Observatório Alviverde

22/11/2012

NÃO CONTEM COM UMA VOLTA FÁCIL Á SÉRIE-A!





Um monumental engano toma conta da maior parte da torcida palmeirense, a propósito da segunda divisão que disputaremos em 2013.

O que eu tenho lido em toda Web são mensagens arrogantes, pretensiosas e despropositadas, dando como certo o acesso do Palmeiras em 2014, garantindo que o Verdão vai chegar ao título e atropelar todos os adversários. 

A maior parte de nossa coletividade acredita nisso piamente, e está convencida de que vamos retornar facilmente à Série A em 2014.

Acreditam, ingenuamente,  que o Palmeiras vai demolir todos os concorrentes, ganhar de todos por larga margem de gols, com um pé nas costas, como se fosssem favas contadas, mas, sabe-se, as coisas não são bem assim.

Sem time, sem um elenco compatível, sem um grupo forte, unido, otimista, de moral elevado e bem treinado, clube algum sobe, estejam certos disto.

São 20 equipes com o mesmo objetivo e, pode-se dizer, logo de cara, que entre seis a oito têm capacidade de encarar e  enfrentar o Palmeiras de igual para igual e, dependendendo das circunstâncias, até em condições de superioridade. 

Historicamente, o nome, a tradição, o peso do prestígio e da tradição dos chamados grandes que até hoje cairam, prevaleceram  em todas as disputas da Série B.

Todos os grandes conseguiram retornar no já ano seguinte ao descenso, a começar pelo próprio Palmeiras, mas ninguém pode garantir que o fato vai se repetir novamente ou indefinidamente...

Sempre que se envolveram na disputa, os grandes levantaram o título e conquistaram o acesso, embora, muitas vezes, com imensas dificuldades.

O maior e melhor exemplo foi o Grêmio em sua luta contra o Náutico, em que a mídia gaúcha, parafraseando o Brasil e Hungria da Copa de 54, (jogo cognominado de Batalha de Berna), adaptou o termo para o histórico e inesquecível Náutico x Gremio, como a Batalha dos Aflitos.

Mas, se querem saber, no duro, no duro, a realidade é unitária, indivisível, indesmentivel: quem não tiver time, jogadores desequilibrantes e elenco de qualidade não chega entre os quatro!  

E não chega mesmo, ainda que esse time se chame S.E. Palmeiras, e que a mídia deprecie o certame e afirme, equivocadamente, que é, tecnicamente, muito fraco, pois, quem conhece bem a série B, sabe que não é, exatamente,  assim!

A diferença entre os grandes que tiveram a desdita de cair e os clubes menores, reside, sem qualquer dúvida, na capacidade de investimento.

Esse aspecto tem sido o grande diferencial entre os poucos grandes rebaixados e a maior parte da imensa fila de quase duas dezenas de times da série B entre os bons, os medianos e os fracos.

Entretanto, tenho as minhas dúvidas se o fator investimento irá prevalecer, ano que vem , em relação ao Palmeiras, tantas são as nuances que envolvem o Verdão dentro e, principalmente, fora da competição.

Os clubes inseridos no restrito circuito dos bons da Série B e que não conseguiram a promoção em 2012, além da experiência adquirida em um campeonato atípico, presume-se, vão manter a base de seus elencos e chegarão entrosados ao campeonato de 2013.

Ademais, não creio que conseguiremos nos livrar do mal crônico dos erros propositais de arbitragem e da covarde perseguição do STJD, fatores que têm uma influência considerável na decisão de qualquer campeonato.

Pesam, também, sobre o Verdão a incapacidade e a falta de visão cronificada de seus dirigentes, incapazes de contratar jogadores de qualidade. O que dizer de um clube que evita ter muitos negros retintos no elenco?

Além disso, não se sabe como o Palmeiras vai chegar à importante competição que terá o Paulistão como laboratório.

Da mesma forma, também não se sabe qual filosofia será adotada em relação à formação do elenco e do próprio time

Arriscaremos o acesso com um time jovem, rápido, sem medalhões, como subimos, com Picerni em 2003?

Nessa hipótese, teríamos em nossa base atacantes da qualidade de Edmilson e Love, nós que somos especialistas e viciados em defesa e só pensamos em formar goleiros?

Tentaremos chegar com um time mesclado entre jogadores famosos, os conhecidos, os pouco conhecidos, alguns desconhecidos e a garotada da base?

Ou será com um time caro, experiente e forte, montado e preparado para ganhar a Libertadores?

Será que a disputa de uma copa de alcance continental terá o poder de persuadir as estrelas e fazer com que jogadores de grife topem jogar a segundona com a nossa camisa?

Será que vai haver um êxodo de nossos principais jogadores como Barcos, Henrique, Valdívia, Assunção e outros?

O Palmeiras tem de definir logo como vai encarar a segundona 

Tem de iniciar, de imediato, o planejamento e estabelecer a sua estratégia em termos de dispensas, contratações, formação de elenco e filosofia de jogo, usando o Campeonato Paulista como laboratório de desenvolvimento e entrosamento da nova equipe; 

Com seis meses de antecedência ouso dizer que, com Kleina no comando, vai ser extremamente difícil ao Palmeiras chegar entre os quatro primeiros da série B. 

A não ser que o clube permita a Kleina montar um elenco com jogadores de sua irrestrita confiança. Ainda assim é discutível!

Mas, será que Kleina resisitirá ao desgaste do Paulistão e sobreviverá para iniciar o Brasileiro? Tomara que sim, mas. temo que não!

De qualquer forma, torço, sinceramente, para que eu esteja errado!

COMENTE COMENTE COMENTE

============================================================
============================================================
============================================================


VOCES SE LEMBRAM DE DUAS HISTÓRIAS QUE CONTEI NESTE OAV A RESPEITO DO REBAIXAMENTO DO PALMEIRAS EM 2002,  QUE A TURMA DA MÍDIA CHAMOU DE "TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?"

EU DISSE QUE ALGUNS JOGADORES DO VITÓRIA TENTARAM VENDER O JOGO AO PALMEIRAS E QUE O PAYSANDU HAVIA VENDIDO O JOGO PARA O INTER!

1°) Um funcionário do Palmeiras disse-me que alguns jogadores do Vitória teriam pedido ao Palmeiras 3 milhões para entregar o jogo final que nos rebaixou. Precisávamos do empate! O presidente Mustafá Contoursi teria dito que não topava e que ganharia o jogo em campo! Diante da recusa, o Vitória fez o jogo da vida (como o Inter, este ano) para nos rebaixar e ganhou por 4 x 3. 
Por coincidência um atacante do Vitória de nome André que tripudiou bastante o rebaixamento do Palmeiras após o jogo, viria a ser contratado pelo Verdão, tempos depois. Esse episódio não foi confirmado oficialmente.

2°) Eu fui informado por um colega de imprensa de Belém, que o Inter havia comprado a vitória, o que, na época, foi confirmado por um colega da crônica gaúcha, torcedor do Inter. 
Agora o presidente do Papão daquela época, Artur Tourinho deu entrevista ao "globo.com" e confirmou, oficialmente, o que aconteceu.

ENTREM NESTE LINK E CONFIRAM:

.http://globoesporte.globo.com/pa/noticia/2012/11/ex-presidente-do-papao-suspeito-que-quatro-se-venderam-em-2002.html

Juca de Higienópolis e seus fantoches continuam enchendo a boca e falando, irresponsavelmente, em Brasileirão por pontos corridos com quase um ano de duração, sistema de campeonato que aniquilou completamente a maior parte dos clubes brasileiros e destruiu o, outrora, pujante futebol do interior. 

Um campeonatoi assim só interessa mesmo a profissionais da mídia que gostam de viajar pelo Brasil o ano inteiro e as duas redes de TV que usurparam do povo o futebol Brasileiro, Globobo e Bandida;

O Brasileirão por pontos corridos é um campeonato gélido, sem emoção, sem final, viciado, descarado, corrupto e tudo mais que queiram...

Só não ve quem não quer ou não está interessado em ver.

CAMPEONATO BRASILEIRO POR PONTOS CORRIDOS JOGADO POR LONGOS OITO MESES, QUASE  O ANO INTEIRO, 

UMA TESE TÉCNICA E MORALMENTE INDEFENSÁVEL!


===================================================
===================================================


 O PALMEIRAS NA 2° DIVISÃO EM 2013!



Ok, já decidiu!

Mas,

O CANCELAMENTO DO PACOTE SÉRIE-A
e
A COMPRA DO PACOTE SÉRIE-B EM 2013


 


(ENE - A - O - TIL!) 

N-Ã-O

================================ 

Aos diretores, produtores, repórteres, comentaristas e assemelhados, e a todos aqueles que torceram, aplaudiram ou ajudaram a rebaixar o Palmeiras oferecemos, com carinho, aquilo de que eles mais gostam:

 

============================== 

Meus amigos do OAV

NÃO LEVEM A MAL POR REBAIXARMOS O NÍVEL DO BLOG!

BEM PIOR FOI ELES AJUDAREM A REBAIXAR O PALMEIRAS!

NÃO PODE FICAR BARATO!(AD)

4 Comentários:

  • Às 23 de novembro de 2012 07:36 , Anonymous Anônimo disse...

    Concordo com o redator. Existe muita prepotência em relação à série B. Tem que haver mais seriedade para enfrentar a competição e não achar que está ganha por antecipação.

    O motivo principal da preocupação é que mesmo após tudo o que o Palmeiras passou neste ano de 2012 existe total desconsideração da influência dos problemas extra campo.

    Para chamada Mídia Palestrina, para a imprensa e para a torcida o campeonato de 2012 foi uma competição normal, sem que nenhum prejuízo com arbitragem tenha sido decisivo para o resultado final.

    Continuando com a nossa fraqueza nos bastidores, com a alienação da torcida e o jogo sujo da imprensa contra o Palmeiras, o time não sobe.

    Caso não haja uma mudança radical de postura do clube e de mentalidade, o Palmeiras será roubado novamente e no final do ano imprensa e torcida voltarão a discutir apenas as questões técnicas da equipe.

    Os acontecimentos de 2012 são graves, pois indicaram que o Palmeiras não é mais respeitado pela CBF. Sua diretoria e sua torcida, mesmo com tudo o que aconteceu, ainda não acordaram para a realidade. Falamos desse problema desde o início do campeonato e não apenas agora após a consolidação do rebaixamento.

    Para o palmeirense parece existir algum trauma que o impede de abordar o assunto como medo de que essa abordagem possa indicar o não reconhecimento das suas falhas. Preocupamos-nos muito mais com a manutenção de uma imagem infantil do que na resolução dos nossos problemas.

    Já imaginaram se o Flamengo, o time da marginal ou o São Paulo tivessem sido rebaixados nas mesmas circunstâncias do Palmeiras? Claro que isso é apenas um exercício de avaliação, pois essas equipes são as oficiais da imprensa e da CBF, mas para efeito de avaliação a comparação é mais do que suficiente. Como seria a abordagem? Será que os pontos tirados no primeiro turno cairiam no ostracismo como caíram aqueles perdidos pelo Palmeiras?

    Para o futuro, para a série B, como o Palmeiras será tratado pela CBF e pelos árbitros? Essa pergunta é mais importante do que a montagem do time, pois se continuar como está o trabalho de sufocar o Palmeiras para tirar seu mercado terá continuidade.

    Infelizmente e irresponsavelmente muito pouca gente está dando importância para esse problema crônico do Palmeiras! Tiram alguns pontos em campo, estimulam o terrorismo emocional pela imprensa, plantam notícias, a torcida faz o resto, a diretoria se esconde e o time não sobe!

     
  • Às 23 de novembro de 2012 16:00 , Anonymous Anônimo disse...

    MANO MENEZES ACABOU DE CAIR DA SELEÇÃO.

    A IMPRENSSA JÁ ESPECULA QUE SER´AFELIPÃO.

    LA PREGUNTA: ELE VAI CONVOCAR O LUAN?

     
  • Às 23 de novembro de 2012 17:05 , Anonymous Edson disse...

    Taí contrata o mano, especialista em segundona.

    Acabei de cancelar o PPV.

     
  • Às 23 de novembro de 2012 18:59 , Anonymous Ex - Jogador disse...

    O Palmeiras, pela sua grandeza, tem obrigação de voltar com facilidade sim senhor. Eu acredito que volta a séria A com muita facilidade, logo após a virada do segundo turno.

    Gostei que kleina vai colocar o goleiro Alemão para jogar os últimos 02 jogos; quiçá não sai mais.


     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial