Observatório Alviverde

14/08/2016

ATLÉTICO PARANAENSE 0 X 1 PALMEIRAS


A palavra que define a vitória do Palmeiras sobre o Atlético ontem em Curitiba, só pode ser esta: maturidade.

Não, não estou analisando o resultado em si, mas a postura adulta de um time que entrou em campo consciente de suas limitações, porém ciente de seu potencial técnico, muito maior do que o do adversário.

O resultado magro de 1 x 0 não refletiu, absolutamente, o trabalho dos times dentro de campo. 

Fosse por mérito ou rendimento e o Palmeiras teria construído um resultado muito mais elástico de 3 ou de 4 x 0, em face do maior volume de jogo apresentado, tanto e quanto da forma como envolveu -completamente- o adversário, mormente na etapa inicial.

Confesso-lhes que em função do retrospecto, eu temia pelo pior! Embora em meu íntimo eu imaginasse e julgasse que a vitória era possível, tinha as minhas dúvidas em face de múltiplos aspectos que cercavam o jogo, a começar pela própria escalação.

O interessante dessa questão é que a maior parte dos que escrevem neste OAV acertaram em 90% ou mais de suas análises e as conclusões a que se chega (quem não concordar pode, perfeitamente, entrar na roda de nossas discussões e discordar livremente) são estas:

Fizeram, Cuca, a comissão técnica e o próprio Palmeiras, justiça com Jailson e ele mostrou que -bem treinado e aclimatado- pode entrar no ritmo de Prass.

O miolo de zaga conta com o beque-artilheiro e o melhor zagueiro interior esquerdo do país, Victor Hugo que parece se entender melhor com Thiago Martins do que com  Edu Dracena.

No entanto a tendência é a de que Mina venha ser seu companheiro de zaga nos próximos dias, tão logo o colombiano se recupere, definitivamente, da contusão que o afastou do Brasileiro, após auspiciosa estreia e algumas estupendas apresentações.

Jean (magnífico jogador) não é lateral de ofício e tem dificuldades para as jogadas na esquina do gramado.

Essa deficiência queima completamente (tem sido assim) qualquer jogador escalado para atuar pela ponta direita ou quem caia pelo setor, porquanto ele tem dificuldades em realizar tabelas e ultrapassagens pelo setor. Róger Guedes só não se queimou porque tem muita importância tática para Cuca.

O problema da falta de chegada de Jean não chega a ser tão sentido e tão crucial como o que ocorre pelo lado esquerdo com Zé Roberto.

Isso porque Jean consegue apoiar com força e eficiência atuando em diagonal, incursionando pela meia e pelo meio com um excepcional poder de chute e se transformando, sempre, uma opção de arremate à média e longas distâncias.

Que o time sem Zé Roberto, ainda que ele não comprometa em campo como tem ocorrido ultimamente, é outro, melhor, muito melhor! Infinitas vezes, melhor, como sempre fizemos questão de ressaltar.

Com Egídio (há quanto tempo estamos dizendo isso?) o Palmeiras dispõe de um leque muito mais amplo de jogadas ofensivas embora com um poderio defensivo igual. 

Egídio não marca tão bem, mas apoia infinitamente mais e melhor do que ZR.

A vantagem maior é aquela de que o costado de Egídio (ele tem muito mais corpo, mais presença, melhor preparo físico e maior poder de recuperação) não é tão vulnerável e nem é preciso armar esquemas especiais de cobertura que subtraem a força ofensiva da equipe.  

Lembram-se de quando eu disse que o problema de ZR como titular não é o que ele faz (dá para o gasto) mas o que ele deixa de realizar em termos táticos pois limita demais a equipe? Ontem, na prática, deu pra constatar, perfeitamente, o que dissemos.

Em relação ao meio de campo, o Palmeiras após ter perdido Gabriel Jesus, tinha de ter entrado em campo mais fechado e precavido tanto e quanto o fez ontem contra o Atlético PR, sem essa de inventar. 

Com todo o respeito, Cuca não pode trabalhar dando importância à imprensa que vai sempre cobrar times ofensivos que, na maioria absoluta das vezes, são derrotados pelos times defensivos, ou, definindo melhor, pelos mais equilibrados. A exemplo do que ocorreu ontem, o Palmeiras tem de ser e estar, sempre, equilibrado!

O Palmeiras, ontem, escalou Thiago Santos e Tchê-Tchê à frente da zaga, e eles contavam sempre com o recuo do incansável Moisés, que tem fôlego suficiente para, se quiser, disputar a Maratona ao final das Olimpíadas.

Róger Guedes e Eric também contribuíram, na medida em que também voltavam para tentar reaver a posse de bola e, embora menos, Dudu que fez o trabalhão de pião (com i mesmo) também ajudou e ainda dispôs de tempo para distribuir o jogo. 

 Sem fazer uso do jogo aéreo contínuo, só utilizado nas bolas paradas com o avanço dos beques (o gol ocorreu assim), o Palmeiras provou que é muito mais letal se jogar sem um centroavante especialista, porque, como já dissemos, para atuar assim o Palmeiras teria de ter laterais apoiadores, o que, efetivamente, o time não tem.

Isso explica a insistência de Cuca com Leandro Pereira que representou uma tentativa dele colocar no time o único centroavante que sabe tocar, tabelar e jogar sem bola! Infelizmente, não deu certo!

Já imaginaram se o Palmeiras tivesse um distribuidor de jogo e lançador da estirpe, qualidade, valência e inteligência de Valdívia, e o time estivesse atuando no esquema de ontem com dois atacantes de velocidade escolhidos entre Gabriel Jesus, Dudu. Eric e ou Róger Guedes? 

O jogo de ontem na capital araucariana (gostaram da expressão?) mostrou que este OAV, isto é, eu, você e todos nós, acertamos plenamente, com um ou outro equívoco, todas as nossas antevisões a respeito do time do Palmeiras?

Vejam que malgrado o péssimo apitador gaúcho Jean Pierre ter impedido o Palmeiras de se impor ainda mais no jogo e de atropelar e golear o Atlético, o Verdão conseguiu a proeza de ter sido até agora o único time a derrotar rubro-negro paranaense em sua própria casa.

E o fez de maneira indiscutível, inquestionável e inapelável com casa cheia, torcida contrária, gramado artificial e, enfim, sob um ambiente inteiramente adverso e hostil.

Num jogo no qual todo mundo jogou bem, até Róger Guedes, criticado por muitos que não reconhecem a sua importância tática no contexto palmeirense, destaco três jogadores: Jailson, Thiago Santos e Moisés, este, mais uma vez e com toda a justiça, o craque do jogo!

COMENTE COMENTE COMENTE

41 Comentários:

  • Às 14 de agosto de 2016 18:28 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Este não é jogo para a gente ganhar, infelizmente. Lá não é fácil para ninguém. Mas a fé remove montanhas, por isso podemos acreditar, e vencer. Avanti!

     
  • Às 14 de agosto de 2016 18:31 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Não tolero as sardinhas arrogantes, más foi muito bom ver este maldito Clube Atlético Mau Pagador Mineiro levar uma piaba.

     
  • Às 14 de agosto de 2016 19:32 , Anonymous Claudio de MG disse...

    PQP! Mais uma vez lesados covardemente de maneira dolosa, suja. Estamos no intervalo vencendo por 1 x 0, más se não fosse a ação parcial da arbitragem poderíamos estar vencendo tranquilamente por 3 ou mais. Dois lances claríssimos e capitais em que o Palmeiras foi GARFADO. O pênalti cometido pelo atleticano foi claro, ele abre o braço para interceptar a bola na falta cobrada pelo Dudu. Na segunda garfada, o Dudu foi lançado em posição LEGALÍSSIMA e sairia cara a cara com o goleiro, mas o bandeira PARA PREJUDICAR O PALMEIRAS marcou impedimento. Se por um azar não voltarmos bem depois do intervalo tudo pode ir por água abaixo em um jogo que já poderia estar definido SE NÃO FOSSE A INTERVENÇÃO MALÉFICA(SÓ ERRAM CONTRA NÓS) DA ARBITRAGEM.
    Agora sobre o time: como é RUIM DE BOLA este tal de Eric, Meu Deus! Jogar no Goiás é uma coisa, jogar no Palmeiras é outra história. Tomara que ele cale minha boca e passe a jogar alguma coisa, ou o Cuca enxergue a ruindade dele e já o tire no intervalo (eu colocaria o Alione na função do Dudu e tirava este Eric).

     
  • Às 14 de agosto de 2016 20:35 , Anonymous Anônimo disse...

    Esse chupa vai pra todos os pseudo-palmeirenses. Respeitem o Verdão!

     
  • Às 14 de agosto de 2016 20:39 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Ufa, vencemos!
    Gostei muito da atuação do time hoje e se não fosse a arbitragem teríamos ganhado até de mais gols (que podem nos fazer falta lá na frente). Enquanto jogávamos 11 contra 11 o Furacão era dominado, mas com a entrada do "Morto" Xavier, ficamos com 10 em campo e eles passaram a pressionar um pouco mais.
    NOTAS:
    Jailson - 9,5
    Jean - 3. Jogadorzinho bem sem vergonha também
    Martins - 8
    Hugo - 9
    Egidio - 6
    Tche - 6. Perde bolas bobas demais
    Santos- 9,2. Jogadoraço. O Valter é um capeta e o Santos colocou ele no bolso.
    Moisés - 8,5. Grata surpresa este volante
    Dudu - 6. Parece desanimado
    Guedes - 4. Aquele gol perdido é um absurdo
    Eric - 0 (zero) como atacante e 1 como lateral, então 0,5 na média final. Péssimo!

     
  • Às 14 de agosto de 2016 21:05 , Anonymous JS1993 disse...

    Que vitória sensacional, espetacular. Esse tipo de jogo é para afogar qualquer desconfiança que se tinha na competência desse grupo de trabalho para conquistar o título.

    Moisés, Jailson Thiago Martins, Vitor Hugo e Thiago Santos MONSTROS no jogo, estão de parabéns!

    OLEEEEEEEEEEEEEEEE, OLEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE, CANTA AEEEEEEEEE, EU CANTO QUE EU SOU PALMEIRAS ATÉ MORRER, OLEOLEEEEEEEEEE.

     
  • Às 14 de agosto de 2016 21:15 , Anonymous Bolero disse...

    Uma palavra só...MOISÉS !!! monstro em campo , na minha opinião o melhor, mas não posso esquecer de Jailson, V.H, Thiago, Jean, Egidio, Thiago Santos, Tche Tche, Dudu , Erick , Roger Guedes, enfim o time jogou uma bola redonda e com muita raça e com cara de campeão.
    Calma aí gente., vcs. Tão pensando que o time é o Barça ?, erros sempre vão acontecer em um lance ou outro . Claro que tivemos a oportunidade de vencer por até 3 X 0 mas oque importa é o espírito da equipe
    Como sempre juizinho fdp querendo nos prejudicar , pênalti na falta cobrado por Dudu que fdp fez que não viu.

     
  • Às 14 de agosto de 2016 21:17 , Anonymous Edson disse...

    Moisés melhor jogador em campo.
    Gostei da entrada do Xavier, que conseguiu diminuir o ritmo de jogo.
    Tchê joga muito e o time como um todo foi muito bem.
    Jailson... habemos goleiro.

     
  • Às 14 de agosto de 2016 21:19 , Anonymous JS1993 disse...

    Essa partida é daquelas especiais em que, praticamente todos, fazem uma grande partida e contribuem bastante para a conquista da vitória.

    Com exceção do Roger Guedes, que jogou mal, do Jean que foi discreto e do Egidio, que apesar de ter tido uma ótima atuação defensiva, deixou a desejar nos cruzamentos.

     
  • Às 14 de agosto de 2016 21:21 , Blogger Unknown disse...

    Excelente partida!
    O Palmeiras jogou como campeão, gostei muito!

    Duas conclusões bem claras, na minha opinião:
    1) Jaílson é titular absoluto. Como disse o amigo cearense do Alcides, Prass que se cuide quando se recuperar.
    2) O projeto de colocar gramado sintético no Allianz Parque tem que seguir. Hoje parecia que o Palmeiras era o time acostumado ao gramado rápido
    De quebra resolve-se o problema do gramado ruim depois dos shows.

    ===========

    Jogo mais comédia da rodada:
    SPFW tomando gol nos acréscimos!
    HAHAHA HAHAHA HAHAHA

     
  • Às 14 de agosto de 2016 21:47 , Anonymous Anônimo disse...

    Bambi amarelou. Que fase! Quinta força do Estado.

     
  • Às 14 de agosto de 2016 22:00 , Anonymous JS1993 disse...


    Uma ótima atuação coletiva da equipe, porém é importante ressaltar quem se destacou individualmente. Os destaques positivos do jogo foram:

    Jailson- um São Marcos bronzeado;

    Thiago Martins - melhor partida dele no profissional;

    Vitor Hugo - o melhor zagueiro do Palmeiras nos últimos 10 anos;

    Thiago Santos- MONSTRO na parte defensiva, principalmente no primeiro tempo;

    Dudu- muito importante taticamente;

    Cuca- aplicou um nó tático no Paulo Autuori;

    E o CRAQUE MONSTRO do jogo Moisés - melhor partida dele com a camisa do Palmeiras, e olha que já teve várias atuações muito boas.

     
  • Às 14 de agosto de 2016 22:00 , Blogger Alexandre disse...

    Palmeiras Líder!

    Chupa imprensa de gambá!

     
  • Às 14 de agosto de 2016 22:04 , Blogger Alexandre disse...

    É Claúdio/Mg, fomos assaltados mais uma vez!

     
  • Às 14 de agosto de 2016 22:13 , Anonymous Marco disse...

    Moisés, Tchê Tchê e Thiago Santos, jogadores que jamais seriam contratados se dependesse da opinião da parte intelectualoide da torcida que só enxerga jogador de nome e não vê futebol.

    ==========

    Volto na discussão sobre a postura dos árbitros nos jogos do Palmeiras, sem querer discutir a ética e a honestidade deles. Eles têm medo de marcar lances capitais para o Palmeiras, medo que não teriam de marcar contra. Isso preciso ser explorado pela torcida palmeirense até chegar ao clube a à imprensa.

    ============

    Jogo é jogado e não se ganha e não se perde antes de entrar em campo.

    ============

    O "come quieto" mais uma vez beneficiado na vila. Torcida, banco de reservas e jogadores orquestrados nas pressão e reclamação contra a arbitragem. Cometem faltas em TODAS as jogadas de bola parada para a área, especialmente Ricardo Oliveira. Vamos jogar lá e é bom começar a preparar o terreno

     
  • Às 14 de agosto de 2016 23:32 , Anonymous Nei Verde disse...

    Se esse Jailson é isso que estamos vendo, porque ele não foi escalado de inicio, contra galo gay, botinha e sapéco, sera que por ser negro??? Hoje ele foi perfeito mais uma vez, grandes defesas..!

    Taticamente hoje foi a melhor partida do palmeiras no Brasileiro!

    Jogaram muito bem: Tiago Martins, Tche Tche, Moises e Tiago Silva, Dudu estava bem marcado.

    Parte negativa, já a vários jogos tem sido Jean, tá na hora de dar oportunidade para João Pedro.

    Com Egidio o time é outro, não tem a avenida Zé Dinossauro Matuzalém, para o adversário fazer festa, espero que Cuca não abre as pernas no próximo jogo.

    Verdade!! o jogo estava bom equilibrado, ao entrar os dois mortos C. Xaveco e Rafael Merdamax, o time caiu muito.

    Vitoria muito importante para os jogadores recuperarem a confiança de vez!

    Quem disse que Tche Tche não jogou bem, não deve ter assistido o mesmo jogo, eh essa de colocar essa grama sintética na arena aff..!!





     
  • Às 15 de agosto de 2016 01:07 , Blogger Unknown disse...

    Nei,

    Observe a questão da seguinte forma.
    A WTorre tá se lixando pro Palmeiras.
    Até sessão de cinema foi motivo pro time jogar fora de seu estádio.

    Depois de cada show o gramado fica todo zuado durante vários dias.
    Não sou fã do gramado sintético, mas ele resolveria em parte esse problema.

    O risco seria o time não se adaptar.
    Pelo que vimos hoje em Curitiba, esse risco é muito baixo.
    Por que não fazer, pelo menos, um estudo comparativo sério?
    Se o estudo mostrar que vale a pena, por que não tentar?

    Um abraço!

     
  • Às 15 de agosto de 2016 07:14 , Anonymous Daniel Palestra disse...

    Jogamos como líder do campeonato, com determinação e comprometimento sem igual, muitos de nossos adversários diretos não irão ganhar lá, Moisés mais uma vez um monstro com a ajuda do incansável Tchê, que belos jogadores, vale também enfatizar a entrega de Erik, que canseira este deu na defesa do adversário, tudo lindo...tão lindo qto a liderança isolada do verdão.
    No caminho certo..nem pode ser diferente.
    Avanti Palestra!!!

     
  • Às 15 de agosto de 2016 09:52 , Anonymous Marco disse...

    Jean não apoia como um lateral tradicional (ou um ala), mas joga em um time que muitas vezes atua sem um volante de ofício (ou só com um) e tem na lateral esquerda um jogador com muita idade ou outro que o forte é o apoio.
    Jean dá o equilíbrio ao sistema defensivo e ao meio.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 11:26 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Nei, eu também já pensei sobre esta historia da grama sintética. Acho que pode ser boa pra gente por alguns aspectos como: os shows infindaveis não seriam mais aquela dor cabeca, o Palmeiras logo iria se adaptar a ele por que iria jogar sempre lá, enquanto que os adversários iriam sofrer muito, igual sofrem quando encaram o furacão (fomos os únicos a vencer lá). Por estas e outras, acho uma boa opção a ser pensada sim. Alias, lembra quando o Felipao inventou de molhar o gramado antes dos jogos? Na época levamos muita vantagem por conta deste pequeno detalhe e os adversários sofriam. Tem outra, quando Galo e Cruzeiro estavam bem, dificilmente perdiam jogando no Mineirão antigo por conta do gramado MAIS alto do Brasil naquela epoca e isso so favorecia eles por estarem acostumados, enquanto os adversários "morriam" no segundo tempo das partidas. O Goias também, quando tinha times decentes, também era um sufoco de enfrentar quando atuava no imenso gramado do Serra Dourada (maior do Brasil na época). No futebol de alto nivel, pequenas coisas fazem grandes diferenças as vezes.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 11:30 , Blogger William Schneider disse...

    A opinião é livre.. Mas imagino se VC fosse Palmeirense então.. Primeiro fala q é realista e o Verdão não tinha como bater o Patético PR e agora mais essas asneiras. Desculpa amigo mas não tem como concordar contigo.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 11:39 , Blogger William Schneider disse...

    Booom dia Palmeirenses!

    Dia especial por ver o espirito de guerreiros dos jogadores.

    Isso é Verdão, isso é Palmeiras.

    Poderíamos ter vencido com um placar mais ample se não fosse a arbitragem, mas é incontestável a doação de todos em campo.

    Podemos perder eventualmente, o que é normal num campeonato nivelado e que vários times oscilam num sobe e desce. O importante é ter um padrão de jogo e que todos os que entrem em campo tenham a mesma vontade de ganhar.

    Temos erros, temos defeitos e temos carência em algumas posições, mesmo assim vamos brigar pelo titulo e acredito muito que vamos ser campeões.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 11:41 , Anonymous Elcio disse...

    O fato é que o Cuca tem mudado constantemente a forma de atuar do Palmeiras, e com isso o futebol de alguns tem caído.

    De alguns jogos para cá, é visível a mudança de função de alguns jogadores.

    O Roger Guedes já não é mais aquele atacante, estilo Edmundo, hoje está parecendo o Luan, joga mais de lateral do que de atacante, e quando chega ao ataque já não tem pernas.

    O Tche-Tche que era comentado pelas trocas de posição com Jean, que atuava no campo inteiro, hoje é o que cobre a lateral esquerda, já não o vemos perambulando por todo o campo como antes, às vezes até fica meio sumido do jogo.

    Todo o nosso jogo está estruturado encima do Moises, que tem se destacado pelo vigor que apresenta, não é nenhum craque mas da forma que se entrega à partida, o faz o melhor no momento.

    Me parece que o Cuca deu uma segurada no impeto ofensivo que nosso time demonstrava quando ele chegou.

    Com essas mudanças, o sistema defensivo melhorou muito.
    Por outro lado, o ofensivo caiu na mesma porporção.

    Note que atualmente sempre estamos falando que os melhores do time são os defensores.

    Estou esperando para ver se essa será nossa maneira de jogar, ou se é momentanea, devido a ausencia de Jesuis.

    Abraço.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 11:42 , Anonymous Marco disse...

    110m x 75m - maior dimensão de gramado para jogos Internacionais, utilizados em vários campos do Brasil, por exemplo: Maracanã e Serra Dourada

    Curiosidade: Fonte Luminosa em Araraquara: era 110x76m

    Dimensões dos gramados paulistas, anterior à padronização em 105x68m

    Palestra Itália:
    Dimensões: 105,0m x 75,0m
    Área do gramado: 7875,00 m²


    Morumbi:
    Dimensões: 108,0m x 72,0m
    Área do gramado: 7776,00 m²
    (fonte: www.spfc.com.br)

    Vila Belmiro:
    Dimensões: 105,8m x 70,3m
    Área do gramado: 7437,74 m²
    (fonte: www.santosfc.com.br)

    Canindé:
    Dimensões: 103,4m x 70,5m
    Área do gramado: 7289,70 m²
    (fonte: http://www.sitedalusa.pop.com.br/caninde.html)

    Pacaembu:
    Dimensões: 104m x 68m
    Área do gramado: 7072,00 m²
    (fonte: www.pontoverde.com.br - matéria do jornalista Márcio Trevisan)


     
  • Às 15 de agosto de 2016 12:13 , Anonymous Marco disse...

    Fiz essa consulta de dimensão de gramados em uma ocasião que a imprensa passava dados falsos sobre o Palmeiras. Afirmavam que o Palmeiras jogava em campo pequeno e usavam isso para criar imagem de que o time teria dificuldades em gramados maiores.
    Como podem notar, a área do antigo Palestra Itália era a maior do que a de outros estádios paulistas, utilizados pelos grandes clubes. Quem jogava no gramado de menor dimensão era o time da marginal. O Palmeiras tinha o gramado de maior dimensão. Essa foi mais uma da “imprenssinha”, só que neste caso, pode ser desmascarada com dados que poderiam ser confirmados e não apenas com nossas observações.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 13:04 , Anonymous Nei Verde disse...

    Alcides, você escreveu td que eu penso, com sabias palavras, o mesmo digo ao amigo Elcio,
    discordo então somente sobre Vitor Hugo, na minha opinião seus gols não me faz pensar diferente,pagamos caro por esse custo beneficio, acho um jogador as vezes descompromissado, apesar de boa estatura, com péssimo posicionamento defensivos em bolas aéreas sobre nossa areá, quase todos os jogos tomamos gols pelo sua inadequada colocação, ontem mesmo Jailson fez milagres em cabeçadas livres dos atleticanos, Fazendo um bom trabalho, dando lhe mais confiança, vejo mais futuro no Tiago Martins, na minha opinião é o meu escolhido para estar ao lado de Yerri Mina.

    Quanto ao restante você e o Elcio Matou a Pau, principalmente qdo vc citou Zé Dinossauro Matusalém e Egidio.

    Amigo Claudio,respeito sua opinião mas essa conduta não combina muito com o palmeiras, sou tradicionalista, não gosto muito desses artifícios, vamos torcer para que Paulo Nobre compre logo essa arena, e ficaremos livres desses problemas.
    Com implantação de gramado artificial vamos ser julgados por artifícios, pela mídia podre, stjd, rede de esgoto, podemos ate correr o risco de interdição, sacanagens tipo como fizeram com Alecsandro, sem nexo nenhum, mas contra o Palmeiras pode..!

     
  • Às 15 de agosto de 2016 14:42 , Blogger Dinho Maniasi disse...

    o gramado do impressorão é misto.

    natural e sintético.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 15:23 , Anonymous Anônimo disse...

    Onde anda Verde Insuperável ? Escrevo pouco aqui, prefiro acompanhar. Entrava no blog e curtia muito seus comentários. Eloquentes, cultos e precisos. Difícil encontrar um texto com a sua qualidade nas redes sociais. E ainda "de graça". Rsrsrsrs.. Junto com Alcides, o diferencial no Observatório, com todo o respeito aos demais, também muito bons. Tomara que ele volte. Tenho visto seus comentários no UOL. Vivo, ele está.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 15:25 , Anonymous Paulo Ribas disse...

    Comentario acima foi meu.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 15:35 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Agora quanto a este forista desconhecido ai, que se acha mais torcedor que os outros e que diz não ter como concordar em nada comigo, saiba que estou pouco me lixando pra sua opiniao. E se acha que não sou palmeirense pelo simples fato de ter pensamento diverso do dele já não e problema meu. Não tenho que provar nada a ninguém, muito menos a pessoas que pra mim não tem nenhuma significância. E por respeito ao blog, ao seu criador e aos demais foristas educados que aqui frequentam, ficarei por aqui para não baixar ate tal nivel dele.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 15:41 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Caro Nei Verde, que fique claro que o que escrevi não foi sobre você, OK. Alias, se escrevi seu nome e porque você não e um forasteiro mal educado que só quer ofender. Por sinal, você educadamente e socialmente discordou de mim com argumentos, o que e algo inteligente e saudável.

     
  • Às 15 de agosto de 2016 15:59 , Anonymous Anônimo disse...

    esse paulo ribas deve ser o insuperável disfarçado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

     
  • Às 15 de agosto de 2016 17:10 , Anonymous Victor tredenski disse...

    AINDA BEM Q GJ33

    NOS DESFALCARA SÓ MAIS UMA RODADA

    VEM LOGO GJ33

    PONTOS PRECIOSOS VIRÃO

     
  • Às 15 de agosto de 2016 21:28 , Blogger Nailton Pimentel disse...

    Então depois que todo mundo esquece o Mauro Mau-humorado Pereira fala no linha de passe que o gol do cu-rintia contra o Palmeiras foi "muito bem anulado, teve várias irregularidades". Imprensa hipócrita! Na época ninguém teve a coragem de assumir!

     
  • Às 15 de agosto de 2016 22:16 , Blogger Alexandre disse...

    Campo de Futebol tem que ser de grama e ponto.

    Nunca gostei de jogar bola em society, a bola quica muito, prejudica o toque de bola, vai ficar um monte de jogadores do Palmeiras no Departamento Médico, machuca D+ essa merda de gramado sintético.

    CAMPO DE GRAMA!

     
  • Às 15 de agosto de 2016 22:54 , Anonymous alcides drummond disse...

    Ney

    O maior prejudicado pela presença de ZR no time é Victor Hugo. Tudo estoura em cima dele!
    Viu que com o Egídio em campo ele arrebentou?
    Mas quer apostar que o Dinosauro volta no próximo jogo e tudo vai voltar a estar como antes no quartel de Abrantes? Abs (AD)

     
  • Às 16 de agosto de 2016 06:23 , Anonymous Matheus São José do Rio Preto-SP disse...

    Em busca de mais um título, Vitor Hugo rejeita proposta da Europa.

    Zagueiro confirma que foi procurado pela Fiorentina, mas diz que seu foco é ser campeão pelo Verdão.

    Avanti Palestra!!! Seremos campeões sim.

     
  • Às 16 de agosto de 2016 06:35 , Anonymous Luciano Trevisan -São Paulo-SP disse...

    Moisés e Erik na minha opinião os que se destacaram entre todos os demais, é fato que todo time foi bem más estes dois foram muito além, superaram as minhas expectativas.
    Roger Guedes entrou sem confiança, que na próxima oportunidade volte a ser o que todos nós sabemos que este sabe...errar é normal.. mas aquele gol dado de bandeja pelo Moisés não pode...literalmente não pode!!
    Avanti Palestra!!

     
  • Às 16 de agosto de 2016 06:39 , Anonymous Luciano Trevisan -São Paulo-SP disse...

    Erik fará falta no domingo contra a Ponte, podem escrever, atacante incisivo e que perturba toda a defesa adversária, incansável durante toda a partida. Levou 3º amarelo.

     
  • Às 16 de agosto de 2016 07:34 , Anonymous Anônimo disse...

    GJ fica no banco domingo

     
  • Às 16 de agosto de 2016 12:08 , Anonymous Elcio disse...

    Para relaxar.

    Não é possível, até nas olimpíadas!!!
    Fiquei sabendo que a Poliana da maratona aquática treinava no Curica, por isso que expulsaram a francesa e deram a medalha de bronze para ela.

    Abraço :)

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial