Observatório Alviverde

03/03/2017

A MANCHA NÃO PODE ACABAR! COM TODAS SUAS VIRTUDES E DEFEITOS, É UM SEGMENTO MUITO IMPORTANTE NA VIDA DO PALMEIRAS!



O revoltante assassinato de um dos fundadores da Mancha Verde Moacir Bianchi, não pode representar o final da principal organizada palmeirense, um mal necessário.

Aqueles que criticam as organizadas e as repudiam, muitas vezes com justa razão, não podem imaginar o que sofriam (sofreram) os torcedores palmeirenses a partir do final dos anos 50s dentro e, principalmente, fora dos estádios de São Paulo, esmagados pela truculência curintiana sob as vistas complacentes da policia, da mídia e das autoridades. Fui testemunha ocular do que relato!

Ah, antes que eu esqueça, a torcida bambi também, conquanto em escala muito menor que a do Palmeiras posto que era muito menor, também sofreu "demaaais" nas mãos dos marginais curicanos.  

Isso gerou, por consequência, a formação da organizada deles para que seus torcedores, a exemplo dos palmeirenses pudessem sair incólumes dos campos de futebol, no tempo dos clássicos de duas torcidas.

A TUP e depois a Mancha que nunca representaram uma ação social cultural ou desportiva, também nasceram como uma indignada reação contra a torcida do Curica, que já naqueles tempos era temida pela imprensa, pelas autoridades e até pela polícia! 

Trata-se de  uma antiga vergonha paulista e nacional, contra a qual jamais foi tomada qualquer providência mais séria visando a erradicá-la.  

Não sei se o assassinato de Bianchi, vítima de mais de vinte projéteis detonados covardemente contra o seu carro, decorreu da rivalidade entre a Mancha e as uniformizadas dos bambis ou dos curicas ou teve motivações diferentes

O evento -é óbvio- pode até nem ter qualquer ligação ou motivação esportiva e, de mais a mais,  quem sou eu, a  mil quilômetros longe do palco dos acontecimentos, para afirmar algo!

Porém, de qualquer forma, a julgar pelos antecedentes dos confrontos entre os grupos de torcedores dos times paulistanos e por toda a truculência que sempre os envolveu, é bem possível que a sequência escondida da guerra entre as torcidas tenha ceifado precocemente a vida de mais um palmeirense.

Apesar das restrições fortes que sempre fiz às organizadas, às quais prefiro chamar, simplesmente, de uniformizadas, ouso dizer que nas circunstâncias atuais do futebol brasileiro, acabaram por se tornar um mal necessário, diante das ações cada vez mais econômicas da polícia e, principalmente, do poder público.

Qual a utilidade delas?

Funcionam como anteparo e escudo para os cidadãos pacatos que ainda ousam ir aos estádios com seus filhos, familiares e amigos

Na verdade as uniformizadas têm sido massa de manobra tanto no intra-grupo quanto no extra-grupo, servindo de meio de vida para alguns e de escada para outros.

No intra-grupo são os "donos" explorando os participantes como se pertencessem àquelas igrejas ou seitas que cultivam o pagamento compulsório de taxas sempre cobradas em nome da paixão clubística. 

No extra grupo, isto é, fora das sedes, as uniformizadas são exploradas politicamente visando a saciar interesses excusos de figuras, outras, que nada têm a ver com o clube e suas cores.

Mas  não foi -rigorosamente- assim que aquele promotorzinho de meia tijela, ilustre desconhecido, transformou-se, impunemente, em um deputado estadual depois de ter feito tudo o que fez?

Muitos estão interpretando ao pé da letra a informação de que a Mancha vai fechar ou ser extinta, divulgada pela própria entidade. 

Eu, particularmente, não acredito nessa radicalíssima hipótese mas, apenas, na interrupção do trabalho por algum tempo até que finde a comoção dos manchistas pela perda de um membro ilustre nas condições extremas e revoltantes que ocorreu.

O fechamento definitivo (pelo menos entendo assim) é uma informação apenas oficiosa que circula entre aqueles que, realmente, querem a continuidade de um dos grupos palmeirenses cuja simples presença na saída dos estádios sempre supre a ausência e o descaso da polícia.

Para encerrar sou convicto de que o próprio Moacir Bianchi, fosse por seu imenso palmeirismo ou pela raça e combatividade que sempre nortearam a sua conduta e não iria desejar (nunca, jamais e em tempo algum) que a Mancha viesse a ter um final tão melancólico e tão triste!

Eu, diante de tudo o que vejo e que sinto dentro e fora dos campos de futebol, ouso afirmar que, (repito), em face das circunstâncias que vivemos nos dias de hoje, também não quero!

O que eu quero mesmo é apresentar as minhas sinceras condolências à família de mais esse palestrino precoce e violentamente defenestrado de nossa convivência.

Aliás, já foram tantos os que seguiram esse caminho, que perdi a conta do número dos que se foram, com a agravante de que tudo sempre ocorreu sob o nariz empinado de tantas autoridades indignas do cargo que exercem.

Desejo ao Moacir, a quem não conheci pessoalmente, que ele descanse em paz!

Da mesma forma, que ele possa ter um destino mais feliz na esfera espiritual, um mundo no qual acredito piamente como uma nova dimensão a abrigar os espíritos à medida que deixam este planeta de expiação e de provas!

QUE A MORTE VIOLENTA DE MOACIR NÃO SEJA EM VÃO!

QUE SIRVA PARA MOSTRAR AOS COMPONENTES DE TODAS AS UNIFORMIZADAS PAULISTANAS QUE VIVEM ÀS TURRAS, BRIGANDO E SE DIGLADIANDO SEM CESSAR, QUE NINGUÉM NESTE MUNDO MATERIAL TEM BLINDAGEM SUFICIENTE PARA SER ETERNO, AO MENOS NA DIMENSÃO GROSSEIRA DA MATÉRIA!

 COMENTE COMENTE COMENTE
 
Quem quiser ignorar o assunto Mancha e se dispuser a falar apenas sobre o jogo desta noite entre RED BULL X PALMEIRAS e a ausência de Tchê-Tchê, pode fazê-lo livremente! (AD)
 

27 Comentários:

  • Às 3 de março de 2017 06:38 , Anonymous Luiz Eduardo disse...

    M@nch@canalha verde nunca fizeram nada pelo clube, tão somente nos prejudicaram não viram exemplo do ano passado? Hoje estas torcidas organizadas são providas de banditismo e vagabundos pois fazem desta como meio de vida nada mais, o crime organizado está presente mais do que nunca.
    Avanti Palestra!!!

     
  • Às 3 de março de 2017 07:28 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Está tudo bem claro: Fechados por tempo indeterminado. Logo logo logo, reabrem. Será que iriam perder a "boquinha" ? Esse povo não tem outra função. Se fecha a mancha, eles são "fechados". Vivem disso. Além do mais, não existe mal necessário. Ou presta. Ou não presta. Quanto ao ilustre falecido, afora seu Palmeirismo, ficará na sua conta ter criado, talvez sem querer, um Organização Criminosa. Que é o que eles são.

     
  • Às 3 de março de 2017 07:30 , Anonymous Verde insuperável disse...

    uma Organização Criminosa.

     
  • Às 3 de março de 2017 07:33 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Só faltava ter um minuto de silêncio, hoje à noite, antes do jogo. Nada contra a pessoa, esclareço. Mas tudo contra a Organização. Mas em se tratando do mauricinho, tudo é possível.

     
  • Às 3 de março de 2017 08:43 , Anonymous Anônimo disse...

    Mal necessário ? E aquela historia toda de politica ? Talvez eu deva pensar assim antes de votar. Voto no x, ele é bandido, ladrão mas é um mal necessário.

    Aqui nós amamos o Bolsonaro, entao tal sair armado, qualquer pessoa que correr pra cima de vc com um pedaço de pau é mais que o suficiente pra abrir fogo.

    Ou melhor com tanta noticia falando sobre o fechamento da mancha talvez eu já esteja paranoico, o medo é tanto de morrer que talvez eu deva já abrir fogo no primeiro corinthiano que ver pq é ele ou eu, afinal nao tem mais mancha entao com certeza vou morrer.

    No proximo jogo Palmeiras x Corinthians provavelmente nao terá mancha e será torcida unica, entao qualquer corinthiano perambulando o entorno do Allianz pode ser um atentado. Melhor já garantir sua J.B .40

     
  • Às 3 de março de 2017 10:49 , Anonymous Alcides Drummond, o editor disse...

    AOS MEUS AMIGOS DO BLOG

    Respeito TODAS as opiniões contrárias e anda estou refletindo sobre elas.

    Se concluir que estou errado tenho personalidade suficiente e, sobretudo, humildade para mudar de posição!

    Quando Zé Roberto passou a jogar bem e tornou-se (ao meu sentir) útil ao Palmeiras, mudei (em parte) a minha opinião sobre o atleta...

    Quando um amigo mais bem informado e mais esclarecido politicamente do que eu "cantou a pedra antecipadamente" e com ampla visão futurista me alertou acerca de tudo o que FHC houvera feito e que Lula e sua trupe iriam fazer na sequência, convenci-me de que a esquerda festiva do Brasil (royalties para o inesquecível Carlos Lacerda)não valia a comida que comia.

    Não valia mesmo!Passei a me informar melhor e concluí que tinha de reformular o meu pensamento político. Reformulei e acertei!

    Em relação ao assunto em debate no dia de hoje concluí:

    Num país e em um futebol em que o banditismo impera, em que o poder público é omisso ou negligente e em muitos casos conivente com tudo o que acontece de irregular no segmento, o que seria dos cidadãos de bem que torcem pelo Palmeiras na saída de um clássico de duas torcidas, não existissem as uniformizadas como anteparo?

    A mim pouco importa se unoformizada é a Mancha a Tup ou qualquer outra. No mínimo elas atraem as atenções dos bandidos adversários.

    Afirmar que categoricamente que algo "é ou não é" como sugere o Verde é incidir em um maniqueísmo incompatível com a situação que se vive. Os bandidos ajudaram a construír a malha ferroviária norte americana, razão precípua da integração dos EUA e que os fez o melhor país do mundo!

    Você ver seu time dizimado dentro de campo (acaba a pressão sobre os árbitros) e fora de campo (aumenta a pressão sobre os cidadãos de bem que viram alvos dos bandidos de outros times que têm licença para assaltar, bater e até matar para mim é suicídio.

    Para evitar essas mazelas basta que a nova diretoria e o novo presidente tratem as uniformizadas da mesma forma que Nobre os tratou, isto é, guardando distância e vivendo à própria custa.

    Nessa dualidade está o segredo da boa convivência com os antissociais!

    Prefiro assim! Abs (AD)


     
  • Às 3 de março de 2017 11:20 , Blogger Joel Ferreira disse...

    Dentro do estádio torcendo é a coisa mais bonita de se ver, levanta a torcida e os jogadores, pena que fora de campo prevaleça a burrice, o maior mal desse país.

     
  • Às 3 de março de 2017 12:48 , Anonymous Elcio disse...

    Sobre o assassinato de uns dos fundadores da MV.

    Não sei se ele ainda estava ativo na torcida, se estivesse, isso está me parecendo um acerto de contas interno.

    Até o encerramento das atividades da torcida provisoriamente, me induz a pensar que eles devem saber de algo e para evitar muito contato com polícia e imprensa, fechar as portas e esperar acalmar as coisas é o melhor a se fazer.

    Sobre o jogo de hoje.

    Na torcida para que o time jogue bem e viaje em paz para a Argentina.
    Jogadores para escalar um bom time estão disponíveis, vamos ver se o treineiro não tem uma recaída e escala o Zé Roberto de centroavante e o Dudu de zagueiro.

    Apesar que pelo adversário de hoje, acho que ganhamos fácil, esse treineiro é do tipo que perde dos grandes e ganha dos pequenos.

    Att

     
  • Às 3 de março de 2017 13:11 , Anonymous Anônimo disse...

    PORCADA, OLHA QUE TRISTEZA:
    SEM MUNDIAL, SEM TORCIDA ORGANIZADA E BÍ-CAMPEÃO DA SEGUNDONA.
    BELOS TROFEUS.KKKKKKKKKKKKKKKKK

     
  • Às 3 de março de 2017 13:15 , Anonymous ROSEMIRO disse...

    Concordo com o Alcides!!

    Infelizmente, a Mancha é um mal necessário ao Palmeiras!!

    Nao deveriamos precisar dela, mas precisamos!

    Se com ela, já era difícil ser respeitado nas arquibancadas, sem ela, Meu Deus!

    Sem ela, ficaremos em total desvantagem perante aos malditos CUrinthianos e a bicharada! Dos sardinhas não existe perigo, porque a torcidinha deles é pequena e insgnificante!

    Tenho 55 anos e sei o que sofria na minha adolescência no estadio quando as torcidas adversarias, principalmente a dos malditos, nos chamava de porco a plenos pulmoes nas derrotas! Fora outras provocaçoes e humilhacoes!

    Os mais novos, com idade ate 30 anos, nao passaram por isso!

    A Mancha impos respeito e temor nos adversarios!

    Imaginem se os bostas da imprensinha sem vergonha, clubista e safada, nao vao tirar proveito disso, e começar a fazer comparaçoes absurdas para nos provocar!

    Vai comecar os comparativos, diminuiçoes, vao afirmar que nossa torcida vai diminuir, etc, e tal!

    Esperem e comprovem!

    Alias, que absurdo a pesquisa safada do tal DATAFOICE!

    Fizeram questao de afirmar que a torcida do Palmeiras diminuiu!!

    Jamais vamos ter uma torcida menor do que a dos bambis!!

    Fizeram a festa em prol do queridinho CUrintia!!

    Tudo para justificar suas bajulacoes e vender mais!

    SAFADOS E PILANTRAS!!

    OBS. Desculpem a falta de acentuaçao! Estou com probelmas de configuracao do teclado do PC!







    S

     
  • Às 3 de março de 2017 13:21 , Anonymous ROSEMIRO disse...

    Nao falei que as provocacoes iam comecar

    Era batata!

    Nem demorou muito!

    O tal anonimo que tem medo de se identificar, e deve ser um CUrintiano, time dependente da midia e do governo, sujo, e com passado nebuloso, titulos suspeitos.

    Ja comecou o que vamos escutar nas redes sociais e imprensinha se a MANCHA nao voltar!

    Nao me admiraria se este tal anonimo SEJA UM JORNALISTA TRAVESTIDO de torcedor DA IMPRESINHA VENDIDA E PODRE!

    Obs. Mais uma vez, desculpem pela falta de acentuaçao! PC COM PROBLEMAS!

     
  • Às 3 de março de 2017 13:35 , Anonymous Nei Verde disse...

    Estou dizendo que está td errado..! Torcida resolve fechar as portas, o cabaço com vários meias de qualidades a disposição começa inventar, não é possível deve estar tirando uma na nossa cara, e tem a cara de Pau de dizer que vai colocar reservas contra os vindos.

     
  • Às 3 de março de 2017 14:31 , Anonymous Anônimo disse...

    Elcio, penso que o inimigo é interno. Bandidagem não liga pra futebol, nem pra quem torce pro mesmo time.

     
  • Às 3 de março de 2017 16:12 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    (GLOBO.COM) "A Polícia Civil de São Paulo investiga uma ação do crime organizado no assassinato de Moacir Bianchi, fundador da Mancha Verde, principal torcida uniformizada do Palmeiras, que foi morto na madrugada da última quinta-feira no Ipiranga, Zona Sul de São Paulo.

    De acordo com a apuração, membros do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção que domina o tráfico de drogas e as prisões do estado, estariam envolvidos no episódio. Há uma disputa pelo poder na torcida, o que levou a um racha violento entre as diferentes divisões da Mancha.

    O caso também alertou a inteligência da Polícia Militar, responsável pela segurança dentro e fora dos estádios em dias de jogos. O 2º Batalhão de Choque tem recebido informações da Polícia Civil e do monitoramento de redes sociais.

    Há preocupação com possíveis tensões internas e com retaliações que possam ocorrer antes ou durante partidas do Palmeiras – o time só joga em casa no sábado, dia 11, no clássico com o São Paulo.

    Disputa interna

    Logo após a morte de Bianchi, a Mancha publicou nota em suas redes sociais em que lamentou o ocorrido e informou que encerrava suas atividades por tempo indeterminado. Além do assassinato de um de seus membros, citou diversos problemas que a torcida vem passando, sem entrar em detalhes.

    Há uma disputa que envolve, de um lado, integrantes da sede da torcida, e, de outro, divisões regionais. Participantes mais antigos estariam insatisfeitos com uma suposta atuação do crime organizado na Mancha.

    Esse racha gerou violência. Membros do segundo grupo teriam sido espancados pelo primeiro há cerca de dez dias, e revidado pouco antes do Carnaval, em uma briga na sede da Mancha, próxima ao estádio do Palmeiras.

    Na última quarta, horas antes da morte de Moacir Bianchi, uma reunião com centenas de associados colocou os dois grupos frente à frente. Pessoas identificadas como atuantes no crime organizado participaram do encontro, de acordo com investigadores.

    Relatos indicam que Bianchi tentava uma solução para o conflito. Durante a conversa, porém, ele teria discutido com homens que seriam do crime organizado. A polícia crê que ele foi seguido ao voltar para casa de madrugada e assassinado numa emboscada na avenida Presidente Wilson.
    Bianchi – o corpo dele tinha 22 perfurações por tiro..

    Pessoas ligadas à investigação entendem que tamanha violência indica duas coisas: um acerto de contas pessoal ou a intenção de passar uma mensagem sobre quem comanda a torcida.

    Crime organizado

    A atuação do crime organizado nas torcidas é fato, de acordo com investigadores da Polícia Civil. Há tempos a facção que controla o tráfico no estado está enraizada nessas instituições, não só para a venda dos entorpecentes, mas também com o intuito de lavagem de dinheiro.

    Esse envolvimento pautou buscas e apreensões feitas nas sedes de algumas das organizadas no ano passado durante a operação Cartão Vermelho, deflagrada após episódios de violência antes e depois do clássico entre Corinthians e Palmeiras no último Campeonato Paulista – uma pessoa sem ligação com torcidas morreu baleada durante um confronto na Zona Leste.

    Cadernos de contabilidade das organizadas foram apreendidos durante as buscas. A polícia não comenta o andamento desta investigação".
    SEM MAIORES COMENTÁRIOS.

     
  • Às 3 de março de 2017 21:19 , Blogger Miguel disse...

    O problema é que essa turma das organizadas está metida é com crime organizado. Daí tem droga e contrabando de mercadorias envolvidos na coisa. Só podia acabar do jeito que acabou.

     
  • Às 3 de março de 2017 21:51 , Anonymous Edson disse...

    Pelamor...
    Que primeiro tempo sofrível.
    Mexe nesse time Nelsinho Jr.
    Na retranca?
    Vá à merda.

     
  • Às 3 de março de 2017 22:11 , Anonymous Nei Verde disse...

    Será que vai com esse velho caduco, gaga,no meio de campo contra os argentinos??
    Vai ser um fiasco, a avenida saiu da lateral e passou para o meio, agora ele tira o Guerra e deixa o Dinossauro..aff..!! Esse cara é um merda..!

     
  • Às 3 de março de 2017 22:25 , Anonymous Nei Verde disse...

    Humberto está dando um nó no estagiário, perdemos o meio, tirar o Guerra e deixar o passinho para traz é o cúmulo. .
    Vai vovô garoto..!! Vai para pqp velho do cara...
    Fora técnico fdp...

     
  • Às 3 de março de 2017 22:35 , Anonymous Nei Verde disse...

    Outra substituição errada, será que esse fdp não vê que o problema está no meio.
    Tirar o Keno, é um fdp mesmo.não tinha que tirar o Guerra, mexeu, mexeu e só fez cagada.enfia esse 4.1-4.1 no c...
    Vamos levar chumbo na argentina.

     
  • Às 3 de março de 2017 22:38 , Anonymous Elcio disse...

    Espero que o treineiro tenha percebido que esse 4141 nao presta para o Palmeiras.
    Não sei se esse esquema funciona em algum lugar

     
  • Às 3 de março de 2017 22:52 , Anonymous Elcio disse...

    Ja deu para perceber que em todo jogo o time volta pior depoos de receber suas "preciosas" instruções no intervalo.

     
  • Às 3 de março de 2017 23:04 , Anonymous Anônimo disse...

    Esse Borja é cheio de recursos. Recebeu alguns passes, várias tijoladas, e sabe se virar.

    Em nenhum momento eu critiquei o EB, mas sou crítico do 4141 bem antes do empatite. Será q vale a pena um time de história, com DNA de time gigante, testar esse esquema? Sei lá, jogador não é um bicho muito inteligente, se criar muitas variações, vai é desaprender o que fazia bem.

    M.Leite é azedo. Ô gambá pestilento e desanimado.

     
  • Às 3 de março de 2017 23:17 , Anonymous Edson disse...

    Eu gostei da saida do keno.
    Prefiro o Roger Guedes, que tem mais fundamentos e retem mais a bola no ataque.
    Nem achei que o ZR comprometeu. Esteve bem, mas no fim do jogo estava claramente cansado e deveria ter saido.
    Egidio não dá. Defende e passa mal.
    Por mais veterano e cansado que seja, ZR é mais jogador.
    Guerra é Banco do Veiga, sem duvida.

     
  • Às 3 de março de 2017 23:20 , Anonymous Edson disse...

    Aguentar esse esquema de jogo retrancado não é para palmeirense.
    Nelsinho Jr, sai dessa.

     
  • Às 3 de março de 2017 23:26 , Blogger Alexandre Correia disse...

    - Borja, Meu Palmeiras ganhou!

    Volta Tchê Tchê, monstro!

    Saudades da dupla: Tchê Tchê e Moisés.

     
  • Às 4 de março de 2017 00:05 , Anonymous Nei Verde disse...

    Gente, o Dinossauro é um enganador, com ele em campo taticamente o time joga com dez, ele não consegue mais acompanhar os esquemas jogado nos dias de hoje, engana por ter um bom domínio de bola, mas com ele em campo é mesmo que jogar com um a menos, e o Humberto que conhece a situação ganhou o meio em cima dele.
    Na primeira substituição ele tinha que ter saído não o Guerra, Veiga tinha que ter entrado. Ele arma esse 4.1-4.1, porque é covarde técnico de time pequeno, faz a segunda linha de quatro jogar no meio, e a primeira jogar junto com laterais e zagueiros, enquanto isso o atacante fica isolado.
    Se for com essa escalação e esquema na argentina, vai levar um baile.
    Esse incompetente já era para ter sido mandado embora, além de idiota é arrogante.

     
  • Às 4 de março de 2017 00:47 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Durante a transmissão até Milton Gambá e Noriega Falso falaram que não foi falta do Felipe Melo.
    Mas depois do jogo, no replay do STV news (que é o que vai ser repetido mil vezes): Felipe Melo pegou pesado e derrubou Fulano...

    RGT continua a mesma, nem patrocínio da Crefisa resolve.

    ==========

    O técnico é fraco.
    A cada jogo, mesmo com vitória, fica patente.
    Estou cada vez mais preocupado.

    =========

    Valeu a espera pelo Borja.
    O cara resolve!
    E ainda está desentrosado, imaginem daqui uns 3 meses...
    Será um novo Evair, matador!

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial