Observatório Alviverde

03/06/2010

PALMEIRAS, UM CLUBE DE FUTEBOL PROFISSIONAL, DIRIGIDO POR AMADORES!

Não vou dizer que a derrota para o Flamengo não foi doída. Foi, sim, muito! Mas quem não esperava? Talvez o Cipullo, o Belluzzo e mais meia dúzia de três ou quatro.

Na verdade, a derrota já se tornou uma constante na vida do Palmeiras, incorporando-se ao nosso quotidiano de torcedor-sofredor, definitivamente,  e não há mais a quem se possa recorrer, seja da situação ou da oposição.

Quem quer que tenha exercido a presidência do clube nos últimos anos, mostrou absoluta incapacidade de gestão desse autêntico Airbus chamado Palmeiras, pilotado por reles pilotos de teco-tecos e ultraleves.

Portanto não venham o Sr. Mustafá e os seus áulicos, oportunisticamente, como vêm fazendo, criticar Belluzzo tanto quanto já criticaram Delamônica e falar em sucateamento financeiro da atual gestão, quando ele próprio detonou o processo de nossa decadência e sucateou o que tínhamos de mais valor, as nossas glórias, as nossas conquistas e a nossa dignidade.

Do ponto de vista político, a facção política da situação, leia-se Belluzo e seus apoiadores, é a oposição de ontem, leia-se Mustafá e sua turma. Mas quem não sabe que a nova oposição de Mustafá voltará a ser, novamente, situação amanhã, no círculo vicioso do poder que toma conta de um clube, o único no mundo, aliás, que valoriza mais um time de bocha ou um grupo de dança do que a razão de ser da sua própria existência, o futebol.

Nossos ancestrais jamais poderiam imaginar que a extraordinária obra que edificaram fosse terminar assim, melancolicamente, de forma absolutamente ridícula e grotesca, para que não se diga surreal, entregue, hoje, a um grupo de homens muito bem intencionados, reconheço, mas de um primarismo e de um amadorismo enervantes para quem os observa de fora e os vê incorrendo em erros crassos, primários e infantis.

A gestão Belluzzo-Cipullo está sendo um desastre, do ponto de vista do futebol profissional. Sob o aspecto prático, muito mais por causa de Cipullo, um profundo desconhecedor de futebol. Sob o aspecto administrativo, quem diria, por causa do próprio Belluzzo, um economista sem visão administrativa a julgar pelo que vem fazendo, pois coloca a amizade com Cipullo e a conveniência política, muito acima de seu cargo de presidente e dos próprios interesses do clube.

Quem não sabe que um diretor de futebol absolutamente inexpressivo, sem proximidade e ascendência em relação ao grupo, de decisões precipitadas, sem capacidade para administrar crises, perdedor, vaidosíssimo, há três anos no cargo sem demonstrar capacitação para exercê-lo, tem de ser substituído?

Quem desconhece que um diretor de futebol que já provou, por a + b,  ser um apedêuta na matéria, que vive às voltas com dispensa de jogadores e treinadores,  que não tem calma e equilíbrio para administrar com coerência mesmo as banais brigas de grupo, que age sempre precipitadamente em função de vaidades pessoais e de uma imensa necessidade de afirmação, fazendo recrudescer as crises no clube, tem de ser defenestrado de um cargo de tamanha importância?

Como é que um diretor de futebol não enxerga as visíveis limitações ofensivas de um time que precisa de bons atacantes desde o ano passado? Será que desconhece que se o time não fizer gols não vai ganhar de ninguém? 

Por que só ele não enxerga ou desconhece que qualquer time que queira ser forte tem de ter, minimamente, acima de quatro canhotos no elenco e, de preferência, um grande armador nessas condições? Por que insiste tanto em buscar jogadores na Europa, quando a própria Europa vem buscar jogadores no Brasil?

Qual o interesse que existe em pagar somas elevadas calculadas em dólares ou Euros, para as liberações de jogadores que já não são mais os mesmos e deixaram a categoria e condição física no velho continente? Ou alguém acha que se Lincoln e Ewerthon fossem ainda jogadores de primeira linha teriam retornado ao Brasil?

Por que essa insistência com veteranos ou semi-veteranos, repetindo-se indefinidamente o recorremte erro da contratação de jogadores baixos e sem capacidade física adequada para as divididas? Jogadores que chegam sempre fora de forma e ficam meses em recuperação às expensas do clube? E os que são contratados com contusões e que ficam em tratamento até se recuperar?

Por que temos sempre o time mais fraco sob o ponto de vista físico e sempre o de menor média de estatura?

Por que entre o jogador alto, forte, raçudo, que corre o tempo todos e o baixote enfeitador, preguiçoso, contratamos sempre o último?

É para gritar Olé em nossas sempre míseras e magras vitórias por 1 x 0 ou 2 x 1, já que não existe no Palmeiras, como existe no Santos, a cultura de atacar sempre e fazer mais gols?

Por que o diretor de futebol não combate a economia de gols que já nos tirou de tantas competições? Será que não enxerga que o futebol mudou e que esse negócio de classe e jogar bonito formando academias é coisa do passado?

Por que em 90% das vezes, quando se tem de optar entre jogadores negros e brancos, optamos pelos últimos.

Sei que as coisas mudaram um pouco ultimamente, principalmente na atual gestão e fico feliz por isso. Mas quem se esquece que fomos ao Paraná Clube e trouxemos Cristian, Marcelo e Pierre, mas, coincidentemente não contratamos o melhor que o Paraná tinha a oferecer, o artilheiro Borges. Sei que isso foi em outra gestão mas serve para exemplificar como as coisas são tratadas há muito tempo no clube.

Poderíamos ficar aqui discorrendo sobre os erros e desmandos em um clube que tem a base mais cara do futebol paulista, mas que não aproveita um único jogador entre os tantos que revela.

Um clube que se dá ao luxo de manter um time nas divisões inferiores do futebol São Paulo mas que está impedido pelo regulamento da FPF de disputar a primeira divisão mesmo que ganhe as competições de acesso.  Se fosse um bom negócio nossos três maiores concorrentes teriam times nessas divisões.

Não pensem que as séries A3 e A2 são amadoras. São profissionais e custam muito caro ao Palmeiras.

Resultado: Gasta-se rios de dinheiro para não se aproveitar sequer um único jogador por temporada, onerando os cofres do clube e desviando-se ativos financeiros que poderiam ser aproveitados em contratações para reforçar o time principal. Milhões e milhões de reais, anualmente, têm como destino simplesmente o ralo. É o fim da picada!

A quem interessa a manutenção de um time nessas condições? Só se for, como vem acontecendo,  para revelar os Elias da vida para os gambás, ou os Wilsinhos para os bambis. E, depois, dizem que os dirigentes da Portuguesa é que são burros…

Não temos nada pessoal contra o diretor de futebol do Palmeiras, mas entendemos e ele próprio deveria ligar o desconfiômetro e compreender que o ciclo dele no clube já se encerrou. A continuidade de Cipullo só vai nos trazer mais contrariedade, desilusões e frustrações.

Agora que a porta arrombou ele quer trazer Kléber (dizem que já trouxe) um bom jogador mas que não vale a dinheirama nele investida e imobilizada. Não existe mais mercado para a revenda desse jogador. Vamos ficar com mais um mico em nossas mãos.

Nosso diretor de futebol também parece desconhecer que Kléber é um jogador que, pelas suas próprias características, joga mais para sí do que para o time. Ele não vai fazer nada sozinho em nosso ataque porque o nosso problema não se resume, apenas, à finalização e ao homem-gol. Depende também, muito mais,  de um jogador de preparação e esse jogador seria Valdívia. Kléber não é craque, Valdívia, sim.

Investir no chileno, aí eu concordo, pois seria um investimento com perspectivas de retorno na relação custo-benefício, à altura de nossas reais necessidades e com amplas perspectivas de uma revenda futura para o futebol europeu.

Ele fala, também, em buscar o grossíssimo Luís Farias que não consegue ser titular no Porto, desbancado por um ilustre desconhecido brasileiro chamado Hulk.

Para quem considera que o Palmeiras deveria pagar a caríssima liberação do argentino, até a bem pouco contundido, disseram que o contrato dele venceria agora em junho. Entretanti, a última informação do Porto revela e garante que é em junho, sim, mas de 2011. Se ele fosse mesmo o goleador que imaginam, estaria agora, ainda em 2010, tão precocemente, já em uma lista de dispensas?

E o que não dizer a respeito de Scolari? Se ele estiver apalavrado, tudo bem, vamos esperá-lo. Se não estiver, já não era tempo de nosso diretor de futebol estar trabalhando para contratar um novo comandante? Com Parraga, não dá. Todos já viram e sentiram que nosso caminho natural será o de lutar para não cair.

Abra os olhos, presidente Belluzzo. Não fique nessa de lealdade a amizades em prejuízo de nossa instituição. Precisamos de ações rápidas e decisivas, já. Ações que de há muito deveriam ter sido providenciadas e tomadas e, no entanto, não foram, gerando tanta crise e essa situação caótica em que vivemos.

O senhor, um intelectual e profundo conhecedor da história universal deve saber o que Brutus fez com Júlio César, seu pai de criação. Brutus traiu César para não trair Roma, muito mais importante do que César. O senhor não acha, também, que o Palmeiras é muito mais importante do que o seu fraquíssimo diretor de futebol?

Sugestão. Dê-lhe, grande palmeirense que é, um cargo honorífico com toda a pompa e circunstância, porque ele merece. Aplaudiremos em pé a iniciativa. Mas no trato dos assuntos do futebol, dê preferência aos que sabem mais e, principalmente, aos profissionais.

Aliás, presidente, um profissional como esse Maluf dispensado pelo presidente do Cruzeiro por mera vaidade e briga de egos, se encaixaria, perfeitamente, ao perfil de nosso clube, se ele se predispusesse a mudar de estado.

Que não se o repudie ou critique pelo nome, pois esse Maluf, ex-presidente do Valériodoce, ex diretor do Atlético e do próprio Cruzeiro, sabe onde estão os grandes negócios do futebol, dentro e fora do pais.

Detalhe Importante: Não o conheço pessoalmente!
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

21 Comentários:

  • Às 3 de junho de 2010 10:56 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    Muito lúcido seu texto, congratulações. Pena que os diretores alviverdes não farão metade do que você escreveu.

     
  • Às 3 de junho de 2010 19:47 , Blogger Xereta disse...

    Caro amigo Alcides,

    Sou um leitor diario de seu blog e um grande fã de suas palavras além de ser um Palmeirense desesperado por mudanças.
    Sim, o inimigo numero 1 do Palmeiras é a diretoria, assim como o conselho, o COF e tdo o que diz respeito a administração!
    Porém para lutarmos contra isso é necessario sabermos o que de fato acontece! Porque ninguem vem a publico explicar o que se passa no Palmeiras. Porque pessoas como Mustafa, Faccina etc.. estão lá ate hoje?
    E o estatuto? Onde posso ver e ler? Ele provavelmente serve de arma contra o clube!
    Quero aqui deixar meu contato pessaol caso você tenha interesse em se comunicar comigo para discutirmos mais a respeito desse clube que tanto amo e que tanto quero ver vencedor! Não só no gramado, mas fora dele também!
    Sonho com um Palmeiras exemplo para os outros, um clube notorio, profissional, modelo.
    Hoje, o futebol é o maior negocio do PLaneta e queria muito ver o Palmeiras como um destaque internacional do ramo.
    Aqui vai meu email: caiopotenza@hotmail.com
    Um grande abraço e continue o otimo trabalho
    Caio Potenza Quinze

     
  • Às 3 de junho de 2010 20:41 , Anonymous Anônimo disse...

    Caros Palestrinos....

    Mais um vexame, em pleno Pacaembu, templo histórico do futebol!!! O problema não é perder, mas sim a forma com que perdemos. Um time fraco, que não impõe respeito a ninguém. Uma atuação bizonha!!! A situação não é ainda pior pois ainda temos São Marcos!! Kleber não é Deus, e acredito que pouco fará pelo Verdão. Aliás, não entendo porque tanto empenho em trazer o gladiador de volta. É bom jogador? É!!E só, não é gênio e não vai resolver o problema soziho. A falha do Palestra é estrutural, formada por pessoas que cheiram a naftalina. Os dirigentes não se renovam, a torcida não se renova, contratamos a sobra do mercado.
    Parabéns a nossa empafia e soberba, merecemos chegar aonde chegamos. Muda Palestra, muda torcedor. Com todo respeiro, parabenizo os CORINTHIANOS, SÃO PAULINOS E SANTISTAS, QUE PELO MENOS VIBRAM COM SUAS EQUIPES E ESTÃO SEMPRE DISPUTANDO TÍTULOS SIGNIFICATIVOS. Parabéns aos nossos dirigentes que com toda sabedoria nos tornaram motivo de chacota!

    Enzo Martinelli

    PS! Caro Alcides, vc acredita que o Brasil possa faturar o caneco nesta Copa????

     
  • Às 4 de junho de 2010 04:39 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    Prezado Enzo (parte 1)
    Confesso-lhe o meu desencanto com a Seleção, a partir da Copa de 90 à qual estive presente em Asti e Turim na Itália. Através do Gata Mansa, jornalista da CBF ,tive acesso ao hotel da Seleção (clandestinamente)e pude perceber o ambiente pesado,o cisma do grupo,o pouco profissionalismo o mercenarismo,(quem não se lembra da foto com a mão no peito para excluir a marca da Pepsi),da falta de comprometimento dos jogadores que não estavavam nem aí para o entusiasmo do povo. A partir disso cessou por completo o meu encanto com a Seleção. O episódio Ronaldo na Copa da França coroou o meu desencanto.(continua)

     
  • Às 4 de junho de 2010 04:43 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    Prezado Enzo (parte 2)

    Quando da Copa de 86 no México (também estive lá) muita coisa aconteceu.Eu imaginava que fosse onda, porque, se havia boatos, se conhecia a severidade de Telê. Um dia, porém, aqui em BH, um parente próximo de Telê contou-me informalmente que Casagrande (e outros) fez coisas inimagináveis na concentração, chegando a desafiar a autoridade do técnico e que ele houvera ficado decepcionado com isso. Mas nunca ninguém disse nada a respeito, como nunca disseram do comportamento agressivo de Leão naquele grupo e de sua rebeldia, inconformado com a reserva. Também nada disseram da fraqueza de Telê, o maior ídolo da imprensa, em preservar a disciplina, pois até ele, exigente ao extremo, desistiu de tudo ao ver que se deparava com uma situação incontrolável e incontornável naquela seleção que não passou de uma ação entre amigos. Aliás, não fora o próprio Telê, então comentarista do SBT, em conluio com os principais setores da imprensa que derrubou Evaristo? Fui voz isolada nacionalmente e publiquei um libelo no semanário em que escrevia, a respeito da situação que envolvia tanto maucaratismo e tanta desfaçatez. Ninguém publicou nunca uma única linha sobre esses eventos que vieram após a desastrada conduta de Telê naquela copa, Ninguém fala sobre isso porque todos unanimemente têm culpa no cartório, ajudaram a derrubar Evaristo, escamotearam a verdade, imaginando que teríamos uma nova seleção de 82 que jogava bonito e tinha grandes craques.

     
  • Às 4 de junho de 2010 04:45 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    Prezado Enzo (parte 3)

    Ao final daquela Copa Telê e os jogadores fizeram um pacto de que estariam juntos em 86. Ao se ver fora da Seleção Telê arrumou um emprego no SBT e passou a atacar e desestabilizar o trabalho de Evaristo, com claríssima intenção de voltar à Seleção. Isso também ninguém nunca disse. Esses eventos de Telê os quais tomei conhecimento apenas muitos anos depois, jamais foram relatados pela mídia. Voltemos aos eventos ocorridos no México. Detalhe: eu não cobria a Seleção pois estava lotado na Cidade Do México. Trabalhei também em Leon e Querétaro. Por essas e por outras sou um desencantado com a Seleção e,confesso, prefiro ver os jogos do Brasileirão aos da Copa. Se a seleção trouxer o caneco, ótimo. Se não trouxer, para mim pouco importa. Ganhar Copas não significa ter o melhor futebol. Não é um campeonato mas um simples torneio eliminatório em que pesam alguns fatores imediatos. O Brasil jamais perderia aquela copa da França.Com um grupo de jogadores focados, não perderíamos novamente para os franceses como perdemos na Copa da Alemanha. O que vejo e o que sinto é que esta seleção, apesar de ainda ser repleta de milionários é mais simples, mais humilde e mais focada do que as anteriores. É uma Seleção de obreiros, de trabalhadores, com alguns jogadores de talento. Acho que deu liga. Mas eu preferia uma seleção como nos moldes da década de 50, exsclusivamente e jogadores que atuavam no Brasil. Chamado para fazer parte da Seleção de 62,
    Julinho, o maior ponta que eu vi jogar (também vi Garrincha) disse que não viria porque não queria tomar o lugar de companheiros que trabalhavam duro no Brasil tendo como objetivo a seleção.
    DESTAQUE: Já que estamos em Copa, que se diga que Garrincha foi um típico fenômeno de Copa. Jogou uma partida estonteante em 58 contra a Rússia, sumiu do jogo contra País de Gales, fez um jogo razoável contra a França e um excepcional primeiro tempo contra a Suécia.
    Em 62, sim. Com a contusão prematura de Pelé ganhou a Copa sozinho, se é que voces aceitam o pleonasmo.
    Em 66 foi um fracasso absoluto.Fêz um gol de falta e foi só.

     
  • Às 4 de junho de 2010 04:48 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    Prezado Enzo (parte 4)

    No Botafogo Garrincha alternou grandes partidas com fraquíssimas apresentações, mesmo no auge da carreira. Veja quantos títulos o Botafogo, que a imprensa carioca cita como o maior time da época junto com o Santos, ganhou. Juntem os títulos regionais, o Rio-São Paulo, tudo. Veja se chega perto do Palmeiras da mesma época. No Flamengo, apesar do imenso lobby, ele só vestiu a camisa, não existiu. No Corinthians nem é preciso que se fale nada pois foi um rotundo fracasso. É esse o jogador que querem colocar em um plano superior a Julinho Botelho. Eles se esquecem que na disputa por posição na Seleção,Garrincha, com toda a fama, foi para o banco e quem disputou o jogo da rainha foi Julinho, no dia em que calou o Maracanã. Quem se dispuser a assistir aos filmes de Julinho na Copa de 54 em que fomos derrotados e compará-los aos de Garrincha em 58 e 62 , vai saber discernir quem era melhor, mais técnico, mais útil, mais driblador, mais veloz.. Julinho driblava na vetical e era um ponta artilheiro. Quem marcou mais gols na carreira? Aposto convicto de que foi Julinho. Excessão feita aos mundiais, quem tem mais títulos? Meus amigos esse é também um dos grandes motivos pelos quais eu não gosto de Copas. Jamais existiu um ponta igual Julinho. Nem Garrincha. Não falo com o coração, mas com os números e com a razão. As Copas tem o condão de transformar craques em deuses. Que o diga Maradona. Jogador inexpressivo da Copa de 82 e que seguiu assim até a Copa de 86,quando fez o gol mais bonito de todas as Copas e passou a ser "maior do que Pelé". É brincadeira, não? Maradona, reconheço é craque, mas, quando muito ao nível de um Rivelino,com mais drible e menos passe, um pouco mais de faro de gol, menos chute nada mais que isso. No cômputo geral, empata com Riva Só uma Copa para edificar deuses de ouro com os pés de barro.
    Desculpe-me Enzo, mas acabei me entusiasmando com a sua pergunta e cheguei até aqui.
    HAHAHAHAHA
    um grande abraço
    Desculpe por algum erro de português ou alguma repetição. Não vou fazer o copy desk

     
  • Às 4 de junho de 2010 09:03 , Anonymous Cesar disse...

    Bom como já aconteceu antes, concordo em partes com que li... até a parte falada do Palmeiras B, concordo plenamente, concordo tambem que alguns jogadores que eram da europa vieram para o palmeiras e não estão rendendo bons frutos, porem sejamos justos...
    Muito de fala do Ewerthon, porem não gosto de ser injusto, e se hoje ele tiver 1 chance de gol por jogo é muito, nosso time é apatico, concordo com você que precisamos de atacante, poucos se lembram, mais alex mineiro em 2008 foi artilheiro do paulista, perdia muitos gols, porem um certo mago com sua magia o deixava por diversas situações na cara do gol...penso que o Ewerthon não seja o melhor atacante porem acho que é um bom reserva,claro que não deveria ter vindo ganhando o que ganha hoje... mais isso é outra historia.
    Já o caso de Lincoln acho que é um otimo jogador, com tecnica, e muita habilidade, ´todos o criticam porem o jogo que ele não joga, é muitooo pior ( mesmo que pior do que ta seja dificil.)
    Agora a parte onde mais descordo é quando fala sobre Kleber, como que um jogador que pensa mais nele que no grupo em 50 jogos nos Marias marcou 38 gols, fico louco quando escuto um discuso que defende trazer jogadores X ou Y e nao dar valor a quem realmente ama o Palmeiras ( e não é só isso ele joga muito), não podemos ser amendois pelo amor de deus, claro que todos preferiamos que o mago estive por aqui ( e tenho certeza que após a copa estará) mais a aquisição do Gladiador já foi um otimo passo, concordo com você que precisamos sim de um armador, porem acredito que ja temos um otimo armador em nosso time, e que se for bem comandado faz a diferença, falo de Cleiton Xavier, que é sim um meia diferenciado, porem sozinho, por isso concordo que temos que ter mais um meia de qualidade.
    Tenho certeza que o Kleber vai fazer valer cada centavo nele investido, pois ele quer jogar no palmeiras, e nunca escondeu isso de ninguem, e quando temos jogadores assim da gosto de assistir os jogos...
    Ficamos agora no aguardo para que retornem mais 2 filhos do Palestra, Mago e Felipão.
    Abraço

     
  • Às 4 de junho de 2010 10:12 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    NOTICIAS

    Cruzeiro contratou Robert por 280 mil reais de empréstimo até o fim do ano. Já se apresentou.

    Cruzeiro demite Adilson Batista.

    Cruzeiro quer contratar Farias, mas esbarra na concorrencia do Estudiantes da Argentina, time de Verón.

    Cruzeiro demite Eduardo Maluf.

    COMENTÁRIOS:

    1-) Robert só por 280 mil reais até dezembro? Deveria ter ficado.

    2-) Adilson Batista foi bem recomendado por Felipão ao Palmeiras. Será que não seria migué para Felipão poder aparecer no Inter ou no próprio Cruzeiro?

    Mas enfim, Adilson parece ser bom, apesar de jovem (42 anos) e ter 4 títulos estaduais por América-RN, Figueirense e 2 pelo Cruzeiro.

    Eu prefiro Abel Braga então.

    3-) Farias recuperou sua forma física e na verdade não é reserva de Hulk. Farias foi substituido por Falcão Garcia que estava dando sopa aqui na América do Sul até ano passado. Além de Cruzeiro o Estudiantes também o quer. Não é ruim. É raçudo. Mas não passa de um Herrera e nem seria superior a Ortigoza por exemplo.

    Mas uma coisa que todos não sabem é que o presidente do Porto, Pinto Costa, ofendeu a família de Falcão Garcia e este por sua vez não admitiu tal atitude e está tentando achar outro clube para defender. ESSE SIM SERIA O CARA PARA O PALMEIRAS. RADAMEL FALCÃO GARCIA.

    4-)Eduardo Maluf já deveria estar contratado pelo Palmeiras. 12 anos de Cruzeiro. Vejam quanto lucro ele deu ao clube mineiro. Vejam quantos bons negócios ele andou fazendo nesses anos. Esse cara sabe tudo de bastidor, revelações, empresários e hoje no mercado é literalmente "uma rapoza". Seria uma excelente aquisição.

    ** EM TEMPO, 50% DO KLÉBER CUSTOU 3 MILHÕES DE DÓLARES E NÃO EUROS COMO A IMRPENSSA BRASILEIRA INSISTE EM DIZER, SÓ PRA DIZER QUE PAGAMOS MAIS CARO E ESTAMOS ENDIVIDADOS, E BLÁ BLÁ BLÁ BLÁ.

    Sem mais por enquanto.

    Abraços.

     
  • Às 4 de junho de 2010 10:32 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    César. Espewre aí. Estamos de acordo quando você diz que Kléber é um grande jogador. Espero, como você, que nos traga grandes e intensas alegrias. Quando digo que pensa mais em sí é por causa de seu estilo de jogo, não porque ele seja um mau caráter ou um egoista. Quase todo homem de área é assim pela sua vocação de matador. Gostaria muito de ver o Éwerthon abastecido por um grande meia para ver se ele ainda dá conta do recado. No que respeita ao Lincoln é um jogador inteligentíssimo mas completamente fora de forma física. O problema é ele conseguir entrar em forma, como a maioria dos jogadores da idade dele.
    Amado Mestre, sem querer polemizar:
    Sobre o Kléber, são, realmente 10 milhões de reais e alguma coisa, referentes a 3 milhões de euros.
    É muito investimento em meu modo de entender para 50% dos direitos, ainda que esse jogador seja Kléber.
    O Farias eu ví jogar quatro vezes ao vivo e ele é grosso, sim e foi reserva do Hulk, sim. Quando ele foi procurado pelo Palmeiras pela primeira vez, quase foi cedido.Só não foi porque o Hulk tinha sido suspenso, você se lembra? Aí ele entrou no time e não deu conta do recado. Voce não leu que ele está na lista de dispensas do Porto? Li no jornal A Bola e no Record de Portugal. Investir outros milhões no escuro não é um bom negócio.
    Um abraço

     
  • Às 4 de junho de 2010 10:48 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    ALCIDES.

    Não escrevi que Farias deveria vir, reveja amigão.

    Quando Hulk foi suspenso, Farias entrou em seu lugar.

    Mas Farias poderia ter entrado no lugar de Falcão Garcia se este ficasse fora.

    Farias perdeu a posição na verdade, quando contrataram Falcão Garcia, este sim, que deveria ter sido contratado.

    Sobre Kleber, veja se entendí errado:

    Il Palmeiras piazza il colpo Kleber Giacomazzi de Souza Freitas (26). Il Cruzeiro ha infatti reso noto, con un comunicato apparso sul proprio sito, di aver trovato l'accordo con il Verdao per la cessione del calciatore, che è costato al Palmeiras 3 milioni di dollari per il 50% del cartellino.

    Grande abraço.

     
  • Às 4 de junho de 2010 12:37 , Blogger Felippe (antigambá) disse...

    Saudações Alcides, acho o Adilson bom, ele estava desgastado no Cruzeiro, mas levou o time a vários títulos, e a disputa de vários jogos importantes, inclusive uma Libertadores, que o Cruzeiro só perdeu por achar que estava ganho, que seria fácil como tirar doce da boca de criança. Mas temos que ver também a proposta de Adilson, entre pegar 500 mil pra ele, e 600 pro Felipao, que paguei 600 ao Felipao, mas eu nao acho isso coerente, já que o Felipao não entra pra fazer gol, nao teria peças para armar um esquema e de nada adiantaria, sem contratações para o ELENCO, pode trazer o Mourinho que a coisa "nao vai". Fiz uma postagem agora a pouco no blog, boa para reflexão sobre o que está acontecendo com o nosse atual Palmeiras, todos estao convidados a ler e comentar se achar que deve. Forte abraços a todos! www.observacoespalestrinas.blogspot.com

     
  • Às 4 de junho de 2010 12:52 , Anonymous Alcides Drummond, disse...

    Mestre
    Não duvidei de sua palavra, mas a fonte(italiana)não pode ser mais fidedigna do que a própria palavra do presidente do Cruzeiro. Os presidentes não vão dizer que venderam por mais, nunca e voce sabe bem porquê
    Um abraço
    Alcides

     
  • Às 4 de junho de 2010 13:29 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    ALCIDES

    Hehehehe. Você quis dizer por menos né?

    rsrsrsr

    Mais uma capitão. O Kleber vai ganhar 150 mil reais e essa fonte é brasileira.

    E parece que vem mais um.

    rsrsrsrs

    O atacante Kléber pode reestrear com a camisa do Palmeiras em um amistoso contra o Corinthians, entre os dias 20 e 26. "Convidamos nosso freguês", diz o presidente do clube, Luiz Gonzaga Belluzzo. O Timão ainda não confirmou o jogo, que marcará também a despedida palmeirense do estádio Palestra Itália, que será fechado para reformas.
    O salário de Kléber será de cerca de R$ 150 mil mensais.
    O presidente Belluzzo e o vice de futebol palmeirense, Gilberto Cipullo, jantaram na terça, no hotel Tivoli Mofarrej, com o outro atacante que o clube pretende contratar. A diretoria não revela o nome do craque, só que "joga na Europa". O encontro foi regado a vinho chileno. (Mônica Bergamo Rede Braisl de Notícias)

     
  • Às 4 de junho de 2010 13:34 , Anonymous Anônimo disse...

    Caro Alcides,

    Obrigado pela aula de história. Sinceramente, vc devia nos brindar com mais de suas memórias neste espaço. Sei que este é totalmente dedicado ao Palmeiras, mas é um desperdicio não dividir suas lembranças com seus leitores.
    Forte abraço

    EM tempo....
    Pelo tanto que escreveu, sinceramente, acho que vc pode estar desiludido no momento, mas com uma baita vontade de viver novamente as lembranças de outrora...
    Enzo Martinelli

     
  • Às 4 de junho de 2010 14:30 , Anonymous Alcides Drummond, o editor disse...

    Enzo

    Sinceramente, não sou e nem estou desiludido. Desilusões mesmo só com a forma como tratam e administram o meu Palmeiras. Sou um cara bem resolvido do ponto de vista profissional. Se quisesse estaria na ativa. Hoje sou apenas um torcedor do Palmeiras e este blog eu o faço por puro diletantismo.

    Mestre
    De fato os presidentes não vão nunca anunciar subfaturaramento nas compras. Valeu pelas notícias. Você e a rapaziada fazem esta banda do blog ser mais interessante do que o post. Valeu.Tendo novas notícias, poste mesmo.
    Felippe
    O único técnico pelo qual vale a pena esperar é o Felipão. O que se paga a mais a ele é compensado pelo fato de ele trabalhar com elencos mais baratos sem tantas estrelas e conseguir bons resultados. O homem tira leite de
    pedra.
    Xereta
    Já lhe enviei um e-mail.
    César
    Concordando ou discordando volte sempre ao espaço. Pode bater com força.
    Sérgio Mauro
    Obrigado pela força. Não some não!

     
  • Às 4 de junho de 2010 16:17 , Anonymous Anônimo disse...

    OLHA QUE INTERESSANTE ESSE CALENDÁRIO DA COPA!

    http://www.marca.com/deporte/futbol/mundial/sudafrica-2010/calendario.html

     
  • Às 4 de junho de 2010 18:34 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    ATENÇÃO
    É interessante mesmo o que foi publicado, embora eu já conhecesse o sistema de outras copas. Vejam com os próprios olhos pois vale a pena.
    Colem daqui de baixo o endereço:

    http://www.marca.com/deporte/futbol/mundial/sudafrica-2010/calendario.html

     
  • Às 4 de junho de 2010 21:43 , Anonymous Marcelo disse...

    Alcides e companheiros,
    Voces já disseram tudo dos problemas do nosso Palmeiras.
    O time está precisando de reforços tanto dentro como nos bastidores.
    O Cipullo deve sair para outro departamento: Bocha.
    Contrata o Maluf do cruzeiro, pode ser que os jogadores o respeitem mais. Por falar nisso há de se ter comprometimento com a camisa do Palmeiras pois onde já se viu jogador profissional sair para a madrugada?
    Claramente o time precisa de uma ajuda psicológica pois o futebol que o Gabriel tinha não se esquece, não se pode colocar um lateral destro na lateral esquerda, só se for craque como o Junior.
    O Cipullo não contrata bem: Porque não contratou o Bruno Cesar? Tentou o Carlinhos e nem isso?
    Diretoria de futebol de m.: Saverio, Genaro, Galeano, Cipullo,
    Sou de Santa Catarina e não sou a favor do mustafá, apenas quero o bem para o Palmeiras.

     
  • Às 5 de junho de 2010 00:27 , Anonymous Jorge Araçatuba disse...

    Só o Cléber não vai adiantar.
    É preciso um centroavante.

     
  • Às 5 de junho de 2010 19:37 , Anonymous Vaiparmera disse...

    Bom texto.

    Eu ainda apóio essa diretoria pois considero que a oposição é o pior dos mundos.

    Mas seu texto me fez refletir.

    Grande abraço,

    EStou linkando vc no Vaiparmera.net

    Luiz

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial