Observatório Alviverde

25/05/2014

PEQUENO COMENTÁRIO DE INTERVALO ATÉ QUE FIQUE PRONTA A POSTAGEM FINAL!



A chuva, quando cai em quantidade, prejudica o time de maior categoria e privilegia aquele de maior força física.

Não que o Palmeiras não tenha força física, tem, mas ela se torna menor em relação ao adversário, na medida em que se tem em campo um jogador de pouca condição física, o antiatleta Mendieta.

Sem querer culpabilizá-lo e nada e por nada, ele, Mendieta, por sua pequena mobilidade e falta de sentido de marcação, é o diferencial negativo deste primeiro tempo.

Não se discute que ele bate bem na bola, tem boa visão de jogo, mas, afinal, quem conhece um pouco de futebol sabe que ele não tem físico para marcar ou participar mais do jogo, na mesma medida em que não é um jogador da qualidade de que o time necessita para a armação das jogadas. Não passa de um meia-boca!

Ademais, teve a sua atuação prejudicada por uma pancada recebida por volta de oito minutos de jogo, o que, evidentemente, piorou ainda mais a sua participação no jogo.

O Palmeiras criou e desfrutou de algumas situações para marcar, das quais, infelizmente, Henrique não participou pois além de estar severamente marcado, ninguém encosta nele ou o aciona com perfeição.

A Chapecoense merece a vitória por 1 x 0, em face de ter dominado territorialmente o jogo em mais de 60%, da mesma forma em que fez do goleiro Fábio, com seis ou sete defesas decisivas, o melhor homem em campo.

Apresentamos vulnerabilidades de marcação, sobretudo (é inexplicável) pelo setor de Wendel, embora o gol tenha saído pelo outro lado, o lado de William Matheus.

A jogada aconteceu a partir de uma presepada de Marquinhos Gabriel que perdeu a bola no meio de campo, pela meia direita, e o time de Chapecó virou pela direita e encontrou a defesa alviverde desguarnecida. O lateral deles Fabiano, avançou livre e cruzou para a conclusão de Tiago Luiz em bola que nem o milagroso Fábio teria condições de defender.

Pena que o Palmeiras vá continuar com Mendieta e vai continuar sem  a predominância no meio campo! Isso não me cheira nada bem!

Valentim acertou no homem a sair, Mendieta, mas errou ao escalar Felipe Menezes. Precisamos de força ofensiva, de agressividade. Tinha de entrar com Bernardo!

Chiii. Tomamos o segundo gol. Falha individual feia de Marcelo Oliveira.

Com o Felipe Menezes (armandinho) vai ser difícil fazer gols. Tomara que eu esteja errado!

COMENTE COMENTE COMENTE


4 Comentários:

  • Às 25 de maio de 2014 21:33 , Anonymous VICTOR TREDENSKI disse...

    COMO O WESLEY ME IRRITA

    PONTE QUE TE PARTIU.........

     
  • Às 26 de maio de 2014 09:13 , Anonymous Marco disse...

    Não devem mudar nada a análise após o jogo de ontem, comparada com as avaliações após as últimas vitórias.
    Para o Palmeiras alcançar resultados precisa jogar com todo esforço e quando joga para o gasto, perde.
    O time que perdeu ontem e venceu as últimas partidas deve contar para a sequência da competição com os jogadores afastados e com contratações.
    Prass, Eguren, Valdívia, Bruno César e Leandro serão “reforços” para o time junto com jogadores que devem chegar.
    Pras foi bem substituído, Eguren é para compor o elenco, mas Bruno César se voltar em forma, Leandro com mais empenho e Valdívia, se ficar, serão ótimos “reforços”.
    Contratações devem acontecer para acrescentar condição a essa base.
    Ficou evidente a necessidade de melhorar o meio de campo e o desempenho desse setor nesses jogos deveria servir de lição para aquele grupo de torcedores que se preocupa somente com o salário do Valdívia e se esquece de que sem ele nosso meio de campo cai muito de produção. Nesse ponto sim, ficamos pequenos, pois criamos uma geração de torcedores que deveria torcer para o time da Mooca e não o do Palestra. Perdeu-se a vontade de ter jogador acima da média no time. Ficam preocupados se o cara ganha muito, mesmo que tenha futebol para isso. Com certeza, nos demais times grandes querem seus jogadores por lá e não que saiam porque “ganham muito”.
    Quanto aos adversários que enfrentamos, tanto Criciúma quanto Chapecoense vão tirar pontos de muitos times, já o Figueirense só tira pontos de times da piada pronta.
    Essa parada para a Copa vai definir os objetivos do Palmeiras no campeonato. Caso a diretoria esteja pensando em brigar pelo título, poderá acertar o time para isso.
    As derrotas para o fraquíssimo Flamengo e para o Sampaio Correia servirão para resolver nosso problema de treinador e essa derrota em Chapecó deverá servir para a diretoria acertar o elenco para o restante do campeonato.

     
  • Às 26 de maio de 2014 11:31 , Anonymous Edson disse...

    Concordo com o Marco.
    O que matou ontem foi a LENTIDÃO. Nosso meio campo com o Wesley e Medieta fica muito lento. Wesley vai bem quando joga o Valdívia, pois tem com quem jogar. O Mendieta tem que ser banco.

     
  • Às 26 de maio de 2014 13:02 , Anonymous Marcelo Palestra disse...

    Eu não consigo entender!
    Como eu havia escrito no post anterior, uma derrota em Chapecó era um resultado possível de acontecer.

    Infelizmente aconteceu! Paciência!! Jogamos mal e não poderíamos ter melhor sorte!

    O campeonato é difícil, as equipes se equivalem, e não existe adversário fraco.

    O que eu não me conformo é com a apatia demostrada pela equipe no jogo de ontem. Parecia o time dirigido por Kleina.

    Nestes ultimos jogos, elogiei a postura dos jogadores, que vibravam, com vontade, determinação e garra.

    Mas ontem, foi um show de desinteresse e falta de aplicação, capitaneada pelo senhor Wesley.

    Eu não entendo por que isso acontece! É um mistério!!

    Estão com os salários em dia, tem a possibilidade de ganhar mais pela produtividade, etc.

    Qual o motivo? A contratação de Garêca? Picuinhas e fofocas levadas aos jogadores pelos vagabundos e patifes da "oposição" que agem dentro do Palmeiras para desestabilizar o ambiente( sim, eles fazem isso direto, e sem nenhum pudor, desde que a ação lhes renda um cargo ou a participação em negocios escusos e mamatas)?

    Ou alguma besteira oculta praticada pela situação , na figura do "Nobre" presidente e sua "nova e moderna" diretoria?



     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial