Observatório Alviverde

26/01/2015

OSWALDO DE OLIVEIRA E ALEXANDRE MATTOS NÃO CONSEGUIRAM ENXERGAR O MELHOR JOGADOR DO PALMEIRAS NA COPA SÃO PAULO!



 
 Juninho: 
Foi o melhor jogador do Palmeiras na Copinha!
Será mais um desperdício de talento se não for promovido ao grupo titular!


Fico feliz em constatar que o Palmeiras,  mesmo com o atraso de um século, fixa, finalmente, as suas vistas e atenção nas categorias de base. Já não era sem tempo!

Pode-se dizer que 2014 foi um ano especial para a base palmeirense que, finalmente, conseguiu montar um time competitivo para disputar a Copa São Paulo/2015, vocacionado ao ataque e à ofensividade. 

Conquanto não tenha chegado ao título, o time foi muito bem e deu um show, revelando muitos talentos, como nunca houvera revelado, em todas as suas participações anteriores na competição!

A preocupação em montar um time ofensivo foi de tal ordem, que o Palmeiras se esqueceu de promover um goleiro de estatura compatível com a função, uma das razões determinantes da desclassificação alviverde na competição.

O outra, a principal entre todas, foi a inesperada contusão sofrida pelo armador Juninho no jogo das quartas de final contra o Vitória, que tirou esse jovem talento da semifinal contra o Botafogo de Ribeirão Preto.

Juninho, d-i-s-p-a-r-a-d-a-m-e-n-t-e, foi o melhor jogador do Palmeiras durante toda a competição, fora a sua condição de líder do time, que ficou clara a partir da primeira partida contra a Desportiva Ferroviária.

Só Oswaldo Oliveira e Alexandre Mattos parecem não ter percebido o talento desse esplêndido jogador, muito acima da média, preterido na promoção ao time principal, em flagrante situação de injustiça!

Quem, como eu, assistiu a todos os jogos da Copinha pôde aquilatar todas as imensas qualidades de Júnior, as quais nomeio assim:

1) Jogador raríssimo, canhoto, de toque de bola refinado, boa capacidade de drible...
2) Jogador de excelente visão de lance e percepção de ponto futuro...
3) Jogador de boa capacidade aeróbica, que volta à defesa auxiliando na marcação... 
4) Jogador tático, que se desmarca e se coloca muito bem e joga de cabeça erguida...
5) Jogador dono de um chute poderoso, ótimo na bola parada,  
6) Jogador de bom fisico que não foge do jogo pesado e nem das divididas...
7) Jogador de outras mil e uma utilidades acopladas ao seu inato poder de liderança nas quatro linhas.

Querem mais o que, Oswaldo e Alexandre Mattos, que não conseguiram enxergar o melhor jogador palmeirense da Copinha. 

Míopes, só enxergaram talento em Guilherme, Gabriel Leite, no fenômeno Gabriel de Jesus e no reserva Chistófer, todos ótimos, que, de fato, mereciam figurar entre os titulares.

Mas nenhum desses jogadores, nem Gabriel de Jesus, jogou mais bola do que Juninho, cuja ausência diante do Botafogo, foi a razão precípua e determinante de o Palmeiras não ter passado para a final da Copa São Paulo deste ano. 

Sem Juninho, o ataque palmeirense, como se esperava, não funcionou.

Esse fato tem analogia com outro ocorrido na longínqua década de (19)50, quando o Palmeiras vendeu um de seus maiores artilheiros da história, Humberto Tozzi para a Lázio da Itália.

Jair da Rosa Pinto, o mestre e mentor de Pelé, o maior lançador do futebol brasileiro em todos os tempos, armador do Palmeiras à época, ao ser entrevistado sobre a transferência de Humberto para a Itália, afirmou que não daria certo porque os italianos levaram a flecha (Humberto, velocista), mas esqueceram o arco (ele, Jair).

Oswaldo de Oliveira e Alexandre Mattos estão levando quatro flechas para o time profissional  ( Leite, Jesus, Guilherme e Chistofer) mas estão esquecendo o arco, Juninho, talvez, entre todos, o jogador mais apto, pronto, maduro e o mais bem preparado para figurar no grupo profissional.

COMENTE COMENTE COMENTE

9 Comentários:

  • Às 27 de janeiro de 2015 06:29 , Anonymous Fernando disse...

    Infelizmente ocorrem injustiças como podemos dizer relativo aos argentinos no elenco principal, entravam quando entravam só na fogueira, no caso do Cristaldo jogando como ponta sendo que gosta e rende como vem mostrando no meio, Mouche dedicado e voluntarioso bem como aguerrido só nos finais de partidas foi colocado, como que jogou e não fez nada!!! Na verdade é que sempre tivemos técnicos limitados e que faziam e permitiam panelinha com malandros como Weskey, Juninho e Deola no comando. Passou da hora de dar oportunidade aos merecedores e com estes aos meninos da base que fazem por merecer adquirir experiência e assim defender a equipe principal.

     
  • Às 27 de janeiro de 2015 08:16 , Anonymous Adriano Nunes disse...

    Acompanho o blog diariamente e acho um lugar de grande qualidade para debater sobre o Palmeiras. Com todo o respeito mas o Juninho será integrado juntamente com os 4 atletas do sub20. Pelo que li nos portais parciais esportivos ele só não foi pela pancada que sofreu na cabeça no jogo contra o Vitória. Juninho foi lembrado por Oswaldo, mas ainda se recupera.

     
  • Às 27 de janeiro de 2015 08:44 , Anonymous Alcides Drummond, o Editor disse...

    Prezadíssimo Adriano

    Melhor que seja como vc escreveu e que Juninho seja respeitado e aproveitado.

    Seria uma grande injustiça com esse rapaz, cuja ausência foi o fator que precipitou a nossa desclassificação da Copinha.

    Com ele em campo a história do jogo contra o Botinha teria sido escrita de uma forma diferente.

    O garoto que entrou no lugar dele o Flamarion, se não estou enganado, era bom, mas bem longe da qualidade, da experiência e da liderança de Juninho.

    Eu tinha de escrever o que escrevi para evitar injustiças.

    Chistofer, reserva, é bom, mas está longe de ter a qualidade do Juninho.

    Um abraço e continue participando pois além dos colaboradores tradicionais deste blog, precisamos de gente de nível para melhorar a qualidade de nosso blog.

    Saudações, também, ao Fernando que tem participado amiúde deste blog com excelentes opiniões. (AD)

     
  • Às 27 de janeiro de 2015 10:26 , Anonymous MestredosMagos disse...

    DEPARTAMENTO MÉRDICO (DE MERDA MESMO)

    HÁ QUANTO TEMPO VENHO FALANDO.

    O HIGINO LEMBRA DISSO.

    DEPOIS DE VALDÍVIA, PRECISOU MOUCHE PEDIR PARA TRATAR FORA.

    ALEXANDRE MATTOS RESOLVEU DAR UMA OLHADINHA E DEVE TER TIDO UM SEMI INFARTO.

    =====

    Entre os jogadores, não há questionamentos em relação aos profissionais do clube, mas as queixas são de falta de organização para o cronograma de recuperação e, principalmente, dos aparelhos à disposição, considerados obsoletos até em comparação a outros clubes da América do Sul.

    Valdivia na academia do CT do Palmeiras: aparelhos devem ser trocados Foto: Sergio Barzaghi /


    Após passar três anos no elogiado centro de treinamento do Cruzeiro, Alexandre Mattos exigiu mudanças no Palmeiras.

    O novo diretor de futebol resolveu checar as condições depois de Mouche pedir e conseguir a liberação para se tratar na Argentina da cirurgia pela qual passou na última sexta-feira, no joelho direito.

    Antes, a qualidade do departamento já tinha sido colocada em xeque publicamente por Valdivia.

    O meia, frequentemente lesionado, usou redes sociais para anunciar saudades das "mãos mágicas" de Amador, garantindo que já poderia estar curado se estivesse sob tratamento do cubano.

    Pouco depois, acabou liberado para trabalhar com a seleção chilena, na esperança de, ao menos, poder enfrentar o Corinthians, no dia 8.

    Em meio às críticas indiretas de seu jogador mais caro, a diretoria evita discussão pública enquanto trabalha internamente em mudanças.

    "O Valdivia está no Chile cuidando de assuntos pessoais e se cuidando, tudo dentro do planejamento feito pelo departamento médico. Prefiro encarar as suas colocações como demonstrações de carinho e homenagem a um profissional que trabalha no Chile e, diga-se de passagem, é muito bom também", disse o presidente Paulo Nobre.


    TÁ VENDO PORQUE JOGADOR NUNCA SAI DO D.M.?

    MÉDICO BONZINHO, QUE OS JOGADORES GOSTAM, MAS COM MEDINHO DE PERDER O EMPREGO, FICA QUIÉTO COM O QUE TEM E PREJUDICA O CLUBE.

    Mas agora tem diretor.

    Saudações.

     
  • Às 27 de janeiro de 2015 10:43 , Anonymous Fernando disse...

    A realidade do DM está sendo colocado a todos, com Marcelo Matos que viveu outra realidade pode melhor do que ninguém avaliar e tomar uma posição. Sempre acreditei na posição do Mago e também agora do Mouche, isto em função destes profissionais sempre exigirem de sí próprios aquilo que poderiam dar de melhor ao clube, estes argentinos são assim, defendem como ninguém o clube pelo qual jogam. Antes tarde do que nunca, recuperaremos em menor tempo os atletas e todos ganham.
    Alcides, gostaria é de lhe agradecer a oportunidade que nos propicia em tecer nossa opinião sobre os mais variados assuntos muitas vezes em ângulos diferentes mas sempre respeitoso para com todos, assim sendo, é uma dádiva ter em seu blog tal oportunidade do qual jamais esperamos ficar órfãos e assim expor os mais variados pontos de vista. Como você e demais leitores, sou feliz por ser a cada dia mais palmeirense.

     
  • Às 27 de janeiro de 2015 11:02 , Anonymous Anônimo disse...

    Juninho não treinou nesta segunda por estar se recuperando da contusão que o deixou de fora do último jogo do verdão na copinha.

    Nesta terça ele já participou junto dos garotos que também subiram.

    Em minha opinião o único que deveria estar no grupo e não foi chamado ainda foi o melhor do Palmeiras na Copa SP, o médio Matheus Salles.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 27 de janeiro de 2015 14:03 , Anonymous Carlão -Santos/SP disse...

    O PALMEIRAS B, se fosse usado de maneira correta e não para beneficiar alguns poucos, seria hoje uma solução perfeita para dar espaço a esta garotada boa de bola que vem subindo e de atletas que estão em fase de recuperação. Poderiamos fazer algo parecido com o Cruzeiro faz com o America Mineiro, ou seja ter um time em outra divisão até em outro estado onde as boas revelações da base pudessem serem observadas e pegar uma experiencia num campeonato de profissionais, sabemos que jogar na base é uma coisa e nos profi é outra, um bom zagueiro da base disputa com meninos da sua idade já nos profi vai jogar até com jogadores que atuaram na seleção brasileira ai sim que que sua avaliação será feita.
    É uma pena não saber se bons jogadores da base terão uma chance como os volantes Zé Matheus e Matheus Sales, o zagueiro Lucas Rocha

     
  • Às 27 de janeiro de 2015 15:28 , Blogger William Vila Nova disse...

    Foi integrado hoje como ja haviam noticiado, acho que faltava apenas terminar a sua recuperação.. Enfim espero que todos eles ganhem chance de jogar

     
  • Às 27 de janeiro de 2015 22:18 , Anonymous Salvem o Brasil disse...

    Discurso a presidenta

    Depois de mais de 30 dias sumida, sem dar entrevistas ou falar com o público, a presidente Dilma reapareceu ao liderar a reunião com seus 39 ministros. Ao falar a seu numeroso ministério, Dilma pediu à sua equipe que se empenhe para dar sequência ao projeto político do PT, "que está mudando o Brasil para melhor". Por onde Dilma andava, em Marte? Para melhor? Com apagão, aumento de impostos, inflação além do teto e aumentando, um dos piores PIBs da América Latina, contas públicas arrebentadas, crise energética, a maior empresa brasileira, a Petrobras, passando vergonha no exterior por conta do roubo de bilhões pela quadrilha do petrolão, nível de emprego caindo, balança comercial deficitária, indústria estagnada, miséria e desigualdade aumentando, Enem comprovando piora no nível educacional, hospitais abarrotados de pessoas que não conseguem atendimento, mais de 50 mil assassinatos por ano no país, e Dilma ainda acha que o Brasil está mudando para melhor? ‪#‎ADComunicação‬

    Esses petistas ão mesmo insanos.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial