Observatório Alviverde

20/10/2018

NA RETA FINAL DO BRASILEIRO E DA LIBERTADORES, O ELENCO DO PALMEIRAS DÁ LIÇÕES DE MINIMALISMO!



Dudu não quer nem saber em ser poupado para o Boca Juniors, na quarta-feira, pela semifinal da Libertadores. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (18), o atacante disse que quer jogar todas as partidas até o fim do ano e deix... - Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2018/10/18/dudu-quer-pegar-o-ceara-e-avisa-vai-ser-mais-dificil-que-sp-e-gremio.htm?cmpid=copiaecola
Há uma palavra na moda e em voga hoje em dia, repetida por pessoas que nem sabem o que ela significa: 

M-i-n-i-m-a-l-i-s-m-o!

Para quem deseja saber-lhe a definição, tento explicar:

"minimalismo é a adoção de um comportamento novo, diferente, muito mais maduro e racional, por parte de pessoas que viviam antes uma vida nababesca, repleta de luxo, riqueza, grandeza, prazeres e conforto e que, num segundo momento refletiram e mudaram radicalmente a forma de ser, passando a viver maneira muito mais simples." 

Numa frase mais elucidativa, seria "livrar-se dos excessos materiais, do orgulho e da empáfia de ontem e concentrar-se nos objetivos de ordem pessoal, porém aqueles que o dinheiro não compra, o tempo não rói  e a ferrugem não destrói, isto é, a realização pessoal voltada não para a aquisição de bens materiais mas para buscar a alegria, o prazer e a felicidade".

Fosse eu ministrar uma preleção ao time do Palmeiras, nas retas finais do Brasileirão e da Libertadores, estejam vocês, todos, convictos, eu abordaria esse tema, até porque neste final de semana o Verdão enfrenta o desesperado Ceara Sporting em São Paulo e no meio da próxima semana irá à La Bombonera medir forças com o Boca.

Até aqui (as campanhas do time de Felipão retratam bem o que dizemos) o Palmeiras esteve (está) forte nas duas competições, jogando com sobra, gastando a bola e mostrando tudo o que sabe e pode e esnobando os adversários.

Só que, agora, nas retas finais das duas competições, o comportamento palmeirense tem de ser minimalista, isto é, aquele de impor uma atitude diferente nos compromissos que o esperam nas seis rodadas decisivas do Brasileiro (competição por pontos corridos) e nas duas semifinais da Libertadores (competição eliminatória).

Sempre fui exigente em relação à qualidade do futebol apresentado pelo time, mas, desta feita, tenho de admitir que muito mais importante do que convencer, será vencer.

Já no jogo decisivo de domingo  contra o Ceará, o Palmeiras (com Felipão no comando) certamente deixará de lado a constância das iniciativas de jogo adotadas até agora e vai -muito mais- esperar o adversário a fim de poder, primeiro, se defender, e, depois, contra-atacar com perigo.

Numa palavra, o Verdão irá minimalizar sua atuação, procurando simplificar o jogo e só subindo para atacar na boa e com boa cobertura defensiva! Tem de ser assim, a não ser que o jogo imponha situações táticas diferentes as que se espera de um time como o Ceará Sporting.

Embora convicto de que, em razão disso, o time dificilmente satisfará meu olhar crítico de cronista esportivo, fico satisfeito, porquanto o Verdão pode, perfeitamente, dar-se ao luxo de primeiro esperar e só depois atacar, desde que, repito, os aspectos táticos e o clima dos jogos assim o exigirem.

Há pouco li uma entrevista de Dudu publicada na Internet em que ele, praticamente, confirma todas essas nossas expectativas ao dizer entre outras coisas:

1) "Sinceramente, só pensamos no Ceará e sabemos que será mais difícil do que pegar São Paulo e Grêmio (jogos nos quais o Palmeiras venceu até com facilidade).

2) "O Ceará está lutando contra o rebaixamento e os times que estão nessas condições são muito difíceis de serem batidos. Precisamos muito dessa vitória".

3) "Eu quero jogar todas as partidas daqui para o fim de ano mas todo mundo está bem e também quer jogar esse jogo que é decisivo para nós".

4) "No primeiro turno a gente vencia por 2 x 0 e eles empataram. Sei que eles vão jogar fechados e a gente tem de encontrar um caminho para ganha da retranca que eles vão armar".

5) "A mim pouco me importa se eu jogo como homem de conclusão ou como assistente porque o importante vai ser ganhar o jogo".

Deu para reparar que o principal jogador palmeirense deu um show de minimalização, porquanto em momento algum colocou o Palmeiras em um plano superior ao Ceará Sporting e, até pelo contrário, preferiu abordar o tema da dificuldade do jogo do que enaltecer uma indiscutível maior capacidade do Verdão sob todo e qualquer ponto de vista através do qual se aborde o jogo de amanhã!

COMENTE COMENTE COMENTE
"Sinceramente, só pensamos no Ceará. Sabemos que vai ser muito difícil. Vai ser mais difícil do que pegar o São Paulo e o Grêmio. Eles estão lutando para sair do rebaixamento. Vai ser difícil. Precisamos conquistar a nossa vitória... - Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2018/10/18/dudu-quer-pegar-o-ceara-e-avisa-vai-ser-mais-dificil-que-sp-e-gremio.htm?cmpid=copiaecol
Dudu não quer nem saber em ser poupado para o Boca Juniors, na quarta-feira, pela semifinal da Libertadores. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (18), o atacante disse que quer jogar todas as partidas até o fim do ano e deix... - Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2018/10/18/dudu-quer-pegar-o-ceara-e-avisa-vai-ser-mais-dificil-que-sp-e-gremio.htm?cmpid=copiaecola

9 Comentários:

  • Às 20 de outubro de 2018 08:27 , Anonymous Cláudio de MG disse...

    Concordo com tudo que o Alcides/Dudu escreveram (Alcides escreveu, Dudu falou).

    A imprensa prega que será massacre. Vitória fácil e outras tolices.

    Não será!

    O Ceará jogará fechado. Esperando um bom contra ataque. Este estilo de adversário é bem mais difícil. Principalmente para times comandados por Felipe Scolari.

    Um ponto para o Ceará pode somar pouco na tabela, más entregara ânimo e brio ao elenco:

    "EMPATAR COM O LÍDER FORA DE CASA".

    Prevejo um jogo duríssimo contra o renovado time do bom treinador Lisca (que não tem nada de doido).

    1X0 com gol salvador de William Bigode, aos 42 do segundo tempo, já me deixará muitíssimo satisfeito.

    Bom Sábado a todos.

     
  • Às 20 de outubro de 2018 09:49 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos, e queridos Alcides e Claudio(ambos os dois de MG)

    a. concordo. Jogo duro. Meio a zero está ótis. Precisamos dos 3 pontinhos

    b. com os 3 pontinhos será mais um passo para o DECA. Um passo GIGANTE, termo cunhado pelo Ze Roberto e adotado pela imprensa marrom para definir todo e qualquer clube. Mas GIGANTES somos nós.

    c. Os outros sao só grandes, mas há alguns pequenos: SCCP, CRF, SCI, CAM, CAP, SFC, FFC, CRVG, BFR, SPFW, e mais alguns que nao lembro. Destes, ECC e CAM sao excrescencias, SCCP, CRF, SCI, SPFW filhotes da Globo e SFC, BFR ex-grandes.
    O SCI e o CRF sao fundadores do clube dos cafajestes, e o FFC com suas manobras judiciais um dos fortes pleiteantes a entrar, junto com o Ixpó, que nem grande é.

    d. todo o resto, pela limitação de títulos e fraqueza futebolística, nem grande é. O Grêmio pleiteia, mas vem de um estado insignificante demais para ser grande.

    e. essa é a opiniao da Tia Ester.

    f. agora, quando o Camisa 10 fala em minimalista, já imagino o miniHercules com um shortinho minimalista...ah, devaneios de uma moça

     
  • Às 20 de outubro de 2018 10:45 , Blogger Unknown disse...

    Esse jogo deveria ser hoje (sábado)...um dia a mais de descanso pra guerra na Argentina.

     
  • Às 20 de outubro de 2018 16:19 , Blogger Boca dura disse...

    Poderia ter jogado ontem sexta feira

     
  • Às 20 de outubro de 2018 18:38 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Também acho que a partida contra o Ceará DEVERIA ter sido realizada neste Sábado.

    Más, pensando bem, por qual motivo a CBF se dedicaria em modificar uma tabela em prol do Palmeiras?

    Logo o palmeiras, o filho adotado (adotivo, geralmente é melhor tratado)?

    Passa.

     
  • Às 20 de outubro de 2018 18:59 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Saindo do assunto (Alcides sempre nos permite) gostaria de abordar, e saber opiniões, sobre uma coisa que há uns 20 anos ou mais vem me incomodando muito no mundo do futebol: Será que vale a pena empatar?

    Nós, que somos da época da vitória de 2 pontos, empate 1 e derrota zero, nos acostumamos a esta coisa de que empatar não é tão trágico.

    Engano nosso!

    Desde que foi criado os 3 pontos para a vitória, o empate virou um PÉSSIMO RESULTADO.

    EXEMPLO:

    Se o Palmeiras tivesse perdido de 3x2 para o Ceará, naquele jogo maluco, e vencido o América/MG (que será rebaixado) ao invés de empatar as duas partidas, hoje teríamos 60 pontos e UMA VITÓRIA A MAIS (primeiro critério de desempate).

    Pergunto: Vale a pena empatar no formato do futebol atual?

    Nunca vi um treinador, da chamada "nova geração" abordar este assunto.

    Os times que empatam muito (ou empacam) são os que NÃO vencem nenhum campeonato e que são sempre rebaixados.

    Mais um exemplo:

    É melhor para nós vencermos o Ceará amanhã e PERDERMOS para o Galo no Horto, do que empatar as duas partidas.

    Compreendem?

    Salvo raríssimas exceções, o empate NÃO traz benefício.

    Um exemplo de que o empate "pode" ser bom: Flamengo no Rio.

    Porque é um adversário direto e, hoje, está abaixo na tabela.

    Fora isso, empate só atrapalha.

    Todos sabem (pelo menos os mais antigos aqui) que fui da área de estatísticas e gosto deste ramo. Por isso, para melhora do futebol, gostaria que empates em 0x0 e 1x1 não pontuasse ninguém.

    Empate com um ponto, só a partir de 2x2 no placar.

    Vou fazer uma pesquisa, e mostro aqui depois, más tenho quase certeza que 80% dos empates são sempre 0x0 e 1x1.

    Gostaria muito de saber a opinião dos amigos sobre este tema, que há muito tempo, eu venho observando e criticando.

    Abraços a todos e um ótimo final de semana (com VITÓRIA do Palmeiras amanhã).

     
  • Às 20 de outubro de 2018 20:02 , Anonymous Ed disse...

    Grande Cláudio de MG, seus comentários enriquecem o já rico Observatório Alviverde, "habitado" por um panteão de CRAQUEmentaristas, digo, comentaristas que, cada qual à sua maneira e características, contribuem para um blog cada vez melhor. Aos poucos o respeito vai se reestabelecendo.

     
  • Às 20 de outubro de 2018 20:16 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos, também Cláudio e Ed

    Ed: tens razao, querido. Temos ótimos comentaristas, experts em Palmeiras. Quando nao estao bravos uns com os outros sao sensacionais. Por falar nisso, cadê os ótimos Porkidoido e o Sei de Tudo? precisamos deles!

    Claudio: brilhante comentário. Mostrou por a + b que empatar é uma porcaria. Melhor perder uma e ganhar outra do que empatar duas.
    e eu acho que ganhamos do Ceará, e TAMBEM do Atletico, a excerescência que tem a ousadia de achar que somos fregueses...

     
  • Às 20 de outubro de 2018 20:20 , Blogger Libertad disse...

    Grande Cláudio, que bom ter vc de volta.
    Quanto ao assunto, Luxemburgo sempre dizia que depois da era dos três pontos, empatar é resultado enganoso.
    Amanhã temos que ganhar ou ganhar, os concorrentes vão pegar moleza.
    Minha preocupação são os muitos pendurados e próximo jogo contra os mulambas no Rio.

    Nei.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial