Observatório Alviverde

17/05/2019

PALMEIRAS CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL SUB-20! UM JOGO QUE REALÇA E CONSAGRA A IMPORTÂNCIA DO FUTEBOL DE RESULTADOS PRECONIZADO POR FELIPÃO!


Este não é o momento oportuno para se analisar, observar ou exercer comportamento crítico em relação ao time e sua performance, mas, exclusivamente para que se comemore um dos títulos mais importantes das categorias de base, a Copa do Brasil que o Palmeiras veio buscar e conseguiu, ontem à noite, aqui em Belo Horizonte.

Apesar da derrota no jogo em si, decorrente da virada sofrida justamente no momento em que era o dono do jogo e proporcionava espetáculo exibindo um primoroso futebol de toque de bola, envolvimento penetração e arremates, ninguém poderia imaginar que o Palmeiras  estivesse a pique de ser derrotado por um time consideravelmente inferior. 

Na verdade e na prática, o Verdinho impunha folgado placar (3x1) e estabelecia a considerável diferença (dois gols) sobre o rival para a decisão regulamentar e tudo o que ocorreu em campo da imposição de um time mais fraco sobre o mais forte era (foi) impensável.

Àquela altura o valoroso adversário que -reconheça-se- jamais apelou ou tentou ganhar na marra, impôs-se em campo e demoliu a vitória palmeirense em apenas oito minutos de pane do inexperiente time verdinho!

Em suma, o Palmeiras só não perdeu o título em face de uma defesa milagrosa do goleiro Gomes no último lance do confronto, evitando que a frustração tomasse conta do coração dos palmeirenses que assistiram ao jogo ao vivo ou pela TV.

De qualquer forma a decisão por pênaltis repôs a verdade, a justiça e até a lógica de uma decisão em que não fosse a postura arrogante ("mania de academia") adotada pelos garotos palmeirenses, e o jogo jamais teria ido para os penaltis, na minha época conhecidos como "tiros de rigor"!

Hoje não há que se apontar os defeitos do time que, com tudo, por tudo e afinal de contas é Campeão.

Da mesma forma não se há de dizer que a defesa foi (é) fraca por cima e por baixo, que o goleiro, apesar da defesa salvadora no lance derradeiro e do pênalti defendido na hora da decisão, tem muitíssimo a aprender, que o centroavante é inteligente, habilidoso mas excessivamente lento para o meu gosto, que falta pegada no meio de campo e raça ao time e tantas outras "cositas" mais...

Temos de dizer, sim, que a ausência de Angulo, que meu irmão garante ser um novo Keno, fez falta, muita falta mesmo, ao time palmeirense...

Há que se reconhecer, também, que Patrick de Paula, o "bambambam" e expoente do time tem pinta de craque, tem raça, tem maturidade e comanda o time em campo...

Que Alanzinho joga muito, mas (em meu entendimento), para que ele viesse a se tornar um profissional mais eficiente seria de bom alvitre que o Palmeiras fizesse com ele o mesmo tratamento "hormono-dietético-muscular" que o Flamengo fez com Zico no início da longínqua década de 70 do século passado, quando ele despontou nas categorias de base do clube. Sem isso o galinho, 1,72 de altura, certamente jamais teria sido o grande craque que foi... 

De passagem: Alanzinho 1,63m, mas, considerando-se que só tem 19 anos, é claro que ele ainda pode crescer mais alguns centímetros de forma natural, desde que as suas cartilagens já não estejam calcificadas. Há casos (raros) de jovens que cresceram até os 25 anos.

De qualquer forma mesmo que ele não cresça, jogadores "picuiras" (como meu pai chamava sem preconceito os baixotes) existem muitos, sendo alguns fora de série, em atividade no futebol atual. 

Com o aumento brutal de estatura média das novas gerações os baixotes (minoria absoluta) já não têm tanto espaço nos times e os poucos que conseguem profissionalizar-se representam verdadeiras exceções, a começar dentro de nossa casa com os parcos 1,66 m do incomparável Dudu, fisicamente sempre uma fortaleza em campo...

Querem mais? 

O Palmeiras tentou contratar recentemente, Bernard (ex Galo), hoje no Everton da Inglaterra que desequilibra em campo "do baixo" dos seus 1,64m de altura e 60 k de peso.

E o que dizer de Luan, também alvo recente do interesse do Palmeiras, do Atlético Mineiro, hoje o melhor meio-campista do atleticano, ainda mais baixo do que Alan, com 1,70 de altura?

De qualquer forma, por precaução, eu recomendaria um trabalho especial com Alanzinho (se é que já não esteja sendo feito) a fim de que ele não virasse um alvo tão fácil e tão frágil para as gigantescas botinas adversárias que continuam batendo sem dó e sem piedade. 

Voltando aos campeões brasileiros, eu diria, também que Anibal é talentoso e que Meloni, se aprimorar o jogo defensivo, ele, que apoia muito bem, tem todas as condições de tornar-se um lateral de respeito.

Para finalizar eu quero realçar o excelente trabalho de Wesley Carvalho pelo fino da bola apresentado ontem pela garotada, até o estabelecimento dos 3 x 1 posteriormente revertidos para 3 x 3  e, depois, invertidos para 4 x 3 ...

Apesar da derrota, o jovem time palmeirense apresentou um futebol de tal alto estofo e qualidade que, do ponto de vista do espetáculo, encheu os olhos de quem esteve no estádio ou assistiu ao jogo pela TV. 

Mas não era isto que tantos palmeirenses tanto desejavam e pelo que tanto ansiavam? E, no entanto, o título só veio pela "Mega-Sena dos penais"!

Meus amigos, quando o Palmeiras levou a revertida e em seguida a invertida, não sei porque lembrei-me, imediatamente de Felipão e confesso-lhes, não tive como deixar de reconhecer e a verdade e admirar a praticidade de sua filosofia do chamado futebol de resultados. 

De fato, temos todos nós, de nos render à velha máxima que nem de autoria de Felipão o é, traduzida pela frase tão antiga quanto o próprio futebol: "o que importa, mesmo, é ganhar" ao que eu acrescento: "ontem, hoje, amanhã e sempre!" 

Imaginaram como estaríamos, todos, se o time tivesse feito o jogo espetacular que fez e a partida brilhante que jogou em mais de setenta por cento do tempo e perdesse nos penais? Mas não foi exatamente isso o que ocorreu nas semifinais do Paulistinha contra os Bambis?

Sou convicto de que com 3 x 1 aos 20 minutos do segundo tempo, dificilmente um time dirigido por Felipão tomaria uma virada nas circunstâncias em que o sub-20 palmeirense tomou.

Como ninguém é perfeito, espero que Felipão desça do pedestal e tenha a humildade e a sabedoria de começar a aproveitar e introduzir alguns jogadores da base no grupo principal, abrindo mão de alguns atletas que já demonstraram reiteradamente serem incompatíveis com a classe e a qualidade do atual elenco do Palmeiras. (AD)

SAUDAÇÕES CLOROFLÁTICAS AO TIME CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL SUB-20!

Palmeiras Sub-20: 
Gomes; Meloni (Veron), Gabriel Furtado, Vitão e Esteves; 
Matheus Neris (Cesinha), Patrick de Paula e Alan; 
Léo Passos (Kaique), Wesley [(Airton (Lincon)] e Aníbal (Fabricio). 
Técnico: Wesley Carvalho.

COMENTE COMENTE COMENTE

14 Comentários:

  • Às 17 de maio de 2019 07:59 , Anonymous Fernando S.J.do Rio Preto disse...

    Sub-20 realmente é de encher os olhos, jogou como nunca na primeira etapa e poderia ter um placar mais elástico, só que não fez e diz aquele velho ditado: quem não faz...leva!!!
    Foi merecedor sem dúvidas apesar das penalidades, o que me chama a atenção é o por que da imprensa canalha não dar destaque que o fato merece? Pela cor da camisa?
    Dai-me paciência!!!
    Avanti Palestra!!!

     
  • Às 17 de maio de 2019 08:10 , Anonymous Fernando S.J.do Rio Preto disse...

    Hoje lista da maldita seleçãozinha do enganador Empatite, o nosso país necessitando de tantas coisas e esta RGT mais uma vez voltada para esta ridícula e corrupta CBF.
    Os massa de manobra como mesmo disse nosso presidente Bolsonaro deveriam menosprezar e deixar de lado pra assuntos relevantes, como cobrar seus representantes na aprovação previdência social, soluções para desemprego, reformulação trabalhista, educação, criminalidade..etc.
    O que não nos falta são assuntos relevantes e que são prioridades para nação, CBF, RGT , Empatite são a escória e o que menos necessitamos.
    "Cultura para cuspir na estrutura".

     
  • Às 17 de maio de 2019 08:31 , Anonymous minduim disse...

    Verdinho campeão mais um chute no traseiro da Globosta. É nois de novo. Alo Galiotte. Rédea curta pra bandidagem. Sem dinheiro de lá pra cada nada de tv. Vamo tudo pro radinho. Patrik de Paula Alanzinho e Anibal rebentaram com o jogo Nosso goleiro tem futuro. Vitão e Gabriel Furtado tremero que nem vara verde na ventania mas isso não vale mais porque o Verdinho chegou atropelou e ganhou a Copa do Brasil.

     
  • Às 17 de maio de 2019 09:00 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Bom dia!

    Assisti o jogo. Todo. Não assisti as cobranças da marca penal.

    Estou "traumatizado" com o Palmeiras em decisões por pênaltis, atualmente.

    Depois da partida consumada, conferi o resultado das cobranças pela internet. Só então comemorei.

    Parabéns aos garotos, no entanto, sou bem "pés no chão" com esta coisa de prata da casa (como se dizia muito aqui em Minas).

    Não vejo nenhum deles, isso mesmo, nenhum em condições de atuar no profissional já de pronto.

    Alan principalmente.

    Alan não encostaria na bola em um jogo entre profissionais.

    Experiência se adquiri jogando. Sim.

    Físico não.

    Pode sim adquiri-lo (até acho que já devem estar planejando isso pra ele), porém com treinamentos, alimentação e descanso.

    Sem isso, não vingará no futebol "grosseiro", bruto, dos tempos atuais.

    Vejo com orgulho este maravilhoso título, porém se 2 ou 3 dos campeões de ontem vingarem no profissional já me darei por satisfeito.

    Parabéns, "Pequenos" Verdões!

    Obs: Como não posso deixar passar barato os NOJOS da imprensa clubista e sorrateira, pergunto:

    Porque será que o insuportável narrador, a todo momento citava a final da Copa do Brasil de 1996, vencida pelo Cruzeiro sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras, más fazia não se lembrar do gol histórico, espírita, milagroso de Oséas dois anos após, em 1998, quando o palmeiras sagrou-se campeão da mesma Copa do Brasil, justamente sobre o mesmo Cruzeiro?

    Memória seletiva do rapaz?


     
  • Às 17 de maio de 2019 09:30 , Blogger ester abea disse...

    amigos queridos, pitacos Esterísticos

    a. antes de tudo PARABÉNS aos nossos moços. Campeoes!!!
    a.2 como disse nosso inteligente Fernando, a imprensa(marrom) deu pouca bola...se fosse o SCCP estariam dançando na Praça da República, os jornalistas de m...e se fosse o SPFW fariam matérias imensas decretando o fim da fila quilométrica que assola as moças. E a festa seria na zona do baixo meretrício, sede da Folha.

    b. meu primo Claudio MG: também tenho medo dos tiros de rigor, como nos ensinou o Camisa 10. Já assisti a SEP perder 4 ou 5 penaltys em sequencia, e nao confio
    CONTUDO
    os moços se vestiram a rigor e acabaram com o Palestra genérico, o tal clube que precisará de 1 milhao de anos para atingir um pouquinho de nossa gloria.
    Mas fico feliz de vê-lo aqui, querido primo. E agora CAMPEAO
    b.1 claro que a imprensa marrom "se esquece" de nossas VITORIAS ÉPICAS. Esse povinho chafurda no cocô...mas somos CAMPEOES com, sem ou apesar da nojenta imprensa do cocô

     
  • Às 17 de maio de 2019 09:38 , Blogger ester abea disse...

    ah, esqueci:

    Falou com o brilho de sempre, querido Fernando:

    o zé-povinho, massa de manobra, se esquece da criminalidade, desemprego, inflaçao, etc. Esquecem que isso é uma herança de Lula a cia bela.
    E , a mando da imprensa marrom, concentram-se no menos importante.
    Ningúem faz passeata para aprovar as reformas imprescindíveis ao país. Nao. A imprensa marrom nao quer.

    E Bolsonaro, pouco prudente, fala coisas que sao reais, mas que servirao para a imprensa marrom critica-lo. Nao percebe que a imprensa marrom tira as frases de contexto

    Infelizmente o Brasil virou antro de corruptos.

    E o Palmeiras?
    é vítima frequente de CBF-FPF-juizada venal- imprensa marrom

     
  • Às 17 de maio de 2019 10:10 , Anonymous Marcelo Jose disse...

    Alguns pitacos sobre a decisão da Copa do Brasil:

    Parabéns aos campeões,título muito mais importante que copinha. Inclusive sem a manipulação da FPF.

    Cara de velório dos comentaristas do sportv depois do título inconteste do verdão. Inclusive tentaram esconder de todas as formas a nossa comemoração.




     
  • Às 17 de maio de 2019 10:16 , Anonymous Marcelo Jose disse...

    Continuando:
    O goleiro Gomes, mesmo com falhas, foi primordial nos penais. Comentou que treinam frequentemente Pênaltis. Espero que os profissionais também o façam, pois no mata-mata a probabilidade da ocorrência é bem alta.

     
  • Às 17 de maio de 2019 19:19 , Anonymous Cláudio de MG disse...

    Minha amiga/prima Abea, sempre com comentários maravilhosos!

    Obrigado pela menção ao meu "pitaco".

    Nós, que somos da velha guarda, que sofremos com Darinta (fora de campo grande palmeirense), com o abominável Denis (O sobrinho dele alimenta minha irá eterna) e mais recentemente com tantos "inhos" (todos ruins) fazemos parte de um clã.
    Um clã que nasceu reinando, que quase foi estinto, más que renasceu mais forte do que se esperava. Ou do que os inimigos imaginavam.
    Isso é Palmeiras!
    Sobre o assunto Gabriel Jesus (que NÃO voltará agora), o que acham do meu comentário no tópico anterior?
    Seriam mesmo César, Evair e Alex Mineiro os maiores centroavantes da nossa história "contemporânea", conforme eu sugeri? (Alcides pode, e deve, puxar minha orelha por talvez ter ignorado nomes maiores do passado).

     
  • Às 17 de maio de 2019 19:38 , Anonymous Jota disse...

    Gioino,Florentino,Reinaldo Xavier, Washington.... são centroavantes inesquecíveis também.
    Não pela qualidade.

     
  • Às 17 de maio de 2019 19:39 , Anonymous Jota disse...

    Reinaldo Xavier

     
  • Às 17 de maio de 2019 19:43 , Anonymous Jota disse...

    Vavá, Ademar Pantera, Artime, Fedato, Servilio de Jesus.
    Grandes centroavantes da nossa história.

     
  • Às 17 de maio de 2019 20:08 , Anonymous Alcides Drummond, o editor disse...

    Qualquer lista de centro-avantes no Palmeiras não poderá deixar de ter Ettore Marcelino,o Heitor o maior em todos os tempos e recordista absoluto de gols com a nossa camisa. Ele marcou mais de 300 gols e profissionalmente só jogou no Verdão e na Seleção, mas isto num passado mais distante,

    Ney (década de 50), Mazola (Pelé foi reserva dele na Seleção), Vavá Peito de Aço apelido colocado por Geraldo José de Almeida, Bi-Campeão Mundial e apenas por uma condição de nome já que ele chegou quebrado ao Palmeiras, o extraordinário Reinaldo José de Lima ex galo mineiro que em seu auge foi melhor do que Reinaldo Gambá.

    Forneço-lhes em seguida o endereço de um site no qual vocês verão uma relação dos cem maiores atacantes palmeirenses de todos os tempos e o número de gols que marcaram.

    Sei que lá tem pontas, meias, volantes e laterais que pontuaram com a nossa camisa, mas tem também a relação de todos os principais camisas nove que um dia fizeram gols para a nossa camisa.

    Eis o endereço:

    http://www.palmeiras.com.br/historia/top100

    Abs a todos do (AD)

     
  • Às 17 de maio de 2019 21:51 , Blogger ester abea disse...

    amigos e querido primo Claudio MG

    a. nao precisa nunca agradecer Claudio. Tê-lo aqui comentando é uma alegria.

    b. de facto, Claudio, Ney, Verde Insuperável, Boca, Moises, eu mesma e tantos outros palmeirenses brilhantes assistimos a jogadores horripilantes.
    Reinaldo Trapalhao foi um deles. Mas tivemos Bizu, Pardalzinho, Milton(um gordao) com a gloriosa 9 que pertencia a Cesar...e o que falar de Denys, Paulo Roberto, Ricardo , Vargas, Tony Gato e outros perebas que vestiram a nossa 4(seis na Lateral é para os clubes menores). E imaginar que a LD de tantos craques foi um dia ocupada por Benazzi.
    Ah, tempos chatos em que só sobreviveram os fortes, os autênticos palmeirenses. Justamente representados aki por essa nossa turminha que sobreviveu a Sacomani, Hugo Palaia e ao sapo gordo...

    Exactamente por isso é que Tia Ester escreve a desagradabilíssima e horripilante série "perebas que jogaram na SEP", que tanto assusta os mais moços, kkkk
    Para que nao esqueçamos que a Camisa 1 de Leao e Oberdan também foi ocupada por Cesar , joao Marcos e Martorelli. Que esses tempos fiquem no lixo da História do futebol

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial