Observatório Alviverde

09/02/2019

PALMEIRAS INAUGURA SEGUNDA-FEIRA O PACAEMBU PRIVATIZADO!


Os locutores esportivos já não poderão mais proclamar em pleno ar, com a ênfase  que os caracteriza, um velho chavão que vem, de geração em geração de narradores esportivos, sendo repetido  em rádio e TV, principalmente em rádio, desde os tempos memoráveis do pioneiro Nicolau Tuma, cognominado em sua época de "speaker metralhadora":

(sic)

"Estamos falando "diretamente do Pacaembu, o próprio da municipalidade da cidade de São Paulo, palco do jogo entre Palmeiras x Corintians" (ou qualquer outro).

E não poderão, haja vista a privatização do estádio após um leilão ocorrido esta semana, colocando o velho "próprio municipal" durante 35 anos na condição de propriedade particular.

Não, não entro em detalhes no que respeitou às negociações, mas as aprovo integralmente.

Passou da hora de os governos municipal, estadual e federal darem um basta no financiamento de negócios particulares usando dinheiro, patrimônio e pessoal que provém, direta ou indiretamente,  do bolso da população!

O velho Pacaembu foi inaugurado antes mesmo de eu nascer, na década de 40, mais precisamente  no dia 27/04 e o jogo inaugural colocou frente à frente, sabe quem?  

Não sabe?

Justamente o Palmeiras em um confronto contra o Coritiba, convidado especial para um quadrangular sabe com mais quem?  

Não sabe?

Com o Curica!

Sabem quem venceu o primeiro jogo? 

É óbvio que foi o Verdão e por goleada, 6 x 2, embora sem a prerrogativa do gol inaugural marcado pelo "coxa-branca" Zequinha.

Mas muito mais importante foram a primeira vitória combinada com a primeira goleada (6x2 para o alviverde) e muito mais importante do que tudo isso foi o título conquistado mediante um 2 x 1 em cima do Curica.

De lá até hoje, mesmo sem ser o time que mais vezes se apresentou no Pacaembu, o Palmeiras -muito mais importante- foi (ainda é) o maior campeão da história do velho estádio que, depois, mudou de nome e passou a se chamar "Estádio Municipal do Pacaembu".

Apesar do Santos fazer, domingo contra o Mirassol o último jogo do estádio, coube (cabe) ao Palmeiras a realização do jogo inaugural do velho Pacaembu privatizado.

Que o Verdão mantenha a tradição e derrote um adversário que, além de preto e branco, é identificado com o Curica, time para o qual, habitualmente, abre as pernas e, em contrapartida, faz sempre o jogo da vida quando enfrenta o Palmeiras.

Para encerrar acerca do Pacaembu.

Vocês não sabem o quanto torci para que nenhum grande viesse a adquirir o Pacaembu, pois, bem administrado, seria um concorrente e tanto para a Allianz Arena.

Ainda bem que Lulaburro (ele imaginou que seu poder era perpétuo)  entregou um elefante branco ao Curica, imaginando que, com o passar do tempo, poderia dar a Arena ao seu clube de coração.  Bendigo a Lava-Jato que evitou a cornucópia.

Foi essa expectativa que os impediu de ficar com o Pacaembu. Obrigado, Lula. Apesar de inimigo declarado e constante, dessa vez você foi um grande amigo do Verdão! 

-----------------------------------------------------------------------

O Bragantino, mesmo antes dos irmãos Chedy (Nabi foi o principal) que num determinado momento colocou o Braga numa posição de destaque no futebol brasilero, sempre foi um adversário duríssimo e cabe ao Palmeiras depois de amanhã, segunda-feira mostrar a eles "quem, efetivamente, dá as ordens no terreiro.

Para encerrar quero lhes dizer que, conquanto eu apoie AMBAS as contratações, não existe a menor chance (ao menos neste momento) de o Palmeiras contratar Valdívia ou Alexandre Pato.

Valdívia não virá em decorrência de tudo aquilo que este blog publicou acerca das relações tumultuosas entre ele e Matos, não obstante a sua idade considerada provecta.

Alexandre Pato não virá em face dos custos altos e da incerteza de que terá um comprometimento sério com o clube.

O indicativo mais perfeito de que Pato não virá foi o perdão que o Palmeiras, com o beneplácito de Felipão, acabou concedendo a Deyverson.

COMENTE COMENTE COMENTE 

8 Comentários:

  • Às 9 de fevereiro de 2019 10:32 , Anonymous Roberto disse...

    Por que não muda logo o seu blog pra política? Esqueça o Lula um pouco.

     
  • Às 9 de fevereiro de 2019 11:30 , Anonymous Anônimo disse...

    Ui ui ui Robertinho, vai lá em Curitiba dar o lolózinho pro presidiário de 9 dedos e esqueça esse blog.
    Elaine Lara

     
  • Às 9 de fevereiro de 2019 12:59 , Anonymous Fernando S.J.do Rio Preto disse...

    Pacaembu estádio de um gramado sem igual, um verdadeiro tapete que foi palco de fortíssimas emoções, agora terceirizado tem tudo para ser melhor e muitíssimo melhor do que sempre foi.

     
  • Às 9 de fevereiro de 2019 13:03 , Anonymous Gustavo disse...

    Alcides parece que os caras querem que vc esqueça um inimigo declarado do Palmeiras. Naum esqueça não. Bata nele com vontade que ele merece.
    Como diz aquele bolero antigo da Edith Veiga que tocava muito naquele tempo seu e do meu pai Faz-me rir. kiakiakiakiakiakakakakakakaka...

     
  • Às 9 de fevereiro de 2019 13:08 , Anonymous Fernando S.J.do Rio Preto disse...

    Na minha opinião esta estória de Alexandre Pato no verdão só poderia ser brincadeira, é inadmissível ouvir e ler a respeito desta tragédia de um ex-jogador.
    Valdívia seria muito bem vindo, pois traria a estes desacordados o que é vestir a camisa do maior campeão nacional, aliás poderia mostrar o que é jogar contra estes cornorintiânus ou bambis, sempre foi contestado por parte de nossa torcida ou melhor dizendo, massa de manobra e odiado por todos da imprensa disfarçados como narradores e comentaristas esportivos que na verdades sempre foram e continuam sendo torcedores destes times falidos.

     
  • Às 9 de fevereiro de 2019 13:16 , Anonymous Fernando S.J.do Rio Preto disse...

    Roberto, com todo respeito esquecer Luladrão depois que este canalha e seus parceiros fizeram ao país? Tem que apodrecer na prisão não só ele, todos que o tem como um ser sobrenatural, não passando de um cafajeste, canalha, bandido, apedeuta, ignorante e analfabeto funcional.
    Que morra na cadeia e todos os demais que como ele agiram contra a população mais necessitada que creram em suas mentiras.
    Avanti Palestra!!!
    Avanti Brasil!!!

     
  • Às 9 de fevereiro de 2019 13:26 , Blogger Boca dura disse...

    É isso aí Alcides ainda não e sábado de aleluia mais vamos malhar esse traste cornitianus, que fique por muitos anos lá em Curitiba ladrão salafrário. Quanto a contratação de pato só poderia ser brincadeira mesmo outro Lucas Lima sem raça e com muita pouca vontade, aí já seria burrice da diretoria, que ao meu ver já esgotou a cota de erros pelo menos pra esse ano.

     
  • Às 9 de fevereiro de 2019 19:09 , Blogger Ester Abea disse...

    amigos queridos

    pitacos Esterísticos, diretamente de Poços de Caldas


    a. Tia Ester descansando uns dias em Poços, cidade de férias na infância. Por motivos desconhecidos decidiu ver a Caldense, contra os mendigos da bola(CAM) pelo fraco Campeonato Mineiro

    a.1 deu um pouquinho de tristeza. Nao por nostalgia, mas por ver confirmado o que o Camisa 10 sempre fala.

    a.2 o juizim chinfrim(eta raça complicada, uai) deu TODAS as dúvidas, laterais, divididas e tal para o CAM. Óbulo que os mendigos agradeceram
    a.3 em certa altura, por dedo na cara, o juizinho expulsou um mendigo...sei, sei, para no próximo lance inventar uma expulsao do melhor jogador da Caldense
    a.4 será que a juizada é toda, sem exceçao, vendida aos interesses das Federaçoes e TVs? hj foi uma roubalheira discreta, dakelas que aos pouquinhos fazem um time horrível(CAM) se sobrepor a um time tao ruim quanto.

    b. foi triste também ver o jogo
    O CAM justificou plenamente o seu papel de indigente da bola. Achou um golzinho e nao se dignou a uma única , umazinha só, jogada. Só chutao. Bola pro mato.
    Já a Caldense, com seu uniforme inspirado na SEP , pareceu-me- e muito- o nosso time de 1980-4 que eu assistia no antigo Parque Antarctica. Nenhuma jogada, nenhum bom jogador. Uma ou outra bola na área, sempre inócua. Evocou-me Benazzi, Jaime Boni, Sena, Marquinho, Victor Hugo, Bizu, Sylvio(pd) e tantos outros grossos que assisti por gostar do Palmeiras

    No final , os indigentes da bola (CAM) agradeceram aos céus o óbulo. O goleirinho chegou a se ajoelhar...ah o que é pobreza, que dó...

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial