Observatório Alviverde

05/10/2020

ENTRE LUXA E SAMPAOLI, A LONGO PRAZO, EU SOU MUITO MAIS LUXA! E VOCÊ?

Respeito T-O-D-A-S  as opiniões, por absurdas que sejam, desde que colocadas num contexto civilizado, compatível com a época em que vivemos.

Acho interessante, porém, que pessoas existam, incapazes de analisar o mundo em sua essência e conteúdo, o fazendo apenas pelo que ele apresenta em aparência.

Daí as inevitáveis comparações, nem sempre pertinentes, que nos levam a enganos de análise e equívocos de interpretação dos fatos, mormente quando o assunto enfocado é o futebol.

Muito se tem falado no atual momento do Atlético Mineiro e "na extraordinária performance" de seu técnico Sampaoli, que o açodamento midiático já coloca como o melhor em atividade no país desde que Jesus deixou o Fla e retornou à Europa.

O argentino além de já estar sendo proclamado e aclamado por muitos como o próximo campeão Brasileiro, já está sendo chamado de grande estrategista.

Num repente o promovem a uma espécie de Elba de Pádua Lima, o Tim, que os mais velhos, tia Estér inclusive,  se lembram bem ou como uma espécie de Cláudio Coutinho de tempos menos velhos, porém já decorridos. Mas, em campo, as coisas não são exatamente assim.

A minha avaliação desse obscuro ex-lateral do futebol argentino, reconheça-se, hoje um bom técnico, é a de que do ponto de vista funcional ele está muito mais para o seu conterrâneo Filpo Nuñes, (ex-professor de nossa gloriosa Academia e grande motivador de grupos), do que para qualquer treinador mais ou menos estratégico que se possa lembrar ou mencionar.

Fique bem claro  que -antes de mais nada- o fato de eu citar Sampaoli como "motivador de grupos" não significa, necessariamente, que eu o condene ou rotule como um mau treinador ou coisa assim...

A experiência sempre me diz que embora os treinadores ditos estratégicos saibam muito mais do que os outros, os números deixam muito claro que aqueles que não têm como primazia essa linha de trabalho, são os mais vitoriosos.

Via de regra os treinadores estrategistas têm poucos títulos! O maior exemplo é próprio Tim, um dos maiores jogadores brasileiros de sua geração, que se dizia discípulo de um argentino muito tático e estratégico que deixou sua marca indelével no futebol brasileiro, Ondino Vieira. 

Tim, além do Bangu, único time pelo qual foi campeão no Brasil, dirigiu também Flamengo, Vasco, Botafogo, Flu, Coritiba, vários times importantes do interior paulista.

Fora do país, dirigiu com sucesso a seleção do Peru e conseguiu classificá-la para a Copa de 82), mas acabou sendo dispensado quando os peruanos (com estratégia e tudo) acabaram goleados pela Polônia por 5 x 1.

Ademir Menezes, pernambucano, artilheiro da Copa de 50 e meu companheiro de crônica esportiva (trabalhava da equipe de Orlando Batista na Rádio Mauá do Rio de Janeiro, dizia isto a respeito de Tim:

"Ele foi o criador do líbero à frente da zaga, isto é o "cabeça de área", inventou a tática do quadrado mágico (quatro no meio de campo) e ampliou a utilidade dos pontas"

Os pontas eram usados até então,  apenas para ir ao fundo e cruzar em direção à área no melhor estilo de Garrincha, com algumas incursões em drible ou penetração na área adversária. 

Foi Tim quem os colocou em nova função, recuando-os junto com os meiocampistas ao seu campo defensivo, a fim de atrair os laterais e os meias adversários e aumentar o espaço em campo, ajudar na marcação para, sempre que possível, contra-atacar. 

Os pontas, normalmente jogadores de grande velocidade, atuavam sempre rente as linhas laterais e, a partir das retomadas de bola na defesa, eram lançados para fechar em diagonal, justamente o que os técnicos modernos tentam fazer (Felipão e Luxa, inclusive) sem o mesmo sucesso. 

Sei a razão, sei porquê mas não revelo senão de forma pessoal para algum técnico mais humilde. Moésio Gomes, técnico do Fortaleza e do Ceará Sporting, fã, imitador e copiador de Tim, ótimo estrategista, foi o único treinador que conseguiu reeditar "o quadrado de ouro" de Tim nas décadas de 70 e 80, mas ele já não está mais entre nós.

Entusiasmado pelo tema, acabei viajando demais pelos caminhos da bola e, com a permissão de vocês, vou tentar ser objetivo ao máximo para encerrar o tema. Então eu pergunto:

Será que o Atlético conseguirá manter o ritmo que tem mostrado até hoje nos jogos, ainda que tenha apenas uma competição para disputar?

Será que os técnico estudiosos e a um só tempo práticos (como Luxa) estão dormindo? Será que não estão estudando um antídoto contra o veneno do Galo de Sampaoli, cujo atributo maior, maior, até, do que o quase perfeito toque de bola do time, é aquele da preparação física e a juventude do time? O Palmeiras está repleto de jovens!

Ou vocês se esquecem de que o "superado Luxa" (como são idiotas os seus contestadores!) empatou em 4 x 4 com o ainda mais poderoso Flamengo de Jesus no segundo turno do Brasileirão do ano passado e com um time muito inferior ao Palmeiras de hoje?

Será que as coisas continuarão fluindo sempre de maneira favorável, de hoje até o final do Brasileiro para um time que sem a renda da bilheteria está fazendo das tripas o coração até para pagar os salários do elenco?

Será que o Galo Mineiro só tem jogadores de aço que não estão sujeitos a contusões e suspensões, considerando-se que a força de seu elenco ainda é uma incógnita?

Será que o Palmeiras, um dos melhores da Libertadores, que está invicto no Brasileiro e cujo elenco é superior ao do time mineiro, vai entregar a rapadura tão facilmente dia 01 de novembro, data em que já se saberá de cor e salteada a fórmula de jogo atleticana entregará o jogo tanto e quanto o Vasco entregou ontem em BH?

Meus amigos, já passou da hora dos palmeirenses parar de censurar Luxemburgo, passar a analisar per si o que faz o time em campo e sem a influência de cronistas como aquele tal Falcicani da Fox que desde que o futebol retornou, tenta criar um fato novo visando a derrubar Luxa.

Derrubar Luxa é um desejo daquela uniformizada que tem um de seus fundadores se lançando candidato à presidência, mau elemento que conheci pessoalmente nos tempos em que trabalhei em Sampa. Não cito-lhe o nome para evitar a promoção de semelhante criatura.

Vamos, pois, apoiar o que temos! Vamos, sim, criticar Luxa naquilo em que ele erra, mas vamos reconhecer tudo o que ele acerta.

 O trabalho atual de Luxemburgo no Palmeiras é tão bom, mas tão bom, que se não fosse por isso as forças malignas que infestam a maior parte da torcida e grande parte da diretoria, já o teriam derrubado.

Ouso dizer ao final desta crônica que fiz com pressa, mas com a convicção de que ao escrevê-la não estou prejudicando o meu clube de coração, simplesmente o seguinte:

"Entre Sampaoli e Luxa, principalmente a longo prazo, eu sou muito mais Luxa! 

E você?

COMENTE COMENTE COMENTE   

19 Comentários:

  • Às 5 de outubro de 2020 17:18 , Blogger ester abea disse...

    amigos queridos

    Mais uma vez nosso Alcides dá uma aula de futebol. Nao só de história palmeirense, mas de tática ludopédica

    Tia Ester nao acompanhou as inovações de Tim. Na época a imprensa marrom endeusava Yustrich, o homao, um gordao cuja tática era ameaçar e bater em seus jogadores.
    Se fosse hj, falariam que é o ideal para a SEP...pior que talvez fosse, com nossos moços que nao tem força para jogar 2 partidas por semana, ou que se escondem nos jogos. Ademir, Luizao Chevrolet Pereira, Leivinha jogavam direto o ano todo. Nao reclamavam e ganhavam tudo, tudinho.

    Mas aprendi mais uma: os 2 pontas podem entrar em diagonal, ideia de Tim. Na SEP vi o tal quadrado magico que tinha o insosso Vasconcelos como falso ponta, lá por 1975. Nao impressionava.

    Mas a cada dia que passa concluo que o crime é uma doença. E Rambo é a cura.

     
  • Às 5 de outubro de 2020 18:31 , Anonymous Piccolo disse...

    Sou muito mais o Argentino. Luxa é muito bom mas já deu. O CAM será campeão Brasileiro com 818 rodadas de antecedência.

     
  • Às 5 de outubro de 2020 18:35 , Anonymous Claudio de Mg disse...

    E mais. Os elencos de flamengo e Cam são muito melhores que o nosso. O do flamengo, é covardia, comparar. E nisso, não será o Luxa e nem outro treinador dará jeito.

     
  • Às 5 de outubro de 2020 19:30 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Será mesmo o amigo Cláudio de Mg ? Tenho minhas dúvidas. Quanto aos elencos, na defesa somos bem melhores do que qualquer um deles. Em elenco e na bola. Perdemos para o Flamerda do meio para frente, mas por muito pouco. Mas basta nossos jogadores voltarem para sua melhor fase, e os do Flamerda cairem de produção, como Gabigol nos tempos de Itália, que equilibraremos. Só que temos Luxemburgo e somos Palmeiras, time sério e honrado. Aí será nossa diferença. No que pertine ao atretico, tirando Keno, que o Mattos nos levou, e um ou outro, só vejo correria e um técnico bom, mas louco e criador de casos, que levava bronca do Messi na copa do mundo. Sampaoli só é rei nesse país de boçais e babacas, com gente capaz de achar que um maloqueiro como serdan possa um dia ser presidente do PALMEIRAS !!! Kkkkkk !!! Estamos muito longe de ter o nível de maloqueiros, grupo ao qual pertence serdan.

     
  • Às 6 de outubro de 2020 07:30 , Blogger Raphael disse...

    Tem muito campeonato ainda. Palmeiras e Flamengo estão se ajeitando. Vai depender muito do que acontece nas competições como libertadores e copa do brasil. E ainda existem outros fatores citados como salários, contusões e etc... É nítido que o Palmeiras está priorizando essa competição. É legal ver um o estilo do argentino sempre atacando, porém, isso não é garantia de nada. Os campeonatos estão começando a tomar forma e na minha opinião o Palmeiras tem que ficar na "moita", deixa os holofotes para os outros times, tem que ir pelas beiradas. Para mim, pode jogar feio, porém se ganhar está tudo certo.
    Luxa já conhecemos, mas para ser sincero gostaria de ver o argentino aqui treinando o Palmeiras. Queria ver se ele aguentaria a pressão que é aqui. Santos e Atlético não são parâmetros para isso.
    Enfim, o time precisa de uns acertos e sabemos que Luxa sabe o que é. Temos um time desequilibrado em algumas posições e jogadores que seu ciclo já chegaram ao fim e outros que nem deveriam ter vindo. Estamos bem em todas as competições, vamos torcer para que o planejamento(acreditem, tem planejamento!) dê certo.

     
  • Às 6 de outubro de 2020 11:21 , Blogger Libertad disse...

    Luxemburgo já era, ultrapassado, com medo de perder a ultima oportunidade no futebol, armou um esquema covarde, esquema de time pequeno, Sampaoli esta infinitamente em sua frente, é só ver o trabalho que fez no santos, sem comparação, ver o atlético jogar da prazer, o Palmeiras da nojo....

    Flamengo tem disparadamente o melhor elenco das américas, Giogian Arrascaeta e Éverton Ribeiro são dois excepcionais jogadores, além de ter muita bola, jogam com vontade, com alegria, conduzem fazem os medianos Bruno Henrique e Gabriel Barbosa Jogarem, depois tem outros de boa qualidade com Gerson, e o excelente Pedro, centroavante nato, matador...! Fora de campo tem diretores competentes, inteligentes, conhecedores dos bastidores de futebol, com certeza serão bi campeões, a hora que embalar não perde mais...

    Palmeiras tem um catado, dois estrangeiros muito bons, jogam com raça, uns meninos que estão carregando o piano, mais pela vontade de vencer na vida do que futebol, mais uns dois ou três que são apenas coadjuvantes, se o time joga bem eles aparecem, se não eles somem, e um resto de enganadores, cozidos, que só querem cumprir contrato, desfrutar do conforte, curtir o resort e fazer tatuagem, para somar somos dirigidos por um técnico ultrapassado, e diretores incompetentes, indivíduos alheios ao futebol, conhecimento zero...!

    Flamengo deve ser o campeão, e acho que o Santos será o vice, lá tem um bom técnico e jogadores com vontade.
    Palmeiras só vai voltar a ser protagonista quando Paulo Nobre voltar fazer um limpa e impor administração forte.

    Nei

     
  • Às 6 de outubro de 2020 11:26 , Anonymous Vanessa Verde / Guarulhos disse...

    Serdan maloqueiro kkkkkk o cara tá milionário e é amado pelos verdadeiros palmeirenses. Agora vc, é um pobretão que acha o bostafá o maior presidente que o clube já teve. Vaza, gambá!!!

     
  • Às 6 de outubro de 2020 11:39 , Anonymous Divino disse...

    Alguém pode me dizer o que o Sampaoli ganhou nos últimos cinco anos? Ou até mais?
    Não vale a copa América com o Chile, torneio mata-mata.
    Fernando Diniz com grife argentina.
    Aliás, estraga o ambiente por onde passa, vide a copa do mundo, quando foi "demitido" pelo elenco argentino no meio da competição.

     
  • Às 6 de outubro de 2020 11:49 , Anonymous Seraphin Del Grande disse...

    Borja esta voltando!
    Acho uma boa!
    Tomara mesmo!
    Não temos homem de área!

     
  • Às 6 de outubro de 2020 11:55 , Anonymous Claudio de Mg disse...

    Flamerda campeão. Não tem pra não ninguém. Infelizmente ��

     
  • Às 6 de outubro de 2020 13:39 , Blogger ester abea disse...

    amigos queridos

    Raphael tem a mais completa e flufenâmica razao...hora de ficar quieto, na moita, pois muito Campeonato há

    é uma tática oposta a de Rambo. O homem nunca ficava na moita, saia e enfrentava e exterminava 10, 20, 50000 inimigos. Tudo de peito aberto e a mando da CIA. Mas se o crime for uma doença, Rambo é a cura


    agora essa Verdinha dificilmente dá uma dentro...ao contrário de Rambo, que é a cura para o crime

     
  • Às 6 de outubro de 2020 13:41 , Blogger ester abea disse...

    e mais:

    pelo estilo pouko estiloso também tenho minhas dúvidas que seja o grande Claudio MG

    mas uma certeza tenho: se o crime é uma doença, Rambo é a cura

     
  • Às 6 de outubro de 2020 16:51 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Um pouco do currículo de um biltre chamado Serdan:
    "No futebol paulista, Serdan sempre foi considerado uma figura controversa. Como presidente da Mancha e membro ativo da torcida, o palmeirense carrega na ficha acusações de participações em brigas e episódios de violência envolvendo torcidas rivais. Em 95, no início de seu mandato na Mancha, correu risco de ser expulso da organizada. Em maio de 2014, foi condenado a três anos de reclusão sem poder frequentar estádios. O motivo? Por ter agredido gravemente um técnico do time Sub-14 do Palmeiras em 2007".
    QUANTO AO FATO DE ESTAR RICO (claro que pelos baixos padrões de avaliação da tal Vanessa Verde, uma suburbana de Guarulhos), eu acredito piamente, pois os "organizados" que dirigem escolas de samba, sempre ficam muito ricos.
    É que sempre tem uma mina de ouro dentro do pandeiro.
    E algumas Leilas tentando agradar os sambistas, para ter poder.
    SAUDADES DE PAULO NOBRE. QUE ELE VENHA E EXPULSE ESSA GENTE MALCHEIROSA E IGNORANTE !

     
  • Às 6 de outubro de 2020 16:53 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Em tempo: Para sua felicidade, não sou um pobretão.
    Mas não venha me bajular, pois detesto puxa sacos !
    Ainda mais da ralé.

     
  • Às 6 de outubro de 2020 19:25 , Anonymous MestredosMagos disse...

    PRÓXIMO JOGO

    Esquema muito interessante esse que será utilizado.

    3-4-3 com Patrick de Paula como cabeça de área. Pode se tornar um 4-3-3 se M.Rocha ficar.

    Foi assim que ví a escalação.

    Jailson

    Luan
    Felipe Melo
    Patrick de Paula

    Marcos Rocha
    Zé Rafael
    Rafael Veiga
    Scarpa

    Rony
    Wilian
    Wesley

    Interessante.

     
  • Às 6 de outubro de 2020 20:28 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    Concordo plenamente meu grande amigo, Cláudio. Nosso elenco é de razoável pra bom, mas muito longe de galo e Fla.

     
  • Às 7 de outubro de 2020 16:17 , Blogger ester abea disse...

    ah, e algo me lembra a horrososa fase 1977-1986 onde nada que a SEP fazia dava certo. Até um mané que deu desfalque teve. Até arruda em torno do Parque Antartica plantaram.

    Só mesmo com a chegada da Parmalat que pôs a italianada metida pra correr é que nos recuperamos. E com brilho.
    Ouso dizer que a Parmalat fez talqual Rambo.
    Se a má gestao no Palmeiras é uma doença, a Parmalat é a cura(foi)
    Se o crime é uma doença, Rambo é a cura.

     
  • Às 7 de outubro de 2020 16:19 , Blogger ester abea disse...

    hoje é diferente, embora longe da época do grande Paulo Nobre

    Temos time. Temos estádio. Temos tecnico. E nossa torcida nunca nos abandonou, nem na época de Jaime Boni.

    Só nos falta Rambo.
    Se o crime é uma doença, Rambo é a cura

     
  • Às 7 de outubro de 2020 17:21 , Anonymous Francis Ford Coppola palmeirense disse...

    Rambo II é o melhor filme da saga. Sou cineasta.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial