Observatório Alviverde

27/09/2014

PROPOSTA À MANCHA, À VALDÍVIA E ÀS ORGANIZADAS PALMEIRENSES!

  


Sem a união não existe a força!

Este blog, da mesma forma que critica, elogia, reconhece e exalta! Será sempre assim!

O comportamento de nossas organizadas, mormente da Mancha, em face do Palmeiras melhorou, si-g-n-i-f-i-c-a-t-i-v-a-m-e-n-t-e. Como não reconhecer!

Tanto melhorou que estou empenhado em usar este espaço para propor algo que, há algum tempo atrás, seria impensável e que, nem eu, nem ninguém, em sã consciência e em pleno uso de suas faculdades normais, ousaria colocar em discussão: 

RECONCILIAÇÃO VALDÍVIA/MANCHA! 
 
ISSO, MAIS DO QUE NECESSÁRIO É IMPERIOSO! 

HOJE, AGORA, JÁ!

OBS- Como seria salutar para o Palmeiras uma reconciliação total entre a mais importante facção de nossa torcida com nosso único craque. 

Apesar do atrito, das diferenças e da rivalidade, está mais claro do que clara em "xicra" branca que:

"MANCHA E VALDÍVIA, TUDO A VER"! DOIS CRACASSOS EM SUAS RESPECTIVAS POSIÇÕES!

Não vamos entrar no mérito de quem tinha, tivesse ou tenha razão. Desse embate Mancha-Valdívia, só uma coisa é líquida e certa: 

"o grande prejudicado foi, é, continua, e, continuará sendo o meu, o seu, o nosso Palmeiras."

Para que haja o reatamento é muito fácil, pois não será necessário nenhum anúncio, nenhum encontro, nenhuma entrevista, nenhuma declaração, nenhuma publicação, manifestação ou coisa assim. 

Basta, apenas, que a Mancha aplauda o atleta em seus acertos, estimulando-o, ajudando-o em campo e reconhecendo as suas inegáveis e indesmentíveis virtudes de melhor jogador em atividade no futebol brasileiro.

Essa infantil e infrutífera argumentação da liderança manchista de que Valdívia, mesmo na qualidade de craque, seria um jogador dispensável, pelo fato de estar, "sempre", contundido ou impedido de atuar, simplesmente, não procede.

Pelo contrário, apenas e tão somente motiva a mídia inimiga a continuar criticando e batendo cada vez mais forte em nosso melhor jogador,atrapalhando-o, desvalorizando-o e colocando-o, eternamente, como antipático, indisciplinado, irresponsável e sem o menor compromisso com o clube. 

Porém, as atitudes do chileno em face do Palmeiras (ele declarou-se publicamente torcedor do Verdão) evidenciam que isso não é verdade!

Convenhamos, tudo não passa de outra deslavada mentira e irresponsabilíssima maldade da imprensa gambambi, gerando um ambiente constante e interminável de negativismo e de crise, perenes, no cotidiano do Palmeiras, cujas consequências só quem tem olhos para ver, vê, embora todos possam senti-las através de  seus mais danosos reflexos quando o time entra em campo! 

Aproveitando-se do ensejo, as arbitragens, para agradar e fazer média com o segmento da crônica esportiva que detesta o Palmeiras (a maioria), ignoraram as entradas criminosas de que Valdívia, o jogador mais caçado do futebol brasileiro, sempre, é vítima. É por isso que ele vive no estaleiro!

Sempre fiz críticas muito fortes à atuação da Mancha, proporcionais a alguns eventos negativos infelizmente por ela perpetrados! Ninguém é perfeito, da mesma forma que, por consequência, nenhuma instituição!

Porém, jamais deixei ou deixarei de reconhecer os méritos dos abnegados torcedores que a compõem, aqueles que sob sol ou chuva, no frio ou no calor, nos jogos categorias menores (das escolinhas, ao sub 20), nos bons ou nos maus momentos, no futebol ou em outros esportes, na elite ou na segunda divisão, não deixam nunca, jamais, de comparecer, de apoiar e de incentivar, a nossa equipe. É lindo!

Por isso, sinto-me, completamente, à vontade, para dirigir a todos os manchistas, senão um apelo, uma humilde sugestão para que esqueçam as diferenças pretéritas e apoiem o nosso melhor jogador, incentivando-o, de forma a motivá-lo cada vez mais visando aos nossos próximos compromissos.

Hoje, o nosso objetivo principal é, apenas e tão somente, fugir do descenso, haja vista que não há mais nada a disputar ou comemorar em termos de nosso centenário, exceto a conclusão da reforma de nosso estádio.

Mas os amigos da Mancha e de outras organizadas hão de convir comigo que há um aspecto moral embutido nesse "imbróglio", que é aquele de, mais do que nos livrarmos do rebaixamento, ajudar o Palmeiras a obter uma classificação mais honrosa no campeonato, quem sabe um pouco acima do mediano décimo lugar.

Essa melhora pressupõe vitórias, sempre bem-vindas, principalmente sobre os nossos rivais do estado de São Paulo.

Isso, em parte, nos reabilitaria moralmente, melhorando o ânimo e o astral de nossa sofredora torcida.


Por outro lado, os triunfos obtidos sobre equipes importantes de outros estados, nos dariam um pouco mais daquilo que tanto temos perdido com o passar do tempo, o prestígio nacional.

O Palmeiras, para o meu gosto, gáudio e satisfação, tinha de se transformar, a partir de já, em um time chato, que mexesse na tabela, desbancasse os líderes e aqueles clubes em via de se classificar para Libertadores. 

Imaginaram o Verdão despachando a Gambazada ou a Bambizada da Liberta?   

Dar-me-ia imensa alegria se o time, embora sem perspectivas de título neste Brasileiro, assumisse esse papel! Valeria, a esta altura(ao menos para mim),pelo próprio título!

Seria bom demais, pois, como consequência, daria ao Verdão a condição de obter vagas em torneios de âmbito nacional e internacional para os quais o Campeonato Brasileiro é referência!

ESPERO, SINCERAMENTE, QUE NESTA HORA EM QUE A ADVERSIDADE BATE EM NOSSA PORTA, QUE TODOS OS PALMEIRENSES, DOS MANCHISTAS AOS MEROS TORCEDORES DE POLTRONA, SE UNAM E AJUDEM A EQUIPE, NÃO APENAS VISANDO A SAIR, DO INCÔMODO POSTO QUE OSTENTA, MAS, A MELHORAR, SIGNIFICATIVAMENTE, A SUA POSIÇÃO NA TABELA DESTE BRASILEIRÃO.

PENSEM QUE, ANO QUE VEM, JOGAREMOS EM NOSSA CASA, QUANDO, SOU CONVICTO, VAMOS RIR DE NOSSOS FRACASSOS PRETÉRITOS E TUDO PASSARÁ A SER DIFERENTE!

COMENTE COMENTE COMENTE

5 Comentários:

  • Às 27 de setembro de 2014 10:36 , Anonymous Anônimo disse...

    Prezados Palmeirenses
    Parabenizo o autor e oriento que o documento seja referenciado a nossa maior torcida organizada "Mancha Verde". está disputa de poder corroe nossa nação e alimenta os maus intencionados, basta apenas um basta e aplaudirmos nosso melhor jogador e nossa maior representatividade, seremos mais fortes e realmente organizados. Vamos juntar força para o objetivo final, nossa vitória
    abraços
    Marcelo Dinardi

     
  • Às 27 de setembro de 2014 12:30 , Anonymous Marco disse...

    Para ilustrar e completar o texto do OAV lembro do Campeonato Paulista 2014.
    Valdívia e Alan Kardec foram tirados dos jogos pela violência dos adversários, sem que as tendenciosas arbitragens aplicassem qualquer punição aos agressores.
    (Assim como Fernando Prass foi quebrado em 2013 no jogo que definia o rebaixamento do Ituano)

    Contra o Palmeiras, contra seus craques, existe a liberdade para bater.
    (lembram do rodízio de faltas em 2007 que quebrou costelas do Valdívia, no jogo com os bambis? - saiu até no painel da FSP em 31/08/2007)

    Existindo a união em torno do Palmeiras, nossas torcidas teriam totais condições de colocar a boca no mundo e protestar contra as verdadeiras sacanagens contra o clube.
    Porém, existindo rivalidades entre torcida e jogador, como uma torcida pode ajudar o Palmeiras defendendo alguém que está em litígio com ela?
    Esse é o momento de união geral e volto a insistir no comentário após o vexame de Goiás.
    A derrota humilhante serviu para muita gente no Palmeiras abrir os olhos e não achar que tudo se resolveria normalmente.
    Não podemos continuar brigando sempre dentro do Palmeiras para que os inimigos deitem e rolem em cima de nossa instituição.
    =====
    Obs: o chamados jornalistas palmeirense sabem de tudo isso, mas como são covardes, se calam.

     
  • Às 27 de setembro de 2014 20:54 , Anonymous Anônimo disse...

    O pior adversário é interno, que no Palmeiras existe aos montes.

    Não vou entrar no mérito de TO, mas essa segurada que deram, mesmo com os vexames, tem que trazer tranquilidade ao elenco para ao menos sair da zona.

    Jogador é um bicho fresco e infantil. Se a TO faz pressão, o jogador peida, se não faz, peida do mesmo jeito.

    Estou atento a essa contenção feita pela TO, só espero que não exploda ao nível de vandalismo no fim do ano caso o resultado não venha.

    Sobre Valdivia e TO, é complicado. O mago é um sujeito bem doido, não fica de bem só por interesse.

     
  • Às 27 de setembro de 2014 23:08 , Anonymous Anônimo disse...

    Acho que o interesse em fazer a TO organizada hostilizar o cara, é do investidor e do turco maldito.


     
  • Às 28 de setembro de 2014 01:37 , Anonymous Anônimo disse...

    Já faz uns anos que eu tenho uma impressão dos jogadores que chegam ao Palmeiras. Parece que eles estão entrando num SPA, sem nenhum compromisso com nada, apenas com o salário no fim do mês.

    Concordo que no Palmeiras, a ira da TO é utilizada por empresários para tirar o jogador na marra, sem pagar indenização. Só não vejo isso ocorrendo em outros clubes.

    O Palmeiras, para exercer sua grandeza, precisa se portar como grande. E não estou falando dentro de campo.

    Jogador vem pra cá pensando que terá sombra e água fresca ou que no primeiro aperto que sofrer da TO, foge pra outro clube com o rabinho entre as pernas e de graça.

    Por exemplo, recebemos algo daquele zagueiro David, formado na base?

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial