Observatório Alviverde

29/05/2017

O PALMEIRAS, 4ª FEIRA,TEM DE ESTAR LIGADO E SUPERAR A CATIMBA QUE O INTER, TRADICIONALMENTE, PROMOVE EM JOGOS DECISIVOS!


PARA CADA PARTICIPANTE LER E MEDITAR!
Opinião cada qual tem a sua! Respeitemos, portanto, a opinião de cada bloguista neste espaço, tanto e quando gostaríamos que a nossa fosse respeitada.

Peço a todos que, na medida do possível, evitem acrescentar às opiniões conflitantes aquela ofensa, xingamento ou aquela palavra que agrida os portadores de opiniões diferentes das suas.

Se houver discordâncias, que sejam feitas de forma positiva e construtiva, sempre respeitando os pensamentos individuais.

Dessa forma, além de todos se respeitarem e conviverem bem, haverá perspectivas de se prestar uma contribuição muito positiva ao Palmeiras nas três disputas mais importantes que o time terá pela frente este ano.

====================

INTERNACIONAL X PALMEIRAS (Copa do Brasil)

Construída a mínima vantagem sobre o Inter em Sampa, o Verdão vai a Porto Alegre decidir com colorado a vaga para as semifinais da Copa do Brasil.

O Inter passa por situação de transição pela dispensa do técnico e o Palmeiras vem de uma derrota doída para os bambis pelo Brasileiro, o que vale dizer que os dois times estão em sentida e visível baixa.

Tudo pode acontecer num jogo como esse, considerando-se que o Inter sempre se constituiu em um adversário fatídico para o Verdão. 

A esperança dos palmeirenses é que o últimos resultados dizem exatamente o contrário, com força e capacidade suficientes até para por fim definitivo e alterar essa velha escrita para sempre. Tomara que sim!

Eu, independentemente de qualquer tabu que preexista ou exista, acredito firmemente no Palmeiras e na perspectiva de uma volta por cima sobre o fatídico adversário gaúcho.  Se vier a acontecer, não será sem tempo! 

Vou mais além e sou convicto de que boa parcela da derrota para os bambis tem de ser debitada ao fato de alguns jogadores não terem dado tudo o que sabiam e podiam contra os bambis, poupando-se -visivelmente- em campo na expectativa desse jogo decisivo contra o Inter do qual ninguém quer ficar fora.

Em razão disso e da utilização do resultado negativo decorrente do vexame contra os bambis como elemento motivador, creio, firmemente, que o Verdão -no mínimo- cumprirá uma grande performance contra os gaúchos.

E você? Espera o que do Palmeiras contra o Inter? O Palmeiras teria time suficiente para ir a Porto Alegre e desqualificar o representante gaúcho da Libertadores?

Para encerrar um recado à diretoria do Palmeiras. 

É preciso estar de olhos bem abertos, haja vista que o Inter talvez seja o clube brasileiro mais catimbeiro entre todos e aquele que mais faça uso do recurso ilícito da pressão sobre o árbitro nos jogos decisivos.

Há como que uma guerra contínua sobre o apitador durante o tempo todo do jogo, numa pressão da qual até os gandulas fazem parte. 

O Palmeiras, em razão de problemas graves que o próprio clube já sofreu, tem de procurar os órgãos competentes e denunciar antecipadamente todas as pressões a que estará sujeito, visando a um jogo limpo e que seja decidido exclusivamente no campo de jogo.

Para tal, basta recorrer aos tapes de antigos encontros entre os times!

COMENTE COMENTE COMENTE 

36 Comentários:

  • Às 29 de maio de 2017 20:25 , Anonymous CBF disse...

    Internacional - RS x Palmeiras - SP
    Fase: 5a Fase / Grupo: GRUPO 79 / Jogo: 104 / Rodada: VOLTA
    Data: 31/05/2017 às 21:45 / Estádio: Beira Rio - Porto Alegre - RS

    Árbitro Ricardo Marques Ribeiro - MG (FIFA)
    Árbitro Assistente 1 Marcio Eustaquio S Santiago - MG (CBF)
    Árbitro Assistente 2 Pablo Almeida da Costa - MG (CBF)
    Quarto Árbitro Daniel Nobre Bins - RS (CBF)
    Analista de Campo Alexandre Lourenço Barreto - RS (CBF)

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:02 , Anonymous Paulo Nobre disse...


    Leiam, o cara matou a pau, pura verdade..!

    http://espnfc.espn.uol.com.br/palmeiras/o-periquitao/14951-o-palmeirense-e-a-ilusao

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:13 , Anonymous Paulo Nobre disse...

    O torcedor do Palmeiras se comportou em relação a Eduardo Baptista como uma criança dentro de uma loja de brinquedos. Com um papai e uma mamãe ricos e desesperados para agradar o filho, era claro que os caprichos seriam atendidos. Não era nada contra o brinquedo que a criança tinha em casa, mas por que não ter um maior, melhor, novinho em folha?


    Sem as metáforas: depois que o desempenho do time de Baptista decepcionou, muita criança se viu soterrada de razão, olha lá, eu disse!, gritavam, sem distinguir causa de consequência. Nunca saberemos o que poderia ser de seu trabalho, sabotado desde o primeiro dia pela torcida e prontamente atendida por uma direção que nada entende de futebol, tem medo da torcida e só está preocupada com a opinião pública, do público, o que, na outra ponta do processo, encontra jogadores que percebem rápido quando a culpa não vai cair sobre eles. Todos lavaram as mãos, depois deram as mãos, e deram cabo a um processo do qual não tinham tanta convicção assim que era o correto: a demissão.

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:15 , Anonymous Paulo Nobre disse...

    Aí chegou a salvação de uns e a desgraça de outros. Cuca, o cristão místico, é o presentinho da Ri Happy para a criança ficar quieta um pouco e se distrair enquanto os papais descansam. Um bonequinho com calça roxa, que você aperta a barriguinha e ele fala "sou palmeirense" e outras frases gostosas de ouvir. Ninguém se sentiu mais poderoso que o torcedor, atendido de imediato em sua inquietude, custe o que custasse. Agora, tal qual foi com o antecessor, o esforço será para fazer os fatos caberem em uma narrativa que absolva o torcedor de tudo que por ventura der errado, algo que costuma se manifestar em cada implacável rebatida a tudo que não seja elogio ao Palmeiras - como se não fosse, desde janeiro, o time mais elogiado do Brasil.


    Saber perder é difícil, a cabeça incha e a gente quer arrancar o sentimento de dentro, mas saber ganhar às vezes se torna ainda mais complicado. O Palmeiras, e principalmente o palmeirense, não soube. Se protege do que chama de "corneta" usando a arma ainda mais tóxica da prepotência. Adquiriu uma fobia de tudo que problematize os passos dados. É enfim o campeão do país, mas não se sente confortável onde está. O clube, ou os ignorantes que gerem o clube, leem isso do jeito superficial que conseguem e mandam fazer uma camisa com a palavra "obsessão". É a palavra-gatilho, é a comunicação possível com o torcedor que toda semana quer um craque novo que está dando sopa no mercado. Mas falar sobre a Crefisa é quase um crime.


    Nunca tivemos tanto dinheiro, e poucas vezes usamos de forma tão desajustada. O elenco, só no meio de maio, recebeu finalmente um lateral-direito de ofício, enquanto do lado esquerdo é imenso o medo de desagradar o veterano dono do vestiário e buscar alguém que lhe tire a insustentável titularidade. Base? Nem pensar. Michel Bastos é daquelas contratações que não resistiriam a uma hora de reunião séria, o jogo que a gente vê não é o único que existe, e todo o mundo do futebol conhece seu compromisso quase nulo com quem lhe paga. Felipe Melo, que está bem no jogo que a gente vê, é o líder da porta pra lá da sala de imprensa, ainda me assusto quando vejo as imagens de Montevidéu e noto que ninguém comprou a sua briga, o que seria normal a qualquer atleta querido. O Róger Guedes já fechou o zíper da mala, trata o Palmeiras como sala de espera de aeroporto (e não é o único!), mas declarou contra o Novorizontino que "somos o melhor elenco do Brasil". Somos?

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:17 , Anonymous Paulo Nobre disse...

    Quando Eduardo Baptista era o homem a apanhar por tudo de ruim que acontecia, esse discurso até colava. Agora, Cuca tem uma contribuição importante para dar: a culpa vai cair também no elenco, que não é assim tão profundo e equilibrado quanto se pensa. Junto de Baptista, saíram atletas de ataque, chegaram outros de defesa, o clube continua no mercado buscando reforços mas a questão ainda envolve quem já está no clube. Não atuaram realmente bem em nenhuma das principais partidas do ano, e só não caíram em desgraça de vez por causa de dois gols aos 55 do segundo tempo - e porque havia um alvo mais fácil de ser atacado sem perder a ilusão de que o problema não é um pouco maior. O problema passa por ajustarmos as expectativas com o Borja, achar de novo a bola do Dudu, analisar de verdade a bola, a idade e a experiência de nosso banco de reservas, e outras coisas que não dá para fazer quando nem o técnico que chegou um dia antes tem respaldo.


    Prefiro, ainda que também não goste, o palmeirense de 2015, aquele que achava ruim quando um jornalista qualquer na TV afirmava que o rival era o favorito. Esse de hoje, que metralha contra os apontamentos negativos no time para não sair de seu romance sobre ter um time dos sonhos, que se comporta como se ser o atual campeão, e também o de maior orçamento, portanto "o time a ser batido", fosse uma cruz, não um barato, bem, só serve para emoldurar a cartilha da queda mais dolorida. Ganhar um campeonato em que você bota banca desde a primeira rodada? Só se você tem Zinho, Edmundo, Evair e Edílson. Não é o caso. Sem baixar a bola um pouco, o torcedor não vai se livrar dessa relação estranha com pé no acelerador e pronta para se espatifar no muro. Só quando livrar-se dessa insolência o torcedor conseguirá cobrar alma deste elenco frio, mimado, fruto de uma política discutível de quem os contrata.

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:18 , Anonymous Paulo Nobre disse...

    Falta mais de um mês para a Libertadores voltar em forma de mata-mata. O time não vai evoluir só com paternalismo, aplausos acríticos e calças roxas. A evolução necessária é no campo tático e também no comportamental, e sinceramente temo muito que este último ponto seja de difícil resolução. Quando a Libertadores voltar, nosso cenário no brasileirão estará mais claro. Três pontos em 3 jogos é pouco, e tem gente jogando bem mais bola que a gente. Descanso quase não haverá até lá. Nossa parte é parar de se enganar e perder o medo de cobrar desempenho sem parecer que é declaração de guerra.


    Quanto ao São Paulo 2x0 Palmeiras, é uma pena que o jejum vá continuar até 2018. Poderia ser encerrado pela Copa do Brasil ou por alguma competição internacional, mas o adversário tricolor já não está em nenhuma delas.

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:21 , Anonymous Sr. Tamufu Dido disse...

    Pronto!!!!!!!!!!! Paulo Nobre escreveu tudo o que não enxergamos. É bem isso.

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:28 , Anonymous Palmeiras sempre disse...

    Meu Deus, quanta ingenuidade. Texto motivado pela disputa política interna do clube e o cidadão reproduz achando que está abafando.

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:33 , Anonymous Elcio disse...

    Nao pode xingar o Paulo Nobre?

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:56 , Anonymous Elcio disse...

    Acabo de escutar a entrevista do Dudu na TV Palmeiras e estou PUTO.

    Nao vão mais me ver no estádio esse ano.

    Brasileiro será desprezado esse ano, por isso você vê o time correndo na quarta e dormindo no domingo.

    Imagine voce ver o seu time se dedicar em 13 partidas nesse restinho de ano.

    Eu não compactuo com essa estrategia para conquistar Libertadores e Copa do Brasil, é a mesma porcaria que os times faziam depois de conquistar a Libertadores, tiravam o pé no Brasileiro pensando que assim se preparavam melhor para o Mundial.

    Uma idiotice.

    Depois disso, chego aqui e leio esse texto maravilhoso Palo Nobre.

    Só pode ser gente querendo sabotar o blog, depois do que escreveu AD

     
  • Às 29 de maio de 2017 21:58 , Anonymous Elcio disse...

    Acabo de escutar a entrevista do Dudu na TV Palmeiras e estou PUTO.

    Nao vão mais me ver no estádio esse ano.

    Brasileiro será desprezado esse ano, por isso você vê o time correndo na quarta e dormindo no domingo.

    Imagine voce ver o seu time se dedicar em 13 partidas nesse restinho de ano.

    Eu não compactuo com essa estrategia para conquistar Libertadores e Copa do Brasil, é a mesma porcaria que os times faziam depois de conquistar a Libertadores, tiravam o pé no Brasileiro pensando que assim se preparavam melhor para o Mundial.

    Uma idiotice.

    Depois disso, chego aqui e leio esse texto maravilhoso Palo Nobre.

    Só pode ser gente querendo sabotar o blog, depois do que escreveu AD

     
  • Às 29 de maio de 2017 22:46 , Anonymous Nei Verde disse...

    Tá difícil, Dudu mais desanimado impossível, Paulo Nobre rasga o verbo, jogo duro no sul.
    Prioridade total na libertadores, verdade ou desculpa?
    Sei lá, está tudo muito esquisito!

     
  • Às 29 de maio de 2017 23:22 , Blogger Alexandre Correia disse...

    O Arouca mora no Palmeiras ainda?
    O Palmeiras virou pousada pra muito jogador, deve ganhar seus 400 mil sem fazer nada.

    Falta um camisa 10!

     
  • Às 29 de maio de 2017 23:27 , Blogger Duende Verde disse...

    Calma gente!!! Em 2016 após o término da terceira rodada o líder era o Santa Cruz e o Inter-RS era o terceiro colocado, ainda da tempo de recuperar. O que realmente preocupa é a falta de tempo para treinar o time...com jogos as 4f e domingo fica complicado...famosa "sinuca de bico."

     
  • Às 30 de maio de 2017 00:44 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 30 de maio de 2017 03:59 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Eduardo Batista foi uma aposta.
    Claramente não deu certo.
    Podia ficar o resto do ano, e só íamos passar raiva.
    Pra ficar em apenas um ponto importante, ele não tinha boa leitura de jogo.

    Cuca ainda mal esquentou o lugar.
    Ainda está conhecendo, ainda está experimentando.
    E sem tempo para treinar direito.
    Mas é cascudo e tem um crédito imenso.

    Sejamos mais pacientes...
    Errar no início do trabalho é perfeitamente normal.

    Ele está fazendo gestão de risco, priorizando o mata-mata no curto prazo, porque não pode errar.
    O campeonato de pontos corridos permite muito mais ajustes e testes.

    Pra mim não tem nada perdido não.
    Vamos, Verdão!!!

     
  • Às 30 de maio de 2017 04:22 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Caro Luther Blisset,

    Não vá embora!

    Já passei pelo que você está passando.
    O pessoal às vezes pega pesado mas todos nós estamos aqui por uma mesma paixão.

    Concordo com você que ter educação é importante, mesmo na discordância.
    Mas não leve para o lado do desaforo.
    Conte até 10, releve.
    E continue a contribuir com sua opinião.

    Um abraço.

     
  • Às 30 de maio de 2017 04:30 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Caríssimo Alcides,

    Uma correção: o representante gaúcho na Libertadores é o Grêmio, não o Inter.
    Ato falho...

    Acho que podemos esperar uma verdadeira guerra na quarta-feira.
    A Copa do Brasil é a única maneira de o Inter ter um ano digno.
    Vão jogar com a faca nos dentes.

    Defesa sólida e contra-ataque rápido.
    Qualquer empate é nosso.
    Se fizermos um gol, o Inter tem que fazer três.
    É jogo pra jogar com o regulamento debaixo do braço.

     
  • Às 30 de maio de 2017 07:36 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 30 de maio de 2017 08:02 , Anonymous Juarez disse...

    EB não conseguiu, vamos ver se Cuca consegue, o problema só não ve quem não quer, chama-se panela.
    - Jailson é barrado do time invicto e capempeão, T.Silva , melhor em campo contra Tocumã, nos dois jogos seguintes não é nem lembrado, Zé ré não sai do time nem a Pau, Tchê e Dudu mesmo jogando mal tem cadeira cativa.

     
  • Às 30 de maio de 2017 08:13 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 30 de maio de 2017 08:18 , Anonymous André Luis disse...

    O texto enorme do entitulado Paulo Nobre não me representa. Eu tive paciência demais com o Eduardo Batista mas ela se dissipou junto com o nosso sistema defensivo contra a Ponte. Aí não vou negar que depois disso torci em silêncio pra ele perder pro Jorge Wilstermann, que não nos desclassificar ia, e cair fora. E claro, torci pela volta do Cuca. Vou ter mais paciência com o Cuca porque ele tem crédito, coisa que o EB até teve mas gastou rápido. Acho cedo demais pra de falar em cartão azul, é óbvio, mas entendo a impaciência de alguns torcedores porque perder para os bambis é dose.
    Mas vou continuar apoiando e acreditando. É só não cair na pilha da imprensa, que todo mundo aqui sabe, só quer ver o circo pegar fogo e o Palmeiras. Agora mesmo na ESPN ninguém apostou em vitória do Verdão e o tal qfuro apostou na classificação do Inter!
    Só não concordo com a ideia de abandonar o Brasileiro. Bota time misto na CB mas exige empenho de quem jogar e só poupa em véspera de jogo decisivo na Libertadores. Dá pra ir levando em todas as competições.

     
  • Às 30 de maio de 2017 08:55 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Apoio Cuca integralmente, até o final do contrato. Jamais falarei aqui de bilhete azul contra nosso treinador. Porque ele é o melhor. Eu queria Cuca, quero Cuca e continuarei querendo Cuca. Confio plenamente em Cuca !

     
  • Às 30 de maio de 2017 09:23 , Anonymous Palmeirense disse...

    Texto publicado na ESPN tem crédito?

     
  • Às 30 de maio de 2017 09:29 , Anonymous Torcedor Realista disse...

    A aludida "obsessão" pela Libertadores que inclusive virou campanha publicitária mexeu com a cabeça dos jogadores.

    Tenho uma teoria que jogador brasileiro não sabe disputar mais de um campeonato ao mesmo tempo, não sabe "virar a chave" como dizem.

    Então esse brasileiro e a copa do brasil corremos riscos. A cabeça da bolerada está na "obssessão" pela Libertadores.

    Cabe a cuca ficar atento a isso e cobrar empenho no campeonato brasileiro e copa do brasil também. Acredito que cuca vai fazer isso.

    Outra coisa: Lembram como vitor hugo estava desligado em campo ? Era a proposta que teve do exterior. Agora é Dudu e tchê que estão no "mundo da lua". Vem propostas para ambos ai deixarem o Palmeiras. Aguardem...




     
  • Às 30 de maio de 2017 09:45 , Anonymous Elcio disse...

    Alguém assistiu aos melhores momentos de Atlético PR x Flamengo?

    O Atlético chutou mais bolas a gol do que o Palmeiras em toda a passagem do EB por aqui.

    O que aconteceu com o homem?

    Na minha opinião, essa semana os jogadores devem estar tomando uma bronca daquelas.

    "Onde já se viu ficar chutando no gol, vamos ficar com a bola que é melhor."

     
  • Às 30 de maio de 2017 09:57 , Blogger ester abea disse...

    AHÁAAAA!!!!!
    AGORA SIM!!!!

    Nosso Verde Insuperável EXIGIU a Classificação no Sul. Gostei!!! Aplaudo!!!

    Espero que nossos atletas tenham vergonha na cara, já que cada gol nosso obriga o sujo SCI fazer 3.

     
  • Às 30 de maio de 2017 10:00 , Blogger ester abea disse...

    Por outro lado:

    Já disse aqui que o SPFW me enoja mais que o SCCP...
    Mas esse tal de Internacional passa dos limites...
    Como disse nosso Alcides, até os gandulas participam da pressão. Mas não é pressão no campo, mas pressão suja. Ilícita. Antiesportiva.

    Tudo isso faz do SCI um dos times mais imundos do Brasil. Quiçá do mundo. Dá asco, nojo, ojeriza...

     
  • Às 30 de maio de 2017 11:05 , Anonymous Alysson disse...

    O problema que vejo é que a maioria da torcida do Palmeiras começou a comemorar o título da libertadores e do mundial lá em dezembro assim que ganhamos o brasileiro, se criou uma expectativa muito grande, enaltecendo demais um time bom, mas que ainda é muito além daquilo que o futebol brasileiro já foi como o próprio Palmeiras da década de 90, se aquele time mágico da geração de 94 a 96 não conseguiu ganhar imagine esse atual. claro que não devemos ser pessimistas pois todos queremos ganhar a libertadores e esse tal de mundial pra esfregar na cara de muitos vagabundos que aderiram a esse slogan ridículo " O palmeiras não tem mundial "........mas pra isso acontecer a coisa precisa fluir normalmente, ano passado lideramos o campeonato com 1 tonelada de peso nas costas devido ao jejum de 22 anos, hoje se fossemos lider, estariamos todos mais leves

     
  • Às 30 de maio de 2017 12:43 , Anonymous Carlão disse...

    juiz mineiro, num sei não

     
  • Às 30 de maio de 2017 12:44 , Blogger ester abea disse...

    Alysson

    O Palmeiras é forçado especialmente pela imprensinha marrom.
    RGT, Folha, ESPN, UOL, dentre outros

    Colocaram o time, que é bom, na condição de "já ganhou"
    E aí nem a Academia...

     
  • Às 30 de maio de 2017 12:45 , Blogger ester abea disse...

    Por falar em imprensa marrom

    Alguém aqui sente a mínima falta do másculo e agreste Trajano ?

     
  • Às 30 de maio de 2017 12:47 , Blogger ester abea disse...

    E mais imprensa marrom:

    Pode haver jornalzinho mais boiola do que a Folha ?

    Me falem...

     
  • Às 30 de maio de 2017 12:49 , Blogger ester abea disse...

    aliás a Folha, além de bichésima, é jornalismo pseudo-sensasionalista

    Freud explica: queriam ser como os tabloides ingleses. Mas quando viram sua sede, bem perto da cracolândia, tiveram um choque...uuuuuuui

     
  • Às 30 de maio de 2017 20:05 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Guerra não vai jogar amanhã, será poupado.
    Não gostei nem um pouco!
    Ele vinha sendo um dos melhores e mais regulares ultimamente.

     
  • Às 30 de maio de 2017 21:18 , Anonymous Nei Verde disse...

    Jogar contra os gaúchos não dá, mas para ir para Venezuela fazer amistoso da..! Esse Palmeiras virou uma frescura mesmo..!
    Só espero que Cuca pare de inventar deslocando jogador, se não dá para Guerra tem que ir de Veiga ou Bastos, amanhã é jogo para T.Santos será que os donos do time vão deixar..?
    Zé Dinossauro e Jean com certeza vão ser escalados, avenida a vista..!
    Tem muita coisa errada nesse Palmeiras..!

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial