Observatório Alviverde

16/07/2009

UMA COISA É UM TIME EFICIENTE, OUTRA COISA É UM TIME AGUERRIDO - PALMEIRAS 2 X 1 FLAMENGO, À LUZ DA RAZÃO, NÃO DO CORAÇÃO!

Vencemos e estamos muito bem na fita. Mas que não nos enganemos . Há um largo caminho a ser percorrido até o título e ainda temos muitas carências. Hoje, contra o Flamengo, esbanjamos raça, empenho e atitude. Contudo não tivemos ofensividade e nem profundidade de jogo. Ameaçamos pouquíssimo o gol do Flamengo e duas bolas verdes, felizmente, entraram.
Marcos realizou tres defesas excepcionais em lances que poderiam ter mudado a sorte do jogo.
Quantas defesas difíceis fez Bruno, conquanto o Palmeiras dominasse, territorialmente, boa parte do jogo?
Creiam, não fizemos nenhuma superapresentação, mas colhemos um super-resultado, jogando, apenas, para o gasto. Pensem que atuamos como time pequeno, fechados atrás de linha da bola e só contratacando. Nenhuma crítica quanto à forma tática da equipe. O que quero dizer é que não impusemos o ritmo do jogo, principalmente a partir dos dois a zero, quando outra vez abdicamos de jogar e ficamos, estupidamente, tocando a bola de um lado para outro sem procurar o gol.
A tudo que foi dito acresça-se que Jorginho está longe de ser o técnico de nossos sonhos, o que também não quer dizer que estamos cobrando-lhe a saída imediata. Escalou bem o time, escolheu a melhor tática, mas foi um desastre nas substituições e por pouco não perdeu o jogo.
Que não se discuta ou critique a substituição de Edmilson, decorrente de aspectos físicos . Entrou Sandro Silva, ainda sem ritmo, o que se compreende pela ausências de Souza e de Jumar e pela incompetência de Mozart. Mas temos de cobrar de nosso interino a demora demasiada na saída de Saconi, cansadíssimo, já por volta de 10 minutos do segundo tempo, comprometendo o ritmo do time que só deixou o campo aos 21 minutos. Mas, substituí-lo logo por Capixaba é algo risível e ridículo como o próprio jogador encarregou-se de provar mais uma vez ao "tentar" entrar em campo contra o Flamengo. Se precisávamos fechar o jogo, não seria com essa ridícula alteração que o conseguiríamos. Definitivamente, Capixaba não é jogador para um clube como o Palmeiras.
Muito menos lacraríamos o resultado com a saída de Ortigoza, inexplicavelmente substituido por Marcão. Essa alteração, definitivamente, atraiu o Flamengo para o nosso campo defensivo e por pouco os cariocas não conseguiram a reversão ou, quem sabe, a própria inversão do resultado. Diego Souza, encarregado de ocupar o espaço do paraguaio no comando do ataque, por seu próprio estilo de jogo, voltava para dar combate atraindo os zagueiros flamenguistas em direção à nossa área. Ortigoza conseguia segurar os beques flamenguistas no compartimento de defesa e evitava que subissem para apoiar. Equivocadíssima, também, essa alteração de Jorginho. Uma palavra sobre o penalti cometido por Danilo sobre Adriano: infantilidade!
COMENTE VOCÊ TAMBÉM SOBRE O JOGO:

TRANSMISSÃO DO PFC
Transmissão doméstica (não havia ninguém de São Paulo na equipe) com os mesmos erros de sempre, repetição de gols em detrimento do espetáculo que se quer ver, estatísticas idiotas, reprises fora de hora e etc. João Guilherme, bom locutor, recebe apenas um 6 por excesso de opiniões e por ser narrador caseiro. Quando o Palmeiras fez 2 x 0 ele passou a "narrar pra dentro", quase sussurrando. Carlos Eduardo Lino, 7, Vitorino Chermont e Janaína Xavier, 7. Pelo menos estão respeitando mais o Palmeiras.
COMENTE

5 Comentários:

  • Às 16 de julho de 2009 09:47 , Blogger Chico Palestrino disse...

    Bom dia amigo Esmeraldino.

    Vi o jogo por outro prisma. Acho que enfrentamos um dos 03 melhores adversários do campeonato, o Flamengo está voando em campo e estava invicto há 11 partidas se não me engano.

    O Palmeiras foi tático, disciplinado, não que o Jorginho em apenas 04 jogos tenha conseguido dar um padrão de jogo que o Luxa não conseguiu em ano e meio, mas fomos além de tudo aguerridos, determinados e todos queriam o resultado. Os jogadores fizeram por si só um esquema que está dando certo e continuará enquanto eles se dedicarem a camisa alviverde.

    O Flamengo teve sim algumas oportunidades, mas nós tivemos muito mais em contra ataques mortais, o Sacconi poderia ter matado o jogo fazendo o terceiro gol, depois o CX no fim também perdeu outra oportunidade, Diego Souza desperdiçou outra chance um pouco antes e se olharmos o VT novamente vamos achar mais um ou dois lances, fora os dois gols muito bem trabalhados.

    Beluzzo errou na estratégia para contratar Muricy, ainda bem, agradecemos a Deus por esse erro, ele não queria, esnobou o Verde e que fique bem longe do Palestra.

    Um abraço ao amigo e aos participantes.

    Saudações Palestrinas!

     
  • Às 16 de julho de 2009 11:38 , Anonymous Anônimo disse...

    Olha, o Palmeiras fez um primeiro tempo impecavel, jogando muito bem, poderia até ter feito mais, e no segundo tempo foi natural a queda, até mesmo pelo cansaço fisico e a falta de opções ofensivas no banco e também pq o Floamengo tem um bom time e ogava em casa e é natural que faça pressão. o time está de parabéns, só não gostei no final quando o Jorginho tirou o Ortigoza e colocou o Marcão, pois chamou o Flamengo...mas valeu e muito a vitória

     
  • Às 16 de julho de 2009 11:55 , Anonymous Cristiano Rimoldi disse...

    se nao fosse o sacony que limitou-se a defender bem e a atacar bizarramente alem do juiz ter dado o penalti no diego seria pelo menos 4 a 0 só no primeiro tempo

     
  • Às 16 de julho de 2009 14:47 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    Parabéns Jorginho.

    Passou por um teste mais dificil e acho que continuará no comando do time pelo menos, até o time se mostrar previsível.

    Embora estranha as substituições, deu conta do recado e passou na minha opinião, pelo teste que faltava para a sequência.

    Esse ano ainda, eu não tinha visto o Palmeiras encaixar tantos contrataques perigosos, como nesse jogo. E com treino e dedicação dos jogadores, isso só vai melhorar, pois finalmente estão treinando, coisa que o Pokerman não fazia.

    Fica mais que evidente a liberdade que Jorginho deu a Armeiro para esse quesito.

    Ficou evidente também a liderança que tem Edmilson, Marcos, Pierre e ALELUIA IRMÃO DIEGO SOUZA, o resnascido das cinzas do Grêmio, que se continuar nessa cadência, me causará sérias queimaduras na língua.

    Daí fico pensando.....

    Não que não era o Luxemburgo que tirava essa confiança do Diego Souza?

    Não só de Diego Souza, como de todos jogadores?

    Notaram como estão mais unidos e comprometidos?

    Jorginho tem total apoio e confiança do elenco e por enquanto não se pode mexer nisso.

    Mas na minha opinião, ele já me deu sinais de que não tem condições técnicas para um momento em que precise mudar a tática do jogo e isso o tempo vai mostrar, apesar de que hoje, com aquelas parafernalhas de comunicadores nos ouvidos, se ele tiver um excelente olheiro vendo o jogo das arquibancadas, isso pode ser resolvido.

    Por enquanto, vida longa a Jorginho.

    NOTA: Mancini foi o criador de Marquinhos e Willians no Vitória e ainda está disponível e quem sabe, ele seja capaz de extrair 100% da capacidade dos dois e então o Palmeiras ganhe dois reforços importantíssimos para a sequência do brasileirão, porque Willians até agora apresentou somente uns 60% de sua condição técnica, enquanto que o Marquinhos apresentou ... quanto mesmo?, Quero dizer, Marquinhos do Vitória ainda não estreou no Palmeiras, é isso.

    NÃO É PEDIDO MEU, É APENAS UM FATO A SER CONSIDERADO PARA DISCUSSÃO.

    A DIRETORIA TEM SABEDORIA E TEMPO PARA PESAR AS COISAS. A NÓS TORCEDORES, CABE APENAS EXPOR ALGUNS FATOS OU SUGESTÕES, QUE ESTEJAM A NOSSO ALCANCE.

    Saudações Alvi Verdes de Coração a Todos.

     
  • Às 16 de julho de 2009 18:12 , Blogger Catedraldeluz disse...

    Alcides:

    Parabéns pelo texto! À luz da razão, sim!

    Fica Jorginho!

    "Construir para poder conquistar! Acreditar sempre!"

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial