Observatório Alviverde

27/01/2013

RENEGADOS UM, O RETORNO!





Não sou contra Kleina tentar o reaproveitamento dos "renegados- repelidos" Amaro, Patrik e Capixaba.

Na atual conjuntura do Palmeiras e em pleno Paulistão, os três são perfeitamente, aproveitáveis, encaixáveis...

Não apenas em razão do elenco minguado e da recorrente falta de peças até para compor o banco.

Principalmente pelo nivel técnico limitado do campeonato estadual.

Se o Palmeiras lhes paga os salários, por que não aproveitá-los na atual circunstância de elenco reduzido?

Que o aproveitamento seja emergencial, mas possa servir como uma segunda chance aos três jogadores, agora dentro de um esquema de jogo mais racional do que aquele de Felipão.

***

Capixaba, dos três, é o mais fraco! Não aposto nele! 

Não acredito que venha a render satisfatoriamente, suficientemente para conquistar a confiança de Kleina, ao ponto de ganhar um lugar no elenco. Em todo o caso, vou esperar...

***

Amaro é um zagueiro jovem, de boa estatura, resoluto, forte, mas com algumas deficiências técnicas, principalmente em relação ao posicionamento, ao jogo aéreo e a saída de bola. Lembremo-nos, porém, que chegou a fazer boas partidas em nossa zaga.

Motivado e bem orientado, dentro de uma dinâmica de jogo diferente daquela de Scolari, tem condições de compor elenco desde que tenha humildade, se proponha a aprender e que o Palmeiras tenha alguém superior a ele para a titularidade...

***

Patrik, castrado em suas melhores características por Felipão, obrigado a exercer trabalhos táticos de volante de contenção, incompatíveis com as suas características, entre os três, é aquele que pode vir a se tornar um jogador aproveitável.

Lembro-me bem de Patrik, estrela do Palmeiras B, artilheiro da equipe, jogador promissor de quem muito se esperava, mas que submergiu e soçobrou em um "tsunami"de mediocridade chamado "era-Felipão", talvez o  maior da história do Palmeiras, de 1914 aos dias de hoje.

***

Vivemos uma fase de transição em que os investimentos, como manda a prudência, virão, apenas e tão somente, após o novo presidente equacionar e direcionar a situação financeira do Palmeiras, sabidamente caótica.

Neste hiato, entre a posse e a data em que Paulo Nobre terá em mãos um balancete completo da atual situação do clube, não creio que o Palmeiras anuncie novos nomes.

Isto é ruim porque estamos no limiar da Libertadores 2013 e não haverá tempo hábil para a ambientação, introdução, entrosamento e ajuste de possíveis contratados, ao time que está sendo montado para a competição.

Que não se assustem vocês, mas a Libertadores tem início em exatos 18 dias e a competição seguirá o seu curso implacavelmente, em espaços que irão se tornando cada vez mais apertados.

Menos mal que não teremos nesta primeria fase equipes de maior tradição na competição.

Muitos consideram o chaveamento palmeirense fácil, mas não é bem assim.  Trata-se de um grupo muito complicado.

***

O Sporting Cristal é um time peruano e o futebol do Peru melhorou demais nos últimos tempos. 

A cada ano que passa, as equipes brasileiras, principalmente jogando em Lima, vem encontrando mais dificuldades para vencer.

O Libertad é um time presidido por (leia-se, propriedade, de) Leoz o presidente da Conmembol, e é bastante protegido no quesito arbitragem.

O terceiro adversário deve ser o Tigres da Argentina, mas se for desclassificado pelo venezuelano Anzoátegui teremos de enfrentar uma equipe perigosa do emergente futebol bolivariano. 

Em relação ao Tigres, desnessário se torna qualquer advertência, pois trata-se de uma equipe argentina.

Ademais, os recentes acontecimentos da decisão contra o São Paulo vão ser transferidos para o Palmeiras, que terá de arcar com o ônus das supostas agressões dos seguranças sãopaulinos sobre os jogadores argentinos.

Outro elemento complicador, o mais importante entre tantos outros que podem ser citados, é o fato de, a uma quinzena do início da competição, o Palmeiras não ter um time pronto, apenas esboçado, e já sem tempo para uma preparação mais acurada e mais adequada de uma equipe competitiva.

Pode-se dizer que, em termos de Libertadores, ao menos nesta fase inicial, o Palmeiras será, apenas e tão somente, um livre atirador (embora a torcida não pense assim)  e o que vier, em termos de bons resultados e classificação, será computado como lucro.

A grande realidade é que não nos preparamos convenientemente para iniciar a Libertadores e estamos tentando estancar os furos de nossa embarcação, com o barco em movimento.

Talvez por isto que Brunoro tenha dito que a prioridade um do Palmeiras é voltar para a Série A.

TABELA DO PALMEIRAS NA LIBERTADORES
14/2 - Palmeiras x Sporting Cristal
28/2 - Libertad x Palmeiras
6/3 - Deportivo Anzoátegui ou Tigre x Palmeiras
2/4 - Palmeiras x Deportivo Anzoátegui ou Tigre
11/4 - Palmeiras x Libertad
18/4 - Sporting Cristal x Palmeiras


***
HOJE, NO PACAEMBU,
PALMEIRAS X PENAPOLENSE

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X PENAPOLENSE
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/ hora: 27/1/2013, às 17h
Árbitro: Fabio de Jesus Volpato Mendes
Assistentes: Daniel Luis Marques e Vitor Carmona Metestaine
PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton, Henrique, Maurício Ramos, Juninho, Márcio Araújo, João Denoni, Wesley, Maikon Leite, Barcos. Técnico: Gilson Kleina.
PENAPOLENSE: Marcelo; Alex Travassos, Jailton, Biro, Rodrigo Biro, Liel, Anderson Carvalho, Neto, Guarú, Fio e Viola. Técnico: Edison Só

É a primeira vez que a Penapolense joga no Pacaembu.

O Palmeiras vai tentar a segunda vitória, novamente com Valdívia no banco, mas com entrada no time garantida para o segundo tempo.

FALE SOBRE A ESCALAÇÃO DO VERDÃO E O QUE VOCE ESPERA DO JOGO!

COMENTE COMENTE COMENTE
 

***

Aos que não corcordam com a minha tese e 

7 Comentários:

  • Às 27 de janeiro de 2013 12:28 , Anonymous Edson disse...

    Exceto o Capixaba, que remonta à época Luxemburgo, os demais foram devidamente castrados pelo excelente estrategista/técnico que nos comandava anteriormente.
    Talvez possam, realmente, serem reaproveitados em novas oportunidades.
    O difícil é a torcida aceitar, uma vez que estão muito queimados com a tchurma das organizadas.

    Se até o Valdívia eles querem fora, imaginem esses três.

     
  • Às 27 de janeiro de 2013 12:43 , Anonymous Marco disse...

    Afastar jogadores, expondo a situação ao público é ato de total incompetência. O atleta continua recebendo seu salário, mas não pode dar retorno. Com exceção de problema disciplinar sério, o afastamento de qualquer jogador significa desvalorização de um bem do clube. O afastamento dificulta a negociação e causa mal estar com os demais jogadores.

     
  • Às 27 de janeiro de 2013 12:48 , Blogger Unknown disse...

    É meus amigos, torcemos muito para chegar à libertadores e infelizmente não vamos poder aproveitar em sua totalidade, por incompetência dos vagabundos administradores anteriores, não conseguimos nos manter na serie A do brasileiro e por isso o foco da nossa nova diretoria vai ser a volta à serie A, iremos disputar a libertadores com isso ai que temos mesmo e sinceramente e infelizmente não vejo mto futuro na competição, já ficarei feliz se conseguirmos chegar pelo menos Às 4° de final. Porém os Deuses do futebol podem estar ao nosso lado, nosso time pode se tornar um grande time, futebol é futebol...
    O jeito é torcer pela reestruturação e nos preparar e cobrar para brilhar no ano de nosso centenário.
    Boa sorte para nós no jogo de hoje, que venha uma vitória com boa atuação o elenco merece.

     
  • Às 27 de janeiro de 2013 18:41 , Blogger Unknown disse...

    E mais uma vez a DESGRAÇA DA MANCHA VERDE querendo literalmente foder o Palmeiras, não sei se vcs lembram, mas jogadores como Wagner Love e Diego Souza saíram do clube por causa desse CÂNCER maldito que insiste em crescer no Palmeiras, hoje não satisfeitos começaram a xingar o valdívia (que apesar de precisar provar muita coisa, é o melhor jogador que temos, afinal os ultimos 2 títulos nossos, ele foi o craque do time)... Até quando iremos aturar esse CÂNCER maldito??????
    E a nova diretoria que não se mova logo que iremos passar vergonha no campeonato, passei muita raiva vendo esse time jogar hoje...

     
  • Às 27 de janeiro de 2013 18:52 , Anonymous Marco disse...

    Precisamos reforçar o time, isso é inegável. Porém, não há tranquilidade para jogar. A bola queima nos pés dos jogadores.
    A declaração do Brunoro, logo que chegou, sobre a baixa estima do grupo é correta.
    Por mais que o elenco seja carente, não se admite a falta de imposição de jogo no campeonato paulista, contra times de aluguel.
    Logicamente, a contratação de alguns jogadores vai qualificar o elenco, mas não mudará o quadro se a mentalidade não mudar, se a confiança não voltar.
    A mudança na direção do Palmeiras também deve se estender à torcida, ou para aquela parte que só enche o saco.
    Para o Palmeiras dar a volta por cima precisará do apoio de todos e não há motivos para não apoiar, pois a direção que foi eleita veio com apoio geral e já começou a colocar gente certa nos lugares certos.
    Caso a torcida paulistana, especialmente as organizadas continuarem forçando o clima de terror, o Palmeiras perderá mais uma oportunidade de mudar sua história.

     
  • Às 27 de janeiro de 2013 19:17 , Anonymous Edson disse...

    Por mais que as organizadas ou "a organizada", pois me parece ser apenas uma, não queira, o Valdívia foi o nosso melhor jogador, mais uma vez.

    Estranho esse câncer não ter se manifestado uma única vez contra o Tirone, Frizo, Gilto, Piraci, e toda aquela cambada de incompetentes.
    É bem possível que estejam ganhando vantagens dos investidores para ajudarem a tirar o jogador do Palmeiras.
    E coisa inédita aconteceu hoje, a uniformizada foi vaiada pelo torcedor comum, e achou ruim, criando um clima pesado no estádio.

    Que o Nobre saiba colocar essa turma no seu devido lugar e que o torcedor comum tenha mais espaço.

     
  • Às 27 de janeiro de 2013 23:07 , Blogger Miguel disse...

    É agora que que o PN vai sentir na pele o que é um time em má fase, poucas vezes ví um time tão perdido em campo como hoje a tarde. Parecia que o time grande era o Penapolense e o Palmeiras estava lutando para não cair. Vamos ter que trabalhar muito, treinar muito, lutar muito, e recomeçar tudo de novo para reaprendermos a ser time grande de novo.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial