Observatório Alviverde

05/03/2015

PALMEIRAS VENCEU COM AUTORIDADE E ELIMINOU O JOGO DE VOLTA!


 Image result for desculpe-nos pela falha


Creiam, não é fácil derrotar um time baiano da primeira divisão que atue em casa. 

A goleada de 4 x 1, estabelecida sobre o Vitória da Conquista, líder do Baianão, lídima, limpa e incontestável, não deixa a menor dúvida quanto à força do time de Oswaldo, cada dia melhor e mais bem entrosado.

Infelizmente, por motivos particulares, alheios à minha vontade, não pude assistir,  na íntegra, ao Conquista x Palmeiras. Irei fazê-lo quando da primeira reprise.

Vi, então, apenas, os últimos quinze minutos do segundo tempo e o gol de Dudu, o quarto assinalado pelo Verdão. 

Em razão disso, do jogo de ontem, por enquanto, só posso analisar, mesmo, o resultado, sem nenhuma autoridade -ainda- para esmiuçar, taticamente, o jogo.

A minha vontade em ver o jogo estampado na tela da ESPN era de tal ordem, que acabei sendo impedido, pela vida, de assistir ao jogo ao vivo e vivenciando todas as emoções.

Em razão disso, hoje eu vou solicitar a vocês que tiveram o privilégio de assistir ao jogo na íntegra que me substituam na apreciação tática e técnica.

Por favor, sintam-se à vontade para analisar o comportamento  do time palmeirense ontem em Vitória da Conquista, sobretudo as atuações individuais.

Agradeço a todos pela gentileza!

COMENTE COMENTE COMENTE  

25 Comentários:

  • Às 5 de março de 2015 06:08 , Anonymous VERDE ROXO disse...

    Vitória por merecer, jogou com empenho e determinação, mais uma vez nosso jogador de destaque foi Robinho, também premiado com um belíssimo gol, expulsão do Arouca foi justa na minha opinião, não necessitava entrar com aquele carrinho, time com um a menos parece que se tornou mais solidário e atento as jogadas do adversário, Dudu também foi destaque, condicionamento físico superior contribuiu para o sucesso. Muitos da imprensa davam como jogo que teríamos problemas, más mostrou-se que o time está embalando e jogando como se espera. Avanti Palestra!!!

     
  • Às 5 de março de 2015 06:33 , Anonymous Fernando disse...

    De coadjuvante a protagonista, este é Robinho, tirou os holofotes dos mais badalados, chamou a responsabilidade e mostra que é importante para a "equipe", humilde e dedicado em todos os treinos, de família simples, honesta, podemos observar em suas entrevistas faz destas virtudes a razão do sucesso que faz por merecer até o momento. Não pode se deixar levar por assédio da imprensa tendenciosa. Avanti Palestra!!! Sábado com casa cheia tem mais!!!

     
  • Às 5 de março de 2015 08:26 , Blogger Ricardo Borgo disse...

    Palmeiras com alma e coração da ponta da chuteira. Melhorando a cada dia e incomodando demais os adversários e principalmente a mídia. Tal prova é o que reproduzo a seguir, tirado da coluna deste energúmeno CLOVIS ROSSI/COLUNISTA DA UOL E FOLHA:

    Clóvis Rossi: O único jogador que já teve nível de seleção é Zé Roberto, mas há 10 anos ou mais



    Cada time de futebol tem uma alma, e o Palmeiras perdeu a sua faz um bom tempo.

    A teoria não é minha, mas do brilhante cardiologista Giuseppe Dioguardi, cujos nome e sobrenome já denunciam que se trata de um "palestrino" - e da velha guarda, dos tempos de ouro.

    Qual a alma do Palmeiras, segundo o bom Beppe? Jogadores com nível de seleção brasileira para pelo menos quatro posições: goleiro, beque central, meio-campista e centro avante.

    Na verdade, a lista dele é mais extensa, mas eu prefiro limitar-me a essas quatro posições, para as quais é mais fácil listar jogadores do Palmeiras com o nível exigido.

    Goleiro, por exemplo: de Oberdan Cattani a Marcos, passando por Leão, todos ou foram da seleção ou poderiam ter sido (caso de Oberdan). Centroavante, outro exemplo: Mazzola (campeão do mundo em 1958), Humberto Tozzi, dos anos 60, César "Maluco".

    Claro que o grande nome para o meio de campo é o de Ademir da Guia, um dos maiores craques que passaram pelo antigo Parque Antártica, hoje Arena Palmeiras.

    Não sei se, na teoria do cardiologista, é preciso que haja um grande jogador em todas e cada uma das quatro posições citadas ou se basta preencher com um craque duas delas para se ter um grande time.

    Sei que, no Palmeiras dos últimos anos, nem nessas posições nem nas demais tem havido um craque. A rigor, nem mesmo um bom jogador.

    A torcida se conformou, por falta de alternativa, com idolatrar Jorgito Valdívia, que não passa de reserva da seleção do Chile. Se fosse reserva na Argentina, ainda dava para encarar, mas do Chile, com todo o respeito e carinho que tenho pelo país?

    Esse clube ainda não encontrou a sua alma nem mesmo depois de contratar 19 ou 20 jogadores para a temporada que está se iniciando.

    O único jogador que já teve nível de seleção é Zé Roberto, mas há 10 anos ou mais. Hoje, é apenas mais um - e assim mesmo jogando, do meu ponto de vista, na posição errada. O problema do Palmeiras não era e nem é a lateral esquerda, mas o meio do campo.

    Não deu ainda para ver se Arouca pode preencher essa carência que, no ano passado, foi avassaladora. Mas, ainda que o consiga, qualquer palmeirense com alguma memória dirá que ele está a anos luz já não digo de Ademir da Guia, mas, por exemplo, de Chinesinho, outro dos jogadores que fizeram a alma do velho Palmeiras.

    O fato é que não dá para dizer que há um craque, unzinho que seja, entre os 19 ou 20 contratados.

    A única coisa que dá um certo alívio é que esse time, ainda em formação, é melhor do que o do ano passado. Mas por uma única e triste razão: igual ou pior não conseguiria ser.

    Leia mais colunas de Clóvis Rossi na Folha

     
  • Às 5 de março de 2015 08:48 , Anonymous Anônimo disse...

    COMENTÁRIO DE AVALLONE:
    Só falta um detalhe para Dudu ser o jogador que se espera: chutar mais constantemente e com mais eficiência a gol, o que é possível com muitos treinamentos, como já se viu em outros casos no futebol. No resto, ele é quase perfeito: driblador, veloz, inventivo, infernal para os zagueiros adversários.

    Assim como foi nesta noite de quarta-feira, em Vitória da Conquista, quando ao bater a equipe local e o campo esburacado- este, o obstáculo mais difícil- Dudu voltou a ser o melhor jogador da equipe, ao sofrer o pênalti convertido por Cristaldo, ao fazer o quarto gol com categoria e ao armar jogadas que deixavam tontos os adversários.

    Nem só de Dudu viveu o Palmeiras, apresentando, por exemplo, um Robinho em grande fase e também um belo poder de reação a equipe poderia ter se complicado quando vencia por 2 a 1 e teve Arouca justamente expulso (ele não sabia o que era cartão vermelho desde 2006), aos 30 minutos do segundo tempo. Mas, mesmo com um jogador a menos, o Palmeiras estabeleceu a goleada de 4 a 1 (gols de Cristaldo, Allione, Robinho e Dudu), eliminando o jogo da volta e classificando-se para a próxima fase da Copa do Brasil.

     
  • Às 5 de março de 2015 08:52 , Anonymous victor tredenski disse...

    ASSISTI O JOGO PELA ESPN

    APESAR DE BOM NARRADOR

    O PAULO ANDRADE ONTEM DEU UMA DE CLEBER MACHADO

    FALOU MUITO (SEM TROCADILHO)

    SERÁ POR QUE ERA O JOGO DO PALMEIRAS????

    E SE FOSSE DE OUTRO TIME????

    ENFIM....

    O PAULO CALÇADE FOI BEM NA MINHA OPINIÃO

    SENSATO NOS SEUS COMENTARIOS, IMPARCIAL ( E OLHA QUE O CARA É CORINTIANO) 1.000 VEZES MELHOR QUE ESSA BOLERADA QUE COMENTA JOGOS POR AI

    E OLHA QUE EU FUI BONZINHO COM ESSE 1.000 VEZES

    POE NO CHINELO

    JOGO NA BAND???

    PRA OUVIR NETO DIZER ''DIGA-SE DI PASSAGI''

    ''PRAFALAVERDADE''

    ''SÔ COMENTARISTA E SÔ PAGO PRA COMENTA JOGO''

    NAO ACHEI MEUS OUVIDOS NO LIXO

     
  • Às 5 de março de 2015 08:58 , Anonymous victor tredenski disse...

    OSWALDO DE OLIVEIRA

    TERÁ QUE TOMAR MUITA NEOSALDINA

    QUANDO VALDIVIA E CX8

    TIVERAM CONDIÇÕES DE JOGO

    COM ROBINHO MATANDO A PAU

    CRISTALDO E ALLIONE CRESCENDO DE PRODUÇAO

    ''ARRUMOU'' UMA BELA DOR DE CABEÇA

    COM A PRANCHETA, O TREINADOR....

     
  • Às 5 de março de 2015 09:01 , Anonymous VERDE ROXO disse...

    Infelizmente os pontos corridos no brasileirão poderá deixar de existir pois estão ganhando forças o estilo mata-mata, para atender aos clubes que não sabem administrar e assim poderem compensar suas mazelas, bem como queda de audiência as transmissões pela tv, apontada como um dos principais motivos. Nosso futebol, segue refém de safados e pilantras, deixará de premiar o clube regular e poderá premiar aqueles não merecedores.. é uma vergonha. Não adianta quererem justificar a mudança, é palhaçada e a razão disto é: Gol da Alemanha,Gol da Alemanha, como?!!! Gol da Alemanha,Gol da Alemanha,Gol da Alemanha,Gol da Alemanha,Gol da Alemanha

     
  • Às 5 de março de 2015 09:35 , Anonymous Anônimo disse...

    Verde-Roxo, é realmente triste o que comentou a vir ser realidade, nosso futebol já tão carente de tudo, agora querem mudar as regras para atender aos interesses econômicos, vergonhoso e irracional, não temos palavras para traduzir esta safadeza desproporcional. Esta nova regra se equipara a maioria dos clubes brasileiros, pequenos e administrados por tão somente bandidos de colarinho branco, nos faz lembrar os ladrões políticos.

     
  • Às 5 de março de 2015 09:41 , Anonymous JJ disse...

    NOSSO GOLEIRÃO FERNANDO PRASS TA MUITO BEM OBRIGADO!...
    EU DIRIA QUE ANTES DE SER GOLEIRO ACHO
    QUE ELE TENTOU A CARREIRA DE CIRURGIÃO

    ELE CONTINUA FAZENDO INTERVENÇÕES CIRÚRGICAS A CADA JOGO.

     
  • Às 5 de março de 2015 09:59 , Anonymous Marco disse...

    Ontem, mandei cópia do texto do OAV para um jornalista muito conhecido e ele respondeu dizendo que achava a tese interessante que concordava com alguns pontos. Não disse quais.

    Em seguida, mandei a ele o seguinte comentário:
    ===============

    Muito se fala das razões do 7x1 e ninguém toca na origem do problema. Aniquilaram o futebol brasileiro, lá atrás, quando acabaram com a nascente para atender as grades de TV e agora tentam “espanholizar” o nosso futebol.
    Enquanto isso a Alemanha iniciou o trabalho de revelação de jogadores por todo o país, depois de 2002. O Brasil não é só “curintia e flamengo”, é um país continental, está no hemisfério sul onde as estações do ano são opostas as do hemisfério norte. Qualquer campeonato bem organizado, divulgado e que tenha atrativos (objetivos) técnicos é viável e rentável. Acabamos com um amplo mercado de trabalho para todos os profissionais ligados ao futebol e o principal, aniquilamos dezenas de instituições que formavam jogadores com um nível muito superior ao atual (com um custo muito menor para os grandes clubes), pois esses jogadores saiam prontos dos times médios e pequenos (competitivos) para jogar nos grandes clubes brasileiros. Hoje, os grandes clubes brasileiros se tornaram trampolim para os clubes europeus e agora até asiáticos.

    Outro detalhe importante, que parece insignificante, mas não é: o pessoal do futebol gosta de mordomia, não quer viajar de ônibus pelo interior do país, quer hotéis de primeira e boas opções na noite antes ou depois dos jogos. Muito melhor ir para Salvador, Rio, BH, Floripa ou outra capital do que enfrentar viagem para Uberaba, Maringá ou Marília.

    É perfeitamente possível organizar um campeonato com a devida antecedência (seguindo a legislação vigente) observando o princípio das datas disponíveis. No Brasil se faz o contrário, primeiro formatam a competição, e depois encaixam as datas. O grande problema é que hoje no Brasil e nos meios de comunicação não há mais democracia. Determinadas ideias e conceitos são impostos, e quem falar contra será crucificado. Assumiu-se a postura de que os estaduais tem que acabar e quem apresentar argumentação contra acaba sendo ridicularizado. Criticar hoje os estaduais é covardia, pois aniquilaram essas competições e, depois delas estouradas, fica fácil atacar. Só que o problema está lá na origem do processo e não agora.

    Caso quisessem, daria para reverter, mas isso iria contrariar os interesses de quem manda, a TV, pois quer pagar cotas menores e para cada vez menos equipes. Só que o pessoal que comanda a TV está dando tiro no pé. Provavelmente conscientes de que se não tiver futebol aqui, basta importar. Por aqui, ficam só os times oficiais tanto de entidades esportivas, e hoje também de partido político.

     
  • Às 5 de março de 2015 10:16 , Anonymous Marco disse...

    Pontos Corridos x “Mata Mata”

    Por muito tempo defendi a forma de disputa dos campeonatos por pontos corridos, acreditando no argumento de que era um formato de competição mais justo e que premiava os melhores, os mais competentes em campo.
    Confesso que me enganei, pois a realidade dessas competições, especialmente aqui no Brasil tem provado o contrário.
    Os campeonatos de pontos corridos, na teoria seriam os mais justos, representam o quadro ideal para a condução dos resultados de acordo com os interesses de quem comanda o futebol, sem os desgastes de imagem que um confronto “mata mata” com interferência de bastidores ou arbitragens pode causar.
    Nesse período de pontos corridos notamos times sendo rebaixados ou salvos do rebaixamento por interferência direta nos jogos ao longo da competição. Quem não se lembra das arbitragens criminosas contra o Palmeiras no primeiro turno de 2012!
    O tri campeonato dos bambis nunca foi contestado e entrou para a história como uma conquista normal. Naqueles três anos, foram ajudados por interpretações de arbitragens em quase todos os jogos em casa. Não só os pontos conseguidos, mas a tranquilidade adquirida para jogar aquelas competições foi decisiva para as conquistas. No final, bastava mostrar a classificação com a vantagem de pontos obtidas para justificar que “mereceram” vencer. Porém, a questão é outra, como essa vantagem foi formada ao longo do torneio?
    E o outro time paulistano, que teve tudo a favor em duas vezes, mas por incompetência própria só conseguiu levar uma?
    Tecnicamente, seria uma discussão muito interessante sobre futebol. Qual seria o melhor sistema? Entretanto, os exemplos provam: não é possível afirmar que pontos corridos é uma garantia de disputa esportiva em relação aos “mata mata”, infelizmente!

     
  • Às 5 de março de 2015 11:21 , Anonymous Anônimo disse...

    Se tivermos profissionais na arbitragem como na Inglaterra eliminaríamos grande parcela de interferências nos resultados. Time mais bem classificado e invicto pode numa final perder para outro que teve uma premiação mais gorda oferecida ou que torcida fez a diferença, assim sendo, a regularidade deixa de existir. Na minha opinião mata mata longe de premiar ao melhor.

     
  • Às 5 de março de 2015 11:30 , Anonymous Marco disse...

    Não importa o modelo do campeonato, importa que o futebol seja organizado com seriedade e sem favorecimentos.
    Tendo seriedade e não tendo proteção para alguns times, qualquer sistema de disputa é válido e atrativo para o público.

     
  • Às 5 de março de 2015 11:49 , Anonymous MestredosMagos disse...

    QUESTÃO

    Se um jogador está num time de elenco bom, qual sistema ele vai querer: Mata-mata ou Pontos corridos?

    Certamente será o pontos corridos, pois se corre o risco de cruzar com um time ruim, mas que retrancadinho, consegue um gol achado e desmonta um trabalho inteiro.

    O Brasileiro em minha opinião tem que ser pontos corridos.

    A Copa do Brasil, Copa Libertadores e Copa Sulmaericana, deveriam ser nos mesmos moldes atuais com mata-mata.

    Simples.

     
  • Às 5 de março de 2015 12:01 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    O time está sem esquema tático, sem posicionamento. Não tem saída de bola. Não tem liderança em campo. Um Deus dará !! Me faz lembrar muito os dias terríveis do inepto e insignificante Kleina. OO pode ser simpático, apreciador de jazz, culto e diferenciado, mas treinador precisa TREINAR ! E o Palmeiras não apresenta nenhuma melhora em seu padrão de jogo. Somente repentes individuais. Oswaldo: O que acontece ?

     
  • Às 5 de março de 2015 12:33 , Anonymous Anônimo disse...

    Marco, de novo concordo com seu ponto de vista.

    Acrescento o escândalo da arbitragem brasileira no campeonato que praticamente tirou o titulo do Inter e deu de mãos lavadas ao Curintia.

    Pontos Corridos x “Mata Mata”

    Em minha opinião futebol não é justiça, futebol é desempenho e aproveitamento.

    Ora direis e onde entra a justiça?

    E direi então, entra no mesmo lugar, afinal, onde está a justiça de um campeonato onde os eleitos ganham infinitamente mais que os demais sem qualquer critério técnico, além das pesquisas do "respeitabilíssimo" IBOP e dos interesses da "Vênus Platinada"?

    Em minha opinião o campeonato brasileiro seria disputado ao longo de todo o ano, paralelamente aos estaduais, copa do Brasil, Sul-Americana e Libertadores e jogado prioritariamente aos finais de semana.

    Nos intervalos, ou seja, meios de semana, colocaria os jogos dos demais campeonatos.

    Todos teriam calendário durante todo o ano, os estaduais não seriam estrangulados, gerando então vida ao futebol do interior, os torneios eliminatórios manteriam também seu interesse por um período maior.

    Antes que me critiquem, verifiquem quantas datas temos disponíveis durante o ano, vejam quantas datas seriam necessárias para a elaboração desse calendário que eu ousei chamar de "macro", e então verão que sobrariam 8 datas para os jogos caça-níqueis da CBF (Circo Brasileiro do Futebol).

    Ah! Pra tornar o brasileirão menos chato, faria ainda uma final para a apuração do campeão brasileiro da temporada, onde o campeão do 1º turno jogaria com o campeão do 2º turno, sendo que o time que conseguir o feito de ganhar os 2 turnos seria proclamado o "justo" campeão.

    Sei que muitos não concordarão, acho até que não entenderão, mas façam as contas...

    Dinho Maniasi

     
  • Às 5 de março de 2015 13:14 , Anonymous Anônimo disse...

    Andres x Pessoa

    http://uolesportevetv.blogosfera.uol.com.br/2015/03/05/dalmo-pessoa/

    Dinho Maniasi

     
  • Às 5 de março de 2015 13:29 , Anonymous Anônimo disse...

    Ok Alcides,

    Seguem minhas avaliações pessoais:

    Fernando Prass - Ótimo
    Lucas - Horrível. João Pedro já!
    Tobio - Ruim. Facilmente driblado
    Jackson - Razoável. Mas não me passou segurança
    João Paulo - Ruim. Victor Luis, que não é lá essas coisas, é muito melhor.
    Gabriel - Bom. Correu pelo campo inteiro e se esforçou em proteger
    Arouca - Ruim. Seria Bom se não tivesse sido expulso
    Robinho - Ótimo. Está virando o cara.
    Dudu - Ótimo. Tem bola para ser craque.
    Allione - Muito bom. Também pode ser craque, se bem orientado. O Palmeiras deveria contratar o Evair como auxiliar técnico para ensinar essa molecada a chutar.
    Cristano - Bom. Com a garra de sempre
    Leandro - Bom. Fez bem o papel de pivô.
    Renato e Amaral - Bons, mas pouco tempo.

    OO - Faltou colocar o Gabriel Jesus

    Concorda?

    Abraço!! Hudson

     
  • Às 5 de março de 2015 13:46 , Anonymous Alcides Drummond disse...

    Hudson

    Como sempre, as suas opiniões são muito sensatas.
    Obrigado pela participação (AD)

     
  • Às 5 de março de 2015 13:49 , Anonymous Marco disse...

    Dinho, completando a avaliação sobre sistemas de disputa:

    Discussão sobre sistemas de disputa de campeonatos não é simples, é secundária, quando as condições de administração da competição são viciadas.
    O campeonato de 2005 foi por pontos corridos. Também foram por pontos corridos os campeonatos vencidos por bambis e gambás nos últimos anos. Também foi por sistema de pontos corridos que o Palmeiras caiu em 2012 e que que o Flamengo se salvou em mais de uma competição. O caso Lusa, até hoje não esclarecido, também ocorreu em sistema de pontos corridos.
    No caso dos torneios “mata mata” outra relação de eventos também pode ser citada.
    Não adianta pensar que arrumando o time, jogando certinho, tendo bons jogadores uma equipe vai sair vitoriosa dentro das condições atuais do futebol brasileiro.
    Para o torcedor, se pudesse escolher entre o sistema de disputa dos seus sonhos e a seriedade na condução do futebol, ganharia de longe a seriedade e o sistema de disputa poderia até ser o do par ou ímpar, desde que não fosse manipulado.
    Uma coisa é certa, discussão sobre sistema de disputa nunca poderia envolver o argumento de que é mais justo e que não proporcionará “ajustes” na competição. Deveria ficar apenas no aspecto técnico de cada sistema.
    A adoção de uma fórmula não pode mascarar, não pode esconder o que de fato precisaria ser discutido no futebol brasileiro como o papel da CBF, do Tribunal e da TV, da política partidária, da influência estatal, mandando e desmandando.

     
  • Às 5 de março de 2015 16:58 , Anonymous Pastor Palmeirense disse...

    Demorou para imprensa safada começar a falar do Mago novamente, vejam o http://globoesporte.globo.com/blogs/especial-blog/meio-de-campo/post/valdivia-rio-meia-posta-foto-misteriosa-e-levanta-suspeita-sobre-transferencia.html
    Cambada de animais e fdp sem exceção!!

     
  • Às 5 de março de 2015 17:05 , Anonymous VERDE ROXO disse...

    VAMOS LOTAR NOVAMENTE O ALLIANZ PARQUE NESTE SÁBADO, JÁ VENDIDOS DE MANEIRA ANTECIPADA 16.000 INGRESSOS, AVANTI PALESTRA!!! SERÁ QUE JÁ CHEGAREMOS AOS 100.000 SÓCIOS NESTE SÁBADO???

     
  • Às 5 de março de 2015 17:48 , Anonymous Anônimo disse...

    HUDSON, CONCORDO COM A SUA OPINIÃO E VOU MAIS ALÉM , NA MINHA VISÃO DESSE JOGO.
    A DEFESA É P E S S I M A !!! EVESPEREM PRA VER EM JOGOS CONTRA TIMES MELHORES!!!
    -O TOBIO NÃO ACERTA UM PASSE DE 20 mts. E É LENTO COMO MARCADOR, ISSO É EM TODOS OS JOGOS QUE ATUOU.
    -QUANTO AO LUCAS...MUITO RUIM , FRACO NA MARCAÇÃO E SE LANÇA AO ATAQUE SE ACHANDO O MÁXIMO NA LATERAL. O.O DEVERIA COLOCAR JOAO PEDRO URGENTE.
    -O JACKSON É MELHOR PARA SER UM DOS ZAGUEIROS.
    -JOÃO PAULO...MUITO RUIM TB.

    MUITAS CONTRATAÇÕES , MAS A DEFESA TÁ MUITO FRACA

     
  • Às 5 de março de 2015 22:03 , Anonymous Anônimo disse...

    Perfeito Marco, perfeito.

    Outro ponto que essa discussão traz a tona é o "sério, responsável e ilibado" TJD.

    Urge a renovação do sistema de justiça esportiva que hoje vigora no Brasil.

    Julgamentos comprados, na base do toma-la-da-ca, dos conluios, dos acordos dos interesses...

    Passa da hora de se estabelecer no Brasil um Tribunal de Penas.

    Simples interpretação do texto, simples aplicação das penas pré-estabelecidas no código disciplinar.

    O jogador agrediu o gandula, suspensão já definida no livro de penas.

    O time atrasou a entrada/retorno ao gramado, suspensão já definida no livro de penas.

    A torcida depredou o estádio, suspensão já definida no livro de penas.

    Simples assim...

    Sem brechas na lei, sem o mais do mesmo.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 5 de março de 2015 22:24 , Anonymous Doente(verdão) disse...

    Toda vez que o Palmeiras espanta a crise o Valdívia vem com um twite para tumultuar! Primeiro o do tal Cubano de "mãos mágicas", agora colocou uma foto de um copo de café do Rio de Janeiro... Não adianta culpar a imprensa, quem está tentando aparecer mais que o próprio Palmeiras é o Valdívia!
    Se o Flamengo viesse com uma proposta razoavel, eu venderia já, mesmo sabendo que nem Robinho, nem CX, nem Alan Patric chegam aos pés do Valdivia, mas não dá para aguentar mais, para mim a Disney ano passado, enquanto comiamos grama, foi o fim da picada!

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial