Observatório Alviverde

09/03/2017

VAMOS, TODOS, REFLETIR, MEUS AMIGOS PALMEIRENSES!


Disse alguém, já nem me lembro quem, que "o burro é o único animal que não volta atrás"! Verdade verdadeira, verdadeira verdade!

Uso, então, o axioma sem criticas ou ofensas indiretas a quem quer seja que comente neste blog, nem os que fazem de suas opiniões inamovíveis dogmas como se fosse o futebol uma modalidade esportiva fixa, estática ou matemática, mas, creiam, em função de mim.

Por mais que eu considere que o Palmeiras, para se firmar como um time de ponta, necessite prementemente de um lateral mais novo e mais produtivo do que Zé Roberto (Necessita, mesmo!), a bem da justiça não posso deixar de registrar quando ele atue bem e apresente bons serviços com a camisa do Verdão!

Ontem, a partir do momento em que o Palmeiras viu-se reduzido a dez homens, ZR, em novas funções,agigantou-se, e não permitiu que o time esmorecesse, desistisse ou se entregasse em campo.

Na qualidade de jogador mais velho e experiente chamou para si a responsabilidade, exerceu a sua função de liderança e mostrou categoria, versatilidade e vivência dentro de campo.

Por seu empenho, raça e vontade de vencer, ZR constituiu-se, inicialmente, no jogador taticamente mais importante da equipe e, em seguida, naquele tecnicamente mas efetivo, o melhor do time (sob o meu ângulo de análise) de todo o time do Palmeiras... 

Sem medo de errar ou de me equivocar, sou convicto de que ZR, ontem, constituiu-se em um verdadeiro protagonista, no que foi seguido por Dracena (apesar da falha no gol) por Prass e por Felipe Melo quando voltou para ser, menos um volante, e, muito mais, um zagueiro recuado à última linha de defesa! 

En passant: lamentável que estejam colocando os guerreiros Vitor Hugo e Thiago Santos, dois jogadores alvos da cobiça de tantos clubes brasileiros na condição de outro injustiçado, Marcio Araújo.

O que muitos não conseguem perceber é que jamais existiu na história do futebol um time formado exclusivamente por craques.

O Palmeiras de Leão, Luis Pereira e Ferrari teve Minuca que nunca foi um craque mas um jogador eficiente e raçudo tanto quanto Thiago Santos, haja vista que  eu considere Vitor Hugo um jogador bem acima da média em sua posição.

Para que não digam que exagero ou que eu seja uma opinião isolada, Tite, de própria voz o citou como um dos bons valores na posição e um jogador  convocável à Seleção. 

Para fechar o assunto Zé Roberto, muito mais do que exibir ontem em Tucuman a sua imensa, inegável e indesmentível categoria individual, tornou-se o melhor em campo, ao menos para mim, para mim, para mim, também pelo comando e liderança que exerceu sobre os companheiros tanto e quanto na qualidade de um preposto de Eduardo Batista dentro de campo.

Como deixar de reconhecer estas verdades? Como cravou o Araújo, só quem estivesse "blogando" de dentro do Juqueri. Não chego a esse extremo, mas entendi, perfeitamente, o que ele quis dizer em sua  mensagem.

Não tenho restrições (sinceramente, não tenho mesmo) por quem queira este ou aquele jogador em campo, por quem considere que essa ou aquela tática seja a melhor ou a pior, haja vista que, tudo isso faz parte do jogo e está e estará (sempre) no campo das discussões.

A única coisa que eu recrimino, embora só introspectivamente, de mim para mim mesmo, é que quando um jogador atua bem e se destaca, não ter o seu trabalho reconhecido apenas por não fazer parte da relação dos preferidos deste ou daquele participante do blog.

Mais do que torcer por um jogador, torço pelo Palmeiras, por suas cores e pela instituição. Os jogadores, em meu critério de análise, não passam de funcionários graduados, regiamente remunerados para compor o time de futebol.

O que muita gente ainda não compreendeu ou, se compreendeu não quer admitir é que temos um dos melhores elencos das Américas, e é com esse grupo inscrito nas diferentes competições que vamos ter de dar sequência ao trabalho rumo ao(s) pódio(s). 

O que vale, afinal, é que, com poucas restrições, e, queiram ou não os pessimistas de plantão, o Palmeiras, teoricamente, é um dos mais fortes candidatos ao título da Libertadores em 2017, com Eduardo ou sem ele. Pensem nisso!

Pensem, também, que jogador de futebol não é (na prática) um trabalhador regido pela CLT, senão em pequena proporção dos salários (no plural, sim) que recebe.

As rescisões são caríssimas e as contratações investimentos ainda de maior monta o que inviabiliza essa movimentação constante dos clubes por contratar e dispensar indefinidamente conforme o desejo de tantos! 

Quem tem empresa sabe, perfeitamente, o quanto é difícil e custoso demitir um trabalhador, ainda que os salários sejam minúsculos. Imaginem demitir quem ganha cem, duzentos, trezentos mil reais a mais...

O Palmeiras vai disputar a Libertadores com esses jogadores inscritos ou com três ou quatro (se muito) contratações a mais. 

O que pode, verdadeiramente, mudar (se mudar) é o técnico, mas receio que EB, a julgar pelo que vi ontem das alterações realizadas em comum acordo com os jogadores mais experientes, do apoio visibilíssimo dos jogadores ao treinador, creio que só uma hecatombe em casa contra os Bambis terá o poder de destabilizar EB.

Em contrapartida uma simples vitória sobre o time de Rogério Ceni representará uma grossa camada de "super-bonder" com o poder de fixar por muito mais tempo EB na cadeira de técnico do Palmeiras.

Creio que a Hora H, isto é, a hora fatal e derradeira da definição da vida de EB e de sua permanência no comando técnico do Palmeiras acontecerá neste final de semana!

COMENTE COMENTE COMENTE

As críticas e reparos que fiz ontem a Maurício Noriega por sua infeliz performance na análise da arbitragem no primeiro tempo de Tucuman x Palmeiras, eu as atenuo em parte, considerando o que ele falou sobre o árbitro paraguaio no segundo tempo do jogo, tachando-o de caseiro e em razão disso, indiretamente, de um manipulador de resultados! (AD)

 

 




 

61 Comentários:

  • Às 9 de março de 2017 14:50 , Anonymous Vidente disse...

    Esta tudo perfeito, empatou com o Real Madri fora de casa.
    Zé ré é espetacular, T.Santos é muito mais jogador que Guerra e M. Bastos e Tchê Tchê, e EB é o cara!

     
  • Às 9 de março de 2017 15:37 , Anonymous MestredosMagos disse...

    PERFEITO PARA IMPRENSA

    A continuidade de EB está de bom tamanho para imprensa.

    E o que é bom para imprensa é porque é ruim para o Palmeiras.

    =======

    Técnico fraco, fraco, fraco.

    Ao invés de EB deveria se chamar GA.

    GA = Galinha de Angola (to fraco to fraco to fraco)

    ========

    Keno destaque do jogo. Vai cavando seu espaço.

    Saudações.

     
  • Às 9 de março de 2017 16:35 , Anonymous Elcio disse...

    Já comentei no texto anterior.
    A próxima será a derradeira semana desse aprendiz.

    Não tenho a menor ideia de quem poderíamos colocar no lugar dele, talvez o Luxa, só sei de uma coisa.

    Com esse cara não ganharemos nada.

    Qualquer um que entre, será uma novidade e vamos ver depois no que dará.
    Não adianta, minha opinião já está formada a respeito do EB.

    Utilizando o texto do Alcides, se o EB fosse inteligente, ele voltaria atrás, para a Ponte Preta.

     
  • Às 9 de março de 2017 16:50 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Os palmeirenses que assistem os jogos, prestam atenção nos detalhes e entrelinhas e querem realmente O BEM do Palmeiras -- garanto que há muitos neste blog -- estão PREOCUPADÍSSIMOS com o que estão vendo.

    Uma orquestra pode ter excelentes músicos mas só faz uma boa apresentação se o maestro der coesão ao grupo.
    No futebol é a mesma coisa.
    Temos uma máquina de jogar bola no papel.
    Alguns craques, outros experientes, outros raçudos, e também revelações garimpadas de outros times.
    Mas o maestro, digo, o técnico, é FRACO -- FRAQUÍSSIMO -- e a cada jogo dá mostras que está perdido e que só sabe montar times retrancados e sem brilho.

    Todo o planejamento do Palmeiras para fazer uma grande Libertadores está sendo desperdiçado.
    Vamos esperar o desastre do ano passado se repetir?
    Ninguém quer isso ou deseja isso.

    Aos que têm paciência de Jó e acham que o técnico deve continuar, pergunto: no ano passado vocês também tiveram esta paciência toda com Marcelo Oliveira?
    Acham que a situação atual é diferente? Por quê?
    (Pergunto numa boa. Queria saber a opinião de vocês.)

     
  • Às 9 de março de 2017 16:57 , Anonymous Edson disse...

    Para refletir também.
    Trocar o Nelsinho Jr por quem?
    Não lembro nenhum nome de peso.
    Luxemburgo, o melhor técnico que já vi, já era, é passado.
    Quando ainda era bom, caiu em todas as libertadores que entrou.
    Na mais recente, com o Grêmio, montou um time dos sonhos com Barcos e cia, mas sossobrou e deixou o time gaúcho na penúria.
    Abelão já está empregado, mas quem viu o Flu contra o Fla, deve ter notado que, além da garra, o time pó de arroz não mostrou nada.
    Sinceramente não me recordo de outro.
    Para técnico jovem, como é o Nelsinho Jr, teria que ser o Fernando Diniz, que é o único que mostra alguma coisa nova. Só não sei se, em time grande, teria respaldo para fazer o que faz.
    Só para lembrar, e deve estar nos anais do blog. No ano passado, quando perdemos da ferroviária, o técnico português Sérgio Vieira foi elogiado como estrategista e citado por aqui como o técnico que deveria deveria ser contratado pelo Palmeiras.
    Após algumas rodadas foi demitido pela ferrinha, e hoje, nem sei onde anda.
    Dá para aguardar mais um pouco.
    .

     
  • Às 9 de março de 2017 17:27 , Anonymous Japa Verde disse...


    Também acho o EB fraco. Mas entendo que não há opção no mercado para substituí-lo.
    Quem eu gostaria?? Tite, Mano, ou Dorival. Talvez o Felipão. Mas, tem como contratar? Acho que Não! Então, estamos numa sinuca de bico.

     
  • Às 9 de março de 2017 17:40 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Luxemburgo, excepcional, capaz, inteligente, e que precisa e está querendo mais uma chance, é o melhor nome. Paulo Autuori, Mano Menezes, Jorginho (os dois), o próprio Dorival Júnior, além do Rueda, são outros. Todos muito melhores do que EB. Aliás, EB é tão ruim, que um cone supriria o seu lugar. Desse modo, a questão não é saber se existe outro melhor. A questão é tirar de cena um imbecil que coloca dois volantes contra um Tucumã, e jamais escalou (tendo em mãos) a maior dupla das Américas no ano passado: Guerra e Borja ! Dá para acreditar que esse sujeito é normal ? Para mim, um moleque inconsequente.

     
  • Às 9 de março de 2017 18:04 , Anonymous Edson disse...

    Acho mesmo que esses são melhores, porém estão empregados. Técnico estrangeiro, agora não. Tem que dar tempo para que eles se adaptem, e agora esse tempo não existe.
    Jorginho, só se for o do Vasco, porque o Cantinflas é ruim de doer.
    Só sobra o Luxa, que já foi o melhor. É inteligente, manobra a imprensa como ninguém, mas tem lá os seus defeitos que não vou escrever. Todos já sabem mais ou menos quais são.
    Será que ainda dá caldo?

     
  • Às 9 de março de 2017 18:19 , Anonymous Arnaldo disse...

    Alcides e colegas

    Excelente comentário do 'mestredosmagos': a imprensa está feliz com estado atual do Palmeiras. Se eles estão felizes é porque é ruim para o Palmeiras.

    Falam de nomes... Diego Aguirre (que está no San Lorenzo) seria um excelente nome.

    O filhote de nelsinho já perdeu de maneira incrível nossa invencibilidade para o SCCP e estejamos preparados para perder a invencibilidade no Allianz para o SPFW, no sábado.
    E a imprensa vai dizer que o time 'misto' era inevitável, que está dentro do esperado, ... que devemos dar mais tempo... Estamos muito piores!!!

    Só uma demissão imediata após a derrota de sábado fará com que tenhamos chances na Libertadores. A continuidade do pusilânime pseudo-treinador nos colocará em risco já no jogo contra o Jorge Wilstermann (pasmem!!)

    Repito o que venho escrevendo desde Dezembro/2016:
    #foraeduardogambabatista

     
  • Às 9 de março de 2017 18:26 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    #FORAEDUARDOGAMBATISTA !!!!!!!!!

     
  • Às 9 de março de 2017 19:24 , Anonymous Anônimo disse...

    Se a liberta durasse até o meio do ano, arriscaria dizer que essa é a duração do EB. Mas agora qualquer hora é hora pra ele cair. Espero que o time melhore, ganhe, seja lá quem for o técnico. Chegar depois do Cuca abandonar o barco campeão brasileiro não ajuda nenhum substituto. Aguirre foi o nome que citei lá atrás, mas sou contra essas figurinhas ultrapassadas.

     
  • Às 9 de março de 2017 19:25 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Hoje um amigo palmeirense me mandou uma piadinha pelo WhatsApp:

    O Palmeiras este ano não vai ganhar nada.
    Time que vende Jesus, machuca Moisés e compra Guerra, com certeza vai ser castigado por Deus.

    Mas respondi seriamente:

    E o castigo tem nome: Eduardo Batista.
    Fraquíssimo...

     
  • Às 9 de março de 2017 19:44 , Anonymous Marco disse...

    Comparo a situação do EB a de uma pessoa que arrumou um excelente emprego em outro país, mas não sabe falar uma palavra do idioma onde vai trabalhar. Essa pessoa precisa falar fluentemente em três meses esse idioma para poder assumir o emprego.
    Nesse período, terá que estudar 24 horas por dia para não perder a oportunidade profissional.

    Esses três meses de aprendizado forçado, para o EB representam o Campeonato Paulista e a primeira fase da Libertadores.
    Pelo elenco que tem em mãos, suas chances de ter sucesso no Paulista e se classificar na Libertadores são muito grandes.
    Porém, passado esse período, estará em condições de conduzir o Palmeiras no difícil campeonato brasileiro e nas fases eliminatórias da Libertadores?

    O torcedor consciente do Palmeiras percebe o quadro e cobra seu treinador e cobra sua diretoria. Ninguém quer ter razão, pois ter razão significará fracasso. Critica-se muito o “comportamento amendoim” de parte da torcida, mas essa crítica é mal intencionada, pois direciona convenientemente o foco para o lado oposto do puxa-saquismo. Na verdade, o comportamento radical tanto para um lado, quanto para o outro, só prejudica o time e impede a análise da situação pela técnica e pela razão.

    Sábado jogaremos contra os bambis no Allianz Parque e nossa chance de vitória é muito grande. Uma vitória que deve acontecer e que deve trazer para destaque os comentários dos juvenis de plantão enaltecendo o treinador como alguém já preparado para dirigir o Palmeiras na fase importante da Libertadores e do Brasileiro.

    Muita gente já percebeu, inclusive o elenco, que o treinador é fraco e nota-se que os jogadores passaram a conduzí-lo. Na prática, não é o EB que treina o Palmeiras, são os jogadores mais experientes que o estão treinando. Nossa torcida é para que após o Paulistão e após a primeira fase da Libertadores ele tenha concluído seu curso super intensivo de treinador de futebol e possa começar a falar a língua do time.

     
  • Às 9 de março de 2017 20:04 , Blogger eduardo luiz disse...

    Parabéns Alcides pelo comentário. Pena que tem gente que não consegue entender a consistência da matéria. Acho que deveria rever alguns intrusos nesse blog, para que ele continue consistente e de alto nível. Do contrário, se tornará um blog como do UOL.. com todo respeito.

     
  • Às 9 de março de 2017 20:57 , Anonymous Elcio disse...

    Tem cara que entra aqui para falar a mesma merda toda hora.
    Coloque o seu ponto de vista e leia dos outros, se houver interesse.
    Infelizmente aqui nao tem só vaquinha de presépio colega, e nao sei se você encontrará um, um só blog da midia palestina que lhe agrade.

     
  • Às 9 de março de 2017 21:02 , Anonymous Arnaldo disse...

    Kkkkkkkkkk

     
  • Às 9 de março de 2017 21:24 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Eduardo Luiz,

    Percebo que você é um dos mais pacientes em relação à situação atual.

    Pergunto (numa boa): qual diferença você vê entre a situação do Eduardo Batista e a que o Marcelo Oliveira tinha ano passado?
    Você não está nem um pouco preocupado com o que vem acontecendo?

    Por favor, isto não é um ataque disfarçado.
    Todos somos palmeirenses e este é um blog para discutir ideias.
    Você tem sua opinião, tenho a minha, não concordamos, mas gostaria de entender melhor o seu ponto-de-vista.

     
  • Às 9 de março de 2017 21:41 , Anonymous Marco disse...

    Sábado vamos ganhar dos bambis e minha análise sobre o treinador do Palmeiras será a mesma feita no comentário das 19:44.

    O mínimo período para avaliarmos a sua condição será no final do Paulistão e final da primeira fase da Libertadores. Para o nosso bem, espero que até lá ele tenha a evolução necessária, pois caso não tenha, vamos lamentar muito.

    Não deveria ser assim, mas é!

    Esse é o apoio que estamos dando, esperar que ele aprenda em curto espaço de tempo, pois não está em nossa mão o poder de decisão. O máximo que podemos fazer é alertar, é cobrar trabalho eficiente e isso a torcida do Palmeiras sabe fazer.

    O mais preocupante nessa onda de "polianas" é ver torcedores do Palmeiras repetindo como papagaios o discurso de figuras carimbadas da imprensa.

    O texto de hoje começou com o seguinte parágrafo:
    ".........
    Disse alguém, já nem me lembro quem, que "o burro é o único animal que não volta atrás"! Verdade verdadeira, verdadeira verdade!
    ........"

    Que seja assim, trabalhou direito, soube escalar e comandar o time, será reconhecido. Saberemos ver a evolução e os méritos, nada mais simples e óbvio.
    Todo mundo pode aprender e o EB também pode, mas por enquanto não passa confiança.


     
  • Às 9 de março de 2017 22:17 , Blogger Emanuel Campana disse...

    Eu detesto ficar em cima do muro, mas com relação ao EB tenho os seguintes pontos / sentimentos negativos:

    - Falta personalidade
    - troca 6 por meia dúzia
    - fala pouco com o time
    - parece ter medo de tirar "medalhões"
    - gosta de artigos arrumar desculpas
    - o pai dele é ídolo gambá e afastou o jogador mais importante pós fila (Evair)

    Porém tem os seguintes pontos positivos:
    - o time demonstra evolução;
    - diferente do ano passado, parece que o time está "comparando" a ideia do técnico;
    - seu discurso está alinhado com do time;
    - não joga o grupo contra a imprensa, como fez m.o.

    Por um lado quero um técnico vibrante, que mesmo com 1 a menos vá pra cima, como foi Luxemburgo contra o colo colo, na casa do adversário em 2009, por outro sempre torço pelo sucesso dá S.E. PALMEIRAS, assim sendo , desejo que o EB a partir de sábado se torne o maior técnico dá história alviverde, dando no tático na biba e, vencendo todos os próximos jogos até 31/12/2017. Portanto não desejo que ele saia (apesar de não confiar em seu trabalho) desejo que vença e fique, exatamente nessa ordem.

     
  • Às 9 de março de 2017 22:48 , Blogger Alexandre Correia disse...

    Era pro Baptistinha tirar o Thiago Santos e ter colocado o zagueiro Antônio Carlos, na hora da expulsão.

    Esse time do Tucuman é fraco, Michel Bastos renderia muito mais do que Thiago S.

     
  • Às 9 de março de 2017 23:41 , Anonymous Edson disse...

    Santos empatou com um time semi profissional lá no Peru.
    E o melhor jogador em campo foi o goleiro Vlademir.
    Perto do Sporting cristal o Tucumã é o Barcelona.

     
  • Às 10 de março de 2017 05:45 , Anonymous Elcio disse...

    Semana que vem tem Palmeiras x Santos na Vila.
    Vai dar para fazer a comparação.
    Apesar de que acho que o Estagoario não chega lá.

     
  • Às 10 de março de 2017 05:45 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Sporting Cristal, Los Cerveceros, é um dos mais tradicionais times do Peru. Fundado em 1955, tem 19 títulos nacionais, e já disputou uma final da Libertadores, perdendo para o Cruzeiro. Comparar com o modesto Tucumã, só se considerarmos ser este argentino, e aquele, peruano. Marcou muito bem o Santos, em um ótimo jogo, muito melhor que o nosso, na quarta. E o diferencial é que os sardinhas jogaram no ataque 90 minutos, com Lucas Lima arrebentando. E o Dorival não sendo COVARDE, como, aliás, é, o tal de EB.

     
  • Às 10 de março de 2017 05:53 , Anonymous Verde insuperável disse...

    Não concordo com aqueles que dizem: Eduardo vai aprender, se tornar um bom técnico. Ora, senhores, o cara tem 47 anos, passou a vida na sombra do pai, e não aprendeu !!!! Não será agora. Para aprender é preciso inteligência e talento. Ninguém vira um bom advogado e bom médico, se não os tem. Muito menos um treinador, onde o feeling é fundamental. De fato Alcides deveria "rever alguns intrusos no Blog", especialmente aqueles inocentes inúteis que o utilizam para bajular um péssimo treinador, sem qualquer discernimento. Aqui não é lugar de imbecil e nem de puxa sacos.

     
  • Às 10 de março de 2017 06:06 , Anonymous Verde insuperável disse...

    "Gente falsa não fala, insinua. Não conversa, gera intriga. Não elogia, adula. Não deseja, cobiça. Não colabora, interfere. Não participa, se infiltra. Não sorri, mostra os dentes. Não caminha, rasteja pela vida sabotando a felicidade alheia e sobrevivendo de seus restos". (Jô Soares). A bajulação é a maior arma dos incompetentes !!

     
  • Às 10 de março de 2017 07:14 , Anonymous Edson disse...

    O sporting cristal é um time tradicional, é verdade, me referi ao time atual, ruim demais, sem nenhuma qualidade, composto por jogadores baixotes e alguns visivelmente fora de forma.
    Sem duvida o Tucuman está melhor e é também violento, coisa que o SCristal não é.
    Que o Dorival foi para cima é verdade, mas tambem faltou futebol para os sardinhas,

     
  • Às 10 de março de 2017 07:35 , Anonymous Elcio disse...

    Violento?

     
  • Às 10 de março de 2017 07:38 , Anonymous Elcio disse...

    Então poderíamos dizer que há uns anos atrás a Libertadores era disputada por gladiadores?

     
  • Às 10 de março de 2017 08:08 , Anonymous Cleiton disse...

    Bom dia amigos. Não quero defender o EB, mas acima alguém questionou a diferença entre ele e o MO ano passado. Bem, pra começar o tempo né, pois o MO chegou em 2015, depois participou da montagem do time do ano passado enquanto o EB chegou já com tudo definido. Acho que ele merece ao menos encarar com tranquilidade essas 2 semanas decisivas, até porque, vai trazer quem ?

     
  • Às 10 de março de 2017 08:55 , Anonymous Marco disse...

    Verde Insuperável disse:

    Não concordo com aqueles que dizem: Eduardo vai aprender, se tornar um bom técnico. Ora, senhores, o cara tem 47 anos, passou a vida na sombra do pai, e não aprendeu !!!! Não será agora. Para aprender é preciso inteligência e talento. Ninguém vira um bom advogado e bom médico, se não os tem. Muito menos um treinador, onde o feeling é fundamental.
    ========================

    Verde, lamentável seu comentário infeliz.
    Busque nos meus comentários onde escrevo que o EB vai aprender.

    O que escrevi com muita clareza e por diversas vezes foi que a única chance dele dar certo no Palmeiras será aprender o mais urgente possível. Não escrevi que ele vai aprender, escrevi que ele precisa aprender o que é muito diferente. Ficou claro desta vez? Caso consiga ou não, é outra história e nesse sentido não manifestei opinião.

    Todos aqui sabem que fui o primeiro participante deste blog a emitir opinião contrária a contratação do EB. Antes da contratação dele busquei informações sobre sua passagem pela Ponte Preta e publiquei aqui.

    Sua ansiedade de querer responder a tudo e a todos e de analisar não só os fatos, mas as opiniões que os outros emitem no blog o fez editar meus comentários. Acredito que não escrevi meus comentários em grego para serem tão mal interpretados, distorcidos, ou utilizados para gerar uma resposta ao que não foi escrito.

    Qualquer participante aqui tem o direito de discordar das opiniões de outros participantes, desde que essas opiniões tenham sido manifestadas aqui no blog e não criadas na cabeça de quem quer discordar por discordar.

    Ao analisar uma situação, como é a do treinador, somos obrigados a considerar o que está acontecendo e não o que gostaríamos que acontecesse. Nesse caso, não podemos ignorar que EB é o treinador do Palmeiras e dificilmente será demitido, caso não ocorra algum vexame, mesmo que a diretoria saiba dos risco que representa a sua permanência para as fases decisivas na Libertadores.

    Agora sim, segue a minha opinião sobre o treinador, HOJE:

    Não tem condição de ser técnico do Palmeiras;
    Somos obrigados a torcer por ele, gostando ou não;
    O palmeirense que gosta do seu time quer que o treinador tenha sucesso, mesmo não concordando com sua presença. Queremos que ele prove que estamos errados (ou será que torcemos para que ele fracasse, para que o Palmeiras se ferre para dizer que estávamos certos?);
    Nossa chance é que ele aprenda, isso não implica em afirmação, se ele vai conseguir ou não;
    Por último, os jogadores rodados que temos podem “treinar o treinador” e tomar conta do time, fazendo a equipe ser campeã, mesmo com EB. Nossa grande chance está ai!

     
  • Às 10 de março de 2017 09:43 , Anonymous Verde e Branco disse...

    O medo de perder não pode tirar a vontade de ganhar. O treinador, tem que entender isso.

     
  • Às 10 de março de 2017 10:07 , Blogger Emanuel Campana disse...

    Comparando, leia-se comprando

     
  • Às 10 de março de 2017 10:37 , Blogger eduardo luiz disse...

    Ao Moises Braga Ribeiro,,

    Desde a minha primeira manifestação, disse com toda clareza que devemos apoiar a diretoria quanto a escolha do técnico que fizeram. Não é especificamente a figura do EB. Acho que se se o mesmo foi contratado para ser treinador do time no final de 2016. Acompanhou a junto com a comissão técnica, os ajustes feito ao time, pela diretoria. Fez a pré-temporada. Iniciou seu trabalho no campeonato paulista. Em 7 jogos, 5 vitorias e 2 derrotas, aprofeitamento, naquele campeonato, 71%. Iniciou a Libertadores, empate fora de casa, contra um time argentino. Assim, entendo que o técnico não está tendo um inicio de temporada desastroso. Um exemplo, o Cuca quando iniciou o seu trabalho, teve 4 derrotas seguidas, muitos na oportunidade, principalmente, nas redes sociais, pediam para que ele voltasse pra China. Fez um bom campeonato, a imprensa tentou pilhar o elenco com a historia do CUCABOL. Acho que todos lembram disso. Por fim, entendo temos a mania de fazer comparações. Hoje, o Palmeiras tem, sem sombra de dúvida, o melhor elenco do Brasil, mas isso não significa que tenha que jogar bem todas as partidas, dar espetáculo em todos os jogos, e por fim, ter que ganhar todos os títulos do ano. Acho que tem elenco, pra chegar a quase todas as finais, mas não obrigação de ganhar todas. Quanto ao técnico, especificamente, vejo que o mesmo pertence a uma nova safra que está surgindo, assim como, Ceni, Carille e Ze Ricardo. Mas o único problema é que EB está dirigindo o Verdão, que tem um ótimo plantel, e sofre uma pressão violenta da imprensa que está contagiando os torcedores. Finalmente, acho que a pressão e cobrança deveria ter sido feito à Diretoria que o contratou, pois ela deve ter feito um estudo para contratá-lo, uma vez que CUCA anunciou a sua saída bem antes do final da temporada. Não acho que ele foi contratado por falta de opções, senão teríamos ficado com Alberto Valentin. Vejo, assim, que essa cobrança tão forte sobre ele acaba prejudicando o trabalho e a montagem do time, uma vez que os jogadores absorvem a pressão.

     
  • Às 10 de março de 2017 11:00 , Anonymous Edson disse...

    Elcio, achei violento.
    Ou você não viu as duras faltas que não foram amareladas pelo juiz caseiro?
    A entrada que o lateral D deu no Dudu foi prá lá de forte, assim como o empurrão que o atacante deu no Zagueiro Antonio Carlos, prá cima do Prass, o que resultou naquela contusão costal. Pelo menos na do Dudu, o bundão do Juiz deu amarelo.
    Acho que o fato de libertadores de outros tempos serem mais violentas, não redime o time argentino.
    Ontem, houve apenas um pontapé desferido pelo time peruano, dado pelo veterano Lobaton no Lucas Lima, que deve ter merecido, porque no mais o SCristal jogou com muita lealdade
    O Alcides fez um post de conciliação e espera, que eu concordo muito. Entendi, como está escrito, que não haverá condescendência eterna com o EB, apenas não pode existir um açodamento de queima às bruxas.
    Concordo com quase tudo que se escreve. Alguns escrevem com mais fígado e outros com mais paciência, mas a mensagem do post foi clara, paciência por mais algum tempo.
    Elogiar o que está ruim nos outros, só para justificar o pedido de queda do EB é desnecessário. O Santos não tem jogado nada e também não jogou nada ontem (apesar do técnico experiente), Rogério Ceni também é um aprendiz de técnico, assim como o Carilli.
    Ele cairá por si só, caso o trabalho não decole.
    Questão de pouco tempo.

     
  • Às 10 de março de 2017 11:17 , Anonymous Marco disse...

    Quase não se falou de arbitragem e todo mundo aceita o fato de que Libertadores é assim mesmo. Não deveria ser.

    Os problemas do Palmeiras e a discordância ou concordância em relação ao nosso treinador, à escalação, ao sistema de jogo, não nos impede de analisar a arbitragem.
    Nada justifica a atuação caseira, com dois pesos e duas medidas de um árbitro que foi nitidamente covarde e parcial.

    Esse é mais um ponto que a diretoria deve atuar, pois em uma partida contra uma equipe mais qualificada, uma atuação tendenciosa da arbitragem pode decidir um jogo ou uma classificação.
    Nenhum erro cometido pelo Palmeiras dá ao apitador o direito de interferir no andamento do jogo.

    As atenções direcionadas ao treinador acabaram escondendo esse problema.

     
  • Às 10 de março de 2017 11:30 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    "Esses três meses de aprendizado forçado, para o EB representam o Campeonato Paulista e a primeira fase da Libertadores".

    "Nossa torcida é para que após o Paulistão e após a primeira fase da Libertadores ele tenha concluído seu curso super intensivo de treinador de futebol e possa começar a falar a língua do time".
    09 de março de 2017 19:44

    Marco:
    Respondo com sua próprias palavras, transcritas acima.
    Vc não disse que ele vai aprender, mas torce para que ele aprenda. Se vc torce, é porque tem esperanças de que ele aprenda.
    Dessa forma, peço-lhe que pare com esse seu jeito "não me toque" se ser, adjetivando como infeliz meu comentário, só porque contrariei você.
    E seja mais claro das próximas vezes.
    Embora eu conheça a Hermenêutica, por conta da minha profissão e estudos, os demais companheiros não são obrigados a desvendar suas "entrelinhas".
    Abraços, com o devido respeito.

     
  • Às 10 de março de 2017 11:32 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    jeito "não me toque" de ser......

     
  • Às 10 de março de 2017 11:50 , Anonymous Nei Verde disse...

    Calma gente!!!! o destino vai dando jeito e arrumando o time..!

    O Zagueiro irresponsável e cabeça de bagre se deus quiser vai tomar um belo gancho e a melhor dupla de zaga vai ser escalada.

    Tchê Tchê esta recuperado, deve voltar ao time como volante ou como lateral direito, com isso os outros cabeças de bagre vão para o banco.

    Zé Dinossauro, já entrou em vários jogos seguidos, deve estar na ultima lona, aparecendo os arames (pneu), vai ser a hora de cobrar M.Bastos nessa posição.

    Prass, apesar de estar bem, saiu com muitas dores de campo, justiça para o injustiçado Jaílson, deve retornar o tão bom qual, mas com melhor saída de bola.

    O inverno esta chegando, dias mais frios virão, deve refrescar os miolos de galinha desse incompetente, que se diz técnico, com isso ele vai ver que o Palmeiras não é P. Preta, e nem fluminense.

    Em breve, esta cada dia mais próximo de os próprios incompetentes da diretoria lhe cobrar porque as contratações milionárias não são escaladas, e muito menos jogando o que jogaram o ano passado, e com a pressão da torcida mais uns dois ou tês meses ele escala o time ideal.

    O inconveniente, é que a imprensa cor de merda o elogia, e aplaude suas cagadas para que ele continue no cargo, pois o que é ruim para nós é bom para eles, e o morfético acha que esta abafando..!

    Outra noticia boa, é que cada dia que passa, esta mais perto desse fdp levar o pé na bunda e CUCA retornar.
    PORTANTO, O DESTINO E O TEMPO ESTA A NOSSO FAVOR, BASTA ESPERAR..!!

    Obrigado Marcos, por suas citações qdo foi questionado sobre entendermos mais que o técnico.Entendemos sim!!!! e infinitamente melhor..! devíamos ate ser convidados a formar uma comissão e opinar sobre o que deve e o que não deve se fazer no Palmeiras, tudo que questionamos aqui é batata..,a velha guarda aqui é feras...!! kkkkkkkkkkkkk, (modesto), e de minha parte não iria cobrar nada. Jovens do blog, prestem bem atenção, que aqui tem feras, conhecedores do Palmeiras..!

    Mas não vamos falar muito pois acabermos sendo levados para Juqueri.

    Tem muitos aqui que tem muito a aprender sobre Palmeiras..!!!!sugiro que vão prestando atenção na velha guarda.

    Nos conhecemos de libertadores, pois vimos o Palmeiras ser roubado numa decisão contra o Estudiantes em 1968..! Não é ESTER..????

     
  • Às 10 de março de 2017 12:05 , Anonymous Anônimo disse...

    Verde Insuperável, por que no te callas?. Faça um blogue para você e fique lá, comentando sozinho suas diartribes

     
  • Às 10 de março de 2017 12:10 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Anônimo ??? EU SEI QUE É VC. VC SEMPRE FAZ ISSO. HAHAHAHAHAHAH....

     
  • Às 10 de março de 2017 12:14 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Escreva direito, seo anônimo.
    Embora covarde, seja um pouco menos ignorante:
    DIATRIBES !

     
  • Às 10 de março de 2017 12:20 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    MESMO GOSTANDO MUITO DO IRREPREENSÍVEL NEGRO DOS CABELOS ESPETADOS, IMPOSSÍVEL NÃO (QUASE) MORRER DE RIR COM A SEGUINTE FRASE, POR CERTO, A MELHOR DO MÊS;

    "Zé Dinossauro, já entrou em vários jogos seguidos, deve estar na ultima lona, aparecendo os arames (pneu), vai ser a hora de cobrar M.Bastos nessa posição".

    Concordo plenamente.

     
  • Às 10 de março de 2017 12:45 , Anonymous Nei Verde disse...

    Tenho fé..! ainda vou ver essa escalação em campo, vestidos com o uniforme número um, camisa verde, calções brancos e mais brancas, alá luxa o profexo..!

    Jailson
    Tchê
    Mina
    Dracena
    M.Bastos

    F.Melo
    Moises
    Guerra
    Dudu

    Keno
    Borja

     
  • Às 10 de março de 2017 12:50 , Anonymous Elcio disse...

    Não que eu concorde.
    Mas estava tentando escalar o time descansado para amanhã.

    No esquema 4-1-4-1 do Estagiário.

    Jailson
    Tche - Mina - VHugo - Egídio
    Arouca
    Roger - Guerra - R.Veiga - R.Marques
    Willian

    Esqueci alguém????

     
  • Às 10 de março de 2017 12:51 , Anonymous Nei Verde disse...

    meias

     
  • Às 10 de março de 2017 16:45 , Anonymous Marco disse...

    Verde, fui muito claro nos comentários e não escrevo por entrelinhas, bastaria prestar um pouco de atenção que não existiria a menor dificuldade para entender. Quanto aos outros participantes, caso não entendam algo, deixe que eles se manifestem.

    Tenha sempre toda a liberdade de discordar, mas discorde do que é escrito e não do que você supõem que foi escrito. Não foi a primeira vez que você "edita" um comentário e responde em função do que imaginou.

    Você, em determinadas vezes, consegue discordar até de quem concorda com você! Você conseguiu perceber que neste assunto do EB eu estou concordando com a maior parte dos seus comentários ou não notou isso?

    A única diferença está no fato que eu considero a possibilidade dos jogadores "adotarem o treinador" e o grupo tomar à frente, conduzindo o time nas competições. Nesse caso, o treinador pagaria "carona na história". Isso não foi “entrelinhas”, fez parte de comentário objetivo para quem quisesse entender. Não seria EB o primeiro treinador que recebeu um título no colo!

    Claro que eu torço para que qualquer um que treine ou que jogue pelo Palmeiras acerte, sou palmeirense. Anormal seria torcer pelo fracasso. Torcer é muito diferente de avaliar. Torci para equipes ruins do Palmeiras em algumas temporatas terríveis para o time e isso jamais significou que eu julgava aqueles times como sendo de excelente qualidade. Ficou claro agora ou ainda acha que teve entrelinhas?


     
  • Às 10 de março de 2017 16:48 , Anonymous Claudio de MG disse...

    Tenho postado menos aqui no blog (embora o leia quase todos os dias) e vou ser sincero ao dizer, que um dos motivos é sim o Eduardo Batista.

    Pode e até acho que seja implicância minha, más, a indiferença e "cara de sonso" do Eduardo Batista à beira do relvado me tira o entusiasmo até pelos jogos.

    Fazendo um paralelo e elevando o nível dele, até, o Eduardo Batista é uma espécie de Arsène Wenger das Américas. O árbitro pode pintar e bordar à revelia, que a complacência e a mesmice no semblante não muda.

    O intrépido, maluco e contagiante estilo Antonio Conte e Jurgen Klopp, à beira do gramado me entusiasma muito mais.

    Eduardo Batista, meu filho: Xingue alguém, dê um chute em um copo d'água, tire o Felipe Melo de campo ainda no primeiro tempo de uma partida. Pratique algo que nos faça crer que você, como todos nós, tem um pouco de loucura e irresponsabilidade também. KKKKK!

     
  • Às 10 de março de 2017 16:50 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Eduardo Luiz,

    Antes de mais nada, obrigado pela resposta.
    Acho que é assim que temos que discutir as ideias aqui no blog: numa boa, sem ofensas pessoais, perguntando e respondendo.
    Cada um tem sua opinião, que merece ser respeitada caso concordemos ou não.
    Só peço que você quebre o texto em parágrafos :-)

    Continuando.
    Eu havia perguntado sobre a situação de hoje e a situação com o Marcelo Oliveira.
    Não é por mania de comparação; é porque estou muito preocupado (e vários outros aqui no blog também estão) com o que estou vendo, as situações são muito semelhantes.
    Tanto um quanto o outro tiveram oportunidade de fazer toda a pré-temporada.
    Aí chegamos na Libertadores, o campeonato mais importante do ano, e o técnico não passa a mínima confiança.
    Ano passado acabamos com um vexame, situação que espero que não se repita neste ano.

    Gostaria de estar tão tranquilo quanto você, olhando apenas os placares.
    Pra mim foram vitórias suadas sobre times pequenos, uma derrota absolutamente vexatória contra o curica e um empate contra o pior time da chave da Libertadores.
    Resultados que não animam nem um pouco.

    Concordo que temos o melhor elenco do Brasil.
    Concordo que temos que fazer pressão sobre a diretoria, afinal foi ela quem escolheu o técnico.
    Concordo que o time não precisa dar espetáculo sempre.

    Mas discordo na sua avaliação geral que é preciso dar tempo ao tempo.
    A Libertadores é prioridade total e precisamos de um cara bom na área técnica.

    Também discordo que os jogadores não suportem a pressão.
    São profissionais, a maioria com muitos anos de carreira, têm que estar acostumados com pressão.
    Não vivem numa redoma e já devem ter percebido que a torcida não está gostando de ver o time assim, então já estão "treinando o treinador" (nas palavras do Marco).

    Do jeito que as coisas estão indo, minha esperança está no plantel, não no técnico.
    Mas o plantel não pode resolver tudo se o técnico não escala bem e não substitui bem.

     
  • Às 10 de março de 2017 16:51 , Anonymous Anônimo disse...

    Maluco chato esse insuportável.

     
  • Às 10 de março de 2017 16:59 , Blogger Moisés Braga Ribeiro disse...

    Nei, esse é o time dos sonhos, pra passar o trator em qualquer um!

    O técnico poderia ser o Zé Roberto :-)

     
  • Às 10 de março de 2017 18:43 , Anonymous Anônimo disse...

    Esse verde insuperável, não respeita a opinião contraria a dele. concordo deveria ele criar um blog

     
  • Às 10 de março de 2017 19:20 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Bem vindo, Cláudio. Você, com sua lucidez, faz muita falta.

     
  • Às 10 de março de 2017 19:21 , Anonymous Elcio disse...

    Por algum momento cheguei a pensar qie o Anônimo é o próprio verde.
    Sabe aquela coisa médico e o monstro?

    Não vai me descabelar aqui, é só uma bricadeirinha.
    :)))

     
  • Às 10 de março de 2017 19:24 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Caro Élcio, nem pense nisso. Sou sério. Não brinco com esses assuntos e detesto o anonimato, reduto de ratos e bandidos. Que fiquem em sua toca, com a fedentina. Sigo aqui com a minha sagrada missão de fazer o PALMEIRAS cada dia maior.

     
  • Às 10 de março de 2017 19:26 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Anônimo, repito, eu sei quem é vc. QUE FEIO !!!!!

     
  • Às 10 de março de 2017 19:26 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    E não me pergunte como.....

     
  • Às 10 de março de 2017 21:12 , Blogger eduardo luiz disse...

    Moisés, obrigado pela sua lucidez e educação. Quando me refiro a pressão, digo principalmente ao novos jogares que estão chegando. E alguns já estão no time titular, como Felipe, guerra, Borja e keno. São jogadores que chegaram agora. Ainda estão em fase de adaptação. Diferente é o guerra e Borja jogar no atlético da Colômbia e chegar e jogar no Verdão. Isso precisa tempo de adaptação. Por exemplo, o Borja antes do jogo da libertadores, entrou no segundo tempo em dois jogos e fez gol. Jogou desde o início neste jogo da libertadores e não foi bem. Evidentemente que não está em suas melhores condições físicas. Afinal chegou agora. Imagine se o técnico não tivesse escalado desde o início, imagine a pressão que o técnico teria. Vítor Hugo, ser expulso com 20 min de jogo. Isso mostra nervosismo devido a pressão midiática que pilhou a torcida. Esse é meu entendimento.

     
  • Às 10 de março de 2017 22:19 , Blogger eduardo luiz disse...

    Quando me reporto a Moisés, é Moisés Braga Ribeiro. Desculpem a falha.

     
  • Às 10 de março de 2017 22:38 , Blogger Alexandre Correia disse...

    No passado os bambis queriam roubar a Palestra Itália do Palmeiras não conseguiram. Quase faliram! O Palmeiras lhe estendeu a mão.

    Moral da história: vão tomar uma surra pra aprender a nunca mais mexer com o Palmeiras.

     
  • Às 10 de março de 2017 22:52 , Anonymous Nei Verde disse...

    O batistinha já está pregando por aí que Dudu e Guerra não pode jogar juntos.O saudoso João Saldanha deve ter esmurrando o túmulo.

     
  • Às 10 de março de 2017 23:26 , Blogger Borgo verde disse...

    Não se espantem caso a diretoria contrate um Messi da vida, que com esse técnicozinho irá para o banco de reservas. O cara detesta meias habilidosos, adora brucutus.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial