Observatório Alviverde

31/07/2020

PALMEIRAS TEM MAIS TIME DO QUE A PONTE, MIRASSOL E CORINTHIANS!


Tenho verificado e constatado que o futebol, cada vez mais, se torna um esporte monótono, banal,  repetitivo e, por muitas vezes, irritante!

Os jogos e as jogadas se repetem à exaustão a cada evento e a única coisa que muda é o nome dos times e o uniforme dos jogadores. 

Raramente ocorre um drible, uma jogada de improviso, um lance de classe ou espetacular que motive as torcidas ou que encante os espectadores.

Pode-se dizer que hoje se festeja, exclusivamente, o resultado dos jogos e das competições.

Chegou-se a um ponto em que os parâmetros de julgamento resumem-se a isto: ganhou é o maior e o melhor, ainda que não seja. Se empatou dá para suportar,  mas se perdeu é o pior do mundo, ninguém presta e o técnico, os jogadores e a diretoria têm -todos- de ser mandados embora.

Em minha avaliação o futebol tornou-se um esporte mecânico desvalorizado pela repetição das jogadas, paralisação constante da bola, pelo excesso de faltas e pela "cera" contumaz que tanto irrita os que ousam ir aos estádios ou aos que assistem aos jogos pela TV.

Transportando essa linha de pensamento que não é negativa, mas muito realista, ao Paulistinha/20 eu advirto e chamo a atenção de todos os "amantes do esporte bretão" que não esperem nada de novo ou diferente no campo de jogo nessas quatro partidas finais que decidem o campeonato.

Não se iludam, mas não haverá nenhum time especial ou diferente disputando as três partidas que decidirão as semifinais do Paulistinha-20. Se um grande jogo vier a ocorrer terá sido por mero acaso, aquilo que no futebol se chama "zebra".

Vou mais além e lhes digo que dos quatro que chegaram, o Palmeiras, ainda que mal escalado e com a ausência de Dudu é "disparamente" o menos ruim. Uso a expressão menos ruim porque esse é o parâmetro em que o time está contextualizado.

Falando dos outros, considero o  Mirassol uma retranca dotada de boa capacidade de contra-ataque. É um time de bola comprida, rápido mas com deficiências defensivas, sobretudo no jogo aéreo.

Já a Ponte, pelo que vi ontem contra o Santos, é um time com mais recursos do que o Mirassol. Embora também use a retranca, tem o diferencial de um excelente preparo físico, tem velocidade na saída de bola e usa bastante as laterais do campo. Suas principais estratégias são as infiltrações dos alas e dos meias que se encostam e se aproximam para trocar passes para as infiltrações e para os cruzamentos. O centroavante, normalmente, joga de costas para atrair os zagueiros e abrir os espaços para quem venha de trás e arremate de média ou curta distância.

Já o Curica mudou de técnico mas não mudou de filosofia. Do ponto de vista estratégico, tudo decorre como no tempo de Carile. A diferença para os times que também jogam na defesa, é que o Corinthians tem jogadores de melhor qualidade técnica, um pouco mais de criatividade quando parte com a bola para o ataque, além da inegável força e tradição da camisa, sempre alimentada por arbitragens facciosas referendadas pela FPF, com o beneplácito explícito vergonhoso de uma mídia cúmplice e vassala.

Ontem, por exemplo, no jogo contra o Braga, o zagueiro Fágner deveria ter sido expulso por uma entrada violentíssima, desleal e criminosa, ao entrar de sola sobre o baixo ventre de um adversário. Entretanto o árbitro afinou, desconversou, nama assinalou e o os homens do VAR não tiveram dignidade para fazer sequer a verificação do lance. Na TV Sandro Meira Ricci, como já se esperava, disse que "como o pontapé não acertou o adversário em cheio (?), caberia apenas o cartão amarelo" e, descaradamente, convalidou o erro grosseiro erro de arbitragem de seu colega e também corintiano Raphael Clauss.

Em minha avaliação isenta quero deixar claro que o Palmeiras é muitos furos superior a qualquer desses times. Tem uma camisa tão forte quanto o Curica e jogadores de melhor qualidade do que o adversário em quase todas as posições. 

O que tem faltado ao time nos derbys é, além de um pouco mais de autoconfiança, atacantes de qualidade, de improviso, drible, arremate e poder de fogo suficientes para decidir os jogos, coisas que não temos tido ultimamente! Não vou ficar dizendo essas bobagens que o time tem medo, falta de interesse, não tem raça ou coisa assim. Isso é bobagem. O Palmeiras precisa começar a partir para contratar atacantes acima da média ou fazê-los na base. Encontrar defensores de qualidade não é tão difícil.
 
Voltando ao derby, como o Palmeiras, no primeiro jogo contra o Curica, poderia vencer atuando com Veiga (fraquinho) e Lucas Lima (mediano e jogador pra time pequeno) jogando juntos e Luís Adriano no banco? Melhor teria sido se Luxa tivesse optado por entrar com a garotada que, além de imprevisível, ao menos corre e dá trabalho.

Há que se ressaltar, também, o trabalho de bastidores, sobretudo quando se trata da escolha do árbitro. O Palmeiras voltará a aceitar  o irmão de PCO no jogo final? Aceitará Raphael Clauss (cá entre nós até pode aceitar) sem criar celeuma e dizer que teme ser prejudicado? Esse tipo de catimba, creiam, também ajuda na hora do derby.

Moral da história. Apesar dos pesares o Palmeiras ainda tem um time com capacidade suficiente para derrotar o maior rival desde que Luxa escale o que tiver de melhor e consiga encontrar um antídoto tático para essa manjada mas sempre bem sucedida retranca de Carile e mantida por Tiago Nunes.

COMENTE COMENTE COMENTE

19 Comentários:

  • Às 31 de julho de 2020 08:55 , Anonymous Torcedor preocupado disse...

    Pode até ter mais time, mas é o que mais caga nas calças quando enfrenta os fedidos de Itaquera. Enquanto os outros apenas afrouxam, nós cagamos de medo deles. Nós não, esse time atual do Palmeiras.
    E o goleirinho do tal Bragantino hein!!!
    Ex-jogador gambá, torcedor declarado, tomar um gol daquele????
    Hummmmmmmm
    Se o Bragantino estivesse ontem jogando contra nós, esse cara teria fechado o gol.

     
  • Às 31 de julho de 2020 08:57 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O curica se classificou com duas falhas de goleiro. Weverton e aquele cara de lombriga nojenta do Júlio Cesar. Só por isso está na semifinal. Quero ver o PALMEIRAS ter saco rico, e não viadagem, e enfrentar o curica sem medo, nas finais. Isso se jogar como homens e ganhar da Ponte. Se sairmos domingo ou nas finais, quero uma limpa do goleiro ao ponta, e de toda a comissão técnica. Jogaremos o Brasileiro com os moleques. E que Nobre venha logo. Que saudades ! De doer.

     
  • Às 31 de julho de 2020 08:58 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Saco rico eles já têm. Eu quis escrever SACO ROXO.

     
  • Às 31 de julho de 2020 08:59 , Anonymous Torcedor irônico disse...

    Fagner tem licença, salvo-conduto, habeas corpus pra bater à vontade e nada, nadica de nada acontece. Felipe Mello não pode imitar um pitbull que já toma amarelo.
    Quem era o árbitro de quarta feira????
    Ele, o irmãozinho mais novo daquele...
    LUÍS FLÁVIO DE OLIVEIRA.
    Sem mais, meritissimo.

     
  • Às 31 de julho de 2020 09:02 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • Às 31 de julho de 2020 09:04 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O Blogueiro Mayor já disse aqui: tem feitiçaria e macumba no curica. Começo a acreditar. Não é possível a favor dos cornuintianus duas falhas no começo do jogo, sequentemente, desestruturando impiedosamente o adversário !!!! Só o Veio Preto explica.

     
  • Às 31 de julho de 2020 09:06 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Esses afrodescendentes do futebol paulista são sujos mais que pau de galinheiro. Safados. Não honram a raça mãe.

     
  • Às 31 de julho de 2020 09:06 , Anonymous Torcedor Precavido disse...

    Será catastrófico, hecatombioso, devastador, arruinante e demais adjetivos o Palmeiras perder OUTRA VEZ para os malacos em pleno Allianz.
    Demais de vergonhoso, jamais vista na história do futebol brasileiro. Pior que o 7x1.
    Se bem que não estou nem aí, nem ali e nem aqui com a seleNike.
    Se perder, Galiotte deve ser impeachmado do cargo logo no primeiro SEGUNDO após o apito final.
    Sem defesa, sem oitivas e sem embargos infringentes.

     
  • Às 31 de julho de 2020 09:08 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Fagner cometeu uma tentativa de homicídio contra o jogador do bragantino, e aquele safado branco, de nome de boiola, Sandro Meira Ricci, disse que ele merecia apenas o amarelo !!! Sim, o mandrião vadio falou isso !!!

     
  • Às 31 de julho de 2020 09:13 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Se Galiotti permitir que Luiz Flávio de Oliveira apite qualquer jogo do Palmeiras nestas finais, eu irei pessoalmente a São Paulo, para escalpelá-lo. Putzz, me lembrei, ele é calvo.... ENTÃO VOU EMASCULÁ-LO.

     
  • Às 31 de julho de 2020 09:13 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    E tenho dito.

     
  • Às 31 de julho de 2020 09:36 , Anonymous Waldemar Niclevicz disse...

    Vou torcer para a Ponte! Não vou aguentar esses gambás dando outro volta olímpica na nossa cara...

    Tudo isso graças à esse time amarelão, desqualificado e vagabundo que montaram. Cadê o gerente do Botafogo? Já assinou o contrato? Quando vai começar a trabalhar? Vai guardar o dinheiro do Dudu embaixo do colchão enquanto o time fica aí passando vergonha com Lucas Lima, Scarpa, Veiga, Zé Rafael, Ramires?

    E aí cara de ovo? Cadê aquele discurso no fim do ano passado quando mandou o Mano embora? Que ia renovar o elenco, que ia mudar a filosofia, cadê que não mudou nada? Trouxe outro treineiro ultrapassado e os jogadores que a torcida não pode ver na frente estão todos lá ainda comendo e dormindo.

    A torcida tá cansada de passar vergonha em mata-mata, de não ganhar um clássico desses gambás porque o time que vocês montaram tem medo, tem pavor do adversário, não tem um pra pegar a bola lá na frente e tentar resolver, não tem uma jogada ensaiada.

    Mas a culpa nunca é deles, a culpa é da chuva, do sol, do juiz, do azar, do outro time, da puta que pariu!

    A torcida tá cansada de time amarelão e diretoria sem comando

     
  • Às 31 de julho de 2020 13:19 , Anonymous Chico Xavier disse...

    A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória!

     
  • Às 31 de julho de 2020 13:34 , Anonymous Sei de Tudo disse...

    Luxemburgo, não o país europeu, mas o treinador do Palmeiras que trate, não a água, mas em fazer o time jogar.
    Suas desculpas, sua embromação tipicamente carioca de explicar, não Freud, mas o inexplicável, já deu com os burros n'água. Não engana mais ninguém, só os bobos, não da corte, mas o incautos palmeirenses.
    Está na hora, não de brincar, como diz a musica infantil da Xuxa, mas de Luxa fazer o time meio que jogar por música, no ritmo de Led, que não é a lâmpada, mas o Zeppelin.
    A água já está no esternocleidomastoídeo do Luxa, e ele ainda nem percebeu.

     
  • Às 31 de julho de 2020 13:53 , Anonymous Ex - Jogador disse...

    Sabe o que ande me preocupando ?

    Luxemburgo tá muito bonzinho, parece que perdeu aquele ar de mandante que o elenco obedece.

    Luxa tá conversando demais com jogador, justificando as escalações, tem medo de magoar o elenco.

    Esse não é o Luxemburgo que conheci.

    Tá muito paz e amor.

    Talvez seja reflexo de todo esse tempo sem treinar um time de ponta e com estrutura que o Palmeiras possui.

    Quero ver Luxa brigando, xingando, exigindo de seus jogadores empenho não só na preleção, quero ver em campo e nos bastidores também ??

    Parece que não meus amigos, mas as atitudes dos treinadores refletem muito no elenco e no campo.

    Sei do estou falando...

    Não é a toa que o time está muito acomodado.

     
  • Às 31 de julho de 2020 16:45 , Anonymous Não se Fazem mais Antigamentes como Antes disse...

    Época boa em que o Nei e o Insuperável tocavam o terror nesse espaço. Pé na cara era o mínimo que eles aplicavam. Mandavam às favas seus detratores, um a um.
    Assim como disse o ex-jogador em relação ao Luxemburgo, também acho em relação ao Nei, insuperável e outros.
    Estão muito bonzinhos, muito certinhos. Cheios de comportamento.
    Quase dois Gandhis.
    CADE AQUELA VERVE FERVILHANTE? BORAAAAAAA.

     
  • Às 31 de julho de 2020 21:33 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Meu amigo, acho que o preclaro não leu meus comentários acima. Impossível ser um Gandhi com esse estado de coisas. Se perdermos esse título, por qualquer motivo, não ficará pedra sobre pedra. Ninguém suporta mais aqueles vagabundos do resort, como sempre disse o Nei. Por falar nisso, onde anda a musa Leila Pereira ? Sumida. Muito estranho.

     
  • Às 31 de julho de 2020 21:39 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O melhor comentário, de quem sabe, é do Ex-Jogador. Ele matou a pau. Diagnosticou com uma precisão impressionante, que ninguém ainda tinha comentado, aqui ou na imprensa. Luxemburgo está falando fino e baixinho, quase sussurrando. Perdeu a força. Pisa sobre ovos. Está sentindo-se pequeno ante o poderio do PALMEIRAS. Ficou chucro. Empacou. Medroso. Ou ele volta a ser o motivador de antes, chute o balde que precisar, ou não serve mais para treinar time grande. Principalmente o PALMEIRAS.

     
  • Às 1 de agosto de 2020 11:22 , Anonymous Caçador de petralha disse...

    Meu pau tá latejando, bichona

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial