fazer justiça ao único profissional da mídia -entre a quase centena dos que vi, li e ouvi-,  que ousou abordar o tema em pleno ar, quero sublinhar que apenas Jota Júnior do Sportv tocou no assunto.

Mesmo assim, imagino, talvez pelo fato deste blog ter, à época, provocado a mídia, batido muito na tecla e insistido em tocar, reiteradamente, nesse assunto. 

De qualquer forma, créditos e méritos para ele, embora desta vez pequenos pela timidez com que -lembro-me bem- abordou o assunto.

Embora respeite (muitíssimo) e tenha Jota entre os profissionais midiáticos mais corretos e  lúcidos de toda a mídia, não concordei com ele quando fez uma inexplicável dissociação da Super-Copa, competição que reuniu TODOS OS CAMPEÕES DA COPINHA, da própria copinha, haja vista que, entendo, não foram competições estanques, porém, interligadas.

Se o torneio foi organizado pela FPF, patrocinado pela Prefeitura Municipal de São Paulo e esteve, sempre, sob a mesma direção e com mesmo pessoal de organização por que haveria de ser outro torneio?

Se envolvia, exclusivamente, os campeões e vices das Copas São Paulo até então realizadas, como podem os jornalistas torcedores de câmeras, microfones e CPUs (não é o caso do Jota) querer afirmar que não se trata de uma edição extra da Copa São Paulo, mas de uma nova "Super-Copa que nada tem a ver com a outra?

Por que, então,  à época, tanto a mídia quanto os organizadores da competição (ouvi com os meus próprios ouvidos) anunciavam que aquela era a síntese de todas as Copas São Paulo realizadas até então?  

Ah, mas fosse o Curica, os Bambis, o Santos ou Fla o campeão e nada disso precisava mais ser posto e discutido. O que a maior parte da mídia apronta contra o Palmeiras é de um mau-caratismo torpe, vulgar e imperdoável.

O interessante é que eles sequer citam o Super-Campeonato e nem dão o devido crédito de que, entre todas as Copas São Paulo realizadas, aquela, de 1985, foi, disparadamente, a tecnicamente mais forte e, entre todas, a mais importante. 

Eles só se lembram dessa competição para afirmar que, na final Palmeiras x Bambis,  houve uma briga, verdadeira "guerra" entre as torcidas e que um palmeirense matou a pauladas um torcedor sãopaulino. Afinal, para 95% da mídia, apenas isso interessa ou pode, eventualmente, interessar!

Não, não venham com o surrado discurso de que os palmeirenses sofrem de "mania de perseguição" pois já está provado há muito tempo que, pelo contrário, é a mídia que, em relação ao Palmeiras, "tem mania de perseguir"!

 No que respeita à participação palmeirense na Copa São Paulo de juniores o Palmeiras vai estrear na competição quinta-feira, às 21h30 (de Brasília) na Arena Capivari contra o Galvez-AC. Capivariano e XV de Piracicaba fazem o outro jogo da primeira rodada pelo Grupo 13 da Copinha.

De acordo com as primeiras informações, o Palmeiras participará da competição desfalcado de seis jogadores convocados para disputar o Sul-Americano Sub-20, que será realizado no Chile.

São eles o zagueiro Vitão, o lateral-esquerdo Luan Cândido, os meio-campistas Gabriel Menino, Gabriel Furtado, Alanzinho e do atacante Papagaio, que defenderão a Seleção Brasileira.

A sétima ausência é a do, também atacante, Anibal Vega, que também vai para o Sul-Americano, mas para  defender a Seleção do Paraguai.

Apesar das ausências e das dificuldades, o técnico Wesley Carvalho está confiante em poder   administrar bem as ausências desses sete atletas que desfalcarão a equipe embora saiba que as coisas não ficam por aí. 

Ele sabe que também não terá o goleiro Anderson, o lateral direito Matheus Rocha e o atacante Yan, fora da equipe porque ultrapassaram a idade limite.


Da mesma forma, Wesley também não contará com o goleiro Magrão, com o meia Tomás, com o centroavante Gabriel Barbosa, todos machucados, e nem com o atacante Cesinha, contratado ao Cruzeiro, que não foi inscrito por ter chegado após o fechamento das inscrições.  

Com toda essa problemática você ainda acredita em título do Verdinho nesta Copa São Paulo de Juniores?

COMENTE COMENTE COMENTE

18 Comentários:

  • Às 2 de janeiro de 2019 11:25 , Anonymous Fabiano Calmon disse...

    Vamos chegar nas quartas no máximo. Muitos desfalques

     
  • Às 2 de janeiro de 2019 14:21 , Anonymous Marcelo Jose disse...

    A seleção demoliu o time, ônus do sucesso. Esse ano parece que não ganharemos a Copinha mas a vitrini da seleção compensa.

     
  • Às 2 de janeiro de 2019 14:34 , Anonymous Anônimo disse...

    7 desfalques? Tudo na seleção?
    Já era essa copinha. Sinto informar.
    Ficará mais uma vez entre gambás ou bambis. Mais uma vez.
    Sim, por que os bambis monopolizaram os títulos e decisões juntamente a nós no ano que acabou de ir nas categorias de base.
    Sim, por que os gambás sempre chegam nesse torneio e sim por que as sereias estão numa PÉSSIMA FASE na base.
    Estou é de saco bem cheio de ver mais uma vez o chorume da zona leste de novo no dia 25 de janeiro.
    Elaine Lara

     
  • Às 2 de janeiro de 2019 19:47 , Blogger Ester Abea disse...

    olha, Tia Ester nem chama os caras de "midia"

    o nome certo é imprensa marrom, ou imprensa do cocô, que é a cor que fica os jornais e revistas dessa turma

    aliás havia, nos meus tempos de criança no Ipiranga, a Placar, dirigida pelo homem cognominado "o gênio da mídia". Que hoje sabemos ser o mini-Hércules(ou o pequeno Maciste). Havia, pois fechou inglóriamente por falta de leitores interessados nas arengas chatíssimas do fortao.

    Aliás, a RGT chefia essa turma, seguida de perto pela Folha, o jornal mais gay do Brasil, com sede na zona do baixo meretrício. Quem conhece S. Paulo sabe do que falo...
    Temos também excrescências como a ESPnojo, a Fox e outros, compostos em sua maioria por bobos que se jogam (literalmente) no chao para fazer graça e trazer uma audiência inexistente. Um povinho bobo, sem capacidade e por isso mesmo 99% CONTRA o Palmeiras.

    A imprensa marrom do Brasil mal consegue se aguentar nas pernas...logo logo veremos os pasquins esquerdistas fechando por falta de verba governamental e desinteresse do público...

     
  • Às 2 de janeiro de 2019 21:40 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Estava em viagem, longe daqui, e não me foi possível desejar Feliz Ano Novo, com muitas alegrias, saúde, paz, realizações, além do mais importante, Muitos Títulos e Muitas Vitórias para o nosso PALMEIRAS !!!

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 06:48 , Blogger Boca dura disse...

    Eu acredito que essa seleção sub 20, igual a principal também não serve pra nada somente enche os cofres da corrupta cbf por isso gostaria que essa molecada ficasse no palmeiras pra tentar ganhar a copinha. Se as tricoletes se gabam tanto da base deles porque não levam o time deles para disputar esse torneio meketrefe sul americano.

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 12:13 , Anonymous Bolso Verde disse...

    Nao vamos falar sobre Bolsonaro ?

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 19:23 , Blogger João disse...

    A falta de informação começa dentro do elenco.
    A própria molecada do elenco não sabe dessa super copa São Paulo.
    Outro dia vi um menino da base dando entrevista e comentando a pressão de nunca ter conquistado esse título.

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 21:28 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Em verdade vos digo: Nunca ganhamos a Copa SP. Ganhamos a Copa SP Plus. Mas não a Copa SP regular. Respeito a opinião do Mestre, Blogueiro Mayor. Mas, nesse caso específico, continuo respeitando, mas discordo em gênero, numero e grau.

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 21:31 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Estamos ganhando. 1x0 no time Acreano. Muitos desfalques. E aí pergunto? Por quê não brigar com a corrupta e lazarenta CBF, tentando manter alguns jogadores na Copa SP, que nunca, REPITO, ganhamos?

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 21:33 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Porque temos um Presidente fraco, embora sorvivel e potável. Jamais será um Paulo Nobre. Mas eu também não sou um Rui Barbosa.

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 21:39 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Realmente a numeração dessas camisas da puma confundem, como disse Noriega. O 11 fica parecido com o 17. É uma numeração desenhada de acordo com a forma gráfica utilizada na sede da empresa, a grande Alemanha. Mas alemão por alemão, ainda prefiro a Adidas. Claro que é Wagner é o meu preferido. Sem contar Nietzsche. Hitler era austríaco.

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 21:44 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Um momento de sonho: se fosse possível nascer de novo após uma hecatombe atingindo a Terra, destruindo putos e putas, eu adoraria nascer alemão. Não ha povo mais organizado, eficiente e inteligente !! Agora, se for alemão e judeu como Einstein, só Jesus Cristo é melhor !

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 21:45 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Verde Insuperável também é cultura.

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 22:16 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Veron, 16 anos, é muito bom !! Coloquem já treinando com os profissionais. Não percam esse excelente jogador. Essa história de amadurecer, só ocasiona a dissolvicao de craques em potencial.

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 22:17 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    A prova: Depois de GJ, quem mais apareceu ? E antes de GJ, quem se firmou. Não basta ter potencial, tem que aproveitar.

     
  • Às 3 de janeiro de 2019 22:21 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Nada de emprestar Papagaio para o regional CAM. Isso é negócio do mineirinho Mattos, querendo agradar os times de sua rinha. Quero papagaio voando no meu PALMEIRAS.

     
  • Às 6 de janeiro de 2019 12:13 , Blogger Danilo Pires disse...

    Eu fiquei puto da vida quando li que nossos melhores e mais promissores meninos foram convocados para a porcaria da seleção que vai disputar um campeonato de merda que é o sul-americano que só serve para olheiros de times europeus observarem os futuros craques e levarem eles a preço de bananas para a gringa.
    Se os 7 estivessem entre os inscritos não tenho dúvida nenhuma que esse ano conseguiríamos esse caneco que na moral não vale nada. Mas vale a nossa honra o nosso orgulho de quem ama o Palmeiras e o futebol por que só semeia e planta pode colher frutos no futuro e isso é a essência do futebol.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial