Observatório Alviverde

20/03/2014

NUNCA (NEM NO PALMEIRAS) VAI FALTAR DINHEIRO PARA JOGO, MULHER E BEBIDA!




O Palmeiras vai ter um trabalho tenso e intenso, -oxalá não seja imenso- para exercer seu direito de compra e equacionar a contratação definitiva de Alan Kardec, cuja liberação pelo Benfica está sinalizada e autorizada, na perspectiva do pagamento, pelo Palmeiras, da soma -antecipadamente estipulada- de 4 milhões de Euros ou quinze milhões de reais.

Parte da mídia, como de costume, tenta colocar imaginários obstáculos à contratação, fazendo uso de suas artimanhas, criatividade e inventividade , mas -parece que não tem jeito- o negócio caminha em direção a um irreversível fecho! Essa gente perde tempo, mas não perde o vício!

As últimas informações, isto é as últimas lucubrações midiáticas, davam conta do interesse do Cu-ríntia pelo jogador, hipótese que considero radicalmente absurda pois os nossos maiores adversários jamais cogitaram de contratar Kardec, ao menos a partir de quando ele chegou de Portugal para defender o Verdão!

Ademais, se eles viram e ouviram as -muitas- declarações do jogador, que vozeou -a plenos pulmões- ter se identificado com o Palmeiras, estar feliz no clube e desejoso por continuar na equipe, qualquer interesse deles em adquiri-lo, esvaiu-se por completo!

Mais do que um mero discurso, daqueles laudatórios, fingidos, artificiais, típicos das cerimônias de colação de gráu,  Kardec deu provas reais, indesmentíveis, cabais e definitivas de seu amor e respeito pela camisa e pelo clube, ao aceitar as novas regras salariais vigentes no Palmeiras, de remuneração por produtividade!

O prazo do Palmeiras para depositar o dinheiro em nome do Benfica e oficializar o negócio se encerra em 31 de maio, embora o empréstimo -se por algum motivo cabuloso o Palmeiras não conseguir comprar Kardec- perdure até o último dia do semestre, 30 de junho. 

Estamos -praticamente- entrando no mês de abril, o que significa que o Palmeiras tem dois meses para se aviar e levantar o numerário necessário para detonar e definir a negociação. Dois meses e onze dias, para sermos mais exatos.

Esse tempo que, em primeira análise, poderia ser considerado longo, ou, para os menos otimistas, médio, no entanto é curto, considerando-se as dificuldades financeiras e contábeis vivenciadas pelo Verdão, neste momento em que passa por tantas reformas, transições e transformações em campo e, principalmente, fora dele. 

Agora o negócio Palmeiras/Benfica/Kardec gira em torno de números e a questão precípua da negociação é combinar em quantas parcelas e em quanto tempo o Palmeiras efetuará o pagamento do valor referente à cessão definitiva do jogador. 

A grande dúvida, é saber se o clube português concordará em receber o que tem direito mediante várias parcelas, em suaves prestações!

Esse, em meu entendimento, é o único -pequeno- entrave que cerca a negociação e que deixará de sê-lo pela convicção do Palmeiras -que detém prioridade legal e direito de compra- em adquirir o jogador! 

É óbvio que o Palmeiras tentará negociar nesse sentido para não se endividar ou se descapitalizar, independentemente da intenção do clube português de aceitar ou não a proposição parcelada!

Mas a torcida do Palmeiras não precisa perder a fleuma e nem se exasperar, porquanto o Palmeiras tem um ativo de 3,2 milhões de Euros a receber do Nápoli, referente à venda de Henrique e pode usá-lo na compra de Kardec, claro, se o Napoli pagar, mas, cá entre nós, os napolitanos nunca foram bons de "paga", ao menos no que se refere à pontualidade!

De qualquer forma, se no momento final do acerto Brunoro não conseguir um parcelamento tipo Casas Bahia, Ponto Frio, Ricardo-Eletro ou Magazine Luiza, de algum lugar ainda incerto e não sabido, -poderá ser até da conta bancária de nosso presidente-, o dinheiro surgirá como em um passe de mágica a serviço do Verdão. 

Em resumo, há componentes importantes cercando essa aquisição, justamente os mesmos que estimularam a contratação de Leandro, em circunstâncias idênticas, definidas pelas necessidades ofensivas do time, pela condição de ser Kardec um centro avante bom de bola, jovem e com ótimas perspectivas de revenda para o exterior em futuro próximo, com amplas perspectivas de lucro.

Para mim não será surpresa se Kardec -tanto quanto Prass- figurar  na lista dos atletas que estarão de prontidão para a chamada convocação emergencial da Seleção, em caso de necessidade de última hora!

Em função, também, disso, o Palmeiras quer um vínculo longo com o centro avante, que, em 39 partidas assinalou 20 gols, o que equivale à respeitável média de um gol a cada dois jogos.

Nobre sabe da importância transcendente de Kardec -elemento agregador e grande caráter, de acordo com o que se sabe- dentro e fora do campo sobretudo na formação de um grupo vencedor!

A compra de Kardec, simplesmente, confirmará o velho adágio, segundo qual, por maiores que sejam o as dificuldades, "nunca vai faltar dinheiro para jogo, sexo e bebida"! Kardec já é nosso!

COMENTE COMENTE COMENTE

15 Comentários:

  • Às 20 de março de 2014 08:17 , Blogger Gustavo Lovatto disse...

    O mais triste de tudo é que supostamente veio de um blogueiro "palmeirense" o suposto interesse itaquerense no AK14. Como se não bastasse, especulou-se também a vinda de Barcos para eles (o que, por mais atribulada que tenha sido a saída dele, duvido e muito que o argentino toparia essa bizarrice).

    Não é a toa que parte da oposição do Nobre vive usando esse blogueiro como "fonte confiável"

     
  • Às 20 de março de 2014 11:46 , Anonymous Anônimo disse...

    Essa tática já foi muito usada pela Tamborim no Framiéngo.

     
  • Às 20 de março de 2014 13:47 , Anonymous Marcelo I disse...

    Gosto do Alan Kardec tanto como jogador, como pessoa.

    Já ouvi entrevistas dele e o acho diferenciado, sabe de tática e é muito centrado.

    É um líder nato, acredito que será um ótimo treinador.

    O Palmeiras deve se esforçar para contratá-lo.

     
  • Às 20 de março de 2014 14:18 , Anonymous Anônimo disse...

    Elemento Agregador e Grande Caráter essa característica ta se tornando peculiar na comissão técnica e entre alguns jogadores do elenco, isso é ótimo! O Palmeiras só tem a Ganhar com o bom ambiente formado e mais à frente com Títulos.

    As. J.J

     
  • Às 20 de março de 2014 19:24 , Anonymous VICTOR TREDENSKI disse...

    E A VERGONHOSA

    A ULTRAJANTE

    A LAMENTAVEL

    A FILHA DA PUTA

    DEPREDAÇÃO DA SEDE DO SOCIO-TORCEDOR AVANTI

    PRATICADOS PELOS VANDALOS QUE SE DIZEM TORCEDORES DO PALMEIRAS??????

    PQP

    JUSTO AGORA, NESSE MOMENTO DE DECISÃO

    ACONTECE ISSO

    CLARO QUE NÃO E PRA ACONTECER EM NENHUM MOMENTO

    MAS PORRA TORCEDORES PALMEIRENSES PAULISTANOS

    OS PIORES DO BRASIL

    VOCES TEM MERDA EM SUAS CABEÇAS??

    SÓ PODE SER

    O RAÇA FILADAPUTA

     
  • Às 20 de março de 2014 19:47 , Anonymous Anônimo disse...

    Quem? Quem? Raimundo Notato (era palmeirense)

     
  • Às 22 de março de 2014 09:42 , Anonymous Anônimo disse...

    Arbitro Luiz Flavio de Oliveira
    Arbitro Assist 1 Carlos Augusto Nogueira Junior
    Arbitro Assist 2 Danilo Ricardo Simon Manis
    Quarto Arbitro Demetrius Pinto Candançan
    Árbitro Assist. adicional 1 Marcelo Rogério
    Árbitro Assist. adicional 2 Philippe Lombard


     
  • Às 22 de março de 2014 12:43 , Anonymous Anônimo disse...

    Tava lendo que nosso volante Eguren
    já fez gol de bicicleta contra o Santos na vila quando jogava pelo Nacional do Uruguai num jogo da libertadores.Esse Cara logo logo assumira a posição de volante tal qual o Mendieta que começou comendo pelas beiradas.

    As.J.J

     
  • Às 22 de março de 2014 12:46 , Anonymous Anônimo disse...

    No Passado o Palmeiras tinha volantes que chutavam forte em direção ao Gol (Bem Próximo) e Faziam gols.
    Hoje no time e raro volante fazer gols e quando um se destaca fico surpreso.

    As.J.J

     
  • Às 22 de março de 2014 16:20 , Anonymous Anônimo disse...

    Acabei de ver uma reportagem em que o repórter disse que o Cúrintia ta em dificuldade financeira!
    Fiquei "Surpreso"! porque a pouco tempo atras esses lixos eram a marca mais cara do País e agora tá na pindaíba.

    As.J.J

     
  • Às 22 de março de 2014 16:29 , Anonymous Anônimo disse...

    Os Gambás mamando nas Tetas do governo(Caixa-Terreno em Itaquera cedido pela prefeitura-Estádio construído com Dinheiro dos nossos impostos)e ainda tão em dificuldade!
    E O Palmeiras que não mama nas tetas do governo ta caminhando com seus recursos próprios, já disse que, embora seja legal patrocínio Federal, Estatal, Municipal acho Imoral.

    As. J.J

     
  • Às 22 de março de 2014 16:41 , Anonymous Anônimo disse...

    Tenho certeza que a Maioria dos Palmeirenses não quer um Patrocínio de qualquer esfera do Governo.
    Espero que o Presidente do Palmeiras tenha calma que uma montadora multinacional ira por sua marca em nosso manto.
    Eu sou um cara que ainda não me aposentei e meu fundo de garantia tá na caixa servindo pra sustentar clube!... Pôde Parar!

    As.J.J

     
  • Às 22 de março de 2014 17:49 , Anonymous Blog da Clorofila disse...

    OLHA O “OLIVEIRA” AÍ, GENTE!


    Se apitar clássicos e jogos importantes do Palmeiras fosse o mesmo que ganhar na loteria, os membros da família Oliveira estariam milionários. Que “sorte” eles têm, não é mesmo? Sempre são ‘sorteados’. Em três clássicos do Palmeiras neste paulistão, o jogo contra o Santos será o segundo apitado por Luís Flavio Oliveira (ele foi “sorteado” de mentirinha no clássico contra os bambis, lembra?).

    No clássico contra os leonores, ele deixou baterem à vontade em nossos jogadores, enquanto os cartões dormiam em seu bolso; deixou Rogério Ceni impune quando tentou chutar Valdivia, e também quando ele deu uma cotovelada em Kardec… o juizão, que não marcou duas penalidades para o Palmeiras, fez aquele joguinho manjado de ignorar as faltas sofridas pelo Verdão, não dar cartão para os botinudos, e marcar tudo a favor do adversário… irritando profundamente os jogadores e torcedores do Palmeiras ( http://blogdaclorofila.sopalmeiras.com/2014/02/04/beijinho-ombro-bvambvis/ ). Mesmo tendo saído com a vitória (nem por isso deixaria de reclamar dos erros do árbitro), eu, e toda a torcida palmeirense, voltamos roucos pra casa naquele dia, de tanto xingar o juiz.

    Esse jogo contra o Santos, vale a melhor campanha, vale decidir em casa, ter a vantagem do empate… tem gente que diz até que é uma final antecipada, portanto, pelo sim, pelo não, por sermos “gatos escaldados”, OLHO NESSE OLIVEIRA AÍ, PARMERADA! Os árbitros dessa família, nas partidas mais importantes, costumam aprontar “poucas e boas” para o Verdão – a “capivara” é extensa.

     
  • Às 22 de março de 2014 18:27 , Anonymous Agência Palmeiras disse...

    Palmeiras tem mais vitórias que Santos na Vila Belmiro; veja histórico


    A última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista reservou para os rivais Palmeiras e Santos a decisão de qual será o clube mais bem classificado na etapa inicial do torneio estadual. Com 35 pontos conquistados – dois a mais que o time alvinegro -, o Verdão irá visitar o litoral paulista neste domingo (23), às 16h, para tentar garantir a liderança geral da competição e manter o bom histórico da equipe na Vila Belmiro – em toda história, foram 98 jogos, com 43 vitórias palestrinas, 17 empates e 38 reveses.

    Considerando apenas partidas do Paulistão na casa santista, o retrospecto segue favorável ao time do técnico Gilson Kleina: são 62 duelos, 30 vitórias do Palmeiras, sete jogos que terminaram empatados e apenas 25 partidas vencidas pelo Santos. Na última vez que esteve na Vila Belmiro, o Verdão empatou em 1 a 1, em partida válida pelas quartas de final do Campeonato Paulista 2013. O atacante Kleber anotou o tento palestrino.

    O histórico geral de duelos entre os dois times é ainda melhor para o Alviverde. As equipes se encontraram em 311 oportunidades, sendo 133 vitórias do Verdão, 83 empates e 95 derrotas. Ao todo, o Palmeiras balançou as redes 537 vezes e sofreu 445 gols. Em mais da metade dos confrontos, os times duelaram pelo Paulistão: 179 jogos (88 vitórias palmeirenses, 41 igualdades e 50 reveses).

    Apesar dos dois últimos jogos entre os times terem terminado empatados (0 a 0 e 1 a 1, ambos no Campeonato Paulista 2013), o Palmeiras detém uma marca importante na história do duelo: em duas oportunidades, alcançou nove vitórias seguidas contra o time do litoral paulista – entre 1921 e 1926 e de 1940 a 1942. Além disso, a maior sequência invicta pertence ao Verdão – são 15 jogos, entre 1917 e 1926, com 14 vitórias e apenas um empate.

    A maior goleada da história do clássico aconteceu em 1932, quando o Palestra Italia venceu o jogo por 8 a 0, em partida válida pelo Campeonato Paulista. Os gols foram marcados por Romeu Pellicciari (2), Imparato III (2), Lara, Sandro, Avelino e Goliardo.

    Em 2013, quando empataram em 0 a 0 pela primeira fase do Campeonato Paulista, o Verdão foi a campo contra o Santos com Fernando Prass, Weldinho, André Luiz, Mauricio Ramos e Juninho (Marcelo Oliveira); Márcio Araújo, Charles (Rondinelly), Léo Gago e Wesley; Leandro e Caio (Vinicius).

     
  • Às 22 de março de 2014 20:05 , Anonymous Anônimo disse...

    Palmeiras vai em campo amanhã com Bruno Frango.

    Dessa maneira vai evitar pegar o são paulo.

    Chico.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial