Observatório Alviverde

13/09/2009

NÃO MERECEMOS VENCER

Que não se diga, em tempo algum, que faltou-nos o tradicional espírito de luta. Lutar nós lutamos e muito, mas era um jogo em que o empenho, por sí só não bastava, era insuficiente. Necessitávamos jogar com solércia, inteligência e acerto, mas tudo correu em molde diferente. Sem Maurício Ramos, fomos obrigados a jogar optando pelo sistema de três zagueiros com Maurício, Danilo e Marcão, tática, ao meu sentir, inadequada para quem vai enfrentar um time leve e rápido como o Vitória dentro da casa do adversário. Com a saída de Maurício e o recuo de Edmilson para compor o trio, complicaram-se muito mais as coisas e acabamos por sofrer dois gols letais às nossas pretensões, em que pese o esboço de uma reação tardia. Pierre faz falta, e como se sabe, em qualquer sistema que se adote, o maior desarmador do futebol brasileiro cobre os laterais, marca forte pelo meio e tem presença onipotente no setor. Com Pierre podemos atacar à vontade correndo menos os riscos de contrataques mais periogosos pelo desdobramento desse autêntico atleta-jogador em nossa defesa.
Então, além de dois componentes de nossa espinha dorsal ausentes, teríamos de amargar, também a ausência de um jogador presente, Cleiton Xavier ainda com o tornozelo baleado, e a ausência efetiva de Diego Souza, jogadores atualmente insubstituíveis em razão da indigência de nosso grupo. Como se tudo já não bastasse, com o gol prematuro, em falha grotesca de Marcos, perdemos Obina, também prematuramente, abdicando, praticamente de atacar. Assim o time viveu, exclusivamente das arrancadas de Armero pelo setor esquerdo, haja vista que Wendel sempre foi mais um homem de destruição do que de apoio e construção, cumprindo, apenas, teoricamente a função de ala. Nossos homens de frente, pouco abastecidos, fizeram o que podiam, recebendo bolas na fogueira e atuando quase sempre de costas para a zaga adversária sempre muito bem posicionada. Então, com a defesa sobrecarregada, desmotivada pelo erro de Marcos no primeiro gol, confusa, sem capacidade para sair jogando, sem Diego e sem Cleiton e pela primeira vez atuando bem abaixo de suas perspectivas, sem meio-de-campo, o Palmeiras soçobrou.
3 x 2 foi um resultado justo pois não fizemos por merecer a vitória, apesar do esforço comum e da determinação de muitos. Infelizmente o nosso elenco é limitado quando se trata de substituir peças-chave da equipe. Sem Diego e sem Cleiton, que, repito, hoje não fez nada em campo, o resultado não poderia ser outro. Mas, ao menos, lutamos e mostramos dignidade e, de qualquer forma, ainda somos o primeiro colocado. Que venha agora o difícil Cruzeiro, mas que o Palmeiras, que não terá Danilo, possa ter a volta de Maurício Ramos e o retorno consagrador de Diego Souza que tem o poder de transformar o nosso fraquíssimo ataque em um ataque avassalador.
Tres pontos nos seis que procurávamos em dois jogos extremamente difíceis podem ajudar a pavimentar o caminho em direção ao título. Agora só nos resta torcer!
COMENTE

PS - Na aba esquerda, segmento IMPRENSA, o comentário sobre a ridícula transmissão do PFC usando, talvez, uma equipe de rádio da Bahia.

13 Comentários:

  • Às 13 de setembro de 2009 22:30 , Blogger Catedral de Luz disse...

    Alcides, meus parabéns!

    Análise fria e imparcial. Nada parecida com as análises que andei lendo por aí - na pseudo "Mídia palestrina".

    Continue assim. Ganhou um leitor assíduo.

    "Construir para poder conquistar! Acreditar sempre!"

     
  • Às 13 de setembro de 2009 22:36 , Anonymous Jota Carcamano disse...

    Caríssimo Alcides,

    - Realmente, não merecemos vencer. Entretanto,a equipe do Vitória é tão fraca, que quase empatamos o jogo. E creio que, se jogássemos 10 minutos do nosso melhor futebol teríamos vencido.

    - Sinceramente? Foi falta no Love no lance que iniciou o 2º gol do Vitória. O pobre do Murici xingou o juiz, a mãe do juiz, os antepassados e descendentes do juiz... Nosso novo técnico está sentindo na carne como é treinar uma equipe que, ao contrário dos bambis, é constantemente prejudicada pelas arbitragens.

    - O Cléber Machado narrou a partida toda torcendo contra nossa equipe. A todo maldito instante ele citava a pontuação, a tabela, a vitória bambi de ontem... Narrar o que se passava na partida, que é bom, nada.

    - Casagrande comentando... Oh, Deus, ninguém merece.

    - Ainda somos líderes! Graças à Deus, teremos 10 dias para treinar até enfrentar os bambis mineiros. Podemos vencer lá. É só entrar ligados no jogo, pô!

    Um grande abraço ao Mestre Alcides e aos amigos Palestrinos!

     
  • Às 14 de setembro de 2009 01:15 , Anonymous Alcides Drummond, o editor disse...

    1 Comentário: Transcrito da postagem anterior. Tomei a liberdade de transcrevê-lo porque se refere ao jogo.

    Fernando Paluello disse...

    A vergonha do Barradão
    Um time irreconhecível, assim foi o Palmeiras hoje no jogo contra o Vitoria.
    O time mostrou que depende demais de Diego Sousa e Pierre.
    Marcos totalmente fora de jogo, ele simplesmente apagou em campo. Time que quer ser campeão não pode jogar dessa forma . Vargner Love tem que saber que não joga mais na Russia, o futebol brasileiro não é como o russo aqui meu amigo se tem que jogar igual a homem, não com toquinho pro lado. Agora nota 9,5 para o garoto Souza, jogou muito.

    APROVEITANDO O ENSEJO, OBRIGADO CATEDRAL E CARCAMANO PELAS POSTAGENS. Quem quiser acessar o BLOG DO CATEDRAL ENTRE NA ABA DIREITA DO OAV E clique em A "LUZ DA CATEDRAL"
    CARCAMANO
    1)AO EMPATARMOS, SE FORÇÁSSEMOS UM POUCO OFENSIVAMENTE TERÍAMOS MATADO O LEÃO.
    2)A Globo transmitiu ao vivo com Cléber Machado e Casa Grande? Tá explicado, "secaram" o nosso verdão. É só a Globo transmitir que a gente não vence. Faz tempo!
    3)Por que é que a Globo mantem um locutor tão fraco e inexpressivo quanto esse Cléber Machado? Sem citar os cobrões, eu me lembro de Oliveira Andrade, Luís Alfredo, Carlos Valadares e até Osmar de Oliveira todos muitos furos acima desse narradorzinho fraco imitador barato do Galvão. Fala tudo o que não interessa o tempo todo e se esquece de narrar o jogo.
    4) Por que os jogadores que trabalham na Globo são sempre recrutados dos Bambis, dos Gambás, do Flamengo e nunca do Palmeiras.

     
  • Às 14 de setembro de 2009 10:42 , Anonymous Anônimo disse...

    Concordo.
    Cléber Machado e os locutores do PFC falharam demais, perdendo gols e entregando bolas nos pés e cabeças dos adversários para fazerem os gols.
    Esses comunicadores são mesmo os grandes culpados por essa derrota.
    Falham muito, perdem gols, deixam o adversário fazer.
    Assim não dá.
    Jorge Venancio.

     
  • Às 14 de setembro de 2009 11:09 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    Bom dia.

    REFORÇOS.

    Se não vieram, bau bau.

    O Palmeiras é craque em perder campeonatos, desde os tempos de Palestrinos..

    E pelo que percebo, não é por falta de atitude do técnico, que praticamente "todo dia" pede reforço.

    Abram os olhos para série B antes que seja tarde.

    ================

    Sobre o jogo de ontem.

    Já nem ligo mais para essas crises do Marcos, porque é costumaz ele jogar HORROROSAMENTE como ontem e ficar nervosinho.

    Marcos é um goleiro excepcional, acima da média, coisa de extraterrestre mesmo.

    Mas o dia dia que ele apaga, APAGA MESMO.

    Ontem ví o Zetti e o Ronaldo, dois ex-goleiros, muito bons por sinal, que não condenaram, mas disseram que algo estranho aconteceu com Marcos.

    Ronaldo inclusive disse: PÔ, se fosse eu tudo bem, mas o Marcão não pô.

    E o Palmeiras sente e muito toda vez que o Marcos não está bem, independente dos elencos ao longo dos anos.

    No meu ponto de vista, foi ele sim, o maior culpado pela falta de equilíbrio do time, assim como em muitas partidas ele foi fudnamental na vitória.

    Se não dissesse isso, seria leviano.

    Meno má, que o Inter tomo lá.

    Com essa vitória o Cruzeiro fica tranquilão e quem sabe não imponha tanta resistência em casa.

    A merda é ter que esperar mais 10 dias pro jogo, o que tira totalmente o ritmo de jogo dos jogadores.

    Bom é isso.

    ** DIRETORIA, NÃO ESQUEÇA, REFORÇOS.O SÃO PAULO JÁ CONTRATOU O DELES, QUE É A ARBITRGAEM. ALIÁS, PARECE CONTRATO VITALÍCIO.

     
  • Às 14 de setembro de 2009 13:35 , Anonymous Ney Verde disse...

    Parabens Mestre;

    O Marcos falhou feio, por varias vezes, desequilibrou o time, se não fosse por tantos erros, ate poderiamos ter saido com um bom resultado......

    A a diferença.., nessas horas os bambis crescem o Rogeria faz milagres, e a juizada ajuda....

    Abraços Amigo...

     
  • Às 14 de setembro de 2009 14:19 , Anonymous Alcides Drummond, o editor disse...

    ao Jorge Venâncio

    As minhas restrições ao Cléber são de órdem profissional, não pessoal. Se ele se ativesse a narrar o jogo em vez de derivar por tantas tergiversações inúteis (imitando o maior palrador esportivo deste país, Galvão Bueno)até que seria palatável, deglutível, embora eu o considere um narrador com voz de repórter. Aí trata-se de preferência pessoal, posto que muitos o adoram. Particularmente, não gosto de locutores de voz excessivamente tenoril. Entendo toda a zanga manifestada pelo seu comentário e digo que você tem razão. Deixei de adir ao meu comentário a necessária onomatopéia de riso ao dizer que toda a vez que a globo transmite, perdemos. É óbvio que nem você nem ninguém são obrigados a advinhar que estou fazendo uma gozação. Só que, incrivelmente, a gozação acaba se tornando uma verdade. É obvio que pelo fator coincidência e não pelos locutores em sí. De qualquer forma que a maioria torce desbragadamente contra o nosso Palmeiras, ah, isso torce. Mormente quando assumimos a ponta do campeonato. O Cléber é um exemplo
    escancarado de anti-palmeirismo enrustido. Ou não é ?
    Só não vê quem não quer! Está mais na cara do que bigode. Por sua postura flagrantemente anti-palmeiras Cléber é um dos poucos locutores paulistas o qual troco pelos papas-cachês horrorosos inventados pelo Sportv e PFC.

     
  • Às 14 de setembro de 2009 16:45 , Anonymous sR_OceanoAzul disse...

    Boa tarde.

    Nisso eu concordo, não jogamos com inteligência,
    ou seja, como os líderes do campeonato. Era a posse de bola e não os passes longos.

    E o que afrontou mesmo, ao meu ver, foi o técnico ter demorado na substituição do Obina, isso não pode, coisa amadora somado ao Cleiton jogar baleado.

    Na tese, caro Alcides, eram 4 pontos nestes dois jogos. têm que ganhar no Mineirão e Vila Belmiro agora.

     
  • Às 14 de setembro de 2009 17:46 , Anonymous Enzo Palestra disse...

    Toda a vez que é feito aqui um comentário contra os comentaristas de tv entra um cara qualquer para dizer que comentarista não joga e coisa e tal. Eles fazem pior do que jogar porque alienam os torcedores menos esclarecidos, interferem na arbitragem (quem é que não lembra Milton Neves antes de Palmeiras e Atlético dizendo pro árbitro não marcar penalti e nem roubar contra o Atlético porque ele iria meter o páu), interferem indiretamente nas decisões do STJD, colocam no ar imagens de pseudo-agressões e pedem punição aos jogadores. Além disso narram e comentam os jogos dos times torcendo para uns e torcendo contra outros, gritando gols diferenciados e escondendo ou mostrando, dependendo do interesse os fatos. Exemplo: o jogo de sábado em que anularam um gol legítimo do Avaí e ninguém falou nada. Falaram muito rapidamente na hora e nem Milton Leite e nem o tal Risek voltaram ao assunto que mudou a história do jogo. Era como se o fato não existisse. Tenho certeza que esse senhor que se identificou como Jorge Venâncio deve ser um jornalista ofendido porque jornalista adora criticar mas se desespera quando é criticado. Quanto ao jogo perdemos porque o Vitória jogou muito mais do que nós e se a gente jogar do mesmo jeito contra o Cruzeiro vamos levar tinta.

     
  • Às 14 de setembro de 2009 17:52 , Anonymous Alceu Gutierrez disse...

    Eu acho que o Palmeiras jogou muita pouca bola contra os baianos e porisso mereceu perder porque a gente nunca tinha jogado tão mal como a gente jogou domingo.
    Eu estou com muito medo desse jogo do meu verdão contra o Cruzeiro que vai ter voltando para o time o Cléber e o Welinton Paulista e o jogo vai ser no Mineirão que é um lugar difícil de jogar e ganhar. Fiquei decepicionado com o Marcos que parece que tava mais preocupado em quebrar o recorde do Veloso do que em ter uma grande atuação. Ainda bem que depois do jogo ele ficou calado e não fez aquelas guerras de palavras que só serve para tumultuar o ambiente.
    Um abraço a todos

     
  • Às 15 de setembro de 2009 10:03 , Anonymous Ney Verde disse...

    Prezados Amigos:

    Vamos a realidade, temos um time, mas não temos um elenco, qdo perdemos um jogador titular, o substituto, não tem as mesmas caracteristicas, tem que se mudar o modo em que o time vem jogando, esse fato se da, porque não contratamos jogadores para formar time, mas sim para colocar em vitrine, e vizar lucros. Vejam vocês que os bambis, desde o infantil, ate o profissional, as carcteristicas o padrão é o mesmo, assim eles não setem dificuldades para repor alguma peça.

    Outro fator, é que craques são feitos para as horas mais dificeis, para decidir, puxar a responsabilidade, num jogo como o de domindo, mas o que vemos, são falhas, e mais falhas, me desculpem, o MARCOS tem seus creditos por boas atuações, mas tem feitos muitas lambanças, ídolo, não pode cometer besteiras, como as que vem cometendo há tempos, com todo respeito, mas o pnalti do Marcelinho, não faz que as pessoas vejam, que ele tem claro nos ajuadado, mas tem nos prejudicado em muito.....
    Os jogos tem que ser administrados, pontos perdidos nos empates em casa contra Santos, Gremio e Botafogo, vão fazer muita falta, nesse momento a tabela, é favoravel aos Bambis, e digo mais se eles pegarem a ponta.., ai a vaca já foi para o bréjo..babal.....
    Pode ate ser que sim, mas sou realista.., não acredito no Titulo, tem gente melhor que nós, só se for por muita sorte, que é o que o Palmeiras não tem, pois para ter sorte, precisa ter competência, e isso nos não temos....
    SEMPRE EM MEUS COMENTARIOS, DIGO QUE NA TERRA DE CEGO, QUEM TEM UM OLHO É REI......

    Abraços a todos.....

     
  • Às 16 de setembro de 2009 00:25 , Anonymous Tânia "Clorofila" disse...

    Uma coisa é a derrota do Palmeiras,outra, bem diferente, a narração de Cleber Machado e os locutores do PFC.

    Como disse o Anônimo, eles não perderam gols ou entregaram bolas nos pés e nas cabeças dos adversários para que pudessem fazer gols. E nem poderiam, não é verdade? ESTÃO LÁ PARA NARRAR A PARTIDA. O QUE VEEM E NÃO O QUE GOSTARIAM DE VER. E não é o que fazem.

    Da mesma forma que o Palmeiras não fez bem o seu trabalho, diante do Vitória, esses narradores não fizeram e nunca fazem bem o trabalho, quando é o Palmeiras quem joga. Os gambás ganharam do Inter no apito, o jogo seguinte também. E mais alguns depois e ninguém da imprensa parece notar. Avaí teve gol legítimo anulado, contra os bambis e a imprensinha parece nem notar. Para o Palmeiras, nunca foi penalti, estão sempre procurando impedimento nos gols que fazemos. Sem contar o suspeitíssimo tira-teima da Globo, que sempre aparece depois de uns minutos e, muitas vezes, briga com o que claramente o telespectador vê.

    Quanto ao Palmeiras, não jogou nadinha. E não acho que o Marcos seja culpado pelo desequilíbrio do time. É jogar peso demais em suas costas. Ele estava nervoso e até parece ter trauma do Vitória. Falhou no primeiro gol, mas não foi por sua culpa que Cleiton não jogou nadinha, que Edmílson foi ruim demais e que Marcão ficou plantado no terceiro gol. Vejam a sequência de imagens:

    http://blogdaclorofila.sopalmeiras.com/wp-content/uploads/2009/09/falhamarcozagueirojpg021.jpg

    Só que,não há um time nesse campeonato, que não tenha feito uma partida muito ruim. Cada um tem a sua vez. Continuamos na liderança do Brasileiro e temos um bom time, sabemos disso. Não ganhamos os pontos que nos mantém à frente, por acaso. Nosso problema é não termos elenco, o que nos atrapalha muito quando temos desfalques.

    Mas, graças a Deus, Lenny e Marquinhos já estão treinando com bola, Maurício Ramos, também. Obina vai pro jogo em Minas, Diego também, Love vai ganhando ritmo e vamos nos virando e segurando a ponta. Boto a maior fé que vamos ganhar lá em Minas.

    Saudações Clorofiláticas!!
    www.blogdaclorofila.sopalmeiras.com

     
  • Às 16 de setembro de 2009 15:56 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    O DIAS PASSAM.... REFORÇOS, NIENTE...

    Deixa ver se eu entendí o recado de Muricy, dito mais ou menos assim:

    "O Palmeiras completo tem um ótimo time, mas quando falta algum titular o Palmeiras sofre".

    Será que é por isso que ele queria o Edno? Ou pelo menos, algum meia canhoto, como sempre diz?

    Será que é por isso que ele disse, que não tem nenhum jogador com a característica do Pierre no elenco?

    Daí, fico pensando, quanto será que Maldonado NÃO VAI RECEBER por mês para jogar no Flamengo.

    Fico pensando quanto o Gilberto deve ganhar no Cruzeiro, ou mesmo, COMO DEVE TREINAR MAU O DEYVID SACONNI, porque não consigo entender sua relação para o banco e nem sequer é utilizado.

    Toda essa ironia besta acima, é só para lembra que ainda dá para increver jogador até dia 25 ou 26 (se não me enagano).

    E se este jogador tivesse chegado até ontem pelo menos, até quarta feira que vem, teria feito quase 10 dias de treino.

    O TEMPO PASSA... E O TEMPO É IMPLACÁVEL....

    SERÁ QUE FIGUEROA UM DIA VAI JOGAR?

    Nossos próximos jogos?

    Por enquanto, nem quero pensar.

    Saudações.

    NEY, Grande abraço.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial