Observatório Alviverde

26/10/2018

BOCA 2 X 0 PALMEIRAS. UMA ANÁLISE DE CABEÇA FRIA SOBRE O TRABALHO DE FELIPÃO!


Muitas razões levaram o Palmeiras à fragorosa derrota em Buenos Aires!

PRIMEIRA

O planejamento equivocado de Felipão. 
Ficou bem claro que o Palmeiras jogou para empatar ou perder de 0 x 1 e, se possível, achar um gol e vencer.
Sabendo que o gol na casa do adversário valia (vale) por dois, Felipão, concordo, deveria, sim, ter jogado com precaução, mas sem nunca abdicar de atacar como ocorreu e, principalmente, tentar marcar ao menos um gol fora de casa.
Vejam que mesmo quando o time já perdia por 0 x 1, em vez de mandar o time pra cima e tentar o empate, ele trancou-se ainda mais na defesa e acabou sendo castigado com o 0 x 2.

SEGUNDA
A inutilidade e o prejuízo decorrentes do rodízio de times.
O que se ganha em reservas físicas, perde-se no entrosamento da equipe, muito mais importante.
Além disto, liquida a confiança dos atletas de personalidade tímida, que necessitam de estabilidade no grupo para que possam render satisfatoriamente.
IMPORTANTE - Nunca, na história do futebol, clube algum prosperou com dois grupos. Nem a Seleção Brasileira da Copa de 38, que praticou o sistema, deu-se bem.

TERCEIRA
A escalação equivocada do time que enfrentou o Boca. 
Não, não estou afirmando isto agora, mas o fiz de forma antecipada, como prova e comprova o blog.
A mudança radical de uma zaga entrosada, perfeita no jogo aéreo e artilheira, atendendo ao "mi-mi-mi" de quem não gosta de jogador velho e o fato de o time jogar com três volantes e sem um armador criativo são a prova contundente do que digo.

QUARTA
A filosofia exclusivamente defensivista de um time que não ousou.
Em momento algum Felipão abriu mão de jogar pelo regulamento. Nem quando perdia por 0 x 1.
Mas, além do que dissemos da filosofia de jogo, há outros indícios claros a citar:
a) O time conseguiu chutar só três ou quatro bolas ao gol adversário e, ainda assim, sem perigo...
b) Da mesma forma, não ofereceu perigo ao adversário em suas jogadas até então mais fortes e decisivas, de bola parada principalmente nos córneres. Tudo em razão da falta que fazem Antonio Carlos e Dracena, estupidamente afastados porque Felipão achou que os jogadores do time reserva eram melhores do que os até então titulares...
c) Defesa plantada com dois rebatedores, Luan e Gustavo Gómez destacados para a cobertura final da última bola, cercada por três volantes e três atacantes que parecem ter sido orientados para, apenas, defender...
d) Os zagueiros palmeirense tanto e quanto os que recuaram para ajudá-los, não conseguiam nunca trocar passes e jogaram instintivamente à base do estouro de bola inconsciente  inconsequente para qualquer lado, dentro ou fora do campo. Mas lançar para quem se estava todo mundo recuado e preocupado apenas em marcar os argentinos?
Conclusão 
Um time que age assim durante os 90 minutos esteve essencialmente defensivista e, em razão disto,  dificilmente venceria o confronto. Ainda mais em noite de tão pouca inspiração.
O  resultado (0 x 2 para o Boca) foi justo em um jogo no qual não se pode -nem de leve- criticar a arbitragem comandada pelo chileno Roberto Tovar, que atuou em consonância com a minha previsão e de acordo com as minhas otimistas expectativas.

QUINTA
A tradicional e inexplicável paixão de Felipão pelos jogadores "grossos"!  
Nem vou citar os nomes de tantos jogadores toscos e de tão pouca técnica de jogo, que ganharam a preferência de Felipão em tantos clubes e com os quais, reconheça-se, ele ganhou tantos títulos.
Mas deu para notar que os títulos de Felipão são sempre conquistados com sangue, suór e lágrimas?
Os jogos das finais com Felipão no comando, são de um sacrifício tal que, quando os títulos chegam, o torcedor está tão cansado, derrubado e estressado que nem consegue comemorar a conquista como deveria e nem da forma que mais gostaria.
Uma das explicações para isso é o fato de -sob a alegação de uma pretensa raça- Felipão estar sempre arrumando uma forma de colocar no time jogadores superados ou até os "grossos".
Deu para notar como ele fica chateado e infeliz se deixa de escalar Jean e Thiago Martins nem que seja, apenas, por alguns poucos minutos?

SEXTA
Um time sem meias criativos não consegue montar um esquema de contra-ataques
Mas não foi isto o que ocorreu contra o Boca? Sem ter ninguém à frente, exceto, em pouquíssimos lances, o limitadíssimo Borja, o Palmeiras desarmava o ataque "bostero" e (das duas, uma) mandava a bola para fora ou entregava nos pés dos adversários. Foi assim em mais de 80% do jogo.

SÉTIMA   
Muitas vezes é necessário alterar o time no intervalo, mas, sempre, quando necessário.
Até entendo quando Felipão espera por dez minutos na passagem do 1º para o 2º tempo, haja vista que as correções táticas nem sempre dependem apenas da mudança das peças.
A observação que faço é a de que Felipão tem de compreender que, algumas vezes, há que se fazer a alteração da peça que não funciona no intervalo do jogo.
Apoiei a escalação de Borja e considero até que ele não jogou mal. Mas se era para o time jogar da forma como jogou, teria sido melhor a escalação de Deyverson.
Entendo que o jogo, no intervalo, mais do que pedia, implorava pela presença de Deyverson.
Com sua mobilidade, aplicação tática, correria e deslocamentos ele prenderia, no mínimo, dois zagueiros do Boca e tornaria o jogo mais ameno para o Palmeiras.
Da mesma forma, como Dudu e William vinham de trás, ele poderia fazer o trabalho de pivô, preparando para os dois e até para os laterais e volantes que, eventualmente, chegassem.
Tudo isso mais a sua presença de área explorando o jogo aéreo que não existiu para o Palmeiras mas acabou sendo o fator decisivo do confronto.

OITAVA
Weverton, nem de longe, é o melhor goleiro do Palmeiras, e, no entanto, é o titular.
Weverton pelo que já dissemos antes, não deveria sequer ter sido contratado.
Trata-se de um goleiro comum que só se criou e alcançou a titularidade pelo fato de ter custado caro aos cofres palmeirenses.

Quero deixar claro que essa opinião eu emiti, quando ele foi contratado e a sustento até hoje, deixando bem claro que respeito todas as outras contrárias à minha.
Pelo que vi e senti dos dois gols do Boca e pelo que conheço de Prass e de Jailson, infinitamente melhores do que Weverton, sou convicto de que ambos, que têm muito mais explosão e reflexo, tinham todas as condições de se sair melhor nas duas jogadas.
Não estou, absolutamente, crucificando Weverton, que defendeu uma bola quase indefensável no ângulo em cobrança de falta  e saiu do gol pelo alto com muita personalidade, único ítem, aliás em que ele supera Prass e Jailson. Falo pelo todo e por tudo que já vi dos três goleiros palmeirenses.
De passagem. Prass e Jailson são péssimos repositores de bola, mas Weverton consegue ser pior.
A maior diferença entre Weverton a julgar pelo que vejo na TV reside justamente na maior liderança que Jailson e, principalmente, Prass, impõem à defesa, fator esse da mais suma importância para qualquer time vencedor.
Por último, quero dizer que como nem Jailson e, muito menos, Weverton são defensores de pênaltis, Felipão deveria ter Prass contra o Boca, considerando-se o apreciável percentual de que o jogo pode terminar em disputa de pênaltis.

C-O-N-C-L-U-S-Ã-O
Apreciaria muito que todos vocês entrassem nos temas publicados e que discutíssemos as alternativas propostas, seja concordando ou discordando.
Fique claro, ninguém aqui neste OAV está insinuando, preparando ou querendo a dispensa de Felipão que, apesar de seus erros, é o grande responsável pela grande arrancada e pela recuperação palmeirense em 2018. Sem ele, imaginem onde estaríamos!
De minha parte, independentemente do ganho ou perda de todos os títulos ainda em disputa, Felipão, em princípio, será o meu técnico preferido em 2019.
A bem da verdade e da honestidade, só poderemos, efetivamente, cobrá-lo após ele próprio montar o elenco para o ano que vem e com os jogadores que ele indicar ou escolher. Por enquanto ele está dirigindo um time de jogadores da confiança de outros treinadores!  (AD)

COMENTE COMENTE COMENTE

 "Parabéns ao time Sub-17 do Palmeiras pelo título de Campeão Brasileiro de 2018"!

Os garotos não deixaram  a torcida palmeirense passar em branco nesta virada de ano! (AD)

21 Comentários:

  • Às 26 de outubro de 2018 05:39 , Blogger Ma e Manu Dinardi disse...

    Prezados Palmeirenses

    Acredito e dou como certo que o Palmeiras irá ganhar na próxima quarta-feira do Boca Jrs, a discussão está em cima do placar, portanto quem faz um faz dois, e após o primeiro gol provavelmente o estádio e a torcida serão fundamentais e irão exercer uma aurea de pressão e otimismo díficil de conter. Portanto AVANTI e pra cima deles desde o primeiro minuto
    att.

    Marcelo Dinardi

     
  • Às 26 de outubro de 2018 07:11 , Anonymous Fabiano Calmon disse...

    Bom dia !! Alcides, discordo de quase todas. Só concordo com o jeito medroso que jogamos e com relação ao goleiro. A zaga dracena e a. Carlos falhou feio nos 2 jogos contra o cruzeiro e a zaga luan e gomez estavam invictos e estavam fazendo uma partida perfeita. E sobre o alternancia de times isso tb é fundamental, o fla foi jogar só com titulares e caiu cedo na libertadores e copa do brasil caiu para o fraco corinthians. Só cresceu quando começou a jogar só 1 competição, e esse rodízio é fundamental para manter todos motivados. Se jogar só com 11 não chega a agosto. Vai machucar todo mundo. Nosso calendário é desumano

     
  • Às 26 de outubro de 2018 07:45 , Blogger Joel Ferreira disse...

    Ficou claro que nosso técnico não aprendeu a lição, com um time melhor em campo conseguiu perder mesmo na retranca, onde se viu colocar o Dudu para ficar correndo atrás do lateral, onde deveria ter sido o contrário. Agora quero ver o que ele vai fazer na quarta, só falta entrar com três volantes novamente.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 07:51 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Jailson não é péssimo repositor de bola. É, disparado, o melhor do Palmeiras nesse fundamento. Além de dar ao time uma tranquilidade franciscana. Mas, reconheço, nos pênaltis Prass é imbatível. Mas só nos pênaltis. Antônio Carlos e Dracena vêm falhando nos últimos jogos. Decisão correta com Luan e Gómez. O problema foi a covardia, falta de meias, e um Moisés quase precocemente um ex jogador. Lucas Lima, com uma perna, melhora esse time. Para ganhar do Boca será preciso muita técnica. Scarpa e Guerra são opções. A torcida impulsiona com a garra e o espírito. Mas, lá na relva, para fazer 3 gols, será preciso antes de mais nada jogar futebol. Algo que não fizemos quarta, por culpa e jeito de Felipão.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 10:35 , Anonymous Roberto disse...

    Foi só o Palmeiras perder um jogo para haver chuvas torrenciais de críticas e matérias negativas do clube na imprensa. Elenco questionado, técnico sendo denunciado no STJD, até departamento médico sendo posto em xeque. Nada sobre a dívida bilionária impagável dos corintianos, sobre o declínio técnico dos são paulinos e da efervescência política dos santistas. Mas a "crise" palmeirense parece que é a 3° guerra mundial.
    Nada de novo no front da imprensa. Era esperado isso.
    Agora é brincadeira, é palhaçada, é mixórdia a dita mídia palestrina, bem como urubus, e é essa a palavra, da torcida palmeirense subliminarmente fazer campanha contra felipão, da água pro vinho questionar a equipe e num ataque de esquizofrenia aguda achar que tudo foi pro lixo.
    Até "ontem" vocês, mídia palestrina e torcedores urubus estavam lambendo o saco do time e do técnico, agora ficam nessa aí de "deprê". Vão defecar, idiotas.
    Se o Palmeiras conseguir a virada quarta feira ou ser campeão brasileiro, não comemorem, se tiverem vergonha na cara.
    Ah não tem, se o Palmeiras conseguir ser campeão, os urubus aparecerão com textão escrevendo loas e juras de amor ao time.
    Que vergonha dessa gente.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 10:43 , Anonymous Roberto disse...

    Se o Palmeiras tivesse segurado o empate na Argentina, nada dessa palhaçada estaria acontecendo.
    Estaria todo mundo falando que o time jogou com alma de Libertadores, que felipão é monstro, que o Flamengo vai suar sangue pra ganhar da gente, dentre outras falsidades escritas por pessoas que só esperam o resultado negativo pra expor seu verdadeiro "eu".
    Urubus.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 11:19 , Anonymous Alcides Drummond, o editor disse...

    Prezado Roberto

    Este blog defendeu com toda a sua pouca força e influência contratação de Felipão.

    À frente dele só colocamos Luxa que anda sequioso por reabilitar-se e voltar a ser a legenda que sempre foi no contexto do futebol brasileiro.

    De qualquer forma aprovei o nome de Felipão e não foi "por seus belos olhos", mas pelo grande profissional que é e que sempre foi.

    Apesar de tudo isso ele erra e quando erra (mesmo que apenas em nosso contexto) nós o criticaremos mesmo, doa a quem doer ou incomode quem incomode.

    Se você leu a postagem até o final verá que defendemos a permanência de Scolari no Palmeiras com qualquer resultado do time nesta virada do ano, ganhando ou perdendo.

    Vc precisa aprender (sou convicto de que já saiba mas gosta do embate e da contestação, características dos palmeirenses) que quando um time joga bem se elogia e quando joga mal se critica.

    Não fosse assim, para que existiria a crônica esportiva.

    Mas há a hipótese, também de vc torcer por outro clube e entrar na discussão pelo simples prazer de agredir.

    Ficou claro em suas colocações que a sua postura é essa.

    Antes de você fui contestado por outros bloguistas porém com educação e respeito.

    São pessoas que discordam, algumas até radicalmente, de quase tudo ou, até, de tudo o que eu disse, mas o fazem com educação.

    Quem, em vez de discutir os temas de um ponto de vista lógico e construtivo usa termos como este usado por você (Vão defecar, idiotas)não pode ser levado a sério. Isso tem um nome: infantilidade

    Pois fique sabendo que, de fato, quando Felipão acertar, dedicar-lhe-ei os meus elogios e loas em comentários longos (como sempre fiz).

    Eu, que tanto o critiquei há anos pelo mau aproveitamento do craque Valdívia obrigado a marcar, marcar e marcar, simplesmente estou repetindo o que disse à época, agora em que ele obriga o craque DUDU a exercer a mesma função, e, por extensão o quase craque William

    Incoerências certamente as tive em minhas postagens, pois, afinal, não sou perfeito.

    Mas, na maioria absoluta das vezes estou convicto de que NÃO.

    Se lhe revoltam as minhas crônicas, conforme deixa claro a sua crítica, não se aborreça e não me aborreça faça o mais fácil. Mude de blog, mas antes de sair receba, de coração, as minhas sinceras saudações clorofiláticas. (AD)

     
  • Às 26 de outubro de 2018 11:59 , Anonymous Roberto disse...

    Alcides, em nenhum momento eu citei o Observatório Alviverde, citei a mídia palestrina. Tem um monte de blogs e sites da mídia palestrina.
    Escrevi num tom de desabafo e em nenhum momento citei você ou o blog.
    O que eu escrevi serve de carapuça pra muita gente.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 12:07 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Jailson, Gustavo Gomez, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Thiago Santos e Felipe Melo e Scarpa; Dudu, Hyoran e Borja.

    Com os desfalques, esse é o meu Time contra o Flamídia.
    Pode dar caldo, e, dependendo, sacaria apenas Gomez, entrando Myke, e Hyoran, para pôr Lucas Lima, contra o Boca.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 12:09 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Contra o Boca:

    Jailson, Myke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Thiago Santos, Felipe Melo e Lucas Lima; Scarpa, Borja e Dudu.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 12:50 , Blogger Boca dura disse...

    Não acredito que Scarpa esteja pronto para ajudar o Palmeiras nesse momento depois de tanto tempo sem jogar é só uma opinião

     
  • Às 26 de outubro de 2018 13:28 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Boca Dura, você está certo. Scarpa enquanto aguentar. Depois, Guerra.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 13:29 , Blogger VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Só com casquinha não faremos 3 gols.

     
  • Às 26 de outubro de 2018 16:52 , Anonymous Alcides Drummond, o editor disse...

    Recado ao Roberto e a todos

    Estou orgulhoso de todos vocês, hoje, pois vejo análises e colocações de pontos de vista sem ofensas, agressões e palavrões.

    Gostei, inclusive, da forma como o Roberto respondeu à minha observação o que deixa claro que ele é um palmeirense de alta cepa e um cidadão educado.

    Compreendi, agora, as suas manifestações e me considero privilegiado por ter bloguistas como ele e tantos outros que escrevem aqui.

    Se reduzíssemos (todos, eu inclusive) a nossa preocupação com a postagem dos outros teríamos um blog de altíssimo nível o que ele já é, do ponto de vista das ideias. Falta-nos, agora, apenas, o respeito às opiniões alheias, isto é, eliminar os xingamentos e grosserias às manifestações que colidem com o nosso pensamento.
    Saudações clorofiláticas (AD)

    Gostei da inclusão do nome de Scarpa na discussão e quero lhes dizer que iria abrir uma matéria sobre o tema.

    Do meu ponto de vista, colocaria Scarpa como elemento surpresa, (quietinho e sem ninguém perceber) ao menos no jogo decisivo contra o Boca. Ele é jovem, cheio de vida e tem condições de superar a falta de ritmo. Acrescentem esse tema às suas postagens, Abs (AD)

     
  • Às 26 de outubro de 2018 16:54 , Blogger Boca dura disse...

    Na mesma situação do Scarpa pra mim se encontra o querra talvez no máximo meia hora jogador muito fransino não aguenta o tranco é o tipo do jogador que deve evitar o contato físico se é que isso seria possível

     
  • Às 26 de outubro de 2018 16:56 , Blogger Boca dura disse...

    Exatamente o contrário do que gosta o Felipão

     
  • Às 26 de outubro de 2018 17:00 , Blogger Boca dura disse...

    Talvez por isso vem jogando mais o dewerson do que o Borja por exemplo

     
  • Às 26 de outubro de 2018 18:43 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos queridos


    a. no dia seguinte á tempestade,temos que manter a cabecinha fria!!!

    b. claro que Tia Ester esgotou o estoque de Calmapax...mas o importante é que o time altamente elogiado teve apenas uma derrota...doída demais. Mas Campeões como somos, saberemos lidar com uma derrota.

    c. Roberto está certo, e o Alcides, sempre de personalidade superior, voltou atrás

    d. claro que a imprensinha marrom, que odeia a SEP desde 1900-e-bolinha, vai aproveitar o momento para tentar ajudar os adversário com óbulos de sua lavra. E também ajudar o queridinho FlaGlobo

    e. mas cabe a nós ajudar a manter o equilíbrio, a calma, o sangue frio

     
  • Às 26 de outubro de 2018 23:49 , Blogger Duende Verde disse...

    O Inter acaba de empatar com o Vaxxxco. O empate amanha no Rio com os desfalques será um grande resultado, se ganharmos já podem entregar o caneco!!! E vamos virar para cima do Boca na Libertadores!!! Anotem!!! Abraços e bom final de semana a todos!!! Domingo é #17 e fora PTralhada!!!

     
  • Às 27 de outubro de 2018 00:08 , Blogger Emanuel O Cowboy disse...

    Cara, sobre o time A e B, discordo, tendo em vista que Felipão conseguiu montar dois times.
    De resto, concordo com tudo e com respeito ao Weverton, concordo mais ainda

     
  • Às 27 de outubro de 2018 08:44 , Blogger Ester Abea disse...

    amigo Duende:

    falaste bem...com o empate dos cafajestes gaúchos, um empatezinho para nós também é bom...E vencer no Rio significa:

    logo seremos DECA!!!!

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial