Observatório Alviverde

03/12/2018

SALVE PALMEIRAS, O LÍDIMO CAMPEÃO BRASILEIRO DE 2018!


Deixo de lado a magnífica festa do Palmeiras para por pra fora algo que muito me incomodou e ficou entalado em minha garganta.

Refere-se a um comentarista que, se nunca foi um expoente ou um primor de comentarista, ao menos era alguém que, pela ponderação, eu o julgava diferenciado em relação à vala comum dos chamados "analistas televisivos".

Refiro-me a Lédio Carmona, aquele que quando o Curica ganhou (com o auxílio vergonhoso das arbitragens) o título Brasileiro de 2017, teceu loas e enalteceu "a beleza e objetividade" do futebol retrancado do time de Carile, colocando-o no pedestal de melhor de 2017, malgrado o rotundo e grotesco fracasso curicano logo em seguida na Libertadores do mesmo ano.

Acho estranho e inadmissível que o mesmo Carmona, (não o confundam, por favor com o veterano repórter paulistano Roberto Carmona, palmeirense e muito mais profissional do que ele) tenha dito sábado, quando do jogo do Flamengo, que o Atlético Paranaense era "o melhor time brasileiro desta temporada".

Lédio perdeu uma grande oportunidade de ficar calado porquanto, a partir da estúpida declaração conduziu-nos ao seguinte ponto.

Das duas, uma!

ou Lédio está louco (se ainda não estiver pode estar a caminho) ou loucos estamos todos nós que acompanhamos o Brasileirão/18.

Será que ele não constatou mas apenas nós, que o time campeão da temporada estabeleceu uma folga de 8 pontos em relação ao segundo colocado?

Será que só ele desconhece que o Palmeiras impôs um novo recorde de invencibilidade e quebrou todos os recordes possíveis e imagináveis referentes à competição?

Será que apesar das espessas lentes de seus óculos ele ainda não conseguiu ler e constatar que o Verdão obteve o maior número de vitórias deste Brasileiro (23)?

Que sofreu o menor número de derrotas (4), que estabeleceu entre os demais participantes o maior número de gols marcados (64) e, de quebra, teve o menor número de gols sofridos (26)?

Que, em razão de tudo isso, impôs o maior saldo de gols do certame (38), apresentou o time mais entrosado,mais lúcido, mais consciente e objetivo, tanto e quanto procedeu de seu elenco o craque do campeonato, Dudu?

Como mostram, provam, comprovam, evidenciam explicam e  justificam todos os números, o Palmeiras superou o mediano Atlético PR (time eleito por Lédio como o melhor hahahahaha)   com ampla folga, em todo e qualquer quesito que se queira tomar como parâmetro. 

De fato, como poderia o sexto colocado de um campeonato de vinte contendores que conquistou apenas 57 pontos ( 23 a menos que o Palmeiras) e portador de um elenco mediano que sequer atingir o patamar de classificação para a Liberta ser o melhor time do campeonato. É coisa de louco ou de apedeuta em futebol.

Como alegar irresponsavelmente que um time que, num determinado momento do campeonato, fez parte do grupo dos rebaixados por várias rodadas e no final do Brasileiro não conseguiu ser melhor do que qualquer dos clubes que o anteciparam na tabela, como o Galo Mineiro, os Bambis, o Grêmio, o Inter e o Flamengo tenha sido o melhor do campeonato? 

Melhor em que? Melhor do que que quem? Quanto mais em relação ao Verdão Campeão? É muita miopia profissional!

Eu tinha pelo Sr. Lédio Carmona, talvez por sua moderação ao microfone um grande respeito profissional, mas a partir de uma declaração esdrúxula, anômala e desprovida de senso como essa, à beira da cretinice, já o coloco no baixo clero da crônica esportiva brasileira, haja vista que o seu equívoco de sábado além de  desmedido e monumental é, tecnicamente, imperdoável.

Nada nesta crônica contra o cidadão Lédio, contra o pai de família ou contra a pessoa elegante e ética que ele parece ser, mas tudo contra o mau comentarista que ele encarna, absolutamente estrábico em seus pontos de vista, completamente ineficiente e despreparado para a importante função de análise esportiva.

Para que vocês que me leem tenham uma ideia do tamanho da bobagem por ele vociferada, vejam a diferença das campanhas de Palmeiras e Furacão a começar pelos jogos travados entre ambos. 

No primeiro turno em Curitiba o Palmeiras venceu por 2 x 3 e no segundo turno em Sampa, o Verdão meteu 2 x 0. Detalhe: nos dois jogos o Verdão deu um "showcolate" neles"

Do ponto de vista meritocrático o Palmeiras foi um incontestável Campeão Brasileiro somando 80 pontos, contra 59 do time araucariano, sexto colocado, estabelecendo uma vasta diferença de 21 pontos.

Não obstante a enorme diferença, o Palmeiras teve melhor ataque (64x56) melhor defesa (26x37) melhor saldo de gols (38x13) e um aproveitamento percentualmente muito melhor (70% a 50%).

Se Carmona dissesse -simplesmente- que, do ponto de vista artístico, gostou mais da bola mostrada pelo Furacão eu não concordaria com a opinião, mas a relevaria e até a aceitaria numa boa, porquanto cada qual tem o inalienável direito de opinar e de  estabelecer os seus valores quando o assunto é estética.

Afinal, "gosto não se discute!" dizia antigamente uma velha acostumada a comer "ranho"!  A maior parte da mídia é, exatamente assim, sobretudo quando fala acerca do Flamengo, do Curica, dos Bambis, do Cruzeiro, do Grêmio e, algumas vezes, do Santos FC.

A verdade nua e crua é que a maioria esmagadora da imprensa esportiva ainda resiste em admitir o título do Palmeiras. 

Muitos cronistas ainda se beliscam e perguntam: "será que é verdade? O Palmeiras é campeão mesmo? É lamentável!"

O que eu vejo todos os dias naquele ababelado "Fox Sports Rádio" e nos programas do famigerado Sportv é de fazer raiva e de corar u'a madre carmelita ou um frade franciscano. 

Sempre que podem, supostos cronistas e n a realidade torcedores de microfone, a maioria sem a menor ética decência, honra ou pundonor, enaltecem título do Curica do Brasileiro do ano passado sem nunca afirmar que as arbitragens impediram que eles o perdessem para o Palmeiras de Cuca.

Eles fazem levantamento até de que tipo de sunga usam os jogadores. Mas alguém já viu algum levantamento de quantos pênaltis foram marcados pró e contra o Curica?

Ainda pior, eles são capazes citar e elogiar a todo o instante a vergonha curicana na conquista do Paulistinha/18, em que o árbitro, sob influência externa, voltou atrás após marcar um pênalti efetivamente ocorrido e legítimo, regularíssimo, num dos maiores "furtos" já perpetrados na história do futebol de São Paulo em todos os tempos. 

Desde aquele tempo, ninguém fala mais na irregularidade do pênalti, só na importância do título manchado que insistem em dizer que foi limpo.

Tive notícia esta semana que o tal Carile, ex-técnico deles,  endeusado pela esmagadora maioria midiática de imbecilóides e de torcedores de microfone está à pique de voltar a dirigir o Curica.

Tendo como exemplo aquele título surrupiado e o que vi nos últimos tempos de permanência desse treinador (muito mais retranqueiro do que o próprio Felipão) lá no Curica, sou convicto em lhes dizer o seguinte.

Daqui para a frente, sem o apoio do presidiário de Curitiba e com o retorno -assim espero- das arbitragens neutras, aposto que o jovem treinador voltará para o lugar de onde ainda não deveria ter saído, isto é, para vala comum dos treinadores do baixo clero e não terá o sucesso do ano passado.

Viram o que aconteceu com Tite, sem o apoio "luxuoso" daqueles pênaltis malandros que decidiam os jogos difíceis ou dos lances irregulares com aquele gol de mão do Jô nunca apontados pelos subservientes sopradores de apito?  

É o que fatalmente ocorrerá com  Carile ou com qualquer treinador mediano que vier a treinar o Curica. 

Aconteceu com Jair Ventura, repararam? Com uma derrota a mais eles teriam caído para a segunda divisão, mas, outra vez foram amparados e beneficiados pelas "benesses" de muitos árbitros a que eu chamo de tendenciosos e que os tiraram do rebaixamento.

Aliás, se mal pergunto me desculpem, pois sou convicto de que bem pergunto:

"há quantos anos desavergonhados homens do apito dão cobertura e arrimo a esse clube? Ainda bem, não são todos!

Eu disse tudo isso, meus amigos, para que vocês possam sentir em plenitude o quanto é difícil ao Palmeiras levantar um troféu.

As forças antagônicas ao clube são formidáveis, muito além de nossos cálculos e de nossa imaginação. Isso não é recente, procede de tempos imemoriais.

Em relação à festa de ontem a simples presença do presidente Bolsonaro por si só define o sucesso da comemoração.

A presença recorde do público estabeleceu outro recorde superando o público do jogo do pênalti assinalado e que a FPF ordenou que voltasse atrás, entregando, vergonhosamente, o título para o Curica.

Apesar da diferença ter sido de apenas 29 pessoas a mais, serviu para retirar "o time do sistema" da história do recorde de público  do Allianz Parque. Pagaram ingressos 41 mil 256 pessoas.

A renda não foi recorde e ficou na casa dOS R$ 3.514.618,30, muito abaixo do recorde da final da Copa Brasil de 2015, quando o público foi menor, mas os ingressos majorados.  

Agora é bola pra frente e esperar o reforço pontual de atletas para a próxima temporada.

COMENTE COMENTE COMENTE

PS - Quero (faço questão) de registrar a boa narração de Milton Leite neste Palmeiras x Vitória.
Além de vibrante, não engoliu a voz quando usou o mezza-voce e não narrou com a má vontade que o caracteriza quando relata os jogos do Palmeiras..
Da mesma forma usou muito pouco alguns bordões ultrapassados como aquele do "eu se consagro" (o boleiro de hoje, de uma forma geral já tem nível, alguns até maior do que ML) e outros, dos quais ML precisa se livrar, a fim de se atualizar e se modernizar.. 
Sem essas perfumarias Leite torna-se o melhor narrador da TV Brasileira, (incluam o Galvão,  o chatíssimo Kléber, o gritador esportivo Luís Roberto ou qualquer outro) ao menos em meu entendimento.
Com as perfumarias proferidas, com as mesmices verbais, excesso de brincadeiras e em alguns momentos pela falta de seriedade, Leite se transforma em um Zé Mané da narração.
Ele tem de abrir os olhos para isso, tanto e quanto cuidar para não virar narrador-comentarista como ele adora fazer, induzindo o comentarista a falar apenas o que ele deseja ou quer.
Mas a escolha do estilo tem de ser dele. Milton Leite.
Se ele almeja ser o principal narrador da matriz, tem de parar (ontem) de brincar tanto, tem de parar com as piadas de clichê e, principalmente, falar, como ocorreu hoje, sempre para fora, deixando de ruminar as palavras. (AD)
 

31 Comentários:

  • Às 3 de dezembro de 2018 06:36 , Anonymous Cláudio de MG disse...

    Belíssimo comentário do Alcides.

    Concordo com quase tudo.

    Quase tudo porque ainda considero Milton Leite o segundo melhor narrador.

    Pra mim, o melhor narrador da atualidade na TV é o Nivaldo Prieto.

    No rádio, Nilson César.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:12 , Blogger Ricardo Borgo disse...

    e esse juiz que novamente nos prejudicou, ainda que fosse em jogo festivo. O palmeiras precisou suar sangue pra vencer o Vitória, que se tivesse jogado como jogou contra nós, não teria caído. Esse tal EBER ROBERTO LOPES É UM SAFADO, não esqueço o que ele fez conosco contra o Cruzeiro ano passado e ontem, foi brincadeira. Primeiro penalti na área adversária, bola na mão do beque do Vitória. Tudo bem, era festa, não precisava marcar. Só que foi somente ter uma oportunidade para nos ferrar e pronto. Falta de A. Carlos fora da área e ele, mais do que depressa apontou a marca do penalti. Bolsonaro nele.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:28 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    A voz do Galvão é incomparável. As honestidade e correcao de Jota Júnior são a essência do bom futebol narrado, e a vibração de João Guilherme, sua simpatia, bordões e potente voz, para mim, o tornam o melhor.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:29 , Blogger Boca dura disse...

    Acredito que o tal Carmona falou isso devido a vergonha de ver o Maracanã cheio e o abutres mais uma vez amarelar e ser chamado pela própria torcida de time sem vergonha

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:29 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Depois de ver Bolsonaro pulando como um adolescente dentro de campo, sem se preocupar em fazer média com as outras torcidas, cheguei a conclusão: Palmeiras, minha vida é você !

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:30 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Eder Roberto Lopes é um velho vagabundo e um venal cafajeste.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:31 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Eber.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:32 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Reparem, a globo tentou boicotar Bolsonaro, no final do jogo, ao entrevistar jogadores, e tirando o foco da imagem que estava no presidente. A globo é muito, mas muito safada.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:33 , Blogger Boca dura disse...

    Muito mais demerito dos abutres do que na verdade alguma coisa expcional do A paranaense como disse M. Alcides contra o campeão foram duas surras

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 07:41 , Blogger Boca dura disse...

    Fosse o luladrao no estádio público de Itaquera seria a maior cobertura do ano essa é verdadeira rede esgoto

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 08:26 , Anonymous Anônimo disse...

    Jota Júnior pra mim é o melhor de todos, porém sem marketing acaba ficando no ostracismo e com escalas nada compatíveis com seu gabarito.

    anderson

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 08:34 , Anonymous Nome disse...

    Alcides, me desculpe mas Lédio Carmona tem o direito de gostar do futebol que quiser.
    Ora bolas, na visão dele o Palmeiras foi campeão não jogando um futebol bonito. Ponto. É um direito dele achar isso. Se ele gosta de um futebol mais vistoso, é um direito que o assiste gostar. Não vejo problema nenhum nisso.
    Quero ver os detratores do dudu escrevendo agora danones duduzetes toddynhos.
    Os caras somem.
    É a minha opinião.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 09:32 , Anonymous Diga não ao jornalismo corporativista disse...

    Se o Alcides está inconformado com o Lédio, eu estou é inconformado com a Mônica bergamo da folha de sp.
    A soldadinha do PT na foice de sp quer prisão domiciliar pro vagabundo lularápio. Quem essa jornalistazinha pensa que é?
    A madame quer cadeia em casa pro 9 dedos da língua plesa.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 09:32 , Blogger Libertad disse...

    Na minha opinião, independente para quem torce, Milton Leite é o melhor locutor esportivo atualmente, Jota Junior já ultrapassado em ritmo de aposentadoria, Galvão tem vos de taquara rachada, João Guilherme muito fraco, tenta agradar mas é horrível.
    Também notei que a rede de esgoto, estava puta da vida com a presença do mito Bolsonaro na nossa festa, e procurou de todas as formas tirar o foco, se fosse o presidiário ladrão numa festa do cú rintia daria a maior cobertura.
    Quanto ao safado do apitador de ontem, se nossos diretores tivessem memoria, vetava esse mal intencionado cú-rintu-anus ate de passar na rua da nossa arena, muito menos dar lhe a moral, permitir que participasse de nossa festa.
    Nei.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 09:35 , Anonymous Doente(verdão) disse...

    Parece que a presença do presidente eleito foi imposição da CBF.
    Se foi isso mesmo, não tem do que reclamar com a nossa diretoria, mas se foi com a anuência da SEP, foi de péssimos gosto.
    Totalmente desnecessária a presença de todo e qualquer político naquele momento, inclusive os políticos do clube.
    Nobre um dia errou ao subir e levantar a taça.
    Ontem no estádio, foi nítida a sensação de que por um breve momento a nossa torcida se dividiu entre vaias e aplausos, quando até aquele momento era uma só!
    Ainda bem que não teve nenhuma confusão que pudesse estragar a festa.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 10:12 , Blogger Boca dura disse...

    Pelo que li vi na imprensa o convite para ver a festa partiu da diretoria do clube. Mas para estar no gramado e entregar a taça foi a pedido da CBF se certo ou errado cada um que julgue da forma que achar melhor.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 10:18 , Blogger Boca dura disse...

    Eu particularmente gostei da presença do presidente eleito mais respeito quem ache o contrário. Mais não podemos esquecer que um antigo presidente hoje atrás das grades em Curitiba um gambá doente tinha sempre apoio irrestrito da imprensa suja

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 11:16 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Para mim é uma honra um digno (futuro) Presidente da República, eleito democraticamente, entregar a taça de decacampeão ao seu time de coração.
    Honra, Orgulho, Júbilo, Prazer, Alegria, Vaidade, Orgulho, Felicidade, Êxtase !!
    Daqui a mil anos, essa data ainda estará na História.
    Não é desabonadora a honrosa participação de qualquer político decente no Futebol.
    O que é desabonador e lamentável, é a participação de corruptos, aproveitadores e ladrões.
    Portanto, VIVA GRANDE PRESIDENTE JAIR DA ROSA PINTO MESSIAS BOLSONARO.
    O Palmeirense, de verdade, nunca se esquecerá dessas cenas do dia 02/12/2018.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 11:45 , Anonymous pássaro verde disse...

    Tempos estranhos esses onde se mistura futebol com política em plena festa do título. A festa ontem era dos jogadores, diretoria e comissão técnica, portanto não tinha nada a ver o tal eleito estar lá. Pra que? Fez gol? Deu passe? Armou jogada?
    Era mais merecedor, aliás muito mais merecedor o menino Nicolas, deficiente visual descoberto num clássico onde sua mãe conta-lhe o jogo. Esse menino sim, palmeirense da mais alta cepa, era pra estar lá no pódio.
    Bolsonaro palmeirense? Pode até ser, mas que raio de palmeirense veste camisa de Flamengo, Vasco, Fluminense?
    Você palmeirense vestiria outra camisa?
    Duvido se Bolsonaro sabe que Djalminha jogou no Palmeiras.
    Dessem ao garoto Nicolas a apoteótica sensação de participar da comemoração in loco, não a um "palmeirense" que veste camisa de outros times pra fazer média que male má sabe o nome dos jogadores.
    Bolsonaro? Leve-o pra tua casa.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 12:17 , Anonymous B.....o disse...

    Essa noticia ouvi ontem após o jogo no qual estive presente.

    Bruno Henrique indo para o Japão
    Borja para a França





     
  • Às 3 de dezembro de 2018 14:24 , Blogger Boca dura disse...

    Borja pra frança seria ótimo não deu muito certo por aqui que seja feliz na Europa já Bruno Henrique tomara que fique mais também se sair já estão falando em Ramires ex. Cruzeiro e chesca da Inglaterra não sei se é assim que se escreve

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 14:49 , Anonymous Doente(verdão) disse...

    O que muita gente parece não ter notado é que a CBF usou o Palmeiras, o Brasileirão e festa do título para se aproximar do futuro presidente. Como da CBF sabemos que nada de bom pode vir, suspeito que usaram a SEP para uma finalidade ainda desconhecida...
    Respeito a opinião de todos que acharam pertinente a presença do político.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 14:53 , Anonymous Verdinha disse...

    Cadê o azedo do Nei verde e o INjusto e Franco agora pra criticar Dudu, Felipão e cia. Critica agora Nei Verde e INJUSTO. Não era o Dudu que tinha que ir embora, não era o Felipão o velho fdp igual você escrevia, não era o Felipão que não tinha 'repertório' né INjusto. Parece até o MCP falando.
    Azedo Nei e INjusto Franco, apareçam zé manés.
    É até feio escrever mas CHUPEM GOSTOSO AGORA E ENGULAM SEUS ORGULHOS.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 16:55 , Blogger Libertad disse...

    Grande amigo INSUPERÁVEL, com sua permissão vou assinar sua magnifica postagem.

    Parabéns...! tudo que é de coração, puro, correto e honesto é bem vindo.

    Viva o mito Bolsonaro, Viva o Palestra Deca campeão..!

    Para mi foi uma grandiosa honra ter um presidente dos nossos, entregando a taça ao gigante Palmeiras...!

    Mandei fotos para todos meus amigos gambas, urubus, viados, sardinhas, etc..etc..

    Viva Bolsonaro, o mito viva o Palestra...

    Nei.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 17:14 , Blogger Libertad disse...

    banana boa e barata, e é meu presidente...!


    https://www.youtube.com/watch?v=r9y4y-4gtDI


    Nei.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 17:15 , Blogger Libertad disse...

    Esse meu presidente....



    https://www.youtube.com/watch?v=RHaGvOPlYOg


    Nei

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 19:09 , Anonymous Verdinha disse...

    É, pelo típico linguajar chulo, baixo, rasteiro e nojento, é inconfundível que foi escrito pelo azedo nojento do Nei Verde.
    Coitada de quem é casada com esse nojento.

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 19:31 , Blogger Boca dura disse...

    Olha o nível gente tá parecendo blog dos gambás só barraco. Aqui não é lugar para certos linguajar deveria ser só futebol de preferência sobre o verdão

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 19:58 , Anonymous Anônimo disse...

    Essa sujeita não me esquece mesmo, vai se tratar infeliz, vá arrumar um macho sua podre.
    Nei

     
  • Às 3 de dezembro de 2018 20:31 , Blogger STM disse...

    Felipão, vai fazer o que na Colombia??
    Não acredito que, nesta idade, com tanto sucesso, ainda pense em dinheiro para tomar as decisões...
    Não acredito que consiga gastar o dinheiro que ja tem guardado!
    Fica, please!

     
  • Às 4 de dezembro de 2018 11:33 , Blogger STM disse...

    Porem entendo que queira disputar uma ultima copa do mundo e mostrar, mais uma vez, toda a sua competência...
    Mas, eu acho que ele nao precisa provar nada a ninguém.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial