Observatório Alviverde

04/07/2017

O CUSTO EXORBITANTE DOS INGRESSOS NO FUTEBOL MANIPULADO PELA GLOBO!


Observem, no reclame do jogo, os preços que o Barcelona do Equador pratica para o mega confronto contra o Palmeiras, pela Libertadores, o mais importante torneio inter clubes da América.

Agora comparem com aqueles praticados no Brasil (pelo Palmeiras, inclusive) e constatem como o povo brasileiro é roubado, espoliado e sacrificado até em seu maior lazer, o futebol.

Mudando o teor do assunto, mas falando do mesmo assunto, semana passada eu lia -estarrecido- acerca de outro aumento do já impagável preço das taxas de pedágio nas rodovias paulistas!

Tempo vai chegar em que o preço dos pedágios cobrados de uma viagem ultrapassará o custo decorrente do combustível gasto. Quem viver, verá!


Por quê o aumento, se os políticos, parentes de políticos, donos de construtoras e outros oportunistas, aproveitadores agraciados com essa fonte inexaurível de dinheiro fácil, continuam acumulando formidáveis fortunas sem qualquer trabalho ou esforço, à custa dos investimentos estatais e do sofrimento do povo?

Sob os auspícios do meu, do seu, de nosso dinheiro, e, na contrapartida, fingindo ou fazendo de conta oferecer um ou outro serviço cosmético de tapa-buraco ou pequenas obras de fachada, há anos já nos cobram valores estratosféricos!

Como é que os governos (estadual e federal) admitem semelhante abuso da parte dessas personagens sanguessugas que nunca investiram um centavo no ramo que, indevidamente, exploram e na reciprocidade gastam tão pouco do que faturam, em flagrante caso de abuso de uso da coisa pública?

Essa gente já faturou em tantos anos de abuso e exploração ao povo exorbitâncias monetárias capazes de garantir-lhes a riqueza, a fortuna, o equilíbrio econômico-financeiro e o futuro de várias gerações mas, no entanto, continua firme em seu propósito de espoliar cada vez mais a população.

Uma aberração, um despropósito, uma vergonha!

Meus amigos, fiz questão de transportar a este OAV a ilustração de parte da publicação da página esportiva de um jornal equatoriano, para que vocês vejam quanto que nós, o povo brasileiro, somos explorados.

Num país de economia dolarizada (o Equador) que, segundo a Unesco, já está completamente livre do câncer do analfabetismo, tem gente aqui no Brasil que, equivocadamente, ainda supõe que a população de equatoriana é formada apenas por retrasados mestiços chucros e donos de um IDH baixíssmo, quando, na realidade, também nesse quesito, faz tempo que o Equador deixou o Brasil para trás apresentando números considerados elevados segundo as instituições internacionais. 

Ah -dirão tantos- mas foi, também com o dinheiro brasileiro, enviado generosamente pelas nossas esquerdas festivas que os equatorianos chegaram lá. Ipso facto! 

Querem a tradução da expressão? Por isso mesmo!

Isso pode ser lindo, maravilhoso,  mas, na verdade, é ilegal, imoral, incorreto, injusto ou, se falando em português bem direto,  c-r-i-m-i-n-o-s-o,  haja vista as tantas carências sociais, educacionais, de saúde e segurança que se agravam no Brasil, para que se fale apenas naquelas mais básicas, que perduram até hoje.

De fato, essas esquerdas festivas brasileiras, formadas pelos homens mais abjetos, vagabundos e desclassificados entre os tantos políticos vagabundos que conheci (pessoalmente) em muitas décadas de vida midiática, ajudaram os equatorianos a chegar ao lugar e ao patamar em que chegaram.

O Equador, hoje, é um país organizado, o quarto em matéria de segurança da América do Sul, superado apenas por Uruguai, Chile e Argentina. Lá eles não exploram o povo na hora dos lazeres nem, tampouco, restringem o futebol às classes mais abastadas.

De acordo com o anúncio do jogo, o ingresso de geral  para o Barcelona x Palmeiras custa 10 dólares ou 33 reais.

O ingresso para uma dependência denominada tribuna que pelo preço também é popular, está sendo vendido a 15 dólares (repito a moeda equatoriana é o dólar americano) ou 49,50 reais.

As arquibancadas valem 20 dólares ou 60 reais e o setor mais privilegiado e sofisticado do estádio, provavelmente os camarotes custam 30 dólares ou 99 reais. 

Considerando-se os salários mínimos vigentes nos dois países aproximadamente R$ 1.050,00 no Equador e R$ 937,00 no Brasil, será que dá para ver, notar e sentir a verdadeira dimensão da exploração que os clubes, Federações, CBF e Rede Globo continuam, impunemente, inflingindo ao povo brasileiro.

O Barcelona x Palmeiras de amanhã ilustra bem o que estamos afirmando, pois será exibido exclusivamente pela Fox em TV fechada.

Os canais Fox não estão disponíveis nos pacotes comuns da Net que quer sempre mais dinheiro para liberar a visualização desses canais e em razão disso a maior parte da população não os tem.

Eu, por exemplo, tenho o pacote "Premiere" mas sou sempre salvo pela telegato, isto é, pela recepção por satélite, sinal público pelo qual não somos obrigados a pagar já que o pagamos há anos sob a forma de impostos em um país que tem uma das mais altas cargas tributárias do planeta.

Com tudo e apesar de tudo os políticos e os governos estão sempre procurando "reformá-las", claro que sempre com o verdadeiro intuito de espoliar cada vez mais o povo brasileiro.

Uma lei anti monopólio que proíba a exibição de jogos de futebol na TV por apenas uma emissora ou rede (existe mas não é cumprida), deveria ser reinventada, reescrita e cobrada das TVs...

Exemplifico: os jogos exibidos em "pay-per-view" (pelos quais somos obrigados a pagar além do que já pagamos à Net ou às operadoras similares), só poderiam ser cobrados como extra se o canal que transmitisse não exibisse  propaganda comercial.

Além de pagarmos a Net, de pagarmos o "pay-per-view" ainda somos obrigados a ouvir as propagandas das empresas que patrocinam as transmissões. Isso não é justo, leal ou legal!

Moral da História: O cidadão comum, isto é, o povo, está sendo compulsoriamente afastado, cada dia mais, do esporte que ele ajudou a implantar e que ele próprio consagrou no Brasil, o futebol.

E a mídia o que diz? 

Absolutamente nada!

COMENTE COMENTE COMENTE 



19 Comentários:

  • Às 4 de julho de 2017 11:16 , Blogger Duende Verde disse...

    Caro Alcides isso já é realidade!!! Viajo de Ribeirão Preto a Campinas 1x por mês, hoje gasto R$ 85,12 de álcool e R$ 85,45 de pedágios(12 pedágios para ir e voltar). Pagamos muito caro pela Net, Premiere/Pay-per-view para aturarmos narradores e comentaristas que invariavelmente menosprezam e tripudiam da SEP, ainda temos que ouvir o Allianz Parque ser chamado de Arena Palmeiras...esse país é uma vergonha!!!

     
  • Às 4 de julho de 2017 12:09 , Anonymous Anônimo disse...

    amigos:

    a. nosso camisa 10 falou bem, os precos brasileiros sao absurdos e a falta de transmissao tv aberta tambem. Quanto aos pedagios, gasto igual em gasolina e pedagio para ir a roca

    b. grande Moiser: piada velha mas ainda boa. Precisa de um burro para pagar as vontades da mulherada...

    c. sei de tudo: nao precisa agradecer. Palmeirenses inteligentes sao a maioria, mas inteligentes e simpaticos merecem ainda maiores encomios

    d. que lástima o SPFW perder Ceni. Torcamos por nao chamarem um tecnico de verdade.

    Desculpem a falta de acento. Devido a falta de energia na roca escrevo no Mac, que joga com o nome(ou como Borja ainda esta se adaptando, rssss)

    Ester Abea

     
  • Às 4 de julho de 2017 12:59 , Anonymous Anônimo disse...

    Moiser nao, MOISES

    Eta Apple fraquinho, parece o Brasil...

    Ester Abea

     
  • Às 4 de julho de 2017 13:04 , Anonymous Elcio disse...

    Já que o tema é esse e eu adoro, aí vai minha opinião.

    Este é um país que não deu certo, infelizmente ninguém presta.

    Me incluo na lista.

    Duvido que exista alguém nesse país que nunca se utilizou de ilícitos em benefício próprio, nem que seja para aquelas "pequenas" coisas, aquelas que você acha que não tem problema, mas expõe o perfil do brasileiro.

    Como cobrar políticos corretos, se ninguém presta?

    Vou dar um exemplo simples;
    Estive em Berlin o ano passado e fui utilizar o metro, fiquei meia hora procurando onde pagava o dito cujo, é isso mesmo, não tem guichê, não tem catraca, só umas maquinas já na plataforma de embarque onde você enfia o dinheiro e retira o ticket.
    Ao chegar no Hotel comentei com a recepcionista que havia estranhado a ausência de catracas, e perguntei se não havia muitas pessoas que não pagavam o metro e o utilizavam.
    Ela me devolveu com a pergunta:
    Por que você não pagaria?

    Fiquei com cara de bunda e fui pro quarto.

    Você acha que um serviço desse aqui no Brasil duraria quantos dias antes de falir?

    Querem educar seus filhos?
    Ensinem a eles onde fica o aeroporto, é a única salvação.

     
  • Às 4 de julho de 2017 13:04 , Anonymous Diogo Ranelli disse...

    Alcides, sem dizer que vc paga um absurdo de planos de saúde a vida inteira e pouco usa, quando chega aos 60 anos que vai precisar as empresas tem a lei a seu lado para lhe "convidar a sair" com reajustes de 200%.

     
  • Às 4 de julho de 2017 13:16 , Anonymous Diogo Ranelli disse...

    Como diz Sergio Moro, somos treinados para corrupção.

    -Tiramos xerox de trabalhos da escola na maquina de empresa em que trabalhamos para não pagar.

    -Pegamos a caneta da empresa para levar para aula.

    -Fazemos gato de energia elétrica e de sinal de tv, e achamos bonito.

    -Saqueamos caminhões acidentados pelas rodovias.

    -Oferecemos propinas para fiscais de transito e outros.

    -Compramos objetos piratas.

    -Usamos internet e programas sem licença do proprietário.

    Esse País tem que ser reiniciado em 100%.



     
  • Às 4 de julho de 2017 14:19 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Caros amigos palmeirenses,

    Seguindo o tema de hoje, peço que assistam esta palestra até +/- o minuto 40 para entenderem o que é o Brasil.
    Somos uma zona de retaguarda da Otan.
    Nunca vão nos deixar ser independentes de fato.
    Sempre vão forçar o nosso subdesenvolvimento em todos os sentidos.

    https://www.youtube.com/watch?v=Sd_Bdoi1acs

    Doutor Enéas Carneiro faz uma imensa falta...

     
  • Às 4 de julho de 2017 15:16 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Falando no doutor Enéas, assistam este vídeo e chorem de raiva.
    E tem gente que ainda aplaude e acredita em FHC...

    A verdade oculta sobre o Plano Real
    https://www.youtube.com/watch?v=ljmgMb8237A

    Em 12 minutos é explicada a "mágica" da queda da inflação, as privatizações a preço de banana e a dívida explosiva que se seguiu.

     
  • Às 4 de julho de 2017 16:35 , Anonymous Edson disse...

    Concordo que o povo faz muita coisa que pode ser censurada, porém acho que em sua maioria age de forma honesta, e é potencialmente honesto.
    Já vi programa de TV mostrando horta, no interior de minas, que mantém suas hortaliças à venda em uma quitanda improvisada, sem que haja vendedor e sem roubos. O sitiante proprietário falou que nunca perdeu nem troco.
    Também vi uma feira de venda de livros em uma universidade, sem vendedor.
    O que não há é educação, objetivo maior desse governo nojento, que para se manter no poder deixou o povo sem cultura e consequentemente sem parâmetros. Soma-se a isso a RGT, que mormente faz os malandros se darem bem em suas novelas.
    Os políticos são os grandes culpados, notadamente os de esquerda, que só pensam no poder e suas benesses, apesar do discurso em contrário.
    O que gera situações de desonestidade, além da ignorância e deseducação, é a impunidade. Hoje em dia, cidadão bate em policial, e tem apoio da mídia.
    Também estive em Berlim, um exemplo de como uma cidade deve ser, e também passei pela situação de não saber onde comprar o bilhete, Fui salvo por uma brasileira que lá morava e me ajudou. Perguntei a ela - E se eu quiser embarcar sem bilhete, dá para ir? Sim respondeu ela, porém se você for pego pelo fiscal, pagará 100 euros de multa, além da encheção de saco. Não adianta explicar que não entende o sistema, você poderá escapar da parte criminal, mas nunca da multa.
    Um país serio, com sucessivos governos sérios, desenvolvem um cidadão correto.
    Um país onde todas as instituições funcionem independentemente e a favor da lei, coisa que não ocorre aqui.

    Em tempo: a tal teoria que o cidadão brasileiro não é sério, que sempre sacaneia com alguma coisa, surgiu para apagar as falcatruas dos governos do PT e foi lançada pelos marqueteiros da esquerda. Antes não se falava disso com tanta ênfase.
    Serei repetitivo, mas quem não presta são os políticos do PT, PSDB, PMDB e todos os outros partidos nanicos.
    Uma vergonha.
    A saída é a dissolução de todos esses poderes vagabundos(incluindo o judiciário).

    E viva o Palmeiras!!!!

     
  • Às 4 de julho de 2017 17:10 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Notícia pra lá de boa, o xará está voltando!!!

    Moisés não descarta voltar no segundo jogo contra o Barcelona
    http://www.verdao.net/noticia.php?n=19240

     
  • Às 4 de julho de 2017 17:14 , Anonymous Edson disse...

    Essa notícia é a melhor de todas Moísés.
    Seu xará é um jogador onipresente em campo.
    Na média de atuações a melhor nota do elenco.

     
  • Às 4 de julho de 2017 17:24 , Anonymous Elcio disse...

    Solução:
    Formatar o HD.

     
  • Às 4 de julho de 2017 17:50 , Blogger Alexandre Correia disse...

    Acho que espanholizaçao do futebol, vai acontecer, os marginais e mulambos vao disparar lá na frente, qualquer dificuldade na bola, o apito resolve.

     
  • Às 4 de julho de 2017 18:50 , Anonymous Pedro Vinicius disse...

    Hoje recebi uma mensagem de um amigo me chamando para assistir o jogo dentro do Allianz através de um telão.
    Detalhe: O preço do ingresso é R$ 60,00.
    O ingresso está mais caro aqui pra assistir no telão do que ver o jogo ao vivo la.
    Vergonha!!!!

     
  • Às 4 de julho de 2017 20:59 , Blogger ester abea disse...

    amigos

    já falo do meu computador

    que notícia boa a volta iminente do xará do querido Moisés

    Guerra, Moises e qualquer outro farão um meio campo consistente

    Cuca arranjará tudo, tudinho

    Acho que ganharemos a CdB, a Libertadores e iremos bem no Brasileiro.
    O jogo contra o SCCP pode desmonta-los psicológicamente, caso vençamos.
    E aí, vamos pra 1o lugar

    É questão de tempo

     
  • Às 5 de julho de 2017 00:12 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Amigos fraternos: Verde Insuperável pergunta, com amor dentro do coração: Me expliquem como cobrar 30 ou 40 ou 50 Reais para ver um jogo no Brasil, se os jogadores valem 35 milhões, 60 milhões, 40 milhões, e ganham 300 mil, 400 mil, 1000 milhão ????? Encerro dizendo: Quanto ganham os jogadores do Barcelona/Equador ? Tudo o que o Alcides relatou é ABSOLUTAMENTE correto. Bem como os queridos bloguistas. Mas, no que concerne ao ingresso do Futebol, infelizmente, em vista dos fatos precitados, NÃO HÁ O QUÊ RECLAMAR !!!

     
  • Às 5 de julho de 2017 00:14 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Bom senso e caldo de galinha não fazem mal a NINGUÉM !

     
  • Às 5 de julho de 2017 02:18 , Anonymous Alcides Drummond (o editor) disse...

    Alcides Drummond (o editor) disse...

    Verde

    Ainda estou acordado. Acabo de tomar o meu caldo de galinha pois a gripe está forte.

    Da mesma forma espero que o bom-senso sempre prevaleça.

    Data venia de seu comentário, há que se reclamar, sim, dos extorsivos preços dos ingressos em face da exclusão dos menos favorecidos dos estádios, embora o escopo maior de minha citação foi discorrer mais enfaticamente sobre a fragilidade da economia brasileira que não ganha nem do Equador.

    O Palmeiras, fora dos limites da grande São Paulo tem uma torcida senão maior, de tamanho igual a do Curintia.

    O Palmeiras não tem apenas gente das classes A e B a torcer por ele como me disse certa vez o ex-presidente Nelson Duque (grande figura humana) cuja imagem referente ao clube parecia resumir-se à sede social, cercanias e adjacências.

    Embora os comandantes do clube por puro orgulho existencial não admitam, o Palmeiras é um clube de massa, sim, embora o vendam apenas como clube de elite.

    A esta altura, pelo próprio processo imitativo da Europa no regime dos campeonatos, na formatação das coreografias antes dos jogos e até na arquitetura e engenharia dos novos estádios, parece que firmar uma imagem de elitismo possa até ser útil.

    O Palmeiras infelizmente sempre tratou suas conquistas do futebol e sua torcida não sócia ou de outras regiões com desdém e de maneira desprezível.

    Não incluo os diferenciados uniformizados que pareciam tomar conta do clube. Só Nobre os tratou como devem ser tratados, sem ligar-lhe a menor importância e é por isto que fomos campeões.

    Essa estúpida discriminação da parte pobre da torcida é que me irrita pois trata-se de um segmento numeroso de pessoas que também consome a marca Palmeiras e não pode, de forma alguma, ser desprezado.

    Esse é um crime social de vastas proporções e inumeráveis consequências.

    Não, não estou reivindicando que o Palmeiras reduza os preços de todos os ingressos mas que ao menos faça use 10% da carga colocando-os à venda a preços populares.

    Isso também não vai descadeirar ninguém (a lei é antiga mas como tudo no Brasil não é cumprida) e atenderá uma boa parcela de palmeirenses de corpo e alma que também almejam ver de perto o seu time de coração.

    Da mesma forma o Palmeiras teria de dar um jeito de ajudar a torcida a ter acesso aos jogos que a Globo inclui no pacote pay-per-view pois não é do interesse dessa emissora ver um palmeiras forte e gigante

    A idéia dos jogos em telões com cobrança de ingresso, ainda em fase embrionária, mesmo sem conhecer os resultados práticos, considero excepcional (AD)

    5 de julho de 2017 02:03 Excluir

     
  • Às 5 de julho de 2017 11:36 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Alcides, perfeito o seu comentário, concordo inteiramente.
    Deveria até ser a postagem do dia, de tão abrangentee atual.
    Só acrescentando, penso que o Palmeiras deveria fazer como fez o curica, no itaquerão: Tirar as cadeiras de um dos setores atrás de um dos gols, e fazer ali um espaço com ingressos populares. Além de atender ao imenso números de Palmeirenses excluídos, aumentaria a capacidade da Arena, para mais de 40 mil palestrinos.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial