Observatório Alviverde

27/11/2009

MURICY RAMALHO! UMA DECLARAÇÃO INFELIZ!

Vi, há pouco, na tv uma declaração de Muricy Ramalho que me deixou contrariado. Parece que o nosso técnico encontrou, finalmente, a grande culpada pela derrocada da equipe no Brasileirão quando disse que " a exigência da ampliação do número de pontos no certame foi o fator desencadeante da queda de rendimento da equipe na competição".

Essa alusão velada à nossa torcida e à nossa coletividade insulta a nossa inteligência, porque isso não é verdade.

Trata-se de declaração absurda, estapafúrdia, ilógica, intempestiva e tudo o mais que queiram. E, se querem saber mesmo, evidencia a fragilidade emocional de um treinador, perdido no tempo, no espaço e, o que é pior, na própria concepção de suas convicções técnico-táticas.

Acostumado a dirigir os bambis, uma equipe que quando não vai bem encontra respaldo em árbitros e bandeirinhas para virar os jogos, Muricy, certamente, estranhou a inexistência desse fator à frente da S.E. Palmeiras.

Na realidade Muricy não pode culpar ninguém pela "debacle" de nossa equipe e se culpado existe ninguém será maior do que ele próprio. Foi brutal a metamorfose palmeirense na transição Jorginho/Muricy. O time travou, empacou e não houve quem o fizesse andar.

A tentativa da imposição do "jeito Muricy de jogar" foi o principal fator da derrocada verde. A camisa-de-força imposta ao time resultou em um efeito diametralmente oposto àquele que imaginava o novo treinador, do alto de suas tradicionais concepções.

Um time vivo, esperto, de toque de bola envolvente, vertical, jogando sempre em função do gol, indo sempre em direção ao gol, de repente tornou-se lento, previsível, estéril, limitado a uma exclusiva tática de jogo aéreo e circunscrito a lances de bola parada, como se fosse o inspirador do "samba de uma nota só".

Muricy, por essa declaração, mostra que está disperso, perplexo e nem acredita no que está acontecendo. Seu grande erro foi o de tentar impor uma tática, ainda que qualquer manual elementar de futebol advirta sempre que "o esquema depende das peças de que se dispõe".

Caindo no lugar comum, mas definindo com exatidão a atuação de Muricy, eu diria que ele tentou
inventar a omelete sem ovos. Não podia se dar bem!

Nós sabemos das dificuldades e limitações de elenco pelas quais passou o nosso técnico e as compreendemos, perfeitamente. Nem, com este comentário, estamos reivindicando o seu expurgo do Palmeiras. Só não podemos admitir que se culpe quem teve culpa muitos anos mas que, especificamente este ano, não teve a menor culpa, a torcida do Palmeiras (as organizadas, inclusive).

Se Muricy continuar (espero que sim) que a diretoria lhe forneça as peças necessárias para montar uma equipe que possa corporificar, isto é, que venha a mostrar em campo "o jeito Muricy de jogar". Sem um time nessas características, melhor seria prescindir dos serviços desse eficiente treinador e buscar outras alternativas.

3 Comentários:

  • Às 29 de novembro de 2009 09:55 , Blogger rodrigo tedesco disse...

    So louco pra nao reaponsabilizar o Muricy pela derrocada. Alem de engessar o time, ainda foi extremamente incompetente e, porque nao, ingenuo, ao nao conseguir nem administrar um campeonato ganho.
    Tivesse o Sr. Muricy, tri-campeao no apito, pelo menos jogado para empatar tres das inumeras derrotas nesses ultimos jogos e, ja seriamos campeoes. E mais, fosse o Muricy qqer outro treinador sem a "grife" de tricampeao, no inicio da derrocada teria sido demitido e, com um novo treinador, pelo menos umas tres vitorias, aquelas que sempre sao geradas pelo "fato novo" da troca de tecnico, hoje seriamos campeoes.
    Pra mim, por mais que se culpe os jogadores, criancas crescidas dependentes de comando, o principal e unico culpado e culpavel eh o Sr. Muricy "Tres no apito" Ramalho.

     
  • Às 29 de novembro de 2009 12:00 , Blogger Edson Carlos disse...

    O Muricy sabe agora, como é fácil ser campeão pelo s. paulo.
    Quando técnico do Inter, não conseguiu se campeão porque foi roubado.
    Quando técnico do Palmeiras, não conseguiu ser campeão porque o apito não ajudou, embora eu não o redima de responsabilidade.
    No time-biba, foi tricampeão sem dificuldades.
    Um conselho ao Celso Roth, que apesar de montar bons times não consegue ser campeão... Aceite trabalhar no são paulo, mesmo que seja sem salário, pois fatalmente deixará de ter o rótulo de pé frio, pois ganhar títulos ali [e fácil. O maior exemplo foi o Telê Santana, que nunca ganhou nada fora do Morumbicha. É fácil ser campeão com juízes e tribunal

     
  • Às 30 de novembro de 2009 21:15 , Anonymous Guilherme disse...

    Concordo , o muricy já encheu o saco , un dos seus principaois erros é colocar aquele morto do Edmilson como volante, o cara não serve para aquela posição, todos sabemos disso, ele já está velho, não aguenta correr atrás dos adversários, é como se fosse um a menos em campo.

    É como vc disse ou o Palmeiras monta um timaço em termos de Brasil ou manda embora.Pois assim não da para ficar, e não me iludo com a vitoria de ontem.

    Abrs alviverdes

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial