Observatório Alviverde

13/04/2015

ECOS DE UMA VITÓRIA MUITO IMPORTANTE!


Resultado de imagem para eco
Teria sido essa a distância do passe de Valdívia a Lucas?

Falemos, hoje, sobre o Palmeiras 1 x 0 Botafogo.

Foi um massacre técnico do Verdão, mas o resultado não refletiu a verdade do jogo.

O time de Ribeirão só foi eficiente em um aspecto, na violência.

Bateu, impunemente, o tempo todo, em face da omissão de mais um "soprador de apito" incompetentíssimo, nominado Marcelo Rogério.

Ironicamente, cronistas houve que afirmaram que o Palmeiras "passou por um grande aperto".

Quem? Quais?

Os mesmos que ousaram afirmar que o gol do Botafogo, abortado pelo árbitro que registrou, antes, uma dupla carga faltosa em Prass antes do cabeceio, quando ele já detinha a posse de bola, representou em um enorme prejuízo ao time de Ribeirão.

Os mesmos que afirmaram, irresponsavelmente, descabidamente, que Valdívia só fez o que fez em campo (ele fez tudo e foi o grande conduttore da vitoria), porque o Palmeiras havia jogado contra o "modesto" Botafogo ribeirãopretano.

-------------------------------

Ontem, ficou provado por A + B o que afirmamos há tempos.

O Palmeiras não tem um ataque à altura do investimento feito por Mattos que contratou vinte novos jogadores, gastou alguns milhões de reais mas que, num primeiro momento, se esqueceu de contratar um matador experiente e de respeito!

Alexandre, "mittologicamente", encheu o time de zagueiros e volantes, a maioria, reconheça-se, bons, mas sem saber, (porque é cabaço), que sem jogadores efetivos, do meio de campo para a frente, time nenhum chega a algum lugar.

A gambazada e os bambis, cujos clubes são voltados à ofensividade, fazem isso há anos com muito melhores resultados que o defensivista Palmeiras. 

O Santos demitiu Oswaldo de Oliveira, alegando que jogava retrancado, contrariando a tradicional filosofia e o DNA de um dos times que mais gols marcou na história do futebol brasileiro.

O Palmeiras, imbecilmente, segue a sua vida como se fosse um time de basquete, privilegiando a defesa, enaltecendo "idiotisticamente" aspectos desimportantes e ridículos como a tal "defesa que ninguém passa" que consta em seu hino e a fracassada "escola de goleiros", se esquecendo de que o basquete é diferente de futebol e é jogado com as mãos.

Todo ano, até mesmo na Copa São Paulo, temos times montados, exclusivamente, para guarnecer a defesa e sem a menor contundência ofensiva que vão bem até um determinado ponto, mas pipocam, sempre, nas nas fases derradeiras das competições e entregam o ouro nas decisões.

Lembremo-nos, todos de que o Palmeiras de Luxa, em 2008, ganhou um Paulistão respaldado por um time altamente ofensivo, com atacantes de renome, impulsionado por um ataque demolidor que tinha Alex Mineiro, Diego Sousa, Kléber, Denilson e ...Valdívia, sete anos mais novo!

Quem seguraria um time desses, com semelhante força ofensiva? Ninguém! 

Pela primeira vez em muitos anos o Palmeiras não deixou a sua torcida sofrer numa final, demoliu a Ponte Preta, 5 X 0 e abiscoitou o título de 2.008.   

Ao contrário do time capenga montado por Felipão, altamente defensivo, que ganhou a Copa do Brasil em 2012 na bacia das almas, graças, exclusivamente, ao talento de Valdívia.
---------------------------

Mas pouco adianta que se exponha a cruel realidade de uma necessidade urgente, premente e necessária pois os anos passam e o Palmeiras não se acerta, não se apruma, não evolui, e é, sempre, um time de poucos gols.

Nem quando surgem as oportunidades para que goleie os adversários o Palmeiras consegue fazê-lo, como se tivesse piedade dos clubes com os quais se digladia. 

Falta, endogenamente, gente do ramo que saiba da importância das goleadas (quando possíveis), que motive o elenco para que as busque, o maior número de vezes

As goleadas geram auto-confiança  aos atletas acrescentando-lhes renovadas doses de moral e personalidade para a sequência dos campeonatos e, ao mesmo tempo, são capazes de criar novas e empolgadas gerações de torcedores.

À distância, há anos, verifico que, com raríssimas exceções, no Palmeiras, ninguém se preocupa com o macro, mas, exclusivamente, com o micro mercado. 

A cidade de São Paulo, em relação ao gigantismo da torcida do Palmeiras no território brasileiro, é um micro mercado, ressalvado o fato de ser o mais importante pela aglutinação dos torcedores, em relação ao do interior, pulverizado!

Aliás, as presidências do Palmeiras, ainda que algumas delas ocupadas, às vezes, por gente egressa do interior, somente se preocupa com a aldeia, isto é, Rua Turiaçu e adjacências, sem tomar conhecimento ou atribuir qualquer valor ao fato de o maior número de torcedores palmeirenses ser do interior de São Paulo e do Brasil.

Sei que este momento, é inadequado, mas, houvesse profissionalismo no Palmeiras e o clube mandaria alguns jogos no interior paulista, a fim de proporcionar ao Leal torcedor do interior, a oportunidade de assistir a alguns jogos do Verdão e ter um contato visual direto com os seus ídolos.

Do jeito que a coisa está andando na relação Palmeiras-RGT (que encapsulou o Palmeiras na embalagem da TV fechada), da forma como o Palmeiras é tratado por tantos estúpidos e ignorantes homens de mídia, a renovação da torcida alviverde, outrora em proporções geométricas, ocorre, agora, e em proporções, meramente, aritméticas, ou, se quiserem, em pilulas, em conta-gotas.

O Palmeiras precisa, urgentemente, contratar atacantes e tê-los em abundância no elenco, de oito ou dez, para cima, inclusos os centro-avantes, os meias contundentes e, sobretudo, armadores categorizados.

Sem a ofensividade e os gols, time algum chega a lugar nenhum!

O Palmeiras não é a exceção!

-----------------------------
TV
Prometi falar sobre a transmissão do Sportv.

Milton Leite, ressalvado o fato de engolir a voz  ao privilegiar (impropriamente) o coloquial em detrimento da emissão natural, esteve além -muito além- de minhas expectativas e realizou excelente transmissão.

Não se trata, repito, de implicância, mas de simples constatação, repito, como sempre, que, não se sabe porquê, ML gosta de esconder seus belíssimos timbre e tessitura vocais.

Se ele acha que o critico por prazer ou por questões clubísticas, sugiro que apanhe a fita da transmissão entre 14 e 20 minutos do primeiro tempo, onde Leite poderá verificar que a força de sua emissão vocal conseguia ser mais baixa do que a de Noriega e a de Beletti, obrigando o telespectador a aumentar o volume de áudio se seu televisor.

De qualquer forma, não sei se pela exigência do próprio jogo, ML conteve-se nos "cacos" reduzindo-os a um nível suportável.

Por outro lado, continua contando piadas e fazendo brincadeiras verbais que só interessam a ele e aos companheiros inseridos na transmissão, sem a menor graça ou significado para os telespectadores.  

Foi muito sensato na análise dos lances de arbitragem, mas tem de cuidar para que as suas opiniões, por osmose, não interfiram no que vão dizer os comentaristas que o assessoram. "Convergentemente", tem sido assim!

O grande defeito de Milton Leite, ontem, na narração, foi o de não destacar e valorar a enfiada de bola cinematográfica de Valdívia, em ponto futuro (créditos a Cláudio Coutinho) para Lucas, que redundou no gol da vitória, do Verdão.

Noriega, pela primeira vez, usou um pouco mais de ênfase na análise dos lances de arbitragem e, com isso, subiu muitíssimo de produção.

Desta vez, não foi econômico, indeciso, reticente e nem ficou sobre o muro ao abordar os lances que prejudicavam o Palmeiras. Simplesmente, rasgou o verbo, como manda o manual!

Quero ver se, domingo, no Iraquerão, manifestarão a mesma conduta profissional apresentada na transmissão de ontem. Conseguirão?

Se for possível deixar o Noriega sem a companhia de nenhum invasor da profissão, muito melhor. 

Os parvos que dirigem a Globo, imaginam que os ex-jogadores sabem mais que os jornalistas, mas não foi Nori quem disse, aos 37 minutos do primeiro tempo, que o Palmeiras tinha "profundidade ofensiva", a única coisa, aliás, que o Palmeiras, com um domínio territorial massacrante, não conseguia ter e que só passou a ter a partir da entrada de Valdívia.

Quando um Canal de TV coloca um jornalista para comentar um jogo ao lado de um ex-jogador, passa ao telespectador a imagem de que o comentarista não tem capacidade para o exercício da função. 

No caso, em questão, era e é exatamente ao contrário! (AD)

22 Comentários:

  • Às 13 de abril de 2015 13:24 , Anonymous victor tredenski disse...

    REALMENTE OUVIR BELETTI E WILLIAM

    UM BAMBI E OUTRO GAMBA, RESPECTIVAMENTE

    É DE ARRANCAR O DENTE DO CISO Á SECO

    OUVIR CAIO RIBEIRO PUXANDO O SACO

    ENSABOANDO SEUS COMETARIOS

    CASAGRANDE E O SEU ANTI-PALMEIRISMO NIVEL 30

    É LASTIMAVEL

    E O NETO ENTAO, NA BAND

    ESSE É UM TIRO DE CALIBRE 12 NOS TESTICULOS

    ESTAMOS FU
    NÃO SOBRA NADA

     
  • Às 13 de abril de 2015 13:30 , Anonymous TÃO SOMENTE TORCEDOR disse...

    PIOR QUE O TREDENSKI DISSE É:
    ESCALAÇÕES DE DOMINGO:
    Palmeiras: Bruno ; Fabinho Capixaba, Leandro Amaro, Marcão e Gerley ; Rivaldo, Josimar, Patrick Barriga de Cavalo e Ivo ; Tadeu e Max Pardalzinho
    Treinador: Gilson Kleina
    QUEM AINDA NÃO MORREU, TEM VAGA ASSEGURADA NO CÉU...UNICA CERTEZA!!

     
  • Às 13 de abril de 2015 14:16 , Anonymous Anônimo disse...

    Chances de fazer historia domingo. O SCCP virá com um ataque reserva (Love e Mendoza), desentrosado e com a pressão da torcida para ganhar o jogo (que nesse caso jogará contra eles).
    Acredito que se marcarmos no meio campo evitando as infiltrações/triangulações de Jadson/Elias e Renato Augusto o poder ofensivo cairá drasticamente.
    Sem contar que virão cansados do jogo de quinta pela Libertadores e tendo em mente o jogo de quarta, também pela Libertadores.
    Acredito que vá chegar em um ponto do jogo em que eles vão tirar o pé. O segundo tempo com Valdívia em campo pode dar jogo.
    Acredito fortemente na vitória

    Ezequiel

     
  • Às 13 de abril de 2015 15:15 , Anonymous Bruno disse...

    E a Federação Paulista de Futebol acaba de suspender o patrocínio da Crefisa para os árbitros nas fases seguintes do Paulistão 2015.

     
  • Às 13 de abril de 2015 15:23 , Anonymous Marco disse...

    Vejam a manchete do portal da rgt:

    http://globoesporte.globo.com/sp/futebol/campeonato-paulista/noticia/2015/04/fifa-alerta-e-fpf-rescinde-acordo-com-patrocinadores-do-palmeiras.html

    Até o final de semana conseguirão convencer a todos de que a Ponte Preta não foi prejudicada e o Palmeiras foi ajudado.

    É assim que funciona a máquina de propaganda do "nacional corintianismo".

    Caso o Palmeiras não alerte para o que pode ocorrer lá no estádio estatal, todos sabem o que vai acontecer.

    E ainda tem o risco do irmão do PCO ser o árbitro "escolhido por sorteio".

     
  • Às 13 de abril de 2015 16:15 , Anonymous VERDÃO INCONDICIONAL disse...

    palavras do gerente do cruzeiro:

    Valdir disse ainda que a comissão técnica analisou muito os jogos de Valdívia após o Mundi@l e que isso pesa no interesse.

    - Avaliamos a questão técnica e após a Copa vimos que Valdívia teve participação efetiva em 80% dos jogos do Palmeiras e muitas vezes jogando lesionado. Mais uma vez ele mostrou que é um atleta de alta qualidade e que nos interessa.

     
  • Às 13 de abril de 2015 17:39 , Anonymous Marco disse...

    A parte nossa da torcida que se empenhou com tanto tempo, energia e disposição para ajudar na campanha de expulsar o Valdívia do Palmeiras poderia usar o mesmo tempo, a mesma energia e a mesma disposição para chamar a atenção para o que pode acontecer lá no estádio estatal.
    Teríamos um verdadeiro batalhão de colaboradores ajudando a defender os interesses do Palmeiras em um jogo onde enfrentaremos uma instituição que tem no seu DNA o jogo baixo.
    Este sim é um tema para lotar os blogs, fóruns, chats e a caixa postal dos veículos de imprensa.
    Seria uma ação de grande relação de "custo-benefício" ao Palmeiras.

     
  • Às 13 de abril de 2015 17:44 , Anonymous Edson disse...

    "Na semana passada, Gilvan teria reunido o elenco para saber o que seus jogadores acham de Valdivia. A resposta teria sido positiva, o que motivou o dirigente a ir atrás do chileno".

    Essa frase do presidente do Cruzeiro, me fez lembrar de uma outra, similar, do Cuca, quando o Atlético Mineiro resolveu contratar o Ronaldinho Gaúcho.

    Disse o Cuca: "reuni o elenco e perguntei se todos concordavam em correr por ele. E todos concordaram. Valeu a pena".

    Óbvio que não estou querendo comparar os dois jogadores, uma vez que Ronaldinho Gaúcho foi um Gênio do futebol, daqueles que se produz só de tempos em tempos.
    No entanto, ninguém pode discordar de que o chileno é, também, um fator de desequilíbrio, e é por isso que o Cruzeiro quer o jogador.
    Não me esqueço da doação do Barcos para reforçar o Grêmio, na disputa da libertadores.
    Espero que agora, com a situação financeira mais estável, o Nobre não autorize a transferência do jogador para o clube mineiro, e renove o seu contrato.
    Jogador que desequilibra são poucos, e nós temos um deles.


     
  • Às 13 de abril de 2015 17:47 , Anonymous Marco disse...

    As palavras do dirigente do Cruzeiro representam uma humilhação ao Palmeiras.
    Elas significam que a situação é colocada como o Cruzeiro sendo um time grande e o Palmeiras um time pequeno, cujo jogador é avaliado com a condição necessária para defender o “grande” Cruzeiro.
    Entretanto, não critico o dirigente do Cruzeiro que faz o discurso correto para seu clube, lamento que o Palmeiras não se dê ao respeito permitindo que este caso chegasse a esse ponto.
    Teria que ser ao contrário, se determinado atleta não servir para o grande Palmeiras, então poderá buscar outro clube de menor expressão nacional, mesmo que nos últimos anos este tenha obtido melhores resultados.
    Tudo isso ocorre pela interferência mal intencionada da imprensa e pela inexperiência e falta de malícia para o futebol que tomou conta do meio palmeirense em todos os níveis.

     
  • Às 13 de abril de 2015 17:55 , Anonymous Marco disse...

    O Cruzeiro perdeu seus dois grandes jogadores de meio de campo e trouxe um meia (acho que colombiano) de boa qualidade.
    Com Valdívia, iria recuperar o setor estratégico do seu time e voltaria a ser o principal, o mais forte concorrente ao título, reforçado pelo concorrente Palmeiras.
    Caso isso aconteça, o amadorismo da direção estará firmado em papel passado.
    Talvez precisem ter algumas aulas sobre pontos corridos com o Vanderlei Luxemburgo. Este, sempre que podia montava os elencos fortalecendo seu time e impedindo que jogadores chave reforçassem os mais fortes concorrentes.
    Mais uma questão que indica um problema muito mais amplo do que a discussão sobre uma simples reforma de contrato, indica se uma diretoria está preparada ou não para comandar um clube com o objetivo de ser campeão.

     
  • Às 13 de abril de 2015 19:21 , Anonymous MestredosMagos disse...

    AO IDIOTA DO COELHO E SEUS SEGUIDORES

    Valdívia é craque, é ídolo e faz a diferença pra qualquer time do Brasil.

    Se for para o Cruzeiro certamente levará o time pras finais da Libertadores.

    O lugar dele é aqui, no Palmeiras e ponto final.

    Esse gordo do Alexandre Mattos que pare de pensar com a barriga e o presidente Paulo Móle que para de pensar com o nosso dinheiro e faça o que a torcida quer, que é a renovação do último dos craques do Palmeiras, Jorgito Valdívia.

    Se não fosse ele presidente Paulo Móle, nada do que estamos passando seria possível, pois estaríamo na série B.

    Você pode ser teimoso, mimado pela riqueza, mas não é BURRO.

    RENOVE !

    Ganhando ou não o Paulista, RENOVE.

    Porque o brasileiro com ele é caixa.

    Saudações.

     
  • Às 13 de abril de 2015 20:21 , Anonymous Anônimo disse...

    kkkkk parabéns Marco!

    "NACIONAL CORINTIANISMO" foi demais!

    Goebells deve estar se revirando no túmulo!

    kkkk

    Dinho Maniasi

     
  • Às 13 de abril de 2015 20:46 , Anonymous Anônimo disse...

    https://www.youtube.com/watch?v=O0iKvjIAikE&feature=youtu.be&t=1m9s

    Dinho Maniasi

     
  • Às 13 de abril de 2015 20:50 , Anonymous Edson disse...

    PTD

    Avanti atinge mais uma marca expressiva

    O Avanti, programa oficial de sócio-torcedor do Verdão, atingiu nesta segunda-feira a expressiva marca de 110 mil adesões.

    Apenas em 2015 já são mais de 45 mil novos sócios, que levaram o Palmeiras ao Top 10 no ranking mundial. No Brasil a distância para o Internacional, ainda líder, diminuiu para pouco mais de 19 mil.

    O presidente Paulo Nobre comemorou o sucesso do programa: "O Avanti é a principal razão de ampliarmos os investimentos no departamento de futebol. Quanto mais sócios tivermos, mais forte será o Palmeiras. Para isso, oferecer constantemente benefícios e ações para os sócios-torcedores é uma das nossas principais prioridades".

    PAULO NOBRE!
    O maior benefício que eu quero é um time forte e competitivo.
    O resto dos benefícios são acessórios e perfumaria.
    Não perca jogadores que já estão no clube e contrate outros.
    Essa torcida merece uma resposta NO CAMPO, não só fora dele.

     
  • Às 13 de abril de 2015 21:46 , Anonymous Anônimo disse...

    O Avanti é show, mostra pros FDPs que o Palmeiras é gigante, que o palmeirense não é modinha.

    Ótimo trabalho, difícil copiar. É claro que fizemos os timecos abrirem os olhos. Torço para que em breve mostremos como é que se lota um estádio o ano inteiro. A diretoria precisa acertar a precificação.

    Vou citar o já batido "Campo dos sonhos". Construa que ele virá.

     
  • Às 13 de abril de 2015 22:19 , Anonymous Marco disse...

    O Palmeiras não é o Mogi Mirim ou o Bragantino.
    Caso o Cruzeiro queira um jogador para inscrever na Libertadores, o Vinícius está voltando de empréstimo do Capivariano.

    Essa é a mentalidade que precisamos ter aqui.

    O Santos testou o Ricardo Oliveira neste paulistão. Quem tem um Avanti nessa proporção, busque o centro avante.
    Time forte para ser campeão representa programa de sócio torcedor mais forte ainda.

    A questão não é uma simples renovação de um contrato, mas qual a mentalidade queremos para o Palmeiras.

     
  • Às 13 de abril de 2015 22:53 , Anonymous Anônimo disse...

    Edson, considerando os valores e percentuais de dezembro de 2014 esses 110 mil sócios Avanti renderão R$24 milhões líquidos por ano.

    Maior que os valores pagos pela Crefisa.

    Como já ocorreram reajustes e os percentuais já se alteraram, os valores são ainda maiores...

    Dá pra renovar com o Valdívia...

    Dá pra contratar um matador...

    Dinho Maniasi

     
  • Às 13 de abril de 2015 22:59 , Anonymous Edson disse...

    Espero que nos ouçam Dinho.
    Fica a torcida para tal.

     
  • Às 14 de abril de 2015 00:26 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    Se o Zé Roberto não se recuperar a tempo, quem pode fazer a função de lateral esquerdo? Estou pensando nisso desde ontem de manhã e não encontrei uma resposta satisfatória! Vale lembrar que nosso zagueiro canhoto está suspenso. Tobio volta?

     
  • Às 14 de abril de 2015 06:47 , Anonymous TÃO SOMENTE TORCEDOR disse...

    Deixando a paixão de lado, dá para acreditar que o verdão irá superar o time do governo? Creio que necessitamos ter um ataque com CA à altura do meio campo, o que destaco hoje é o empenho de todos sem exceção, más ainda acho pouco pra querermos nos equiparar a um time que vem jogando juntos a anos!!! Não que sejam a excelência do futebol, longe disto, só melhores entrosados, isto só se quebra no momento com luta e vejo isto nos jogadores do verdão. Que assim seja!!! Amem!!!

     
  • Às 14 de abril de 2015 07:56 , Anonymous Marco disse...

    Um alerta para ser explorado pelo Palmeiras e pelos palmeirenses durante essa semana.

    A rgt, a instituição mais podre da imprensa brasileira e que manipula o futebol há muito tempo, tem todo o interesse na classificação para a final do time oficial do governo.

     
  • Às 14 de abril de 2015 11:14 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    Concordo com o Marco. Há um pacto indecente entre a rgt e o time do mensalão de Itaquera. Algo asqueroso e nojento, que reflete bem a podridão existente nos esgotos do Poder desse País, onde o timoneiro é o ex presidente (não sei não sei nada, nunca vi....) que comandou os maiores saques ao erário público da história do Brasil.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial