Observatório Alviverde

31/01/2019

O SEGUNDO TIME DO PALMEIRAS CUMPRIU A SUA OBRIGAÇÃO!


O time número dois de Felipão não jogou quase nada mas ganhou do perigoso Oeste e manteve a longa invencibilidade palmeirense contra times brasileiros.

Mas eu não disse que seria um jogo apertado e de muitas dificuldades?  Foi!

Mas só foi em função de um árbitro fraquíssimo escalado pela FPF talvez para irritar a diretoria e a torcida palmeirenses, em razão não somente dos erros crassos cometidos durante todo o jogo, mas. principalmente pela irritante tolerância com o jogo violento aplicado pelo time interiorano, principalmente na etapa inicial..

A vitória de 1 x 0, conquanto magra, foi justa haja vista que o próprio analista de arbitragem global, o suspeitíssimo PCO reconheceu a existência de dois pênaltis para o Verdão, um dos quais do zagueiro Kanu em Edu Dracena, (um violento chute na barriga) passível de expulsão.

Quem não conhece PCO que o compre. Eu, não, porque sei, perfeitamente, que tanto no clássico de domingo que vem entre Palmeiras x Curica, tanto e quanto nos jogos decisivos deste Paulistinha ele, num repente, passará a não ver mais nada que favoreça o Palmeiras.

Voltando ao jogo, o primeiro tempo do Palmeiras foi mediocre (médio mesmo!) mas poderia ter sido melhor não houvesse o time alviverde se preocupado tanto em defender, com o recuo excessivo dos pontas e , sobretudo, dos meias, o que facilitou -muitíssimo- o trabalho da defesa do Oeste que deixava claro desde o início que jogava por um empate, mas de olho na perspectiva de um contra-ataque bem articulado através do qual pudesse vencer.

Eu disse antes do jogo que acreditava que o Palmeiras vencesse o Oeste através da imposição técnica, porquanto a preparação do Oeste era -supunha-se- melhor que a do Verdão pelo simples fato de ter começado muito antes . Calculei mal, muito mal!

Pelo que mostrou em campo, o time de Felipão já alcançou um nível bastante elevado nesse aspecto e embora tenha atuado com pouca gana ofensiva e como se diz, com o freio de mão puxado e, visivelmente, se poupando, mostrou, por incrível que pareça, muito mais força física do que o adversário. O que faltou mesmo, foi bola!

Um jogo em que um volante de contenção tecnicamente limitado como Thiago Santos consegue ser o melhor em campo sinaliza  a preocupação exclusiva do time com o futebol defensivo.

Não fosse a clássica "domingada" do zagueiro Maracas que dormiu bem na hora do passe e foi desarmado por Felipe Pires que penetrou e chutou forte, tirando o zero do placar e o Palmeiras do marasmo, o time de Scolari teria tido dificuldades ainda maiores para vencer a partida.

No primeiro tempo eu resumo tudo e lhes digo que faltou ousadia aos homens de meio de campo no sentido de chegar na área adversária para as tabelas, melhor distribuição do jogo e arremates de longa distância, tanto e quanto faltou a presença de um distribuidor de jogo e assistente.

Não critico Felipão porque ele tentou dar um jeito no setor primeiro com a escalação de Dudu, mas o baixinho jogou resguardado, claro, pensando no derby de depois de amanhã.

No intervalo do jogo ele sacou Dudu e colocou Scarpa armador e teoricamente criativo, mas Scarpa, apesar de esforçado não correspondeu, da mesma forma que o burocrático, previsível e nem um pouco ousado Raphael Veiga, muito mais preocupado em marcar do que em atacar.

Algum tempo após tentou acertar o setor com Lucas Lima que, para não variar, foi uma peça de pouca utilidade e nenhuma criatividade, voltando a cumprir outra atuação pífia.

Encastelado na defesa o Palmeiras tentou jogar em contra-ataques a fim de liquidar o jogo, sem, no entanto, conseguir nada, justamente pela falta de um jogador cerebral à frente da defesa para os chamados "lances de bola comprida" explorando a velocidade de Felipe Pires (bom jogador) e a boa presença de área de Deyverson. Ficou tudo, apenas, na teoria.

A escalação do time de ontem deixa pistas para que se antecipe o time que irá a campo sábado contra o Curica: Weverton, Mayke, Luan, o paraguaio e Diogo Barbosa. Felipe Melo, Bruno Henrique, Dudu e Moisés ou Lucas Lima ou Scarpa. Carlos Alberto e Borja.

FICHA TÉCNICA DE OESTE 0 X 1 PALMEIRAS: 
Data e Local: 30/-1/19, na Arena Barueri em Barueri (SP)
 
Árbitro: Salim Fende Chavez - Péssimo, NOTA 3.
Assistentes: Neuza Ines Back e Evandro de Melo Lima. NOTA 6 à dupla.
Cartões amarelos: Kanu, Cicinho, Matheus Jesus( e Alyson (OESTE); 
Raphael Veiga e Thiago Santos (PALMEIRAS)

GOL
PALMEIRAS: Felipe Pires, aos 40 segundos do 2º tempo

TIMES
OESTE: Matheus Cavichiolli; Cicinho, Kanu, Maracás, Alyson; Matheus Jesus, Betinho; Roberto, Elvis (Gabriel Vasconcelos), Mazinho; Bruno Lopes (Jheimy)
Técnico: Renan Freitas

PALMEIRAS:  
Weverton; Bem o jogo todo. Teve sorte no chute de Kanu na trave, à queima-roupa. NOTA 7
Marcos Rocha - Fisicamente bem, está sem ritmo de jogo. NOTA 6.
Ant. Carlos - Muita seriedade. Simplificou sempre. Não se preocupou em jogar bonito. NOTA 6.
Edu Dracena - Sempre bem posicionado foi um gigantes nas coberturas. NOTA 6,5.
Victor Luís - Esforçado, mas falta ritmo. Esteve bem. NOTA 6,5.
Moisés - Jogou para o time em noite de pouca inspiração.NOTA 6.
(Bruno Henrique) - Entrou tarde e não mudou nada no time. Só lutou. NOTA 5.
Raphael Veiga - Atuação burocrática. Não conseguiu criar nada. NOTA 5.
(Lucas Lima) - Dizem que ele entrou em campo, mas não vi. NOTA 3.
Dudu - Poupou-se, visivelmente,  para o derby. NOTA 5.
(Gustavo Scarpa) -Muito espírito de luta, esforço e correria. NOTA 6,5.
Deyverson - Sem o menor poder de arremate e conclusão. Só correu. NOTA 5.

PERSONAGEM DO JOGO
Felipe Pires roubou uma bola e fez o gol da vitória. Quem mais poderia ser a personagem do jogo? NOTA 7.
CRAQUE DO JOGO
O defensivismo do time e o empenho, o esforço, a vontade e a mobilidade de Thiago Santos, fizeram dele o craque do jogo. NOTA 7,5.

Técnico: Luiz Felipe Scolari
Palmeiras não mostrou nada de novo. NOTA 7.


COMENTE COMENTE COMENTE

15 Comentários:

  • Às 31 de janeiro de 2019 05:59 , Anonymous Fernando disse...

    Na iminência de perder Bruno Henrique, Felipão critica FPF

    A possibilidade real de perder Bruno Henrique, que recebeu uma proposta salarial considerada irrecusável do futebol chinês, fez o técnico Luiz Felipe Scolari criticar o regulamento do Paulistinha, que permite apenas 26 inscritos e não prevê substituição em caso de negociação.

    "A Federação não pensou que jogadores podem ser comprados por outras equipes? Não só os meus. Os do Santos, os do Corinthians, os do Oeste. E aí? Se forem comprados, perdemos essa vaga. Se tivéssemos 30, vendendo um, dois, não seria problema. Mas com 26… Acho um absurdo isso. Então se perde a inscrição" comentou o treinador, após a vitória de quarta-feira sobre o Oeste.

    Poucas horas antes do jogo o Tianjin Teda avisou ao Verdão que pagará a multa rescisória de Bruno Henrique, estipulada em 6 milhões de euros (R$ 25,8 milhões). A pedido de Felipão, a diretoria fará uma oferta de renovação ao volante, mas o clima é de pessimismo.

    "Não gostaria de perder o Bruno Henrique, mas isso é um assunto do Alexandre Mattos e do presidente, que estão fazendo um esforço muito grande para manter os jogadores que tivemos no ano passado" encerrou o técnico.

    Do elenco que foi campeão brasileiro em 2018 apenas o meia-atacante Artur e o zagueiro Nico Freire, reservas em toda campanha, deixaram o clube. Dudu, protagonista do título, renovou recentemente com o Verdão até dezembro de 2023.

     
  • Às 31 de janeiro de 2019 11:07 , Blogger Boca dura disse...

    Acho que o Bruno Henrique já era não tem identificação com o clube por isso não acredito que vá se estusiasmar com alguma proposta pra renovar com certeza vai aceitar a oferta Ching ling.

     
  • Às 31 de janeiro de 2019 14:29 , Blogger Libertad disse...

    Bom...!!! Vamos lá.!

    Na minha opinião O Caminhão sem freio não foi e nunca será craque do jogo, faz sim três ou quatro desarmes corretos, que é a sua função como primeiro volante, no restante como sempre não acerta passe de meio metro, e como não poderia deixar de ser deu varias trombadas ate levar cartão.

    Quanto a Bruno Henrique, bom jogador, mas não é isso tudo para tanto dinheiro, deixa que vai, acredito que o volante que veio do botafogo vai dar conta do recado...!
    Pergunto!!!!!! Porque não aparece nenhum comprador para o Caminhão sem freio?
    L. Lima..!! aqui no Paraná quando se diz " Entrei no conto do vigário), foi o que o Santos fez com o gordinho picareta....! Venderam um bilhete de loteria corrido.
    Nei.

     
  • Às 31 de janeiro de 2019 15:17 , Anonymous Não Entendo o Nei Verde disse...

    Nei, o incoerente. Até ontem estava criticando a contratação do Matheus Fernandes, dizendo que é baciada, que é isso que é aquilo e hoje diz que dará conta do recado.

     
  • Às 31 de janeiro de 2019 18:59 , Blogger Boca dura disse...

    Se esse Matheus Fernandes não serve pra que contratou entao colação no time e vamos ver no que da, acho que não devemos ficar refém de jogador nenhum pra ficar tem que querer se não thau obrigado.

     
  • Às 31 de janeiro de 2019 20:06 , Anonymous Marcelo Jose disse...

    Quero dar um salve para o cabeça de bagre que fez a tabela. Três fora de casa e uma dentro 10 pontos, Curica só 4. Kkkk
    Ainda temos que ter cuidado com a arbitragem. E as fases decisivas, já é um alento.

     
  • Às 31 de janeiro de 2019 20:43 , Anonymous Antoniolo disse...

    O Tiago Santos foi o craque do jogo.
    Importantissimo.
    Concordo.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2019 06:07 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Luiz Flávio de Oliveira vai apitar o Derby. De fato, a canalha FPF quer nos prejudicar. E Galiotte, o que faz ?

     
  • Às 1 de fevereiro de 2019 10:04 , Blogger Libertad disse...

    Não Entendo o Nei Verde.

    Amigo, quando digo contratações de baciadas, não quero dizer os caras não prestam, o que acontece é que em dez contratações se salva um ou dois, o restante fica no resort ou emprestados e o Palmeiras pagando salários, sou mais favorável a contratações cirúrgicas e no lugar das baciadas, dar oportunidades para os meninos da base...
    Nei

     
  • Às 1 de fevereiro de 2019 10:09 , Blogger Libertad disse...

    Falando em Tabela,

    Prestem bem atenção, como esse campeonatinho é de um turno só, sempre marcam o primeiro jogo com os gambas em nossa casa, para que com certeza o outro que vai acontecer no mata/mata, automaticamente será na casa deles.
    Será que o bobo da corte prestou atenção nisso?
    Nei.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2019 14:57 , Anonymous Quem Avisa Amigo É disse...

    A imprensa esportiva está falando aos 4 cantos que o Palmeiras é favorito, que o Palmeiras vai vencer etc.
    Não caiam nessa esparrela. A imprensa sordidamente está fazendo o jogo dos gambás, para os caras entrarem ligados.
    Quem é palmeirense de verdade sabe que num Palmeiras x gambás já teve vários jogos onde o melhor time perdeu para o pior, seja de um lado ou de outro.
    Tem palmeirense tolo caindo nessa ladainha da imprensa. Bando de burros.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2019 20:15 , Anonymous Antonio de Juquitiba disse...

    E o "gordinho negociador" calou a boca nervosa dos bocós se plantão.
    Manteve o Bruno Henrique e o Dudu.
    Menos gente.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2019 20:35 , Blogger Boca dura disse...

    Só precisa saber a que custo ele fez isso, mas para o time com certeza foi uma boa tecnicamente falando e claro na parte financeira aí já não se sabe

     
  • Às 1 de fevereiro de 2019 20:38 , Blogger Boca dura disse...

    Quanto ao jogo de amanhã a torcida pode cantar vitória antecipada, quem não pode cantar antes são os jogadores e comissão técnica. Tem que entrar com raiva dessas gambás sem moleza só a vitória nos interessa.

     
  • Às 1 de fevereiro de 2019 21:45 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos queridos

    nao sei por que, ocorreu á Tia Ester lembrar de mais um pereba que jogou muito tempo no Palmeiras:

    Correia- jogador polivalente, que atuava como volante ou lateral direito, em ambas as posiçoes igualmente mal.
    Se esforçava, corria, mas de futebol que é bom nao sabia nada nem poduzia nada. Niente. Nothing.

    e quando vejo o Palmeiras pagando salários pros caras nao fazer nada, lembro de Lopes. Um moço burrinho, que se meteu com a erva malévola.
    O Palmeiras, sempre mae gentil, foi magnanimo: pagou todos os salários, embora o moço nao jogasse a partir daí...era ordem do sapo gordo

    Com relaçao ao juizinho do clássico: falei que o paulistinha virou torneio de ping-pong em colonia de ferias. Nao vale nada. Ou muito me engano ou esse moço é irmao do moço que sempre, em todas as vezes que pôde, ferrou a SEP em campo. Como prêmio, a RGT, mae gentil dos malandros, o colocou justamente como analista da juizada. Cinismo desconcertante.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial