Observatório Alviverde

07/04/2015

VALDÍVIA REACENDE A FOGUEIRA DAS VAIDADES E DIFICULTA AS NEGOCIAÇÕES DE RENOVAÇÃO!!



Valdívia é imaturo!
 Image result for imaturidade
 Tomara que seja isto!


Ninguém deseja tanto que Valdívia renove com o Palmeiras, quanto este velho escriba, que aprecia o futebol bem jogado, de muita criatividade e improviso, tanto e quanto, sei, a maioria absoluta dos que escrevem neste Blog.
 

Não significa, porém, que todos nós, apaixonados torcedores do Palmeiras,  fechemos os olhos quando Valdívia assume atitudes frívolas e posturas incompatíveis com a sua condição de ídolo, desrespeitando a torcida palmeirense que tanto o aprecia. 

Reconhecemos-lhe o imenso talento como jogador, mas temos, todos nós, consciência plena de que o chileno, na qualidade de cidadão e de ser humano, tem sido (e é) , muitas vezes, volúvel e  imperfeito.

--------------------

" Valdívia não encarna, nem de longe, o demônio que a mídia pinta, acusa e declara, mas, está longe, também, de pertencer às sacrossantas hostes do arcanjo Miguel"!
 

Inteligentíssimo, dotado de um QI estratosfericamente além da média dos companheiros de profissão, talvez por isto os homens da mídia, o tachem de sabido, finório e aproveitador.

Pelo que depreendo, ele, ao contrário dessa linha de raciocínio equivocada, revela-se, tantas vezes, imaturo e portador de uma personalidade acentuadamente juvenil.

--------------------

Cheguei à essa dolorosa conclusão após ele, sem que e nem pra que,  ter postado na Internet a foto da caneca em que se lia  "Rio de Janeiro", coincidindo com as declarações de Luxemburgo e dos dirigentes do Flamengo, de que o time carioca estaria interessado em seu futebol.

Soou como se ele quisesse comunicar à torcida, que não estava satisfeito no Verdão e que toparia uma transferência para o rubro-negro carioca. Isso, para mim, configura completa imaturidade!

--------------------

Considerando-se que o futebol é profissional, é um direito líquido e certo de todo e qualquer atleta, jogar onde bem lhe aprouver. 

Mas, por que e em razão de que, colocar uma situação de renovação nesse patamar? 

Para autovalorização? Para pressionar a diretoria? Para espezinhar a torcida que o tem como ídolo? Por que não ficou quieto?

-------------------

Voltemos no tempo, até o carnaval.

Eu e a maioria que opina por aqui, com poucas exceções, desaprovamos-lhe a atitude, quando ele viajou (a convite da Band TV) para participar do carnaval baiano.

Detalhe: ele estava em trabalho final do tratamento da lesão que, há meses, o afastava do time.  

Muitos não ligaram importância ao fato, considerando que o jogador estava de folga! 

Em meu entendimento, ele foi negligente!

-------------------- 

Dias após, ocorreu outro fato, em meu entendimento, muito grave, que fez com que aflorasse e se manifestasse, novamente, a personalidade infanto-juvenil do jogador.

Aliás, o fato, muito longe de revelar personalidade ou autossuficiência, revela a insegurança de Valdívia, fato, aliás, com o qual, não concordo e, definitivamente, não compactuo, ainda que Valdívia pudesse ter razão! 

Fique claro, não é pelo fato de Valdívia ser um craque e o melhor jogador do Palmeiras, que ele pode tudo! 

Craque algum é maior do que o clube que o contrata ou do que a torcida que o aplaude, seja a do gigantesco Palmeiras ou a do modestíssimo Ibis de Pernambuco tido como o pior time do mundo!

Em suma, não posso concordar -definitivamente- com a atitude do jogador, que, de forma irreverente, imatura e irresponsável, -coisa de moleque,mesmo-, criticou o diretor Alexandre Mattos e, sem a menor necessidade, gerou uma enorme polêmica em torno de sua renovação.

Infelizmente, de nada e do nada, por insegurança e impaciência, criou um dispensável mal-estar entre os colegas e em todos os segmentos da torcida, das organizadas, que o abominam mas reconhecem-lhe o talento, ao torcedor comum que o adora! Era preciso agir assim? 

Conheço, muito bem, os métodos de Mattos e a sua forma de agir, própria de quem enfeixa o poder e o exerce em sua plenitude. Sei que é difícil lidar com isso, ainda mais em se tratando de um negociador mineiro. Mas, por questões de profissionalismo, Valdívia não tinha nada de se manifestar!

--------------------

A maioria dos integrantes da Leal, que admira o futebol do chileno e torce, ardentemente, para que ele renove com o Palmeiras, ficou, num primeiro momento, chocada, perturbada, e, depois, triste e frustrada com a publicação de suas palavras que retaliavam o diretor.

A minoria, cega, tutelada pela mídia inimiga, (que torce para que Valdívia deixe o Palmeiras e reforce os adversários), aproveitou o ensejo para dirigir-lhe os xingamentos, ofensas e diatribes que fazem parte de seu inesgotável e nada recomendável repertório de agressões verbais! Um horror!

Interessante é que os organizados, que se julgam cobras criadas, maiorais e que se colocam, sempre, acima do bem e do mal,  inocentemente, bovinamente,  vassalamente, nem suspeitam que servem como massa de manobra da ardilosa mídia.

Eles não percebem que, ao mesmo tempo em que, por exemplo, a Band critica o Mago nos programas esportivos, colocando-o na condição de mau elemento e de um jogador incompatível com a grandeza do Palmeiras, na prática, age diferente.
 

Reconhece-lhe a condição de craque e de ídolo, tanto e quanto o seu enorme prestígio e popularidade. Tanto é verdade que investiu alto no conceito de que desfruta o craque  palmeirense em todo o país.

Assim, conforme dissemos, cooptou-o, concedendo-lhe passagem aérea, hotel cinco estrelas e, certamente, um altíssimo cachê, para que ele vestisse a camisa da Band e desfilasse à frente de suas câmeras pelas ruas, no carnaval de Salvador! 

Entrementes, em pleno no ar, seus comentaristas, sobretudo os boquirrotos "gambáticos" Neto e Ronaldo, o colocavam, nos programas esportivos, como "mau elemento" e altamente nocivo e lesivo aos interesses do Palmeiras. 

Como cu-rintianus confessos, arrogantes e fanáticos podem ter a petulância de deliberar sobre assuntos do Palmeiras? 

Nobre e Mattos não conseguem enxergar? 

--------------------
 
Por tudo o que foi exposto, eu pergunto: alguém tem condições de esclarecer o mistério que envolve Valdívia, a mídia e a nossa torcida? Nem Freud!

Se, por sua indiscutível condição de craque, Valdívia foi escolhido para vestir a camisa da Band em seu time de carnaval, por que é que os comentaristas esportivos da emissora (os enganadores, facciosos, inconsequentes e incompetentes ex-jogadores) o querem longe do Palmeiras?


-------------------- 
 

Logo após o episódio da postagem da palavra Rio de Janeiro na Internet, o jogador, merecidamente, começou a ser ofendido pela torcida, ressentidíssima pois a imagem do que publicou, foi, como era esperado, associada a uma possível e imediata transferência dele para o Flamengo.

Nesse ponto, não há desculpas para Valdívia. Ficou muito claro que ele, infantilmente, quis, de fato, provocar ou brincar com os sentimentos da torcida. Esse não pode ser, nunca, jamais e em tempo algum, o comportamento de um ídolo! 

Ou Valdívia ainda não se deu conta de que desfruta dessa condição e desconhece o incomensurável valor que representa para a torcida do Verdão?

Quem tentar afirmar algo diferente das verdades e realidades citadas por este bloguista tentando defender o jogador, estará, apenas, tentando tapar o sol com o alambrado! 

Muitos dirão, -é uma tese compreensiva e plausível-, que ele só quis brincar com a torcida, mas tem de aprender e se conscientizar  de que isso não se faz!

Penso que ele visava atingir às organizadas que tanto (estupidamente) têm trabalhado contra a sua renovação de contrato.

Mas, ao tentar atingir aquele segmento, Valdívia acabou vitimando milhões de palmeirenses -a maioria absoluta- que o admiram e o querem, novamente, curado, são e saudável, vestindo a gloriosa "maglietta" alviverde, a mais linda do planeta.

Ao apagar, quase que de imediato, a primeira publicação que gerou tantos protestos e, ao divulgar, logo em seguida, palavras de apreço e carinho à torcida e ao clube, Valdívia, em parte, resgatou a moral e o prestígio com a maior parte daqueles que o reverenciam como craque de primeira grandeza e principal jogador e ídolo do Palmeiras, mas há quem tenha ficado ressentido.

Quando se esperava que as polêmicas terminassem e que o assunto renovação se encaminhasse definitivamente, resumindo-se e circunscrevendo-se, exclusivamente, ao diálogo entre o clube e o jogador, eis que Valdívia, mais uma vez, coloca as mangas de fora e presta novas e polêmicas declarações à mídia. perfeitamente evitáveis, reacendendo a fogueira das vaidades, principal entrave para a sua renovação.

--------------------
 
Algumas dúvidas continuam no ar relacionadas a essa entrevista de Valdívia.

1) Estaria, ele, frustrado com o indesculpável desinteresse manifesto de Nobre e Alexandre Mattos pela renovação?

2) Estaria ele, na qualidade de craque e de ídolo maior da torcida, indignado e frustrado e ferido em seu amor-próprio pelo fato de o Palmeiras não o ter (ainda) procurado?

3) Estaria, Valdívia, já acertado com outro clube e, a esta altura, procurando uma desculpa plausível que o possa encaminhar para deixar o clube de bem com a torcida e pela porta da frente?

EU, pelo que depreendo da conduta do mineiro e do presidente e conforme antecipei em outras postagens, creio que Valdívia, em pouco tempo, será uma página virada na vida do Palmeiras.

Pelo que se lê nas entrelinhas dos fatos é que a renovação virou uma batalha entre os egos de Mattos e do Mago.

 --------------------

Encontrei, casualmente, ontem, com um diretor do Cruzeiro nas imediações do Forum de BH, perto do antigo estádio do Cruzeiro e sua atual sede social.

Em um papo informal ele me garantiu, entre outras coisas, que o ego de Mattos é descomunal, maior que o de Valdívia e do que a soma de todos os egos dos jogadores do Palmeiras. Será?

Mattos, num primeiro momento, golpeado verbalmente pelo Mago, que cometeu, do ponto de vista estratégico, um erro infantil , dificilmente perdoará a "ousadia" do chileno, renovando-lhe o vínculo com o Verdão!

A não ser que, mediante os apelos da torcida e de Oswaldo de Oliveira, o presidente intervenha e tenha o bom-senso de manter no elenco seu único e solitário craque à frente de Prass e o mais técnico entre todos os jogadores em atividade no futebol brasileiro.

COMENTE COMENTE COMENTE

71 Comentários:

  • Às 7 de abril de 2015 06:37 , Anonymous TÃO SOMENTE TORCEDOR disse...

    Ele brinca tão somente com esta imprensa imunda e desonesta, como esta faz com ele tão somente, ele não pode dizer nada que comentários sempre são no sentido de menosprezá-lo ou não? Agora que disse que levaria 7 meses para sua total recuperação, tão somente um animal pode levar a sério, a imprensa adora este tipo de coisas. Deveria se omitir a responder, aí ficaria zero a zero, coisa que duvido muito.

     
  • Às 7 de abril de 2015 06:39 , Anonymous VERDÃO INCONDICIONAL disse...

    A maioria dos comentários quase todos iguais, custo beneficio, chinelinho, corpo mole...bal bla bla Esses infelizes aturaram uma cambada de jogadores medíocres por anos sem fim e hoje acham moderninho criticar a única ESTRELA do time : VALDÍVIA. O MAGO e o único jogador que incomoda os antis, quando ele joga a zaga contraria fica aberta, 2 ou 3 jogadores ficam marcando o MAGO na base da pancada e sobra espaço para ele enfiar a bola e deixar os atacantes na cara do gol. SERÁ QUE É TAO DIFÍCIL ENTENDER ISSO ??? GÊNIO não tem preço e VALDÍVIA É GÊNIO !!!.

     
  • Às 7 de abril de 2015 06:40 , Anonymous SÓCIO TORCEDOR disse...

    PALMEIRAS PRECISA DE VALDÍVIA URGENTE.
    Valdivia faz falta ao Palmeiras. Não é de hoje. Nem entra aqui essa história de custo e benefício. A questão é o talento. Todos os times precisam de um jogador acima da média, nem que for um degrau a mais.

    A ausência do chileno também não tem ligação direta com a derrota diante do Red Bull, após a boa vitória no clássico contra o São Paulo na quarta-feira. Não é pelo tropeço no jogo em Campinas. E sim na composição do time.

    O Palmeiras de hoje tem um punhado de abnegados, transportadores de tijolos e areia, mas nenhum especialista na massa fina na hora de erguer a casa. Valdivia não é um craque absoluto, mas entende da engenharia de um jogo de futebol. Sabe dar ritmo, chamar a responsabilidade e, quando não exagera, até tirar o adversário do sério.

    Se os seus músculos não respondem ao cérebro, se pesa o tempo de recuperação das inúmeras lesões, se o alto salário é um empecilho, então é melhor nem contar com Valdivia. A discussão aqui não é esta. É técnica.

    Um time colecionador de taças precisa de um jogador diferente, aquele visado pelo adversário dentro e fora de campo. Capaz de provocar dor de cabeça no treinador do rival e preocupar o torcedor do inimigo na arquibancada.

    Olhando esse Palmeiras montado por Alexandre Mattos nota-se um time competitivo, de futuro promissor. Falta ainda um anarquista, alguém a perturbar o oponente. Dentro desse cenário, o único com mentalidade e bola para arrumar uma fuzarca é Valdivia.

    Paulo Nobre e Mattos deveriam prestar atenção nesse detalhe. Não se ganha títulos só com gente certinha. É preciso um gênio, mesmo que não seja um iluminado.

     
  • Às 7 de abril de 2015 06:49 , Anonymous VERDE PAIXÃO disse...

    Breve comparativo Cleiton Xavier X Valdívia: Criatividade: Valdívia. Regularidade: Cleiton Xavier Disciplina: Cleiton Xavier Gols: Cleiton Xavier Capacidade de decidir uma partida: Valdívia. Espírito de equipe: Cleiton Xavier Versatilidade: Cleiton Xavier. Jogador de Seleção: Valdívia. Custo Benefício: Cleiton Xavier. Ídolo da Torcida: Valdívia. Resultado de 10 quesitos: 6 Cleiton Xavier X Valdívia 4.
    Mesmo assim, acredito que Valdívia é craque e o time é diferente em todos os sentidos qdo este está em campo. Que digam os adversários.

     
  • Às 7 de abril de 2015 08:27 , Anonymous Anônimo disse...


    http://www.lancenet.com.br/palmeiras/palmeiras-renato-valdivia_0_1334266729.html

     
  • Às 7 de abril de 2015 08:29 , Anonymous Anônimo disse...


    http://www.lancenet.com.br/palmeiras/palmeiras-valdivia-negociacao_0_1334266690.html

     
  • Às 7 de abril de 2015 08:33 , Anonymous VALDIVETE SEMPRE!! disse...

    Valdívia em suas entrevistas com tom irônico, na verdade, é reflexo de como é tratado à tempos por esta mídia insana e desacreditada que temos por aí, que diga os mais respeitados esportistas e comentaristas de credibilidade que são raros nos dias de hoje.
    Sempre foi e continua a ser irreverente em campo e fora dele, faz a diferença por sua qualidade técnica, é indiscutivelmente o craque do time, que muitos querem sua saída, estes na verdade são ecos da imprensa marrom que falam e pensam por eles, infelizmente.

     
  • Às 7 de abril de 2015 08:40 , Anonymous Anônimo disse...

    Poucos me fazem gargalhar numa partida. Aquele lance que o Mago driblou 4 ou 5 foi um desses momentos.

    Esse teatro todo serviu para o pai dele voltar a negociar. Quero o Mago por produtividade, se não der, será uma pena, mas que o palmeirense fique avisado e entenda que não está fácil renovar.

     
  • Às 7 de abril de 2015 09:03 , Anonymous VERDE ROXO disse...

    Valdívia é Chileno...Guerreiro não é Peruano, tão somente Guerreiro, veja a diferença até nos tratamentos. Esta imprensa não vale nada, não tem valor algum o qual nós possamos a ter e fazer uso relativo a valor ético.

     
  • Às 7 de abril de 2015 09:45 , Anonymous Palmeiras todo dia disse...

    O QUE AVALLONE DISSE:
    Virou polêmica o que disse Valdivia, após a vitória do Palmeiras sobre o Mogi Mirim. E por que? Tirando a resposta que deu em sua entrevista, que “levaria sete meses” para curar uma lesão, muito mais uma ironia, o que Valdivia falou não ofendeu a ninguém e é típico de quem está com o contrato a terminar e ainda não tem solução.

    Pelo histórico de lesões de Valdivia, creio que o Palmeiras está certo em propor parte do contrato por produtividade, que o jogador pode aceitar ou não. Faz parte. Mas que esse acordo- saia ou não saia- não tenha influência de palavras quaisquer. Ele não é obrigado a ser politicamente correto.

     
  • Às 7 de abril de 2015 10:44 , Anonymous Anônimo disse...

    Alcides,

    Sou à favor da renovação.
    Contudo, com produtividade sim senhor, diferentemente do que querem Valdivia pai e filho.

    Para que eles aceitem a tal da produtividade eu aumentaria o tempo de contrato para 3 anos.

    Abraço! Hudson

     
  • Às 7 de abril de 2015 11:19 , Anonymous Alcides Drummond, o Editor disse...

    Hudson e amigos

    Eu também sou favorável à imediata renovação com Valdívia.

    Torço por ela, mas Valdívia tem feito, também, muita coisa errada.

    A resposta a tudo o que escrevi ontem, encontrei, hoje, em relação às falhas de Valdívia (ele não é santo)e acabei de ler na matéria da UOL.

    Nobre e Mattos teriam enviado um fax ao pai e procurador do atleta no Chile com uma proposta.

    A renovação, como se sabe, será negociada pelo pai e procurador, não pelo jogador.

    Mas, por que, raios, deixaram de avisar o jogador, o Palmeiras e o pai dele?

    Quando concedeu a entrevista crítica e irônica, segundo o noticiário, Valdívia não tinha conhecimento da proposta do Palmeiras, enviada ao pai dele, no Chile, por fax.

    Mas dá pra acreditar nessa historinha boba de Valdívia, um infantilíssimo factóide?

    Desta vez não vou colocar a culpa na diretoria, mas, apenas e tão somente advertir Nobre para que evite que a renovação se resuma a uma batalha de egos entre Mattos e Valdívia.

    Se depender disso ele vai mudar de clube.

    Queremos, sim, firmemente, a renovação e a continuidade do chileno no Verdão, mas a cada dia ele mostra que não é fácil lidar com ele. (AD)

     
  • Às 7 de abril de 2015 11:24 , Anonymous VERDÃO INCONDICIONAL disse...

    AOS DESINFORMADOS, ASSISTAM E VEJAM A REALIDADE:
    refém é isso aki http://espn.uol.com.br/video/4...
    como farão para pagar 1 bilhão e 200 milhões hoje?

     
  • Às 7 de abril de 2015 11:27 , Anonymous Marco disse...

    Valdívia é jogador de futebol. Alexandre Matos é dirigente, ambos muito bem pagos para exercerem as suas funções.
    Valdívia é muito acima da média dentro de campo, fora dele é uma pessoa comum, com defeitos iguais aos das pessoas comuns.
    Alexandre Matos é muito bem pago para exercer um cargo gerencial, tem que ser um executivo, com atitudes de um executivo.
    Já o jogador é jogador de futebol, com a falta de “tato” para lidar com a imprensa que caracteriza a maior parte dessa categoria profissional.

    Quando começou essa polêmica, instigada, forçada, plantada pela imprensa caberia ao dirigente chamar o jogador e dizer que só levasse em consideração as manifestações do clube feitas diretamente a ele ou ao seu representante. Afirmar que não era para considerar nada publicado na imprensa era para ser levado em consideração e pedir a ele que não fizesse declarações públicas sem que tivesse recebido manifestação oficial do clube.
    Esse dirigente, pela importância do cargo que ocupa, deveria conhecer o Palmeiras e a imprensa que o sabota diariamente. Não poderia permitir que de fora para dentro fosse instalada tamanha confusão. Isso vale para o Valdívia e vale para qualquer outro jogador. Nesse ponto entre a desconfiança sobre ele agir em nome de dois senhores, manifestada aqui em texto recente.
    Estranhamente, em todas as negociações anteriores, o Sr. Matos se portou como o dirigente que todos desejam no Palmeiras. Foi ágil, competente e discreto.
    Talvez esteja ai o problema, quando teve que enfrentar o caso mais polêmico de sua breve gestão, os quinze minutos de fama proporcionados por uma parte ingênua da torcida que o apelidou de Mitos, subiram-lhe à cabeça.
    Utilizando uma linguagem de boleiros, ele calçou o salto, ficou muito “perna”, ou muito mascarado, como se diz entre os torcedores.

    As declarações inoportunas do jogador nos levam a imaginar os motivos que deram origem a elas. Valdívia estaria tentando usar a torcida a seu favor ou tem alguma coisa nessa história que ninguém sabe?
    Considero declarações inoportunas, pois Valdívia sabe muito bem quem é a imprensa esportiva paulista. Sabe com quem está lidando e sabe que ela é mal intencionada.
    Entende-se que ele está sem paciência com essa imprensa de baixo nível, mas não poderia ajudá-la a prejudicar a ele mesmo e ao próprio Palmeiras.
    Outro aspecto nesse caso que é um absurdo são os constantes comentários de ex jogadores, invasores da profissão, como os tratamos por aqui, que querem “passar lição de moral” em relação a esse jogador do Palmeiras.
    Quem nunca se preocupou com o Palmeiras, ao contrário, quando pode trabalha contra, hoje se coloca como defensor do clube. Ex jogadores cujas carreiras não foram exemplo de conduta disciplinar.

    Volto a um comentário feito há dois ou três dias, o tema principal dessa polêmica não pode ser o Valdívia e sim a tentativa de sabotagem a um trabalho de reorganização do Palmeiras, feito por uma imprensa cuja credibilidade é a mesma de uma nota de três reais. Para concluir, reforço a importância do último trecho do texto de hoje do OAV. Para quem prestar bastante atenção será um recado (ou melhor, um alerta) claro.
    Não podemos nos esquecer de que perdemos Henrique (zagueiro) e Kardec pela condução emocional nos dois casos.

     
  • Às 7 de abril de 2015 11:46 , Anonymous Marco disse...

    Sobre ontem,

    Alberto Helena Júnior foi dispensado pelo Sportv porque não faz parte da "tchurma", da "nova imprensa".
    Infelizmente, um tipo de profissional em extinção.
    Um torcedor de outro time que mereceu sempre o respeito da toda a torcida palmeirense.

    Suas manifestações sobre o Mundial de 1951 e o reconhecimento dos títulos da década de 60 foram um "cala boca" para jornalistas "intelectualóides", especialmente aqueles que precisam se ancorar em estatísticas.

     
  • Às 7 de abril de 2015 11:48 , Anonymous Edson disse...

    Eu ouvi a entrevista e não houve qualquer agressão ao Matos.
    A pergunta, como já coloquei em outro post, foi capciosa e questionando se o diretor era confiável. A resposta foi essa: ah isso eu não sei, se é confiável eu não sei... o que sei é que a renovação está demorando demais e depois acontece o que aconteceu com kardec e Wesley.
    Não vi ofensa.
    O Valdívia tem dificuldade em externar o seu pensamento em português, é só observar.
    Santo não é, diabo também não.
    O fato é que ontem, novamente, a rádio JP destinou um programa inteiro na discussão da renovação do jogador e se é craque, se não é craque etc...
    Ele não é maior que o Palmeiras, assim como também não o é o diretor Matos.
    Tudo é negociação, e essa fase é feita de argumentos e contra-argumentos, infelizmente vazando através da imprensa.
    Sou daqueles que defendem que, ir ao carnaval, não tem influência sobre a evolução crônica da sua contusão.
    Defendo que a renovação seja por produtividade, em virtude do histórico de ausências, mas há que se chegar em um denominador comum, com concessões de parte a parte
    Ontem, o lateral Cafú soltou uma pérola na TV.
    Ganso é um fenômeno, um craque, mas o Valdívia e apena um BAITA JOGADOR.
    O que seria um BAITA JOGADOR?
    É cômico.
    Caramba, como se cria termos para fugir à realidade.
    Disse também que a renovação fará mal ao elenco, que treina, treina e vê que o ídolo é o outro.
    Também cômica essa manifestação. Por acaso todos os times não têm um ídolo, apesar dos outros jogadores?
    Falou alto o coração tricolor.
    Esquece de Pato, Luis Fabiano e Ganso, no quesito custo-benefício.

    A torcida do Palmeiras quer a renovação, pois acha que agora o Valdívia pode mostrar o craque que é, e a imprensa e pequena parte da torcida, torce para que não haja a renovação, justamente pelo fato de que ele pode mostrar o craque que é.
    Já imaginou a imprensa perder a razão?
    Seria uma hecatombe!!!
    Continuo torcendo por um entendimento entre as partes.

     
  • Às 7 de abril de 2015 12:02 , Anonymous MestredosMagos disse...

    ALCIDES

    Eu entendo perfeitamente o que Valdívia quis dizer sobre sacanagem.

    Preste atenção aos fatos:

    1-Valdívia não jogaria. Faria um amistoso segunda (ontem) e jogaria o jogo da quarta-feira. Esse era o cronograma.

    2-Osvaldo dá entrevista confirmando isso.

    3-Alguém avisa Osvaldo que Valdívia tem que ir a campo.

    4-Osvaldo então volta e diz que o Mago vai para campo.

    Deu pra notar onde está a sacanagem a qual Valdívia se referiu?

    Estaria o Palmeiras armando sua saída, colocando o jogador em campo antecipadamente pra mostrar aos compradores que ele está bem, em forma e apto a ser contratado?

    Não tenho dúvida nenhuma que essa é a sacanagem que Valdívia se referiu.

    O problema é que o tiro pode ter saído pela culatra.

    Pois o Valdívia jogou bem, liderou o time no segundo tempo com 1 jogador a menos (todo mundo esqueceu disso na imprensa)e só não foi o nome do jogo porque aquela bola de cobertura não entrou.

    E ele malandro como é, percebe as coisas, sabe que jogou bem e por isso deu a entrevista explosiva no final da partida.

    O Mattos arrumou um abacaxi maior pra descascar.

    E nessa história toda, me admira o Paulo Móle não tomar frente e sacramentar essa renovação de vez.


    ======

    SOBRE A PRODUTIVIDADE

    Ficou bem claro o argumento do Valdívia quando questionou:

    E se alguém me quebra e eu não puder jogar?

    Nada mais justo.

    Saudações.

     
  • Às 7 de abril de 2015 13:42 , Anonymous Marco disse...

    Duas observações:
    Manifestação inoportuna e Integridade física

    Manifestação inoportuna - A primeira partiu do Matos ao levar para a imprensa um assunto que deveria ser interno. O jogador respondeu. Não poderia ter cometido o mesmo equívoco, mas cometeu.
    Tivesse o Matos se portado como dirigente, provavelmente não haveria outras declarações públicas. Dirigente tem que ser discreto e resolver os problemas internamente. Queria falar algo ao jogador, então, teria que ter chamado o funcionário para conversas e não mandar recados pela imprensa.

    Integridade física – Esse jogador já foi caçado em campo em diversas oportunidades e nada aconteceu aos agressores. Times adversários enfrentaram o Palmeiras com o claro propósito de quebrar o jogador e nunca houve a menor reação por parte do Palmeiras e muito menos manifestações da imprensa. Quanto às arbitragens, preferiram ficar dando risadas. Contra o time do Jardim Leonor em mais de uma oportunidade, contra o time da marginal e contra o Bragantino em 2014, Valdívia foi tirado das partidas por jogadas violentas e até socos na cara. Não jogou a semifinal de 2014 contra o Ituano porque foi quebrado contra o Bragantino. Já teve costelas quebradas em jogo com o SP e ninguém se lembra.
    Não estou me referindo às contusões musculares, cito agressões premeditadas e nunca punidas. Só lembrando que o Kardec também foi quebrado em campo pelo Ituano, lance que também gerou desconfiança sobre a intenção do agressor e nada lhe aconteceu.

    No lugar do jogador, como cada um de nós agiria se tivesse o risco de ser quebrado em campo, como já aconteceu em mais de uma oportunidade?
    Lembrando que esse problema não é exclusivo desse jogador. Neymar foi blindado desde que começou no Santos. Gabriel Jesus já foi vítima do mesmo problema enfrentado pelo Valdívia no seu primeiro jogo. O que o Palmeiras vai fazer para garantir a integridade física do seu mais novo talento, o garoto Gabriel?

     
  • Às 7 de abril de 2015 13:49 , Anonymous jj disse...

    O PALMEIRAS OFERECE R$ 250 MIL + 50 MIL
    POR JOGO EM TRÊS JOGOS POR MÊS ELE
    ATINGE R$ 400 MIL NÃO ACEITANDO ESSES
    VALORES DA A IMPRESSÃO QUE O JOGADOR NÃO CONSEGUE JOGAR 3 JOGOS POR MÊS.

    DA A IMPRESSÃO QUE O JOGADOR QUER SIM RECEBER SEM JOGAR DIZEM QUE NA EUROPA ESTA SE REVENDO ESSE TIPO DE CONTRATO !

     
  • Às 7 de abril de 2015 14:12 , Anonymous Marcel SEP disse...

    Gilson Kliena no São Paulo.... porque esta imprensa não faz campanha para o GIRSO ir para os Bambis? não é esta imprensa que defendia o trabalho dele no Palmeiras?... que ele era muito bom e blablabla?

    Valdivia incomoda porque é bom de bola... e a imprensa fica mordida com isso... pena que alguns torcedores caem na pilha!!!

     
  • Às 7 de abril de 2015 14:20 , Anonymous VERDE ROXO disse...

    São Paulo joga no sábado as 18:00 hs, Gamba no domingo e Palmeiras segunda-feira as 21:00 hs. falou agora na ESPN

     
  • Às 7 de abril de 2015 14:27 , Anonymous Anônimo disse...

    Kleina nos bambis, sensacional

     
  • Às 7 de abril de 2015 15:11 , Anonymous Anônimo disse...

    E por falar em Manifestação Inoportuna:

    Nobre se sente refém da WTorre e considera estádio do Palmeiras caro
    Gazeta Esportiva‎ - 22 horas atrás

    Dinho Maniasi

     
  • Às 7 de abril de 2015 15:12 , Anonymous Anônimo disse...

    Esqueceram do dorival

     
  • Às 7 de abril de 2015 17:40 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O néscio Kleina nos Bambis ?? Mais fácil um camelo atravessar o buraco de uma agulha, mesmo levando-se em conta que a diretoria sunpaulina já cometeu deslizes inimagináveis ao contratar o grosso do kardec e o preguiçoso (para se dizer o mínimo) do tal de Wesley. Considero Kleina o pior treinador que passou pelo verdão. Um cone faria melhor serviço.

     
  • Às 7 de abril de 2015 19:45 , Anonymous MestredosMagos disse...

    SE OS VALORES FOREM O QUE ESTÁ SENDO FALADO NO ESTADÃO, VALDÍVIA SÓ FICA ATÉ O TÉRMINO DO CONTRATO.

     
  • Às 7 de abril de 2015 21:01 , Anonymous Anônimo disse...

    São Paulo acerta com Leão para comandar a equipe até o fim da temporada.

    Leão Lobo estava desempregado após sair da RedeTV do programa Melhor da Tarde!

    kkkkkkk

    Dinho Maniasi

     
  • Às 7 de abril de 2015 21:11 , Anonymous Leitão disse...

    Boa, Dinho só que o Leão Lobo é parmerense. kkkkkkkk

     
  • Às 7 de abril de 2015 21:13 , Anonymous Edson disse...

    Vi da mesma forma.
    By Avallone:

    2- Virou polêmica o que disse Valdivia, após a vitória do Palmeiras sobre o Mogi Mirim. E por que? Tirando a resposta que deu em sua entrevista, que “levaria sete meses” para curar uma lesão, muito mais uma ironia, o que Valdivia falou não ofendeu a ninguém e é típico de quem está com o contrato a terminar e ainda não tem solução.

    Pelo histórico de lesões de Valdivia, creio que o Palmeiras está certo em propor parte do contrato por produtividade, que o jogador pode aceitar ou não. Faz parte. Mas que esse acordo- saia ou não saia- não tenha influência de palavras quaisquer. Ele não é obrigado a ser politicamente correto.

     
  • Às 7 de abril de 2015 21:46 , Anonymous Anônimo disse...

    Mais notícias amanã ,no globservatório Valdívia....

     
  • Às 8 de abril de 2015 00:06 , Anonymous Anônimo disse...

    Bomba! Valdivia se machuca ao pular o muro, mas assina com São Paulo.

     
  • Às 8 de abril de 2015 06:06 , Anonymous VERDE PAIXÃO disse...

    Relacionados:
    Goleiros: Aranha e Jailson
    Laterais: João Pedro, Victor Luis e Lucas
    Zagueiros: Nathan, Jackson e Victor Ramos
    Volantes: Gabriel e Renato
    Meias: Robinho, Ryder, Rafael Marques e Valdivia
    Atacantes: Cristaldo, Leandro Pereira e Maikon Leite

     
  • Às 8 de abril de 2015 06:58 , Anonymous VALDIVETE SEMPRE!! disse...

    QUAIS CONCLUSÕES TIRAR?

    http://espnfc.espn.uol.com.br/...

    PARA MIM MAIS UM DOS INÚMEROS PILANTRAS QUE EXISTEM POR AÍ.

     
  • Às 8 de abril de 2015 07:48 , Anonymous Anônimo disse...


    http://espn.uol.com.br/post/499071_ha-um-ano-o-rei-aidar-bradava-palmeiras-esta-se-apequenando-e-agora

     
  • Às 8 de abril de 2015 07:56 , Anonymous Anônimo disse...



    http://sportv.globo.com/site/programas/selecao-sportv/noticia/2015/04/roberto-carlos-critica-demora-do-verdao-para-renovar-com-valdivia.html

     
  • Às 8 de abril de 2015 11:00 , Anonymous Lucas Cello disse...

    Me incomoda um pouco essa nova onda na torcida Palmeirense, em especial em alguns blogueiros, em tratar a situação como "os torcedores que querem o Valdívia" contra "os manipulados pela mídia e torcedores de ma fé".
    Já comentei em outro blog o seguinte: por incrível que possa parecer, pode ser que existam pessoas que nem assistem esses programas que vcs tanto citam e malham, que mal sabem a postura do Ronaldo, do Denílson ou da Renata Fan, e msm assim não aguentam mais as posturas pouco profissionais do Valdívia. E é até curioso ver que alguns o defendem usando a argumentação da ignorância do jogador de futebol, como se isso não fosse um preconceito por si só, como se isso não fosse os tratar como animais em um aquário de grama. O Valdívia, como tantos outros, é um profissional e deveria se portar como tal.
    Esse ano, apenas, já tivemos com ele algumas polêmicas:
    - crítica pública ao DM para coagir o Palmeiras à liberação para tratamento com o médico Cubano (não me lembro o seu nome);
    - crítica ao Mattos no twitter (essa, diga-se de passagem, feita um dia antes ou no msm dia de completarmos 100.000 sócios-torcedores... o dia que era pra ser de festa, foi de birrinha do "ídolo");
    - postagem da canequinha "Rio";
    - entrevista atirando pra todo lado, criticando Mattos, Nobre, duvidando da integridade e seriedade dos dois e citando as negociações (complicadas e, até certo ponto, traumáticas) de Wesley e Alan Kardec.
    Junte-se a esse tipo de atitudes os pouco mais de 40% de presença dele em nossas partidas e é fácil perceber um cenário favorável à rejeição por, pelo menos, uma parte da torcida, que não se vê satisfeita com um jogador que é tido por muitos como "gênio", mas que não estava presente (ou não resolveu) em jogos que marcaram a nossa história recente:
    - eliminação pro Goiás, de virada, em pleno Pacaembu;
    - derrota com 6 gols sofridos pra Mirassol, Goiás e Coritiba;
    - rebaixamento, contra o Flamengo lá no Rio;
    - final da Copa do Brasil, lá em Curitiba.
    E esses são alguns exemplos, talvez mais sejam encontrados, caso se procure.
    Até certo momento desse ano, o Palmeiras tinha 312 partidas desde a recontratação do Valdívia, das quais ele havia participado de apenas 134, e em apenas 59 delas durante o jogo todo (de lá pra cá, já tivemos mais algumas tantas e ele participou de apenas uma por vinte minutos, e no msm dia que deu as declarações infantis).

     
  • Às 8 de abril de 2015 11:01 , Anonymous Lucas Cello disse...

    (Continuando)
    Com um cenário como o do Mago, é difícil criticar o torcedor que fala em custo-benefício e acusá-lo, simplesmente, de massa de manobra. O tal cara que resolve estava no clube enquanto fomos rebaixados e enquanto amargamos jejum de 10 clássicos sem uma vitória. Aliás, o jejum apenas contra o nosso maior rival está por aí tbm, e o cara que resolve não mudou isso.
    Muitos argumentam, então, que ele precisa de um time que jogue com ele e que ele era a nossa estrela solitária. Isso pode ter um fundo de verdade, mas pra que o time jogue com ele, nada mais natural que exigir que ele jogue com o time. Pedir um contrato diferente do de todo mundo e querer continuar sendo a estrela solitária msm qdo todos fazem mais de 80% das partidas e ele entra só nas finais não parece ser o caminho pra um conjunto. O egoísmo do Valdívia vem se mostrando nos momentos de alegria do Palmeirense. A crítica a um dirigente que trouxe vinte (!) novos jogadores da forma como foi feita por ele não é jogar com o time, é ser egoísta.
    Dizer hj, como muitos fazem, que ele é a nossa maior estrela e o único que pode surpreender, é não reconhecer o trabalho feito pelo Zé Roberto, pelo Arouca, pelo Dudu e pelo Robinho (que inclusive já surpreendeu com um gol do meio da rua num clássico).
    Os números frios não são confiáveis, mas podem ser usados em algumas situações pra mostrar tópicos de rendimento, certo? Em três meses de Palmeiras o Robinho já tem mais gols que o Valdívia teve em qualquer dos anos inteiros que jogou pelo clube. É o nosso líder também em assistência, com porcentagens maiores que a do Valdívia tb (de novo, em qualquer dos anos completos que jogou).
    Sim, Valdívia é acima da média, mas isso precisa se refletir em retorno pro clube. Qdo ele cria polêmicas, publicidade negativa, entra no joguinho da imprensa (divulgação de fotos de Milton Neves e Neto, em seu twitter), joga pouco e ainda chama mais atenção que caras como o Prass, o ZR, o Dudu, o Robinho, o Arouca etc, acho eu que dá pra se pensar num diagnóstico pra nossa torcida. O meu é: carência. Meu ídolo ele nunca foi, não são apenas lances e frases de efeito que me conquistam. O Valdívia ainda precisa abaixar a orelha e comer muito arroz com feijão, trazer muito mais pro Palmeiras, pra (ele ou qqer outro) querer que seja ele um jogador considerado ídolo e craque incontestável.
    Essa é a minha opinião.
    Abraços a todos.

     
  • Às 8 de abril de 2015 11:42 , Anonymous Anônimo disse...

    Lucas Cello

    Seu post foi espetacular

     
  • Às 8 de abril de 2015 12:09 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Lucas Cello: suas palavras são minhas palavras. Assino embaixo. É o que tenho dito há anos !! Um craque ! Mas jamais um ídolo ! Futebol é dentro das quatro linhas, e não na enfermaria. Por óbvio, respeito as opiniões contrárias dos companheiros deste blog. E torço para que, a partir de hoje, Valdívia me conquiste, do jeito que um torcedor, como eu, gosta de ser conquistado !

     
  • Às 8 de abril de 2015 12:56 , Anonymous MestredosMagos disse...

    Se Valdívia tivesse jogado naquele time de 93 e 94, também seria considerado ídolo e por que?

    Porque é fácil jogar bem com um time bom. Nesse caso jogador bom aparece, como foi em 2008, porque o time ajuda.

    Difícil é ficar anos e anos jogando num clube cheio de jogadores medíocres e mesmo assim ter 3 títulos.

     
  • Às 8 de abril de 2015 13:05 , Anonymous MestredosMagos disse...

    E enquanto falam mau do Valdívia, a revista World Soccer o colocou na lista dos 500 melhores jogadores em atividade do mundo.

    Na lista dos 500, 20 jogadores jogarão no Brasileirão série A e destes, 7 são estrangeiros e Valdívia está entre eles.

    Por pouco tempo, pois tanto fizeram que vão acabar se desfazendo.

     
  • Às 8 de abril de 2015 13:46 , Anonymous SÓCIO TORCEDOR disse...

    A escolha é livre:
    Ídolo:pessoa a quem se tributa grande veneração; pessoa que se considera um modelo a seguir.
    Craque:indivíduo ou coisa digna de elogio; ás, indivíduo famoso, sobretudo em desporto.

    Valdívia é um craque ou ídolo? Apenas um acima da média?
    O definam como queiram, más que faz diferença qdo joga, isto faz!!!

     
  • Às 8 de abril de 2015 14:21 , Anonymous Jorge disse...

    Ao Lucas
    Parabéns pela passagem do dia do jornalista.

     
  • Às 8 de abril de 2015 14:50 , Anonymous Marco disse...

    Por que considero massa de manobra o torcedor que repete o discurso da imprensa?
    Em primeiro lugar, por considerar que o Palmeirense não fala por desonestidade, fala por emoção e não presta atenção em determinadas coincidências. Especialmente quando o torcedor quer se mostrar equilibrado, realista e se apega em números adequadamente editados. Selecionam o que interessa e ignoram o que não interessa.
    Por que tanta gente, que é declaradamente contra o Palmeiras, que faz de tudo para menosprezar e prejudicar o clube durante toda a temporada, está tão empenhada em defender os nossos interesses, querendo nos “alertar” sobre esse jogador? Será que não é para desconfiar nenhum um pouco dessa súbita mudança de postura, dessa boa intenção de pessoas tão isentas da imprensa esportiva?
    Neste blog cansamos de listar os fatores técnicos favoráveis ao jogador, além da sua qualidade em campo e os resultados obtidos devido à presença dele.
    Entretanto, basta passar um período volta-se o mesmo discurso, mostrando desconhecer o que já foi abordado. Desconhecer por falta de informação ou desconhecer porque não interessa considerar?
    Todas as análises “frias” sobre o Valdívia tentam colocar sobre ele e só sobre ele as causas de todos os problemas vividos pelo clube no período em que esteve aqui.
    Valdívia não é santo, tem seus problemas que precisam ser administrados por um comando competente de futebol. Mesmo assim está muito longe de um César Maluco e de um Edmundo, que no período atual enfrentariam enormes dificuldades para jogar no Palmeiras. A diferença é que esses dois sempre se relacionaram bem com as torcidas.

     
  • Às 8 de abril de 2015 14:52 , Anonymous Marco disse...

    Citar o rebaixamento de 2012 é covardia. No Palmeiras, nunca aceitou se falar em extra campo, julgando que temos apenas que jogar bola e não nos preocupar com nenhuma influência externa. Apanhamos e levamos rasteiras ano após ano, mas sempre mantendo a prepotência de querem os “politicamente corretos”. A sequência de erros contra o Palmeiras naquele primeiro turno foi um crime e hoje é utilizada para que se possa atribuir a um jogador desafeto as causas do rebaixamento. É lamentável que o tratamento dado o Palmeiras tenha se evaporado da memória das pessoas, que por outro lado usam os acontecimentos daquele brasileiro para atacar um jogador que não suportam.
    Em 2012 o Palmeiras foi operado sem anestesia em todo o primeiro turno, levando o grupo de jogadores a uma grande instabilidade já a partir do final do primeiro turno. O clube vivia momento de enorme bagunça administrativa e no comando do futebol. O que conseguimos em 2012, obtido pela presença marcante do jogador, foi sua participação na Copa do Brasil, sem a qual não teríamos chegado à semifinal.
    Depois, em 2013 e 2014, especialmente no segundo semestre de 2013 e primeiro de 2014, foi a continuidade dele em campo e o aproveitamento de pontos que obteve o Palmeiras. Nesse período, o Palmeiras conseguiu fazer um trabalho de acompanhamento médico e físico que permitiu sua escalação na maior parte dos jogos. Esse é o tipo de fato que os analistas realistas fingem não saber quando analisam o jogador, como fez em reportagem recente a Band, que ao mostrar a trajetória do jogador no Brasileiro de 2014. Listou apenas os momentos de turbulência e ruins e se esqueceu “apenas” da sequência de jogos em que ele participou no segundo turno e que foram responsáveis pelo Palmeiras sobreviver na série A.
    A imprensa coloca de forma mal intencionada que o Valdívia era o problema do Valdívia, mas não considera que o problema não era ter ele e sim só ter ele. Hoje, quando passamos a ter um elenco qualificado, nosso diferencial ter que ser dispensado e alguns coerentes torcedores passam a repetir o que os Netos da Vida ruminam pela boca.

    Fala-se tanto em salários e custo benefício para um jogador que dá retorno constante de mídia, aparecendo todos os dias nas páginas iniciais de todas as publicações esportivas vestindo a camisa dos patrocinadores.
    Enquanto isso, outro time paga de diferença salarial o equivalente ao salário do Valdívia para seu jogador mais caro atuar por outro rival. Para esse nunca se ouviu falar em “custo-benefício”.
    Qual é o custo benefício do Palmeiras ter ficado na série A? Quanto isso representa hoje em termos de retorno de patrocínios, programa sócio torcedor, rendas nos jogos e elenco formado?
    Questionar o custo benefício do clube em função da participação do Valdívia é ofender a inteligência de qualquer pessoa.

    Não se fala e não se discute sobre jogadores como jogadores Renato Augusto e Luís Fabiano. Pelo que se noticiam pela imprensa, ambos com salários superiores ao do Valdívia.
    Esses dois jogadores atuaram em mais partidas ou não em relação ao Valdívia? Lembrando que nenhum dos dois perdeu jogos de seus times por convocações para seleção nacional.
    Por que a imprensa não faz esse levantamento? Será que os resultados não seriam adequados para exploração jornalística?

     
  • Às 8 de abril de 2015 14:55 , Anonymous Marco disse...

    Correção:

    Apanhamos e levamos rasteiras ano após ano, mas sempre mantendo a prepotência de aparecer como os “politicamente corretos".

     
  • Às 8 de abril de 2015 15:02 , Anonymous Anônimo disse...

    Lucas Cello: o Alberto Helena Jr do blog. Parabéns!
    Avanti!

     
  • Às 8 de abril de 2015 15:09 , Anonymous Marco disse...

    O palmeirense consciente, caso tenha a disposição de defender os interesses do seu time, ao invés de repetir a cartilha da imprensa, essa que todos nós já deveríamos conhecer, poderia se envolver com a mesma energia para denunciar e combater outros graves problemas do clube, um deles a violência não punida e incentivada contra seus jogadores, pois para a imprensa, pimenta nos olhos dos palmeirenses é refresco. Já começaram com Gabriel Jesus. E ai, para o garoto não tem a bronca que existe contra o Valdívia, como fica?

    Lembram-se de que perdemos a semifinal contra o Ituano porque o Kardec foi quebrado pelo zagueiro Alemão, ainda na metade do primeiro tempo? Não era o Valdívia, mas a violência não punida contra o Palmeiras e a omissão de clube e torcida foram as mesmas.

    Devido à violência e não somente às contusões musculares, nosso melhor jogador já perdeu muitos jogos importantes, pois nossos adversários adotam como estratégia quebrá-lo em campo. Isso vem desde a primeira passagem dele pelo Palmeiras. Saiu até no Painel da Folha em 31/08/2007

    Aconteceu contra o Bragantino nas quartas de final de 2014, onde foi preciso publicar fotos do tornozelo estourado nas redes sociais, pois a parte equilibrada da torcida já estava chamando o jogador de chinelinho. Elias, no Brasileiro de 2014 entrou para quebrar com uma cotovelada nas costelas. Nosso jogador se arrastou em campo e também foi chamado de jogador de vidro. Contra o SP, em mais de uma oportunidade ficou nítida a tática de tentar quebrar o jogador palmeirense.

    Nada disso serve de argumento, pois o importante é mandar embora o jogador, mas se ele for o comportamento omisso vai ficar, pois o tratamento da imprensa não vai mudar e muito menos o extra campo.

    Escrevi recentemente que o tema principal não era o Valdívia e sim a ingerência na vida do Palmeiras e a sabotagem ao clube. Certamente não foi lido e, se foi, como de costume ignorado.

    Quanto á atual negociação, bastaria um pouco mais de sensibilidade do diretor contratado para chamar o jogador quando a imprensa começou a criar polêmica de fora para dentro. Estabelecer que as conversas fossem internas e nada do que fosse publicado deveria ser levado em consideração. Ele foi hábil e rápido em todos os processos até o momento, mas quando chegou no caso Valdívia mostrou não conhecer a imprensa paulista e parte da torcida do Palmeiras.

    Não chamou o jogador e iniciou a etapa de lavar roupa suja fora de casa, mandando recado pela imprensa.

    Valdívia é jogador de futebol, é funcionário do clube. Alexandro Matos é pago e muito bem pago para ser o diretor/gerente de futebol. Ter malícia e experiência para resolver situações e falar com a imprensa é tarefa dele. Caso fosse para ter um diretor sem a qualificação profissional adequada, não precisaria pagar por um, bastaria achar um novo Frizzo.

    Valdívia deve sair, se não for agora, será no máximo em um ano, mas a mentalidade fica, a mesma que fazia com que nosso torcedor pedisse a permanência do Kleina no final de sua passagem e a renovação de contrato do Marcos Assunção quando ele já não tinha mais condição física, só para citar dois exemplos.

    Basta ter a boa vontade de analisar a situação com a frieza verdadeira e não editar os fatos.

     
  • Às 8 de abril de 2015 16:39 , Anonymous JJ disse...

    O HULK TA DE VOLTA O MONSTRO VERDE ÉÉ
    AQUELE QUE FEZ SUCESSO EM 2003.

    NÃO SEI SE SERÁ O MESMO RAPAZ QUE PROTAGONIZOU O PERSONAGEM EM 2003 MAS
    FOI O QUE LI NO SITE DO PALMEIRAS.

    COM A FORÇA DO HULK E COM A FORÇA DA LEAL TORCIDA O VERDÃO SE FORTALECE.

     
  • Às 8 de abril de 2015 16:45 , Anonymous Marco disse...

    Mais algumas coisas que se perdem em discursos bonitos, mas que manipulam situações. Discurso bonito o Kfuro também sabe fazer quando é conveniente a ele.

    Ninguém tirou do Alexandre Matos os méritos pela competência nas contratações. Não é porque acertou até certo momento, que ele seja perfeito.
    Portou-se maneira errada, dando a impressão de que o sucesso lhe subiu à cabeça. Mostrou não conhecer o relacionamento imprensa/Palmeiras em SP.
    Tinha que manter a mesma postura que estava adotando até o momento e não mandar recados pela imprensa.
    Seus méritos foram reconhecidos quando os teve e criticados quando teve comportamento infantil.
    Está ainda no começo no Palmeiras e queremos que apresente um bom trabalho por um longo tempo. Então, nada melhor do que ajustar as coisas desde o início.
    ================
    O desempenho positivo de vários jogadores que chegaram não serve de justificativa para defender a saída do melhor jogador do time. Cansamos de ouvir e ler críticas ao Palmeiras pela “falta de elenco qualificado”. Quando temos a chance de qualificar mais ainda o elenco, não vamos fazê-lo, por quê?
    Guardadas as devidas proporções, o Barcelona ao contratar o Neymar e o Soares, não dispensou o Messi!
    O campeonato é longo e nossos concorrentes diretos ao título não terão apenas onze jogadores de qualidade.
    Em um time onde tínhamos Valdívia e Prass, pois Henrique (zagueiro) e Kardec foram perdidos por inexperiência administrativa, Valdívia foi responsável por grande parte dos gols de Henrique (atacante). Caso tivéssemos um atacante mais agudo, de maior qualidade, o Palmeiras não perderia os jogos que perdeu, não perderia tantos gols entregues na cara do goleiro.
    Caso se nossos atacantes não fossem tão fracos em 2014, com as jogadas que o Valdívia os colocou na cara do gol, não teríamos passado o sufoco que passamos. Mas isso, claro, não se lembram.
    Nem a venda fracassada para o futebol árabe serviu para mostrar que o time cairia sem ele nos jogos do segundo turno. Ninguém mais nos respeitava.
    Neste ano, ótimo que o time tenha no elenco, Zé Roberto, Robinho, Cleiton Xavier. Caso tenhamos também o Valdívia, muito melhor ainda. Muito melhor do que ver esse jogador recuperar o meio de campo do Cruzeiro, atual Bi Campeão.
    Com Valdívia em campo, os adversários tem muito mais respeito, mesmo quando ele não está bem fisicamente, como ocorreu nas últimas partidas do brasileiro 2014. Sobra espaço para os demais. Foram os únicos jogos que os adversários respeitavam o Palmeiras, nos demais iam para cima como se fôssemos um time de quarta divisão.

     
  • Às 8 de abril de 2015 16:56 , Anonymous Marco disse...

    Valdívia tem sérios problemas físicos, problemas conhecidos do Palmeiras e muito bem tratados no período que já mencionei em diversas oportunidades. Período cujo aproveitamento de pontos com ele em campo ficou em torno de 70%.
    Ao chamar o jogador de Chinelinho, é feita uma acusação de incompetência e desonestidade ao Departamento Médico do Palmeiras, pois “chinelinho” é o jogador que não está contundido e engana o clube. Caso isso aconteça, a acusação é direta aos profissionais do Departamento Médico e pelo que se sabe as contusões foram reais. Sua renovação de contrato devido às condições físicas é realmente um risco, mas um risco calculado se o clube atuar profissionalmente na preparação do jogador. Chinelinho é o jogador que engana o clube, Valdívia tem contusão crônica que precisa de acompanhamento especial. É o risco que se corre. Ele nunca afinou em campo, nunca fez corpo mole e nem tentou derrubar treinador.

    ================

    E o mais importante de tudo o que foi discutido até agora sobre esse jogador.
    Várias figuras públicas e órgãos de imprensa se manifestaram sobre a continuidade ou não desse jogador no Palmeiras. Outras o queriam para o seu time. Basta que cada torcedor escolha o lado que melhor represente a sua ideia.
    Quem é o grupo que mais o identifica? Quem é o grupo que melhor defende os interesses do Palmeiras.
    Escolham o lado que preferem colocar sua assinatura, naquele que julgam ter credibilidade.

    Façam as listas e observem quem defende o que?
    Quem gosta do Palmeiras e quem não gosta? Quem entende de futebol e quem é curioso? Quem sempre se preocupou com o Palmeiras e quem tem uma conduta altamente suspeita em relação ao clube?
    Basta listar e escolher com quem cada um se identifica.

    Citando apenas o OAV, a cada dia que esse assunto continua fico cada vez mais com a impressão de que o blog trouxe muitos incômodos ao refrescar a memória da muita gente em relação a fatos e situações que não eram convenientes para serem lembradas, para não atrapalhar a campanha contra a renovação de contrato que atuou nos dois últimos jogos tomando infiltração de medicamentos.
    Interessante é que depoimentos de jogadores e treinadores que convivem e conviveram com ele são todos favoráveis. Ou todo mundo está mentindo, ou quem se empenha pela sua saída tem interesses que não devem ser os mesmos de quem torce pelo Palmeiras.

    Logo, Valdívia vai embora e a história vai se repetir com outros personagens, provavelmente com que faça a diferença a nosso favor!

     
  • Às 8 de abril de 2015 17:18 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    Parabéns pelo post Lucas Cello!

     
  • Às 8 de abril de 2015 17:28 , Anonymous SÓCIO TORCEDOR disse...

    Marco, claro e objetivo, parabéns pelo seu comentário!!!
    Eu sou e continuarei sendo Mago, sou fã , tenho como ídolo, seu futebol arte nos enche de emoção.
    Avanti Palestra.!!!!

     
  • Às 8 de abril de 2015 18:15 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Essa idolatria desmedida, ao invés de beneficiar e ajudar o Mago, somente o atrapalha. Nenhum ser humano, especialmente a classe de jogadores de bola, com pouca formação cultural, consegue ter equilíbrio e bom senso, com tanta "paparicação". Chega a ser risível, para não se dizer trágico. Quanto ao Mattos, ele chegou ontem, está fazendo um grande trabalho, e merece todo o benefício da dúvida. Já a Valdívia, pelo seu passado repleto de contusões e entrevistas bombásticas, viagens, sequestro, inconvenientes posts em redes sociais, etc, e mesmo assim percebendo pontualmente o seu vultoso salário, mês a mês, cabe apenas demonstrar em campo que ainda é um jogador de Futebol, e com ele retribuir tudo o que lhe já foi concedido pelo PALMEIRAS. Que deve estar, sempre, em primeiro lugar !

     
  • Às 8 de abril de 2015 18:20 , Anonymous Marco disse...

    PARTE CLÍNICA

    Essa não tem discussão. Caso o jogador não seja considerado apto a praticar futebol, não possa mais atuar no esporte competitivo, a questão deixa de técnica e passa a ser clínica.

    PARTE DISCIPLINAR
    Hoje o Palmeiras é um clube organizado em seu departamento de futebol, existe comando sobre o elenco. Problemas sérios de disciplina com outros jogadores foram resolvidos sem que o público soubesse. Existindo essas condições, administrar o elenco é tarefa normal para diretores contratados para isso, basta que internamente as coisas funcionem.

    PARTE TÉCNICA
    Não existindo impedimentos médicos e disciplinares, existindo bom ambiente interno, querer questionar a parte técnica e a importância de um jogador que não temos mais no futebol brasileiro é ofender o futebol.
    Sobre a parte técnica, muito melhor dar credibilidade ao Luxemburgo que o quer no Flamengo ou a Ademir da Guia, Alex, Roberto Carlos, Dorival, Kleina, Oswaldo de Oliveira e aos jogadores do elenco que esperam pela presença do jogador em campo.

     
  • Às 8 de abril de 2015 18:38 , Anonymous MestredosMagos disse...

    Marco, perfeito.

    =====

    Lucas, aqui não é blog são paulino revoltado com a saída do Muricy, nem de curintiano revoltado com a saída do Peruano. Se quer um site bom pra bostar, boste na turma do amendoim que é o lugar de infiltrados.

    Passar bem invejoso.

     
  • Às 8 de abril de 2015 18:56 , Anonymous Marco disse...

    Caro Verde Insuperável.

    Na sua lista de defeitos e problemas sobre o jogador, incluiu até "sequestro"?
    Acontece que o sequestro ocorreu. Quer dizer que agora o cara é culpado até porque foi vítima de sequestro, uma situação desagradável que qualquer pessoa pode passar?
    O mesmo raciocínio se aplica para as famosas estatísticas de jogos em que ele não participou, como se todos fossem por contusões musculares. Muitas ausências foram motivadas por convocações da seleção do Chile e outras por lesões ocasionadas por jogadas violentas e agressões dos adversários. Conivência com as agressões por parte das arbitragens não é problema referente ao Valdívia, é sobre qualquer jogador do Palmeiras.
    Escrevi em mensagem anterior que se fosse feita uma pesquisa sobre Renato Augusto e Luís Fabiano, talvez os números encontrados para eles fossem superiores aos do Valdívia e eles não jogam pela seleção.
    Cito especificamente o período 2013 e 2014. Fica a sugestão para algum jornalista que visita o blog. Dependendo do resultado, será que publicariam?
    Não é uma questão de idolatria, é uma questão de perceber como a torcida do Palmeiras entra fácil em um discurso pronto, discurso que não existiria se o jogador fosse dar audiência para programas esportivos e bajular jornalistas. Caso ele também colaborasse com torcedores.
    Risível é parte da nossa torcida adotar a tese de Netos e Mários Sérgios falando em disciplina e comprometimento. Na semana passada, na FOX esse cidadão que nos tirou o título de 84 fez um discurso em nome da responsabilidade do jogador!!!!!!!!!!!!!
    Mas, o pior que temos em debate assim é que mesmo que seja repetido por mais de mil vezes alguma observação ou fato, na resposta seguinte é desconsiderado. Cito sobre o Matos.
    Vou escrever de novo. Reconhecemos os méritos da atuação dele e elogiamos quando foi merecedor. Fizemos as criticas pela postura infantil ao mandar recado pela imprensa para um subordinado. Ele pode ser um ótimo profissional, mas não é Deus, não é Mitos, como a molecada dos fóruns o apelidou.
    O mesmo se aplica ao jogador, defendido aqui para renovação de contratado, mas questionado em alguns procedimentos. Quando ele pisou na bola, foi criticado.
    O que a maioria deste blog quer é que a minoria (é imensa minoria da torcida e não adianta achar que não é) imponha por cansaço a sua tese. Praticamente, este deva ser o único blog que apresente resistência à parte da torcida que resolveu expulsar o jogador do clube. Em qualquer outro lugar seria impossível apresentar argumentos. Felizmente, ainda é possível por aqui, mesmo que a maior parte das colocações seja ignorada nas réplicas, como se fossem falsas ou não tivessem fundamento.
    Pelo noticiário, essa semana será decisiva para a renovação ou não de contrato, então toda força tarefa precisará ser colocada em ação para pintar a pior imagem possível, na tentativa de convencer a direção do clube que a minoria é maioria.
    Hoje temos jogo em Piracicaba, uma partida para garantir o jogo em casa nas quartas de finais e ainda tentar o segundo lugar geral. Muita gente vai torcer para o Valdívia fazer uma grande partida e mostrar sua importância para o time, mas muita gente vai comemorar muito mais se ele tiver nova lesão muscular.

     
  • Às 8 de abril de 2015 19:44 , Anonymous Marco disse...

    Duas coisas:

    1 - Correção - o jogo de hoje é em Itu. Piracicaba é o jogo do time da marginal.

    2 - O ponto central do blog é a Observação da imprensa na cobertura do Palmeiras, agora incluindo também a "Mídia Palestrina". Por consequência e por questão natural falamos do time e da torcida.
    Por essa razão é que a influência da imprensa na vida do Palmeiras e junto a sua torcida é sempre tema recorrente. Assim que eu vejo o papel do OAV.
    Quando essa abordagem começou há alguns anos no OV (inspirado no "Observatório da Imprensa"), muito pouca gente se dedicava a esse tipo de avaliação. Participantes do OV, após seu encerramento, passaram a desempenhar papéis importantes em outros espaços da "Mídia Palestrina".

     
  • Às 8 de abril de 2015 19:55 , Anonymous Alcides Drummond, o Editor disse...

    ATENÇÃO MEUS AMIGOS

    SINTO-ME COAGIDO PELO GOOGLE, QUE NÃO QUER LIBERAR UMA NOVA SENHA PARA QUE EU TENHA ACESSO AO OAV E A TUDO TUDO O QUE ESCREVI ATÉ HOJE.

    ELES EXIGEM UM NÚMERO DE CELULAR PARA LIBERAR A SENHA E DEIXAR QUE EU ENTRE NO BLOG.

    COMO FAZER SE NUNCA TIVE CELULAR EM MINHA VIDA?

    POR QUE NÃO TENHO CELULAR FICAREI PRIVADO DE CONTINUAR COM O BLOG? SE É ASSIM POR QUE NÃO DIZEM LOGO?

    SE ATÉ AQUI, DECORRIDOS OITO ANOS, NÃO HOUVE NECESSIDADE, POR QUE É QUE PASSARAM A EXIGIR DE UMA HORA PARA OUTRA?

    FOI ASSIM

    ELES NÃO ME DEIXARAM ENTRAR NO BLOG EXIGINDO QUE EU CRIASSE UMA NOVA SENHA ALEGANDO QUE O BLOG PODERIA SER INVADIDO.

    CRIEI A NOVA SENHA, MAS NÃO FUNCIONA PORQUE ELES ALEGAM QUE OU A URL DO BLOG OU A SENHA ESTÃO ERRADOS, MAS A VERDADE É QUE OS DOIS ESTÃO CERTOS.

    NÃO PASSA DE MOTIVO PARA QUE CORTEM O SERVIÇO, SEM PRÉVIO AVISO.

    ASSIM, ESTOU SEM CONDIÇÕES DE ACESSAR O MEU BLOG E DE COMUNICAR-ME COM VOCÊS.

    FIQUEM, TODOS,SABENDO QUE O PROBLEMA NÃO É MEU, É DO BLOGGER E DO GOOGLE.

    COINCIDENTEMENTE O MINHA CAIXA DE E-MAILS ESTÁ CHEIA DE MENSAGENS DO UOL ME OFERECENDO ESPAÇOS (PAGOS) PARA LANÇAR BLOGS E SITES. PERCEBERAM PORQUÊ O OBSERVATÓRIO NÃO ABRE?

    ASSIM FUNCIONAM AS INSTITUIÇÕES NO BRASIL, O PAÍS DOS LADRÕES.

    O INTERESSANTE É QUE ELES SE COMUNICAM COM VOCÊ MAS É UMA COMUNICAÇÃO UNILATERAL PORQUE ELES NÃO RECEBEM RESPOSTAS, DEIXANDO O STRESS APENAS DO LADO DE CÁ, COM O CONSUMIDOR.

    POR ISTO NÃO VOTO EM NINGUÉM HÁ MAIS DE 30 ANOS. NENHUM POLÍTICO ENXERGA ESSAS SITUAÇÕES VEXATÓRIAS A QUE TODOS ESTAMOS SUJEITOS, POIS A COMUNICAÇÃO NO BRASIL ESTÁ NAS MÃOS DE BRASILEIROS DA PIOR ESTIRPE (AD)

     
  • Às 8 de abril de 2015 20:03 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Alcides,

    Conte com o meu apoio irrestrito.O seu blog é um dos Pilares mais respeitados da Mídia Palestrina.E, na minha opinião, o melhor !

     
  • Às 8 de abril de 2015 20:06 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Marco: também pertenço a essa minoria. Quero o Valdívia voando, e renovando ! Quero o melhor para o meu Verdão ! Sobre esses "jornalistas" referidos, tenho ojeriza dos dois. Torcem contra o Palmeiras ! Sempre.

     
  • Às 8 de abril de 2015 20:24 , Anonymous Jorge disse...

    Valdívia... Como é que você foi sequestrado?
    Que falta de vergonha na cara!

     
  • Às 8 de abril de 2015 20:38 , Anonymous Edson disse...

    Essa lembrança do sequestro é emblemática nessa questão.
    Mostra de forma incisiva e irrefutável, como o jogador é perseguido pela mídia.
    A reação da imprensa foi de descrédito total, de acusações, de alegria e euforia.
    Ninguém ouviu por mim, eu ouvi, na época, cronistas se divertindo com o assunto e falando que Valdívia estava de chinelo e forçando ficar fora do time para ir passear em Santiago.
    Sorte foi aparecer o vídeo de uma farmácia, em que o sequestrador aparecia com ele.
    A história da piriguete também foi extremamente usada pelos meios de comunicação, e mostrada em rede nacional pelo programa do menino mimado da RGT.
    Tratamento igual não foi dado ao pegador de travecos e ao recente papai tardio de uma criança de alguns anos. Muito pelo contrário, esse papai tardio foi parabenizado pela coragem de assumir a criança e o caso do travequeiro não repercutiu.
    Quem tem algo contra o jogador, deve falar do futebol, da produtividade, da falta que faz, ou fez, deixando de argumentar como se falasse de um inimigo pessoal.

    Não há limites nessa perseguição.

     
  • Às 8 de abril de 2015 21:20 , Anonymous Anônimo disse...

    Alcides, sugiro você tentar passar o telefone de algum familiar próximo. É claro, se não quiser criar um OAV 2 e perder o atual.

    Essa prática de pedir o número do celular é comum entre essas empresas. Google, Microsoft e Yahoo alegam que é para a nossa segurança. Tudo papinho furado pra invadir sua privacidade.

     
  • Às 8 de abril de 2015 22:54 , Anonymous Anônimo disse...

    Mais uma vez o Ituano descendo o sarrafo nos jogadores do Palmeiras e o juizinho deixando rolar na boa...
    Uma vergonha!


    Ximena...

     
  • Às 9 de abril de 2015 00:08 , Anonymous Nei Verde disse...

    Continua o amadorismo, diretoria cabaço, era muito importante ganhar o jogo hoje, tomara que a federação mande o palmeiras jogar contra o botafogo na pqp...!
    Mas valeu o jogo, valeu para saber que Vitor Luiz, Renato, Nathan e Maikon Leite não servem nem para serem o quarto reserva, esta ai uma boa oportunidade de enxugar o elenco, mande esses caras sumir, da ate vergonha de ver eles em campo..aff..!!!

     
  • Às 9 de abril de 2015 00:21 , Anonymous Marco disse...

    Caros amigos palestrinos.
    Espero estar enganado, mas o Palmeiras pode ter jogado fora, hoje, o campeonato paulista.
    Classificando os quatro grandes, teremos que jogar no lixão de Itaquera na semifinal.
    Em clássico tudo é possível, mas o problema será enfrentar o algo a mais.
    Mais uma vez faltou malícia ao clube, como tinha faltado contra o Red Bull.
    Agora é espera que o Red Bull ou a Ponte façam alguma surpresa e jogar sério contra o Botafogo.

     
  • Às 9 de abril de 2015 00:29 , Anonymous Marco disse...

    A única coisa desse jogo foi a arbitragem.
    Apitando hoje o jogo do Palmeiras, ele não pode apitar o próximo.
    Esse cara, além de medíocre tecnicamente, sempre nos prejudicou e em alguns jogos chegou a tirar sarro dos nossos jogadores.

    ==============

    Lembram-se desse jogo de 2014? Olha só quem apitou.

    FICHA TÉCNICA

    PALMEIRAS 0 X 1 ITUANO

    Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

    Data: 30 de março de 2014, domingo

    Horário: 18h30 (Brasília)

    Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado (SP)

    Assistentes: Fausto Augusto Viana Moretti e Luis Alexandre Nilsen (Ambos de SP)

    Assistentes Adicionais: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral e Vinicius Gonçalves Dias Araújo (Ambos de SP)

    Cartões amarelos: Mendieta, Valdivia, Wellington, Vinícius e Tiago Alves (Palmeiras). Dener, Rafael Silva (Ituano)

    GOL: ITUANO: Marcelinho, aos 38 minutos do segundo tempo

    PALMEIRAS: Fernando Prass (Bruno); Tiago Alves, Lúcio, Wellington e Juninho; Marcelo Oliveira, Wesley e Mendieta (Valdivia); Bruno César, Leandro e Alan Kardec (Vinícius). Técnico: Gilson Kleina

    ITUANO: Vagner; Dick, Alemão, Anderson Salles e Dener; Josa, Jackson Caucaia e Cristian (Cláudio); Rafael Silva, Jean Carlos (Marcelinho) e Esquerdinha. Técnico: Doriva

     
  • Às 9 de abril de 2015 00:31 , Anonymous Marco disse...

    Correção:

    A única coisa BOA desse jogo foi a arbitragem.
    Apitando hoje o jogo do Palmeiras, ele não poderá apitar o próximo.

     
  • Às 9 de abril de 2015 01:12 , Anonymous Doente(verdao) disse...

    Alcides. Porque vc não compra um chip Pre de R$ 10,00 na banca de jornal. E usa o celular de qualquer pessoa para habilitá-lo. E pronto, passa esse número para eles. Isso não significa que você precisa usar o celular ou o chip no futuro. Basta guardar o chip na gaveta! Isso não resolve para você?

     
  • Às 9 de abril de 2015 19:41 , Anonymous Lucas Cello disse...

    Mestre dos Magos,

    o seu comentário só reflete o traço que eu disse que vem me incomodando na torcida Palmeirense: "se vc não é pró Valdívia, ou é manipulado pela mídia ou não é pró Palmeiras". É o msm pensamento binário que, infelizmente, povoou as nossas eleições presidenciais: "se vc não vota no Aécio, é Petista!". É um pensamento raso, vazio, inocente até. É o msm tipo de pensamento que acha que o mundo se divide entre bem x mal, ou nós x eles. É o processo de pensamento ensinado às crianças por filmes como os de fantasia da Disney, dada sua ainda incompleta cognição.
    Não sou São Paulino nem Corinthiano, Mestre dos Magos, sou Palmeirense, e orgulhoso disso. rs

    Muito obrigado aos que elogiaram minha postagem. Eu só não entendi muito bem se foram sérias ou irônicas as duas que falaram, uma que eu era o Alberto Helena Jr. daqui, e outra que me parabenizou pela passagem do dia do jornalista. Se foram irônicas, parabéns! Me pegaram. rs Se foram sérias, mais uma vez, muito obrigado pelos elogios!

    Abraços.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial