Observatório Alviverde

08/03/2017

TUCUMAN X PALMEIRAS



Não, a expulsão de Victor Hugo não ocorreu da forma que disse o Noriega no Sportv, por falta de controle emocional.

Como um comentarista que se auto proclama neutro e equilibrado consegue enxergar numa disputa de bola pelo alto em que os dois jogadores vão para o lance inconsequentemente usando a cabeça, a intenção exclusiva e unilateral do palmeirense em atingir o adversário?

Como Noriega conseguiu cravar com tanta veemência (ele é veemente quando opina contra o Palmeiras!) que a primeira falta de Victor Hugo aconteceu e era passível de cartão para, logo em seguida, abrandar o discurso quando  de um lance (muito mais violento) em que um atacante argentino deu um carrinho criminoso em Dudu?

E, pior, não se definiu nunca (ao menos no 1º tempo) e nem denunciou ou condenou de forma veemente o erro do árbitro, tanto e quanto veio com aquela lenga-lenga "que a torcida não vai achar isso, não vai achar aquilo" sem que ele próprio se definisse, um horror! 

Por que ele não disse que o árbitro era caseiro? Por que não afirmou peremptoriamente que o árbitro prejudicava sempre o Palmeiras, mormente na interpretação das faltas e na apresentação dos cartões

E, para arrematar, deu uma de proprietário exclusivo da verdade afirmando que as imagens estavam confirmando "tudo o que ele dizia", insinuando que "só os mais fanáticos contrariariam ou diriam algo diferente do que ele afirmava como uma absoluta verdade!

Como me enganei com esse profissional televisivo!  

Conclusão: 

Parece que se tornou politicamente correto comentar contra o Palmeiras

Noriega (muitos afirmam que ele é palmeirense e sou convicto que sim) talvez em sua ânsia por ser neutro e imparcial, evidencia a cada jogo do Verdão que comenta em TV, que também se encontra na vala comum dos antipalmeirenses da mídia!

O juizão,  além de caseiro, fraquíssimo, meteu a mão no Verdão mas em lances disciplinares 

=========================

O SEGUNDO TEMPO

Para um time que jogou com um jogador a menos durante a maior parte do 1º tempo e em todo o segundo tempo, o Palmeiras até que jogou muito e o empate na Argentina tem de ser considerado um grande resultado!

Apesar de não ter tido domínio territorial do jogo o time atuou com muita disposição, empenho e raça, mostrando que tem bola e estofo suficiente para brigar pelo título.

Nada a contestar em relação a Eduardo Batista que apesar dos percalços do jogo acertou a mudar taticamente a forma de atuar da equipe e substituiu as peças com acerto e propriedade.

Demorou ao tirar Borja, mal fisicamente, visivelmente cansado e sem ritmo de jogo, comprometendo bastante a marcação, que, em decorrência disso ficou reduzida a apenas nove homens.

Jogaram bem Prass, Edu Dracena, Felipe Melo, Thiago Santos e Dudu;

Jogaram (apenas) razoavelmente Keno (apesar do gol marcado) Guedes, Jean  e  Borja.

Não dá para que se analise ou para que se faça uma aferição do trabalho do jovem zagueiro Antonio Carlos, tanto e quanto de Victor Hugo, precoce e injustamente expulso.

Ninguém entretanto, jogou tanta bola quanto Zé Roberto, a quem considerei o melhor jogador em campo!

Apesar da arbitragem caseira do árbitro paraguaio pode ser dizer que o Palmeiras ganhou um ponto muito valioso e precioso na Argentina.

COMENTE COMENTE COMENTE    

55 Comentários:

  • Às 8 de março de 2017 22:12 , Anonymous Nei Verde disse...

    O que eu tenho falado desse enganador de zagueiro fdp.tem mandar esse zagueiro sumir, com a palavra quem o defende..

    E o burro ao invés de recuar um volante para zanga vái inventar com seu protegido cabaço..

     
  • Às 8 de março de 2017 22:13 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Time sem liderança técnica, de um treinador medíocre, é isso aí.

     
  • Às 8 de março de 2017 22:14 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Dois volantes ???? E leva gol? Saudades do Felipão e Luxa.

     
  • Às 8 de março de 2017 22:16 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Prass? Surtou. Retardamento em Sexto Grau. Haja bumbasmeuboi.

     
  • Às 8 de março de 2017 22:16 , Anonymous Elcio disse...

    O próximo a ser expulso eh o Thiago Santos.
    Eu mencionei esse meu medo, confundir jogo duro com violência.
    Tudo cabaço.

     
  • Às 8 de março de 2017 22:19 , Anonymous Nei Verde disse...

    O time deles respeitou o Palmeiras, mas sentiu que o tim e baladas escalado, técnico vagão ao invés de ir para cima fica com medo, coloca mais volante fdp..
    Com a palavra quem defende esse riduculo Vitor Hugo. .
    Tinha que entrar para jogar o time disse caras é ruim mas o fdp é vagão. .fdp, cabaço..m

     
  • Às 8 de março de 2017 22:21 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Palmeiras estava com o jogo dominado.
    Vitor Hugo cagou e o técnico FRACO sentou em cima.
    (Desculpem o palavreado mas a raiva me domina.)

    Era só recuar o Tiago Santos.
    O burro tirou o Michel Bastos e desmontou o time.
    FRACO DEMAIS.

    Agora o Tucumán vai jogar na pressão o jogo inteiro.
    Continuamos torcendo (claro) mas ficou difícil, vai ter que ser na superação dos jogadores.

    O técnico FRACO não sabe nem chegar na beira do campo e gritar pra organizar e tranquilizar o time.
    Vai esperar mais alguém ser expulso?
    Claramente o time está sem controle emocional.

     
  • Às 8 de março de 2017 22:21 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Esse FDP do Prass só dá chutão. Retardado. Técnico ordinário. Sem liderança. Sem nada.

     
  • Às 8 de março de 2017 22:24 , Anonymous Nei Verde disse...

    Tira essa merda de Time Santos essa merda está perdido em campo, coloca um meia para jogar que o time dos caras é ruim..
    Técnico fdp,cabaço,

     
  • Às 8 de março de 2017 22:26 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Meu Deus !!!!Gol !!! Podia ser muito mais fácil.

     
  • Às 8 de março de 2017 22:28 , Anonymous Elcio disse...

    Se nao tirar o Thiago, ele vai ser expulso.
    Não fa para entender, só nos estamos batendo.
    Burros

     
  • Às 8 de março de 2017 22:29 , Anonymous Nei Verde disse...

    É só jogar q o time dos caras é ruim, estamos perdendo para nós mesmo, cagada desse zagueiro fdp e esse mizerento desse fdp desse técnico. .

     
  • Às 8 de março de 2017 22:40 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Nei Verde está Certíssimo ! Que burrada fizeram em dar uma Ferrari a um boçal.

     
  • Às 8 de março de 2017 22:42 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Gol na base da superação.
    É isso aí!

    O time deles bate bastante, temos que aproveitar as faltas pra virar o jogo.
    Apesar do juiz ser caseiro e ter demorado a dar cartão, pode ser que algum jogador deles também acabe sendo expulso.

    Agora no intervalo todo mundo tinha que tomar um banho gelado pra esfriar (literalmente) a cabeça.
    E só o Palmeiras se reorganizar que consegue ganhar mesmo com 10, o time deles é pouco técnico.
    Se continuar do jeito que está, o Prass vai ter muito trabalho.

    Boto fé que o Borja ainda vai deixar o dele!

     
  • Às 8 de março de 2017 22:47 , Anonymous Elcio disse...

    Vamos ver como o time volta para o segundo tempo, pelo DT deve voltar pior.
    ��������

     
  • Às 8 de março de 2017 22:49 , Anonymous Araujo disse...

    Tem gente teclando do Juqueri. Meu deus não dá pra acreditar.

     
  • Às 8 de março de 2017 23:01 , Anonymous Nei Verde disse...

    Igual time MO, só chutão.!
    Põe um meia nesse time fdp
    .

     
  • Às 8 de março de 2017 23:04 , Anonymous Nei Verde disse...

    Será que ele vai esperar tomar o segundo gol.?

     
  • Às 8 de março de 2017 23:11 , Anonymous Nei Verde disse...

    Vcs estão vendo a avenida dinossauro..?

     
  • Às 8 de março de 2017 23:19 , Anonymous Elcio disse...

    Eh Araujo.
    Acho que vc quer que tire o Borja e coloque mais um zagueiro.
    Certo?

     
  • Às 8 de março de 2017 23:19 , Anonymous Alysson disse...

    Esse time e pior do que do ano passado

     
  • Às 8 de março de 2017 23:20 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Eu estou vendo que chegou na metade do segundo tempo e o técnico FRAQUÍSSIMO não sabe o que fazer!
    Deve estar torcendo pro jogo acabar e ele poder assistir o VT pra ver o que não fez, ou descobrir que o Dudu não é meia.

    Estou muito preocupado.
    Nossa sorte é que o grupo é bem tranquilo.

     
  • Às 8 de março de 2017 23:37 , Anonymous Elcio disse...

    Gostei das instruções do treineiro.
    Fazer cera no segundo tempo.

    Brincadeira tem hora vou dormir que ganho mais.

     
  • Às 8 de março de 2017 23:44 , Anonymous Nei Verde disse...

    Me corrigem se eu estiver errado, mas não é a segunda vez que esse imbecil desse zagueiro fdp faz isso na libertadores..?

     
  • Às 8 de março de 2017 23:49 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Acho que fui muito severo nos comentários.
    E vocês todos também!
    Eduardo Batista sabe muito bem o que quer, sim!

    Olhem só como as substituições foram arrojadas e cirúrgicas para mudar o time.
    Depois da expulsão do VH, tirou Michel Bastos, que ficaria sem função, e recompôs a defesa com Antônio Carlos.
    Quando Keno se machucou, rapidamente colocou um jogador que ataca e defende, Róger Guedes.
    Deu todas as chances para o Borja, que não soube aproveitar.
    Aos 40 do segundo tempo, optou por incendiar o jogo com William Bigode.

    Peço desculpas, o treinador impôs sua disciplina e buscou a vitória durante todo o jogo, empurrando o time pra frente.
    Data venia, merece continuar, aprendeu como ser técnico de time gigante.

    .
    .
    .
    .
    .
    Fim da ironia...

     
  • Às 9 de março de 2017 00:03 , Anonymous Anônimo disse...

    Por que será que o torcedor acha que entende mais que o treinador?

     
  • Às 9 de março de 2017 00:06 , Anonymous Anônimo disse...

    VH tem dessas, não é novidade. É bom zagueiro, mas tem jeito de criança destrambelhada.

     
  • Às 9 de março de 2017 00:08 , Anonymous Anônimo disse...

    Porque entende.

     
  • Às 9 de março de 2017 00:33 , Anonymous Jofre disse...

    Puta merda aqui so tem corneteiro.

     
  • Às 9 de março de 2017 00:38 , Anonymous Arnaldo disse...

    Caro Alcides e demais colegas

    Expulsão correta a do Vitor Hugo. Não se pode reclamar.

    O que ninguém está falando é que o Vitor Hugo precisou fazer as duas faltas porque o FM não estava marcando onde deveria estar.

    FM é apenas um atleta midiático.
    A presença dele em campo é um mal para o Palmeiras.

    E eu pergunto: vocês ainda vão continuar tendo paciência com este pusilânime pseudo-treinador?

    #foraeduardogambabatista

     
  • Às 9 de março de 2017 00:52 , Anonymous Nei Verde disse...

    Vcs devem ter visto outro jogo, Dinossauro melhor em campo???? Kkkkkkk.
    Time mal escalado, contra o péssimo Tocumã q entrou com medo e só se soltou qdo viu que o Palmeiras só sabe dar chutão, e vcs vem colocar culpa no comentarista??
    Faz favor, saímos com o empate porque o adversario é ruim e nosso técnico um merda..
    Será que nossos jogadores não foram orientados que qq atitude anti jogo iria ser suficiente para o juiz nos prejudicar??
    Principalmente esse cabaço desse zagueiro q não é a primeira vez que faz isso, graças a deus que é suspenso, agora vai jogar a zaga correta, contra os gambas esse irresponsável já fez merda, agora novamente..
    Se estivesse escalado corretamente com armadores e menos brucutus, tínhamos ganhado com folga, agora ficar defendendo o ridiculo e pondo culpa em comentarista e juiz é o fim..! Será que não sabem que libertadores é assim..? Tem que passar por cima disso td jogando, e não ficar arrumando pelo em ovo..!
    Fomos mal escalados e jogadores mal orientados..E digo mais em quanto ver dinossauro e brucutus em campo e com esquema covarde vai ser isso aí.!!
    Tem elenco, tem que escalar os melhores e jogar, e não ficar se acovardando contra o todo poderoso Tocumã..
    Não vai adiantar nada esse ótimo elenco na mão desse covarde, mas para ums está bom, empatou com o Barcelona da argentina..Aff. .

     
  • Às 9 de março de 2017 01:50 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Alcides,

    Tenho que concordar com o Nei, você assistiu outro jogo!
    A única coisa com que concordo é que Noriega é um falso.
    Prefere assegurar sua posição no STV a ser honesto com o time para o qual supostamente torce.

    ==================

    Depois da cotovelada no jogo contra os gambás e esta cabeçada notoriamente desproporcional, é provável que Vitor Hugo seja suspenso dos dois campeonatos.
    Sendo honesto, acho que o Palmeiras deveria aplicar uma "senhora" multa salarial ao jogador.
    Prejudicou toda a equipe.

     
  • Às 9 de março de 2017 06:54 , Blogger Emanuel Campana disse...

    Vítor Hugo , reserva já, Dracena merece a titularidade há tempos, talvez pegue um gancho pela besteira que fez contra os gambás e se torne reserva definitivamente.

    Dudu jogou muito o lugar dele é no meio.

    Zé Roberto também jogou muito, deu tranquilidade à defesa e algumas vezes usou de categoria até para roubar a bola.

    Prass, não fosse uma magnífica defesa no primeiro tempo iríamos passar vergonha.

    Borja, pior homem em campo , depois de Hugo, perdeu dois gols feitos, caso aproveitasse uma das três chances que teve a expulsão do v. Hugo nem seria lembrada, ou seja, na minha opinião Borja é o principal culpado por o PALMEIRAS não voltar com os 3 pontos dá Argentina.

    Técnico, foi covarde, poderia ter entrado com Guerra no lugar do t. Santos, ele ainda não testou guerra e Borja juntos, aproveitando o entrosamento dos dois.

     
  • Às 9 de março de 2017 06:59 , Blogger Emanuel Campana disse...

    Outra coisa, vamos perder tempo falando em arbitragem na libertadores???????

     
  • Às 9 de março de 2017 07:07 , Anonymous BOCA DURA disse...

    Continuo sendo verdão, independentemente do que foi apresentado até o momento. E você? Não?
    Dai-me paciência seus torcedores de sofá.
    Avanti Palestra!!

     
  • Às 9 de março de 2017 07:10 , Blogger Wilian Domingues disse...

    Ontem foi a pior transmissão que já assisti pelo SporTV, lamentável a postura de todos.

    Sem falar na "animação" ao narrar o gol do Palmeiras.

    Por alguns segundos, senti saudades do Milton Leite.

     
  • Às 9 de março de 2017 07:27 , Anonymous Edson disse...

    ZR jogou muito - merece o destaque
    Borja ficou devendo- cansado
    No primeiro lance cartão justo para o VH, no segundo bola dividida e rapida - acidente de de jogo - não merecido.
    FM fala muito, mas também joga bem. Práim o melhor do Palmeiras.
    EB foi bem na escalação mas deveria ter tirado o Borja antes


     
  • Às 9 de março de 2017 07:45 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Esse tal do Eduardo Baptista tem que melhorar muito, mas muito, pra ser ruim. Incrível, e com o elenco que tem, como esse time é ridículo !! Não joga nada, completamente previsível, um amontoado disperso. Marcelo Oliveira piorado. Covarde. Ao invés de recuar T. Santos, tira Michel Bastos. E ainda o imbecil diz que os jogadores entenderam o espírito da Libertadores. Vai sair fora de todas as competições de que participar, se continuarmos com esse horroroso cidadão que resolveu ser técnico (!!!???). DNA de time pigmeu, perdedor. Vai levar um cacete dos Cervídeos. Lá tem treinador, o que digo com a maior inveja e pesar. Ceni manda o time jogar para frente. É Bambi mas não é medroso. Como fazem os grandes técnicos do mundo. EB é um moleque imbecil, medieval, com conceitos atrasados, cheio de clichês, um energúmeno. A partir de hoje, está aberta a minha campanha para a saída desse IMPOSTOR.

     
  • Às 9 de março de 2017 08:39 , Anonymous Marco disse...

    Analisando só o jogo de ontem e a superação dos jogadores atuando a maior parte do jogo com dez jogadores e considerando as chances perdidas, podemos considerar que o time mostrou potencial para esta Libertadores.

    =====================

    Em termos de resultados, perdemos dois pontos, especialmente graças à expulsão. Não podemos nos esquecer de que em 2016 ficamos fora da classificação pelo empate no primeiro jogo contra o River Plate do Uruguai. Uma vitória naquele jogo nos classificaria.

    =====================

    A preocupação do palmeirense em relação ao treinador não é só pelo jogo de ontem, onde ele mostrou não conhecer a competição e não ter tido condição de comandar o grupo, a preocupação é com jogos futuros onde o Palmeiras irá encontrar adversários de peso, especialmente os brasileiros.

    ====================

    Mesmo com EB o Palmeiras tem amplas possibilidades de ganhar a competição. O elenco repleto de jogadores rodados pode exercer um “auto comando”. Em relação a EB uma coisa é certa, pode ser medíocre como treinador, estar em um estágio de luxo para aprender a ser técnico, mas tirou a sorte grande em ter em seu colo a oportunidade de treinar um elenco como esse do Palmeiras em uma Copa Libertadores. Não será difícil que esse estagiário interino no final da disputa seja aclamado como grande vencedor e ai queira dar suas respostas.

    obs: EB, para assistir aos jogos, deixe que a torcida faça. Ao lado do campo você tem que comandar o time.

     
  • Às 9 de março de 2017 08:42 , Anonymous Marco disse...

    Falar sobre Maurício Noriega é desagradável, pois teria que falar da pessoa e não do comentarista. Uma vergonha.

    Quanto ao Sr. Jota Jr.: "Pau que nasce torto, morre torto". Chegou a nos enganar algumas vezes mostrando que tinha se corrigido, mas ficou claro que milagre não existe.

     
  • Às 9 de março de 2017 08:54 , Anonymous Marco disse...



    Anônimo disse...
    Por que será que o torcedor acha que entende mais que o treinador?

    ======================================
    Para uma pergunta infantil com o essa, a resposta é bem simples, caro anônimo:

    Porque você não conhece quem são os torcedores que estão opinando. Não sabe qual a vivência de cada um deles no futebol. Não sabe o que esses torcedores já viram no esporte. Tenha certeza de que encontrará pessoas de todo tipo, desde inocentes úteis, como quem faz uma pergunta desse tipo, quanto pessoas que conhecem futebol com profundidade e que já tiveram em suas vidas experiências suficientes para perceber quando existe potencial em um time ou treinador e quando existem problemas.

    Existem os exageros? Claro que sim e são vários, mas existe também um sentimento coletivo de preocupação, fato que deveria chamar a atenção de quem julga estar tudo funcionando como um relógio.

     
  • Às 9 de março de 2017 08:58 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Eu assisti a praticamente todos os jogos dessa Libertadores, e posso assegurar que a apresentação do Palmeiras foi uma das piores. Tem, pelo que vi até agora, uns dois ou três melhores do que o Palmeiras. E hoje ainda tem Santos e Grêmio.

     
  • Às 9 de março de 2017 09:00 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Perfeita resposta ao inocente inútil, Marco.

     
  • Às 9 de março de 2017 09:04 , Anonymous Elcio disse...

    Rescaldo...

    O pessoal fica enaltecendo ter jogado com dez, há um semana perdemos de um timeco que estava com dez.

    Juiz ladrão, para mim o juiz foi excelente, fosse outro, teríamos tomado dois penaltis na cabeça, por conta do Estabanado II, conhecido como Thiago Santos.

    Dracena, será que auguem vai falar que ele cagou no gol dos caras?
    Se o juiz estivesse mal intencionado, ele também teria feito um penalti.
    Estou louco para ver Dracena e Ze Roberto na esquerda e o pessoal parar de pedir ele no lugar do retardado Vitor Hugo, será a festa dos atacantes com um pouco de velocidade.

    Em todo jogo importante esse Vitor Hugo arregala os olhos e parece um drogado, às vezes ocorrem essas cagadas pelo seu descontrole, ele é o Estabanado I.

    O EB parece tanto com o MO que o resultado desta Libertadores foi igualzinho ao da passada, e o sentimento dele o mesmo do MO.
    Ele acha que foi um grande resultado empatar com esse timeco, a realidade chegará contra o time do Seu Jorge semana que vem, não vamos ganhar, ou vamos ganhar na bacia das almas como no ano passado, quando ganhamos mas merecíamos ter perdido dos argentinos. esperem para ver a dificuldade para esse time fazer um gol nos bolivianos.

    Vamos ver qual será a desculpa para sábado.

    Abraços!

     
  • Às 9 de março de 2017 09:09 , Anonymous Elcio disse...

    Sei lá o que aconteceu com os meus dedos para sair esse auguem. :))

     
  • Às 9 de março de 2017 09:16 , Anonymous Elcio disse...

    O time boliviano é péssimo!
    Vai confiando nesse papinho.
    Ninguém mete seis gols de graça.

    Tenho certeza que semana que vem é a derradeira desse estagiário de Treinador.

     
  • Às 9 de março de 2017 09:42 , Anonymous Verde e Branco disse...

    Vou continuar apoiando, mas o medo de perder não pode tirar a vontade de ganhar. Ele precisa cobrar mais agressividade do time, porque o plantel é excelente. Não pode achar que empates contra times inferiores tecnicamente é bom resultado.

     
  • Às 9 de março de 2017 09:50 , Anonymous Fudencio disse...


    Eu,
    Cade o pessoal do mito hugo? Sempre falei que a zaga é mina e dracena ( nao to falando de hoje e sim sempre! ) vitor hugo é simpatico, da entrevista legal, faz gol de cabeça mas eh ruim de bola, estabanado, nervoso, nao sabe marcar nem tocar na bola! Dracena é mil vezes mais seguro e o mina nem preciso falar nada pois esse eh o melhor zagueiro que existe. Outra coisa...time grande nao joga com 2 volantes de marcação...palmeiras pode ate ganhar jogos com essa formação ridicula mas o futebol bonito passa longe...cade a criação e a ousadia? Entrar pra jogar na retranca vai tomar pau igual psg ..melhor defesa é o ataque! Palmeiras é gigante nao pode jogar com felipe melo e thiago santos, dois jogadores pra quebrar jogada. tecnico fraco de pensamento pequeno! Fim

     
  • Às 9 de março de 2017 10:06 , Anonymous Anônimo disse...

    Alcides,

    Só achei que fisicamente o time morreu no segundo tempo. Tudo bem que com um a menos o time tem que correr mais, mas mesmo assim achei que faltou perna.

    Abraço! Hudson

     
  • Às 9 de março de 2017 10:42 , Anonymous verde insuperável disse...

    Apenas um detalhe: O Time do River Plate do Uruguai erá melhor do que esse Tucuman. E O Palmeiras de 2017, teoricamente, também é melhor. Resumo da ópera: EB É MUITO PIOR DO QUE MO.

     
  • Às 9 de março de 2017 11:58 , Blogger Unknown disse...

    Foooonnnnn
    Poucos se salvam

     
  • Às 9 de março de 2017 12:52 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Tenho minhas restrições a Cosme Rimoli, mas desta vez ele acertou. Ao contrário do UOL, repleto de cervídeos e marginais, que está dizendo que EB teve vários acertos no jogo, em um desserviço ao Palmeiras.

    Publicado em 09/03/2017 às 10h14.

    "O empate contra o fraco Atlético de Tucumán aumenta a pressão contra Eduardo Baptista. Há quem o compare a Marcelo Oliveira. O Palmeiras já vive momentos de tensão. Mal começou a Libertadores. A expectativa era grande demais…
    O empate contra o fraco Atlético de Tucumán aumenta a pressão contra Eduardo Baptista. Há quem o compare a Marcelo Oliveira. O Palmeiras já vive momentos de tensão. Mal começou a Libertadores. A expectativa era grande demais...
    "A gente sabe que Libertadores você faz a classificação em casa, temos que buscar os nove pontos. Viemos para buscar o resultado e eu até acho que com 11 teríamos melhores condições, criamos chances, mas levar um ponto aqui é de fundamental importância.

    "Mais importante que isso é a equipe entender o espírito, a equipe comprou a maneira de jogar da Libertadores. Tivemos serenidade e concentração para marcar e sair nos contra-ataques, que é o que restou para a gente.

    "Temos uma pontuação mínima para classificar que passamos para os atletas. É necessário fazer os nove pontos que você vai disputar em casa. Está nos nossos planos. Se você faz a sua lição de casa e busca pontos fora, fatalmente está classificado. É isso que vamos buscar."

    Estas foram as explicações de Eduardo Baptista após o frustrante empate do Palmeiras contra o fraco Atlético Tucumán, ontem na Argentina. O treinador fazia questão de demonstrar que tudo está sob controle. Seu time atuou fora de casa e conseguiu um ponto. Isso é o que interessa e os palmeirenses devem comemorar.

    Das duas uma.

    Ou Eduardo Baptista está iludido ou só enxerga o que quer.

    Ou não tem a menor noção do time que está treinando.

    O Palmeiras é o clube brasileiro com maior expectativa nesta Libertadores. Mais que Flamengo, Atlético Mineiro, Grêmio, Santos, Chapecoense, Atlético Mineiro e Botafogo juntos. Pelo investimento, pelo atual status de campeão brasileiro, pelo maior número de sócios-torcedores, pelo mais vultuoso patrocínio, pela arena melhor localizada na cidade mais rica da América Latina.

    Não se espera menos do que o título desta Libertadores.

    O empate contra o fraco Atlético de Tucumán aumenta a pressão contra Eduardo Baptista. Há quem o compare a Marcelo Oliveira. O Palmeiras já vive momentos de tensão. Mal começou a Libertadores. A expectativa era grande demais...

    É o único objetivo aceito pelos dirigentes, pelos torcedores, pelos conselheiros, pelos donos da Crefisa. Por isso, a aparente calma de Eduardo Baptista é totalmente fora de propósito.

    Foi frustrante a maneira com que o Palmeiras se comportou contra o Atlético Tucumán. O clube investe, insiste, seduz e gasta para contratar o melhor jogador da Libertadores de 2016, o meia Guerra. E com quem Borja tem entrosamento de olhos fechados. A parceria vem do Atlético Nacional, era a dupla mais cobiçada do time campeão. Mas Eduardo Baptista o desprezou.

     
  • Às 9 de março de 2017 12:55 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    CONTINUA.....

    Apesar de treinar e deixar claro que o esquema preferido para disputar a Libertadores era o 4-1-4-1, optou por colocar dois primeiros volantes. Jogadores com a mesma característica. Dois guarda-costas de zagueiros. Felipe Melo e Tiago Santos. E ainda prendeu Michel Bastos, foi quase um terceiro volante. E fez Keno e Dudu brigarem na intermediária. Deixando Borja isolado, enfiado entre os raivosos zagueiros argentinos.

    Com todo o respeito que todo clube de futebol merece, parecia a formação da Ponte Preta atuando fora dos seus domínios. E não o Palmeiras. A postura foi decepcionante desde os primeiros minutos de jogo. A expulsão do afobado Vitor Hugo, aos 21 minutos do primeiro tempo, virou escudo. A desculpa ideal. Eduardo Baptista, afobado, logo tratou de tirar o elo entre o meio de campo e o ataque. Michel Bastos. E colocou o jovem zagueiro Antônio Carlos.

    O Palmeiras abdicava do ataque de vez.

    Era um time mediano que viveria de contragolpes.

    O empate contra o fraco Atlético de Tucumán aumenta a pressão contra Eduardo Baptista. Há quem o compare a Marcelo Oliveira. O Palmeiras já vive momentos de tensão. Mal começou a Libertadores. A expectativa era grande demais...

    Mesmo tendo pela frente uma das equipes mais fracas da Libertadores.

    Mas a culpa não é e nunca será de Eduardo Baptista pela frustração.

    Basta ter dois neurônios e colocá-los para trabalhar.

    Ele só pode reproduzir no Palmeiras o que já fez.

    Nos seus dois anos como técnico antes de chegar ao clube, ele trabalhou no Sport, no Fluminense e na Ponte Preta. E não houve qualquer equipe onde tenha desenvolvido o futebol que todo palmeirense sonha. Uma equipe vibrante, que busque o ataque o tempo todo, seja ambiciosa, confiante, pressione o adversário no seu campo de defesa, que seja obsessiva por vencer, golear.

    Não.

    O trabalho foi sempre nesta toada.

    Tático, mudando a dose de coragem quando atua fora e dentro de casa.

    Comportamento de equipes médias.
    Foi assim que venceu a Copa do Nordeste, o Campeonato Pernambucano e o torneio Ariano Suassuna. E só. Não há mais troféus na sua coleção como treinador. A decisão de apostar em um técnico inteligente, trabalhador, honesto, tático, mas com pouca ousadia e vibração foi do Palmeiras. Eduardo Baptista estava trabalhando tranquilo na Ponte Preta quando Alexandre Mattos foi oferecer o Palmeiras, no final de 2016.

    O mérito de 2016 foi deixar a Ponte em oitavo no Brasileiro.
    O empate contra o fraco Atlético de Tucumán aumenta a pressão contra Eduardo Baptista. Há quem o compare a Marcelo Oliveira. O Palmeiras já vive momentos de tensão. Mal começou a Libertadores. A expectativa era grande demais...

    Só alucinados poderiam imaginar que tudo mudaria quando Eduardo Baptista pisasse no Palestra Itália. Ele voltaria do curso de aprimoramento tático da CBF disposto a fazer o Palmeiras jogar o futebol total de Rinus Michels, aprimorado por Pep Guardiola.

    Não.

    Eduardo Baptista voltaria Eduardo Baptista.

    Só se decepciona com seu trabalho quem se iludiu.

     
  • Às 9 de março de 2017 12:58 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    FINAL....


    Sonhou que o dinheiro e um batalhão de jogadores fariam transformariam o Palmeiras em uma máquina de fazer gols. Isso não acontecerá. É bom ficar muito claro. Porque não está no perfil do atual treinador, contente com o 1 a 1 com o Atlético Tucumán.

    A decepção está sendo rápida demais.

    Antes da partida de ontem, o presidente Mauricio Galiotte teve de dar entrevistas na Argentina. E garantir que Eduardo Baptista não será demitido. Tem o seu apoio incondicional. É o técnico que ele confia. E tem certeza que levará o Palmeiras a grandes conquistas.

    Mais ou menos.

    Tivesse tanta confiança assim, Galiotte teria assinado contrato por dois anos, como Eduardo queria. Mas ofereceu apenas um. Para ter tempo de escolher outro, caso queira, em 2018. Ou até antes, pagando uma multa menor. Ou seja, o Palmeiras não acredita cegamente no técnico que contratou.

    56 O empate contra o fraco Atlético de Tucumán aumenta a pressão contra Eduardo Baptista. Há quem o compare a Marcelo Oliveira. O Palmeiras já vive momentos de tensão. Mal começou a Libertadores. A expectativa era grande demais...

    Além da óbvia sombra de Cuca, técnico campeão brasileiro de 2016 e que segue desempregado, há outro fantasma atormentando o atual treinador. O de Marcelo Oliveira. Muitos conselheiros importantes ligados a Mustafá Contursi e Galiotte compara o trabalho de Eduardo com o técnico campeão da Copa do Brasil de 2015. Inseguro, sem grande ascendência sobre os jogadores, sem ambição, coragem ofensiva. E que acabou demitido em plena Libertadores, ao deixar o clube praticamente fora, ainda na fase de grupos.

    Bastaram oito jogos.

    E o trabalho de Eduardo Baptista está sendo questionado.

    Pela qualidade dos jogadores que o Palmeiras possui, pode aplicar algumas goleadas.

    Esporádicas.

    Pela fragilidade dos adversários.

    Mas sem consistência, perenidade.

    Vale a pena fazer justiça.

    A culpa não é do técnico.

    É de quem o escolheu.

    Com ele, o Palmeiras nunca será empolgante.

    Equipe talhada para dar espetáculos.

    Procurar o gol de forma insaciável.

    A máquina de fazer gols que o torcedor sonha.

    Vai atacar em casa, empurrado pela torcida.

    E fora, se comportará como time pequeno.

    Seja contra quem for.

    A aflição é sua fiel companheira.

    Eduardo Baptista aprendeu assim...

     
  • Às 9 de março de 2017 13:06 , Anonymous Edson disse...

    Cosme Rimoli?
    Instalando o que mais gosta, incendio no Palmeiras.
    Obrigação de ganhar?
    Tem obrigação de fazer um bom campeonato, ganhar é consequência e só um ganha.
    Tem arbitragem, sabotagem etc..
    Não é só futebol.
    Não nos esqueçamos do Ubaldo Aquino.
    Não defendo EB, mas esse cara é nosso inimigo declarado.
    Tá jogando pressão.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial