Observatório Alviverde

16/05/2017

BEM, AMIGOS NÃO! MAL, AMIGOS! FOI ASSIM O PROGRAMA ESPORTIVO DO SPORTV ONTEM À NOITE!



Por volta de 23,20H desta 2ªFeira, eu, que acompanhava o programa Bem Amigos do Sportv, bastante contrariado, desliguei o televisor e fui tratar da vida. Explico!

Pela expectativa criada por insistentes chamadas do Canal que afirmava iria ter o técnico Cuca, ao vivo, no programa Bem Amigos, alimentei a ilusão de que assistiria a uma entrevista espetacular com o técnico palmeirense, de, no mínimo meia hora. 

No entanto, se passou de cinco minutos, não chegou, sequer, aos dez!

Isto sem contar que a entrevista só começou após cinco minutos de intermináveis laudatórios ao técnico e que serviram de intróito para apenas três ou quatro perguntas "en pasant" que foram dirigidas a Cuca, quase todas ou  sem nexo ou sem a menor importância. Jornalismo, mesmo, "neca de pitibiriba". Assim são, Arnaldo, convidados, agregados e Galvão!

Galvão Bueno, o palrador-mor da televisão brasileira prometeu voltar em seguida ao assunto para novas indagações ao treinador palmeirense. Não rolou!

Galvão preferiu valorizar e dar muito mais atenção aos dois nadadores olímpicos também convidados que têm também, reconhecemos, os seus méritos e merecem ser promovidos e entrevistados...

Jamais, porém, em detrimento do principal treinador de clubes e atual campeão do esporte mais popular e mais importante do país, o futebol.

Galvão Bueno certamente não se lembrou que as chamadas para o público sintonizar o programa foram embasadas sobretudo no nome e no prestígio de Cuca e que a maior parte da audiência ocorreria em razão disso. 

Mas foi assim que aconteceu, sem que Cuca voltasse a ser acionado ou questionado, para a frustração geral de palmeirenses e não palmeirenses! 

Aliás, todas as torcidas se interessavam por ouvir Cuca e, no entanto, pouco ou nada ouviram. No máximo, viram e, ainda assim, muito pouco! 

Por volta de 23,20 H, quando da chamada de outro "break comercial", Galvão que -literalmente- já houvera bostejado por aproximadamente duas horas diante das câmeras, frustrou-me, completamente, e quero crer, a milhões de telespectadores.

Para o meu desapontamento e completa decepção geral, anunciou que, no bloco seguinte, iria abordar as sanções da FIBA (não sei ainda se é esse o nome da entidade que comanda o basquete em nível mundial) à CBB que estão matando esse esporte no Brasil. 

E, como se tudo não bastasse, Galvão ainda teve o desplante e a cara de pau de pedir a Cuca que não fosse embora, porque ele participaria ainda dos debates com o pessoal do "cestobol", como muitos diziam em tempos mais antigos.

Foi, literalmente, o fim da picada! Para mim, foi!

Até hoje eu não consigo entender como a RGT que se considera o ápice, a cumeeira e a expressão superlativa da televisão brasileira, permite que Galvão transforme o espaço precioso de um programa esportivo longo e de abrangência nacional em mero veículo de sua promoção pessoal e de amigos mais chegados!  
Como pode um canal especializado em esportes e agora, segundo dizem, em futebol, levar para o estúdio o técnico campeão brasileiro e transformá-lo de maior atração, isto é, de protagonista em espectador privilegiado? 

Ou é muita insensibilidade, falta de visão jornalística e de competência de produção, ou, (o mais provável) a velha perseguição ao Palmeiras e aos palmeirenses que eles tanto e sempre desrespeitam, imaginando que, do lado de cá, só existam burros, bobos, tolos, néscios, inocentes ou débeis mentais.

A súcia global tem de se colocar na caveça que a torcida do Palmeiras é diferente de todas as outras, muito mais inteligente.

Eles têm de se convencer de que, se não mudarem o tratamento fingindo que sempre têm usado, simulando promover o clube, quando na realidade nunca estão, terão sempre o desprazer de ouvir verdades doídas e todas as diatribes lançadas contra eles pela torcida mais escolarizada e esclarecida do Brasil.

Ou vocês, palmeirenses, acham que se fossem os técnicos juvenis que dirigem o Fla e o Curica, o principiante Rogério Ceni ou outro técnico qualquer de menor expressão da série A, as suas participações teriam sido restritas ao mínimo espaço (verdadeira esmola) dedicado ao treinador campeão brasileiro, simplesmente porquê (quem não sabe disto?) Cuca é o técnico do Palmeiras?

Pode até ter ocorrido de Cuca ter voltado ao ar e à berlinda após as 23,20 H. pois não assisti ao restante do melodrama, quero dizer, programa.  Considero difícil e gostaria que me confirmassem se ocorreu!

Porém, ainda que assim ocorresse, as minhas críticas seriam mantidas pelo desrespeito perpetrado -mais um- contra o público que ficou completamente frustrado, na expectativa de uma entrevista à altura da importância do atual técnico do Palmeiras!

E se a tchurma global não sabe, terça-feira não é apenas dia de branco...

É também dia de negro, de mulato, de japonês, de nordestino, de estrangeiro, de palmeirense, corintiano e, enfim, de todos os brasileiros que trabalham e que precisam dormir cedo porque terão de levantar bem cedo para trabalhar e ajudar a fazer um Brasil maior e melhor!!!

COMENTE COMENTE COMENTE 

14 Comentários:

  • Às 16 de maio de 2017 05:27 , Anonymous Elcio disse...

    Eu, conhecedor da "beleza" do programa, fiquei zapeando de um programa a esse. Enquanto o Cuca não aparecia, eu não ficava lá.
    Conclusão, eu fui dormir à meia-noite, e nem se quer vi o Cuca lá.

    Fui dormir pensando que ele nem foi ao programa, ou estava com alguma camisa com diversas propagandas da Srta Leila que eles se recusaram a mostrar.
    Prefiri assistir ao Mundo Animal moderno.

     
  • Às 16 de maio de 2017 08:04 , Anonymous Elcio disse...

    Notícias circulam de que iremos de time mixto quente amanhã.

    Estou tão feliz e esperançoso com a troca do estagiário que não vou meter o pau.

    Temos elenco para seguir na Copa do Brasil desse modo.

    Pensando bem, será bem difícil seguir em todas as competições até o fim do ano, será desgastante, em algum momento será necessário fazer escolhas.

     
  • Às 16 de maio de 2017 08:21 , Anonymous Carlos Z/S disse...

    Elcio, se considerarmos o nível do elenco, não vejo problemas em rodar os atletas.

    Apenas nas laterais e no comando do ataque não há boas opções além dos que vêm sendo titulares.

     
  • Às 16 de maio de 2017 08:26 , Anonymous Carlos Z/S disse...

    Espero que a direção do Esporte Interativo não seja curicana e dê o devido destaque ao Palmeiras. Não só na transmissão dos jogos, mas também ao longo da programação.
    Ao fazer do Palmeiras a estrela do canal, vão ver a audiência bombar.
    Isso resolve dois problemas: o do EI que vai recuperar o investimento com lucros e vai calar a boca dos idiotas que dizem que o Palmeiras não dá ibope e que nossa torcida está encolhendo.

     
  • Às 16 de maio de 2017 11:25 , Anonymous Jorian disse...

    Difícil é acreditar em Palmeirense assistindo RGT, sobre a última parte eu gostaria muito que tivesse sido convidado o do Fla, do Curica, e que continuassem assim até o fim do futebol, gostaria muito do fundo do coração que o Palmeiras não aparecesse mais na RGT e sportv, assim como acabando com essa barbárie que é entrevista no intervalo.
    Conto os dias para a transmissão no EI.

     
  • Às 16 de maio de 2017 11:51 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Concordo integralmente com o texto de Alcides. O programa foi ridículo, estapafúrdio e caricato. Como sempre.
    Nem vou comentar, pois o Titular foi minucioso nos comentários. E eu confesso que mudei antes de canal, sem nenhuma paciência de ver a dupla Arnaldo/Galvão fazendo aquelas gracinhas destinadas aos telespectadores com miolos de ostras, como são os da RGT.
    Até o próprio Muricy homogeneizou-se junto àqueles babacas que fazem ponto no nauseabundo programete. Parece um autômato. Acho que lhe fizeram lavagem cerebral.
    Galvão apresentador é medíocre. gagueja, perde o foco, se esquece do que falou. Será o vinho em excesso ?
    Como narrador, SÓ NARRANDO, para mim é o melhor. No mais, mediano e chato.
    Caio Ribeiro posa de bom garoto. E é. Mas é muito bajulador e puxa saco. De todos os times, em especial de SP. Mas emite opiniões para agradar. Nunca para contrariar. Assim, me parece o babaca mor.
    Enfim, um programa a ser esquecido, como, aliás, por mim estava, antes de ontem.
    Quanto ao EI, Meu Deus ! A chatice televisiva em sua mais pura essência. Um monte de jornaleiros inexpressivos falando alto, sem nexo, se achando engraçados, mais parecendo estar em algum quiosque carioca, depois de passar o arrastão.
    Um lixo. Podem falar o dia inteiro do Palmeiras, que não ME cometerei o crime de assisti-los.
    Com isso, é melhor ler, ver, raciocinar, refletir, e não escutar esses jornaleiros.
    Assim, termos o Palmeiras que projetamos. E real.
    E não um Palmeiras formatado por imbecis do microfone.

     
  • Às 16 de maio de 2017 12:09 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Quanto à rodar os atletas, lembro aos amigos que somos um dos times que menos jogaram neste ano. E, antes de domingo, ficamos 11 dias parados. Um inhaca de dar dó.
    E já tem gente falando em time mixto ????
    Inacreditável.
    Até parece que tem mosquito tsé tsé na Academia. Esse pessoal anda querendo descansar e dormir demais.
    Que Cuca não entre nessa onda, iniciada pelo inepto MO, e continuada pelo ineptíssimo EB.
    Para poupar, é preciso estar, ANTES, cansado.
    Não há como poupar descansado. E descansados TODOS ESTÃO.
    Seria o mesmo que tentar urinar sem vontade, só para poupar-se de urinar depois.....
    Um contra-senso imbecil.
    Se não for o tsé tsé, deve ser aquele careca preparador físico, que gosta de ser macho e bater publicamente em jogador, como o fez com T. Santos, que não está condicionando os jogadores adequadamente.
    Aliás, depois daquela cena do empurrão, que deve estar entalado na garganta de vários jogadores, eu mandaria aquele sujeito para o lugar de onde ele jamais deveria ter saído.
    Não vou dizer qual é.
    O Blog não merece.
    E tenho dito.

     
  • Às 16 de maio de 2017 12:12 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    entalada....

     
  • Às 16 de maio de 2017 13:08 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Contra o Inter tem que ser força total, sacolar igual fez com o Vasco.
    Assim praticamente encaminhamos a classificação.

    Contra a Chape, aí sim, pode ser time misto.
    Contra Inter e Tucumán temos que ganhar bem, sem sustos, pra botar medo mesmo.

    Quanto ao "Bem, Amigos": finjo que não existe.

     
  • Às 16 de maio de 2017 14:32 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Tsé Tsé é o mosquito da doença do sono, muito comumente no continente africano, na faixa entre a África Saariana e a submarina. Insuperável também é cultura, não apenas um entendedor do esporte betão. E tenho dito, mais uma vez

     
  • Às 16 de maio de 2017 14:35 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Onde se lê submarina, leia-se subsaariana.

     
  • Às 16 de maio de 2017 14:40 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    E também onde se lê betão, leia-se bretão. Corretor ortográfico pessoal...

     
  • Às 16 de maio de 2017 19:11 , Anonymous Elcio disse...

    Até que os erros ficarm engraçados.

    Africa submarina, pensei que era algo pré dilúvio. :)))

    Tambem acho que nao deveria poupar ninguem, mas me preocupo mais com o Brasileiro do que a Copa do Brasil, não gosto muito da possibilidade de se repetirem os adversários na Libertadores,CB e Brasileiro. É muito jogo com o mesmo adversário, uma hora perde, e aí, pode ser a da competição principal.

    Felipao fazia isso quando ocorriam esse jogos, entregava o Paulista para ficar com a Liberta.

     
  • Às 16 de maio de 2017 19:12 , Anonymous Elcio disse...

    Pré não, pós.
    Esse foi erro estúpido mesmo.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial