Observatório Alviverde

23/05/2014

CADA NOVA VITÓRIA DO PALMEIRAS EXPLICA MELHOR A DEMISSÃO DE GILSON KLEINA!





Cada vitória do Palmeiras, sob a direção de Alberto Valentim, (com o mesmo time e sem Valdívia) coloca em evidência a fraqueza de Kleina e sua incapacidade para dirigir um time do porte, do jaez e da importância da SE Palmeiras.

Fique claro que, ao dizer isso, não estou afirmando que o interino tenha tornado o Palmeiras um timaço, um esquadrão imbatível ou coisa assim. 

Muito longe disso, o Palmeiras, neste momento, está jogando, apenas, o trivial, simplesmente para o gasto!

Mas nem isso o impotente Kleina conseguia fazer, perdido nos desvãos da administração de um elenco, não profissionalmente, mas, como se fosse uma simples ação entre amigos.

E nem foram tantas assim as ações de Valentim na elaboração e na formação do time! 

Simplesmente, ele retocou o trabalho de Kleina que, se, filosoficamente, estava correto em múltiplos aspectos, do ponto de vista administrativo do elenco foi um completo fiasco.

Faltou a Kleina, justamente, o que tem sobrado no interino, isto é, a coragem de implantar ou implementar mudanças e promover as alterações necessárias no time sem se desculpar ou apresentar justificativas a quem quer que seja.

Tivesse Kleina um pouco mais de comando e não fosse tão preocupado em dar satisfações a outrem e ele , poderia, perfeitamente, ter tido atitudes e evitado o pior. Exemplifico:

Por que Kleina insistiu tanto em continuar com o improdutivo Juninho, lateral exclusivamente apoiador e, mesmo na função de apoio, limitadíssimo? 

Ano passado, o Vasco quis o Juninho, mas Kleina, inexplicavelmente, brigou - e muito- pela permanência do jogador, mesmo com alternativas muito melhores no elenco, mantendo-o "ad-aeternum", isto é, definitivamente, no time titular, até perder o posto de treinador!

A volta de Renato ao time, no lugar do insosso e estéril Josimar (indicado por Kleina), cujo futebol está muito longe, até, do criticado Márcio Araújo, era necessária mas Kleina preferiu prestigiar o joador por ele indicado!

 Mesmo recuperado, o jovem volante, de perfil e vocação mais defensiva, foi preterido por Kleina que parecia querer justificar o investimento em um jogador -Josimar- que, ao menos pelo que mostrou até agora, no Palmeiras é abaixo da média!

Interessante é que o próprio Kleina -repito- lançou Renato e, se esperava que ele pudesse proporcionar maiores chances ao garoto a quem Kleina concedeu a titularidade até quando se contundiu. 

Em vez de voltar com Renato, Kleina sustentou Josimar no time e fez uma aposta errada, simplesmente por querer provar que a sua indicação fora acertada. Até o momento, não foi e, temo, nunca será! Tomara que eu esteja errado!

A demora em reconduzir Diogo -hoje o jogador taticamente mais importante do Palmeiras -ao time principal foi outro erro incrível de Kleina, que só não foi pior do que a manutenção constante de Leandro, hoje, na seleção sub 20, que pode ter futuro, mas ainda não tem presente e anda jogando muito mal! 

Manter Leandro como titular absoluto foi outro erro crasso de Kleina e um dos elementos precipitantes de sua demissão. 

Houve outro erro referente a manutenção do goleiro Bruno como titular, quando era notório que Fábio era muito melhor do que ele! 

Esse erro, porém, não o coloco na conta do ex-treinador que, simplesmente, cumpriu o que manda o manual e não ousou, preferindo seguir o natural caminho da hierarquia em se tratando de uma posição importantíssima e de tão poucas alternativas. 

Se erro houve da parte de Kleina foi aquele de lutar pela renovação do contrato de Bruno!

Em suma, meus amigos, observando-se esse novo Palmeiras, já no G4, verifica-se que os retoques de Valentim, auxiliar de Kleina que, certamente, deve ter abordado esses assuntos com o ex-treinador, deram certo! Por que Kleina não o escutou?

Repito, não que o time, da noite para o dia tenha se transformado em um timaço, mas, em função da correção de inúmeras vulnerabilidades apresentadas até então que Kleina não percebeu.

Não pensem, também, que considero que todos os nossos problemas foram corrigidos, pois, nos falta, ainda, apesar da notável melhora com Diogo e Henrique, uma contundência ofensiva maior, justamente o fator que mais nos faltou ontem contra o Figueira.

Para que essa característica seja alcançada e o time possa ter o essencial balanço de setores, necessitamos, urgentemente, de um meia armador, posto que Mendieta, embora com um pequeno potencial (muito longe das necessidades e responsabilidades de um clube como o Palmeiras) está longe de ser esse jogador. 

Ontem, mais uma vez, Mendieta conseguiu ser o mais apagado do time do Palmeiras e, consequentemente, o pior entre todos. Nenhum lançamento importante, nenhuma bola açucarada, nada, absolutamente nada! Nem marcar ele conseguiu! Será que Garêca vai conseguir fazê-lo jogar? Tomara!

Fábio, novamente, este muito bem.

Wendel começou com os nervos à flor da pele, cometeu uma domingada logo de cara e teve que fazer falta na entrada da área para salvar o gol, o que rendeu-lhe um cartão amarelo precoce, que o impediu de atuar à vontade na sequência do jogo. 

É, disparadamente, o melhor preparo físico do time e, nas circunstâncias do jogo de ontem, foi o desafogo do time e o único que conseguiu transpor -várias vezes- o meio de campo e avançar quando o Figueira foi inteiro para o ataque e abafou, completamente, o time palmeirense.

Lúcio jogou -como sempre- com raça, raiva e empenho, embora em alguns momentos tenha perdido a lucidez. Como em jogos anteriores, errou vários passes e entregou, como ocorreu em jogos anteriores, outra bola livre ao ataque do time catarinense que, por muito pouco, não redundou em gol! Boa atuação.

Marcelo Oliveira, jogou com raça e aplicação, sendo figura importantíssima no resultado de ontem, por sua experiência e senso de cobertura do setor mais vulnerável do time, a ala esquerda. Apesar de tudo, prefiro vê-lo como volante, embora acreditando que ele vá continuar como zagueiro.

Renato foi bem, taticamente, sem ser brilhante! 

Wesley, com a bola no pé sabe sempre o que fazer pois é um grande passador. 

Falta-lhe, entretanto, aquela ousadia de início de carreira no Atlético do Paraná e no Santos, quando ele partia sempre em direção ao gol. Hoje é um jogador muito contido!

William Matheus começou nervosamente o jogo, é óbvio que pela presença do novo treinador na tribuna da Fonte Luminosa -assim como Wendell, Lúcio e Marquinhos Gabriel, os mais pilhados- até se acertar em campo, principalmente no segundo tempo quando passou a contar com o auxílio luxuoso de Diogo que mudou da direita para a esquerda o seu raio de ação.

Diogo, outra vez, foi, taticamente, o melhor do time e o gol de Henrique só saiu em função da ação simultânea de Diogo, saltando com Tiago Heleno, distraindo-lhe a a atenção para a cabeça posterior de Henrique, já na sobra.

Henrique, novamente, foi quem definiu o jogo e, depois de Diogo, em meu critério analítico, foi o segundo jogador mais importante.

Entre os substitutos, ninguém se destacou, nem Vitor Luiz (visivelmente assustado em função da responsabilidade do jogo) nem Bernardo, jogador essencialmente ofensivo, que viu-se obrigado a marcar e ser solidário ao time e aos companheiros. 

Mas todos vão, muito em breve, saber do que é capaz esse jogador, caso consiga a titularidade com Garêca!

Que venha, agora a Chapecoense, mas que venha quente porque o Verdão, agora, é G4!

Eu manteria Valentim no banco e Garêca na supervisão para estudar melhor o elenco, ao menos até o final desta fase. 

E Você?    

COMENTE COMENTE COMENTE

NA TV

 
Excelente a transmissão de Bachin (é assim que se escreve?), ontem, no Pay-per-View! Parabéns a ele e a todos os que trabalharam na jornada!

Bachin esteve em plano bem superior aos chamados titulares do canal, (excluam disso o Jota Jr.) pois não acrescentou o ingrediente sarcástico  subliminar costumeiro contra o Verdão!

O que os caras não sabem, ou, se sabem, fingem desconhecer é que narrador não é comentarista e, muito menos, palhaço ou animador de transmissão.

Bachin tem que ter um pouco mais de atenção no português para não dizer, como disse: "assim vai se esparramar os jogadores do Palmeiras"!

Da mesma forma que Odinei Ribeiro, Bachin engole os "is" das palavras. Em vez de dizer Ferreira, Pereira ou Oliveira ele diz Ferrera, Perera, Olivera e assim por diante. É feio e incorreto! Precisa corrigir!

Foi bem o Ivan Andrade, finalmente um comentarista com bom padrão vocal, com a vantagem de que não é um radical, e nem um fanático ex-jogador.

Foi muito bem o repórter André Hernan, que enriqueceu a transmissão com muitas notícias e sem exageros!

Da mesma forma, (sei que muitos vão criticar), ele foi muito profissional ao fazer a pergunta ao Lúcio (na lata) sobre as suas declarações discriminatórias à contratação de um técnico estrangeiro!  

Para encerrar:

Quem viu pela TV (foi tocante e comovente) a quantidade de famílias e de crianças presentes à Fonte Luminosa, vestindo a camisa do Palmeiras, sabe que, por mais que a mídia tente e faça tudo para derrubar o clube, e, a Rede Globo de minimizar-lhe a importância, o Palmeiras é mais forte, eterno e indestrutível!

Com o céu desabando (como choveu, ontem, na região!) o Palmeiras, mesmo assim, conseguiu levar mais de 10 mil pagantes ao estádio!

Até meu irmão, minha cunhada e minha sobrinha que ignoraram a chuva e o mau tempo e se deslocaram de Pederneiras a Araraquara, apenas para ver o jogo. (AD)

10 Comentários:

  • Às 23 de maio de 2014 15:11 , Anonymous MestredosMagos disse...

    O campo estava liso.

    Favorecia mais o time do Figueira do que o nosso.

    Não tínhamos um armador.

    E mesmo assim, vencemos.

    Eu preferia que o Gareca assumisse já o time, mas temos que levar em consideração que a permanência de Valentin até o final da fase é de consenso entre os dois.

    Valetin e Gareca tem tudo para fazerem uma grande parceria.

    Se os dois estão de acordo, quem sou eu para contestar?

    E sendo assim, Gareca poderá avaliar melhor os jogadores e definir as prioridades de reforços e dispensas.

    Notem uma coisa, quando a imprensa começa a falar que uma coisa no Palmeiras está errada, que não vai dar certo, podem ter certeza que é exatamente o contrário.

    Estão falando do Ricardo Gareca, mas caíram do cavalo quando viram o cara chegar com estilo, falando sério, demonstrando conhecimento do assunto.

    Falavam que o Palmeiras iria sofre sem Kardec, que deveria ter pago os 20 milhões (14 + impostos), fora o contrato absurdo de um jogador que fez 76 gols na carreira. O Kardec vai custar quase 50 milhões até o fim do contrato ao São Paulo.

    Nossa como a gente é esperto, diria Adair e seus comparsas.

    Achamos um atacante bom, muito melhor que Kardec no aspecto área e muito mais combativo em campo.

    Um jogador que passou pelo Santos e não deu certo por falta de oportunidades, que senão me engano o Muricy não dava.

    A diretoria só vai acabar de acertar de vez, quando se adiantar e contratar definitivamente o Henrique. Isso é pra ontem.

    Não se pode mais correr o risco de aparecer um atravessador no caminho.

    Dessa vez, no caso do Kardec, ganhamos na loteria.

    Uma sorte dessas, ainda mais se falando de Palmeiras, não bate na porta a toda hora.

    ======

    O Palmeiras vem se superando pela força física, pela entrega dos jogadores.

    Ou seja, o time não tem técnica, mas vem compensando com muita garra.

    O Palmeiras com Gareca vai ter que aprender a jogar com cadência, cansando o adversário e nesse quesito os argentinos são da escola da melhor cepa.

    É o que espero.

    Saudações.

     
  • Às 23 de maio de 2014 15:43 , Anonymous Edson disse...

    Estive ontem em Araraquara.
    Fiquei impressionado com o número de crianças com os seus pais, devidamente uniformizados com o manto palmeirense.
    A globo pode tentar, a mídia toda pode tentar, mas jamais conseguirão diminuir essa torcida imensa.
    Tirei uma foto com minha filha e ela postou no seu facebook. As curtidas e comentários foram em grande quantidade.
    Salve a gloriosa torcida alviverde, que é enorme e apaixonada.

     
  • Às 23 de maio de 2014 16:47 , Anonymous Nei Verde disse...

    Agora Falta pouco:

    - Acertar logo a situação do Luiz Henrique, perdoa o rapaz e faz novo contrato, pois já provou que é bom, porque WENDEL não tem condições....

    -Mais oportunidades para Wellington e Patrick Vieira..


    -Senhor NOBRE não deixe Valdivia sair, banque ele, faz um esquema de parceria com a ADIDAS, ou sei lá o que..., se vira...!!o mesmo com Wesley..

    -Empresta ou da liberação aos entulhos, Bruno, Wendel,Juninho,Josimar e M.Oliveira, Tiago Alves,Victorino, Felipe Menezes, Miguel (Continuar com esses é bater em ferro frio, não vira nada, perda de tempo)

    Mantem:

    Prass/Fabio/Deola.
    Luiz Felipe/Lucio/Wellington/Tiago Martins/Willian Matheus/Victor Luiz/Egurem/Wesley/Renato/Valdivia/Mendieta/Patrick Vieira/Bruno Cezar/M. Grabriel/Bernardo/Henrique/leandro/Diogo/Rodolfo/Mazinho

    Traz ai uns dois argentino que o homem indicar de sua confiança que da tudo certo....

     
  • Às 23 de maio de 2014 20:38 , Anonymous chegou a hora disse...

    Pode ser loucura minha, mas senti uma vibração muito boa vindo com esse técnico.
    Penso que de agora em diante as coisas no palmeiras finalmente vão se aprumar. As nuvens negras vão se dissipar.
    Há muito tempo não sentia isso, cheguei até a me emocionar vendo a seriedade desse gareca. Esse cara tem a missão de trazer o Palmeiras de volta a seu lugar; o topo !
    Posso estar errado, mas meu feeling diz que CHEGOU A HORA !!!

     
  • Às 23 de maio de 2014 23:12 , Anonymous Marco disse...

    Comentário publicado em outro blog como resposta a quem desvaloriza as vitórias do Palmeiras.
    ===========

    Ganhamos do Criciúma que empatou com o Inter.
    Ganhamos do Figueirense que ganhou dos gambás.
    Ganhamos do Vitória que ganhou do Fluminense.
    Ganhamos do Goiás que ganhou do Atlético MG.

    Começo de campeonato, não dá para dizer que tudo está ótimo, mas pelos menos os resultados citados acima mostram que é preciso prestar mais atenção quando às criticas ao Palmeiras têm apenas como objetivo menosprezar o time.

    Enquanto isso, time que toma de cinco é visto com grande candidato ao título.

    A estratégia de plantar a insegurança e o negativismo em cima do Palmeiras é velha, mas muita gente entra na onda.

    Falta para os críticos assistir jogos dos outros times e perceber que o Palmeiras apresenta nível compatível com o futebol brasileiro de hoje, mas para esses críticos o Palmeiras só tem defeitos e os outros só qualidades. Quando ganhamos é por acaso, quando perdemos é porque não temos time. Para começo de campeonato, estamos no nível dos demais. Agora é acertar o time, seguir em frente e lutar para ser campeão no lugar que algum outro Ituano.

    Considerando os jogadores que estiveram ontem em Araraquara, temos mais seis “titulares” de fora: Prass, Eguren, Bruno César, Valdívia, Pratick Vieira e Leandro. Se contar o Luís Felipe que poderia renovar, são sete. Caso venham dois ou três reforços, é quase um time titular inteiro que não esteve ontem em campo. Isto é, existe elenco, mas avaliação positiva sobre o Palmeiras nunca deve contar!

     
  • Às 23 de maio de 2014 23:28 , Anonymous Marco disse...

    Também estive em Araraquara e no estádio a avaliação é diferente da TV.
    Não concordo com a inclusão do Marcelo Oliveira na lista daqueles que não servem. Basta prestar um pouco mais de atenção ao jogo e perceber a importância do jogador.
    Wendel começou o jogo muito nervoso e quase compromete o time por isso.
    Mendieta esteve ausente no meio de campo.
    Bernardo precisa entrar em forma.
    Marquinhos Gabriel é muito útil tendo um meia ao lado.
    Willian Matheus, quando olha para frente faz boas jogadas, mas muitas vezes olha só para o lado e para trás. O Figueirense deixava uma avenida para ele.
    Wesley tem qualidade acima da média, mas faltava um certo meia ao seu lado.
    E tem gente fazendo campanha para vender o Valdívia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Henrique vai se mostrando superior ao Kardec. Era a válvula de escape do time para receber a ligação direta.
    Diogo, indiscutivelmente o melhor jogador do time. Estava em todos os setores do campo.
    Fábio, passa segurança à equipe. Estava no elenco há muito tempo, mas nossa torcida e nosso treinador não sabiam. Esse é um exemplo de que antes de pedir contratação seria preciso se informar melhor sobre quem é do Palmeiras.
    Quando o Prass se contundiu, já queriam buscar um novo goleiro. Na base, temos mais “Fábios” esperando sua chance.
    ================
    Faixas das torcidas do Palmeiras não foram permitidas, mas a torcida do Figueirense (meia dúzia de gatos pingados) pode colocar a sua.
    Público de quase onze mil pessoas em uma quinta feira, 19:30, em final de mês, com muita chuva á tarde. E o Palmeiras não tem público!

     
  • Às 23 de maio de 2014 23:34 , Anonymous Marcelo Palestra disse...

    Vitória e mais 03 pontos!!

    É ISSO O QUE IMPORTA NESTE CAMPEONATO!!



    Menos para a imprensinha que continua a nos detonar e menosprezar!

    Estão desesperados!! Para eles o Palmeiras é o mais fraco dos paulistas, e é o que tem a melhor campanha!!

    Eles não admitem isso!!

    Não vão dar sossego!

    O portal UOL,literalmente abandonou qualquer resquício para tentar esconder a campanha contra o Palmeiras.

    Estão provocando demais e passando dos limites.

    É HORA DE DAR A RESPOSTA A ELES!!

    Fica provado que a manutenção de Kleina foi muito ruim ao Palmeiras!

    A teimosia de Nobre nos custou pelo menos a conquista de um titulo importante nestes quase 02 anos em que Kleina esteve a frente do comando técnico do clube.

    Deveria ser dispensado em 2012, devido a não ter cumprido sua missão de nos salvar do rebaixamento( e era bem possível, mesmo com a roubalheira da juizada)

    Kleina é péssimo, e tenham certeza, jamais terá destaque em sua carreira.

    Poderíamos ter um grupo formado e um padrão tático de jogo definido, se tívessemos outro técnico( Valentim, provou isso)

    O grupo voltou a ter garra e vontade de vencer. Com Kleina, os jogadores eram desligados, apáticos, sem vontade, de cabeça baixa, não vibravam.

    Quanto a Gareca, a unica coisa de que tenho medo e o tempo que levará a sua adaptação e se o mesmo terá respaldo dos bananas da diretoria, para peitar a máfia existente no futebol do Palmeiras que exigem a escalação de seus protegidos.

    Quanto a sua capacidade técnica, nada a contestar! Ele é bom, entende de futebol e tática, e tem PERSONALIDADE!!

    Será que ele vai conseguir implantar sua filosofia? Terá o tempo necessário para isso?

     
  • Às 24 de maio de 2014 01:32 , Anonymous Anônimo disse...

    Está na cara o que não deve ser feito, é só ver o Palmeiras do GK e comparar com o do AV.

    É obrigação desse técnico ter cojones para botar o Leandro no banco caso volte #xatiado de Toulon.

    O Wesley é diferente, pois se vai sair, tem que servir de vitrine. Nada de entregar de graça.

    Pelo pouco que vi do Gareca, parece ser um cara esforçado, tentará se adaptar rapidamente. Espero que o grupo seja receptivo.

    Está pipocando dezenas de nomes de jogadores argentinos agora. Tudo coisa da imprensa e de empresário. Parece até que o Palmeiras virou embaixada da Argentina e os jogadores de lá são todos refugiados.

    É bom o torcedor palmeirense não cair nessa pilha. O Nobre prometeu jogador, mas talvez não venha nenhuma celebridade de revista de fofoca.

     
  • Às 24 de maio de 2014 11:12 , Anonymous Marco disse...

    Técnico argentino de nome custa muito menos do que os badalados (enganadores) brasileiros.
    Então, jogador sulamericano de qualidade deve custar muito menos do que jogador brasileiro do mesmo nível.
    Essa é uma das razões para aumentar a rejeição ao nosso clube.
    A iniciativa do clube vai mexer no bolso de muita gente e como tem muito jornalista sensível aos problemas do bolso de outros, irão ajudar nessa cruzada contra a filosofia que começa a ser implantada pelo Palmeiras.
    Só irá pagar fortunas para treinadores brasileiros aquele dirigente que tiver algum interesse pessoal.

     
  • Às 24 de maio de 2014 14:18 , Anonymous J.J disse...

    Vendo a entrevista do GARECA no site do PALMEIRAS que durou 21:44 minutos
    Percebi de INICIO que Um IDIOTA de um "JORNALISTA" perguntou porque o GARECA não gostava da cor VERDE!...
    Olha que pergunta IDIOTA do filho da
    PUTA que fez o questionamento tá na cara que tem jornalista clubista que
    querem sempre ferrar o PALMEIRAS.

    A. J.J

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial