Observatório Alviverde

28/01/2019

SÃO CAETANO 0 X 2 PALMEIRAS, MAIS UM JOGO TÍPICO DE INICIO DE TEMPORADA!



O Palmeiras deu uma pequena amostra de seu futebol forte e competitivo durante os 13 primeiros minutos do jogo de ontem no Anacleto Campanela contra o São Caetano, quando abriu a contagem através de Borja.

A partir daí (era esperado) o time se acomodou e procurou -muito mais- administrar um jogo que valia ao Verdão a liderança de seu grupo e a manutenção de uma série invicta contra times brasileiros desde que Felipão assumiu o posto de treinador.

O Maior Campeão do Brasil busca agora encerrar o jejum de 10 anos sem o título Estadual que a FPF fez questão de surrupiar ano passado via arbitragem em uma das páginas mais vis e escandalosas do futebol paulista em todos os tempos, que a mídia (se sabe porquê) não ousa criticar ou relembrar.

O próximo jogo do Palmeiras, agora, acontecerá na próxima 4ª-feira,contra o ótimo time do Oeste, em jogo previsto para às 21h (de Brasília), na Arena Barueri.

Em relação ao jogo de ontem em São Caetano, o Verdão forçou o jogo e impôs a sua condição de time grande apenas, repito, até a feitura do gol de abertura.

Depois disso procurou administrar (e administrou) o jogo, atuando, mesmo sem muito sentido de profundidade do meio de campo para a frente e encaixotando o time do ABC.

Nesse interregno o Palmeiras, repito, mesmo sem jogar o que sabe e pode (muito longe disto) criou algumas jogadas de perigo.

Além de dois ou três lances perigosos teve uma situação de gol anulada por suposto impedimento (até a turma da Globo reconheceu que não existiu) e pouco sofreu,  ressalvados dois lances sendo que em um deles, em bola chutada da entrada da área por Rafael Marques que Jailson, visivelmente fora de seu melhor ritmo de jogo, por pouco não deixou passar.

Foi uma vitória plácida, calma e tranquila do time de Felipão embora o São Caetano, muito mais pelo fato de os jogadores palmeirense se pouparem, visivelmente, considerando-se que estamos ainda em início de temporada.

Que venha agora o Oeste que -diga-se de passagem- é muito mais time que o São Caetano

FICHA TÉCNICAde
SÃO CAETANO 0 X 2 PALMEIRAS


Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Paulo (SP) Data: Domingo, 27/01/2019, às 19 H.   

Árbitro:
Vinicius Gonçalves Dias Araújo (NOTA 6)  
Assistentes:  
Daniel Luis Marques - Atuação aceitável (Nota 7)
Bruno Salgado Rizo - Apesar do sobre nome italiano, prejudicou o Verdão em vários lances, até em um inexistente off-side em lance iminente de gol. (NOTA 4)  
Público: 7.584 pagantes (Maioria absoluta de palmeirenses) Renda: R$ 340.250,00 (Renda fraca, mas se trata de início de temporada)


Cartões Amarelos:  
Marquinhos e Bruno Mezenga (SÃO CAETANO)
Moisés, Luan e Mayke (PALMEIRAS)


OS GOLS Borja, aos 14 minutos do 1º tempo e Luan, aos 16 do 2º.

SÃO CAETANO: Jacsson; Alex Reinaldo, Max, Joécio e Marquinhos (Bruno Mezenga); 
Vinicius Kiss, Pablo e Cristian (Ferreira); 
Diego Rosa, Capa e Rafael Marques (Minho) Técnico: Pintado

PALMEIRAS: 
Jailson - Voltou das férias e ainda está sem autoconfiança. NOTA 6.

Mayke - Altos e baixos, mas encarou com seriedade o jogo. NOTA 6

Gustavo Gómez - Foi bem. Lúcido, consciente, empenhado e consistente. NOTA 7,0.

Diogo Barbosa - Empenho e obediência tática. Autor do passe do 2º gol. NOTA 7.

Moisés - Apesar da assistência para o 1º gol, longe do Moisés de outras temporadas. NOTA 6.

(Bruno Henrique) - Entrou tarde e rendeu pouco mas não se omitiu. NOTA 6.

Felipe Melo - Jogou fácil e foi pouco exigido. NOTA 7.

Lucas Lima - O menos preparado fisicamente entre todos. Tecnicamente mal. NOTA 4.

Dudu - Atuou burocraticamente e evitou as divididas. NOTA 6.

(Gustavo Scarpa) - Entrou com o jogo resolvido. SEM NOTA

(Felipe Pires) - Também entrou com o jogo resolvido. SEM NOTA.

Borja - Fez o que se espera dele. Um gol típico de um homem de área. NOTA 6,5

PERSONAGEM DO JOGO:
Luan 
Começou inseguro mas se soltou e fez até um gol. NOTA 7,5.

O CRAQUE DO JOGO: 
O jogo em si não teve nenhum craque mas vou arriscar uma visão de futuro.

Carlos Eduardo
Promete. Arrisco e creio que supere Keno. NOTA 7,5.

Técnico: Luiz Felipe Scolari
Ainda é cedo para avaliar-se o trabalho de Felipão. 
NOTA 7 em campo, NOTA 10 na coletiva!

(AD) 

9 Comentários:

  • Às 28 de janeiro de 2019 09:02 , Anonymous Justo e Franco disse...

    Lucas Lima será realmente o nosso 'maestro' em 2019? Pelo jeito sim. Estamos é lascados. Jogador sem sangue, sem alma, sem vibração, sem nada a apresentar.
    Que falta faz o chileno essas horas.
    Cadê o juízo de quem acha que Lucas Lima já é o suficiente para realmente fazer a diferença no meio campo? Ninguém enxerga isso?

     
  • Às 28 de janeiro de 2019 11:11 , Blogger Boca dura disse...

    Eu sou suspeito pra falar de Lucas Lima não gosto do jogo dele só pros lados e pra traz jogador sem atitude em uma posição de meio campo aonde é fundamental ser corajoso pra fazer acontecer coisa que ele não tem atitude e coragem, só pouca vontade.

     
  • Às 28 de janeiro de 2019 13:03 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O Palmeiras tem 5 titulares absolutos: Mike, Gomez, Felipe Mello, Lucas Lima e Dudu. O resto ? Só jogando as camisas para cima.

     
  • Às 28 de janeiro de 2019 13:06 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Tirei da lista Bruno Henrique pois penso que ele já era, infelizmente vai enricar na china.

     
  • Às 28 de janeiro de 2019 13:07 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Tomara que eu esteja errado.

     
  • Às 28 de janeiro de 2019 13:08 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Borja não é absoluto, exceto comparado com Deivison.

     
  • Às 28 de janeiro de 2019 16:59 , Blogger Libertad disse...

    Insuperável, com todo respeito, mas esse L. Lima é uma verdadeira tiriça, não colocaria nem no segundo time, muito menos o canélinha de cristal,Guerra.

    Eu tentaria armar o time com Scarpa, canhoto habilidoso que bate muito bem na bola, corre, da o sangue, tem objetivo, fazer um contrato bom na Europa..

    No lugar das baciadas, eu teria investido cirurgicamente e contratado um zagueiro tipo Dedé ou Gelomel, e um bom goleiro, os nossos são meia boca, não confio em nenhum...

    Gatito Fernandes
    Maike
    Dedé ou Gelomel
    Gomes
    D. Barbosa
    F. Mello
    B. Henrique
    Moises ou Scarpa
    Dudu
    Goulart
    Borja ou Deyverson (ate que Willian se recupere).

    Dava um sumiço em Fabiano, Juninho, Jean, Guerra T. Santos e Hyoran...., bananeiras que não dão mais cachos, dinheiro jogado fora...!

    Nei

     
  • Às 28 de janeiro de 2019 17:15 , Blogger Danilo Pires disse...

    Ontém tive oportunidade de assistir o jogo in loco e que gostoso o clima era bem familiar com muitos pais filhos e famílias 95% do público era Palmeirense. Enfim uma atmosfera deliciosa só faltou mesmo a torcida cantar mais, mas tirando isso vamos ao jogo.
    Os melhores do time na minha opinião foram Moisés que fez o lançamento para o primeiro gol do Borja e muito bem de 2º volante, Carlos Eduardo que corre mais que notícia ruim, os dois zagueiros e Lucas Lima na articulação. O pior por incrível que pareça foi o Dudu lasanheiro, não driblou nem a própria sombra pouca atitude, sumido do jogo e estava numa moleza que dava nojo, bem distante de quem ganha “ um prêmio de mega-sena “ a cada trinta dias, eu até brinquei gritei o Dudu se comeu lasanha no almoço fdp! E a galera ao meu lado na arquibancada rachou o bico, tanto é verdade que foi substituído e ninguém sentiu sua falta. Enfim jogo nota 6 por que ganhou a partida , mas um pouco decepcionante pela falta de ímpeto em buscar o gol. Mas valeu a experiência e os sorrisos na cara da mulecada. Avanti Palestra!

     
  • Às 28 de janeiro de 2019 20:39 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos queridos:

    pitacos Esterísticos

    a. Tia Ester triste com a incapacidade de seu país de aprender com as tragédias. Tristeza quando acontece de novo...só que desta vez com muito mais vítimas. Pior agora.

    b. meu amado irmao diz com razao: moramos num país primitivo, precário em tudo. Por exemplo, uma chuvinha já poe a nossa maior cidade em polvorosa...e 90% das nossas cidades ficam sem energia. Será que isso acontece lá no Reino Unido???

    c. e o glorioso Governo afirma: nao há inflaçao. Certo. Sei, sei. Tia Ester vai ao supermercado e tudo barateou. O que é estar num país onde o Governo fala a verdade.
    (pqp)

    d. quanto ao nosso Verdao: início de temporada. Antes ganhar que dar azo aos inúmeros inimigos da imprensa marrom a nos ironizarem. Se ganhamos ficam quietos!

    e. Tia Ester nao fala do time. Tem uns 4 ou 5 que sao a nossa espinha dorsal. Na Academia eram : Leao, Pereira, Dudu(original) com Ademir e Cesar. Quando jogavam era 90% de certeza de ganhar. Mas para ter isso precisa de continuidade...jogar juntos.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial