Observatório Alviverde

14/12/2018

OU SERÁ QUE A CRÔNICA ESPORTIVA BRASILEIRA É A ÚNICA DO MUNDO QUE ESTÁ CERTA?



Estamos há bem  pouco tempo tempo do encerramento do ano esportivo de 2018.

Foi, reconheça-se, um ano muito bom para o Palmeiras mas que poderia ter sido ainda melhor, não houvesse o verdão sido operado (sem anestesia) pela FPF, na final do Campeonato Paulista.

Quem perpetrou a infâmia foi um árbitro subserviente, vassalo, mero cumpridor de órdens "aparecido" de repente, em ajuste e conluio a própria FPF. 

Foi um desrespeito, uma infâmia, um menosprezo, uma vergonha, fatores nauseabundos porém aprovados equivocada e criminosamente pela maior parte da mídia, à qual, visível e definitivamente, não interessava o Palmeiras campeão ! Deu no que deu e a mídia, a respeito do assunto, emudeceu.
 
Da mesma forma, há que se registrar o imensurável prejuízo alviverde no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, perpetrado por um árbitro incompetente que a CBF conseguiu recrutar no mais ignoto interior do Brasil, objetivando a  o serviço.

E recrutou lá nas entranhas do Mato-Grosso do Sul, estado que desde a dissolução do Operário de Campo Grande de Irineu Farina, pode-se dizer que nunca mais existiu com destaque no cenário esportivo brasileiro.

Mas deu pra notar que entre os cronistas esportivos (ô classezinha conveniente, ressalvado um ou outro "gato pingado), ninguém mais fala dos dois escândalos perpetrados contra o Verdão,  (o do Curica no Paulistinha e o do Cruzeiro, na Copa do Brasil), jamais mencionados?

Por que que esses "cronistas restritos e exclusivos às análises de situações que apenas a eles lhes interessam", nunca mais tocaram ou voltaram sequer a tocar nesses assuntos, razões precípuas dos prejuízos perpetrados contra o melhor time em atividade, hoje, no Brasil, o Palmeiras?

Já imaginaram o protesto e os discursos que estariam fazendo até hoje (com mínimas exceções), houvessem sido os decadentes bambis e gambás ou até as anêmicas sereias, os prejudicados?

Voltando ao assunto mudança de plano e da fórmula de disputa com o estabelecimento de um novo padrão de campeonato para o Brasileirão, percebam o seguinte:

Os caras que até já lançaram o assunto ao público, são os mesmos (a maioria absoluta deles) que já entenderam e se convenceram que, na base dos pontos corridos, em que as competições permitem recuperações, recomposições e constantes volta ao páreo, serão necessários erros arbitrais no atacado para proteger os times que ela, a crônica e a própria CBF querem ver campeãs!

Da mesma forma, deu para reparar que, toda a vez em que o Palmeiras vence ou conquista uma competição mais importante eles não se conformam e partem, i-m-e-d-i-a-t-a-m-e-n-t-e, para campanhas revolucionário-radicais de mudanças de paradigma e padrão?

Isto explica porquê que a "campanha" pelo retorno dos "mata-matas" retornou, recrudesceu, tem sido uma pauta constante nos noticiários esportivos e mostrada e comentada com insistência nos programas televisivos. 

Notem que os caras, ora preocupadíssimos com o fato de o Palmeiras ter chegado duas vezes ao título em três anos (só não chegou três por influência negativa dos árbitros em 2017 e da depressão de Cuca) estão tão envolvidos nisso que se esquecem dos temas verdadeiramente importantes que deveriam nortear o noticiário e os programas nesta nova quadra em que vivemos.

Mas quem é que não sabe porquê e a mando de quem já estão começando a introduzir essa ideia, a qual eu vou logo alcunhando, sem o menor receio de errar ou de ser injusto, de " ideia de jerico"!

Voltar o Brasileirão ao status anterior seria -reconheço- até um pouco mais rentável e prazeroso, mas, do ponto de vista técnico, é um retrocesso de proporções inimagináveis o regresso a um passado completamente ultrapassado e demodê.

Só jornalistas parciais, os bobalhões, os inconsequentes e os desinformados ( se não forem alguns que fingem que são tudo e trabalham em prol das causas que defendem), advogam a furadíssima tese a qual, em última análise,  não tem o menor poder ou a capacidade suficiente para apontar o melhor time de uma temporada.

A chamada "morte súbita" só informa, esclarece, explica e justifica o "campeão do tempo e da hora da decisão", sem levar em consideração a trajetória de jogos disputados até ali.

Como todos os amigos que acompanham esta matéria podem depreender, as decisões em situações nas quais os campeonatos têm esse formato, só prejudicam mesmo os times que, como o  Palmeiras, não têm bom trânsito junto às Federações e à CBF. 
(lembrem-se, repito, dos recentes Palmeiras x Curica pelo Paulistão e Verdão x Cruzeiro pela Copa do Brasil, 1º jogo).

Em campeonatos mais longos, aqueles que exigem dos clubes uma media de produtividade para vencê-lo (caso do atual Brasileirão), para que se apure um verdadeiro campeão e para que não haja injustiças, nada substitui um bom Brasileirão por pontos corridos.

É assim que funciona (funciona mesmo!) em 99,9 % dos países do mundo já há largos e longos anos.

Ou será que a (em parte) desacreditada crônica esportiva brasileira é a única que está certa?

COMENTE COMENTE COMENTE

PS - Quem quiser abordar o assunto das contratações em vez do tema sugerido, por favor, sinta-se à vontade! (AD)

 

11 Comentários:

  • Às 14 de dezembro de 2018 07:25 , Blogger Boca dura disse...

    Não acredito na volta do brasileiro disputado na forma de mata matas até porque isso foi determinado pelo estatuto do torcedor, contrariando a época CBF e rede esgoto de televisão de qualquer forma sempre se tenta dar o famoso jeitinho brasileiro

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 07:29 , Blogger Boca dura disse...

    Quanto a contratação pra desespero da imprensa gambá me parece que Ricardo Goulart já está acertado com o verdão e vem mais por aí é só aguardar 2019 promete muitas glórias

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 08:05 , Anonymous Anônimo disse...

    Alexandre
    Realmente a imprensa sempre joga contra nós. esse patrocínio da Blackstar serve para outros clubes mas para o Palmeiras não presta, alguns torcedores jornalistas dizem que é melhor essa empresa patrocinar gambás ou flamerda do que o Palmeiras.

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 08:35 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos queridos

    Como habitual, nosso blogueiro Mayor(royalties para nosso Verde Insuperável) acerta no tema

    em suma:

    ETA IMPRENSINHA IMUNDA

    Tia Ester já está com náuseas...desculpem

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 09:41 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Verdade, amiga Ester. O mata mata é sob medida para times ajudados pelo apito. Essa canalhada queria a espanholizacao do futebol brasileiro. Só que não imaginavam que o Palmeiras iria crescer tanto, a ponto de se tornar o protagonista, o verdadeiro e inalcançável Catalão dos trópicos. Como diz o populacho: Se phoderam.

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 11:32 , Blogger Boca dura disse...

    E ainda deve piorar para os gambás e abutres o presidente eleito acaba de dar entrevista afirmando que vai cortar mais da metade da verba publicitário televisiva dando mais foco para as redes sociais acho que vai dar ruim prá rede esgoto e por tabela aos gambás e mulambos que sempre teve a maior fatia dos marinhos.

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 12:56 , Anonymous Torcedor Realista disse...

    Campeonato Brasileiro de pontos corridos é a melhor fórmula mesmo, pois premia a regularidade do time campeão !

    Já tem a Copa do Brasil e a Libertadores no sistema mata- mata e está ótimo assim.

    Até porque para se vender o campeonato brasileiro para o exterior é muito melhor se vender por ponto corrido. Ninguém ia entender a "matemática" do mata mata do Brasileiro.

    Veja a diferença de pontos do Palmeiras (80 pontos) atual campeão para os curicas (44 pontos). É justo um time assim poder ser campeão sem regularidade ??

    Que a CBF não invente moda !! Pontos corridos no Brasileirão sim !! Quem advoga contra é por interesses financeiros mesmo !!

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 15:42 , Anonymous Cláudio de MG disse...

    O tema é muito bom. Imprensinha sempre foi e será minha inimiga número UM.

    Más justiça seja feita, Roger Flores elogiou bastante as novas contratações do Palmeiras.

    No mesmo programa, Carlos Eduardo Lino e o ex- meia Ricardinho também se conportaram bem, enquanto Risek "gemia" de inveja e dor.

    Absolutamente normal.

    Por falar em contratações, estou gostando muito...por enquanto.

    Carlos Eduardo é MUITO bom jogador. Assisti vários jogos dele no Goiás.

    Antes que perguntem: mas jogador do Goiás?

    Eu pergunto: de onde vieram Victor Hugo, Moisés, Thiago Santos e JAILSON?

    Clubes pequenos e médios produzem SIM muitos bons jogadores, e eu confio nestes novos que estão chegando.

    Ze Rafael também é ótimo jogador. MUITO melhor que Yohan, Guerra e comparável a Willian do Bigode, sim senhor.

    Aliás, se Guerra e Papagaio forem mesmo em troca por Marcos Rocha será um ótimo negócio.

    O Papagaio será por empréstimo e, se der tudo certo, ele marca 400 gols no FRAQUÍSSIMO campeonato mineiro e o Palmeiras exige um caminhão de dinheiro ao Galo, ou se o galinho não tiver, vende por 2 caminhões de dinheiro pra Europa.

    Simples.

    Arthur não me encanta, más é MUITO melhor que o Borja e por ser muito jovem ainda, pode e deve evoluir muito sob o comando do Felipão.

    Sobre um nome de impacto midiático claro que seria ótimo, más não estou ansioso.

    Se vier, verei como um Plus a este já ótimo elenco. Se não vier, entenderei e confiarei neste excelente time que é DECA Campeão Brasileiro.

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 16:01 , Blogger Boca dura disse...

    Ao amigo Cláudio não sei se acredita em algo superior mais que os anjos digam amém para todos esses pensamentos positivos que assim seja em 2019 quanto a imprensa deixa pra la afinal vai começar um ano novo e bom começar leve pra não estressar ano que vem nois desse a lenha de novo.

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 18:47 , Anonymous duduzete disse...

    Primeiramente a única certa é esse blog, e segundamente um certo youtuber nao serve nem pro santos

     
  • Às 14 de dezembro de 2018 19:33 , Anonymous Cláudio de MG disse...

    Boa!

    Creio sim. Sou Cristão!

    Más meu otimismo é 100% real.

    Acho nosso elenco muito bom e agora com Treinador de verdade estou muito confiante.

    É verdade que não gosto muito de uns 3 ou 4 desse elenco. BORJA principalmente. Más ainda assim acho que dá pra disputar qualquer torneio.

    Com os reforços já anunciados e talvez algum ou outro de mais fama é confiança total.

    Um abração!!!

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial