Observatório Alviverde

09/04/2010

DIEGO SOUZA CONTROVERTIDO OU CONTROVERSO?

Aparentemente sinônimas, há uma tênue diferença no significado das palavras, controvertido e controverso, segundo o dicionarista Silveira Bueno.

Controvertido, ele define como discutido, posto em dúvida.

Controverso também quer dizer posto em dúvida, mas pode significar impugnado, contestado.
******
Afinal, vamos falar sobre o controvertido ou sobre o controverso Diego Souza?
******
Eu diria, sem medo de errar, que Diego se enquadra em ambas as definições.

Diego é controvertido na medida em que é discutido e posto em dúvida quanto a sua capacidade e utilidade, pela torcida palmeirense.

Mas, também, é controverso porque, de há muito, vem sendo impugnado, contestado pela maior parte da torcida, por alguns companheiros e pela própria diretoria.
******
Na verdade, já começou a vigorar a contagem regressiva no Palmeiras e muitos parecem contar os dias, na expectativa de que, tão logo termine a Copa, Diego venha a ser negociado com o futebol europeu.

Por enquanto, Diego continua na berlinda e é motivo para acaloradas discussões entre seus admiradores e seus detratores.
******
Assim, alguns, querem Diego no time por tudo o que ele fez de positivo até hoje, traduzido por suas grandes arrancadas, desconsertantes dribles, pelos seus muitos gols, belíssimos, decisivos e por algumas atuações espetaculares com a camisa verde.

Outros, o querem longe do time, por tudo o que Diego apresenta de negativo, tipificado pela irregularidade, indolência, falta de empenho, de explosão física e em determinados jogos por ostentar um posicionamento incompatível que o faz esconder-se do jogo.
******
Alguns o têm como um craque, ao nível de Valdívia ou, até, muito mais completo, porque além de jogar muito, marcar mais, ser mais forte fisicamente do que o chileno, é um artilheiro.

Outros, porém, discordam e o vêm, apenas, como um jogador de muita força física, que, de vez em quando, "por abortos da natureza", transpõe a linha limitrofe entre o jogador comum e o diferenciado.
******
Alguns crêem que ele faz falta, porque sem ele a equipe perde a única referência de arremate.

Outros, entendem que não, e afirmam que a presença dele inibe os companheiros e os induz a se transformarem em meros servidores e abastecedores de Diego.

Assim, todos abdicam dos chutes de finalização e transferem, exclusivamente, toda a responsabilidade dos arremates a Diego, limitando as já reduzidas opções ofensivas do Palmeiras.
******
Muitos garantem que está ruim com ele, mas que seria muito pior sem ele.

Muitos têm certeza de que está ruim com ele e que será muito pior se Diego continuar no time.
******
Acusam-no, tantos, até o goleiro Marcos, de ser muito irregular, de não manter uma média de produtividade à altura de seu potencial, capacidade e qualidade.

Afirmam outros que Diego joga sozinho, que não tem um centro-avante competente e nem alas para tabelar.

Que os volantes são péssimos passadores e que as bolas que chegam a Diego são sempre forçadas e quadradas.

Que quando Cleiton Xavier não entra em campo ele joga sozinho.
******
Acusam-no, vários, de levar uma vida pessoal incompatível com a de um profissional de futebol.

Defendem-no, também vários, ressaltando que ele é família, recém casado e que curte a filha e a esposa no recôndito de seu lar sem grandes envolvimentos com o mundanismo.
******
Fotos que rolam via Internet exibem-lhe uma proeminente e indisfarçável barrriguinha quando a camisa se levanta do calção.
******
Quando Seraphin Del Grande fala que o time não tem saída de bola, e que joga como sempre jogou nos tempos de Luxa e de Muricy, será que estaria se referindo a Diego?

Por que, de uma hora para a outra, a diretoria começa a admitir a saída de Diego que, até há bem pouco tempo era um jogador de alta confiança dela e da parceira, considerado intocável?
******
Seria por que Diego é carregador de bola e não procura o jogo à base do toque de primeira?

Seria em decorrência do seu exagerado individualismo e do fato de prender, excessivamente, a bola?

Seria por que é fominha, egocêntrico no jogo e tenta driblar toda a vez que tem a bola? Por que quer fazer tudo sozinho?

Seria por que é um jogador que procura primeiro aparecer individualmente, para só depois se preocupar com o time?

Seria por que é um centralizador de jogo e o time só ataca se ele "carimbar" a bola?
******
Que outras virtudes e defeitos teria Diego, além das ressaltadas por este comentário?
******
Afinal, ele é controvertido, ou, controverso?

Não seria um exagero debitar-se, exclusivamente, na conta de nosso principal jogador a responsabilidade decorrente dos maus resultados, das más campanhas e dos desastres de 2009?

Voce quer Diego no Palmeiras ou longe do Palmeiras?

Deixe o seu comentário.

12 Comentários:

  • Às 10 de abril de 2010 09:40 , Anonymous Amany disse...

    Já passou da hora de Diego ir embora do Palmeiras. Vai com Deus.

     
  • Às 10 de abril de 2010 09:45 , Anonymous Anônimo disse...

    O Diego é muito bom jogador mais é um jogador de veneta que quando voce mais precisa que ele joga bem ele não joga e deixa o time na mão. Quando o Cleiton não joga ele some do jogo e a gente nem ve ele dentro do campo. A gente já tentou com ele por muito tempo e agora precisamos de buscar novos atleta e seguir em outra direção. Eu acho que ele é bananera que já deu cacho e até rimou. Um abraço a todos.

     
  • Às 10 de abril de 2010 09:47 , Anonymous Alceu Gutierrez disse...

    Alcides
    Desculpa que eu esqueci de assinar o comentario e faço isso agora. Alceu

     
  • Às 10 de abril de 2010 12:57 , Anonymous Ney Verde disse...

    Roberto Avalone

    Mais uma guerra política no Palmeiras? E o mistério...

    O torcedor do Palmeiras anda tão revoltado com os maus resultados do time, lamentando a vexatória campanha no Campeonato Paulista (décimo- primeiro lugar, imagine!) que talvez até dê de ombros para a nova guerra política, que me assegura uma fonte, acontecerá nos próximos meses. Por coincidência (?), meses próximos das eleições.

    É o seguinte: segunda esta fonte, que não faz parte do Palmeiras, mas é amigo dos mais importantes líderes da oposição, os balancetes da gestão Belluzzo não mais serão aprovados pelo COF (Conselho de Orientação e Fiscalização). E que também poderá haver problemas para a construção da Arena que, segundo ela, a fonte "tem apenas uma carta de intenção, não um contrato".

    E assim, fui ouvir também o lado da situação sobre o que estaria ocorrendo. Segundo Seraphin Del Grande, com quem conversei antes de ele partir para uma viagem para o Uruguai, pode mesmo acontecer de os balancetes não serem aprovados: "não porque as contas estejam erradas, elas estão certas e são analisadas pela mesma auditoria que presta serviços desde a gestão Mustafá - garante Del Grande; mas acontece que com a minha saída do COF para o departamento de futebol, quem ocupou o meu lugar é homem ligado à oposição. E aí a votação pode ter esse rumo”.

    (Relembrando: as contas do balanço do ano de Beluzzo - e isso contei neste espaço - foram aprovadas pelo COF por placar apertado, 9 a 7, sendo que agora, com a saída de Del Grande e a entrada do opositor, se não me engano de nome Muñoz, o equilíbrio é total)

    "Estão corretas, então?" - perguntei.

    "Totalmente corretas, dentro da legalidade. Se vai dar lucro ou prejuízo, essa é uma outra história. Mas o que importa é que está dentro da legalidade!"

    "E a Arena, Seraphin, como anda?"

    - "Está tudo certo. Mas quem está mais por dentro dos detalhes é o Cirilo. Converse com ele."

    E liguei para José Cirilo, o principal responsável pelo acompanhamento da obra. Cirilo, para começar, garante que não há mais nenhum obstáculo para o efetivo começo da obra e que não há como voltar atrás, dependendo apenas de trâmites burocráticos: "Até o final do mês tudo estará em andamento, os dois prédios que a construtora vai fazer e começaremos a mexer no campo em junho. A própria construtora já colocou em seu portfolio a Arena, nem teria mais como voltar atrás.”

    Bem, é o que se pode apurar nos bastidores do Parque Antártica, além de termos técnicos como a legalização do “uso de superfície” e coisa e tal. Que interessa ao clube é claro, mas nem tanto ao torcedor saudoso de outras épocas que até cansava de gritar gol. Do grito de “É campeão!”, então, nem se fale.

     
  • Às 10 de abril de 2010 12:59 , Anonymous Ney Verde disse...

    Robert Avallone;

    O MISTERIOSO FRACASSO

    Já que estamos no tema Palmeiras, deixando para amanhã as nuances dos jogos decisivos do primeiro semestre, quem há de explicar o fracasso palestrino no Campeonato Paulista, perdendo pontos para times rebaixados - e muitas vezes em casa - exatamente como aconteceu no Campeonato Brasileiro do ano passado, quando deixou escapar o título e até uma vaguinha na Libertadores em função dos tropeços inesperados?

    "Falta concentração nestes jogos" - diz o técnico Antonio Carlos Zago, que promete que, daqui para a frente, o time mudará de atitude.

    Se Zago está certo em cobrar, não consigo entender que possa faltar concentração a um time profissional. Ela tem de existir até em rachão, pois não? A torcida, revoltada, em grande parte acha que o que falta mesmo é mais bola, mais futebol. Quanto à concentração, volto ao assunto, poderia haver até acomodação se o Palmeiras fosse um Barcelona de Messi, um Manchester de Rooney, um Bayern de Ribery, tipo assim - o que não é, evidentemente esse Palmeiras de, digamos Robert e Ewerton, meu Deus!

    Por outro lado não acho o time e o elenco tão fracos, como pensam alguns. Não. Quem tem Marcos, Léo (que já foi até da Seleção de Dunga antes de vir o Palmeiras, e nesta quarta levar um baile do desconhecido Mazola, do Paulista de Jundiaí), Danilo, Diego Souza, Cleiton Xavier, Lincoln e mais outros, deveria ser time de qualidade.

    Creio que com as chegadas dos novos reforços- Vítor, Marcos Assunção, talvez Tinga (da Ponte Preta), Paulo Henrique (é homem de área autêntico) e outros que devem vir para o Campeonato Brasileiro, ah, com tudo isso o Palmeiras vai ressurgir das cinzas.

    Caso isso não aconteça, o Palmeiras deverá ser objeto de estudo científico. Ou então, como já disse meu amigo Ugo Giorgetti, competente cineasta, em um uma de suas colunas “é caso para benzedeira”.

     
  • Às 10 de abril de 2010 14:19 , Anonymous Miltão disse...

    O palmeirense é um bobo alegre. Não se emenda mesmo. Em vez de pedir mais jogadores para somar com Diego, pede a cabeça de Diego, o único jogador diferenciado que o time tem.

     
  • Às 10 de abril de 2010 20:22 , Anonymous Edson disse...

    O Diego pode ir, missão cumprida. Está atrapalhando, segura a bola demais e erra passes fáceis. Talvez esteja sem tesão, resultado da fria que o Dunga o jogou lá na altitude. De lá para cá não jogou mais nada e vive de espasmos.

     
  • Às 11 de abril de 2010 00:29 , Anonymous SERGIO disse...

    ALCIDES...

    PASSEI APENAS PARA DEIXAR UMA MATÉRIA (PARA MIM SURPREENDENTE)...

    http://esportes.r7.com/futebol/noticias/jobson-diz-que-quer-jogar-no-palmeiras-e-promete-recuperacao-surpreendente-20100410.html

    VEJA ESSE VÍDEO, se possível diga o que acha desse jogador RECUPERADO, e da vontade expressa dele...

    Agradeço sua atenção.

    Boa noite...
    ..

     
  • Às 11 de abril de 2010 09:29 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    Sérgio
    Assisti ao vídeo. O jogdor disse claramente que quer jogar no Palmeiras e isso é ótimo. Antes do episódio eu sabia que se tratava de um jogador acima da média. Ele acabou com a gente naquele jogo final com o Bota porque é muito rápido , insinuante e arremata bem.
    Mas a ida dele ao Palmeiras, em meu entendimento é difícil porque a italiana é preconceituosa demais.
    Além do problema do doping vai ser preciso ver se vai existir lugar na nossa "quota". Quer souber entender o que eu digo, entenda...
    Isso tem nos arrebentado, mas parece que está, com o passar dos anos, melhorando.Graças a Deus.

     
  • Às 11 de abril de 2010 10:07 , Anonymous Pedro Paulo disse...

    Alcides
    Faz tempo que eu não vinha aqui. Eu to de saco cheio do Palmeiras por causa desse Diego que só joga quando quer. Quando ele sair tudo vai melhorar. Voce fes muito bem em escrever isso que escreveu dele.

     
  • Às 11 de abril de 2010 13:47 , Anonymous SERGIO disse...

    .
    ALCIDES...

    BOA TARDE...

    Acabei de ver na "barra lateral" e agora neste post tb, sua resposta. Grato.

    A declaração do JOBSON foi sim surpreendente, pela convicção. Algo raríssimo hj em dia, ainda mais pelo nosso Clube que anda mal das pernas...

    Tem 22 anos, jovem que cometeu um erro, mas que pelo visto se reabilitou rapidamente, como vc disse família é tudo, e mais, será revista a sentença que o condenou a 2 anos fora do esporte que pratica. Quem sabe p/ começo do ano que vem ele esteja "liberado". Renovou c/ o Braziliense, mas isso talvez não seja grande empecilho p/ trazê-lo, se tiverem vontade e ousadia...

    Com tanta "mala osciosa" no elenco, esse moleque não seria nenhum peso a mais...pelo contrário, valeria o investimento, ótimo jogador.

    SOBRE A "COTA" (negros), acho que as coisas começaram a mudar nesse sentido, lentamente, mas está mudando. Enquanto esses dirigentes continuarem com a "mente fechada", o Palmeiras não irá deslanchar...

    E POR FIM, lí um entrevista hj do Belluzzo no Jornal O Estado de SP, 1 página inteira, onde ele falou sobre política, técnicos e futuro - muito bom - apesar de tudo ainda acredito nele como cidadão (não digo o mesmo em relação ao Cipullo).

    P.S.: que tarde dominical mais chata esta, sem jogo NOSSO p/ assistir...

    ÓTIMO DOMINGO A VC e à nossa comunidade palestrina...

    ..

     
  • Às 11 de abril de 2010 18:56 , Anonymous Porcão disse...

    É rodeio demais pra dizer que Diego tem que ir embora para a Europa o mais depressa. Quem não sabe disso.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial