Observatório Alviverde

18/01/2015

ALEXANDRE MATTOS PASSOU O CARRO À FRENTE DOS BOIS E VAI DAR MUITO TRABALHO A OSWALDO DE OLIVEIRA!!




Torcida prestigiou o Verdão, ontem, no Allianz Parque!

Analisar o time do Palmeiras ou os novos jogadores, para o bem ou para o mal, malgrado o triunfo folgado sobre o Shandong,  é leviandade, precipitação e, até, irresponsabilidade. Não me atrevo a fazê-lo!

Como emitir juízo de valor acerca de uma equipe em pleno processo de formação, ababelada, desordenada, confusa, em que os jogadores, sequer, demarcaram, ainda, os seus espaços pessoais na estratificação do grupo?

Prefiro, apenas, dizer que todos se empenharam, muitíssimo, ontem, contra os chineses e deram tudo de si, a fim de demonstrar ao treinador que têm condições de ser titulares (os novos contratados) ou de permanecer no grupo (os que já estavam no elenco e os que retornam de empréstimos).

Pensando bem, Alexandre Mattos passa às mãos de Oswaldo de Oliveira um espinhoso abacaxi que o novo técnico terá de descascar, sob o risco de se cortar, quer queira, quer não.

Oswaldo, talvez, nem se dê conta da dimensão do trabalho que o espera.

Será que ele sabe que, mais importante do que dar, simplesmente, um formato técnico e tático ao time, difícil, mesmo, será administrar o dia a dia de um grupo tão grande, tão heterogêneo, tão diverso e tão complexo?
 
É óbvio que o problema de Oswaldo é, exatamente, aquele que cem por cento dos técnicos gostariam de ter, isto é, dispor de um elenco numeroso e de boa qualidade, para, dele, extrair e  formar um grande time.

Isso, porém, é bom, apenas, em teoria e num primeiro momento, pois, a partir de quando se tem de lidar com os jogadores preteridos, a tarefa se torna árdua e difícil para quem dirige o grupo.

Em meu entendimento, Alexandre Mattos errou feio no processo de formação do time do Palmeiras, iniciando a construção da casa a partir do telhado e complicando o trabalho de Oswaldo.

Havia necessidade de muitas contratações? É claro que havia, mas não de quinze aquisições no curto lapso de duas ou três semanas. 

Seis, ou, no máximo, sete, e, não, quinze, como ocorreu até agora, seria o número ideal de contratações, do qual se partiria para a formação de um novo time. 

Mas dizer o que, se esse número deve ampliar-se para dezessete ou mais, considerando-se as chegadas iminentes de Arouca, de Aranha e, quem sabe, a, esporádica, de algum outro jogador?

Neste momento, tudo são flores, mas o Palmeiras vai começar a se dar muito mal, a partir do momento em que tiver de providenciar uma lista de dispensas, pois vai perder bons jogadores e muito dinheiro!

As escalações, ontem contra o time chines, de vários jogadores que, se sabe, estão na iminência de ser dispensados, foram puro jogo de cena.

Oitenta por cento, ou mais, entre os que faziam parte do elenco do ano passado e os que estão voltando de empréstimo, serão rifados, e vão receber o indefectível bilhete azul. 

Só os novos contratados têm a certeza de que vão ficar! Como viver e conviver em um ambiente assim?

Para não permanecer em cima do muro, adianto que, em meu critério de análise, Alexandre Mattos passou o carro à frente dos bois.

Precipitou-se e equivocou-se ao contratar tanta gente, antes que Oswaldo fizesse um levantamento completo do elenco, mapeasse as carências e fornecesse a lista de suas necessidades.

Como não haverá tempo para tal e a nave palmeirense terá de ser reparada em pleno voo, muitos jogadores do elenco de 2014 e outros que estão voltando, serão sumariamente dispensados sem que sejam ascultados e devidamente avaliados pelo novo treinador. 

Esse negócio de que nenhum atleta, entre os remanescentes da temporada passada e os que voltam de empréstimo, não serve para nada é, simplesmente, argumento de torcedor fanático.

O Palmeiras teria, entre os jogadores do elenco passado e os que retornam de empréstimos, muitos, perfeitamente aproveitáveis, dentro de um novo esquema, sob as ordens de um novo treinador. Não aconteceu com Mendieta?

Ontem, discorri acerca da tática adotada pelo novo diretor de futebol palmeirense, a mesma que ele adotou, no Cruzeiro, proporcionando a Marcelo de Oliveira a condição de, da quantidade, apurar a qualidade na formação de um time. 

A diferença é que Marcelo teve tempo para avaliar o material humano que encontrou no Cruzeiro, tão logo chegou de Curitiba e manteve muitos  jogadores no elenco.

A política adotada no Cruzeiro, deu liga e deu certo, e o time mineiro tornou-se bi-campeão brasileiro. Sei, perfeitamente, disso!

Apesar de tudo, entendo que tal procedimento não seja o mais adequado, pois cada clube é um clube. O que funcionou, no Cruzeiro, não vai, necessariamente, funcionar no Palmeiras.

Esse exagero de contratações é desaconselhável, não, apenas, por dar, demais, no bolso e no cofre do clube, como, e, principalmente por determinar a formação de um elenco exageradamente numeroso, praticamente inadministrável.

Quando o grupo de jogadores é muito inflado, muito grande,  prevalecem o ciúme, a inveja, o descontentamento, as brigas intestinas e as contínuas reclamações daqueles que não obtiverem a titularidade.

Não pensem que desconsidero o excesso de competições, o peso das temporadas, as inevitáveis contusões que impõem aos clubes elencos bastante  numerosos para fazer frente a tudo isso.

Mas não ao ponto que está chegando o Palmeiras, exagero dos exageros,  que vai precisar, agora, de uma depuração radical no elenco, a fim de que Oswaldo possa trabalhar sossegado.

Mas, isso, por si, não servirá para aplacar os ânimos e amenizar o ambiente, em face da luta de tantos egos e personalidades, fortíssimos, por um lugar no time titular. Quem viver, verá!

Essa situação só não vai se configurar plenamente, se Oswaldo conseguir, de chofre, de cara, de prima,  montar um time vencedor, que não dê azo às reclamações daqueles que não vão se encaixar como titulares no novo time palmeirense.

A melhor política para o Palmeiras, em meu entendimento, teria sido aquela de reforçar o elenco pontualmente com seis ou sete jogadores de primeira linha, de Zé Roberto e Arouca para cima, dando preferência a atacantes!  

Ao mesmo tempo daria vez à base, aos jogadores que foram bem na temporada passada e a alguns que estão voltando de empréstimo, complementando, a partir daí, o elenco na medida das necessidades detectadas pela observação do treinador.

Se mal pergunto, o que vai acontecer com João Pedro, Nathan e Victor Luís? Todos eles  correm o risco de serem queimados!  

E esse time do Palmeiras que disputa a Copa São Paulo, com jogadores espetaculares, também vai para a fogueira?

Essa é a minha opinião, mas a opinião mais importante é a sua.

Você acha que Alexandre Mattos exagera ou está certo no encaminhamento de tantas contratações?

COMENTE COMENTE COMENTE 

27 Comentários:

  • Às 18 de janeiro de 2015 08:27 , Anonymous victor tredenski disse...

    TAMBÉM ACHO QUE 14, 15 REFORÇOS É MUITA COISA

    MAS VAMOS TORCER, VÁ QUE DA CERTO

    COMPETENCIA E SORTE PRECISA SORRIR UM POUCO PRA GENTE

    HÁ ANOS QUE ELA NÃO MOSTRA OS DENTES PRA NÓS

    VI O JOGO ONTEM

    E A DEFESA HEIN

    ANO NOVO, VELHOS PROBLEMAS

    CADA CRUZAMENTO NA AREA PALMEIRENSE É UM TERROR

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 09:04 , Blogger Antonio Gama disse...

    Postagem/comentàrio absolutamente fora da realidade.
    Esoterismo puro!

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 09:34 , Anonymous Anônimo disse...

    Realmente nº de jogadores contratados e os que estão no grupo e retornando é enorme, como técnico não havia trabalhado com o grupo não pôde fazer os cortes que virão, agora uma coisa é certa, o Cristaldo merece uma chance e como gosta de jogar, no meio e não nas pontas como disse óntem e Dorival Junior não escutou, assim se queima jogadores com vontade sem lhes dar a devida oportunidade. Quero ver quem vai querer tantos jogadores como temos em seus times, vai sobrar para o técnico e para o verdão a folha salarial que será enorme. Falta de planejamento pelo visto, não tem outra explicação.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 10:47 , Anonymous jj disse...

    OS CONTRATADOS ESTÃO AÍ OS EMPRESTADOS
    E OS IMPRESTÁVEIS TAMBÉM CORTAR NA PRÓPRIA CARNE É PRECISO NESTE MOMENTO!

    QUANTO ANTES COMEÇAR A DISPENSAR OS EMPRESTADOS E OS IMPRESTÁVEIS MELHOR!..

    MANTERIA APENAS 30 NESSE ELENCO!

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 12:16 , Anonymous Anônimo disse...

    Os meninos que jogaram o ano passado e deram exemplo de dedicação podem ocupar mais de uma posição no time, assim sendo, devem cortar bem mais do que dizem de jogadores, estes poderão suprir, exemplos: Nathan, João Pedro, Vitor, Patrick Vieira, etc. Na minha opnião não ficam atrás de nenhuma destas contratações feitas até a presente data, pelo contrário, são determinados e tem caráter e mostraram a tantos outros que nem isto possuem...exemplo:Wesley, Bruno César, Mendieta, Deola...etc.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 12:53 , Anonymous Anônimo disse...

    Em minha opinião, a ação da nova direção de futebol tem sido perfeita até o momento.

    Time grande tem que ter um elenco que permita ao técnico ter opções de estilo e forma de atuar.

    Digo isso baseado nas seguintes observações:

    João Pedro vai aprender muito com Lucas, Mateus Miller vai aprender muito com Zé Roberto, Nathan vai aprender muito com os zagueiros que chegaram e no futuro, melhor preparados, sem pressão, em uma situação mais tranquila serão os titulares do verdão.

    A mudança de 80% do elenco propicia a alteração de ânimo, humor, e hambiente.

    Uma mudança animica era, tanto quanto de jogadores, absolutamente necessária.

    Contusões acontecem, e já estão acontecendo no Palmeiras.

    Leandro e Mouche sofreram cirurgias e desfalcam a equipe por vários meses.

    Todos os jogadores contratados têem qualidade, sabem jogar e precisam mostrar serviço para conseguirem jogar, isso é extremamente salutar para um grupo que precisa ser fortalecido.

    A cada semana o Palmeiras se desfaz de algum jogador, vários já se acertaram com outras equipes, tais como: Felipe Menezes, Mazinho, Diego Souza, Tinga, Ramos, Edilson, Patrick.

    Denoni negocia com duas equipes do interior de SP.

    Vitorino, Eguren, Bruno Cesar, Diogo, Wesley, Juninho e Wendel não tiveram seus contratos renovados.

    Lúcio terá rescisão amigável e já se acerta com clubes do exterior.

    O restante, como todos sabemos nunca foram solução para o Palmeiras e cabe aos diretores do futebol resolverem esse problema.

    Em relação aos investimentos, por incrivel que pareça, não houve aumento significativo no valor da folha de pagamento do ano passado.

    A maioria dos contratos efetuados até o momento aconteceram aproveitando-se oportunidades de mercado, ou seja, sem custo de aquisição.

    Com a eminente chegada de Araouca, o meio de campo do Palmeiras passa a ser sem dúvida um dos melhores do futebol brasileiros.

    Jogando no 4-2-3-1 como se prenuncia a escalação do Verdão, teríamos, então:

    Amaral/Gabriel e Arouca, Dudu, Valdívia e Zé Roberto/Alan Patrick/Robinho/Mendieta/Mouche

    Na ausência de Valdívia (não podemos esquecer que teremos Copa América) teremos, enfim, substituição com qualidade.

    Portanto, pelo exposto acima, considero muito bom e oportuno o trabalho executado até agora.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 12:56 , Anonymous Anônimo disse...

    Errata:
    i. ambiente
    ii. Deola e Bruno já se acertaram com equipes do nordeste.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 13:12 , Anonymous Anônimo disse...

    Mais um fator, que considero importantíssimo:

    As contratações efetuadas neste ano permitiram que o Palmeiras tivesse um aumento significativo no programa do sócio torcedor.

    Agora o Palmeiras ultrapassou o Corinthians e o Cruzeiro e é o terceiro colocado no ranking.

    Fonte site futebolmelhor.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 14:47 , Anonymous Anônimo disse...

    Minha tendência é concordar mais com o Dinho do que com o Alcides.

    Tínhamos um time bisonho em 2014. Era preciso fazer uma limpa, até para trazer outro ânimo ao clube.

    Acho que a molecada terá oportunidades pois não foram contratados tantos substitutos tão superiores, exceto Zé Roberto.

    Sinto que a falha do AM foi trazer muito atacante de velocidade, e só faltou um centroavante para disputar com o Leandro Pereira. Aqui há espaço para o Cristaldo.

    A quantidade que chegou foi próxima da que saiu, então as contas estão controladas. Acho até que sairá mais gente. Temos um elenco melhor qualificado sem gastar muito.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 14:58 , Anonymous Carlão -Santos/SP disse...

    Concordo com o Dinho Maniasi, dos jogadores que estavam emprestados, nenhum, repito NENHUM foi destaque ou teve uma atuação que merecesse elogio, em comparação aos novos contratados e até os da base que subiram em 2014 os que retornam estão num patamar inferior, portanto não merecem ficar no PALMEIRAS em 2015, lendo os coments em outros sites muitos acham que o Ayrton é um injustiçado e mereceria uma chance, DISCORDO, o Ayrton é fraco, não aguenta pressão, não tem comprometimento e quem diga que não é de grupo e da turma do "eu futebol clube".

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 15:15 , Blogger Miguel disse...

    Queisso? Estou te achando muito pessimista! As perspectivas deste ano são muito melhores que as do ano passado. Como estávamos em Janeiro de 2014? Reclamando de falta de jogadores. E agora? Estamos reclamando de excesso de jogadores e bons! Alguns são apenas razoáveis, mas a maioria é de boa qualidade. Ser técnico é isso mesmo, o Oswaldinho deve estar dando graças a Deus por ter jogadores, ele deve ter se lembrado do Botafogo e do Santos, nas dores de cabeça que ele teve.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 16:47 , Anonymous Anônimo disse...

    Pode-se ver as contratações por vários ângulos.

    A impressão que tenho é que o Palmeiras dá preferência para jovens por terem mais gás e possibilidade de trazerem mais retorno financeiro.

    Talvez ainda não tenhamos setores tão equilibrado por haver menos jogadores experientes. Desses posso citar Zé Roberto, Valdivia, Amaral, Prass, Arouca?, Aranha?

    Noto pouca experiência na zaga e no ataque. Entendo que o clube deveria passar a régua e buscar um centroavante experiente (e caro) mais pro meio do ano.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 16:50 , Anonymous Anônimo disse...

    Outro ponto a destacar é que o AM veio como um Tsunami Verde e contratou rapidamente nossos reforços.

    Isso pode ser bom se levarmos em conta que até jogadores que não assinaram, como Alan Patrick e Jackson, já devem estar treinando com o grupo.

    Quando se faz uma reformulação desse tamanho, qualquer 1 semana a mais de treino já ajuda.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 17:58 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    Fez certinho, tinha que contratar o suficiente para montar um time com Prass, João Pedro e Nathan, o resto, se não estver contente que vá procurar sua turma, inclusive o Valdivia, que já está reclamando do DM! Renato também pode ficar para compor o elenco!

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 19:06 , Anonymous Anônimo disse...

    Palmeiras já bateu 10.000 sócios Avanti somente este mês e olha que ainda faltam 2 semanas.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 20:55 , Anonymous Edson disse...

    Eu gostei e aprovei.
    Agora Oswaldo de Oliveira deve escolher os que irão ficar.
    Muitos já saíram e outros serão emprestados, e certamente teremos um time competitivo.
    Valeu também pela devolução da autoestima do torcedor.
    Ainda aguardo Arouca e um centroavante.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 21:01 , Blogger Alexandre Correia disse...

    Enquanto isso, o chileno está com saudades do fisioterapeuta, vai pro chile, fique por lá o ano inteiro, se tratando, que o Palmeiras vai pagar seus salários, e alguns torcedores inteligentes, vão te chamar de herói!

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 21:26 , Anonymous Anônimo disse...

    Alexandre... tu é burro mermo hein.
    Torcedor burro quer o mago fora.
    Tu é minoria. Burro!!!
    Ele elogiou o cubano, que ele acha que tem as mãos mágicas.
    Não falou mal de ninguém.

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 22:26 , Anonymous Anônimo disse...

    A imprensa está com sua artilharia toda voltada contra o Verdão, destacando:

    1) Valdivia reclama do DM
    2) Oswaldo desagrada Valdivia pela faixa de capitão
    3) Cristaldo exige ser titular

    Aham, sei...

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 23:08 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    O Valdivia ganha o suficiente para contratar uma equipe de fisioterapeutas cubanos! Quer se tratar com ele, traz o cara e coloca ele em um bom apartamento em São Paulo, com bom salário, que ele vem! Mas não enche o saco!

     
  • Às 18 de janeiro de 2015 23:12 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    Aqueles que acham que dizer: "se o fisioterapeuta cubano estivesse aqui, eu estaria em campo antes" não é uma crítica ao DM do Palmeiras, são muito inocentes!

     
  • Às 19 de janeiro de 2015 01:46 , Anonymous Anônimo disse...

    Inocência é acreditar que médico cubano faz xamanismo. O tipo de tratamento exótico que o Mago faz, muitas vezes se distancia do que um DM pode oferecer.

    Quanto a contratar o cubano, ele já fez isso antes, do próprio bolso, e nem por isso gerou tanto mimimi.

     
  • Às 19 de janeiro de 2015 06:42 , Anonymous Anônimo disse...

    Na verdade o que a imprensa tiver como criar problemas no ambiente o fará e usará os torcedores como massa de manobra, assim sendo, torcedor amigo cuidado em passar para frente informações inverídicas e que causam dano ao nosso verdão. Ao ler notícias levianas faça-se respeitar e diga não aos maus profissionais e safados desta imprensa que não fazem outra coisa se não prejudicar a instituição palmeiras.
    Fernando

     
  • Às 19 de janeiro de 2015 08:10 , Blogger William Vila Nova disse...

    Ja disse que as vezes acho nosso amigo blgueiro um pouco acido demais com O Mattos.. espero que seja só impressão..
    Quanto as muitas contratações ano passado era quase que unanimidade que alem dos argentinos e os da Base + Prass e a Valdivia o restante era "dispensavel" .. então acredito que esta total reformulação esta certa, o time de 2014 assim como os ultimos tinha a cara derrotada, e pensamento pequeno. Não tinham como ficar a maioria..

    Nathan, J. Pedro, V. Luis e Renato mereciam um pouco mais de chances sim, que sejam pelo menos resercas imediatos. Cristaldo tbm merece mais chances. Tobio e Allione sempre jogaram bem, como sequencia acredito que esse ano iram se firmar, Allione foi o melhor do meio pra frente no jogo de sabado. Quanto a Mendieta, acedito que eles nunca ira jogar bem de "10" ele jogava de segundo ou 3 do meio campo no Paraguaia, sempre insistimos com ele aqui mais a frente onde ele nunca rendeu.. acho que a diretoria esta forcando um pouco a barra ja que foi um dos que foram comprado e precisam dar retorno.

    Enfim, o elenco esta inchado, muitos como Vinicius, Ayrton e outros que voltaram de imprestimos não devem ficar e o Oswaldo terá que ser um excelente adiministrador de grupo assim como o Marcele do Cruzeiro sempre foi, nunca ouviomos reclamações dos medalhoes Dagoberto, Nilton ou até o J. Batista de ficarem no banco.

    Ter um elenco grande eh bom, vide as contusões que nã serão sentidas de Leandro e Mouche, mas tem que ser bem administrado

     
  • Às 19 de janeiro de 2015 12:00 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    A imprensa não entrou no Twitter do Valdivia! A imprensa neste caso só pode ser criticada se distorcer ou inventar frases do Valdivia.
    Quer o fisioterapeuta de "mãos magicas" contrata o cara, põe ele onde quiser, pode ser até na casa dele!
    Mas não comece a estragar o clima que está começando a mudar! Se for para começar com polêmica e cutucada nas entrelinhas, vai para Cuba e não volte mais!
    Se Arouca chegar, podemos muito bem jogar com Gabriel, Arouca, Robinho e Alione(Alan Patrick).

     
  • Às 19 de janeiro de 2015 13:00 , Anonymous MestredosMagos disse...

    ACHO QUE O ALCIDES NÃO ENTENDEU

    Não entendeu que o Palmeiras está montando um time novo, como treinador novo, começando do zero e portanto precisa ter a identificação desse novo time com ele.

    Jogadores que foram acostumados com Garêca e que indispuseram com Dorival Jr, não podem mais fazer parte deste time.

    Os mais jovens, oriundos da base, por serem novinhos ainda, é muito mais fácil do novo treinador "domar", porque estarão focando os cobras do grupo, se espelhando nesses novos titulares, desse novo time.

    Se fosse quantidade burra, até concordaria com o blog.

    É claro que da minha parte tenho certeza que alguns são apostas que vem em contrapeso dos investidores.

    Cito nominalmente Ryder e Kelvin, que são jogadores novo, de muita expectativa, mas que efetivamente ainda não decolaram.

    São os Cléber´s e Felipe Menezes da vida. Alguém lembra desse atacante horroroso que jogou aqui?

    Faz parte do jogo.

    Os demais são bons jogadores, contratados por etapas.

    Primeiro a etapa dos destaques de 2014, com altos índices de acertos de passes e fundamentos corretos. Meio tempo de Leandro Pereira da Chapecoense por exemplo, me fez esquecer que o Henrique batedor de pênaltis passou por aqui.

    A segunda etapa, oportunidades de mercado, como Dudu e Alan Patrick.

    E ainda terá a terceira parte, essa sim para completar o bolo com Chantily e Morango.

    TIME NOVO. TREINADOR NOVO.

    É isso que está sendo feito.

    Depois disso, aí sim, a melhor contratação que será o entrosamento. (royalties Alcides).

    Porém, digo sem medo de errar que entrosar um time de jogadores bons e inteligentes é muito fácil.

    Entrosar um time de caneludos é impossível, mesmo a logo prazo, como vimos em 2014.

    Com Valdívia teremos um time de cadência.

    Sem Valdívia um time veloz.

    E não adianta criticar Valdívia, porque quem faz isso, sabe que sem ele o time sofre, por isso essa cobrança.

    Renato Augusto do Corintias ganha mais que Valdívia e pouco jogou em dois anos.

    Fabiânus também, embora seja centroavante e tenha feito gols. Mas jogou até menos que Valdívia.

    E Ricardo Goulart, vendido por 54 milhões, chegou a ficar 5 jogos fora do Cruzeiro e nesse período o Cruzeiro só patinou na maionese. Sem contar as suspensões.

    Valdívia teve lesão, mas teve muita convocação.

    Teve até Disney.

    E mesmo assim, sem ele em campo, teríamos caído com absoluta certeza.

    Dá um tempo para o Valdívia e para o Palmeiras e parem de fazer o jogo da imprensa.

    Saudações.



     
  • Às 21 de janeiro de 2015 17:33 , Anonymous Anônimo disse...

    Olá Alcides!

    Não concordo com você e acho que o o A.Mattos está contratando na medida em que o clube necessita.
    Vimos o ano passado e sofremos muito com a falta de bons jogadores , bem como muitas contusões tiraram jogadores do time, não esqueça do Prass e Valdivia que ficaram fora muito tempo
    O num. de contratações se fazia necessário para compor um forte plantel, pois o que vimos em 2014 era desanimador.
    Como disse alguns aqui nesse blog, só se salvaram Prass, Nathan, João Pedro, Victor Luis e claro o Valdivia, quanto ao resto de todo o elenco deveria ser dispensado sim.
    Quanto aos Argentinos, nosso técnico na ocasião falhou em não colocá-los para jogar mais vezes.
    O atacante Henrique o (caneludo), foi o segundo artilheiro do Brasileirão por causa dos pênaltis convertidos...e os GOLS que ele perdeu? , tinha que ir embora sim.
    Cansei de ver o Wesley se esconder nos jogos e ainda estavam contemporizando com ele.
    Quanto a folha de pagamento atual, dizem que ainda é menor que a de 2014.
    Nunca vi tantos presidentes ruins durante esses últimos anos, e quantos interesses escusos haviam. Quanto ao atual presidente P.Nobre, esse sim chegou para arrumar a casa e buscou tudo o que necessita para fazer o Palmeiras ser temido novamente.
    AVANTI PALMEIRAS O 1 CAMPEÃO DO MUNDO.
    AVANTI PALMEIRAS O CAMPEÃO DO SÉCULO.
    AVANTI PALMEIRAS O MAIOR CAMPEÃO BRASILEIRO.




     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial