Observatório Alviverde

15/01/2015

A louvável atitude do Vice-Presidente do São Paulo!

 


 
Ataíde Gil Guerreiro (foto), vice-presidente do SP, assim que contratou o atacante pontepretano Cafu, carregou, verbalmente, contra os brincalhões e imaturos da mídia.

Educadíssimo, começou dizendo, abertamente, que o SPFC só estava contratando o jogador da Ponte, em razão da desistência do Palmeiras de ficar com o jogador.

Foi mais além e disse que o Verdão não contratou Cafu por discordar de uma cláusula imposta pelo empresário do atleta, referente a uma futura transferência à Europa, sem revelar, entretanto, se o SP estaria ou não absorvendo a alternativa.

Em seguida fez questão de declarar, sem subterfúgios ou meias palavras que o SP houvera ficado com Cafu, simplesmente, por circunstâncias negociais que só ocorreram em face da desistência do Palmeiras.

Também foi categórico ao afirmar que, em nenhuma circunstância, o SP deu chapéu no Palmeiras ou o Palmeiras no São Paulo e que nas transferências até agora ocorridas, prevaleceu quem soube negociar ou apresentou a melhor proposta.

Em seguida cravou que é preciso que acabem com essa bobagem de chapéu, que virou moda nos noticiários, pois acirra os ânimos, cria rivalidades exacerbadas e, na prática, só beneficia os empresários e os jogadores, em detrimento dos clubes.

Disse, também, que além dos interesses de Palmeiras e SP serem os mesmos, não tem o menor cabimento que esses dois gigantes do futebol estejam de relações rompidas em face dessas bobagens, mandando um recado subliminar muito forte ao seu próprio presidente.

Apesar da forma amena e cordial com que fez o comentário, Gil Guerreiro deu um verdadeiro "hook" no fígado e um direto no queixo de todos crianções que pululam nos estúdios e nas redações, que, na ordem natural das coisas, acabam sendo responsáveis diretos ou cúmplices da violência que eles próprios ajudam a plantar.

Não é a primeira vez que o vice-presidente sãopaulino se manifesta claramente contra essa situação, o que evidencia, realça e exalta a sua condição de cidadão de bem, que tenta fazer o melhor pelo futebol.

Pena que uma andorinha só não faz verão e que o atual presidente do SP, cuja personalidade é a de um adolescente, seja a antítese encarnada de um gentleman do estofo de Atayde Gil Guerreiro!

Você acredita na sinceridade do prócer tricolor?

COMENTE COMENTE COMENTE

17 Comentários:

  • Às 15 de janeiro de 2015 23:57 , Anonymous Anônimo disse...

    OI ALCIDES !

    VOCÊ ESTÁ DE BRINCADEIRA NÉ ?
    PAU NELES MEU AMIGO !!!

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 00:11 , Anonymous Anônimo disse...

    ALCIDES !
    Para o seu conhecimento!!!

    PARTE I

    A verdadeira História do SPFC - Que o SPFC foi fundado em 1930 e faliu em 1935 por dívidas acumuladas? - Que diante da enorme dívida, os dirigentes săo paulinos, liderados por Paulo Machado de Carvalho, sugeriram extinguir o clube e serem incorporados pelo Clube de Regatas Tietę, que pagaria as dívidas e ficariam com o patrimônio do clube, incluindo a Chácara da Floresta, vizinha ao C.R.Tietę ? - Que alguns sócios se rebelaram contra a decisăo, mas acabaram aprovando a fusăo em Assembléia, pois do contrário teriam que assumir a dívida, e com a incorporaçăo pelo Tietę, se livraram dela (Assembélia realizada em 14/01/1935)? - Que desta forma, o título paulista de 1931 pertence legal e oficialmente ao Clube de Regatas Tietę, que usou o nome de "C.R.Tietę-Săo Paulo" até 1940 e que, existindo o clube até hoje, este permanece como detentor oficial do Paulista de 1931? - Que o que salvou o clube de uma nova falęncia foi a fusăo em 1938 com o C.A.Estudantes da Mooca? O novo time titular foi composto com 9 atletas do Estudantes e 2 do SPFC, que passou a mandar seus jogos na Moóca, sede do Estudantes. - Que para "ajudar" financeiramente o SPFC, em 1938, Palestra e Corinthians disputaram o famoso "jogo das barricas", assim chamado pois colocaram barricas na entrada do Palestra Itália para o povo jogar dinheiro? Os dois clubes nada receberam e doaram a renda para ajudar o SPFC a pagar suas novas dívidas. - Que neste "Jogo das Barricas", Porfírio da Paz (Presidente do SPFC), andou no meio das torcidas adversárias com uma bandeira esticada, para que os torcedores atirassem algumas moedas para ajudar o clube? - Que tentaram a todo custo se apropriar do Palestra Itália, já que o Brasil havia declarado Guerra ao Eixo, e o governo havia baixado decreto permitindo a desapropriaçăo de patrimônios de súditos de alemăes, italianos e japoneses? - Que na semana em que o Palestra mudou de nome, de Palestra para Palmeiras, os dois clubes se enfrentaram em final histórica no Pacaembu, em 20 de setembro de 1942, e o SPFC abandonou o campo aos 19 minutos de jogo, pela marcaçăo de um penaltí para o Palmeiras, quando o placar estava 3 x 1 para estes? - Que em dezembro de 1950, a Imobiliária Aricanduva (cujo dono era Adhemar de Barros) conseguiu empréstimo do Governo do Estado (o governador era o próprio Adhemar) para terraplanar e criar toda a infraestrutura em uma gleba na regiăo do Morumbi? Um escândalo de corrupçăo na época, dentre vários do Adhemar, que viria a ser cassado anos depois. O bairro com todas as benfeitorias passa a se chamar justamente "Jardim Leonor", nome da esposa do Adhemar de Barros. - Que em dezembro de 1951, um ano depois, o SPFC convidaram Laudo Natel (político ligado a Adhemar de Barros) para tesoureiro e este negociou a compra de 68 mil m2 na regiăo, e "ganhou" (!!!) do Governo do Estado mais 90 mil m2, isso mesmo GANHOU do Governo do Estado 90 mil metros quadrados !! -

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 00:14 , Anonymous Anônimo disse...

    A VERDADEIRA HISTÓRIA DO SPFC

    PARTE II

    Que em 1966, Laudo Natel já havia se tornado Presidente do SPFC e ao mesmo ocupava o posto de vice-Governador do Estado quando o seu chefe, Adhemar de Barros, foi cassado por corrupçăo? - Que o Governador determinou que os estudantes da rede pública vendessem carnęs chamados "paulistăo", para ajudar nas suas formaturas, e ao mesmo tempo coletando parte do dinheiro para a construçăo do Estádio? - Que é justamente neste período da ditadura, da censura aos jornais, que sem explicar a origem do dinheiro, sem um clube de associados que pudesse gerar receita, sem rendas, que construiram um estádio que custou uma fortuna (aliás, quanto custou a construçăo do Morumbí? Realmente agradeço a informaçăo, pois năo consegui achar)? - Que para as festas de inauguraçăo do estádio pediram emprestados 2 jogadores do Palmeiras (Julinho e Djalma Santos), 2 do Corinthians (Almir e Ari) e 1 do Santos (Pelé, que contundido, năo compareceu), para reforçar o time em partida contra o Nacional do Uruguai? - Que no início dos anos 70, o Governador biônico Laudo Natel, acumulava o cargo de presidente do clube, e se sentava no banco de reservas nas partidas, fazendo pressăo aos árbitros e Federaçăo? - Que nos dois jogos entre SPFC e Ponte Preta, pelo Paulista de 1970, o Governador teve participaçăo decisiva no resultado? No primeiro jogo, em Campinas, o SPFC perdia e no intervalo o Governador chegou de helicóptero, pousou no meio do gramado, foi ao vestiário dos árbitros, e no segundo tempo o SPFC "virou" com uma sucessăo de erros da arbitragem... e no segundo turno, no Morumbi, Arnaldo César Coelho "operou" a Ponte, com Laudo Natel supervisionando o esquema a beira do gramado. - Que nas semi-finais do brasileiro de 1981 o SPFC contratou 3 seguranças da Ponte Preta, Brandăo, Maurinho e Chităo, para um trabalho especial no Morumbi. Jogavam SPFC e Botafogo. O Botafogo havia vencido o jogo de ida no Maracană, e vencia novamente os SPFC, em pleno Morumbi, por 2 a 0. No intervalo, os 3 seguranças tiveram o acesso facilitado ao vestiário dos árbitros, que foram agredidos e receberam ameaças ainda maiores para o final do jogo. No segundo tempo o SPFC virou a partida, se classificou, e os seguranças foram levados de volta para Campinas... O árbitro Bráulio Zannoto, declarou ao longo da semana que foi agredido no vestiário por homens armados, e admitiu ter errado ao năo paralisar o jogo ou ao menos relatar o ocorrido na súmula, por medo das consequęncias... - Que em 1986 o SPFC teve novamente a ajuda decisiva da arbitragem (Aragăo) na conquista do Campeonato Brasileiro, pela inversăo de faltas, provocaçőes e pressăo sobre os jogadores do Guarani, conforme depoimento dos jogadores que atuaram aquela partida (ver ocasiăo parecida entre Flamengo x Atlético-MG, em 1981). - Que em 1990 o SPFC foi rebaixado para a segunda divisăo do Campeonato Paulista, mas com o apoio dos dirigentes da FPF, reverteu a decisăo no tapetăo, utilizando a fórmula para o Campeonato de 1991? Disputaram a divisăo inferior, mas conseguiram fazer com que esta indicasse vaga para as finais, e ainda considerasse esta campanha da segunda divisăo para os critérios de desempate nas finais de 1991. - Que em 2003, na decisăo do Campeonato Paulista, o SPFC mudou a fórmula das finais no tapetăo, invertendo a vantagem que o Corinthians possuia, mas que este ganhou os dois jogos, invalidando a tentativa? Este é o time da "administraçăo moderna". Năo por acaso, o SPFC faz campanha na TV para que seus "simpatizantes" tentem transformar seus filhos em săo-paulinos, em uma açăo que rivais como Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Gręmio, Cruzeiro, Atlético-MG, Bahia, Coritiba, Sport, entre muito outros, fazem por identidade, alma e paixăo!

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 00:18 , Anonymous Anônimo disse...

    OLA ALCIDES !

    DEPOIS DO EXPOSTO ACIMA ( A VERDADEIRA HISTÓRIA DO SPFC PARTE I E II,
    VOCÊ ACHA QUE DA PARA ENGOLIR ESSES F.D.P?

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 00:31 , Anonymous Anônimo disse...

    Rapaz, isso das meninas eu sabia só uns 10%.

    É verdade que as bibas iam tacar merda quando fôssemos entrar em campo na final de 1942, e que por isso entramos com militares à frente e os atletas segurando a bandeira do Brasil?

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 00:45 , Anonymous Anônimo disse...

    Não acho que o Alcides foi simpático ao dirigente, talvez apenas surpreso pela sinceridade e educação.

    Se for o mesmo dirigente que estou pensando e li umas declarações sobre o Dudu, digo que esse dirigente é da oposição, é cria do JJ Whisky, assim como o agora rebelado Vaidar.

    Embora o dirigente esteja sendo verdadeiro como nunca ninguém do Jd. Leonor costuma ser, é só pra enfraquecer o atual presidente.

    Eu quero é mais que o Vaidar fique muitos anos nas bibas, que continue sendo irresponsável, que venha pedir de tanguinha um 2º jogo das barricas. Aí diremos: "Vai rodar a bolsinha na Indianópolis, Vaidar".

    Da nossa parte, devemos agitar uma liga com os clubes insatisfeitos DÍGNOS, para quando terminar este atual contrato, os gambás e mulambos irem lamber seus respectivos traseiros.

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 01:55 , Anonymous Carlos - Santos/SP disse...

    Desde a epoca do caso Kardec sempre achei que não foi culpa do Paulo Nobre, na minha humilde conclusão achava que o Kardec havia feito um leilão entre o cruzeiro, bibas e o PALMEIRAS e que lhe ofereceu mais foram as bibas, só que o safado pra ficar bem na fita jogou a historinha dos R$ 5mil como desculpas e grande parte da nossa torcida comprou a ideia culpando o PN.
    Concordo com o PN em não desculpar a safadeza das meninas e discordo do PN em poupar o Alan Travecn que foi o mais safado, não por aceitar a melhor proposta e sim em não adimitir o que fez e jogar a culpa no PN.

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 06:33 , Blogger Augusto disse...

    estão querendo se aproximar por causa do wesley que não vai ser escrito na libertadores e corre o risco de ficar fora do paulista ,depois do epsodio do gas no palestra italia nunca mais se deve confiar nesses lixo de clube

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 08:58 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Do Curintias somos adversários, ferrenhos.
    Do Mais Nojento somos inimigos, figadais !
    Nem um e nem outro merecem elogios !
    A Alma Palmeirense não permite isso.

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 09:08 , Anonymous Anônimo disse...

    Realmente desconhecia toda esta história de malandragem dos bambis, pelo visto petrolão está longe de ser o maior roubo de todos os tempos como acreditar na boa vontade deste dirigente? Porque também não crer em pessoas que possam estar dizendo a verdade e tenham boas intenções? Alguém pode dizer como estamos com o nº de torcedores? Avant Palestra.

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 09:17 , Anonymous Alcides Drummond, o Editor disse...

    Meus amigos

    Entendo a bronca do primeiro anônimo, conheço a história do 2º anônimo, e as razões do 3º anônimo (deixem um nick, por favor ou vcs são todos a mesma pessoa?).

    Tem também o 4º anônimo que parece ter entendido melhor esta postagem pois as declarações desse dirigente
    desde o caso do volante que eles contrataram em Goiás, passando pelo Dudu, colidiram com tudo o que prega e o que diz o Vaidar.

    Houve até uma declaração do Gil Guerreiro que ele tinha autonomia no depto para dizer o que quisesse e agir como entendesse.

    Pode ser que ele esteja sendo maquiavélico e que, mais para a frente, revele um comportamento bandido, mas ninguém pode negar que ele, ao revelar seu pensamento, bateu de frente com a mídia.

    Os dirigentes bambi, por tradição, não gostam de bater de frente com a mídia e normalmente, se locupletam com ela. Atayde bateu!

    A porrada e a exposição da imaturidade e da falta de caráter da maior parte da mídia foram os fatores que me levaram a escrever a postagem.

    É óbvio que o Palmeiras precisa aproveitar a deixa para bater na mídia inimiga usando as palavras do diretor bambi (cadê o nosso depto de divulgação e marketing?) mas tem de ficar sempre de olho contra as traições que eles são capazes de perpetrar.

    Reatar relações com Vaidar na presidência, nunca, apesar das palavras sensatas de Atayde

    É isso o que estou querendo saber do torcedor palmeirense! (AD)

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 09:26 , Anonymous jj disse...

    NÃO CONFUNDAM O J.J COM O JJ WHISKY EU NÃO MERCE E NEM BEBO kkkkkkkkkkkkkk

    EM SE TRATANDO DOS BAMBI E O TAL NEGÓCIO!CAUTELA E CALDO DE GALINHA NÃO
    FAZ MAU! FAZ BEM!...

    PRA SABER MAIS SOBRE OS BAMBI BASTA LER
    A HISTÓRIA DO PALMEIRAS ESTA LÁ POIS SEMPRE QUISERAM NOS FERRAR!...

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 09:27 , Anonymous Edson disse...

    Já ouvi uma entrevista do vice do SP e realmente ele tentou jogar de lado essa história de Chapéu.
    Seria muito bom mesmo se isso acabasse, mas a imprensa, responsável indireta, por mais que queiram negar, dos acirramentos, da violência entre as torcidas, não vai deixar.
    Faz parte da audiência o sensacionalismo.
    Estranho essa manifestação do dirigente bambi vir à tona apenas agora, quando o SOMBRERO verde foi muito grande e movimentou todas as redes sociais.
    Enquanto eles tinham a "vantagem" no assunto, ele não veio a público condenar o chapéu.
    Time sujo!
    História suja!
    Mãe Vilma!
    Time inimigo de todos os outros!

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 09:49 , Anonymous Edson disse...

    Se até o uol está dizendo>>>
    Imaginem como foi!

    Com gols polêmicos, São Paulo vira sobre Atlético-PR e avança às oitavas da Copinha

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 12:57 , Blogger Alexandre Correia disse...

    Sábado, às 10 da manhã, em Limeira,Palmeiras x Ituano, torcedores da região de Campinas, vamos lotar o Limeirão, estou contando com a presença de todos, desde já agradeço!

     
  • Às 16 de janeiro de 2015 18:56 , Anonymous MestredosMagos disse...

    AUGUSTO TEM RAZÃO

    Estão lambendo por causa do Wesley.

    Nada mais.

     
  • Às 17 de janeiro de 2015 08:47 , Anonymous Marco disse...

    Analisando isoladamente, o vice presidente do SP foi coerente e responsável, por atacar o comportamento da imprensa.
    Entretanto, é bom lembrar que essa postura dele só apareceu após o Palmeiras mostrar força e se impor no mercado.
    Até então, ele também tinha entrado na onda de pisar no Palmeiras com insinuações e declarações de provocação.
    Agora, ele parte para a política correta de respeito, pois percebeu que o seu clube também pode ser prejudicado, como eles prejudicam os demais. Outro lobo em pele de cordeiro, que tenta sensibilizar o Palmeiras para liberar o Wesley para a Libertadores.
    Quanto à transferência do Kardec, não resta dúvida da falha do nosso presidente, porém existia um "acordo informal" entre clubes que o presidente deles ignorou.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial