Observatório Alviverde

13/02/2018

PALMEIRAS X LINENSE EU MANTERIA OS TITULARES!


Palmeiras x Linense se enfrentam quinta-feira às 21 H no Allianz em jogo no qual o Verdão busca a manutenção dos 100% de aproveitamento que obteve até agora na temporada 2.018.

É grande  expectativa da torcida palmeirense em relação a esse evento, não apenas pela estupenda campanha do Verdão, como, principalmente, pela perspectiva do lançamento de vários jogadores que, até aqui, não tiveram muitas chances no time principal.

Dizem alguns torcedores que, como se trata de um jogo de médio porte, o Palmeiras pode até dar-se ao luxo de lançar um mistão e fazer rodar o elenco, descansando os titulares para o jogo de domingo, dia 18, às 19,30H  contra a Ponte em Campinas.

Aliás, dizem, muitos, que esta é hora propícia para Roger rodar o elenco e dar um pouco de alegria a muitos jogadores que como têm se limitado, exclusivamente, a treinar, podem estar se sentindo inúteis e desmotivados ek relação ao time.

Nessa hipótese RM poderia colocar em campo  jogadores como Diogo Barbosa, Moisés, Edu Dracena, Guerra, Maike, Luan, Weverton, Prass e outros como Scarpa e Artur que a torcida espera ver em ação no time principal com a maior brevidade e grande celeridade.

De minha parte, apesar da simpatia que tenho por todos esses jogadores quero dizer que NÃO, eu não os colocaria em campo, a não ser um ou outro, em alterações pontuais que não quebrem o sentido de equipe deste novo time do Palmeiras para 2018!

Há algo muito mais importante do que qualquer gestão simpática daqueles que desejem colocar em prática um rodízio, traduzido pela necessidade de o time principal palmeirense adquirir ENTROSAMENTO e capacidade de atuar em conjunto.

Qualquer elenco -quem não sabe?- só adquire entrosamento se jogar seguidamente, na medida do possível, com os mesmos jogadores.

O Palmeiras, até agora, não perdeu para ninguém, sequer empatou com alguém, embora tenha atuado apenas burocraticamente sábado passado em Mirassol, o que muito me preocupou.

O jogo em Mirassol, em meu entendimento, representou uma advertência ao time palmeirense que, a partir dele e  mais do que nunca, tem de jogar junto para que não perca a eficiência coletiva que começa a adquirir.

Você mudaria o time para o jogo de depois de amanhã contra o Linense, priorizando as individualidades?

Ou manteria o time que vem jogando a fim de que obtivesse ainda mais entrosamento?

COMENTE  e envie para este endereço eletrônico:

alcidesdrummond@yahoo.com.br

2 Comentários:

  • Às 13 de fevereiro de 2018 21:26 , Anonymous Ester Abea disse...

    Nao sei quanto ao time , tecnico, etc. O que sei é que mesmo a famigerada imprensa marrom comprovou que o Palmeiras, neste ano, arrecadou mais que Cruzeiro, Flalido, SCCP e SPFW. Juntos.

    Prova cabal e irrefutável que nossa torcida é imensa.

    Quando a (sujíssima) imprensinha marrom quer nos fazer acreditar que a SEP perde do SPFW no quesito torcida, acreditem: há algo podre por traz disso. Provavelmente há a viadagem, hábito tao comum e arraigado no pessoal da imprensa marrom(e hábito que atinge 100% dos focas da Folha). Nao que para "Ester Abea" viadagem(gayzice, boiolice) seja necessariamente "podre". Cada um sabe o fiofó que tem, e tem cada gosto esquisito...
    Mas a imprensa marrom é podre.

     
  • Às 14 de fevereiro de 2018 23:09 , Anonymous Ricardo Borgo disse...



    Eu não mudaria o time, exceto as três vezes permitidas pelo regulamento,

    ou ainda, as substituições normais do jogo. Agora que estamos o caminho

    certo não podemos dar ouvidos aos torcedores. E acho que nosso técnico

    não o fará haja vista sua capacidade em conduzir uma equipe, até agora

    demonstrado. Time que ganha não se mexe. Com as competições diferen-

    tes durante o ano novo terá muito tempo para fazê-lo. E tem mais, “vamos

    deixar o homem trabalhar”.

     

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial