Observatório Alviverde

11/03/2016

SÓ OUÇO FALAR NO NOME DE CUCA PARA DIRIGIR O PALMEIRAS? MAS, HAVERÁ OUTRO?



O Palmeiras está mudando de técnico e o nome mais forte para assumir o time é Cuca.

Se mal pergunto me desculpem, mas não seria ele, a esta altura, o único nome? 

Penso que pela forma como decorre o assunto e como Nobre e Mattos o tratam, tudo faz-me acreditar que sim. 

Vou mais além. 

Creio, firmemente nessa hipótese, e até publiquei que Alexi Stival (nome de Cuca) já estava, há alguns dias, em negociações com o Palmeiras.

De fato, nome algum, ao menos neste momento é mais forte do que o de Cuca para técnico do Palmeiras. 

Até e pelo contrário, até que me provem ou me convençam do contrário, repito, tenho-o por exclusivo!

Nem mesmo o nome do argentino Jorge Sampaoli, amigo pessoalíssimo de Valdíva, e apontado por reduzida parte da mídia, (meia dúzia de três ou quatro), parece ter
ter a menor consistência. Só Cuca!

Sampaoli, conduziu, recentemente a limitada Seleção do Chile ao título sul-americano e seu time apresentou um futebol bonito, vistoso e de primeiríssima qualidade, insuficiente, porém, para que ele postule o comando técnico palmeirense.

Nome forte ou mais forte, como gosta de classificar a mídia não passa, porém, recibo de nada e nem significa a garantia da contratação. 

Quem não sabe que fatores de toda a ordem interferem nas negociações e conspiram a favor ou contra os acertos contratuais.  Sei de muitos técnicos sobre os quais se dizia estarem com 99% acertado, não assinarem em face de um incômodo 1%. 

Tudo, num repente, pode acontecer e alterar profundamente o panorama negocial  para o certo ou para o errado, para o acerto ou desacerto, para o bem ou para o mal.

É por isto que em ocasiões como essa, em que muitos garantem que o técnico fulano, o preparador físico cicrano, o auxiliar beltrano ou jogador "mingano" está com tudo acertado justo e perfeito com o time A ou B ou com o próprio Palmeiras, eu prefiro esperar a oficialização do fato e a confirmação textual da notícia...

Lembro-me, sempre, da clássica definição de Magalhães Pinto (o construtor do Mineirão) que além de definir bem o que é  política, sem querer, foi capaz de definir, concomitantemente, o futebol. 

Ei-la:

Image result for a política é como uma nuvem
 
O futebol brasileiro a exemplo da política, também é assim: sem tirar e nem por!

Explico:

Um fato qualquer, de maior ou de menor relevância, toma conta do noticiário. 

Após ler, ver, ouvir, pensar, raciocinar e assimilar a informação, você se descuida e dá uma curta cochilada na poltrona... 

Quando, fração de minutos depois, você acorda, tudo aquilo que foi dito anteriormente se alterou, decorreu e os fatos agora já são outros, muito outros.  É incrível!

A propósito da contratação de Cuca pelo Palmeiras, pode-se dizer que, neste momento, o mercado brasileiro de técnicos anda murcho e sem costumeira disponibilidade e fartura dos chamados profissionais consagrados, isto é, os vencedores de títulos. 

Muitos deles envelheceram e já não têm mais pique e disposição para o trabalho... 

Outros migraram para o exterior, não apenas para a Europa, como para mercados recentes e exóticos como África, Oriente e até para a China em busca, não apenas de dólares mas, sobretudo, de uma vitrine onde possam expor os seus trabalhos...

Outros, ainda, são os próprios clubes que os rejeitam, seja por questões de idade, inexperiência, por metodologias de trabalho avançadas demais ou, simplesmente,  ultrapassadas.


Da mesma forma, outros são preteridos em face de seus temperamentos sanguíneos ou fleugmáticos tanto e quanto por resultados negativos que obtiveram mesmo em outros clubes, esquemas e contextos...

O limitado universo da profissão de técnico no Brasil - poucos clubes para poucos privilegiados e ungidos- impõe, hoje, ao mercado restrições tais, a ponto de os clubes, mesmo com dinheiro na mão para contratar não encontrarem nomes a altura de suas responsabilidade e grandeza para o comando de suas equipes.

A alternativa da proposta ao treinador já empregado é pouco disseminada. Não em face da predominância da ética e do respeito entre os clubes, mas em função do elevado custo de transações dessa natureza. 

Muitas vezes os clubes, em face da dificuldade que encontram, recorrem a profissionais sem a mais mínima experiência, como o Palmeiras (leia-se Cipullo) recorreu inconsequentemente a Antonio Carlos e a Gilson Kleina, sempre sem obter os resultados colimados. 

Detalhe, o primeiro era neófito (Cipullo usou o Palmeiras laboratório) e o segundo tirado à mão grande do comando da Ponte Preta. O Palmeiras pagou caro pela deslealdade ao co-irmão campineiro!

A experiência com estrangeiros, raramente vingou, em face de 90% ou mais dos jogadores serem monoglotas, incapazes (é o fim da picada) de entender até o espanhol, ainda que pronunciado "despacito"! Eu não recontrataria Gareca sob qualquer hipótes, muito longe de ser o comandante para um clube complicado como o Palmeiras!

Em suma, está muito difícil para qualquer clube, ainda que com dinheiro para investir.

Está ocorrendo com o Palmeiras, em vias de contratar um treinador que, longe de uma utópica e inalcançável unanimidade, reúne condições de aglutinar em torno de si a maioria das preferências da Leal torcida.

Muito interessante que, desta vez e pela primeira vez na história recente do Verdão, não existe uma lista longa de nomes de candidatos a assumir o Palmeiras. 

Ao que me consta, somente Cuca e Jorge Sampaoli, por enquanto apenas e tão somente citado, mas longe de estar sendo cogitado. 

Você sabe de algum outro nome?

COMENTE COMENTE COMENTE

  

 

57 Comentários:

  • Às 11 de março de 2016 06:50 , Anonymous Lucas disse...

    Se não mudarem alguns elementos deste elenco ou seja, serem eliminados por serem centralizadores e formadores de panelinhas que sabemos quem sejam, Cuca não terá o resultado que dele ou de outro esperamos, pois não tem perfil de líder na minha opinião.
    Leão apesar dos pesares seria o cara, ninguém brinca com este não, é disciplinador e põe os malandros no devido lugar, sejam eles quem forem com status de craque ou pé rapado. Leão não é fenômeno de qualidade técnica é fato, más como não dispensarão os malandros, este faria o que desejamos com o elenco e time.

     
  • Às 11 de março de 2016 06:56 , Anonymous Ailton Viana disse...

    Nada está perdido, pois depende do time e não de outros, vamos classificar, é só ter vergonha na cara e respeito a torcida. Que os melhores sejam titulares, não é possível os malandros jogarem sem mostrarem nada, é uma coisa horrorosa e surreal.

     
  • Às 11 de março de 2016 07:24 , Anonymous Rafael Oliveira disse...

    Volta Leão!!! É a solução com estes malandros que aí estão....
    De preferência com a 'Mão aberta"..
    Avanti Palestra!!!

     
  • Às 11 de março de 2016 07:27 , Anonymous DIRETO DO PTD disse...

    Palmeiras estreará no Brasileirão em casa contra o Atlético-PR

    A CBF divulgou nesta quinta-feira a tabela do Brasileirão 2016. O Verdão estreará em casa contra o Atlético-PR. O primeiro clássico será já na quarta rodada contra o São Paulo, com mando do rival. O duelo contra o Corinthians acontecerá na sétima rodada e contra o Santos apenas na décima quarta, ambos com mando do Palmeiras.

     
  • Às 11 de março de 2016 07:30 , Anonymous Luiz Eduardo disse...

    Não sou fã do Cuca mas ele sabe tirar o time do sufoco.. Foi assim com Goiás e fluminense quando o times estavam no rebaixamento.. O esquema dele foi fechar o time no 3_5_2 e buscar resultados jogo a jogo...

     
  • Às 11 de março de 2016 07:34 , Anonymous victor tredenski disse...

    LEÃO DISCIPLINADOR??

    NEM TANTO O CÉU, NEM TANTO A TERRA

    LEÃO É DISCIPLINADOR, MÃO DE FERRO E O ESCAMBAU NUM TIME COM JOGADORES, DIGAMOS ''BUNDÕES''

    EM ALGUM GOIÁS, NAUTICO E ETC DA VIDA

    POR QUE NOS GAMBÁS DE 2006, QUANDO ELE FOI TECNICO DE LA

    FOI ''FRITADO'' Á FOGO ALTO POR TEVEZ, CARLOS ALBERTO (AQUELE) E CIA LTDA

    NOS BAMBIS DE 2012, QUANDO ERA O TREINEIRO POR LÁ,

    FOI ENGOLIDO POR LUIS FABIANO (NA EPOCA, MAIS CHINELAÇO DO QUE NUNCA, MAIS A IMPRENSA FALAVA QUE ERA VALDIVIA), O GAROTO LUCAS, A JÓIA DE OURO DOS BAMBIS NA OCASIÃO

    E O DONO, OU EX, VAI SABER, DO TIME, DO CLUBE E DE TUDO POR LÁ

    ROGÉRIO CENI

    ENTÃO, TENHO MINHAS DÚVIDAS SE LEÃO É TÃO DISCIPLINADOR ASSIM

     
  • Às 11 de março de 2016 07:40 , Anonymous Flavio Carvalho disse...

    Já vi que não vai mudar nada, este blog vai continuar a mesma coisa.

    Metade vai falar : TIRA O CUCA.

    A outra metade: DEIXA O CUCA AI.

     
  • Às 11 de março de 2016 07:45 , Anonymous Bruno disse...

    O Cuca terá minha aceitação se tão e somente se exigir a volta do craque e melhor meia da américa: VALDÍVIA, EL MAGO!!

     
  • Às 11 de março de 2016 07:46 , Anonymous FABRÍCIO disse...

    BOM DIA!!
    Ganso da caneta = todas as midias comentam.
    Dudu da caneta = nem uma virgula na midia.

    aaa o Brasil....

     
  • Às 11 de março de 2016 07:51 , Anonymous Marcelo Dias disse...

    Ninguém comenta o ex-jogador do verdão e na minha opinião um cara de caráter, transparente, ímpar e que consegue unir o grupo como poucos, escala sem invenções e tal e coisa, sem invenções se é que me entendem.
    JORGINHO, para este elenco seria ideal, barato e resultado certo, não é confundir com jorginho do vasco, não tem nada a haver.

     
  • Às 11 de março de 2016 07:53 , Anonymous TARCÍSIO disse...

    Empresario do Cuca é o Eduardo Uram.

     
  • Às 11 de março de 2016 07:54 , Anonymous Lucas disse...

    Com a saída de Marcelo Oliveira, demitido após a derrota em casa diante do Nacional-URU, o Palmeiras está sem técnico. Mas Cuca está 99% acertado com o alviverde e pode ser confirmado nas próximas horas.

    Sua partida de estreia deve ser contra o mesmo adversário uruguaio, na semana que vem, fora de casa.

    E ele já até pediu reforços: um meio-campista e um lateral-direito.

     
  • Às 11 de março de 2016 07:59 , Anonymous Lucas disse...

    CUCA, 2ª-feira ele estará treinando a equipe.
    Anotem aí, é fato.!!

     
  • Às 11 de março de 2016 08:01 , Anonymous BOCA DURA disse...

    Agora vai...

    Leandro Calopsita e Vinícius marcando gols na mesma partida pelo Coritiba.

     
  • Às 11 de março de 2016 08:11 , Anonymous Miguel disse...

    Esta derrota para o Nacional em casa foi uma porrada tamanha no entusiamo e confiança de nós torcedores, estes caras deveriam pagar pelo que fizeram a todos nós. Só vencendo os dois próximos jogos para retomarmos a confiança na sequencia e êxito na Liberta.
    Coisa não impossível más complicado de acontecer!!
    O que fizeram conosco!!

     
  • Às 11 de março de 2016 08:17 , Anonymous Guilherme Tolentino. disse...

    Se não colocarem Zé, Lucas e Robinho no banco não sairemos do que nos encontramos, estes caras centralizam e fazem a chamada panela. Os mais novos com vontade e sangue nos olhos são colocados de lado por estes canalhas.
    Matheus Salles é um exemplo, qual a justificativa para a reserva, o cara foi animal na final da CDB e demais jogos, dai-me paciência!!

     
  • Às 11 de março de 2016 08:20 , Anonymous Jair Rodrigues. disse...

    Mandem os fdp que estragam o grupo na rua, aí não necessitaremos nem de técnico, deixem os moleques jogarem que farão sempre o melhor, enquanto tivermos ex-atletas no elenco será esta merda que assistimos..incrível!!!

     
  • Às 11 de março de 2016 08:30 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Se fosse possível, meu técnico seria Telê Santana, ou então o Luxemburgo dos anos 90, melhores 10 vezes do que qualquer um que esteja hoje por aí. Mas, como é impossível, fico com Cuca. Ou então Leão, prezado Ester, que já fez grandes trabalhos, é disciplinador, inteligente, ídolo do Palmeiras, e o jogador que está no pequeníssimo rol daqueles que me fazem amar e me orgulhar do Palmeiras. Questão de coração, origem e alma, componentes que formam um verdadeiro Palmeirense. Ele é briguento, mal humorado, mas um sujeito reto, sem máculas. Acompanho Leão desde os tempos do Comercial, e sua personalidade sempre foi a mesma, jamais compactuou com malfeitos ou traições, o que, por si só, o recomendam para participar da comissão técnica do Palmeiras, nesta quadra. Ou como treinador, ou dirigente. Que Mattos fique só na corretagem de jogadores.

     
  • Às 11 de março de 2016 08:35 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Mas se vier Cuca ou Sampaoli, meu apoio será integral. Minha prioridade é a parte tática, sonho em ver esse Time jogando bola, executando os fundamentos, praticando o Futebol, e sendo, de fato, uma Academia. Faz tempo, muito tempo, que não temos um Palmeiras assim. Que eu me lembre, desde 1996.

     
  • Às 11 de março de 2016 08:46 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Eu tinha certeza absoluta que o Palmeiras perderia para o Nacional. Só não quis expressar essa convicção para não ficar levando "pau" dos Palmeirenses menos experientes, que não conseguiam enxergar a pobreza do nosso Futebol, dirigido pelo horroroso MO. Falo há meses que com Marcelo não iríamos a lugar nenhum. E sou decente ao ponto de agora dizer: Nem com Zé Roberto, um grandíssimo EX jogador em atividade !

     
  • Às 11 de março de 2016 08:47 , Anonymous Verde insuperável disse...

    A ponto.

     
  • Às 11 de março de 2016 08:51 , Anonymous BIPOLAR disse...

    Que o novo técnico seja ele quem for tenha a autoridade em por os malandros no banco ou afastamento indeterminado destes fdp e canalhas que se encontram no elenco, tipo Lucas, Zé Roberto, Robinho..etc.
    Autoridade e liderança no elenco é o que falta para o técnico, sem o qual chegaremos a lugar algum, afastamento já, para ontem destes fdp que ainda recebem no clube.. lamentável!!

     
  • Às 11 de março de 2016 08:54 , Anonymous Edson da Silva disse...

    Com este elenco de inúmeros malandros? Podem trazer o técnico que quiserem, só e única exceção são os argentinos e garotos da base que vemos sangue nos olhos e brilharem qdo entram no time, os demais são mercenários.

     
  • Às 11 de março de 2016 08:57 , Anonymous Nestor disse...

    Que saudades do time qdo cada jogador tinha o ganho igual a 30 picanhas e não passava disto. Na verdade alguns deste elenco não ganharia nem isto, são fdp e pilantras, não merecem vestir nossa camisa.
    Estou de saco cheio desta canalhice. chega!!

     
  • Às 11 de março de 2016 08:59 , Anonymous Rodrigo Neto disse...

    CUCA????? JESUUUUUUUUSSSSSSSS!!!!!!

     
  • Às 11 de março de 2016 09:02 , Anonymous Thiago disse...

    Vagabundos e pilantras é o que não falta no elenco e diretoria do nosso Palmeiras!!

     
  • Às 11 de março de 2016 09:05 , Anonymous Claudio Santoro disse...

    Chega de desculpas...necessitamos de líder que dê de mão aberta aos enganadores que todos nós sabemos um "tapa" para criarem vergonha na cara.
    Vergonha na cara é o que falta a todos!!

     
  • Às 11 de março de 2016 09:08 , Anonymous SÓCIO TORCEDOR disse...

    A maior perda? Longe de ser financeira como muitos já colocaram, é a do entusiamos e esperança que tínhamos em conquistas que sempre desejamos como a Liberta.
    A torcida vítima mais uma vez...

     
  • Às 11 de março de 2016 09:11 , Anonymous Elcio disse...

    Eu não vejo o Cuca como a solução para os nossos problemas, os jogadores do Palmeiras demostram constantemente uma total falta de controle emocional e o Cuca parece ter o mesmo problema. Porém, ele me parece a única opção que temos no momento, qualquer coisa diferente será uma experiência. Para os que pedem o Leão, uma informação, o tempo passa para todo mundo, atualmente o rugido dele deve estar parecendo um miado, ele já deve estar beirando os 70 anos, se já não os atingiu.

     
  • Às 11 de março de 2016 09:47 , Anonymous Marco disse...

    Leão é treinador com prazo de validade. A boleirada de hoje engole o cara em pouco tempo. Na última vez que treinou o Palmeiras se queimou quando para fazer média com o pessoal da Jovem Pan chamou o elenco de nota cinco.

    Foi o melhor goleiro, disparado, que o Palmeiras já teve depois de Oberdan, mas como treinador não acertou trabalho em time grande por causa da personalidade.
    Leão, como goleiro, foi um vencedor. Um jogador que sempre valorizou o Palmeiras, não ficava puxando o saco de rival para parecer bonzinho para outras torcidas.

    Quanto à parte disciplinar do elenco, hoje, quem tem a obrigação de colocar ordem na casa, de ter comando sobre o grupo dos empregados que jogam futebol pelo clube é quem paga os salários. Presidente e os diretores altamente renumerados têm obrigação de enquadrar essa cambada.

     
  • Às 11 de março de 2016 09:54 , Anonymous Marco disse...

    Mais importante do que o nome do treinador a ser definido pelo Palmeiras é acabar com a política da ação entre amigos dentro do elenco.

    M.O. fracassou porque ficou preso a um esquema de jogo feito para proteger os dinossauros do time. Um meio de campo sem criatividade escalado em nome e posicionamento em campo para dar sustentação aos laterais avenidas.

    Em termos de nomes para treinador, conhecendo a torcida do Palmeiras que só aceita medalhão, as opções ficam restritas ao Cuca e ao Sampaoli.
    Um nome nove, mesmo com potencial e competência seria rejeitado antes de entrar na Academia pela primeira vez.

     
  • Às 11 de março de 2016 09:54 , Anonymous Marco disse...

    Correção: um nome novo.

     
  • Às 11 de março de 2016 09:56 , Anonymous Maurício de Souza disse...

    Já começam falar em reforços com a possivel chegada do novo tecnico. Vamos focar o jogo de quarta-feira contra o Nacional, jogo cheve que temos totais condições de vencer. Com muita determinação tatica e raça, traremos bom resultado do Uruguai. Depois, classificados, poderemos pensar em reforços p/ a fase do mata-mata. Uma coisa de cada vez.

     
  • Às 11 de março de 2016 09:57 , Anonymous Marco disse...

    Sobre a Libertadores.

    Pelos jogos que assistimos, se o Palmeiras quiser, tiver vontade, vergonha na cara e organização em campo, ele se classifica vencendo os dois jogos fora de casa.

    Passamos sufoco contra o Rosário e perdemos para o Nacional pela bagunça que estava o time.

     
  • Às 11 de março de 2016 09:58 , Anonymous Claudio Santoro disse...

    LEÃO E PONTO FINAL.

     
  • Às 11 de março de 2016 11:11 , Anonymous Edson disse...

    Leão, nenhum quer.
    Apanhou até da torcida do Santos, onde foi campeão.
    Personalidade complicada.
    Em uma das vezes que foi nosso técnico, mantinha Valdívia na reserva porque não gostava de gringos.
    Chamava o time de nota 5.
    Trocou Neto por Ribamar.
    Convocou um inexpressivo volante do esporte(não lembro o nome), para a seleção brasileira.
    Amigo íntimo do Palaia, que defenestrou o Tite por telefone.
    Não é a solução pelo que eu sinto.
    Cuca gosta de times com jovens jogadores.
    Montou o time Bambi que foi campeão mundial, trazendo três jogadores do Goiás, entre eles o Danilo.
    ZR irá se aposentar com ele.
    Robinho e Lucas vão virar "bancários"

     
  • Às 11 de março de 2016 11:14 , Blogger Brunoliv disse...

    Eu daria uma chance para o promissor Sérgio Vieira, atual treinador da Ferroviária!

     
  • Às 11 de março de 2016 11:22 , Anonymous Anônimo disse...

    Alguns estão impressionados pelo técnico português da Ferroviária, menos o Atlético PR. Ele ao menos fala nossa língua.

    Outro que chamou a atenção era o técnico espanhol do Guarani da capital que despachou o curica, mas esse tinha uns anos de clube e fala a mesma língua.

    Também tenho dúvida de funcionar técnico gringo. Jogador ia fazer piquete na porta de vestiário, embora Sampaoli e Bielsa tenham cacife pra suportar a pressão. Agora imagine esses famosos perdendo 10 jogos seguidos?

     
  • Às 11 de março de 2016 11:27 , Blogger Unknown disse...

    PALMEIRAS irá vencer quinta-feira.

    Estendendo os irmãos palestrinos estarem desacreditados, pois foram muitos anos de fracassos de 2001 a 2014, com raríssimas exceções, mas estamos falando do símbolo, da camisa, bandeira, da torcida PALMEIRAS e, não pensem que vamos vencer os dois jogos fora, iremos vencer só um e no máximo empatar o outro, para que possamos nos classificar no sufoco da última rodada (quando muitos nos darão por eliminados), quer roteiros mais dramático do que os nossos, mesmo 93????

    Portanto estou confiante, principalmente porque muitos irão nos desprezar até, lembram do Colo-Colo em 2009?

    O ano é diferente, o time é outro, o estádio é outro, os adversários são outros, mas os inimigos (imprensa) e o PALMEIRAS não mudam.

    Eu acredito

     
  • Às 11 de março de 2016 11:27 , Blogger Unknown disse...

    Estendendo = entendo

     
  • Às 11 de março de 2016 11:38 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Leão é o segundo jogador que mais vestiu o Manto Palmeirense, depois do Divino.
    E foi nosso maior goleiro, disparado.
    O fazedor de média, Marcos, não é capaz de desamarrar-lhe as chuteiras.
    Leão tem a "cara" do Palmeiras.
    Foi campeão brasileiro, duas vezes, e campeão paulista, entre outros títulos.
    Apanhou da torcida uniformizada do Santos, pelo fato de que TODA torcida uniformizada é composta por MARGINAIS.
    O Time, de fato, nem era nota cinco. Era nota 4. Foi econômico.
    Um sujeito de personalidade forte, mas verdadeiro, franco e autêntico, qualidades essas que poucos possuem, hoje em dia, neste mundo repleto de hipócritas e malandros.
    Palmeirense de coração e alma. Quem o conhece pessoalmente, sabe disso.
    E teve a sabedoria de nos livrar de Neto, um corintiano ridículo, estapafúrdio, caricato e que odeia o Palmeiras. Nenhum Palmeirense pode reclamar desse ato !!!!
    Concordo que ele tem prazo de validade. Mas, hoje, tudo tem !!!
    Daí entender que ele seria, além de um ótimo treinador, um bom diretor de futebol.
    Mas não sou xiita.
    Cuca, igualmente, seria muito bem vindo.


     
  • Às 11 de março de 2016 11:44 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Como treinador, Leão foi campeão brasileiro, duas vezes, e campeão paulista, entre outros títulos.....

     
  • Às 11 de março de 2016 12:26 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Nosso problema maior é a fumegante panela que insiste em permanecer no Vestiário, desde os (tristes) tempos do inepto Gilson Kleina.
    Será que Cuca terá autoridade para desligá-la ?
    Pelo que sei, ele não tem essa qualidade, tanto como não tinham o medíocre precitado, OO e Marcelo.
    Cuca, neste aspecto, será o mais do mesmo ???
    Porisso quero Leão, entrando de mão aberta e distribuindo carinhos para todo lado.
    É capaz de sobrar até para Mattos e Nobre.
    Concordo que esse remédio, em se tratando de Leão, tem validade curta.
    Mas a dedetização será feita. É o que importa !
    Depois, que venha outro para arrumar a casa.

     
  • Às 11 de março de 2016 13:57 , Anonymous Edson disse...

    Acho que melhor seria termos um técnico sem prazo de validade, que seja agregador e firme em suas decisões.
    Citei acima as "qualidades" do Leão como técnico.
    Como jogador não se discute a sua grande importância, não só pelo Palmeiras, como também por curica, Vasco e Gremio.
    Tem personalidade forte e não sei se é verdadeiro, mas sua conduta esbarra demais na arrogância.
    Quando declarava que o time era nota 5, poderia até ter razão, mas ao dar essa declaração, eximiu-se da culpa dos maus resultados e empurrou tudo para o elenco, o que obviamente piorou a situação.
    Quando Neto, indivíduo pelo qual não nutro a menor simpatia, foi trocado por Ribamar, era uma grande promessa do futebol brasileiro, e essa atitude prejudicou o Palmeiras.
    Precisamos de alguém que acabe com a igrejinha que julgamos existir, que afaste jogadores que não estão rendendo, trabalhe com os jovens valores e entenda de tática, sempre com muita parcimonia e procurando harmonia.
    Apenas um general, um feitor ou disciplinador, ao meu ver, não resolve.

     
  • Às 11 de março de 2016 14:22 , Anonymous Elcio disse...

    Para os dois que estão discutindo sobre o Leão, vou lhes contar a história do campeonato Brasileiro de 1978. O Palmeiras estava muito mal naquele ano, a torcida vaiava o time todos os jogos até que os jogadores não sei como e porque começaram a jogar bola, e ganharam de todos, os jogadores quando faziam os gols, não comemoravam com a torcida, e assim foi até que chegou a final, a torcida já animada com o time, havia esquecido a briga com o time, mas o Leão, não sei por conta propria ou em acordo com todos os jogadores, deu o troco na torcida na forma daquele penalti rídiculo no Careca. Depois disso ele saiu, ou sairam com ele do Palmeiras. Se eu mandasse alguma coisa, esse cara nunca mais teria pisado no Palmeiras.

     
  • Às 11 de março de 2016 14:37 , Anonymous Marco disse...

    Não vamos misturar as opiniões sobre o ex goleiro Leão, tanto como jogador, quanto como treinador com o episódio da final de 1978.

    O que ocorreu em 1978 naquela final foi uma verdadeira "filhadaputagem" de um dos maiores inimigos que o Palmeiras teve na sua história, o "engomadinho" Arnaldo César Coelho.

    Pode ter acontecido todo o restante, não entro nesse mérito, mas não vamos usar isso para "inocentar" o picareta do seo Arnaldo.

     
  • Às 11 de março de 2016 15:19 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Eu estava lá, no estádio, e me lembro da jogada como se fosse hoje. Foi pura pilantragem do Arnaldo. Leão nunca gostou de perder nem no par ou ímpar.

     
  • Às 11 de março de 2016 15:31 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Do livro de Rodolfo Martino, "O pênalti mais absurdo da história do futebol brasileiro", que foi inventado pelo Arnaldo César Coelho para se promover, na primeira partida das finais do Campeonato Brasileiro de 1978:

    "O Palmeiras enfrentou o badalado time do Guarani, de Campinas. A sensação da reta de chegada do Brasileirão, inclusive defenestrando o Vasco em pleno Maracanã, com uma molecada boa de bola (Careca, Renato, Zenon, entre outros), e comandado pelo jovem e promissor Carlos Alberto Silva.

    Os jogos foram em agosto de 1978. O primeiro, no Morumbi, com quase 100 mil espectadores; palmeirenses, em sua maioria.

    Só que, assim como domingo passado na Vila Belmiro, a partida não foi aquela “baba” anunciada por jornalistas corintianos e são paulinos em prol dos bugrinos. Ao contrario. Jogo equilibrado, com algum predomínio do Palmeiras que precisava “fazer” o resultado em casa.

    Lá pelos 30 do segundo tempo foi alçada uma bola na área do Palmeiras que o goleiro Leão defendeu em dois tempos com tranqüilidade. O jovem Careca, que vinha na direção da bola, resolveu parar exatamente na frente do goleiro que tinha pressa em repor a bola em jogo.

    Quase houve choque. Mas, não aconteceu. No momento seguinte, Leão afasta Careca, com o braço esquerdo para dar o chutão para frente. É um gesto leve, quase instintivo. Sem qualquer contundência de agressividade. O suficiente para Arnaldo marcar pênalti e expulsar Leão de campo.

    O Palmeiras já havia feito as duas substituições – e o meia-atacante Escurinho foi para o gol. Resultado final: 1x0 para o Guarani e Leão acabou massacrado pela imprensa a ponto de deixar o Palmeiras ao final do campeonato.

    Dois esclarecimentos.

    Primeiro, Leão sempre foi tido – e ainda hoje o é – como um sujeito arrogante que não baixa a crista para repórteres, comentaristas e afins. Só que sempre foi um extraordinário goleiro. Por isso, era difícil ‘bater’ no cara. Essa foi a chance de rancores antigos virem à tona – e como vieram!"

     
  • Às 11 de março de 2016 15:33 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Resumo da Ópera: A Imprensa massacra o Palmeiras há muitos anos. E tem gente que acredita.

     
  • Às 11 de março de 2016 16:57 , Anonymous Elcio disse...

    Eu também estava lá, vi e revi esse lance 500 v ezes da televisão, ele provocou a expulsão, e ninguem me tira isso da cabeça, assist a quase todos os jogos no estadio naquele ano, o que falei é com convicção. Eu odeio imprensa e Arnaldo , mas não por isso.

     
  • Às 11 de março de 2016 17:45 , Anonymous Marco disse...

    Caro Élcio, se ninguém tira isso da sua cabeça e você acha que um goleiro com a experiência do Leão iria provocar a expulsão em uma FINAL de campeonato brasileiro, para perder um título e muito dinheiro, sabendo que o árbitro era o seo Arnaldo, acho que precisa rever seus conceitos sobre futebol.
    Escrever isso é a mesma coisa de chamar todos aqui do blog de idiotas.
    O soprador de apito além de inventar a penalidade, ainda expulsou o goleiro. Com o passar do tempo, o público em geral passou a conhecer que era o seo Arnaldo e qual o sentimento dele em relação ao Palmeiras.

    Qualquer pessoa que jogou bola na vida, que tem a mínima noção do que acontece dentro de um jogo de futebol, sabe que esse tipo de situação ocorre em todas as partidas. Somente a má fé, a má intenção, pode explicar o que fez naquela final o flamerdista Arnaldinho.

    Se você não gosta do Leão, tudo bem, é um direito seu, também não quero ele como treinador, mas não misture as coisas.

    Sendo justo, conversei pessoalmente com vários jogadores da época da Academia e em vários depoimentos disseram como era o comportamento do Leão no grupo. Graças a ele, alguns jogadores daquele time não estão falidos hoje, só para você ter uma ideia. Sei disso e separo o goleiro do treinador. Por mim, nosso melhor goleiro das últimas décadas não se confunde com o treinador e nenhuma bronca pessoal contra ele pode servir para justificar a atitude de um picareta do apito. Fosse Leão goleiro do flamengo, o seo arnaldo faria o mesmo?

     
  • Às 11 de março de 2016 17:48 , Anonymous Marco disse...

    No final de 2014, quando o Dorival perdeu completamente o controle do time e o Palmeiras estava derrubado emocionalmente, defendi em caráter de emergência a contratação do Leão para treinador.
    Seria um prazo curto, para salvar o time e o trabalho ficaria dentro do prazo de validade.
    Não é o caso agora, quando estamos no meio da Libertadores, do Paulista e não começamos a Copa do Brasil e o Brasileirão. Além do nosso elenco ser muito diferente do que era em 2014.

     
  • Às 11 de março de 2016 19:08 , Anonymous Anônimo disse...


    http://palmeirasonline.com/palmeiras-deve-receber-mais-de-50-clubes-em-reuniao-contra-conmebol/


    Palmeiras deve receber mais de 50 clubes em reunião contra Conmebol

    Palmeiras deve ser confirmado como anfritrião do novo encontro dos clubes

    Naquela que promete ser a maior manifestação até aqui contra a Conmebol, o Palmeiras conversa para ser o anfitrião do próximo encontro da Liga Sul-Americana de Clubes, que acontecerá no próximo dia 31 de março. Existe a expectativa pela presença de representantes de mais de 50 times de todo o continente em São Paulo. Em pauta, a abertura dos contratos da Libertadores.

    Outras duas reuniões aconteceram anteriormente.

    O Peñarol sediou a primeira delas, em Montevidéu, enquanto que o Boca Juniors recebeu a última, em Buenos Aires, no início de fevereiro.

    O evento organizado pelos argentinos foi o maior de todos, teve 38 convidados e atraiu pela primeira vez os brasileiros. Ao todo, estiveram presentes naquela ocasião Atlético-MG, Santos, São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Flamengo, Grêmio e Internacional.

    Ainda foi definida a participação do advogado Eduardo Carlezzo, diretor jurídico da Primeira Liga, para a comissão que estuda a construção do estatuto da entidade.

    O novo órgão de representação dos clubes já conseguiu a sua primeira conquista, com o aumento das premiações ao mandantes das partidas para US$ 600 mil (R$ 2,1 milhões) na Libertadores. A princípio, segundo o ESPN.com.br apurou, a exigência era por US$ 900 mil (R$ 3,5 milhões), mas eles aceitam fechar por US$ 750 mil (R$ 2,9 milhões) em 2017.

    Existe a proposta também para tornar a competição anual.

    Os clubes pedem à Conmebol acesso a todos os contratos de TV e patrocínio do campeonato. O objetivo é descobrir o percentual destinado para suas cotas e quanto fica nos cofres da confederação.

    Até o momento, a entidade se nega a fornecê-los alegando cláusula de confidencialidade.

    Fonte: ESPN

     
  • Às 11 de março de 2016 19:11 , Anonymous Marco disse...

    A matéria acima, cuja fonte é uma publicação da ESPN serve para o torcedor entender a arbitragem chilena do jogo Palmeiras x Nacional.
    As declarações dos jogadores do Palmeiras sobre o comportamento do árbitro em campo fazem sentido.
    O Palmeiras é um dos líderes do movimento de oposição à Conmebol.

     
  • Às 11 de março de 2016 20:16 , Anonymous Anônimo disse...

    No Fox Sports, pouco antes de começar, o comentário foi que esse árbitro foi escolhido por estar entre os melhores do quadro e blablabla por conta da reclamação do Nacional contra o Rosário.

    Juro que fiquei preocupado na hora. Esses árbitros latinos com cara e jeito de "tô nem aí" são os piores. Gostam de aparecer mais que o espetáculo e deixam a partida imprevisível.

    Pra alguns clubes da AL a libertinha não é nada. No Brasil a classificação é bem mais difícil. É dose o clube brasileiro gastar uma grana, se dedicar pra classificar e chega uma arbitragem dessa e põe tudo a perder em minutos. Palmeiras vacilou, mas vive sendo assaltado.

     
  • Às 11 de março de 2016 22:41 , Anonymous Anônimo disse...

    Xi já vi tudo...o Valentim declarou que vai manter o time titular, e se for assim outra decepção à vista no domingo.

    Aí teremos que ver ! Lucas, Robinho e Zé novamente afundando o time.

    Será que essa panela é de aço ? Se for vai ser difícil de quebrar!!!



     
  • Às 11 de março de 2016 23:04 , Blogger Unknown disse...

    A cena do "pênalti" no YouTube:
    https://www.youtube.com/watch?v=vee1ziuXVd8

    Arnaldo César Coelho não vale o que o gato enterra.
    Não é à toa que está onde está hoje.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial