Observatório Alviverde

03/09/2011

O PROBLEMA DO PALMEIRAS É MUDANÇA DE TÉCNICO! NÃO, MUDAR DE TÉCNICO!

 

Não sou o dono da verdade, mas sou o dono de minha opinião.

Respeito as opiniões antagônicas e dou boas vindas ao contraditório porque meu velho pai já dizia: “da discussão, nasce a luz”. È de que o Palmeiras, hoje, mais necessita.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Posso ser contestado, xingado, voto vencido, mas nessa questão aventada de mudança de técnico sou categórico: esta não é hora de Felipão sair.

Sinceramente, não sei porque batem tanto nessa tecla, quando exemplos bem recentes evidenciam que os nossos problemas, muito mais, são endógenos, isto é, internos e, muito menos, exógenos, quer dizer, externos.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Se vocês querem saber mesmo, o Palmeiras, nestes tempos, reedita o nosso maior rival, o Gambá,  nas décadas de 60 e 70, época da fila de 23 anos sem ganhar títulos.

Lembro-me bem!

A facção de Vady Helou (não me lembro mais da grafia do nome) era acusada de fazer tudo para que a facção de Mateus não alcançasse títulos e vice versa.

O Corinthians vivia sob o guante das ondas, dos boicotes , da fragilização e desestabilização emocional dos elencos, do suborno a árbitros para apitarem contra o próprio time e, até, pasmem, dos jogadores corintianos. Não sei se vamos chegar ou se já chegamos a tais extremos no Palmeiras.

O ambiente venenoso, gerado por grupos de conselheiros e de dirigentes em eterno conflito, carregados de inveja e ambição e em constante briga pelo poder, faz supor que muita coisa errada e estranha vem rolando há anos no clube e, principalmente, no time.  

Em razão disso, se me permitem uma sugestão, peço, encarecidamente, aos meus amigos palmeirenses, que analisem a relação Felipão/Palmeiras com isenção e reflexão, sob um prisma diferente da emoção e do radicalismo que tenho lido em muitos comentários

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Se mudar de técnico resolvesse a nossa situação teríamos sido campeões brasileiros há três anos com Muricy Ramalho, que levou o São Paulo três vezes ao título brasileiro e o Fluminense, no ano passado.

No Palmeiras, Muricy esteve longe de dar certo. Belluzzo queria Muricy, Cipullo não queria a saida de Luxa. Belluzzo demiitiu Luxa e Cipulo, Muricy! Como poderia dar certo?

Reparem que Muricy não apenas conseguiu perder aquele brasileiro como nem à Libertadores conseguiu chegar.

De quebra, o Palmeiras de Muricy sofreu derrotas humilhantes no Paulistão determinantes para a a sua demissão, ironicamente, através de quem deveria, de fato, ter sido demitido, Cipullo.

Digo mais: ainda que com um grupo de jogadores de melhor nível do que o atual, Muriçoca nem triscou nos primeiros lugares.

Felipão, ao menos, chegou perto no Paulistão, na Sul-Americana e ainda tem chances efetivas de chegar neste Brasileirão, principalmente agora que recebeu reforços para o ataque, até então, o nosso calcanhar-de-aquiles.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

A cobrança que está sendo exercida sobre Felipão, em meu ponto de vista,  está sendo odiosa, insana, irracional, desproporcional…

Se Muricy foi pior, (um milhão de vezes) do que Felipão, por que tratam o gaúcho da forma radical como o estão tratando?

Felipão tem os seus erros, mas quem não os tem? Muricy jogava numa retranca feroz, tanto e quanto joga Felipão, mas ninguém dizia nada.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Creio que já chega de atribuir a treinadores os fracassos do clube.

Entra técnico, sai técnico, entre mais renomados e menos renomados, entre velhos e novos, experientes e inexperientes,  conhecidos, desconhecidos e nada muda.

Não muda por quê?

Porque o nosso problema não tem sido e não é a ausência de técnicos competentes.

Qual clube brasileiro teve, em seqüência, Luxa, Muricy e Felipão, os três maiores e melhores treinadores das últimas décadas? Nenhum!

O que mudou com as trocas ocorridas? Nada!

E vêm muitos dizer que devemos contratar Renato Gaúcho? Quais as credenciais desse rapaz? Que trabalhos importantes realizou? Quantos títulos conquistou?

Se for pelo fato de ter sido um jogador famoso, há centenas iguais à ele ansiosos pela oportunidade em um clube como o Palmeiras. Detalhe: Custariam bem menos aos nossos cofres.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

O problema do Palmeiras, repito, pela enésima vez, não é o técnico, é diretoria.

O clube não tem, hoje, dirigentes capacitados como tinha, antigamente, à altura das exigências de um clube de nosso porte,  grandeza e tradição.

A maior liderança do Palmeiras, infelizmente, é deletéria, é destrutiva, é do mal e para o mal!

Estamos indigentes, absolutamente desertos de homens, de líderes carismáticos e de idéias.

Felipão é apenas mais um técnico a ser sorvido no torvelinho das paixões de uma torcida irada, tradicionalmente inquieta, passional, imediatista, enceguecida, e traumatizada por constantes derrotas e pela ausência de títulos.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Tenho lido algumas manifestações de  companheiros de blog, que me entristecem muito.

Não porque colidem com as minhas idéias, mas colidem com o clube.

Aliás, só um palmeirense consegue perceber que foram escritas por outro palmeirense, em razão do tamanho das heresias que só não são maiores, certamente,  do que a paixão que quem as escreveu tem pelo Verdão.

Então a gente para, respira, suspira e compreende. Só não aprova! Como aprovar insensatez!

Quando leio tantas loas e elogios a Lincoln, entronizado por muitos como um craque de primeira linha que nunca chegou a ser e nem, tampouco é, fico pasmo e perplexo.

Não consigo compreender como enaltecem um  jogador ardiloso, manhoso, calculista, mineiríssimo, que treinou muito mais na fisioterapia do que, propriamente, nos gramados da Academia.

Eu o conheço desde que começou no Galo e sei porque meu particularíssimo amigo Afonso Paulino o negociou com o futebol alemão!

O Palmeiras, estejam convictos, não vai passar ileso da gana jurídica de Lincoln, muito perto de encerrar a carreira, independentemente, talvez, de cumprir os compromissos.

Detalhe: até a página 999 desta novela, o Palmeiras está errado, mas espera-se que na página 1.000 o Palmeiras feche o livro e a conta, com o principal, os juros e correção, prtincipalmente correção!

O Palmeiras vai gastar uma nota preta pela incúria do Sr.Cipullo, um profundo (des)conhecedor de  futebol.

Com o seu indefectível olho clínico e à custa de muitos euros, foi buscar na Europa um veterano inativo, com a bazófia de que estava contratando um dos melhores jogadores do planeta .

Quando leio (perdoem-me a sinceridade) que Lincoln é um  intelectual. preparado, “estudado” e de nível maior do que a média dos jogadores, fico estarrecido porque o conheço desde que começou no Galo Mineiro e sei que não é nada disso..

Sei que ele é inteligente, que fala, corretamente o português, que coloca bem as palavras, os erres e os eles mas isso não significa que ele seja o portento cultural que tantos proclamam e, menos ainda, um líder de classe.

Se fala bem é porque, de Minas Gerais para cima, os estados e regiões não sofreram tanta influência da imigração,  e o português é mais bem falado por questões de atávicas, de costume e de tradição. Só isso!

Ainda que Lincoln fosse tudo o que imaginam, o falar bem não entra em campo. Dentro do retângulo de grama, o que vale, mesmo, é a linguagem da bola e esta, ele já não fala há muito tempo. Nem sussurra!.

Na verdade Lincoln só jogou bem enquanto teve bom físico a apoiar a sua, vá lá, boa técnica. Hoje é, apenas, uma caricatura do bom jogador que foi. Eu disse, bom e foi! Quem tem olhos para ler, leia e capacidade para entender. entenda!

Ele não tem mais nada, absolutamente nada de útil ou de proveitoso a acrescentar ou a oferecer a nenhum clube no estágio técnico e físico do atual futebol profissional no Brasil.

Menos, ainda, em  um clube da exigência do Palmeiras que entra em campeonatos com a responsabilidade precípua de , no mínimo, disputar títulos.

Ele é mais um baixote enfeitador sem força e sem físico, igual a tantos que passaram pelo Palmeiras e não deixaram saudades.

Sua contratação, está provado, foi um equívoco.

Alguém sentirá, honestamente,  saudades de Lincoln? Quem sentir, desde que esteja sendo sincero,  que me atire a primeira pedra!

O que me irrita é que usam as declarações de um “morto” a um canal (o Sportv) em um programa cujo produtor, corintiano, adora difundir matérias que fomentem crises no Palmeiras, e, pior, que isso seja usado como justificativa ou pano de fundo para se falar em demitir Felipão e amentar o volume das críticas.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

A grande verdade é que pouca gente gosta de cobranças e, muito menos de líderes enérgicos, que  impõem disciplina, método e obediência às suas órdens em busca dos resultados colimados. Felipão é assim! 

Entendo que mesmo os jogadores mais técnicos têm de colaborar na marcação porque o futebol é um jogo coletivo. 

Acontece que,  para exercer esse papel qualquer atleta tem de estar voando em campo. Para voar em campo é necessário estar bem fisicamente. Para estar bem, fisicamente,  é necessário treinar. Perguntem a Felipão se Lincoln gosta de treinar! Se não acreditarem nele, pertuntem-me, por favor!

Digam todos o que digam, pensem todos o que pensem, o que Scolari disse a propósito de de Lincoln, creiam firmemente nisso, é verdadeiro:

“ - É bom ele dizer que está feliz no Avaí, com o Palmeiras pagando 70% do salário. Como é bom ter felicidade assim... Agora dentro de campo, correr, treinar, dar carrinho, aí é brabo.

“ O tempo vai se encarregar de dar uma resposta a vocês”.

Pego gancho na última frase de Felipão e aposto que Lincoln, que nunca gostou de treinar, nem quando jovem, vai ajudar a afundar o Avaí no buraco fundo da segunda divisão.

Vai fazê-lo não só porque é “bananeira que já deu cacho”, como pelo cisma que, certamente, vai provocar no jovem elenco avaiano, se não conseguir a titularidade.

Das alegrias possíveis, decorrentes da aquisição de um  “chinelinho pom-pom” , a torcida do Avaí já desfrutou de duas, a chegada de Lincoln e os dois gols marcados

A maior delas, certamente, virá quando ele retornar ao Palmeiras para, conforme adiantou na entrevista, estudar uma ação na justiça contra o Verdão que, para mim, parece certa tanto quanto dois mais dois são quatro. Será que o Avaí vai escapar?

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Felipão tem errado muito, mas convenhamos, trabalhou com os jogadores que o Palmeiras tinha no elenco, mais algumas poucas  e modestas indicações. Até reduziu a folha de pagamento.

Nesse aspecto o seu erro maior foi ter indicado Rivaldo, um jogador absolutamente comum, sem estofo para vestir a nossa “maglia”. Em compensação trouxe Tiago Heleno .

Henrique disse, claramente, que optou pelo Palmeiras também pelo fato de Felipão ser o treinador.

Gérley dá pinta de que vai ser útil, Ricardo Bueno é uma incógnita e Fernandão eu não tenho nenhuma dúvida de que foi uma ótima contratação. Carmona está chegando!

Então, não são tão desastrosas como muitos apregoam, as indicações de Scolari, também usadas por seus desafetos visando a demiti-lo.

O que não entendo é que, mesmo sabendo que a diretoria não queria e nem quer contratar ninguém alegando falta de dinheiro, ainda assim transferem toda a culpa ao técnico.

Seu maior erro tem sido o defensivismo exagerado (ele tem errado muito neste aspecto) e a escalação de times repletos de volantes de contenção sem nenhuma força ofensiva.

Outro erro palmar é exigir de jogadores fisicamente frágeis, “trabalhos de Hércules” para  impor uma marcação de campo inteiro sem entender que atacante cansado tem dificuldades para penetrar nas defesas, para chutar e para fazer gols.

@@@@@@@@@@@@@@@@

Na convivência com centenas de preparadores físicos, ao longo de 40 anos na função jornalístico-esportiva, aprendi algo muito importante:

No futebol moderno, em que o físico acaba, não raras vezes, prevalecendo sobre a técnica,  os times vencedores têm de marcar muito, sim, mas na chamada meia-pressão.

Têm de exercer o rigor de marcação e chegar junto, mas, sempre do meio de campo para trás.

O procedimento visa a economizar energia e atrair o adversário para o ataque, e surpreende-lo no com terreno livre, e marcação aberta, em velocidade, no contra-ataque.

Essa seria a forma mais inteligente de exercer o esquema que, a exemplo de Murici, de Roth de Tite e de tantos outros técnicos, sobretudo os gaúchos da escola de Enio Andrade, também é  adotado por Felipão.

A tal marcação da saída de bola, a maioria das vezes desgastante e infrutífera,  pode ocorrer uma vez ou outra, como opção, mas nunca como uma sistemática de jogo conforme acontece com o Palmeiras. Desse jeito não há tatu e nem atacante que aguente.

Jogar marcando a saída de bola, quando não se tem jogadores com capacidade física e aeróbica para isso, (é o caso do Palmeiras)  não passa de um desperdício de talentos e, na maioria das vezes, um tiro no pé.

Vejam que os nossos atacantes marcam tanto, mas tanto e tanto, que ficam sem fôlego para exercer a principal função que é atacar e fazer gols.

Quando conseguem chegar tocando estão cansados, esfalfados, já sem força para uma finalização consistente e certeira.

Essa é a razão precípua da esterilidade de nosso ataque e a explicação mais lógica do porquê perdemos ou deixamos fe fazer tantos gols.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Felipão erra, também,  em insistir com determinados jogadores como, por exemplo, Tinga e Vinicius que não têm correspondido nunca, apesar das  tantas oportunidades que receberam para entrar no time.

Mesmo sabendo que a principal jogada de seu esquema é a bola parada de Assunção, Felipão também erra ao manter esse jogador até o final de todas as partidas mesmo quando ele já não dispõe mais  de condições físicas para permanecer em campo, restringindo o poder de marcação da equipe.

Perdemos ou deixamos de ganhar muitos jogos por isso! Por isso perdemos a final a Sul-Americana para o Goiás!

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Esse rodízio mandraque de goleiros inventado e imposto por Scolari em função do amigo Marcos, também não vem pegando bem. Não funciona! Prejudica o time!

Goleiro tem de ter sincronismo total com a defesa, na bola e no grito. O primeiro gol do Botafogo dificilmente sairia, fosse Marcos o goleiro. Seus gritos constantes colocariam a defesa em prontidão!

Independentemente de quem seja o nosso guarda-redes titular, é necessário constância de atuações, sem o que não haverá pleno entrosamento defensivo!

Goleiro precisa, mais do que qualquer jogador de outra posição, de ritmo de jogo. Pela primeira vez levamos três gols em um jogo neste brasileirão! eola estava meio sem ritmo de jogo

Marcos e Deola, principalmente Marcos, são goleiros acima da média geral e tanto um quanto o outro pode jogar. A indefinição é ruim para os dois e para o time. O rodízio é burro e desaconselhavel!

@@@@@@@@@@@@@@@@

Creio que devamos, todos, continuar as críticas contra Felipão, aumentando, até, o tom das cobranças, mas de uma forma construtiva.

O que sinto, neste momento, é que há uma ânsia indomável e incontida de grande parte de nossa torcida pela deposição imediata de Scolari, mas, quem tem bom-senso sabe que este não é o melhor caminho. Até Frizzo sabe disso!

Não fosse assim Felipão teria sido demitido sumariamente após a coletiva desta tarde, pego pela palavra, quando declarou a propósito de seu contrato:

“ Por mim eu já disse 10 vezes. Trouxe minha família, não tenho intenção nenhuma de sair, mas é dose, precisa ter saco para aturar todos os dias as mesmas bobagens. E o pior é que eu sei quem faz isso, portanto vou dizer: amanhã, zero o Palmeiras me paga, vou embora, zero pago ao Palmeiras, vou embora, mas quero isso no papel.”

Só um homem de bem age assim!

@@@@@@@@@@@@@@@@@

A propósito quem seria o técnico ideal com capacidade para dirigir com ,eficácia o grupo apenas razoável de jogadores que temos hoje, bastante melhorado com os reforços que chegaram e, devagarinho, vão se ajustando e se adaptando:

Renato Portalupe? Candinho? Galo? Levir Culpi? Jair Picerni? Márcio Araújo, Valdir Espinosa? Bonamigo? Jair Pereira? Márcio Araújo? Sebastião Lapola? Marco Aurélio? Paulo César Gusmão? Toninho Cecílio? Osvaldo de Oliveira? Paulo Autuori? Jair Picerni? Estevam Soares? Marcelo Vilar? Nelsinho Batista? Émerson Leão? Afinal, quem?

Alguém sugere outro nome?

É óbvio que entre todos os mencionados existem uns poucos profissionais capacitados a dirigir o Palmeiras. Qual deles, porém, é melhor que Felipão?

A propósito fiquei sabendo por um amigo da imprensa paulistana que Émerson Leão é o nome favorito de Frizzo caso Scolari entregue o cargo. Vale a pena essa troca?

Meus amigos, se Arnaldo Tirone, que do velho Tirone só tem mesmo a descendência,  tivesse culhóes para afastar Frizzo (ele não tem), o Palmeiras faria um melhor negócio do que demitir Felipão. Em qualquer circunstância!

Como se nota, o problema esta em cima, na cumeeira, na chaminé. O buraco, desta vez, não está mais embaixo!

COMENTE COMENTE COMENTE

15 Comentários:

  • Às 3 de setembro de 2011 09:10 , Anonymous Edson disse...

    Alcides, Novamente um arrazoado imbatível.
    Só não entendi o título.

     
  • Às 3 de setembro de 2011 10:09 , Anonymous Marcelo disse...

    É isso aí Alcides, é isso que venho dizendo há tempos que o problema não são os técnicos que passaram mas o de uma DIRETORIA atuante e profissional.
    Rezo para que as pessoas das alas Beluzistas, Mustafistas, Tironistas e outros istas se dêem as mãos e entreguem o Palmeiras a uma diretoria de futebol profissional como foi na era Parmalat.

    Temos um bom time titular, mas não temos elenco. Nesse jogo contra o Botafogo os únicos atacantes que tinhamos era Fernandão e Ricardo Bueno, cabaços do time. É mole ou querem mais?

    Felipão tem errado como bem enumerou o Alcides, mas analisando os outros times que não são diferentes do nosso o que muda é a atitude, o Flamengo precisou de uma crise criada aqui no PALMEIRAS para o Ronaldinho começar a jogar bola, o Botafogo está nessa arrancada pela liderança do Loco Abreu e Elkeson. O Palmeiras precisa também dessa atitude vencedora. Que começa pela contratação com prioridade de atacantes, que começa com Diretoria que saiba contratá-los...

    Abraços,

     
  • Às 3 de setembro de 2011 10:59 , Anonymous Anônimo disse...

    Parabéns pelo post !!

    Torcedor Realista

     
  • Às 3 de setembro de 2011 10:59 , Anonymous NEY VERDE disse...

    Amigo Alcides:

    Sobre o Lincon: Concordo com você em tudo, seu comentário, não tem que por nem tirar.

    Sobre os Goleiros: "Em minha opinião" Para o bem do Palmeiras, ao Marcos, só temos que agradecer, mesmo com sua Santidade do passado, hoje é mais que evidente que mate-lo nessa condição, é simplesmente arrumar um problema a mais para um time que já tem um monte, você disse tudo qdo falou da posição de goleiro, hoje para o time Deola é a opção mais correta.

    Marcos Assunção: Tenho a mesma opinião, e acrescento mais, enquanto esse jogador aguentar se arrastar o Felipão vai ficar na dependencia de sua cobrança de falta. Contra o Botafogo, ficou evidente "Entro com cinco volantes e tento um golzinho com a bola parada" MEU DEUS, ISSO É MUITO POUCO PARA O PALMEIRAS..., É HUMILHANTE....

    FELIPÃO: Quando você fala em carater, homem, postura, hoje no futebol, não tem pessoa igual, mas quando analizamos no quesito técnico, não temos duvida nenhuma que esta ultrapassado, notamos que o Palmeiras em sua mão, não tem futuro, não se nota evolução nehuma, jogo após jogo, o time é sem padrão, não tem jogadas, não tem esquema...., NÃO TEM FUTURO, e o pior se os melhores jogadores estão embirrados com ele pior ainda. Ele tem uma personalidade de muita teimosia, respaldado no seu passado, mas hoje as coisas mudaram, hoje o técnico bem sucedido, é aquele que procura tirar o maior proveito dos jogadores que tem em mãos, sem mudar muito as suas caracteristicas, mas o Felipão quer que os caras fazem o que não sabem, ai ele pega os grossos os limitados, que aceitam qualquer coisa e poe para executar suas teimosias ultrapassadas, causando descontentamentos e rachas...,
    Vejo que ele Felipão, não tem mais nada a acrescentar ao time, durante todo o tempo em que lá esta o esquema é o mesmo, e vai ser assim ate sei lá quando.
    Acho que um técnico com mais modernidade, que deixa o time jogar, um técnico mais amigo dos jogadores, mais boleiro, mesmo que não tenha curriculo de campeão, acho que daria mais certo, ou seja seria menos ruim, pior que esta não fica, meu DEUS é muita borrice, dois laterais esquerdo, cinco volantes, não impoe respeito a ninguem, já entra com cara de perdedor, depois fica ai arrumando desculpas, a ultima é que o time entrou se achando por ter ganhado dos gambás..., ha faz favor né!!!!
    Um exemplo; Caio Jr. o botafogo, não tem um elenco fora de série, mas se vê que o time joga com graça, joga solto, joga feliz.
    Quanto ao Palmeiras, tirando lá um jogo ou outro, da vergonha, ate parece o Juventus dos anos 70.
    Meu amigo assistir jogos do Palmeiras hoje, é uma tormenta, a minha família esta me pedindo para que eu não veja mais, tanto é o mal humor que esta me causando...rs...

    Diretoria: Sem comentários, ai o amadorismo é total, não conseguem, não tem peito nem para protestar contra os esquemas evidentes que montaram para prejudicar o Palmeiras.
    Ressumo; Acho que uma mudança, não iria ficar pior do que esta!!!!!!ate mesmo para as arbitragens (ladroagem), os caras não gostam do Felipão.
    Agora..., LEÃO NÃO..., ai deixa ele mesmo.....

    Abraços.

     
  • Às 3 de setembro de 2011 11:47 , Anonymous Edson disse...

    Ñey, concordo com muito do que você falou.
    Só uma discondância, como o devido respeito.
    O Felipão não é diferente de nenhum outro treinador. Todos são retranqueiros.
    O time do Botafogo só é bom, como você mesmo citou, pelas presenças do Elkeson e do Loco Abreu.
    O Felipão quiz o Elkeson, a diretoria não trouxe, a torcida implorou pelo loco, a diretoria nem deu bola... e assim vai.
    Tivéssemos um centroavante bom de bola e um meia canhoto bom de bola, estaríamos nas cabeças.
    Isso sem falar na roubalheira: perdemos pontos na mão grande para o S. Paulo, para o Bahia, para o Vasco(gol do Dinei - não sei se na
    sulamericana), etc... não lembro de outros, que eu sei, existiram.

    Nosso problema não é o técnico, são as alamedas do palestra, recheados de velhos políticos e imcompetentes, que querem mesmo é lugar cativo no campo da bocha, de onde devem sair conspirações mirabolantes.

    Fora velharada! Profissionalismo já!

     
  • Às 3 de setembro de 2011 12:56 , Anonymous Anônimo disse...

    Alcides e amigos, bom dia!

    Vcs sabem o que penso sobre o Lincoln e o que eu acho que vai acontecer em relação ao Kleber e Valdívia atuando com essas exigências táticas.

    Mas na minha opinião Felipão É o técnico, é o cara e acabou a conversa.

    Segue o enterro...

    Não esqueçam que o Elkson foi pedido pelo Felipão e ele só não é jogador do Palmeiras porque o Patrick não quiz ir jogar no Vitória.

    Quanto a campanha contrária e deletéria, sofrida pelo Palmeiras, vou lembrar um fato que na minha opinião desencadeou toda essa onda de perseguição recente.

    Lembram quem transmitiu o último jogo no Stadium Palestra Italia, contra o Boca?

    Vcs sabem quem assinou contrato com o Palmeiras pra efetivar ações de marketing?

    Eu respondo:

    A Rede Record de Televisão!!!

    É claro e cristalino que esse fato não agradou à Rede Globo e a dona do futebol no Brasil, a CBF que são inimigos declarados da emissora paulista.

    Coloquem tudo isso num saco e o resultado é que o Palmeiras que nunca agradou agora é persona non grata e o resultado todos já sabemos.

    Muita aspirina e vinho no meu copo.

    Mas isso é só como eu vejo as coisas.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 3 de setembro de 2011 12:59 , Anonymous Anônimo disse...

    Repito aqui meu comentario feito outro dia no Mondo Palmeiras.

    A atitute correta não é mudar o técnico. O correto é o técnico mudar de atitude.

    Só que a TEIMOSIA PROFUNDA do Felipão tem impedido isso de acontecer.

    Felipão sempre mostrou seu caráter e seu prazer em estar no Palmeiras. Fato. Mas como TÉCNICO DE FUTEBOL, precisa rever seus conceitos, prá ontem.

    Sua preferência por ruins e esforçados, em detrimento de técnicos e (supostamente) não esforçados, NÃO TRAZ E NÃO VAI TRAZER NADA ALÉM DO QUE JÁ FEZ: resultados medianos, no máximo, pífios, no mínimo.

    Com tudo de errado que existe no Palmeiras hoje, dentro e fora de campo, AINDA ASSIM, apenas com o elenco atual, dá pro time jogar mais do que isso.

    Aliás, elenco que tem o dedo do técnico, em grande parte. Essa história de que o Felipão trabalha com o que lhe oferecem é balela.

    Luan 7M, Rivaldo, Dinei, Vinicius, Tinga, Marcos Assunção (que representa um custo muito alto ao time para ser titular), Márcio Araújo (que melhorou de uns tempos prá cá, era horrível), Chico (idem) são escolhas do Felipão, seja na contratação, seja na renovação, seja no número infindável de chances para jogar, todas desperdiçadas.

    Enquanto outros jogadores nunca têm chance, ou têm uma a cada dez, quinze partidas.

    Improvisar volantes em todas as posições, colocar centroavante de segundo atacante e vice-versa, tudo OPÇÃO do treinador.

    Reitero. A atitute correta não é mudar o técnico. O correto é o técnico mudar de atitude.

    Não quero que o Felipão saia. Quero que o espírito do Felipão 1997-2000 reincorpore no Felipão 2011.

    "Tem que ter raiva dessa p... de Corinthians."

    Quero ISSO de volta!

     
  • Às 3 de setembro de 2011 13:00 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    Desculpem, esqueci de por o nome no comentário acima.

     
  • Às 3 de setembro de 2011 13:22 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    Alcides,

    Em relação ao Lincoln, escrevi com base no que vi, ouvi e li ao longo de sua passagem pelo Palmeiras. Considero, naturalmente, o que você tenha a dizer sobre o passado dele, mas não é o que mais interessa.

    Dado o elenco pouco técnico do Palmeiras, dado que só há um MEIA hoje, Valdívia, seria proveitoso utilizar outro meia, ainda que sem condições físicas ideais. Que se fizesse um esquema onde nem todos tenham de marcar feito cão de guarda. Essa conversa de que no futebol moderno todos marcam é... conversa. Os atacantes e meias,no máximo, dão aquela cercadinha, do meio prá trás é que se MARCA. No que você concorda.

    Gosto de jogadores técnicos e inteligentes, não por causa de entrevistas. Gosto porque são importantes no meio de uma partida difícil ou quando o ambiente está conturbado.

    Quando Felipão quis cutucar o Valdívia, usou o Lincoln como exemplo, que jogou até machucado. Quem acompanhava os treinos do Palmeiras dizia que ele sempre se esforçava. Agora virou chinelinho? Onde está a verdade. Lá atrás ou agora?

    Pode ser que Lincoln venha a naufragar no Avaí. Pode ser que ponha o Palmeiras na Justiça. Eu colocaria, no lugar dele. Mas até hoje sua postura foi irrepreensível quanto à dívida, quanto ao afastamento do elenco, quanto às escolhas do técnico.

    Não deveria ter falado o que falou na entrevista, porque ainda é do Palmeiras. Mas ninguém contestou seus argumentos. Desqualificaram o argumentador. E nenhum atleta do Palmeiras discordou.

    Se Lincoln ou Wellinton Paulista tivessem o tanto de chances de que Luan, Rivaldo etc tiveram, penso que teriam produzido muito mais, e se firmado no time. Mas nunca vamos saber.

    Não acho que o caso mereça tanta repercussão, mas já que deu,é isso

     
  • Às 3 de setembro de 2011 14:24 , Anonymous Alcides Drummond, o Editor disse...

    Faço questão de responder aos amigos que comentaram hoje.
    EDSON
    Explico o título: Mudamos de técnico frequentemente, sem resultados práticos,e esse vem sendo o nosso problema no decorrer do tempo, conforme a primeira frase.
    A segunda: Esta não é a hora de mudar o técnico (o que temos) Felipão porque continuaríamos incorrendo no mesmo vício que tem nos arrebentado. Deu pra entender? Foi um jogo de palavras.
    MARCELO
    eu acho que Felipão entrou com os cinco volantes contra o Bota por falta de opções de ataque. Sei lá, mas acho que o tal Vinicius entrano toda a hora é missa encomendada.
    REALISTA
    Valeu, mas eu gostaria que vc também opinasse.
    NEY
    muito útil o seu post. iscordamos, ainda quanto a Marcos. Acho que ele ainda tem lenha pra queimar, mas ele está pelos últimos gravetos.
    DINHO
    O que vc disse sobre a record é verade, mas se o Palmeiras esperar a Globo para ajudar no marketing, morre com o pires na mão.
    SÉRGIO
    Parabéns pelo post. Não fique impressionado pelo que eu disse a respeito do Lincoln que eu conheço desde garoto. Ele sempre teve esse ar professoral e firmeza nas atitudes. Não se esqueça de que ele é mineiro, espertíssimo, o do não querer querendo ou o do tá ruim mas tá bom.
    UM abraço a todos e uma grande vitória amanhã.(AD)

     
  • Às 3 de setembro de 2011 19:13 , Anonymous Anônimo disse...

    Concordo quase que totalmente em relação ao seu texto.

    Penso da mesma foram em relação ao Felipão,Lincoln,diretoria.

    Minha discordãncia é em relação ao Cipullo.Vamos por partes.

    O último título que o clube conquistou tinha o Cipullo no comando de futebol,com a ajuda da Traffic e Luxemburgo.Longe do Cipullo de ser um profundo conhecedor de futebol,porém afirmo sem medo de errar que ele foi o menos pior dos ultimos diretores de futebol que o clube teve nos ultimos 10 anos.

    Quem contratou o Valdívia por quase 20 MILHÕES(!!!) de reais?Belluzzo!!

    Quem foi buscar Ewerthon e Lincoln na Europa?Belluzzo!!

    É só fazer uma busca no google e vai ver que nestas negociações o antigo presidetne fez questão de cuidar sozinha delas.

    Nao entendo essa blindagem em relação ao Belluzzo,por grande parte da torcida, enquanto o Cipullo é jogado aos leões.



    Henrique

     
  • Às 3 de setembro de 2011 19:41 , Anonymous Anônimo disse...

    ALCIDES

    Entendi perfeitamente sua colocação, mas em nenhum momento eu critiquei o clube por buscar como opção, um acordo com a Record.

    Só não entendi então porque na negociação do Clube dos 13 o Tirone - sem querer fazer juizo de valor - oltou a assinar com a Globo.

    AOS MAIS AFOITOS

    Luan 7M (VEIO JÁ COM FELIPÃO, MAS POR SOLICITAÇÃO DO ANTONIO CARLOS ZAGO, A NEGOCIAÇÃO JÁ ESTAVA EM ANDAMENTO. TUDO BEM QUE O FELIPÃO TAMBÉM APROVOU.), Rivaldo, Dinei, Vinicius (JOGADOR DA BASE), Tinga (VEIO ANTES DA CHEGADA DO FELIPÃO), Marcos Assunção (VEIO POR SOLICITAÇÃO DO ANTONIO CARLOS ZAGO), Márcio Araújo (VEIO POR SOLICITAÇÃO DO MURICY RAMALHO), Chico.

    Mas não se pode esquecer que THIAGO HELENO, HENRIQUE, CICINHO, JOÃO VITOR (que a maioria aqui no blog pede como titular), MAX PARDALZINHO (que foi emprestado ao Goiás pra ganhar um pouco mais de rodagem), GERLEY (que eu acho deveria assumir a lateral esquerda) também foram indicados pelo Felipão.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 3 de setembro de 2011 21:39 , Anonymous Anônimo disse...

    Noriega comentando o jogo das bibas para o SporTV disse:

    "- Há que se louvar a iniciativa tática co Adilson de compactar o meio de campo, a fim de tirar o espaço do Figueirense para depois sair para o ataque".

    Traduzindo:

    "- Meteu uma retranca pra depois ver no que dava".

    Imaginem se fosse obra e graça do Felipão, era de retranqueiro pra cima!

    Eita imprensinha, nem o "palmeirense" Noriega se aproveita mais.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 4 de setembro de 2011 00:20 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    Amigo Dinho

    Tabém não lhe fiz qualquer reparo com relação a sua colocação. Apenas peguei o gancho que achei interessante e fiz o comentário.

    A proposito,assisti a boa parte do Galo X Avaí. Olha, sinceramente, sem querer ofender o amigo, mas estou convencido de que foi um grnde negócio livrar-nos do Lincoln.

    Hoje até que ele não foi nulo, lutou e correu à altura de suas forças.

    Com todo o respeito a sua opinião, constatei que mesmo motivado ele está muito abaixo da média dos jogadores da posição.

    Quando ele saiu o Avaí aumentou a posse de bola e o Galo passou a ter dificuldades.

    Sei e concordo que Lincoln é um jogador muito técnico, mas a técnica, sem o apoio do físico torna-se inútil.

    Sou convicto de que Felipão nos livrou de mais uma fria.

    Pierre está se dando bem com a camisa do galo, mas continua o mesmo jogador faltoso que sempre foi.

    Sei que ele é palmeirense e tem até o escudo do clube tatuado no corpo, mas acho difícil que ele venha a ser reaproveitado pelo nosso time.

    Um abraço e uma grande vitória para nós amanhã.(AD)

     
  • Às 4 de setembro de 2011 01:18 , Anonymous Anônimo disse...

    O abraço é mutuo Alcides.

    Não assisti ao jogo de hoje do Avai, mas acredito na sua colocação. O Fluminense virou o jogo depois de estar perdendo por 3 x 0 com um gol impedido do He-Man.
    Quando vão validar um gol impedido do Palmeiras?

    Outra coisa, alguém lembra do centroavante Anselmo que jogou pelo Palmeiras?

    Nesta temporada ele já foi muito bem com a camisa do Oeste no campeonato paulista e agora vem fazendo um campeonato muito bom pelo CAG, vem fazendo gols e dando assistências em quase todo jogo e o mais incrível, ninguém fala nada.

    Torcendo por uma vitória amanhã e com um palpite de 3x1.

    Abraços!

    Dinho Maniasi

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial