Observatório Alviverde

08/12/2018

DEIXEMOS MATTOS (SOB FELIPÃO) EXERCER SUA FUNÇÃO COM PLENA TRANQUILIDADE!



Meus amigos palmeirenses...

Temos, todos nós que atuamos nas redes sociais, as mesmas, aliás, que Jair Bolsonaro provou ser mais poderosas e eficientes do que a mídia convencional, de fazer um "mea-culpa".

Temos (quase todos) a mania de "cornetarmos demais" as contratações do Verdão tentando fazer futurologia baseados em nossos próprios conceitos, e, em razão disso, acabamos, de uma certa forma,  prejudicando o Palmeiras.

No profissionalíssimo futebol de hoje, clube algum que almeje o protagonismo e as conquistas pode ou deve repousar sobre os louros das conquistas.

Tudo porque os trajetos e valores do mundo da bola variam e alteram-se constantemente, impondo a insubstituível necessidade de reciclagens e correções de rumo e curso, que incluem -necessariamente- a contratação de alguns atletas e a dispensa de outros. 

Em suma, mesmo com a evidência de que em qualquer campeonato ou torneio apenas um clube é ou será o vencedor,  quem não chega ao título, ao menos tenta manter-se estável e em posição de protagonismo. O Palmeiras tem conseguido ser assim!

Por tudo isso os reforços a ser contratados, têm de preencher necessidades que não são as nossas e nem as de nossos desejos pessoais, mas as do time e do elenco, em consonância com as características de jogo impostas pelos técnicos que os recomendam.

Então não são, necessariamente, apenas os nomes que eu, tu, ele, nós, vós e eles apontamos, sugerimos ou escolhemos, as melhores indicações e soluções.

Como o futebol é coletivo, muitos jogadores que não rendem dentro de um esquema podem render absurdamente em outros. É por isto que nem sempre o melhor em determinada posição é contratado, mas, exatamente aquele que atua em conformidade com o esquema adotado pelos times. 

Nesse aspecto, Deyverson é um exemplo positivo tanto e quanto Borja é um exemplo negativo em relação ao Palmeiras.

Outro aspecto a ser abordado é aquele (chato e insistente) que denuncia Mattos por desperdícios de verba em dezenas de contratações ditas desnecessárias, tanto e quanto as críticas constantes ao diretor de futebol que, muito mais, tem acertado do que, propriamente errado.

Há um punhado de outros assuntos ligados a Alexandre Mattos sempre colocados de maneira constrangedora e  inoportuna pela maior parte da torcida palmeirense, mais ou menos assim:

Se Mattos contrata muitos jogadores dizem que ele exagera, afirmam que não contratou certo e que ele nunca acerta. De fato, Mattos errou muito, mas, porventura, existe ou existiu na história do futebol um diretor que só tenha acertado?

Se não contrata ou se contrata pouco o criticam sob a alegação de que ganha muito e não faz nada e que o cargo que ocupa não precisa ser ocupado por um profissional.

Se contrata jogadores de bom futebol mas de pouco nome, como Matheus Fernandes, Carlos Eduardo, Zé Rafael e Artur, alvo da cobiça de tantos clubes, seus detratores afirmam que são apenas "meias-bocas" e que o time precisa mesmo de gente que entre e resolva.

Se um jogador não dá certo e não funciona no planejamento deste ou daquele técnico dizem que o erro foi dele em contratar aquele jogador, sem nunca reconhecerem-lhe o mérito de sobejo nas contratações de Dudu, Bruno Henrique, Moisés, William Bigode e outros que ajudaram o Palmeiras em seus tantos títulos recentemente conquistados. 
Se ele opta por uma contratação mais cara e dispendiosa e o técnico não aproveita, dizem que ele esbanja dinheiro que não é dele e que precisa ser vigiado de binóculos em face de suas ações excessivamente perdulárias, nas quais pode estar tirando proveito. 

O maior de todos os exemplos (vou repetir)  é Deyverson que só arrebentou quando passou a atuar sob o comando de Felipão.

Da mesma forma, e para que fiquemos por aqui, se Mattos afirma que vai contratar (como está ocorrendo) Ricardo Goulart, alegam que se trata de um jogador extremamente oneroso e que não valeria a pena, na relação custo-benefício, tê-lo no elenco. 

Fique claro que quando falo em mea-culpa, eu que, tantas vezes, critiquei o Mattos não estou pretendendo cercear o livre direito da crítica a qualquer dos amigos que todos os dias deixam aqui as suas opiniões.

Quero dizer apenas que, com muito mais acertos do que erros e baseado nas conquistas recentes de um time que de mero participante de campeonatos transformou-se, completamente, reassumiu seu protagonismo e impôs o seu predomínio de multicampeão, sugiro que deixemos Mattos trabalhar para continuar contratando quem ele julgue os melhores.

Por que mudar, mudar por que se as coisas têm dado tão certo? 

Sugiro, então, o seguinte:

Se você acha que ele acerta, deixe um elogio.

Se você acha que ele erra, deixe uma crítica, mas uma crítica construtiva, eivada de ética, equilíbrio e argumentos, sem as tradicionais ofensas que só servem para desmerecer e desvalorizar as nossas opiniões.

Ou, para que encerremos, d-e-f-i-n-i-t-i-v-a-m-e-n-t-e, o assunto deste sábado,
em vez de Alexandre Mattos você preferiria Mustafá, Tirone, Cipullo ou Toninho Cecílio?

COMENTE COMENTE COMENTE


18 Comentários:

  • Às 8 de dezembro de 2018 06:31 , Blogger Boca dura disse...

    Concordo plenamente com seu post Alcides agora apenas uma observação segundo vi na imprensa o Palmeiras está com 60 jogadores voltando de empréstimo em janeiro sendo que desses todos no máximo dois serão aproveitados então cabe a ele também recolocar esses jogadores no mercado para diminuir o perjuizo.

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 09:46 , Blogger Libertad disse...

    A imprensa já comenta e afirma que Mattos/Palmeiras faz contratações, não para jogar no verdão, mas para não reforçar os adversários, citam inclusive a reforma de contrato do Prass, aconteceu para o goleiro não ir parar nos cervídeos, se realmente procede é um absurdo.

    Lembramos que tem a possibilidade da saída do Dudu, B. Henrique e F. Mello, jogadores difíceis de ser substituídos a altura, com esse mercado em alta, qualquer cabeça de bagre se pede um absurdo.

    Esta difícil saber qual a politica de contratação do Palmeiras, se é emprestar da Patrocinadora, contratar, vender depois reembolsar (????), se é contratar para não reforçar os concorrentes, agora só acho que as contratações tinham que ser mais cirúrgicas, especificas com mais qualidades.
    Nei.

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 10:21 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos queridos:

    a. ótimo post do Camisa 10.

    b.Quem viu a SEP sob a batuta de Palaia viu Darinta(mau jogador , mas bom caráter e palmeirense), Vargas, Lopes, Aragonez, Benazzi e outras perebas horrorosas. O time de hj é um bálsamo! Em parte isso é obra do gordinho...mas claro que o gordinho acerta e erra.

    c. o post me remete a um ponto, um pontinho só: quando contratamos moços sem nome, a imprensa marrom critica. Diz que precisamos de quem resolva. Se sao famosos, e custam $$$$, dirao que é muito dinheiro pra pouco futebol.

    d. E se temos tecnicos perebas como Bonamigo, EB, RM, Kleina a imprensa marrom se deleita. Chamam de "tecnico de grande potencial". A Folha inventa uns infográficos com dados falsos tirados do fracassado Datafolha, para provar que Big Phil nao vale nada e bom mesmo é RM

    Contra o Palmeiras esses manés vendem até a mae...

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 11:53 , Anonymous Não Concordo Com O Post disse...

    O time só foi campeão por que Scolari entende de futebol, manja do riscado. Bota esses novatos metidos a Albert Einstein no bolso.
    Alexandre Mattos contratou mais de 60 jogadores desde 2015.
    60.
    Encheu e continua enchendo o elenco de jogadores.
    Alexandre Mattos tem que agradecer e beijar os pés de Scolari, por que esse time é, e era praticamente o mesmo nas mãos de Batistinha, Roger e Valentim. Até Cuca, briguento, birrento e de saco cheio, na segunda passagem.
    Scolari é o cara, não Mattos.

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 11:58 , Anonymous Nome/URL disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 12:24 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Eu preferiria Toninho Cecílio. É Palmeirense, entende muito de Futebol, e é totalmente honesto. De pai e mãe.

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 12:38 , Anonymous amigo do insuperável disse...

    Nome URL
    Se você condena tanto o dono do blog porque não cumpre o que prometeu quando escreveu como anonimo e cai fora daqui? A gente te agradece tá.

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 17:41 , Anonymous Cláudio de MG disse...

    Sobre o trabalho do Mattos, vou fazer uma citação ao que a Ester Abea publicou no post anterior:

    "Este time do Palmeiras é um bálsamo"!

    Quem viu, ouviu, tomou notícias do que eram os times (elencos) do Palmeiras nos anos 1979 a 1984/1985 sabe bem o que significa o "bálsamo" citado pela Ester.

    O trabalho de Mattos é ESPETACULAR!

    Com todo respeito ao chato, más imenso Cruzeiro Esporte Clube, a coisa mais difícil é um clube sagrar BICAMPEÃO brasileiro consecutivamente.

    MUITO mais difícil ainda se este clube estiver fora do eixo midiático SP/RJ.

    O Cruzeiro de Mattos conseguiu.

    Gente, este moço entende do riscado.

    É Administrador FORMADO (assim como Galliote) e este pessoal está mudando o patamar do Palmeiras.

    Aliás, RECOLOCANDO o Palmeiras em seu tradicional e devido patamar.

    A maldita política da economia SUJA, RUIM e BARATA quase nos levou à destruição.

    Finalizando, lembremos que os 4 anos de CREFISA no Palmeiras (15,16,17,18)já são mais vitoriosos que os 4 primeiros anos da maravilhosa era PARMALAT (93,93,94,95).

    Com a primeira patrocinadora, em 4 anos, foram 2 paulistas e 2 brasileiros.

    Com a segunda, nos mesmos 4 anos, são 2 brasileiros e 1 Copa do Brasil.

    Isso sem contar o paulistinha da vergonha que nos foi tomado daquela forma este ano.

    Pra mim, 1 Copa do Brasil vale 10 paulistinhas.

    O badalado Rodrigo Caetano, protegido pela imprensa e NUNCA CRITICADO, com a mesma fortuna em mãos, com os mesmos gastos estratosféricos não ganhou NADA com o cheirinho.

    Blindado pela imprensa, abandonou o barco (ou o cheirinho) é se mandou para o Inter.

    Juro que uma vez ouvi aquele PVC falar em um programa que Marcelo Cirino era uma contratação melhor do que o Dudu.

    Pesquisem no YouTube e vão achar.

    Kkkkkkk. Onde está o tal Cirilo?

    Vejam as carretas de dinheiro que o cheirinho gastou, pra não GANHAR NADA, contratando Geovanio, Juan, Marlos Moreno, Guerero, Diego Alves e Ribas, Rever, Rodolfo, Trauco, aquele colombiano corredor e HORRÍVEL que esqueci até o nome.

    Ninguém fala nada.

    A imprensa marrom NOJENTA não abri o bico.

    E os caras não ganham NADA!

    POR ISSO TUDO, acho que o Palmeiras está de parabéns, e Mattos, Galliote e Cícero também.

    Abração a todos!!

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 19:02 , Blogger Ester Abea disse...

    aliás, meu querido primo por afinidade palmeirística Claudio MG, suscitou-me mais um capítulo da horrenda série: Perebas Alviverdes. Lembrar disso arrepia os bons palmeirenses

    Hoje lembrei-me de mais uns:

    Benazzi- jogou no time de 1980/1. Era um LD tao grosso, tao grosso que nao conseguia receber, manter, conduzir ou passar uma, umazinha só, uma única bola. Qualquer jogada do lado direito nosso era um arrepio, um frio na barriga, uma vontade de correr ao banheiro do Parque Antartica. Jogadorzinho horroroso.

    Reinaldo Trapalhao- era um centroavante loiro grandao tao grosso, tao grosso que para a bola entrar tinha que relar nele, na base do sem querer. Tia Ester o viu comemorar gol numa bola que nao entrou, num amistoso na simpática Rua Javari. Por causa disso o Noticias Populares lhe deu o apelido. Perto dele Borja era um Pelé...



     
  • Às 8 de dezembro de 2018 19:29 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos queridos

    desse jeito eu vou colocar o tal Nome entre as maiores perebas de todos os tempos...o cara é chato

     
  • Às 8 de dezembro de 2018 23:29 , Anonymous alcides drummond disse...

    Meus amigos do OAV

    Peço a todos que não me defendam das bobagens perpetradas pelas crianças que adoram frequentar o nosso blog.

    Tenho o remédio adequado para tratá-las.

    Não liguem importância ao que dizem ainda que eu demore em deletá-las.

    Se, como hoje, eu só puder acessar o blog bem mais tarde e não puder apagar as traquinagens do bebê, por favor, ignorem o conteúdo e não respondam.

    Assim que abrir o blog, tomo as providências.

    Abs a todos do Drummond

    Detalhe Final: só voltarei a postar na tarde/noite deste sábado e deixo-os inteiramente à vontade caso queiram variar o tema.

     
  • Às 9 de dezembro de 2018 07:19 , Blogger Boca dura disse...

    Confesso que não me lembro desse Reinaldo trapalhão mas será que era pior que o tal pardalzinho RS rs

     
  • Às 9 de dezembro de 2018 07:25 , Blogger Boca dura disse...

    Nao podemos esquecer também que Luan aquele que estava na França e que acabou de ajudar no rebaixamento do América mineiro perdendo um penalti contra o florminense foi indicado por Felipão. E ainda pediu a renovação de seu contrato como diria o sardinha Paulo morsa péssimo dos péssimos.

     
  • Às 9 de dezembro de 2018 07:31 , Blogger Boca dura disse...

    Foi um desespero no banco do mequinha quando ele pegou a bola pra bater o penalti o velho e simpático Givanildo gritava do banco #ele não rs rs

     
  • Às 9 de dezembro de 2018 08:55 , Blogger Ester Abea disse...

    querido Boca Dura

    tens razao! O Reinaldo Trapalhao nao era pior que Max Pardalzinho...de vez em quando a bola resvalava no Reinaldo e entrava, sem querer querendo

    Mas você me fez lembrar de mais alguns da horrorosa e tenebrosa série Perebas Alviverdes:

    Freitas- número 8 que veio do Coritiba. Jogou no time de 1981-2 . O moço era alto e forte(claro que nao tao forte quanto o gênio da mídia) mas tropeçava na bola e era incapaz de um, unzinho só, um miserável chute. Foi um dos numero 8 mais horríveis que tivemos.

    Paulo Morsa- é realmente o péssimo dos péssimos. Bobo, acha que faz graça...sem contar que só fala no SFC. Nao foi jogador, mas merece estar na lista dos perebas

     
  • Às 9 de dezembro de 2018 17:37 , Blogger Ester Abea disse...

    querido Boca Dura e amigos:

    bilhoes de desculpas...o nome da pereba artilheira é Reginaldo e nao Reinaldo Trapalhao.
    De todo modo o moço nao jogava nada

    P.S. Tia Ester foi verificar os times do tristonho 1981 e dormiu mal a noite...pesadelos ao ver Sena, Paulinho e Joao Marcos envergando o lindo uniforme da SEP

     
  • Às 9 de dezembro de 2018 17:39 , Blogger Ester Abea disse...

    Na época Tia Ester lia As 20 Noticias de Antonio Guzman. Esse, apesar de corinthiano, colocava 17 ou 18 noticias da SEP nas 20 noticias. E chamava Palaia de "o incompetente Hugo Palaia"

     
  • Às 11 de dezembro de 2018 00:19 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Verdade. Poucas vezes li tanta verdade.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial