Observatório Alviverde

31/07/2009

MINHA DECEPÇÃO COM MILTON LEITE

Há muito tempo não ocorria. Neste Palmeiras X Flu tinhamos em BH três opções de narradores de TV: Téo José, pela Band, Luiz Roberto pela Globo e Milton Leite pelo PFC. Cada pessoa se apoia em um conceito ao escolher (quando pode) o narrador de um evento desde que as imagens estejam boas. Às vezes, por conta de um narrador chato, opta-se, até, por uma imagem inferior.
Foi esse o meu caso. Preferi Milton. Eu gosto de narradores de timbre baritonal. Basta dizer que coloco o velho Luís (eu disse Luís) Noriega como um narrador que chegou perto da perfeição e atingiu a postura profissional ideal, ao conseguir narrar com voz cheia, precisão, e extrema imparcialidade, qualquer evento esportivo. É óbvio que quem ouviu um Geraldo José de Almeida, um Fernando Solera dos bons tempos, um Luciano do Valle da época em que era pobre, também ouviu ótimos narradores, Enfim, Milton preenchia as minhas expectativas televisivas pelo fato de ter a voz muito mais bonita do que os outros dois, que para mim não passam de "gritadores esportivos", isto é, são locutores de vozes finas, timbres quase infantis e que emprestam ao jogo uma visão irreal. Transmitem cobrança de tiro de meta com a mesma entonação de um gol, fora o fato de ficarem comentando o tempo todo, igualzinho o Galvão Bueno, ( ex-belíssimo narrador) esse, o maior fenômeno da televisão mundial em todos os tempos pois consegue ser, ao mesmo tempo, narrador, comentarista, repórter, juiz do juiz e, às vezes, até técnico de som. A Globo deve pagar esses profissionais por luxo, já que se Falcão, Mauro Naves, Arnaldo e outros não estivessem na transmissão, ninguém, sequer, tomaria conhecimento. Galvão, simplesmente, faz tudo.
Por essas e por outras razões, entre as quais, predominantemente, a excelente voz, levaram-me a ouvir Milton Leite. Baita decepção! Além do excesso de comentários, entrando sempre na seara do comentarista ou da arbitragem, colocando no ar estatísiticas que nem os mais velhos querem ouvir, Milton Leite cismou, novamente, em fazer a mezza-voce, isto é, a meia-voz na transmissão. A princípio eu pensei que o microfone dele estivesse em nível inferior ao do Noriega e ao dos demais profissionais que participavam da transmissão. O ruído ambiente o cobria, completamente, ao ponto de se ter de apurar o ouvido para se pudesse entender o que o narrador dizia. Interessante é que todos os demais profissionais falavam sem qualquer problema
de inteligibilidade, normalmente. Mas quando a bola ia entrar no gol a voz de Milton Leite arrebentava os tímpanos de quem ouvia, obrigando a baixar o volume da TV. Eu imagino que. precavidos, os técnicos mantinham o nível do áudio dele mais baixo e não compensavam quando ele sussurava ao microfone já que a qualquer momento poderia explodir os altos-falantes.
Não sei quem disse ao Milton que fazer meia-voz é bom. Se ele não sabe, fique sabendo que é péssimo para quem ouve. Milton tem de aprender a técnica de falar normalmente no microfone direcional e quando gritar, afastar em cerca de um palmo o microfone da boca. Talvez seja por isso que ele seja preterido na Globo embora muito melhor do que Cléber Machado e Luis Roberto. Ele não utiliza o espetacular material vocal com que Deus o aquinhoou. Cléber e Roberto, muito menos dotados, agradecem. O segundo tempo acompanhei com Luís Roberto, pois Téo José só se eu não tiver outra opção. Luís Roberto, e essa é a razão de minha decepção, ESTAVA muito melhor do que Milton Leite que é muito melhor do que Luís Roberto. Ou seria pelo fato de Milton estar transmitindo um jogo do Palmeiras ?

COMENTE (Mesmo que sua opinião seja diferente)!

4 Comentários:

  • Às 31 de julho de 2009 11:04 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    BOM DIA ALICDES

    Não postei sobre o jogo contra o Fluminense, porque já tinho falado o que poderia acontecer na partida, no caso de alteração de jogador. Mas não contava com aquela chuva descomunal, que tranformou o campo do Palestra uma verdadeira pista de patinação. É mais que difícil jogar num campo como aquele, sem cometer erros e erros de passes, que acontecem pela "traição" das poças ou falta delas.

    Foi difícil pela complexidade do gramado.

    Em campo, Renato Gaúcho fez o que podia fazer e ajudou a complicar. Mas nada que o talento de Cleiton Xavier não pudesse resolver, ao achar o Diego Souza livre de marcação e este executar no melhor estilo Romário, de bico.

    Bom demais. 3 pontos.

    Dormimos líder na quarta.

    Acordamos super líder hoje, sexta feira.

    E como somos o time a ser batido, temos a favor o contrataque, o que é fundamental para assegurar essa liderança, a começar amanhã pelo desesperado Sport na Ilha do Retiro.

    SOBRE MILTON MILK

    Esmeraldino, você é testemunha que, desde tempos eu nunca gostei desse cara, simplesmente por detectar esse "antipalmeirismo" destacado demais. Assista um jogo dele do corintias ou até dos bambis e você notará a absurda diferença que existe na narração. Ele narra torcendo contra o Palmeiras, mesmo nos gols bonitos, ele parece estar narrando o gol com freio de mão.

    Um gol que ele narrou bem legal, foi aquele do Cleiton Xavier fez no Colo Colo no fim do jogo. Mas parei pra pensar e acho que foi narração de susto, de algo inesperado, de um gol tão perfeito que, por um instante ele esqueceu que era do Palmeiras, hehehehe, só pode ser, rsrsrsr.

    Esse tal de Luis Roberto, eu acho um narrador interessante, bem melhor que Cleber Machado, mas os comentaristas...... Meu Jisuisinho....

    É isso capitão, grande abraço e que Deus abençõe a todos.

     
  • Às 31 de julho de 2009 21:27 , Anonymous Anônimo disse...

    Sr. Alcides, como vai?

    Provavelmente o sr. se lembrará de mim, de bons debates de pregamos no site Palestrinos...apesar de algumas vezes eu ser irritante (nota-se que sou de descendência italiana, e em alguns momentos me torna muito chato e exigente ao extremo)mas sempre debatendo em alto nível e aceitando as idéias e opiniões dos amigos!!!
    Gostaria de dizer ao Sr., que acabei encontrando hoje, seu site sem querer e me deparei com a agradavel surpresa de tão ilustre "Palestrino e Jornalista" postando editais magníficos!!!!
    Quanto ao tema do edital, concordo com o sr. 1000%, porém, não podemos nos esquecer do caráter dúvidoso do sr. Milton Leite...bambi declarado e as vezes contra a S.E.Palmeiras demasiadamente!
    Talves com a vida de Muricy ele pode estar até um pouco mais simpático com o nosso time, mas ele não me engana!
    Bom, foi uma satisfação muito grande poder entrar em contato e postar junto de amigos e Palestrinos tão ilustres!!!

    Saudações Alvi Verdes!!!!
    Manzione

     
  • Às 31 de julho de 2009 21:56 , Blogger Alcides Drummond disse...

    Prezadíssimo Manzione
    Como o encerramento das participações no Palestrinos e, principalmente no Oservatório Verde (que voltou e está a pleno vapor) resolvi abrir este observatório alviverde que só agora você descobre. De qualquer maneira foi uma alegria tê-lo aqui, esperando que a sua visita não se restrinja a esta e que possamos contar com a sua participação como um "habitué" do OAV.
    Dou-lhe as boas vindas através do blog e peço-lhe para ler abaixo a postagem sobre o desaparecimento de um grande amigo seu (nosso), Sr. Ildefonso Giardini, o pai do Chico Palestrino.
    Seja bem-vindo ao OAV, amigo Manzione...

     
  • Às 31 de julho de 2009 22:50 , Anonymous Anônimo disse...

    Sr. Alcides,

    É um satisfação para mim sua receptividade!!!

    Vou entrar em contato com Chico, apesar de fazer algum tempo de não conversar com ele, para saber mais notícias e entrarei em contato com sr.!!!

    Um grande abraço e como muita satisfação eu me despeço!!!

    Manzione

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial