Observatório Alviverde

07/09/2011

ATLÉTICO PR X PALMEIRAS. ESSE JOGO DEFINE OS RUMOS DO VERDÃO E, DIZEM, DE FELIPÃO!

 

Ganhar do Atlético, em Curitiba, nunca foi tarefa fácil.

Pior, ainda, na atual situação em que, de insustentável pode passar a desesperadora a situação do Furacão, na eventualidade de uma derrota.

Penúltimo colocado, o rubro-negro paranaense pode terminar a rodada segurando a lanterna se, ao menos, empatar com o Palmeiras.

Com apenas 18 pontos em 21 jogos disputados, se vier a empatar ou perder com o Verdão, pode ser ultrapassado pelo América Mineiro e assumir o último lugar.

O América vem de um empate contra o Bahia em Salvador e de uma goleada, em casa sobre o Vasco por 4 x 1. Com 17 pontos e subindo de produção, ameaça ultrapassar o Furacão.

O Atlético PR sabe que o seu lema, hoje à noite, é vencer ou vencer e promete partir para cima do Palmeiras.

Isso torna o jogo muito perigoso para o Verdão!

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

PALMEIRAS NÃO DEVE TOMAR A INICIATIVA

Conhecendo Felipão como conheço, não creio que o Palmeiras tome a iniciativa e imponha, de cara, o ritmo de um jogo ofensivo forte contra o Atlético PR.

O desespero do adversário vai fazer com que ele parta com tudo para cima do Palmeiras, visando a abrir o marcador.

Fará isso instintivamente, empurrado por sua vibrante torcida, sempre muito participativa e exigente.

Entendo que o desenho tático do jogo mostrará, a princípio, um Palmeiras cauteloso, jogando à espreita de um erro do adversário, explorando os contra-ataques.

Felipão, como de costume,  tentará, inicialmente, cozinhar o galo, ou para que se faça uma analogia mais pertinente, transformar em brisa o Furacão.

Só depois, se necessário tentar[a impor a força de seu grupo, sabidamente mais forte, mais técnico, mais consistente.

Scolari sabe que terá de ser calculista se quiser vencer o jogo

Nem vai se importar em ser chamado de retranqueiro!

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

OS NÚMEROS SÃO VERDES

As campanhas dos dois times são, diametralmente, opostas.

O Palmeiras, sexto colocado com 33 pontos, malgrado a campanha irregular, tem boas chances de brigar pelo título.

Tem chances ainda maiores de conseguir um lugar no seleto grupo dos clubes que vão disputar a Libertadores.

Já o Atlético PR, ex-campeão brasileiro, apenas luta, este ano, com o denodo de sempre, dentro da sua melhor tradição de time de massa, a fim de não cair para a segunda divisão.

Uma vaga na sul-americana é o máximo que pode conseguir neste Brasileiro, mas, para materializar este sonho, tem, antes de tudo, de evitar a degola.. 

Neste Brasileirão,  o rubro-negro paranaense só venceu 4 jogos (é o penúltimo em número de vitórias, só superando o América com 3) e esse é um mau sinal. 

Em 21 apresentações, empatou 6 vezes e perdeu 11,  Marcou 20 gols e sofreu 33, ostentando com um saldo negativo de 13 gols, superando, apenas do Avaí que já sofreu 20.

Tem o pior ataque do Brasileiro com apenas 20 gols e uma defesa que se não é a pior do certame, é muito vulnerável, e já levou largos 33 gols.

O Palmeiras alcançou 8 vitórias, empatou 9 vezes e perdeu 4. Marcou 27 gols, sofreu 18. Tem o terceiro saldo positivo da competição ao lado do Flamengo, totalizando 9 gols.

No rescaldo dos números, o Palmeiras lidera só em dois itens.

Um deles, pouco recomendável, e a liderança no número de empates, que divide com  Flamengo e Bahia.

Foram 9 igualdades, o que explica a limitação da equipe na tábua classificatória, ao menos até agora. É preciso vencer mais!

O outro item é altamente positivo. O Verdão tem a defesa menos vasada, em situação de liderança absoluta sobre as demais com 18 gols sofridos.

Seguem-no o Botafogo com 20 e o gambá com 21 gols sofridos, cujas defesas têm os números mais próximos aos do Palmeiras.

Na matemática do Brasileiro 2011,  os números mais expressivos apresentados pelo Palmeiras, sugerem, teoricamente, o favoritismo do Verdão contra o Atlético PR, embora, na prática, tudo seja bem diferente.

No primeiro turno, em Sampa, no Canindé, o Palmeiras venceu o Furacão por 1 x 0 em jogo complicado,extremamente difícil, que exigiu demais de nossa equipe, com um gol de Chico, aos 32  do segundo tempo.

O argumento segundo o qual o Atlético está desesperado e que, por isso, está sem confiança é inconsistente. O Palmeiras também está, tanto e quanto o Atlético PR carente desse fator.

Na verdade, em circunstâncias diferentes, tanto um quanto o outro time, passam por crisea técnicas e  psicológica, cada qual nas dimensões de suas realidades, responsabilidades, perspectivas e ambições.

Se o Atlético precisa vencer, vencer, para o Palmeiras, hoje, na Arena, é uma imperiosa necessidade. Para o Atlético por questão de sobrevivência, para o Palmeiras de concorrência,

O jogo promete muita luta, muito empenho, e muita pegada da parte dos dois times. Será, mais do que tudo, uma autêntica guerra de nervos.

Quem os mantiver no lugar certo vence o duelo!

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

O TIME DO PALMEIRAS

Felipão é um dos grandes mestres do engodo, do despistamento e da prestidigitação quando se trata de escalar o seu time.

Desde que assumiu o Palmeiras, confesso que nunca consegui acertar uma única vez qualquer escalação de Felipão, que cultiva ludibriar as expectativas da mídia e da própria torcida.

Forneço, primeiro, a lista dos que viajaram, para que, cada um possa imaginar o time que começa o jogo.

Marcos e Deola [goleiros], Cicinho, Gabriel Silva e Rivaldo [laterais], Henrique, Thiago Heleno e Leandro Amaro [zagueiros], Márcio Araújo, Marcos Assunção, Chico e João Vitor [volantes], Patrik e Tinga [meias], Kleber, Luan, Fernandão, Ricardo Bueno e Vinicius [atacantes].

O time que começou o treino, ontem, foi este:

Marcos; Cicinho, Henrique, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik; Luan, Fernandão e Kleber.

Não sei se, desta vez, vou acertar, mas creio que, desta vez, tenho boas perspectivas.

Acho que o time que inicia a partida seja, realmente, esse, pois se trata, ao menos em meu ponto-de-vista, da melhor formação com que podemos contar neste momento.

FALE SOBRE AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESSE JOGO E ESCALE O TIME QUE VOCÊ ACREDITA SER O IDEAL.

COMENTE COMENTE COMENTE

9 Comentários:

  • Às 7 de setembro de 2011 09:30 , Anonymous Edson disse...

    Daniel Batista – Jornal da Tarde

    SÃO PAULO – O presidente do Palmeiras Arnaldo Tirone tem falado que não quer vender Valdivia para o Al Saad, do Catar, porque sabe que se fizer isso a pressão sobre ele só vai aumentar. Mas segundo apurou o JT o chileno pode ser anunciado nesta quarta-feira pelo clube do Oriente Médio. A situação mudou radicalmente em menos de 24 horas.

    A novidade é que o jogador, ao ouvir os valores da negociação, se interessou e pediu para que a diretoria olhasse com bons olhos para a transação. Ou seja, que aceitasse a proposta e o deixasse partir. O empresário João Celso Moraes, direto do Catar, é um dos intermediários que negociam a transação.

    Tirone resolveu ceder e fazer a vontade do chileno e da maioria dos conselheiros e dirigentes, que entendem ser um negócio ‘menos pior’ vendê-lo do que ficar com ele até o final do ano. Por isso, o liberou para conversar com um representante do Al Saad. Na noite desta terça-feira esse intermediário se reuniu com o Mago para falar sobre detalhes do contrato e bater o martelo.

    EMPRESÁRIO DÁ SINAL VERDE

    O empresário Osório Furlan, dono de 36% dos direitos econômicos de Valdivia, também deu carta branca para fechar o negócio. “Ontem à noite (segunda-feira) jantei com o Tirone e disse que, por mim, teríamos que vendê-lo. É uma boa proposta e por isso dei sinal verde”, disse o empresário ao JT.

    Na tarde desta terla-feira, Tirone desconversou sobre o assunto. “Não falei sobre o Valdivia com o Osório. Não queremos liberar o jogador, porque estamos no meio do Brasileiro.”

    O Al Saad ofereceu 8,25 milhões de euros (R$ 15,1 milhões) pelo meia. O Palmeiras ficaria com 5,5 milhões de euros (R$ 12,9 milhões) e o restante iria para o Al Ain, dos Emirados Árabes.

    O que pode atrapalhar a negociação é Valdivia exigir algo além do que lhe foi prometido. Ele se recupera de um estiramento no músculo posterior da coxa direita, lesão sofrida quando defendia o Chile em amistoso contra a Espanha. (colaborou Marcius Azevedo)

     
  • Às 7 de setembro de 2011 10:33 , Anonymous NEY VERDE disse...

    Agora vão vender o chinelo, ou melhor Chileno, com o que o Palmeiras vai ficar, não paga nem o BANIF....., Depois a gente fica aqui ainda perdendo saúde na torcida por esse time. Algum torcedor que trabalha no ministério publico, tinha que fazer denuncias, afinal tem 14 milhões de cidadãos sofrendo com essas lambanças, deixando o Palmeiras cada vez mais probles, e os diretores mais ricos....

    Outra piada vem ai, compra por 100 e vende por 50, proble palmeiras, é o fim....

     
  • Às 7 de setembro de 2011 10:50 , Anonymous Edson disse...

    Alguns torcedores estão nos blogs, detonando o Valdívia e o Kléber.

    Detonar o Valdívia por que está tendo contusões é realmente gostar de ver só o lado negro.
    Toda vez que entra ele joga e se dedica ao máximo, embora não tenha rendido tudo o que sabemos que ele joga.
    Acusado de forçar cartão amarelo. Eu não vi isso. Só tomou botinada o jogo inteiro e não revidou. Reclamou da barreira que estava muito próxima e foi amarelado. Não vi má fé do chileno.

    O Ganso está com contusão semelhante, também não rendendo o que pode e os santistas não ficam detonando o cara.

    Está para ser vendido, como diz o a primeira postagem. Talvez seja bom para ele e para o Palmeiras, mas deve ficar a imagem de um cara identificado com o clube, que respeita a torcida e que será sempre palmeirense.
    Disso eu não tenho dúvidas.

     
  • Às 7 de setembro de 2011 11:10 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    Está se formando, ou já se formou, nos sites palestrinos, um movimento de antipatia contra Kléber e Valdívia. Do Kléber não vou falar, ele deu motivos, agora só jogando bem para fazer as pazes.

    Por outro lado, não concordo com descontar as justas frustrações que temos no chileno. Ninguém se machuca porque quer. Nesse caso, as baterias devem se voltar contra a comissão técnica, especialmente o preparador físico, e o DM.

    A não ser que a boataria e a fofocaiada sobre baladas e bebida saiam do campo do tititi e sejam comprovadas. Aí sim. Pau nele! Mas até agora não houve uma foto, um relato concreto, nada sobre o comportamento do Valdívia. Pelo menos que eu saiba.

    E sei que vão me xingar, mas dos três ídolos, Felipão, Kléber e Valdívia (Marcos está acima disso), se tivesse que escolher um para ficar, seria o chileno.

    Felipão está há um ano e tanto, parece que o limite atual do seu trabalho como TÉCNICO é esse mesmo.

    Kléber é bom jogador, mas no Palmeiras também já mostrou até onde vai.

    Valdívia é um meia diferenciado, difícil de se achar, que por diversas circunstâncias ainda não mostrou nem 20% do que pode.

    Eu esperaria mais um pouco por ele.

    Para que ataquem poucas pedras, recordo desde já que se trata apenas de uma opinião, uma preferência pessoal.

     
  • Às 7 de setembro de 2011 12:46 , Anonymous Anônimo disse...

    3 dias se passaram e nenhuma nota sequer sobre o Palmeiras no blog do Perrone...

    Dinho Maniasi

     
  • Às 7 de setembro de 2011 13:36 , Blogger Alexandre Higino disse...

    Caros amigos, hoje o palmeiras passará por grandes dificuldades mas acho que sairá vencedor dessa partida, o atlético está desesperado e isso pode favorecer muito o palmeiras que irá jogar no contra-ataque com certeza, Felipão vai esperar o erro do adversário para jogar...

    Mas como eu disse após o ultimo jogo, se arrumar algo melhor para fazer, não vou ver a partida, só fico em casa hoje se não tiver nada melhor para fazer... Depois vejo os lances e não me irrito mais...

    Com relação ao Valdívia, ou o palmeiras se decide e faz o cara jogar ou manda embora logo, não acho que seja ele a pessoa a sair do clube neste momento, já não temos jogadores da posição ainda vamos liberar o único que pode ajudar o palmeiras?

    Espero que o mundo fantástico de palmeiras se organize logo com relação ao isso e possamos focar somente nos jogos...

    Abraço a todos...

     
  • Às 7 de setembro de 2011 13:51 , Anonymous Benê disse...

    Eu ja nem sei mais o que falar do Parmera. So tenho tido deselusão e tristeza com o time. Não quero que o Mago seja vendido e Eu não acho ruim que o Kleber vai embora se é que ele vai mesmo. Se ficar a diretoria tem que jogar mais duro com ele que tá dando uma de muleque porq é expulso toda hora e fica falando que tá machucado,para evitar de jogar. Na semana passada eu li que ele tinha trenado normalna semana mas porque então ele não jogou contra o Cruzero? Acho que ele quiz fazer média com o ex time porque na certa tá querendo voltar para la. Hoje se a gente não ganhar desse time fraco do Furacão e melhor desistir de tudo, mas eu acho que ganhamos de 2 z 1. Gente valeeu.

     
  • Às 7 de setembro de 2011 20:32 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    Se entrar que nem entrou contra o Botafogo, se entrar nessa de "vamos segurar atrás primeiro, depois tentar alguma coisa", vai ser a mesma história.

    Na arena furachão o Atlético vai para cima, a torcida empurra. Sai gol dos caras (o pior ataque), vai ser um sufoco.

    Não espero mais que um empate hoje.

     
  • Às 7 de setembro de 2011 20:46 , Anonymous Edson disse...

    Dinho, o Perrone está sem fornecedor.
    Espero que não arrume outro.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial