Observatório Alviverde

31/01/2018

VOCE ESCALARIA MOISÉS E SCARPA NO TIME PRINCIPAL, DOMINGO, CONTRA O SANTOS?



Corre solta na mídia uma informação dando conta do retorno de Moisés e da estreia de Scarpa no time do Palmeiras domingo, no clássico contra o Santos.

Como cada palmeirense, tem sua opinião em relação ao assunto, não vou me furtar de emitir a minha.

Objetivamente eu afirmo, em primeiro lugar que caso qualquer deles apareça no time quando do clássico com o Santos, não ficarei nem um pouco contrariado, mesmo sabendo que em meu critério de análise, não seriam as melhores alternativas para o excepcional momento vivido pelo Verdão.

Que Moisés e Scarpa, com o passar do tempo, serão titulares de Róger eu tenho convicção, pelas próprias características desses jogadores, compatíveis com os planos, expectativas e desejos do novo treinador.

Moisés, pelo que mostrou no ano retrasado é um dínamo, um jogador moderno, multifuncional que se desdobra e se multiplica em campo, daquele tipo que corre e obriga o time a correr. 

Em relação à Scarpa anda não tenho uma opinião formada acerca de como esse jogador seria (será) aproveitado por Róger.

Sua entrada imediata no time principal, exercendo o mesmo papel que exercia no Flu, é inibida em face da presença de Lucas Lima, que vem se constituindo, ao lado de Jailson, no jogador mais regular do Palmeiras, ao menos até agora.

Eu poderia, pontualmente, colocar um, colocar o outro e, quem, sabe até os dois no clássico contra o Santos, mas só o faria durante o desenrolar do jogo.
Definitivamente, não começaria o jogo com qualquer deles como titular, deixando bem claro que não se trata de implicância e nem de preferência, mas de mera questão de justiça. 

Se Róger, de fato, estiver correspondendo às minhas expectativas de que ele já é um treinador maduro, preparado e pronto para exercer a  função em um time da grandeza do Palmeiras, ele prestigiará os jogadores que levaram o time a obter a excepcional marca de 12 pontos em 4 jogos, isto é, aos 100%, justamente o máximo que qualquer time poderia conseguir. O Palmeiras chegou lá!

É óbvio que se nós nos sentimos no direito de emitir as nossas opiniões, Róger, tem o direito líquido, certo e profissional de colocar em campo quem ele deseje.

Apenas entendo que a entrada de qualquer jogador em um time que está jogando muito bem e obtendo os resultados mais favoráveis, tem de ser lenta e gradual, para a manutenção da harmonia e de um bom ambiente de grupo. 

Quem tem vivência em administrar grupos humanos ou sensibilidade de análise, sabe que o processo de alterações e definições em um elenco como o do Palmeiras, que tem um exagero de pajés e caciques e poucos índios comuns, requer cuidados especiais para que o ambiente não deteriore.

Em razão disso, as alterações, ao menos neste início de ano e de trabalho, têm de ocorrer sem que haja agressões ou ofensas ao amor-próprio daqueles que, ao menos até agora, deram o sangue por seus objetivos, lutaram por um lugar ao sol e, plenamente, deram conta do recado.

E você que nos lê, faria alterações no time principal?

Começaria o clássico com Moisés como titular?   

Se, sim, Moisés entraria em lugar de quem?

Colocaria Scarpa no lugar de Keno?

Ou Scarpa no lugar de William? 


Ou, assim como eu, daria mais um tempo e ficaria à espreita de uma oportunidade para escalar quem é melhor?

COMENTE COMENTE COMENTE

26 Comentários:

  • Às 31 de janeiro de 2018 06:59 , Blogger Cesar disse...

    Eu manteria o time que está jogando, não podemos trocar o certo pelo duvidoso. Clássico é Clássico, não é lugar de experiencias, mesmo em se tratando de Moises e Scarpa.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 07:29 , Anonymous Elaine Lara disse...

    Será que vai seguir o Cuca? Deixa o time firmar, valorize, ganhar um clássico é fundamental, mantenha o time.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 07:40 , Blogger Ricardo Borgo disse...

    Bom dia Senhores bloquistas, após tempo de apenas leitor retorno a escrever.
    No clássico tem que entrar para vencer, e vencer no momento tem que ser por
    meio desses jogadores que conquistaram os 12 pontos. Paulatinamente deve-se
    fazer novos testes. Vai sobrar time de futebol.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 07:57 , Anonymous Luther Blisset disse...

    Prezado Alcides,

    Eu jogaria no esquema Cuca 2016 com uma formação de 4-2-3-1 sendo:

    * Felipe Melo e Moises postados a frente a zaga marcando a descida dos atacantes e se revezando nas saídas, um saindo pela esquerda e outro pela direita e dando ótima saída de jogo com seus longos e precisos lançamentos, haja vista que os dois são especialistas.

    * Logo a frente uma linha de 3 composta por Dudu, Lucas Lima e Scarpa.
    Jogadores de qualidades técnicas semelhantes, e se bem treinados, podem exercer o típico "carrocel" invertendo posições e confundindo a marcação.

    * A frente Borja, jogador que dentro da área creio que ainda pode render o que esperamos.

    Para o 2º com o adversário cansado, William no lugar de Borja, Keno para substituir quem estiver mais cansado do nosso trio de meias e Tche Tche ou Thiago Santos para o lugar de Felipe Melo ou Moisés.

    Jogando assim, não há adversário pário para nosso grande time.

    Eu, esse ano estou confiante e ansioso para que as competições cheguem.

    Estou do outro lado do mundo, são 19h55 e fazem 5º graus.
    Saudações do Japão!

    Luther Blisset

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 08:16 , Anonymous Anônimo disse...

    Alcides,

    Creio não existir nenhuma chance de estes dois craques começarem jogando.

    Digo isso porque o Roger já deixou bem claro em suas declarações que vai jogar quem estiver melhor. Ou seja, Moisés e Scarpa terão que fazer por merecer suas vagas de titulares, tantos nos treinamentos, quanto nos minutos que entrarão em campo.

    Se não fizer assim, Roger sabe que poderá perder o respeito do grupo.

    Não tenho dúvida porém, que estes dois, além é claro, do Keno, entrarão no decorrer da partida.

    Quanto ao restante da temporada, entendo que a tendência natural é que estes dois craques acabem assumindo a titularidade.

    Abraço! Hudson

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 09:38 , Anonymous Rosemiro disse...

    Na minha opinião, Roger tem que manter o time que está jogando!!

    Moises e Scarpa certamente tem lugar no time, porém, ainda não é o momento, principalmente para jogar um clássico!!

    Se por exemplo, o jogo estiver controlado com um placar favorável a nós, ele pode colocar os dois para jogar a título de avaliação, ou poderá escalá-los no decorrer da partida se o placar estiver desfavorável, justamente para reverter a situação!

    Mas o time a entrar em campo tem que ser mantido!! Isso dará confiança aos jogadores!

    Temos que ter em mente o seguinte; Se perdermos este clássico(o que pode acontecer) nada vai mudar no planejamento interno. Não é e nunca será o fim do mundo!

    E uma eventual derrota ainda poderá servir para Roger avaliar o desempenho de alguns jogadores frente a um adversário mais categorizado, e aí verificar com mais certeza, a troca de alguma peça, dando chance por exemplo a Moises e Scarpa!

    Mas para mim, seria porém fundamental a vitória neste clássico!

    Porque a imprensinha já começou o jogo das especulações( sempre contra o Palmeiras , é claro) e dos ataques velados, afirmando que é um teste para ver qual é o potencial verdadeiro do time!

    Ou seja, imaginem se perdermos o clássico? Surgirão matérias negativas a rodo, como por exemplo que o Palmeiras só ganhou de times pequenos, etc! E em todas as mídias! Vão usar a derrota para nos tirar o foco, criar crises, desunião, desavenças, irão levantar inexistentes picuinhas entre os jogadores, fofocas com o técnico, relembra 2017, e municiar negativamente uma grande parte de nossa torcida que ainda acredita nestes vagabundos!

    Será um bom teste, e acredito que venceremos!

    Volto a afirmar que, se Roger continuar com o planejamento, e fizer seu trabalho corretamente, ganharemos neste ano, no mínimo o campeonato brasileiro. Vejo o Palmeiras muito forte para este ano na disputa do Brasileirão, justamente pelo fato de ser um campeonato de pontos corridos onde a regularidade e a força do elenco fazem a diferença! Mesmo sem poder nos bastidores, tenho certeza de que seremos campeões brasileiros, se claro, tudo continuar mais ou menos dentro do planejamento inicial! Podem me cobrar!!

    Nos demais campeonatos(paulista, Copa do Brasil, e Libertadores), é claro que temos grandes chances, mas, por se tratarem de campeonatos tipo mata mata, a chance de um time inferior vencer uma partida contra um favorito e mudar o rumo das coisas é muito grande, como mostra a história!

    FORZA PALESTRA!!

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 10:32 , Anonymous Elcio disse...

    Acho que é quase unânime a opinião de que o time deve ser mantido.
    Minha dúvida recai sobre manter o Michel Bastos ou voltar com o Victor Luiz, o que seria o correto, uma vez que ele foi poupado por uma decisão da comissão técnica e não por deficiência.

    Se ele não voltar pode gerar o famoso mimimi no grupo e o ambiente começar a ficar com aquelas conversinhas quando alguém de peso for poupado e retornar após o reserva jogar bem.
    Tivemos um exemplo recente com o Thiago Santos.

    Quanto ao Moisés, para mim ficou bem claro que o Moises está totalmente fora de forma, está com a bunda pronta para desfilar de destaque no carnaval.
    Ele em forma é o meu titular no lugar do Tche-Tche ou Felipe Melo, na situação atual, ele é reserva.
    Imagino que no futuro os três poderão se revezar ao longo de todos os campeonatos sem perder a qualidade.

    Quanto ao Scarpa, nem imagino como está e como era, eu não julgo jogadores pelos gols do Fantástico, nunca acompanhei jogos do Fluminense, então não sei se ele é bom, ruim, ou dá parar viver.
    Se for tudo o que falam, deverá entrar no lugar do Willian e formar a linha ofensiva com Lucas Lima, Dudu e Borja.

    Porque manteria o Borja?
    Todos só falam do Borja, porém, analisando friamente o jogo de domingo, eu nem vi o Willian em campo, ele é que deveria ter saído para a entrada do Keno, mas como o Borja custou o olho da cara, ele é que tem que mostrar porque foi tão caro.

    Observe que quando o Keno entrou e foi jogar no lugar do Willian, que consequentemente foi para o lugar do Borja, a substituição simples seria sair o Willian.

    Resumo: kkkk
    Deixa como está que o tempo se encarregará de colocar Moises e Scarpa no time, isso se forem merecedores, segundo nosso treineiro.

    Abraços e bendito seja o tempo livre!
    Hoje consegui escrever do notebook.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 11:58 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Eu manteria o mesmo time, inclusive Michel Bastos.
    Moisés, Scarpa e CIA, no banco, sendo acionados, se preciso for.
    O grande erro de Cuca foi JUSTAMENTE fazer média com todos os jogadores, sob a desculpa de "poupar".
    Só não fez com o melhor deles, o grande e titularíssimo Felipe Mello.
    Mas isso já é outra história.
    Roger, atento, deve ter aprendido a lição.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 12:34 , Anonymous Não Muito Otimista Com A Libertadores disse...

    A libertadores mais fácil da história 2016-2017 mais fácil da história de se ganhar o time desperdiçou, agora jogará a mais difícil da história. Na boa eu priorizaria a copa do Brasil e o campeonato brasileiro esse ano. Deixa paulista como treino e libertadores veremos até onde vamos. E outra, se não classificar na Libertadores tem a sul americana pra jogar, mais fácil. Na real e de coração.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 13:21 , Anonymous Elcio disse...

    Eu só penso em Brasileirão.
    Paulista, tem que ganhar para o Roger se firmar, do contrário começa a fritura.
    O resto vamos ver onde chegamos.
    E espero que assim seja.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 13:38 , Anonymous Jorian disse...

    Não coloraria nenhum de titular, muito pior começar com os 2, se juntar 2 sem ritmo de jogo + Borja, é derrota na certa fora o baile, iria com o time q vem atuando e se o placar fosse mt favorável tipo uns 3 a 0 colocaria 1 deles só pra sentir o clima, agora pensar q um dos 2 vai mudar o jogo é igual a esperança no Borja

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 14:18 , Anonymous Elaine Lara disse...

    Tem que jogar os melhores, quem sabe, quem conhece, Michel Bastos é milhões de vezes melhor que Vitor Luiz, Felipe Mello e bilhões de vezes melhor que Tiago Trombada, o banco já é muito para esses.
    Tchê esta jogando muito, não percebe quem não entende, Moises tem que voltar a velha forma, Willian na do Borja e Scarpa na de Willian, quem não tem cacife, banco, e tem mais é que agradecer e não reclamar.

    Jaílson.
    Diego Barbosa, A.Carlos T.Martins e M.bastos.
    F.Mello Tchê e Lucas Lima.
    Scarpa, Willian e Dudu.

    Time mais compactado, com jogadores que tem intimidade com a pelota, Keno e Borja para substituições imediatas se precisar mudar o jeito de jogar, e passa a régua.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 14:45 , Anonymous verde insuperável disse...

    Elaine Lara: Perfeito o seu comentário !

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 16:26 , Anonymous Olivar disse...

    Para o jogo com as Sardinhas eu faria apenas duas alterações no time.

    Primeira:Na LE embora o Michel tenha jogado muito bem eu voltaria com Victor Luis. Primeiro porque ele não saiu do time por deficiência técnica e segundo porque as Sardinhas vão se armar com 14 jogadores dentro do gol e jogar por uma bola, o contra-ataque nas costas dos laterais pode ser perigoso.

    Segunda: Moisés ainda não está 100%, eu manteria ele no banco a princípio, então eu colocaria Bruno Henrique no lugar no lugar do Walking Dead Tche Tche, jogador este que não marca ninguém, não dá combate no meio de campo, deixa a lateral-direita sempre sem cobertura...é um espectador dentro de campo. Tem um índice de acerto de passes de 95%, porém todos com no máximo 30 cm e sempre para trás, nenhum deles sendo construtivo para armar o ataque, levar a bola até os meias (é igual os 95% de passes certos do Marcio Araujo no Flamengo) além do que toda vez que ele sai o time melhora, faz gol e ganha o jogo.

    Eu ainda dou um voto de confiança para Borja, ele está evoluindo, acho que vale a pena ter paciência com ele, o ano passado ele foi sabotado pelos treineiros e esse ano com a confiança do treinador ele parece estar se soltando e melhorando aos poucos.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 16:39 , Anonymous Luther Blisset disse...

    Minha opinião é semelhante com a da Elaine.

    Nada de esperar.
    Chegou, está melhor? Amarra a chuteira e vai jogar.

    Isso me lembra a época do Felipão.
    Jogador era contratado e só estreava 4 meses depois. Daí estreava mau, voltava pro banco e culpava a falta de ritmo.
    Até pegar ritmo, acabou o campeonato.

    Se o Scarpa estiver em condições físicas, técnicas e o professor entender que ele é o melhor jogador pra posição, tem que jogar.

    Luther Blisset

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 16:41 , Anonymous PorkiDoido disse...

    NÃO DEVEM COLOCAR O SCARPA PRA JOGAR DE JEITO NENHUM!!!

    Eu ainda não achei nenhum trocadilho com o nome dele, então por isso eu veto sua escalação.

    (Aceito ajuda)

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 18:43 , Anonymous VICTOR TREDENSKI disse...

    Porkidoido

    dando uma de Sei de tudo

    o Gustavo não Scarpa de jogar de titular neste time

    vishhhhhhh

    tentei

    o especialista é o Sei de tudo

    mas na moral

    tem que escalar os melhores

    ou seja

    quem vinha vindo de titular

    pensando que no final, a melhor campanha do campeonato decide em casa os mata matas

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 19:22 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Só colocaria os dois pra jogar no finalzinho do jogo (30 do 2T), quando sardinha já vai estar nadando de costas.
    A minha principal dúvida é se o Lucas Lima vai comemorar o gol de falta.

     
  • Às 31 de janeiro de 2018 19:25 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos:


    a. concordo: temos que escalar quem estiver melhor.

    b. agora a imprensa marrom vai espalhar mentiras para todo o lado. ESPECIALMENTE se ganharmos. Aí vai ser dureza aguentar os manés.

    c. também nao estou nada otimista com a Libertadores. Nao vejo nada na LA. Torneio paraguayo, sem credibilidade desde que ferraram o Palmeiras, lá pelos idos de 1968(se nao me engano). E torneio dos Ubaldos Aquinos, que nao contentes em fazer seu trabalhinho sujo no futebol, ainda exportaram o seu modus operandi para um Poder do Brasil. Ou para vários Poderes...

     
  • Às 1 de fevereiro de 2018 07:02 , Blogger Ricardo Borgo disse...

    reforçando meu primeiro comentário, gostaria que o Palmeiras entrasse domingo para ganhar, ganhar bem, colocar o Santos em seu lugar. Talvez o Gabigol participe do jogo, e temos que mostrar o quem manda no terreiro. Não quero nem pensar em perder para esse Gabigol, ainda mais por termos Lucas Lima a nosso favor. Se tivermos com folga no marcador, poderemos fazer experiências, mas o objetivo principal é a quinta vitória.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2018 09:32 , Anonymous Elaine Lara disse...

    O time podre não paga a empresa de segurança.

    https://esporte.uol.com.br/futebol/de-primeira/2018/02/01/com-atrasos-de-salarios-segurancas-do-corinthians-levam-empresa-a-justica.htm

     
  • Às 1 de fevereiro de 2018 14:19 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Grande Elaine Lara. Mais uma jóia feminina a embelezar este blog. Gosto deste blog mais que minhas próprias pregas.
    E TENHO DITO.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2018 15:16 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Não assinei a postagem das 14:19.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2018 17:43 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    E a palhaçada, a calhordice, a inconsequência e a molecagem continua. Tempos sombrios esse em que vivemos. Verde Insuperável NÃO ASSINOU o comentário das 15:16. O das 14:19 sim, e não tenho medo de falar. GOSTO DE FUTEBOL E DO BLOG MAIS QUE MINHA PREGAS. ESCREVI ISSO NO COMENTÁRIO PASSADO. OPINIÃO É IGUAL BUNDA:CADA UM TEM A SUA E FAZ DELA O QUE QUISER, E QUEM ACHAR RUIM, PAGUE MINHA CONTAS.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2018 19:07 , Anonymous Rosemiro disse...

    Os amigos deste blog souberam do minusculo publico no jogo dos bambis x MADUREIRA ontem?

    Apenas 4.456 pessoas!

    O prefeito de Londrina investiu uma grana preta para trazer os bambis, acreditando no DATAFALHA, e tomou um puta prejuizo!! Se fod......!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!

    Este é o clube que, segundo o "DATAFALHA", afirma que tem mais torcida do que o PALMEIRAS?

    KKKKKKKKKKKKKKKKKK!!Nem aqui e nem na China"!

    Mesmo o PALMEIRAS em suas piores fases, levaria no minimo 15.000 pessoas neste jogo!

    E qual a reação da impresinha( incluindo a RGT que transmitiu a aberração) para falar sobre o ridiculo publico de ontem? Quase nada, apenas comentários dispersos e rápidos( com tentativas de arrumar desculpas para a vergonha), seguidos, é claro, de uma exaltação da história e da "força" da bambizada!

    Já pensou se é o PALMEIRAS que tivesse um publico desse? Meu Deus! Era teoria em cima de teoria de como o PALMEIRAS perdeu torcida!! Podem apostar que seria assim!

    Somente nestes institutos de pesquisas safados, desleais, PARCIAIS e comprados, é que a torcida destes bostas é maior do que a do PALMEIRAS!!

    Nunca colocamos um publico menor do que 10.000 pessoas em um jogo que valia uma classificação! Nunca!!!!

    Eles já colocaram 789 pessoas em um jogo do campeonato paulista de 1990( aquele em que eles caíram para a segundona, mas a imprensa não divulga)

    Por isso, meus amigos, não devemos dar credibilidade a qualquer coisa que saia nesta mídia imunda e porca( completamente marrom, como diz a Ester)!

    O PLAMEIRAS, como sempre afirmou o Alcides e que sempre foi uma certeza para mim, tem uma torcida muito maior do que a dos Bambis!

     
  • Às 1 de fevereiro de 2018 21:03 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O palhaço voltou:
    Verde Insuperável assinou APENAS o post das 15:16. Os demais, das 14:19 e 17:43, ELE NÃO ASSINOU.
    Verde Insuperável respeita a língua pátria.
    Verde Insuperável JAMAIS escreveria: E a palhaçada, a calhordice, a inconsequência e a molecagem "continua".
    O verbo, na lavra de Verde Insuperável, frase acima, seria escrito no plural, "CONTINUAM".
    Verde Insuperável é grosso, arrogante, vaidoso, mas não é semianalfabeto !

     

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial