Observatório Alviverde

11/01/2015

UM SINAL EVIDENTE DE QUE A CULTURA DEFENSIVISTA ESTÁ MUDANDO!


 

Quando Oswaldo Oliveira, ainda que com campanha razoável, foi demitido pelo Santos o presidente Odílio Rodrigues justificou a demissão afirmando que ele era um técnico retranqueiro, que privilegiava a defesa e essa não era a tradição do time praiano, que sempre foi ofensivo e de muitos gols.

Os motivos que levaram à queda de Oswaldo podem, ser outros, mas a afirmação de que o defensivismo não é a cultura tática prevalente no Santos é, rigorosamente, verdadeira.

Diferente do Palmeiras, que vem cultivando, através dos anos, um estéril defensivismo, sempre incentivado pela mídia que tem consciência plena de quanto isso tem sido e é prejudicial na trajetória do clube.

Foram buscar no hino a frase "defesa que ninguém passa", divulgada à exaustão, inventaram que o Palmeiras tem uma "escola de goleiros", e os nossos dirigentes e muitos torcedores acreditaram nessas lorotas.

Os dirigentes, claro, muito, por conveniência, fingem que acreditam porque laterais, zagueiros e volantes de contenção, dos quais o clube se entope há vários anos, são muito mais fáceis de ser encontrados e muito mais baratos do que os atacantes.

Lembro-me, por acaso, da posse do presidente Brício Pompeu de Toledo (eu estava lá junto com meu irmão), quando o Palmeiras apresentou com pompa e circunstância os seus novos contratados, Polozzi e Nenê, ambos zagueiros da Ponte. Há anos é assim!

Por isso estamos sempre inferiorizados em relação aos nossos inimigos que contratam, sim, como nós, laterais, beques e volantes de contenção, mas, contratam, principalmente, atacantes, isto é aqueles que fazem gols e decidem as partidas. 

Essa é a diferença, a enorme diferença, o profundo abismo entre o Palmeiras e os seus adversários. Todos!

A isso acresça-se a voracidade e a velocidade com que os nossos dirigentes negociam os raros atacantes diferenciados que, por acaso ou coincidência, surgem em nosso elenco. Valdívia é o último exemplo!

Lembro-me da dupla Love e Edmilson que Jair Picerni foi buscar na base e consagrou.  (Estão vendo porque gosto de Picerni, que deveria, no mínimo, comandar a base palmeirense?)

No asno seguinte, isto é, no ano seguinte Mustafá já os vendeu precocemente, sem que o Palmeiras usufruísse, como deveria, do talento de dois jogadores que se entendiam às mil maravilhas dentro de campo e faziam muitos gols.

Apesar de considerar positivo e efetivo o trabalho que está sendo processado, este ano, no time do Palmeiras, eu seria muito mais pragmático na construção do novo time e, simplesmente, trocaria, exceção feita a Zé Roberto, os sete que vieram por três atacantes de peso, medida, experiência e categoria. É disso que estamos precisando.

Na verdade, há várias dezenas de jogadores, baratos e competentes para a zaga, para as laterais e para a função de volantes de contenção, facílimos de se encontrar no mercado.

Com jogadores categorizados para armar (já os temos, Valdívia e Zé Roberto) e com gente capacitada a fazer gols, se arrumaria, facilmente, os outros setores de campo.

Mas como fazer gols com Cristaldo, Mouche, Vinicius, Diogo, Henrique (não se iludam com a soma de gols desse jogador, boa parte de pênaltis)?

Com Kardec (sozinho ele não era a solução, mas era menos ruim) era diferente e conseguíamos fazer mais gols.

Tudo isso foi dito para salientar a força e a capacidade ofensiva do time de juniores que decide a vaga esta tarde em Limeira contra os donos da casa, a Inter.

É essa força ofensiva que se destaca em um time - em meu entendimento- , muito mal treinado, desentrosado na defesa e sem força de marcação no meio de campo, que me traz a certeza de uma grande apresentação e, por coincidência, a minha expectativa de vitória e classificação.

De qualquer forma, não critico Diogo Jacomini, e, pelo contrário, até o elogio em razão dele, além de ter, parece, rompido com o defensivismo, ter encontrado tantos talentos para a formação de uma linha ofensiva, como de há muito não vejo em nossas categorias de base.

Um simples empate, hoje, contra a Inter, leva o verdinho à classificação, em decorrência da supremacia de um ataque incontível e arrasador  ao menos até agora. 

Sentiram a importância de um ataque que sabe fazer gols e que tem jogadores talhados para a função? 

Saldo de gols sempre foi, é, e será um critério importantíssimo de desempate.

Aliás, são 9 gols marcados e 2 sofridos, pelo time júnior do Palmeiras, cujo saldo é 7, ao passo que a Inter marcou 4 e sofreu, apenas, 1, apresentando um saldo de 3 gols. 

Será um duelo interessante entre o melhor ataque e a melhor defesa.

De qualquer forma, independentemente do resultado, já estou satisfeito com essa formidável safra de atacantes que surge em nossa base que, espero, não seja, como de costume, desperdiçada pela falta de coragem (ou seria conveniência?) de nossos dirigentes em conceder chances aos jovens revelados por nossa base.

Falam muito no Gabriel de Jesus que é ótimo, mas, além dele, o ataque do verdinho tem outros destaques como o outro Gabriel, espetacular, Daniel, talentoso, o reserva Christopher, habilidosíssimo, que, noves fora os quatro gols do último jogo mostrou que sabe muito de bola.

Mas o grande destaque dessa equipe, sem qualquer dúvida, é Juninho que, em meu entendimento, tão logo termine a Copinha, tem de ser integrado ao elenco principal.


COMENTE COMENTE COMENTE

11 Comentários:

  • Às 11 de janeiro de 2015 09:32 , Anonymous Marco disse...

    A notícia já saiu na página oficial do Palmeiras, mas a imprensa demora para noticiar. Parece que ficou anestesiada.

    Haverá manchete de chapéu nos bambis e nos gambas?
    Ou será que a imprensa vagabunda também levou chapeú?

    Tanta carnaval para a contratação do atacante Dudu e ele acerta com o Palmeiras!

    Futebol é isso, muito cuidado ao pisar em quem tem história e é gigante. O mundo dá voltas!

    Resta saber o que vão noticiar agora para tentar depreciar o jogador.

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 10:40 , Anonymous Anônimo disse...

    Prezados Palmeirenses
    Dudu é do Palmeiras
    simplesmente Parabéns
    te amo Palmeiras
    abraços
    Marcelo Dinardi

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 11:45 , Blogger Nailton Pimentel disse...

    Não discuto o jogador. Mas a contratação de Dudu foi um golpe de mestre! Parabéns Nobre e Mattos!

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 12:22 , Anonymous Anônimo disse...

    Marco

    Você "roubou" meus argumentos.Abs
    (AD)

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 16:03 , Anonymous Marcelo Palestra disse...


    A noticia que eu esperava a 02 anos!!

    PARABÉNS PAULO NOBRE E ALEXANDRE MATTOS!!

    Eu citei várias vezes aqui, neste prestigioso espaço, que, não titubearia um segundo em voltar citar o nome do presidente e parabeniza-lo quando acertasse!!

    E QUE ACERTO!!

    COM UM ÚNICO MOVIMENTO, NOCAUTEOU BAMBI E GAMBÁS!

    E ainda contratamos um ótimo ATACANTE!!

    BOA PAULO NOBRE!!! BOA MATTOS!!

    É isso que precisamos!! Que estes vagabundos da mídia nos respeitem e nos temam!

    Tomara que outras alegrias como essa possam vir!

    GOSTEI MUITO DO RECADO DE ALEXANDRE MATTOS A IMPRENSINHA!

    Será que as coisas vão mudar de vez? Vamos realmente responder a altura as provocações e desrespeito da imprensinha,pedindo direito de resposta no ato, batendo boca com "jornalistas" do tipo KFOURI,LANG,NOGUEIRAS,TRAJANOS,GLOBAIS, NETOS, MILTONS, ETC?

    DEUS QUEIRA!!

    CHUPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, AIDAR, GOBBI, GAMBAZETA, BAMBIUOL,GLOBO, FOLHA E DEMAIS FILHASDAPUTA!!

    Desculpem pelo desabafo!! Minha alegria é imensa!!

    OUSADIA E COLHÕES!!!É isso que eu espero de quem dirija e comande este GIGANTE PODEROSO, chamado PALMEIRAS!

    AQUI É PALMEIRAS, PORRA!!

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 17:25 , Anonymous JJ disse...

    Sei que o VERDÃOZINHO acabou de empatar
    só não sabia que o empate era bom pro
    verdão.
    MAS LENDO ESTE BLOG SEI QUE O EMPATE FOI BOM PRO PALMEIRAS.

    ÓTIMO!...

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 17:32 , Anonymous Anônimo disse...

    Realmente a contratação acabou por agradar a todos palmeirenses tendo em vista que foi tida como surpresa até o momento entre todas feitas. Agora, eu pessoalmente tenho plena convicção de que os argentinos devem ter suas chances e melhor avaliados, este Dudú nada de excepcional como jogador, é um Maikon Leite melhorado torço para que tenha sucesso no verdão, precisamos sim de um meio campista para fazer a bola chegar com qualidade ao ataque, caso contrário esta aquisição será como tantas outras, os argentinos que o digam. Dá-lhe Palestra!!!

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 19:22 , Anonymous Anônimo disse...

    Extra! Extra! 2 clubinhos enganados. Extra!

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 19:26 , Anonymous Edson disse...

    Logo pela manhã vi a notícia. Entrei no blog e seria o primeiro a comemorar e comentar, porém estava com um tablet e em um local em que a internet não me permitiu postar.
    Iria comentar, principalmente, a posição da imprensa, que até aquela hora, aproximadamente 10 h, ainda estava assustada em ter que dar manchetes sobre a contratação.
    Em nenhum lugar, do Uol até a gambazeta, li a palavra chapéu. Estavam anestesiados!!!!
    E até agora, 19 h, ainda não absorveram a ação palmeirense. A rádio Globo AM entrevistou o vice Saopaulino, dando palavra a ele para que se defendesse do "chapéu".
    Entrevistou também o pai do jogador, e uma das perguntas foi: será que o Dudu, pelo interesse das outras agremiações de S. Paulo e pelo fechamento com o Palmeiras, não jogará pressionado e pode não render?
    É de gargalhar essa imprensa!!!!

    O portal Globo esporte, depois de muito tempo absorveu o recalque e colocou: Chapéu Duduplo.

    Caro amigo anonimo acima: ou você é amargo, contra o PN, torce para outro time ou não vê futebol.
    Maikon Leite melhorado?
    Maikon joga em velocidade, e só passa em velocidade. Dudu tem habilidade e velocidade. Tem o drible e sabe enfiar uma bola para os companheiros.
    Não é por acaso que outros times o queriam.
    Pareceu-me aquele chapéu do Alex.
    Duplo sombrero.

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 20:49 , Blogger Alexandre Correia disse...

    Agora, sim! A imprensa de gamba, vão noticiar o que? Nesta semana. Dudu, grande jogador; veloz e matador. Chupa que a cana é verde!

     
  • Às 11 de janeiro de 2015 21:44 , Anonymous Marcelo I disse...

    Agora vai!

    Chapéu Duduplo nos gambás e bambis.

    Parabéns Paulo Nobre, está colocando o Palmeiras no seu lugar devido.

    Está abrindo a mão e os olhos, atacantes de qualidade é o que precisamos e o que a imprensinha não quer.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial