Observatório Alviverde

10/08/2013

O PALMEIRAS, CADA VEZ MAIS LÍDER, FAZ UM JOGO COM PESO DE SEIS PONTOS CONTRA O QUARTO COLOCADO!

 

 

Meus amigos, acabo de chegar a BH, após 60 dias de ausência.

Visitei parentes e amigos em várias cidades paulistas e retornei ao meu lugar de origem, a minha sempre bucólica e agradável Pederneiras.

Desfrutei, em toda a minha viagem por vasto território do interior paulista, de um passeio agradável, longo, prazeroso, magnifico, maravilhoso e inesquecível, mas impossível que o empreendesse, caso ainda estivesse na lida.

Fui magnificamente bem recebido, recepcionado com fidalguia e tratado como rei, relacionando-me por largo tempo com minha mãe, meus irmãos, cunhados, sobrinhos e respectivas famílias, como de costume. Trilegal!

Mais do que tudo isso, desta vez pude, também, rever meus parentes (quase todos), amigos e conhecidos, muitos dos quais eu não via há décadas. Foi bom demais! Sensacional!

Participei, até, de um encontro familiar que, desconfio, tenha sido realizado em homenagem à minha presença, algo mágico que simples palavras não têm o poder de descrever, expressar ou definir. Fantástico!

Foi tocante e comovedor o meu reencontro com 80% de meus primos e primas por parte de pai, de um universo de 40, descendentes dos 12 filhos de meu avô paterno.

Foi maravilhoso poder rever primos, primas, tios, tias os quais eu não via desde que deixei a casa paterna na década de 60, impelido pelos impulsos da juventude e da vocação, para enveredar pelos meandrosos caminhos da radiofonia.

Dito isto, concluo que Deus sempre tratou bem de mim e sempre gostou e cuidou, também, de minha família. Querem saber por quê?

Somos um portento de sorte e saúde, como registra o indesmentível prontuário de saúde do hospital da vida.

Em nosso histórico incluem-se apenas 3% de doenças fatais, dois acidente com morte, ainda assim de um primo agregado, de outro sangue, e de um sobrinho-neto de meu pai.

O  primo mais velho, beirando os 90 anos, lúcido, forte, cheio de vida, mais parecendo alguém de 60 ou 70 compareceu à festa sozinho, dirigindo o próprio veículo…

Exceção feita a meu pai e àqueles tios que, em idade provecta deixaram este mundo, sempre a partir dos 72 anos, (oito, ao todo) passamos por um único óbito entre primos, de uma prima, mulher lindíssima, miss-Rio Claro SP, no início da década de 60, em razão de um parto problemático…

TODOS os demais primos, com a graça da providência divina, sobreviveram e vivem bem e com saúde até hoje exceto um

Nosso primo mais novo, padre, vitima precoce de um AVC, que vive e se encontra em tratamento continuo.

Fora esses raros aspectos mencionados, nada de mais negativo ocorreu com qualquer pessoa da família, exceto problemas contornáveis ou já contornados.

Em razão disso, temos muito, mas muito mesmo a agradecer à providência divina e, certamente, convictamente, bem pouco a pedir.

Quando oro, mais agradeço do que peço, mas quando peço solicito
ao Criador, apenas, para manter o “status-quo” da família, que já existe e persiste há quase um século, pelo tempo que for possível! Nada mais…

Aí voces perguntam: “O que isso tudo tem a ver com o Palmeiras?”

Muito, direi eu e voces compreenderão o porquê!

Entre meus familiares que que gostam e acompanham o futebol regularmente, não existe um, seja homem ou mulher, que não torça pelo Palmeiras, computados tios, tias, respectivos primos, netos e agregados, exceto um tio agregado, casado com uma tia que reside em Campinas, cu-rintiano pra lá de doente.

Entre os que não gostam, não entendem e não acompanham os jogos, apenas a filha desse tio de Campinas, residente nos EUA, solidária ao paí, é cu-rintiana, até porque a mãe dela, embora não acompanhe futebol, gosta, mesmo, é do Palmeiras!

A propósito, há uma razão maior do que o palestrismo de minha prole, que me faz orgulhar – muito – dela.

Com todos os defeitos, pequeninas discórdias quase sempre contornadas, em que pesem a simplicidade e até o caipirismo no linguajar que toma conta de alguns de meus parentes, reconheço em todos, espíritos de grande elevação.

A exceção que confirma a regra, deve ser, sinceramente, EU que, velho, embora, ainda brigo – muito, se for preciso – pelo nosso Palmeiras e por uma postura mais ética e mais honesta de muitos companheiros de mídia.

Para externar o meu sentimento a respeito de minha família paterna, obrigo-me a tomar emprestadas as palavras de meu tio mais velho, porém do outro ramo de minha família - a família de minha mãe –  proferidas em um encontro da família Retti.

Ele, do alto de seus bem vividos 92 anos, saúde perfeita, juizo perfeito, mobilidade total, já foi entrevistado duas ou três vezes pelo Jô Soares.

Foi amigo pessoalíssimo do legendário Carlos Lacerda, e é o único fundador do partido comunista brasileiro ainda vivo. 

Palmeirense, declarou o seguinte a propósito da integridade da família a que ele pertence, repito, a família de minha mãe.

… “- Trabalhei muitos anos na justiça e me orgulho em dizer que jamais tivemos um Retti preso, condenado ou foragido, da época da imigração, no século retrasado, até os dias de hoje!”.

Faço, usando as palavras dele, a paráfrase, isto é, um discurso parecido mas com o mesmo teor e aplico à família de meu pai, na qual, também, não existe um único preso, condenado ou foragido da justiça, desde que chegou ao Brasil, até hoje! 

Em suma, recebi homenagens repletas de afeto, calor humano, carinho, consideração e amabilidade, da parte de parentes e amigos.

Tudo materializado em presentes, almoços, jantares, abraços, manifestações verbais de saudade e tudo mais de que eu não era, não sou credor e nem merecia.

Foram dois meses de ausência, com vários dias insubstituíveis desfrutados ao lado de minha mãe, irmãos, cunhados, sobrinhos, para citar, apenas, os parentes próximos.

Tudo isso me fez extremamente feliz, mas, a bem da verdade, ainda assim devo reconhecer, que o melhor de tudo é poder estar, novamente, no aconchego do próprio lar e ter o carinho da esposa e da família.

Nada na vida se compara ao nosso reduto, a nosa casa, ao nosso lar.

Assim como voltei pra casa, o Palmeiras necessita, urgentemente, prementemente, voltar à sua Arena Palestra.

O mais rapidamente possível, quando for possível!

@@@@@@@@@@

Vida que segue, celere, não há tempo a perder!

Espero, a partir de agora, poder recolocar-me, e, este OAV em rotina de regularidade.

Assim espero!

Como todos podem notar e discernir, tive motivos de sobra para o pequeno relaxamento verificado.

@@@@@@@@@@@@@@@@@

Interessante:

divagando sobre as minhas andanças, não consigo mencionar o processo acima dissociando-o do Palmeiras.

Constatei, por exemplo, em todas as cidades pelas quais passei, que o Palmeiras, apesar de sua inegável queda de prestígio, segue líder em torcida, a-b-s-o-l-u-t-o, seguido, de perto, pelo Cu-rintia.

Bambis e Santos têm aficicionados, sobretudo os Bambis, mas estão muito longe do tamanho e da grandeza dos dois mais tradicionais clubes do futebol paulista, resumindo-se, em torcedores jovens.

Alias, diga-se de passagem, o Palmeiras deveria investir mais em marketing, tendo como “target”essa importantíssima camada populacional, a juventude!

Preocupava-me muito mais com a situação, antes desta viagem, posto que lia e via pesquisas dando conta de que a torcida do Palmeiras definhara e estava em ponto de extinção. Pura desonestidade!

Pelo que vi, pesquisei e constatei, os institutos de pesquisa, a Rede Globo e A Folha estão querendo alterar a verdade dos fatos, colocando os bambis na posição do Palmeiras, o que não corresponde à verdade.

Mas, com tantas diretorias parvas, incompetentes, acomodadas e despreocupadas com a representatividade do clube, o que poder-se-ia esperar, senão a decadência?

Se faz mister a remissão desse incômodo quadro!

Urgentemente!

@@@@@@@@@@@@@@@

PALMEIRAS X PARANÁ CLUBE

Falar o que sobre o jogo Palmeiras x Paraná Clube, logo mais no Pacaembu?

Que será difícil?

Que o Paraná Clube é ex integrante da divisão de elite e pode engrossar?

Que, hoje, o Paraná Clube é a terceira força do futebol araucariano?

Que tem time para apto a encarar e enfrentar o Palmeiras de igual para igual?

Tudo isso, meus amigos é chover no molhado.

É assunto para emissora de rádio que abre a jornada ao meio dia para o jogo das 16 H e precisa de assunto para preencher o espaço e o tempo, haja vista que é tudo verdade mas não tem a mínima importância.

Quem acompanha futebol está “careca” de saber essas coisas!

Há, porém, alguns aspectos importantes a serem realçados para que, de um ponto de vista mais prático, o torcedor possa dimensionar o jogo e mensurar as chances de cada time.

Dizer que o visitante Paraná, dirigido pelo jovem técnico pernambucano Dado Cavalcanti é o quarto colocado e está na zona da classificação pode parecer, também, trivial e inútil.

Entretanto incorpora conteúdo à expectatva do jogo e representa um bom cartão de visita.

Sobretudo quando forem consultados os números obtidos pelas duas equipes até agora, a fim de que se elabore a equação representativa do encontro entre dois times que, pelo que mostraram até agora, reunem credenciais para serem promovidos à elite em 2014. 

Adstrito, coloque-se, agora Dado Cavalcanti, o treinador do Paraná.

Jovem, imberbe, ainda assim está subindo como um foguete no contexto do futebol brasileiro, em que pese ser de idade inferior a pelo menos três atletas da equipe que comanda: o conhecido meiocampista Lúcio Flávio, o atacante Reinaldo e o zagueirão Anderson.

Ah, mas isso não representa qualquer problema pois Dado já se acostumou a essa situação.

Pode-se dizer que, até, pelo contrário, vira credencial para Cavalcanti, que já vivenciou situações análogas em sua curtíssima vida de técnico profissional a partir dos 24 anos.

Ele é o mais jovem treinador profissional a ganhar um título no futebol brasileiro dirigindo a Ulbra de Roraima, em um time que, à época, tinha média de idade superior aos seus tenros 24 anos.

Inteligente, preparado, astuto e estudioso, Dado Cavalcanti levou o Mogi aos pináculos do Paulistão.

Classificou a equipe, com autoridade, para uma semifinal contra o Santos em que o Mogi não fez feio, empatando no tempo normal e perdendo somente na disputa de pênaltis.

A partida foi realizada em Mogi-Mirim porque o Mogi empreendeu campanha melhor do que o Santos de Muricy e de Neymar e foi prejudicado pela arbitragem nesse jogo decisivo,

No jogo de hoje, Edson Setti, volante titular expulso contra o Joinvile está fora.

Destaque-se, também, que os dois jogadores mais velhos e mais experientes do tricolor paranaense não treinaram esta semana estão sob a ameaça de não jogar,.

Um deles é Lúcio Flávio, principal líder e armador do tricolor curitibano. 

Segundo noticiou a imprensa paranaense e até o site do clube, esse atleta anda, muito mais do que cansado, exausto, exaurido desgastado, e sem condições de render, fisicamente, o suficiente para comandar o meio de campo paranista.

Além dele, o experiente atacante Reinaldo, com dores na coxa, corre o risco de não atuar..

Para quem não sabe ou se esqueceu, Reinaldo é aquele que começou no Flamengo, onde fez dupla com Adriano, e jogou em vários clubes do exterior.

Seu melhor momento foi com a camisa dos Bambis, onde formou dupla com Luiz Adriano em 2002, tendo atuado, depois, no Santos, Figueirense, no Bahia e em outros clubes até chegar, quase aos 35 anos, no tricolor paranaense.

Tanto Flávio quanto Reinaldo viajaram com a delegação e serão reavaliados pelo departamento médico paranista em São Paulo, que emitirá a palavra final momentos anftes do jogo..

Mas, se querem saber, mesmo, não creio que o Paraná jogará desfalcado de seus dois veteranos, jogadores de maior importância no contexto atual,

Só um jogador, além do suspenso volante Edson, Felipe Amorim, estará fora  do jogo, pois sequer embarcou para São Paulo.

Este é o provável time do Paraná, considerando-se as ressalvas e as hipóteses:

Luís Carlos; Moacir, Anderson, Brinner e Paulinho; Cambará, Ricardo Conceição, Lúcio Flávio (Fernando Gabriel), Léo e Rubinho; Reinaldo (JJ Morales).

ANDERSON X VALDÍVIA

Esse duelo, se houver, já tem um vencedor antecipado, Valdívia. Aposto 100 por um.

Ex cu-rintiano, Anderson mostrou nutrir um ódio incontrolável por Valdívia e, por diversas vezes, covardemente, em tantos jogos, defendendo as mais diversas camisas, agrediu o palmeirense.

Uso uma expressão forte, covardemente, porque sendo portador de dimensões corporais avantajadas, Anderson representa o dobro em estatura, massa muscular, envergadura e tudo o mais que existe em relação ao franzinho chileno.

Anderson, várfas vezes, partiu para a agressão gratúita, impiedosa e radical sobre o chileno, sendo que a última ocorreu na temporada retrasada, ao tempo em que ele vestia a camisa do Santo André.

Quero dizer que um jogador que militou no futebol paulista me disse, reservadamente, aqui em Belo Horizonte, embora pedindo segredo em relação a sua identidade, que há um consenso entre  vários jogadores do CU-rintia, dos bambis e do Santos, para que todos baixem o cacete em Valdívia.

Eles têm recomendado até a atletas de times menores que enfrentam o Palmeiras, para baterem forte em Valdívia, chamado por eles de gringo vagabundo e folgado, mascarado e metido a gozador, com a promessa de ajudá-los a serem contratados pelos times que defendem. É muuiiiita sacanagem!

Émbora forte, é uma revelação cuja veracidade parece evidente nas estatísticas que provam que Valdívia é o atleta de futebol mais achincalhado, ameaçado e caçado do futebol brasileiro.

Se não houvesse a habitual má vontade contra o Palmeiras, tachado e encarado pela maior parte da mídia como um time inferior e de segunda classe,  esta seria uma situação que deveria ser, ao menos, investigada!

Porém, o que se observa com clareza é que essa é uma situação que a mídia, mais do que não divulgar, cultivaria ignorar.

Assim, cabe ao Palmeiras averiguar e coibir a baixeza!

SOBRE O PALMEIRAS

Tem números mais expressivos do que o Paraná, Comparem e constatem!

Palmeiras: 1º colocado  X   Paraná, 4º colocado

Palmeiras: 31 pontos em 13 jogos  X  Paraná, 23 pontos em 13 partidas.

Palmeiras: 10 vitórias X  Paraná: 6 vitórias,

Palmeiras: 1 empate   X  Paraná, 5 empates.

Palmeiras:  2 derrotas  X  Paraná, 3 derrotas.

Palmeiras 28 gols marcados  X  Paraná, 18 gols marcados.

Palmeiras: 9 gols sofridos  X  Paraná, 8 gols sofridos

Palmeiras: saldo 19 gols  X   Paraná, saldo de 10 gols.

Paraná somente supera o Palmeiras por um insignificante gol em número de gols tomados, o que nos faz concluir que tem uma defesa em nível da nossa.

Com a vantagem massacrante do Palmeiras em todos os demais ítens, a lógica manda dizer que o Verdão é o favorito, ainda mais porque joga, senão em seu estádio, mas em sua cidade.

Entretanto a prudência manda dizer que a lógica, muitas vezes, não prevalece e Gilson Kleina sabe disto.

Mandará a campo, cumprindo, com acerto, o seu objetivo de entrosar um time base e, na medida do possível mantêlo, a seguinte onzena:

Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Valdivia; Leandro e Alan Kardec.

Notem que com os retornos de Charles e Valdívia, o Verdão coloca em campo o que tem de melhor em termos de material humano, com uma exceção, Leandro e uma dúvida, Juninho.

Leandro tem mostrado lentidão, excesso de individualismo, erros graves de passe, apesar do empenho, do espirito de lta e de sua excepcional capacidade de finalização.

Em relação a esse jogador, infelizmente, parece que não temos ninguém capaz de tomar conta da posição, haja vista que todos os jogadores disponíveis, são inferores a Leandro, dos pontos de vista técnico e individual, embora todos o superem em mobilidade. É pra estudar!

Juninho, em meu entendimento, era a certeza de que seria um jogador a ser sacado, mas impressionou-me favoravelmente a sua boa conduta diante do São Caetano e ele passou a merecer novas chances.

Resta saber como vai proceder o árbitro, já que a exemplo do que a “classe bolera” arrumou para Valdívia, os amigos de Paulo César Oliveira arrumaram para o Palmeiras.

Fomos estraçalhados em Recife contra o mafioso, tenebroso e controvertido Sport, pelo árbitro matogrossense Wagner Reway e, esperamos, não venha novamente a ocorrer hoje, como é corriqueiro contra o Palmeiras, em pleno Pacaembu.

O PALMEIRAS VAI SOFRER PARA VENCER O PARANÁ?

TEM TUDO PARA VENCER COM FOLGA?

OU A ZEBRA PASTARÁ NO PACAEMBÚ?

COMENTE COMENTE COMENTE

TRANSMISSÃO COM JOTA JÚNIOR, NORIEGA E EQUIPE DE PRIMEIRA LINHA, MAS, APENAS, NO PAY-PER-VIEW!

A GLOBO MAIS UMA VEZ, MOSTRA O CU-RINTIA E ESCONDE O PALMEIRAS!

ELES QUEREM EVITAR QUE O PALMEIRAS SE FORTALEÇA ATRAVÉS DA EXIBIÇÃO DOS PATROCÍNIOS.

JORNALISTAS AMESTRADOS (NÃO SÃO OS QUE TRANSMITEM OS JOGOS, MAS OS CAPACHOS DE DIREÇÃO) PROMOVEM ESSE CRIME SEMANAL CONTRA O CLUBE E CONTRA A TORCIDA, POR PURO SADISMO, SOB O PRETEXTO DE QUERER FATURAR MAIS!

ESPERO QUE PAULO NOBRE TRATE-OS EM PERFEITA RECIPROCIDADE E AO PREFIXO BANDIDO NA HORA CERTA!

ENQUANTO ISSO OS PALMEIRENSES DE CARÁTER QUE NÃO COMPRARAM E NEM COMPRARÃO O PACOTE DA SÉRIE B SOB QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA, CAPTAM O JOGO NESTE LINK

www,esportes,us  (HÁ OUTROS, É SÓ PROCURAR)

E INJETAM NA TV ATRAVÉS DE UM CABO USB, VIA DE REGRA, SEM TRAVAMENTOS.

OS GLOBAIS, AGORA, TERÃO DE ESPERAR A NOVA AÇÃO JUDICIAL CORRER E, ATÉ LÁ, JÁ ESTAREMOS DE VOLTA À PRIMEIRA DIVISÃO OU ANUNCIARÃO UM NOVO LINK.

NÃO DÊ DINHEIRO A ELES.

ELES E MUITOS DIZEM QUE NÃO FAZ FALTA, MAS NÃO ACREDITE NELES.

PNC DELES, OS JORNALISTAS-PELEGO QUE ESTÃO ENCHENDO A PROFISSÃO DE CELEBRIDADES E EX-JOGADORES!

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

4 Comentários:

  • Às 11 de agosto de 2013 09:07 , Anonymous Anônimo disse...

    Leiam o blog da Clorofila

    http://blogdaclorofila.sopalmeiras.com/para-o-sportv-e-stjd-forcar-cartao-amarelo-e-ilegal-mas-so-se-for-jogador-do-palmeiras/#disqus_thread

     
  • Às 11 de agosto de 2013 22:37 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    Muita saúde para sua família amigo!

     
  • Às 11 de agosto de 2013 23:06 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    Sugiro um tema para o próximo post, olha a Globo ai novamente...

    http://sportv.globo.com/site/programas/troca-de-passes/noticia/2013/08/presidente-do-stjd-diz-que-valdivia-por-ser-punido-por-cavar-cartao.html

     
  • Às 11 de agosto de 2013 23:40 , Blogger Miguel disse...

    Bom retorno Alcides ! para o próximo post eu gostaria de levantar sobre duas questões: Do interesse estranho do Flamengo por Valdívia e do mais estranho ainda suposto empréstimo do Wesley ao CAM. A gente brigou e lutou para contratá-los , lutamos mais ainda para recuperar seus joelhos com muitos sacrifícios, quando os primeiros frutos aparecem, nós vamos vender barato sob a suposta desculpa de parar a sangria das dívidas? Por acaso o FLA e o CAM devem menos que o Palmeiras? Viramos uma oficina para retificar pernas? Simplesmente me recuso a acreditar que isso partiu de um homem inteligente como Brunoro, acho até notícia plantada da imprensa desgracista para desviar a atenção da má fase do SPFW, e voltar a apontar suas armas ao ambiente do Palmeiras que está muito sossegado. Gostaria da sua opinião sobre o caso.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial