Observatório Alviverde

09/05/2018

COMO SEMPRE, TINHA DE SER SOFRIDO: AMÉRICA MINEIRO 1 X 2 PALMEIRAS COMPLETO!


Perceberam que até com a força máxima é sempre difícil derrotar os adversários?

Ou alguém considera que o time que jogou e deu um show em Curitiba teria feito melhor ou tido melhor sorte? Duvido! 

É por isso que, tirante situações especialíssimas, o Palmeiras não deveria e não deve  -nunca-  abrir mão de jogar sempre com todos os titulares que, se são titulares é porque, via de regra e com uma ou outra exceção, são mais eficientes do que seus suplentes.

O resultado apertado de ontem, conquanto pudesse ter sido mais folgado, deixou uma nova lição aos eternos críticos.

Sim, aqueles críticos contumazes e juramentados que, quer o time perca, ganhe ou empate, não enxergam nunca o lado positivo das coisas.

Dirigem as suas diatribes contra o grupo incessantemente, reclamam de tudo e de todos, contra tudo e contra todos e verberam que nunca está bom e quando está dizem que não é bem assim.

São os mesmos que sonham acordados e imaginam que o Palmeiras nunca joga contra ninguém, que tem de ganhar todos os jogos de goleada e ser campeão de todas competições das quais participa.

Chega de ilusão! Fosse assim, então para que jogar e disputar campeonatos?

Essa gente nunca leva em conta que, do outro lado do campo, existe sempre um adversário que se desdobra e se multiplica quando enfrenta o Verdão. 

Aliás, o futebol brasileiro apresenta uma particularidade ímpar em relação, por exemplo, ao futebol europeu, onde os grandes clubes passam como um trator sobre os clubes de menor orçamento e popularidade.

Aqui no Brasil os times médios e os pequenos se agigantam quando enfrentam os clubes da elite e sempre dão intenso trabalho vendendo caro as derrotas. 
  
Todos eles, todos, mesmo, procuram a superação quando enfrentam os grandes... Isso é normal!

Entretanto, quando enfrentam o Palmeiras, mais do que superar-se , eles transformam qualquer amistoso em uma guerra, uma espécie de decisão, de jogo da vida, quanto mais aqueles jogos que valem pontos.

Isso me leva a  concluir que os anos se sucedem, o futebol muda, tudo muda, menos o fato de que o time mais importante do Brasil continua sendo o Verdão.
Clube algum é tão combatido, tão odiado e, principalmente, tão invejado!

Culpa, em primeiro lugar, da falta de traquejo administrativo de sucessivos presidentes e dirigentes, mas, principalmente, da falta de um "departamento de marketing e relações públicas" eficiente e atuante que aparasse essas arestas .

Culpa, também, da contínua perseguição de parcela considerável da mídia que, quando o Palmeiras devia muito e não conseguia montar bons times, vendia a ideia de que o Palmeiras era um clube endividado e à beira da insolvência, administrado por "italianos" racistas, arrogantes, pretensiosos e ignorantes, cuja torcida era pequena, velha, decadente e amplamente superada pela jovem torcida Bambi, e prestes a ser superada pela micro torcida do Santos. 

A partir do momento em que, sob Nobre, o Palmeiras resolveu e encaminhou as pendências da Sociedade Esportiva e voltou com força ao mercado, a mídia deu uma pequena recuada nas críticas mas sem deixar nunca de minimizar o valor de suas conquistas e de torpedear fortemente os seus mínimos tropeços. 

Hoje, se o Palmeiras vence eles dizem, sarcasticamente: "também, com esse elenco recheado e com toda essa grana investida, só tinha mesmo de ganhar"

Se o Palmeiras empata ou perdem a ironia e o sarcasmo são ainda piores: "nem com toda a grana investida esse time consegue ganhar de ninguém"!

São os mesmos profissionais (?) que ora  vendem a ideia de que o Palmeiras é um time milionário e arrogante, expondo-o ao ódio de todos os adversários que dão tudo de sí e algo mais nos confrontos com o Verdão.

A vitória apertada de 2 x 1 obtida sobre o aguerrido time americano foi decorrente do esforço conjunto, tanto e quanto da aplicação e entrosamento da equipe que, a julgar-se pela forma interativa como festeja os gols, parece estar muito unida. Isto é ótimo!

O time belorizontino, conquanto tecnicamente inferior, foi um adversário leal, duríssimo de ser batido, embora a vitória palmeirense, mais do que justa, tenha sido superlativamente justíssima. 

O Palmeiras não cumpriu contra o América uma performance esplendorosa ou paradigmática, mas, reconheça-se, em muitos momentos do jogo teve lampejos dignos de um Barcelona, de um Real Madrid, de um Bayern ou de qualquer outro grande time europeu, o que me leva a concluir que Róger está no caminho certo.

Taticamente o time atuou da mesma forma que vem atuando, privilegiando o toque de bola quando sai para o jogo evitando, na medida do possível, os chutões que só ocorrem de maneira emergencial. 

Da mesma forma o time continuou cauteloso na defesa, revezando o apoio dos laterais (Quando um ia o outro ficava), hoje um pouco mais soltos do que de costume e mantendo, quase sempre, além de Jailson, ao menos mais quatro peças para defender.

Fechado na defesa para dificultar a chegada do ataque adversário, o Palmeiras, pode-se dizer assim, foi -muito mais- um time de contra-ataques do que, propriamente de propor o jogo.

Atraia o adversário até a sua própria intermediária onde partia para o bote dos desarmes. Retomada de bola, explorava os contra-ataques e procurava penetrar no espaço obtido, com Borja "cambando" para os lados para atrair os zagueiros e evitar a compactação da defesa, e, ao mesmo tempo proporcionar o jogo vertical de Keno e  Dudu, principalmente de Keno.

É claro que momentos houve em que o Palmeiras teve, também, de propor o jogo e o time fez sem abrir mão de sair jogando lá de trás da primeira linha de defesa com muita troca de passes e um certeiro toque de bola que começava com Jailson, indo para os zagueiros, passando pelo meio de campo, até a área americana. 

Há que se registrar os lançamentos longos de virada de jogo visando a surpreender as defesas. Esses lançamentos estão cada vez mais precisos em relação aos jogos anteriores, sendo essa uma promissora "marca registrada" do time de Róger Machado, que, a  qualquer momento, pode ajudar a decidir muitos jogos. 

Infelizmente o Palmeiras tomou um gol decorrente de uma bobeada individual de Antonio Carlos, o que, em parte, abalou um pouco o psicológico do time e fez com que aquele velho ditado prevalecesse mais uma vez.

"As coisas nunca são fáceis para o Palmeiras"!

Que venha agora o Curica que chega para o derby mais uma vez reforçado por Daronco! (AD)

FICHA TÉCNICA 

AMÉRICA-MG 1 X 2 PALMEIRAS

Data: 09/05/18, quarta-feira
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte
 
Árbitro: Braulio da Silva Machado
Assistentes: Kleber Lucio Gil (FIFA) e Neuza Ines Back (FIFA)
Arbitragem neutra com erros para os dois lados NOTA 7 ao trio.

Público: 12.241 torcedores
Renda: R$ 132.987,00
A média de público do América é de menos de 5.000 torcedores.
O Palmeiras dividiu o público com o América.

Cartões amarelos: Rafael Lima e Leandro Donizete (AMÉRICA-MG)

GOLS DO PALMEIRAS
Borja, aos 38 do 1º tempo.
Keno,  aos 11 do 2º tempo
 
GOL DO AMÉRICA-MG
Serginho, aos 27 minutos do 2º tempo em falha infantil de Antonio Carlos.

TIMES 
AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto (Marquinhos), Messias, Rafael Lima e Giovanni; Leandro Donizete, Christian e Serginho; Luan (Ruy), Aderlan e Rafael Moura (Aylon)
Técnico: Enderson Moreira.

PALMEIRAS: 
Jailson. Salvou, no mínimo, dois gols. Saiu sempre bem do gol mas precisa aprimorar a saída de bola. NOTA 8.

Marcos Rocha - No geral, bem! Falhou  várias vezes por excesso de preciosismo e por querer se exibir para os seus co-estaduanos. Foi advertido por Róger. NOTA 7.

Antônio Carlos - Tirante a falha do gol, muito bem, sobretudo no jogo aéreo. Ganhou todas. NOTA 7.

Edu Dracena -  Comandou a defesa e teve boa atuação. Bom para sair jogando, Perfeito por cima e por baixo e quase perfeito na entrega de bola. NOTA 7,5.

Diogo Barbosa - Obediente tático, cumpriu com seriedade sua função e quase não foi notado em campo. Apoiou menos do que de costume e numa falha dele quase Serginho empatou o jogo. NOTA 7,5.

Felipe Melo- Magnífico início de jogo. Enquanto teve pernas e fôlego foi bem. NOTA 7.

(Thiago Santos) - Jogou muito pouco tempo, apenas no final do jogo. SEM NOTA.

Bruno Henrique - Excelente atuação. Boas trocas de passe e alguns arremates à distância. NOTA 7,5.

Lucas Lima - Além do passe milimétrico para o gol de Borja fez ótimos lançamentos, excelentes viradas de jogo e algumas enfiadas de bola que fizeram lembrar os seus melhores tempos. NOTA 7,5.

(Guerra) Entrou quase ao final do jogo e ajudou a segurar o ímpeto do adversário através da cadência do jogo, modalidade em que ele é um especialista. NOTA 7.

Dudu - Enderson Moreia colocou dois e às vezes três jogadores para marcá-lo. Ainda assim, a lucidez de Dudu, a categoria de Dudu e a visão de Dudu predominaram e o colocaram como um dos melhores do time do Palmeiras. E ainda existe quem diga que ele não é craque... NOTA 7,5 

(Willian) - Entrou no lugar de Keno quase no fim do jogo mas, ainda assim, empenhou-se, ajudou a defender, tocou bem a bola e deu muito trabalho à defesa americana quase fazendo um gol que teria dado mais folga ao time do Palmeiras para a decisão. NOTA 7. 

PERSONAGEM DO JOGO 
Borja - Perdeu, no mínimo, dois gols, mas, em compensação, além de fazer um, colaborou no gol de Keno. Lutou, bravamente,  do começo ao fim, não acreditou em bolas perdidas. NOTA 8,0.

CRAQUE DO JOGO
Keno - Quando  foi pra cima da defesa, driblando ou em velocidade, mostrou que, hoje, no futebol brasileiro, existem poucos jogadores de sua categoria. Além do gol infernizou a defesa americana. Embora atuasse mais pelo lado direito do campo, deslocou-se muito, confundindo a defesa adversária. NOTA 8,5

Técnico: Roger Machado
Ouso dizer que Róger ganhou o jogo por ter tido coragem de contrariar tantos que queriam que o time titular fosse poupado visando ao derby de domingo. Com essa atitude, Róger mostrou que tem personalidade e, em razão disso, além de meu respeito merece uma ótima nota. NOTA 8,0.

Em relação ao time nota-se que o Palmeiras melhora seu entrosamento a cada jogo, conquanto o esquema seja o mesmo, um pouco mais defensivista para o meu gosto. Em todo o caso, forçoso é reconhecer que houve progressos e que o time melhorou muito de rendimento.  Notaram que aquelas viradas de jogo de um lado para o outro de campo estão sendo cada vez mais certeiras? É fruto de treinamento!

Para que poupar o time e jogadores se o time ainda está longe de estar entrosado? (AD)

COMENTE COMENTE COMENTE 


44 Comentários:

  • Às 9 de maio de 2018 22:07 , Anonymous Cláudio de MG disse...

    Cheguei em casa. Ufa!!
    Como está difícil dirigir em BH.

    O PALMEIRAS não fez grande partida. Jogou para o gasto, como se diz.

    Diogo Barbosa e Borja (um gol e uma assistência) foram HORRÍVEIS!!

    Se tivéssemos um centroavante e um zagueiro de verdade seria 4 X 0. Más Borja é Antonio Carlos produziram o 2 X 1.

    Até quando Antonio Carlos, Sr Roger???

     
  • Às 9 de maio de 2018 22:50 , Anonymous Elcio disse...

    Até contratarem alguém, porque nenhum doa que estão lá prestam.
    Então, por enquanto, só testa apoiar.
    Porque pressionar o garoti antes do derby é burrice.
    Coisa de quem quer ver o pior.

     
  • Às 9 de maio de 2018 22:53 , Anonymous Elcio disse...

    Celular é uma merda.
    Doa - dos
    Testa - resta
    Garoti - garoto

    Burrice é burrice mesmo :)))

     
  • Às 10 de maio de 2018 10:03 , Anonymous Elcio disse...

    Sem derrotas o blog fica à míngua.

    Qual será o motivo?

    Tem uns colegas se contendo para não falar mal do final do jogo! :)))

    Vamos lá!!!
    Animem-se!!!

     
  • Às 10 de maio de 2018 10:23 , Anonymous Elcio disse...

    Já que está todo mundo quietinho, vou falar algo que penso sobre o Antonio Carlos ontem.

    Espero que essas falhas se tornem menos frequentes para não prejudicar a carreira dele, que parece ter futuro.

    Acredito que com o episódio de ontem ele tenha aprendido que não pode achar que é o Antonio Carlos original, dos anos 90.

    Depois das falhas contra curica e Boca, ele conseguiu se levantar e voltar a não dar essas presepadas, mas parece que com o passar dos jogos a confiança foi aumentando e o excesso de confiança trouxe o relaxamento.

    Ontem aparentou que ele estava seguro de que ia se livrar do atacante tranquilamente e tomou a decisão errada.

    Ele tem que estar ciente de que ainda não tem um nome formado na mídia e torcida para que cometa esses erros e passe batido.

    A auto-confiança trouxe uma enorme pressão desnecessária encima dele para o próximo jogo.

    Espero que a partir de agora ele faça o simples até se consolidar na zaga do Verdão, que tenho certeza ocorrerá.

    Ontem mesmo ele já mostrou que pode se recuperar, afinal ele acabou salvando o Palmeiras de tomar o empate.

    Apesar de que toda aquela pressão ao final surgiu porque tomamos um gol, o América estava morto até então.

     
  • Às 10 de maio de 2018 11:16 , Anonymous Grupo Oposição disse...

    Então Sr Elcio, quando criticamos e batemos nos elementos que aparecem aqui apenas e tão somente para fazer crítica pela crítica, bater no peito dizendo "eu tinha razão" ou quando começa a lambeção de saco de um ou outro aqui com o único objetivo de alimentar o ego alheio nós somos criticados e chamados de haters. Pense nisso Sr. Elcio, o sr notou a diferença quando o time ganha e até joga bem e quando o time perde. OPORTUNISMO PURO PETULÂNCIA AO CUBO. PIEGUICE AO EXTREMO

     
  • Às 10 de maio de 2018 12:06 , Anonymous Cláudio de MG disse...

    Pes no chão não faz mal a ninguém. Ganhamos ontem, é o que importa, más o América Mineiro é nível Alianza Lima pra baixo. Será candidato forte ao rebaixamento à série B.

    As "estrelas" do Coelho são Leandro Donizete, Rafael Moura, Luan e Cia Ltda.

    O elenco palmeirense é muito bom, más time por time NÃO esta na frente de Grêmio, Cruzeiro e até os GAMBÁS.

    Os gols que o Borja perde e suas tropeçaram na bola são ridículos.

    Antonio Carlos cada vez que vai na bola é um calafrio e entrega jogo sim, jogo não.

    Tenho quase certeza que venha um beque decente após a Copa e que a Colômbia seja campeã, o Borja artilheiro do mundial e vendido para a China, Japão ou Emirados Árabes Unidos.

    Repito: O elenco é bom e o Roger parece estar acertando a maneira da equipe jogar, más, falta um centroavante e um zagueiro de verdade.

     
  • Às 10 de maio de 2018 12:15 , Anonymous Elcio disse...

    Eu acredito no Antonio Carlos.

    Ele é inteligente, diferente da maioria, e saberá controlar o erro de ontem.

    Não foi um erro por ruindade, ou incompetência, ele só estava se achando, como dizem hoje em dia.

    Diferente do nosso centroavante que é um terror, esse sim, a torcida poderia cantar, e ô, e ô, o Borja é um terror.



     
  • Às 10 de maio de 2018 12:19 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos:

    1/2 classificaçao na CdB

    Boa classificaçao no Brasileirao

    ótima campanha no paulistinha, aliás a melhor

    1o na Copa Paraguyaia


    Com erros e acertos está indo bem.

    Minha preocupaçao nao é com o (fraco) A. Carlos, que alias se redimiu salvando um gol no rebote do Jailson.
    Minha preocupaçao é com os roubos(felizmente ontem nada houve)

     
  • Às 10 de maio de 2018 12:20 , Anonymous Elcio disse...

    Que a zaga precisa de reforços todos já sabem, desde o começo do ano.

    Principalmente porque o Dracena já tem idade e não suportará a maratona.

    Um zagueiro e um centroavante são necessários, o problema é que parece que a diretoria quer primeiro se livrar de Borja e do Harley Davidson.

     
  • Às 10 de maio de 2018 12:21 , Anonymous Elcio disse...

    Imagine se fosse outro time que estivesse na situação do Verdão.

    Melhor do Mundo!!!!

     
  • Às 10 de maio de 2018 12:52 , Blogger Ester Abea disse...

    Boa Elcio

    SE o SCCP ou SPFW tivessem a nossa campanha no ano:

    A imprensa marrom diria: "SCCP tem o nível da Seleçao 58"

    Se fosse o SPFW a Folha faria até infográfico mostrando que o SPFW está invicto desde 1901, se contar só jogos contra o Pratania FC(só jogou em 1901). E chamariam as moças de "ïnvictas".

    O que é a DESINFORMAÇAO...

     
  • Às 10 de maio de 2018 12:55 , Blogger Ester Abea disse...

    Sequencia no Br 18

    Gambás(F)
    Bahia(C)
    Ixpó(C)

    Dá pra deslanchar...

     
  • Às 10 de maio de 2018 13:25 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Gostei muito do Palmeiras ontem.
    Em certos momentos considerei a apresentação impecável.
    As invertidas de bola, a intensidade na marcação, desde os atacantes, bem como a saída rápida pelas pontas com Dudu ou Keno, tudo isso mostram um trabalho de treinador, algo que eu ainda não tinha visto há poucos dias atrás.
    O Time está a cada dia se entrosando.
    Mas precisa melhorar a defesa, não confio em AC, e Dracena está nos estertores da carreira, embora ainda muito bom.
    Para quê foi contratado Emerson Santos, de quem falava-se maravilhas, quando de sua aquisição.
    Mistérios do diretor corretor....
    Creio que se entrarmos com essa pegada contra os gambás, na casa deles, continuaremos a surpreender os anfitriões, levando mais uma vitória.
    O que a equipe precisa se conscientizar é que somente nos clássicos mostraremos ser um grande Time.
    De nada adianta vencermos várias batalhas, se perdemos a guerra.
    E jogo contra curica, bambis, sardinhas e flamerda, nessa ordem, são guerras mundiais !

     
  • Às 10 de maio de 2018 14:09 , Anonymous Elcio disse...

    Falando do jogo contra o curica.

    Eu gostaria muito de ver um comportamento peculiar de nossos atletas nesse jogo.

    Se marcarem algum pênalti a nosso favor, claro ou não, nossos jogadores deveriam se dirigir ao arbitro e perguntar:
    Posso bater?
    Já decidiram se foi ou não?

    Qualquer lance em que o arbitro errar a nosso favor, os jogadores deveriam não aceitar e pedir ao árbitro que reconsidere a decisão.

    -------------------------------------------

    Tenho quase certeza que irão nos favorecer nesse jogo que vale tão somente os três pontos.

    Se estivermos ganhando então!
    Aí é que vão aproveitar para falar que a dívida está zerada.

    -------------------------------------------

     
  • Às 10 de maio de 2018 14:13 , Anonymous Elcio disse...

    Sabemos que é difícil, mas nossos jogadores deveriam atuar com extrema frieza.

    Aconteça o que acontecer, reclamação zero.

    Não se dirigir ao arbitro em qualquer circunstancia.

    Como se já estivéssemos considerando três pontos perdidos.

     
  • Às 10 de maio de 2018 14:33 , Anonymous Grupo Oposição disse...

    Sr. Elcio, não respondeu minha indagação, favor ser um pouco mais educado.
    Sr. Verde Insuperável, será que irá parar de pedir Luxemburgo a partir de agora?

     
  • Às 10 de maio de 2018 14:33 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Uma pena, nesse horário não pude ver o jogo.
    Estou de olho aqui na opinião dos amigos para "pescar" alguma coisa além do que os "melhores momentos" mostram.

    Insuperável, na sua lista eu incluo o Boca, evidentemente durante a Libertadores.
    Essa vitória em Buenos Aires foi histórica.

     
  • Às 10 de maio de 2018 14:36 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Isso mesmo, Élcio.
    "Dívida zerada" e "o juiz erra para todos".

     
  • Às 10 de maio de 2018 17:42 , Anonymous Elcio disse...

    É que você não colocou o ponto de interrogacao, pensei que era só para pensar.

    De qualquer forma, cada um deveria pensar e falar o que bem entende.
    Cabe a quem ler, se quiser discordar, faze-lo o mais amistosamente possível.

     
  • Às 10 de maio de 2018 18:39 , Anonymous Jota disse...

    Aqui está a resposta.

    http://www.espn.com.br/blogs/maurocezarpereira/753445_ranking-de-penaltis-no-brasileirao-desde-2010-saiba-quais-sao-os-lideres

     
  • Às 10 de maio de 2018 19:49 , Blogger Libertad disse...

    DEPOIS QUE O ÉLCIO POSTOU FICOU MAIS FÁCIL...!

    Anônimo Elcio disse...
    Que a zaga precisa de reforços todos já sabem, desde o começo do ano.

    Principalmente porque o Dracena já tem idade e não suportará a maratona.

    Um zagueiro e um centroavante são necessários, o problema é que parece que a diretoria quer primeiro se livrar de Borja e do Harley Davidson.

    Elcio disse...
    Eu acredito no Antonio Carlos.

    Ele é inteligente, diferente da maioria, e saberá controlar o erro de ontem.

    Não foi um erro por ruindade, ou incompetência, ele só estava se achando, como dizem hoje em dia.

    Diferente do nosso centroavante que é um terror, esse sim, a torcida poderia cantar, e ô, e ô, o Borja é um terror.

    Capitão Alcides;
    Opinião, cada um tem a sua, Se não houver questionamentos, criticas para cada opinar defeitos do time e critérios da administração, é melhor fechar o blog..!

    Em tempo!! O time teve muita evolução no ataque, muito bom!!!
    Mas um dos maiores problemas não é a zaga propriamente dita, são os dois volantes, lentos, sem recuperação, prestem atenção!!!!!!!!!!!!!!!
    Nei Verde.

     
  • Às 10 de maio de 2018 20:53 , Anonymous Julio disse...

    O problema maior é o que o Jota postou.

     
  • Às 10 de maio de 2018 22:18 , Blogger STM disse...

    Vamos parar com esta mania de achar que contra o Palmeiras o adversário se agiganta, AD! É o Palmeiras que se apequena. É o Palmeiras que nao se impõe, nao atropela mesmo quando pode, evita golear os adversarios, faz 1x0 e recua... o Palmeiras nao bota medo nos adversarios.
    Ta parecendo o Galvão Bueno falando que contra o Brasil todos os adversarios se multiplicam em campo.
    Vamos cair na real, por favor!

    Agora, escrever que o Palmeiras lembrou o Real Madrid, aí ja foi demais...




     
  • Às 10 de maio de 2018 22:53 , Anonymous Alcides Drummond, o editor disse...

    Nei

    Você supôs (outra vez) que a postagem foi direcionada a você. ENE A O TIL. NÃO!

    NÃO, não faço nenhuma alusão ou referência a ninguém do blog e se fosse fazê-lo citaria nominalmente.

    Não falo no varejo, falo no atacado, naqueles que estão envolvidos diretamente na administração do clube ou em sua política.

    A sórdida campanha contra Dudu e outras ondas em detrimento do elenco derivaram daí.

    Aqui falamos a respeito do time e, aí sim, no varejo (sem ódio e com amor)e eu admito que cada qual tem a sua opinião.

    Se vc não gostar do time ou de algo ligado ao time, pode cravar à vontade. Opiniões escritas com seriedade e sinceridade não são cortadas.

    Em relação a vc quero dizer apenas que sei porque é tão intolerante em relação ao time. Eu também já fui assim.

    Vc ainda tem no subconsciente e na memória os grandes esquadrões que o Palmeiras montou e os grandes craques que vestiram nossa camisa.

    Assim como eu e como alguns que postam aqui, vc foi testemunha da qualidade do futebol de antigamente (não é saudosismo,é a mais pura realidade)que não se repete nos dias de hoje.

    Para que vc volte a ser feliz. "esqueça" os grandes times e os grandes craques a que assistimos. Eles não existem mais e tampouco voltarão.

    Exemplifico. Quando digo que Dudu é um craque, o digo apenas e tão somente num contexto de 2018 e dos tempos que vivemos.

    Na década de 90 ele seria (apenas) um bom jogador. Fosse nos anos 50s até 70s ele seria apenas mais um no elenco.

    O futebol infelizmente já não é mais o mesmo porque acabaram os campeonatos estaduais, a maior parte dos clubes do interior fechou e tem muito menos gente praticando futebol.

    Na prática vc não tem mais quantidade para tirar qualidade e os poucos jogadores criativos que aparecem são obrigados a se adaptar a esquemas defensivistas.

    Na década de 60, quando se chegava de trem a São Paulo pela Ferrovia Santos/Jundiai, se via centenas de campos dos dois lados da linha ocupados por milhares de jogadores principalmente aos sábados e domingos.

    Hoje não existem mais nem cinco por cento desses campos (todos em tamanho oficial) e os que sobraram estão sempre vazios.

    Passe a analisar o futebol pelo que é hoje, sem comparações com o passado e aprenda que um Thiago Santos(não jogaria num clube de ponta de nosso tempo)é um jogador extremamente útil como defensor e destruidor;

    Em nosso tempo a finalidade do jogo era outra, a de construir. Hoje é de destruir.

    Quem é o Keno(no máximo um Tato dos anos 80s) perto de um Gildo ou de um Julinho Botelho?

    Não acreditam em mim? Peguem o retrospecto deles, vejam os filmes e se convençam...

    Então, analise o futebol pelo que é hoje, na cruel realidade de hoje e nunca por comparação. Certamente, vc fará ainda melhores observações. Abs (AD)

     
  • Às 10 de maio de 2018 22:59 , Anonymous Superado disse...


    STM
    Volte pra sua turma!

     
  • Às 10 de maio de 2018 23:04 , Anonymous Anônimo disse...

    A curicada fica mais incomodada quando se elogia o Palmeiras do que quando se xinga o time deles.É impressionante!

     
  • Às 10 de maio de 2018 23:06 , Anonymous Super-Ado disse...

    Super-Ado escreveu o comentário acima.

     
  • Às 10 de maio de 2018 23:29 , Anonymous Verdão disse...

    Muito bem colocado.. estamos falando isso há tempos e fomos chamados de bater infantis

     
  • Às 10 de maio de 2018 23:32 , Anonymous Cansado do nei disse...

    Não tem mais quem atacar e foi pra cima do dono blog???vai se tratar Nei verde..

     
  • Às 10 de maio de 2018 23:39 , Anonymous Edson disse...

    Fluminense e Curica os times com mais penaltis marcados a favor e menos contra de 2010 para cá, conforme estimativa da ESPN.
    É uma situação vergonhosa, que a imprensa esconde.

     
  • Às 11 de maio de 2018 00:11 , Blogger Libertad disse...

    Ótimo raciocínio Capitão Alcides!
    Vc só esqueceu de mencionar que nos bons tempos passados os jogadores faziam da pele, nossa camisa.
    Sabe Alcides, sempre gostei de jogadores que sabem jogar, nunca tolerei brucutus, aquela seleção de 1982 não ganhou nada mas dava gosto de ver, tinha um cracasso em cada posição, menos no gol, Telê não gostava do Leão, que foi injustiçado..!
    Nei Verde.

     
  • Às 11 de maio de 2018 07:36 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Tirando a de 70, a melhor seleção foi a de 2002. Tinha Felipão, Marcos, Rivaldo, Cafu, Roberto Carlos, entre outros, MUITOS identificados com o Palmeiras. Foi, jogou muita bola, e ainda venceu a final sobre a Alemanha. E sem o mimimi dos fracassados de Tele, de 82. Nesse ponto, discordo do amigo Nei.

     
  • Às 11 de maio de 2018 07:41 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O que acontece com Felipe Mello? Segunda partida seguida fora de um jogo contra os ITAQUERANUS !!! Medo ?

     
  • Às 11 de maio de 2018 07:44 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O Palmeiras está indo fundo no STJD, da CBF, com o escopo de anular a final. Vejo grandes possibilidades de que isso ocorra. Por motivos jurídicos, políticos e de apoio popular. Ao contrário de muitos, eu aceitaria jogar uma nova final.

     
  • Às 11 de maio de 2018 07:45 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Prefiro perder 5 do Boca, do que 1 do curica. Essa é a minha régua.

     
  • Às 11 de maio de 2018 07:47 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Por falar nos marginais, eles jogaram muito bem contra o Vitória. Sinal amarelo ! Melhor, sinal vermelho ligado 24 horas na Academia.

     
  • Às 11 de maio de 2018 07:48 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Em falta de outros assuntos, tenho dito.

     
  • Às 11 de maio de 2018 07:56 , Anonymous Hugo Stiglitz disse...

    Insuperável deve estar com coceira no comichão de novo, fez 200 comentários. Não sarou o comichão?

     
  • Às 11 de maio de 2018 10:27 , Anonymous Também acho incoerente disse...

    Pior anônimo, não há críticas à arbitragem. Quer um exemplo? Quarta feira o juizeco tava loquinho pra prejudicar o Palmeiras, a moça bandeira viu falta no Keno num lance que ele iria sair na cara do gol. O quarto árbitro filho da puta metido a besta falou um monte pro roger, audível com o microfone do sportv. E o que esse blogueiro disse a respeito? Nada. Nada por ganhou queria ver se tivesse perdido. A credibilidade desse blog caiu quando esse mesmo escriba deu nota 8 pro árbitro mó jogo Palmeiras X internacional. Como é bom ser conveniente né Blogueiro Mayor.

     
  • Às 11 de maio de 2018 11:27 , Anonymous Acho mesmo, e daí? disse...

    Acha graça do que Elcio?

     
  • Às 11 de maio de 2018 13:13 , Blogger Libertad disse...

    Prezado insuperável, concordo com você, em se tratando de objetividade, time forte estrategicamente bem armado a seleção do Felipão sabia de suas limitações em alguns setores e se superavam, também pelo estilo forte do treinador.
    Mas aquela de 1982, tinha um craque em cada posição, os caras jogavam muito, pena que não foi bem armada para um torneio rápido, tipo mata, mata, as vezes pecava no excesso de categoria e faltava objetividade.

    Voltando ao dia a dia, tem um pessoal aqui que fica de plantão para ocasionar a discórdia, acho que pela falta de conhecimento, dialogo para discussão, vê na polemica, na ofensa uma maneira de participar. CONVOCO OS AMIGOS QUE NÃO SE MANIFESTE MAIS SOBRE COMENTÁRIOS DESSES INDIVÍDUOS, meu avô, italiano velho de guerra não cansava de dizer, "o maior tapa é o desprezo".

    Outra coisa que quero ressaltar, no meu modesto conhecimento, que os amigos observer bem.
    -Evidente que precisamos de um zagueiro de Renome, ótima qualidade, ate pelo fato de Dracena não aguentar mais essa agenda de jogos, e que Antonio Carlos é um zagueiro de razoável a bom, excelente no jogo aéreo,sua falhas como disse o Elcio são mais de se achar um Antonio Carlos Zago, ai que tem que entrar o treinador, chamar ele e cobrar, tipo faz o simples o feijão com arroz.
    Outra observação que tenho dito, nosso problema principal, esta na cobertura, estamos jogando com um zagueiro lento (Dracena) e dois alas que marca muito pouco, são ALAS, e dois volantes de categoria, bom domino, ótima saída de bola, passe qualificados, tanto que os resultados são no bom desempenho do ataque, apesar de Lucas Lima ainda não ser constante, mas por outro lado nosso volantes, são grandalhões, lentos, recuperação demorada, principalmente F. Mello, é o que esta nos ocasionando os piripacos que acontece quando o a adversário, sai rápido em contra ataques, podemos colocar Miranda, Thiago Silva, Mina, de zagueiros que se não corrigir isso não vai resolver, para usar os dois alas, F.Mello e B. Henrique no mesmo time, tem que se encontrar, buscar um equilíbrio para não acontecer o que vem acontecendo, numa dessa o adversário tem um aproveitamento bom diferente do America que não teve, nós vamos sair goleados.
    O que acontece?? com essa estrategia, marcação, cobertura errada, estoura em sima do Jailson com suas defesas milagrosas, ou em sima do A.Carlos que fica tentando cobrir de todo lado, as vezes no desespero.
    REPITO, O POSICIONAMENTO ESTA ERRADO, temos ai o Tiago Silva, ai é melhor deixar do jeito que esta, esse jogador também não vai resolver, entrando ele num lugar de um dos volantes, não somar em nada, alem de perder a qualidade da saída de bola, acho eu, que seria o caso de Tchê, Tchê por ser rápido e bom marcador o que eu acho..!!!

     
  • Às 11 de maio de 2018 15:26 , Blogger PedroVinicius disse...

    Palmeiras ainda não é um time que me inspira confiança.
    Não vejo aquela liga sabe?
    Vejo que ganhamos pelos destaques individuais, mas nunca pelo coletivo.

     
  • Às 11 de maio de 2018 21:23 , Blogger Libertad disse...

    Parabéns boleiro, comentário preciso.
    Nei Verde

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial