Observatório Alviverde

07/09/2011

FELIPÃO TRAVOU TATICAMENTE O PALMEIRAS! EMPATE ABSURDO COM O ATLÉTICO PR. TEM O SABOR AMARGO DE DERROTA!

 

ESTOU POSTANDO NO INTERVALO DO JOGO

11111111111111111111111111

Quem joga xadrez, sabe. Os peões são a alma do jogo.

Quem conhece futebol, sabe. Os meias são a alma do jogo.

O Palmeiras não tem meias de qualidade. Por isso, sofre para fazer gols.

Se não há um trabalho de armação e preparação, como fazer gols?

A escalação de Chico, no lugar de Araújo, é burra.

Chico é lento, tem dificuldade para se apresentar no ataque e não imprime velocidade ao time. É útil para defender e para o jogo aéreo, nada mais!

Patrik também não se apresentou e só fez a cobertura de Cicinho na dobra, pela direita e rendeu muito pouco.

Dos que podiam vir de trás e ajudar o ataque, só Cicinho se apresentou e foi o melhor em campo.

Felipão afirmou durante a semana que iria soltar o time, mas isso, como eu previ, não aconteceu.

Aliás, se o nosso lado direito esteve ótimo, com Cicinho, o lado esquerdo foi uma lástima, sob todos os aspectos.

Gabriel Silva apresentou-se muito pouco no ataque, apoiou pouco e, no lance do gol, reeditou a velha falha de não cobrir o pau esquerdo e Gueron cabeceou livre. Até quando vamos sofrer gols por esse lado de campo.

Temos um time melhor, jogamos melhor e temos tudo para vencer, até porque, com a expulsão de Kléber Santana o adversário está reduzido a dez em campo.

Mas como vencer com essa postura idiota de só defender?

Marcão, ótimo, Henrique e Thiago bem, mas Thiago parece que está um pouco sem ritmo de jogo.

Chico e Patrik, principalmente Patrik, fracos, Araújo deveria entrar. Ou ele ou João Vitor, para dar mais criatividade ao setor.

Kléber só luta, mas rende pouco, Fernandão está muito apagado e Luan não realizou nada de positivo.

Assunção não jogou mal mas será crucificado pelo corte errado que redundou no gol do Furacão.

Nosso melhor jogador, repito,  é Cicinho até aqui o melhor em campo.

O Atlético está batendo muito mas o árbitro, disciplinarmente, está bem.

O Palmeiras, novamente, foi garfado. David fez pênalti em Kléber e Marcelo Lima Henrique deu falta de Kléber.

O Palmeiras, se quiser vencer tem de melhorar a pegada e, principalmente, a criatividade no meio de campo. Eu entraria com Araújo ou João Vitor no lugar de Chico ou de Patrik.

Estou sentindo que vamos sofrer um pouco, mas temos tudo para ganhar.

@@@@@@@@@@@@@@@@@

O SEGUNDO TEMPO

Tínhamos tudo para ganhar, e, no entanto, não ganhamos.

Como ganhar com um teimoso e turrão sentado em nosso banco?

Pô, será que estamos, todos nós, assistindo, sempre, a um jogo diferente?

Será que todos nós estamos cegos?

Ou será que ele assiste a outro jogo?

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

TÉCNICO COVARDE, TIME COVARDE

É inadmissível que um time de qualidade superior, com um jogador a mais e à frente no placar, atue de forma tão covarde, com excesso de cautela, privilegiando a defesa como o Palmeiras no segundo tempo.

Os ditados, nem sempre prevalecem no futebol, mas quando se diz que, em determinadas circunstâncias, a melhor defesa é o ataque, é pura e cristalina verdade.

Tivesse o Palmeiras assumido o comando do jogo e imposto a sua autoridade de time de primeira grandeza do futebol brasileiro, este e outros resultados negativos semelhantes não teriam acontecido.

Quem é que vai respeitar um time que só sabe jogar na defesa e que quando realiza as substituições passa ao adversário a nítida impressão de que está com medo de perder?

Quando Felipão, no intervalo, tirou Thiago Heleno, já amarelado e fez entrar Leandro Amaro ele já sinalizava que aquela conversa de que colocaria o time no ataque era pura balela, conversa pra boi dormir.

Felipão disse que Heleno saiu porque ia ficar mano a mano com o velocista equatoriano Gijon e que como tinha o cartão amarelo tornava-se perigoso em decorrência da perspectiva de uma expulsão.

Àquela altura Scolari poderia estar pensando em ganhar, mas, a substituição processada mostra, antes disso, que ele estava muito mais preocupado em não perder.

Esse tipo de filosofia não pode medrar, jamais, em um clube da grandeza e da responsabilidade do Palmeiras;

Com um homem a mais, o Palmeiras tinha de ter voltado para o segundo tempo com obsessão para o gol, mordendo o tempo todo e jogando com velocidade e com raça, já com João Vitor ou Araújo no time. e, quem sabe, os dois.

Chico e Patrik, como sugeri no primeiro tempo, poderiam dar lugar a ambos, e essa alternativa oxigenaria o meio de campo, dando-lhe, principalmente, maior poder marcação, cobertura e de recuperação.

Mais do que isso daria ao Palmeiras outra cara no ataque, com muito  maior poder ofensivo.

Ademais, o time teria muito mais fluidez e velocidade na frente, nos limites, porém, da lentidão do “quase craque”, Kléber, que a exemplo de Assunção, também lento,  nunca é substituído.

Aliás, agora que temos centro-avante de ofício eu pergunto se alguém do blog sabe dizer, qual é a real função do tal Gladiador?

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

FALTOU PERSONALIDADE

Com uma postura ofensiva e jogando com mais confiança e personalidade, o Palmeiras, certamente, sufocaria o Atlético PR em seu campo de defesa e anularia a maior parte dos perigosíssimos contra-ataques que o time paranaense armou, sucessivamente.

Num determinado momento, após o segundo gol, o Palmeiras passou a tocar a bola de um lado para o outro de campo.

Essa variante de jogo, teoricamente, visava a cansar o adversário, mas, quem não sabia, era uma faca de dois gumes?

Primeiro porque o Atlético PR armou duas linhas de quatro, e deixou o velocíssimo Gueron mais à frente entre Henrique e Amaro, que entrara em lugar de Thiago Heleno, para puxar os contra-ataques.

Com dois marcando um, o Atlético acabou com a vantagem palmeirense do homem a mais e, reconheçamos, foi muito mais agudo porque passou a jogar, ironicamente, no erro do time de Scolari.

O Palmeiras tocava de um lado para o outro, fazendo a bola rolar para gastar o tempo que, curiosamente, viria a lhe faltar na seqüencia do jogo, após sofrer o empate.

Esse toma la, da cá era realizado um pouco a frente do meio de campo, de forma absolutamente estéril e infrutífera.

Como não havia espaços para as tabelas progressivas ou para a penetração, o Palmeiras, invariavelmente,  explorava o jogo aéreo que terminava sempre  favorável à defesa atleticana.

Com exceção de uma solitária cabeçada, quer me parecer, de Kléber, de longe, que bateu no travessão, o Palmeiras não criou mais nenhuma chance de real perigo contra a meta atleticana.

Ademais, àquela altura, Felipão fazia a sua substituição mais ousada (HahHahHahHahHahHahHahHahHah) tirando um atacante melhor e mais forte, com a moral de haver feito um gol no jogo, Fernandão, colocando Ricardo Bueno. É mole? Ou quer mais?

Quando o time paranaense conseguia recuperar a bola (isso acontecia com freqüência) lançava Gueron ou vinha rápido com a segunda linha de quatro avançando em bloco com um verdadeiro latifúndio de campo livre para explorar e progredir.

As entradas de Klebérson e Madson deram velocidade e criatividade ao time de Antônio Lopes que pode dar-se ao luxo de substituir o cansadíssimo Gueron aos 36 do segundo tempo colocando o garoto revelação Pablo sem que o Atlético perdesse a força de ataque.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

O PALMEIRAS NÃO PODE JOGAR EM CONTRA-ATAQUES

 O Atlético PR jogou e pode, sim,  jogar em contra-ataques pelo fato de  ter jogadores com essa característica. O Palmeiras, não, mas Felipão insiste, estupidamente, inexplicavelmente, em jogar assim.

Eu sempre soube que o esquema a ser utilizado depende das peças de que se dispõe. O Palmeiras não pode, pelas características de seus jogadores, jogar em contra-ataque.

Puxar contra-ataque com quem?

Sei que Assunção pode ser o lançador, o catapultador, mas quem, com exceção do contundido Maicon Leite, vai puxar a corrida?

Chico e Kléber? Nunca!  Patrik? Talvez!  Mas esse não é seu forte!

Fernandão e Ricardo Bueno? Ainda não sei!, tudo indica que não!

Luan? Pode ser, mas com restrições! 

Cicinho, por incrível que pareça, é dotado dessa característica e até puxou um lance desses no jogo de ontem, com muito perigo para o adversário.

Mas um ala dificilmente vai ser acionado em contra-ataques pois sua função precípua no jogo será, sempre, a de marcar,

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

FELIPÃO, O REI DO EMPATE

Voltemos a Felipão, entronizado no Brasileirão como o rei do empate.

O cara só pensa em pegada, em defesa, e em marcação que são, apenas, alguns ingredientes da receita para que se forme um time vencedor.

Apesar dos dois gols sofridos, temos, ainda, a melhor defesa do brasileiro.

E daí, direi eu! Qual é a nossa posição na tabela? Qual será nosso futuro?

Felipão mostra, dia a dia, que pode ser um grande formador de grupos, mas, do ponto de vista técnico-estratégico está superado.

Durante a semana ele fala em time pra frente, em jogo ofensivo em agressividade no ataque…

Na hora do jogo ele repete os mesmos erros de partidas anteriores, que estão frustrando as nossas perspectivas e desvanecendo as nossas esperanças.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

A FRUSTRAÇÃO DE KLÉBER

Kleber deixou o campo aborrecido e deu entrevistas após o jogo com a fisionomia carrancuda e matraqueou a sua metralhadora giratória de críticas.

Sobre a tática ele reclamou: "Foi muita bola aérea no Fernandão, assim fica difícil pra gente jogar”,

Censurou a defesa  quando perguntado sobre o primeiro gol atleticano:  

"Tomamos o gol por falta de atenção, Todas as bolas paradas são difíceis contra nós, porque deixamos acontecer o bate-rebate",

Está enjoado de tanto falar

"É difícil ficar falando toda hora o que acontece, ficar dando explicação. Não é por falar e trabalhar que estamos errando. Treinamos bola parada todos os dias e ensaiamos todos os lances. Mas estamos sempre desatentos na hora do jogo."

E arrematou

"Jogamos um tempo todo com um a mais. E sabíamos que o campo é ruim, que não tem como jogar. Não dá para trabalhar a bola, ela escorrega muito", revoltou-se Kleber.

COMENTÁRIO: E o senhor gladiador, o que fez em campo. Na verdade, como sempre acontece, jogou mais deitado do que em pé. O lance do segundo gol surgiu de uma falta boba que ele fez na frente, mas não levantou para retardar a cobrança e permitir que a defesa se armasse.

Lembremo-nos, sempre, que foi aquela birra dele em se transferir para o Flamengo que gerou essa situação negativa que vive o Palmeiras. Vocês não sabem o quanto que eu torci para ele desocupar o beco.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

CICINHO DISSE:

"A gente merecia a vitória. Criamos bastante, eles deram poucos chutes. Por falha nossa, veio o resultado negativo. Mais uma vez, falhando nas bolas paradas",

COMENTÁRIO: Cicinho pode falar o que quiser porque tem credibilidade e moral. Ele ainda tem muito crédito junto à torcida e foi o nosso melhor jogador ontem em Curitiba.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

A FALA DE MARCOS ASSUNÇÃO:

 "Não conseguimos marcar o terceiro gol. É como se tivéssemos perdido",

COMENTÁRIO: Assunção não jogou mal, mas deveria ter saído depois que o Palmeiras fez 2 x 1. Se Felipão queria (de fato, queria) e tinha como objetivo segurar o resultado tinha de ter recorrido a jogadores mais jovens, de melhor preparação física e mais descansados.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR X PALMEIRAS

Estádio: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
 Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (Fifa-RJ) e Rodrigo Correa (RJ)

 GOLS: Henrique 14'/1ºT (0-1); Guerrón, 34'/1ºT (1-1); Fernandão, 7'/2ºT (1-2); Marcinho, 25'/2ºT (2-2).

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha, Edilson, Manoel, Fabrício e Heracles; Deivid, Cleber Santana, Marcelo Oliveira (Madson, 22'/2ºT) e Marcinho; Guerrón (Pablo, 36'/2ºT) e Adaílton (Kléberson, 41'/1ºT). Técnico: Antônio Lopes.

PALMEIRAS: Marcos, Cicinho, Henrique, Thiago Heleno (Leandro Amaro, intervalo) e Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção e Patrik (Tinga, 32'/2ºT); Luan, Kleber e Fernandão (Ricardo Bueno, 28'/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Cartão amarelo: Ivan, Marcelo Oliveira, Cléber Santana, Madson (CAP); Thiago Heleno, Kleber, João Vitor, Marcos, Tinga e Cicinho (PAL).
Cartão vermelho: Cléber Santana (CAP)

###################################

TOQUE FINAL

Esse empate nos tirou, completamente, da possibilidade do título?

Felipão escalou o time errado?

O que nos espera daqui por diante, neste Brasileirão?

COMENTE COMENTE COMENTE

13 Comentários:

  • Às 7 de setembro de 2011 22:57 , Blogger Miguel disse...

    Como eles conseguem empatar com um dos piores times do Atlético que já existiram? Essa defesa entraga o ouro nos momentos mais inesperados. E sabe por quê dependemos do Marcos Assunção? Porque o ataque não ataca, daí um zagueiro tem que por a cabeça, isso é o fim da picada, um ultraje ao bom futebol !

     
  • Às 8 de setembro de 2011 00:21 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    TIME COVARDE, A CARA DO TÉCNICO! TIME QUE JOGA TRAVADO, JOGA COM MEDO, SE BORRA NAS CALÇAS.

     
  • Às 8 de setembro de 2011 00:22 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    É difícil pro Felipão tirar leite de pedra? É. Mas precisa ainda por cima escolher as piores pedras?
    Hoje a escalação inicial foi a correta, mas as substituições… Padrão Felipão de sempre.
    Não pelo Tiago Heleno, que estava amarelado. Mas tirar o Fernandão de novo, ah vá catar coquinho.

     
  • Às 8 de setembro de 2011 00:26 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    Cadê o Gerley, que jogou um arroz-feijão muito, mas muito melhor que o Gabriel Silva? Nem no banco fica.

    O Patrick Vieira só vai ser relacionado de novo quando Valdívia, Tinga e Patrick estiverem todos fora? E se calhar de acontecer em outro clássico? Vai fazer o moleque estrear na fogueira?

    O que siginifica ousar mais? Tirar um centroavante bom e por um inferior, em vez de volante?

     
  • Às 8 de setembro de 2011 00:29 , Anonymous Sérgio de Mauro disse...

    Prezado Alcides, dicordo de você quanto ao Chico. No começo achei uma contratação errada, mas nos últimos jogos, e hoje, acho que ele foi muito bem. Do ponto de vista técnico e emocional. Não afina, não treme.
    Minha dupla de volantes seriam Chico e Márcio Araújo, ou Chico e João Vítor. Banco no Assunção.

     
  • Às 8 de setembro de 2011 07:37 , Anonymous Anônimo disse...

    Resumo da ópera:

    Felipão = retranqueiro cagão.

    Marcos = falhou mais uma vez, cometeu penalti desnecessário. Foi afobado no lance.

    Marcos Assunção = computem mais uma cagada desse "especialista" em entregar pontos para os adversários.

    Saldo Final: resultado justo, pois nos comportamos como time pequeno

    Perspectiva: Necessário uma mudança drástica. Próximos jogos precisamos de 04 vitórias. Se o Marcos Assunção, O Marcos e o Felipão cooperarem, quem sabe não as consiguamos. Os próximos adversários, a exceção do Inter, são a melhor sequência de jogos ditos fáceis do Palmeiras no segundo turno. Portanto agora é a hora !!

    Torcedor Realista

     
  • Às 8 de setembro de 2011 07:45 , Blogger Alexandre Higino disse...

    Olá, mais uma vez estamos discutindo a covardia de nosso treinador né??? Meu Deus até quando...

    Vamos lá, Alcides discordo de você com relação ao Chico, atuou bem, marcou bem, é meio lento sim, mas esteve bem em campo, quem não poderia mais estar em campo era o assunção, ai concordo com você na questão do márcio araujo, fora assunção pelo amor de Deus, um homem que só joga por causa de passes e de bolas paradas não pode jogar no palmeiras.

    Com relação ao Patrick, o cara é obrigado a marcar o tempo todo, como é que pode produzir alguma coisa? Tirar ele de campo não é a melhor coisa, colocar João Vitor que até hoje não mostrou porque veio creio que não seja a melhor opção, porque não usa a porcaria da base...

    Com relação a Kléber, algum tempo atrás, escrevi aqui que Kléber não é, NUNCA FOI E NUNCA SERÁ um centroavante, teve uma pessoa que chegou até a lembrar os tempo em que ele atuava pelo são paulo, Kléber é um atacante forte, que gosta do contato e gosta de ir para cima do adversário (sem a obrigação de marcar, apenas fazer a sombra), foi assim que ele atuou na primeira passagem pelo palmeiras com Alex Mineiro e assim no cruzeiro com Welington Paulista, usar o cara de maneira errada e dizer que ele não presta é uma BURRICE, mais uma de nosso treinador né??????

    O palmeiras hoje é um time como muitos dos líderes do brasileirão, nosso time não é ruim não gente, como outros temos elenco mediano e um bom time titular...

    O que mostra-se de graaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaande diferença entre o palmeiras e os outros times é o nosso treinador, covarde, burro, ultrapassado, retrógrado, teimoso, sem visão, e não me venham os defensores dizer que ele tira leite de pedra que isso é a maior mentira do mundo,trocar Fernandão por Ricardo Bueno? Ótima substituição, porque então não tirou o velho maldito do assunção cansado e colocou mais um homem de frente recuando Kléber para chegar de trás e ajudar na armação, que ele sabe sim fazer...

    Para mim chega, FORA, FORA FORA FORA, FORA, FORA, FELIPÃO, ou seremos mais uma vez o nono, décimo, ou no máximo um sexto lugar com o gostinho de que poderia ter classificado para a libertadores...

    Precisamos de um treinador moderno, que saiba usar as peças que tem, que saiba fazer o palmeiras jogar o que lhe é devido...

    Bom dia a todos...

     
  • Às 8 de setembro de 2011 09:43 , Anonymous SERGIO disse...

    .
    KLÉBER queria o Flamengo, Valdívia o Oriente

    OS DOIS PRINCIPAIS JOGADORES DO ELENCO NÃO QUERIAM/QUEREM, FICAR... isso só prejudicou o Palmeiras - a Diretoria deveria ter visto isso. MELHOR CORRIGIR O RUMO DO TIME E LOGO. O Palmeiras infelizmente ainda não tem pontuação suficiente p/ fugir do REBAIXAMENTO.

    Não consigo pensar nem em Libertadores mais. CONTRA O INTER, mais uma vez, time remendado. SE EMPATAR DE NOVO, estaremos no lucro.

    P/ MIM A CULPA MAIOR, não é de Felipão ou Marcos (apesar dos erros frequentes), É DA DIRETORIA, que não teve o feeeling necessário (amadores) p/ agir na hora certa !!!!

    Bom dia.
    .

     
  • Às 8 de setembro de 2011 11:26 , Anonymous NEY VERDE disse...

    Amigos;

    Técnico coverde, teimoso, juntamente com seu auxiliar, é um absurdo, e ganhando juntos 1 milhão, a tempo estou falando aqui que o time não tem jogadas,os adversarios perderam o respeito com otime, e jogadores estão magoados com eles pelas sua imposições e esquemas absurdos..

    Ele fica sustentando M. Assunção pela bola parada e Marcos pela liderança, mas esses dois jogadores vem enterrando o time jogo apos jogos.
    Ontem M. Assunção não saiu do chão para cortar o cruzamento, e deu um passe para o adversário empatar o Jogo.
    No penalti o Marcos saiu que nem um paspalho, errou a bola, e fez um penalti de goleiro amador, esta entrando em campo pelo markting.

    Agora ele insiste com o Mascarado do Gabriel Silva, Nos jogos que vi o Gerley é muito melhor, mas nem no banco esta ficando.

    Por ultimo resolveu queimar o M. Araujo que vinha em boa fase, ele sabe que com M.AssunÇào em campo ele tem que dar mais concistencia em campo, colocando o Chico ou J. Vitor, não seria mais obvio sacar o proprio M. Assunção???
    Valdivia encheu o saco, e esta indo embora, não é bobo nem nada, ja deve ter sido orientado, que ficando esse técnico vai acabar com sua carreira.

    Esse é o Palmeiras..., Capeão do século XX.

     
  • Às 8 de setembro de 2011 12:03 , Anonymous Mestre dos Magos disse...

    AGORA DESISTO DE VEZ

    Felipão chegou ao limite, e Valdívia mais uma vez vai pagar o pato.

    Só que mais uma vez vai deixar o caixa gordo de novo.

    Em suas duas passagens vai deixar aproximadamente 36 milhões de reais ao Palmeiras.

    Já Felipão pode continuar ganhando bem e dando prejuízo.

    Um técnico que destruiu as ambições de um time, que joga para se defender apenas.

    Tivéssem trocado o técnico, vida nova, nova filosofia, tudo o que acontece normalmente numa mudança de técnico, por motivos que so o futebol explica.

    Agora Felipão dispara sobre os experientes, sobre o time em geral e AFIRMA COM SUAS PRÓPRIAS PALAVRAS QUE NÃO CONSEGUIU ARRUMAR O TIME EM UM ANO.

    Eu sinceramente, só voltarei a postar novamente o dia que esse encosto chamado Felipão for embora do Palmeiras.

    Já disse que ele foi importante, deu sua parcela, mas não dá mais.

    Foi um prazer ficar com todos, mas só volto quando Felipão sair e deixar nosso time viver em paz novamente.

    Felipão conseguiu acabar comigo.

    Quando o Botafogo conseguiur assumir a liderança do campeonato, o mesmo acaba.

    A não ser que comecem a desfalcá-lo demais por convocações.

    Mas eu cravo Botafogo campeão.

    Até a saída de Felipão amigos.

    Abraços.

     
  • Às 8 de setembro de 2011 12:47 , Anonymous Anônimo disse...

    É isso mesmo que vcs viram?

    De minha parte...

    Nada a declarar!!!

    Dinho Maniasi

     
  • Às 8 de setembro de 2011 14:31 , Anonymous NEY VERDE disse...

    Mestre....

    Não meu amigo, agora que você tem que ficar, suas opiniões são muito importantes, você sabe que o blog é muito lido pelos AMADORES DA DIRETORIA, então temos que continuar protestando, tentar mudar a cabeça desse povo....

     
  • Às 8 de setembro de 2011 15:51 , Anonymous Benê disse...

    Mestre
    Eu não concordo sempre com tudo o que voce fala mas a sua opinião é muito importante. Ney esta certo e eu assino em baixo daquilo que ele escreveu. Olha mestre eu to achando que o Filipão tá no bico do corvo porque o Tirone chamou o Mago e o pai pra ir na casa dele e tratou tudo com ele pra ele ficar no Parmera
    Não se esqueça que faltam so tres meses pra acabar a temporada. A multa vai abaixar e o Gaúcho vai ser dispensado. Como fala o Alcides quem viver vera. Eu quero viver pra ver. Valeeu

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial