Observatório Alviverde

24/08/2017

E SE CUCA RESOLVESSE SAIR!

Por uma série de desmandos por ele perpetrados, sempre fui contra o retorno de Luxa ao comando do do Palmeiras.

Entretanto, em função de tudo pelo que o clube está passando, dispo-me de qualquer vaidade, veleidade e (ou) preconceito e sou contundentemente franco ao afirmar que, se Cuca resolver sair, a contratação de Luxemburgo passará a ser a melhor alternativa para uma imperiosa necessidade.

Sei, perfeitamente, que ao radicalizar nesta guinada de pensamento voltando atrás em amplitude de 180 gráus, posso parecer incoerente, mas garanto-lhe que em sã consciência, jamais poderia supor que fosse sentir saudade ou, principalmente, a necessidade de que Luxa retornasse ao Verdão.

Sem querer chamar o capeta de Jesus, mas na proporção exata de nossas necessidades e na leitura e compreensão, principalmente, dos graves problemas políticos-clubísticos que estamos vivendo, eu ouso afirmar que, se Cuca atender o chamado do Galo Mineiro, na atual circunstancia só Luxa salva!

Luxa, virgula, ou alguém de sua estatura e vivência, tipo Tite e Roth, Mano ou Abel para que citemos dois técnicos que parte preponderante de nossa torcida e alguns estúpidos da diretoria, associados à banda podre e antipalmeirense da mídia,impediram que concluíssem os seus trabalhos no Palmeiras e outros dois nos quais o Palmeiras, ao menos até hoje, recusou-se a apostar.

En passant: Não vejo nenhum dos idiotas das organizadas que diminuíram, humilharam, hostilizaram e menosprezaram Tite para fazer média com aquele dirigente do "cala a boca, Tite" reconhecerem que foram eles próprios que conduziram o atual técnico da Seleção Brasileira ao maior adversário, enchendo-o de títulos, grandeza e conquistas. Malditos quintas colunas que dizimaram o Palmeiras!

Voltemos a Luxa

O retorno de Luxa, ou a contratação de urgente de alguém de sua estatura que, como ele, conheça da matéria em campo e, paralelamente, todos os meandros dos bastidores do futebol brasileiro, pode ser que se fará necessário, u-r-g-e-n-t-e-m-e-n-t-e. 


Quem desconhece que se o Palmeiras perder para o Bambi depois de amanhã, (espero, sinceramente que não) Cuca não terá mais clima para continuar à frente do futebol do Palmeiras e pouco provavelmente permanecerá. Aí é que entram Luxa, o melhor nome entre os antigos e Vagner Mancini, o melhor nome entre os mais novos.
 

Isso é premente não, apenas, em função do cabacismo e da inocência de Galiotte, da falta de conhecimento da diretoria, mas, principalmente em razão do rumo que tomou o futebol do Palmeiras que, mesmo com investimentos massivos e milionários, não consegue se firmar. 

Pode parecer contraproducente abordarmos este assunto na antevéspera de um jogo importantíssimo e sempre de uma enorme rivalidade  e responsabilidade diante de um adversário que, mais do que um rival, sempre foi considerado um inimigo.

Entendo, no entanto, que em se tratando de um clássico daqueles a que chamamos de divisor de águas é bom e, sobretudo, útil que a diretoria, Cuca e os jogadores saibam disso, a fim de que o time dê tudo de si em campo, derrote os bambis, prove, comprove e ratifique que tem condições de servir de base para 2018.

Meu campeonato, a partir deste domingo, será aquele de torcer para que os Bambis possam ir para o inferno da segunda divisão!

COMENTE COMENTE COMENTE

19 Comentários:

  • Às 24 de agosto de 2017 18:45 , Anonymous Ita Souza disse...

    Me desculpe, mas não concordo com o retorno do luxa.

    Acredito que se o Cuca sair agora, seria bom deixar o Valentim até fim do ano e tentar buscar o Jair Ventura do Bota Fogo.

     
  • Às 24 de agosto de 2017 19:13 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Luxemburgo também seria o meu número 1. O número 2, Mancini. Chega de experiências (vide Kleina e EB), o Palmeiras precisa de gente CASCUDA, macacos velhos, e não mais um novato, como Jairzinho.
    Primoroso este texto de Alcides.
    Ao mesmo tempo em que indica prováveis substitutos, não deixa de alertar e encorajar os jogadores de que ganhar dos cervídeos será a única alternativa para essa história ainda ter um final feliz.

     
  • Às 24 de agosto de 2017 19:55 , Anonymous Ita Souza disse...

    Verde insuperável :

    Respeito a sua opinião, mas tbm não concordo.

    O Luxa a muito deixou de seu um treinador obstinado que era, e na sua última passagem pelo verdão,2008, trouxe um monte de jogadores de seus agentes e depois do fracasso, ganhamos o paulista, o que não diz muita coisa, arcamos com o prejuízo de ter no elenco um monte de jogadores imprestavéis.

    Já o Mancini, não vejo como um treinador cascudo.

    Ele ganhou a Copa do Brasil de 2005 e isso é cascudo ?

    Acredito que o "Jairzinho" pelo que fez no limitadissimo BotaFogo, 2 anos seguidos, faria sim um bom trabalho no Palmeiras.

    O Jair ao contrário do Kleina e do recente Eduardo Batista tem um trabalho atualmente de valor para mostrar.

    O Luxa faria novamente o Palmeiras uma Barriga de aluguel.

     
  • Às 24 de agosto de 2017 21:08 , Anonymous Juliano disse...

    Já sei que serei criticado, mas o que seria mais uma flexada para São Sebastião? Enfim, eu acho que o Palmeiras deveria ir atrás do Klinsmann, deixar o Valentim 'aprender' com ele um ano e depois o mesmo assume. Luxemburgo? Chega gente. Mancini? Cascudo? Valha-me senhor.

     
  • Às 24 de agosto de 2017 23:42 , Anonymous Alysson disse...

    Somos a maior máquina de moer técnicos do Brasil, se o Cuca atual campeão brasileiro não servir mais, não sei quem vai servir, Luxemburgo é um excelente técnico, mas o seu tempo aqui já deu, Mancini é treinador de time pequeno, logo não temos opção, se perder domingo o presidente que mais parece o Gru deveria meter o pé na porta do vestiário e colocar o dedo na cara desses FDP que não querem jogar, mas não consigo nem imaginar esse cara fazendo isso

     
  • Às 25 de agosto de 2017 07:00 , Blogger Joel Ferreira disse...

    Vide exemplo dos Gambás, quem ganha jogo é jogador é só o treinador não atrapalhar.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 08:03 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Como estão nossos jogadores emprestados que disputam a Série B. Vejam esse link: https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://globoesporte.globo.com/google/amp/globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/vao-voltar-veja-analise-dos-jogadores-do-palmeiras-que-disputam-a-serie-b.ghtml&ved=0ahUKEwiHt-qGnvLVAhXJhZAKHTeeAHUQFggcMAA&usg=AFQjCNHBO2zoF0JQnQknxODs0IlK288e0g&ampcf=1

     
  • Às 25 de agosto de 2017 11:48 , Anonymous Anônimo disse...

    "Ir atrás do Klinsmam". Valha-me Senhor! É cada besteira que se lê por aqui.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 12:08 , Anonymous Anônimo disse...

    Luxa, hoje, não daria certo.
    É preciso que ele faça primeiro algum bom trabalho em outro time grande, para aí sim ter a chance de voltar.
    Do Sport, precisa ir para um Grêmio, Cruzeiro, Botafogo, etc. Ganhar algum título relevante que indique que realmente tenha superado os problemas e voltado ao caminho certo.
    Caso contrário iria apenas tumultuar o nosso já tumultuado ambiente. E perderíamos no mínimo mais 6 meses de trabalho.
    Tite é um caso interessante. Ele havia feito um trabalho formidável em 2004 qdo pegou os gambás no z-4 (aquele mesmo time q nao caiu no paulista graças ao grafite) e levou ao 4 lugar (na epoca libertadores era g3). Sucumbiu mediante ao furacão MSI.
    E tinha TUDO pra fazer um grande trabalho no Palmeiras. Maldito Palaia.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 12:28 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Melhor contratar Guardiola, ao invés de Klinsmann, que poderia trabalhar como auxiliar técnico do espanhol. Aprendendo com os dois, Luxa teria condições de finalmente retornar. Dessa vez gostei das ideias do Juliano.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 13:28 , Anonymous Juliano disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 14:17 , Blogger ester abea disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 14:41 , Anonymous Juliano disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 19:53 , Anonymous Anônimo disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 19:58 , Blogger Roberio BA disse...

    Ao meu ver o grande problema não só do Palmeiras mas também de todos os clubes brasileiros não é a questão treinador, este pode ser substituído sem maiores problemas, o x da questão está na lei Pelé, ela protege exageradamente atletas e empresários, e os clubes não encontraram ainda antídoto para se protegerem deste grande mal, como não há união entre os clubes, será necessário uma lei complementar para trazer equilíbrio nas negociações e proteger o clube lhe dando alguns direitos principalmente se tratando das rescisões...

     
  • Às 25 de agosto de 2017 20:00 , Anonymous Juliano disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 20:12 , Anonymous Verde Insuperável disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 20:17 , Blogger Roberio BA disse...

    Ao contratar um atleta que se encontra em posição de destaque no cenário nacional e internacional, este, através do seu empresário, tem totais condições de para fechar contrato, ter atendido as melhores condições possíveis de valores, luvas, comissões e o melhor, tempo de contrato, a partir da assinatura o clube passa a ficar refém dos mesmos, pois para si cabe apenas os deveres a serem cumpridos, já o atleta só tem o dever de cumprir o contrato e da forma que bem entender, pois este jamais poderá ser rescindido sem que o clube arque com o pagamento integral por todo tempo de contrato, aí deveria uma lei complementar possibilitar a recisão pelo clube por qualquer situação que lhe trouxesse prejuízos, seja de ordem técnica, física ou moral, em um contrato deveria constar uma cláusula que desse este direito ao clube, más entra a disputa entre clubes onde caso o atleta se recuse a assinar com determinado o outro lhe oferece uma situação melhor, excluindo cláusulas que possam lhe dar direitos sobre o atleta e seu desempenho, pelo simples fato de ter a preferência, por este motivo uma lei que obrigasse o atleta a assinar o contrato nestas condições poderia evitar este "poder" de cumprir o contrato da forma que lhe convier, barganhando outros direitos não contratados como por exemplo boicote a outros profissionais, estando protegido por um acordo leonino que só lhe favorece. Dito isto, entendo eu, a dificuldade que os dirigentes e diretores de futebol tem hoje para realizar boas aquisições em bons termos para o clube.

     
  • Às 25 de agosto de 2017 21:16 , Blogger Leandro Leo disse...

    Cuca, se não ganhar domingo do sp, ou empatar sem convencer, será seu último jogo. Apostem nisso. Vai demonstrar que perdeu o grupo. Daí não terá sentido continuar. Se a nossa diretoria insistir nisso jogará fora o resto de 2017 e comprometerá o planejamento de 2018.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial